Você está na página 1de 81
NEGOCIO ACA! ; ACELERADO AS FILMADORAS QUE v Veja como funciona uma ENCARAM LAMA MARE . IGINOVADORES aceleradorade startups} TODO TIPODE AVENTURA » CONVERSAM SOBRE MODA, CASA, TV, MUSICA, COMIDA... oie! info.abril.com.br "24 (Oy EXAME INFORMACAO | TENDENCIAS | INOVACAO | CUy VIDEOS, JOGOS, APPS E SITES DE CONTEUDO EDUCACIONAL MUDAM ASALADEALLAEA FORMA DE APRENDER, IE ‘woz wav [exe as Tos ba Thales iribon! A TECNOLO! NOS TIRAR DL 8 CARTADOEDITOR aww ‘comme pense PUBLICIDADI ‘Washington DlivettoxMarcoGomes zomtsics Paulo Miklos xodo Mareello Baseoli 22 TELEVISIO. Marcelo Tasx Gregério Duduvier 2ACASA Leonardo Sennax Grégory Bousquet 26 ROLPA FabioGandourx Mareelo Sommer 28 LEITURA, Sergio Herzx Martha Gabriel VIDA SOCIAL, Guilherme Ribenboimx Viviane Mosé 92 COMIDA, Sergio uliox Jefferson Rueda JA The Ventura bril de 2013 ec IDEIAS | S4ALESSANDRALARIC Digaalé para seu computador 6 MANOFE LEMOS: Precisamosde casasintcligentes i EDUCACAOSOB MEDIDA Censinopersonalizadoganha espagonasescolasea teenologia epeya fundamental nessemodelo 7OSTARTUPACELERADA, Osbastidores do primeiro programa dda Aceleratech, quetreina Ilempresas iniciantes de teenologia para omereado 78.4G:40 TURBINADS “Aleoritmossofisticados usados pelas bolsasdevalores tornam a.compra ‘eavendadeagies mais ripidasdoque othe humano posieacompanhar 38 DAGOMIR MARQUEZL Osacertos(eerros)donosso Nostradamus 40 JOSHUA FRUHLINGER Estamosnostornandobabacas? INOVAGAD | 4 UM DIAFORADACAINA Umdiadenegécios-elazer-dos executivosdo Dropboxem Sto Paulo OGAROLO DEUS 30 MILHOES ‘0 Yahoo! fez umbom negdeio so comprarumapperiado porumestudantede 7 anos? 3LSPETTO NUMERO 61298, INFO visitou oprédioapontado comoentrodaseiberataques: atribuidosao Exéreito chings TEST OINFOlab estou flmadoraspara esportes,ossmartphones Xperia ZQe BlackBerry 210, a Galaxy Cameracos tabletshibridosdaSamsungeda Asus. ConfiraaindaostestesdadockLG ND8S20eda interfacede audio para guitarrasStealthPedalCS, 94 RADAR, ‘Uma selegiode produtos i testados 108.AINVASTOTAMAGOTCHI, (Ominigameque foi ebrenoanos1990 OTH OULLA EDICAO.OF ImAcEM ARINET GIGITAL RoDuEAD) MELISSA THOME IQAD: 18 604 exemplares CARTA D0 EDITOR / J A EDIGAO DESTE MES cla INFO ppecial, dedicada as pessoas que gos tam de ver as coisas com olhos fres cos. Assim que virar as prdximas paginas, vocé vai notar que Enter, | a seco de abertura da revista, esti diferente, Ela fof inteiramente dedi- cada Aarte das conversas criativas. Nesses tempos de sobrecarga de informacio, convidamos 16 pes- soas inovadoras para discuti didlogos ageise afiados, como, nofu- turo préximo, vamos ouvir miisiea, assistir TV, ler, morar, comer, fidar comasredes sociais ea publicidade. Nao ha melhor manera deapren der, de testar suposicdes, de experi- ‘mentar 0 novo do que em conversas comcolegas,com professores,compes- soasqueestudama fund umassunt. Foi com essa ideia que dedi- camos um espaco nobre aos vito chats que retinem nomes como Guilherme Ribenboim, diretor- geral do Twitter no Brasil, filéso- fa Viviane Mosé, os publicitérios ‘Washington Olivetioe Marco Gomes, s em 6 /INFO Abril 2013, The Ventura / e # o:mtisico eator Paulo Miklos e o pro: dutor musical Joao Marcello Béscoli, para ficar aqui s6 em alguns deles, No meio de tanto barulho dessa exa do Twitter, esperamos que os did Jogos sejam inspiradores, queoajude a compreender ea enxergar novas possibilidades, ea cortara