Você está na página 1de 3

Idade Varo/Valgo AP Encurtamento

Até 2 anos 30º 30º 25mm


2 a 5 anos 15º 20º 20mm

6 a 11 anos 10º 15º 15mm


>12 anos 5º 10º 10mm
DESVIOS ACEITOS NA FRATURA FÊMUR DA CRIANÇA
(CRITÉRIOS DE REDUTIBILIDADE)

APARECIMENTO NÚCLEOS DE OSSIFICAÇÃO FÊMUR


Fêmur Proximal Epífise Fêmur Prox Trocânter Trocânter
Menor: Maior:
7ª sem. IU 4 a 8 meses 10 anos 4 anos
(CF se torna visível no Rx)

Epífise Prox do fêmur: Fusão aos 18 anos


Apófise Trocântérica: Fusão aos 16 e 18 anos
ROTAÇÃO DE 5° A 10° Fusão das Fises Cervicais/Trocântéricas: 14
anos meninas
16 anos meninos
Crescimento do Fêmur Crescimento do MMII

75% Fêmur Distal 40% Fêmur Distal (9mm/ano)


20% Cabeça Femoral 40% Tíbia Proximal (6mm/ano)
5% Grande Trocânter 10% Fêmur Proximal
10% TNZ
Desvio Aceitável Fratura Úmero Proximal

1-1.5cm de encurtamento, <15o de deformidade em RI


<5 anos 70o de angulação desvio completo
(qualquer grau de desvio)
o
5-12 anos < 45 de angulação 50% de desvio
>12 anos < 20o de angulação 50% de desvio

Desvio Aceitável Fratura Rádio Distal Cça


IDADE MENINO- P MENINA-P AP (CORONAL)
(SAGITAL) (SAGITAL)
4 – 9 ANOS 20 15 15
9 – 11 ANOS 15 10 5
> 12 ANOS 10 10 0

Sinal de MATEV: Radioluscência oval que denota a


área em que se encontra o nervo radial na Fx Úmero
diáfise Cça = exploração círurgica
Critérios de instabilidade de La
Fontaine:
1 - Idade > 60 anos
2 - Fratura intra-articular (radiocárpica)
3 - Cominuição dorsal metafisaria
4 - Angulação dorsal >20°
5 - Fratura associada da ulna distal
6- Fx Cominuta
7- Encurtamento do rádio > 10mm
OBS: ≥ 3 critérios = Altamente
indicativo de Instabilidade = Tto Cirúrgico