cacofonia, Nas edigdes digitais para iPad e Android, nositeouapontandoseucelu larparaosQR Goel tlas paginas, voce podeassistinaswideos dasentrevistas. (GOSTARIAAINDA de chamar suaaten: co para.areportagem decapa,como temaeducago, Mostramoscaminhos para escapar do paradoxo que existe hojeentrea chamada geragdointerati- va,formada pelosnativosdigitais que nasceramclicandoem telas, easenfa: donhassalasdeaulaem que o profes- sor falacoalunoescuta, passivamente, Uma combinagao de jogos, appse plataformasdecontetido educacional pode sera chave para uma educagio cada vez mais personalizadae eficaz. Vocé vai notar ainda que sua INFO esta diferente, mais bonita, Rafael Costa, nosso irrequieto ecria- tivo diretor de Arte, modernizou o projeto grafico, para deixar as pagi- nas da revista ainda mais atraentes. Esereva para contar o que achou, Boaleituracaté maio! SIAR ed rN MAIS MODERNA/ As pivinas da INFO ganharam novos layouts e tpograia Palin matetell katiam@abril.combr MUITO MAIS QUE UM JOGUINHO para Android e iOS por trés semanas, o game tem como desafio provat que ¢ um negécio ren nein tavel e convencer seus mill Umnovo recurso eleriar aixado de usudrios a pagar por itens virtuais nas pistas de corrida. viirias produtos ecomparar suas configuragdese recos,eolocando _,Veja.o teste das_ lado ladoas filmadoras de acéo perma eases obtidas nos testes a do INFOIab, Congira eminfoabril Umgrupodefresquisa no Pentagono, 0, testa Exército america specie de tatuagem que, uma poderd revelar leitor OR Cade © an 2 Fe z Ba Ler cadlgo joaltos d dos soldadose: como sensores sem fio pod dados exibidos por essas tatuagens e envis-los aos centros de comando, Abril 2013 INFO / 9 The Ventura O CELULAR E SUA CARTEIRA A reportagem de capa mostra que finalmente operadoras e os bancos Sem isso, o Brasil nunca teri Jodo Carlos Andrade / 2@ Achei muito bacana.a matéria de capa. Sou professor de Tecnologia da Informagio e uso muitoasmaté- rias como base de aulas. Parabéns, Rdson Bobadilha Ha muito tempo se fala em usarote- Iefone celular para fazer pagamentos etransferéneias, Agora parece que o negécio vai mesmo sair, como mos traa excelente reportagem da INFO. André Malta Campos / 21 Hove Brazil Muito boa a historia dos empre endedores estrangeiros que esco Iheram o Brasil para montar suas empresas. Exemplos assim fazem, com que nosso mercado amadureca, Andressa Souza / Cuittia (5 12,/ INFO Abril 2013 Osestrangeirosacham que vao en: contrar no Brasil o mesmo que no Vale do Silicio, Logo vertio que a bu- rocracia ¢ 0s impostos sero gran- des entraves para suas empresas. Marcos Ricardo / toi 8c} Soltaosom Testei os servicos de streaming indi. cados conectando o iPhone ao meu Home Theater por meio da Apple ‘TV.O Deezer eo Rdio funcionaram muitobem, JAo Sonora, decepciono. Hércules Alberto Thanes Apps que pagam o usuario A ideia mostrada no texto Leve um app para passear eganbe um troco urna sacada de genio, J4 fazemos isso no Foursquare e fica mais interessante se recebermos dinheiro para postar. Anderson Delesposti Oque os leitores falm nositee | nas redes sociais i= Cientistas criam células =umbis ABRIo/CSIUIEzuMBi Nao adianta o pessoal compa- rar isso a um apocalipse zumbi. Entre vocé fazer uma célula conti. nuar trabalhando depois de mor- ta e fazer o mesmo com 0 ser hu- mano tem muito chao pela frente. Jotio Augusto / Srosila [DF Galaxy S4 chega ao Brasil por RS 2,4 mil abrio/galaxys4 Tiveo Galaxy $,0S eoSIII. Masin- felizmente nao terei 04, pois jamais aceitarei pagar esse valor por qual- quer smartphone. Felizmente, ainda temos concorréncia nesse mereadoe existemalgumas outras boas opeses com eusto/beneficio bem melhor. Pedro Wirt= sdocio nade fe Gringo. Mostra ue multas pessoas de fora procuram buscar inspira e demonstra ios de projetos ne Bras rain rlocda @ INFO sobre rletograpia de codos. Gracas 0 ea, agora adios 0s meus cados esto criptografados contin eee altima edlcdo, Estou ‘seminre aprendinle mult, ate porque estou loge de ser um exaertem tecnoiogla 101 etc (@.INFO ficou sensacional. Porabéns toda equipe io de Janeiro [RU The Ventura Windows 8 demorado Emoutubrodo ano passado, compret um pacote que cobrava 69 reais pela atualizagdo do Windows por down- Toad €33 reais pela cépia em DVD. Fiz a instalagdo do sistema operacional normalmente, mas, ao reclamar do atraso na entrega do DVD, fui infor- ‘imadoqueo grande volume de pedidos atrasaria a entrega para dezembro. Ap6s o novo prazo ser desrespeita- do,a Microsoft prometeu que o DVD chegaria em janeiro, o que também ndoaconteceu, Alémdoatrasodeqna- tro meses fui surpreendido com uma cobranga de 7 délares que nao havia sido informada no ato da compra Latiz Antonio Soares / ®2i oar PS} RESPOSTA DA MICROSOFT A Microsoft Brasil lamenta o transtor- no causadoao sr. Luiz Antonio Soares eesclarece que cle recebeua midiacon- tendoo Windows 8 emsuaresidéncia. Comentéirio do leitor A solugao foi satisatdria, masfica oaler tadequea Microsoft nfo exibe de ma- neira claraa informacdio de queoDVD do Windows8 vem dos Estados Unidos. LIDERES DA BRONCA ‘As empracas mais citadas polos leitores em marco Claro 16% oie Tee ung 1% Outros 62%, Venda sem pagamento Vendi um iPhone 4S pelo Mereado Livre, mas nao recebi o dinheiro A confirmagao da transagao che- gou pot e-mail, embora o valor no tenha sido transferido para a mi nha conta, 0 suporte da empresa sugere que fale direto com 0 com prador, masa pessoa nfo responde. Gustavo Rocha/Lineva 9) RESPOSTA DO MERCADO LIVRE Informamos que para comereializar no Mercado Livre, todo e qualquer usuario precisa observar os Termose Condig6es do site. Comunicamos tam- ‘bém que para casos de envio de pro: dutos com valores acima de SO reais é necesséria a utilizagao do Aviso de Recebimento emitido pelos Correios. Comentéirio do leitor O Mercado Livre disse que os e-mails de confirmacao que recebi eram fal- sos. Procurei o Centro Judiciério de Solugao de Conflitos ¢ Cidadania, mas néoadiantou, pois o representante do Mercado Livre faltou a audiéncia. $6 no entreiainda com proceso contrao site por falta de condigbes financeiras. Fale com a info ‘edagaa oneal cores ronan oes eonareinfogabric com. "Acorrecpondenaa pode ser pubcada ‘deforma redusda Envi sa noms ‘omplefosacdadaonde mora, Comunidades Tacebookeomrovietinto “Twitter wttercomla NFO Google google.com into Platereet pinteestcomrevstalnfo Tetagram (crvista info [099472121 Grande Si Paulo (08007782828 Demsislocaidacee Service de Atendimento o Cane aieisaccom In) s087-21 Grande 0 Paul (0800.775.212 Demai ocala (iene7-00 rae Lojane Infoatrlcombroja (104003.8877 Igjasbri@vendanontocen.com-br ublicidade Pars snunelerna NFO, gue: (i307 2302 Sa (21) 2548-6100 ede wJansra Un]g0g7 5788 das races ‘hana? 2300 Fax publtiLeombe Parmlestes da NFO Parga eto aes i caluee ‘vat aedo edi daINFD, cove Um ‘ailpara permesoosinfoGabe.cor or Neth matetal pode eorrepreduzdo, Venda de contetdo Paralicencaraeontecds editorial és NFO em qualquer mide: tenders Contoudeoepreseacombr’ Parasoltar opin das paginas: reprinnfo@Pabri.com.be /AINFOndoscete doses dohardwares software nem ven pstocinadosporfomecedoree aoa 0s artigos assinedos pels colunistoa aiNFOndoexpreseam necensaramente ‘opnibodarevista fens “\ INFO me mantém atualizado sobre o mundo da tecnologia, trazendo as principais tendéncias em empreendedorismo @ inovagao” justavo Furtado / ent do oja rtuel Ticae DSNEAMOR) No toxto Tix Emm Toque. 0s eonos dos apps SaterTaxle EasyTaxiforam mvertidoe FOTO RAFAEL EVANGELISTA Abit 2013 INFO,/ 13 The Ventura peca central desta edi de aniversdrio da INFO é dedicada a arte da conversa criativa. O didlogo direto tem o poder de ensinar, de cutucar, de aplacar a ansiedade gerada pelo constante fluxo de informagao. “Jd esta over”, resume o publicitério Washington Olivetto, um dos 16 especialistas que convidamos para didlogos afiados que The Ventura _ VEJA, NAS PROXIMAS PAGINAS, 0 QUE PENSAM OS | 18 INGVADORES QUE CONVIBAMOS PARA CONVERSAR G3) euaticigAns pensam o futuro {Washington Givetto, chairman en oto areas do lesa comportamento, ‘fupdador da B0-Box Sete anos apés 0 inicio da era Twitter, ainda nao hé nada 20 HisIcA Paulo Mie Gio; integrente de banda ies) eonversa ‘cam Joo Mar como uma boa cae conversa para LETAEMIEND) estimular a inovagao. A ideia é que nossas conversas sejam fonte de inspiragao para ajudd-lo a entender 0 que vem por ai. Aproveite! Mateeia Tas, arhalists apreseniador da programa CGC, onversa com Gregério Duduvier, afore rbiei iste ds ppradutara Porta das Furdos PNAS, LLonnatda Senna, fundacior da emigiese de auiomacéo House, convetsa Eom Grégory Houequet, arquicto do esortovia Trptvaue 2esdhea Fabio Bancol cenfcia a (BM) conversa cam a esillata Marcela Sommer 28 terug Seria Herz, presidente ds Urea Cultura, cbnveree cam aq escritera Marine Gabriel 0 Uneaee Gulretme Rlberboin, dirstorgeral do Tule, conversa om Viviana Mase eat Ueffer@on Fueds, chet Sergi uli catar de peequisae desenalvimarts de Pepsite do Brasil = WASHINGTON OLIVETTO, 61 Chairman e chief creative ‘officer da agéncia ide publicidade W McCann (ao lado) = MARCO GOMES, 26 Fundador da Boo-Box, rede de publicidade para blogs redes sociais ravo DEBBY GRAM/ The Ventura 6G. VALACONTECER UMA GRANDE TRIAGEM NOCONTEUDO DA WEB” erfo futuroatelada TV VY perder seu lugar para a touchsereen dos gad- gets, como as marcas iro se comunicar com osconsumidoresem um mundo sem. intervalos comerciais? Para o publi- citério Washington Olivetto, entre mudangas ¢ adaptagées sobrovive- rioas grandes ideias. Entrevistado por Marco Gomes, criadlor da rede de publicidade online Boo-Box, Oliveto falou sobreo futuroda comunicaso, * MaPBBIGBRIBBIA maioria das pes- soas usa smartphones ou tablets enquante assiste 4 TV. Qual serd 0 rove papel da televida? WasRgPORTONVEHIEL Acredito que haverd uma recriacio de habitos. Vi um projetode uma tela fina e portatil, feita de um material mole, que se des- dobra para exibir videos para varias pessoas. Também haverd a possibili- engloce nce Arnet dade de projetar 0 contetido no vidro dajanela. Essaquestaome fazlembrat o Gilberto Gil na turné Maquina de Ritmo. Ele fez referéncia 4s maquinas de primeira geracio,comoosbumbos, eas maquinasdenovageragio,ami- sica eletrémica. Ele quer fazer o pessoal dangar, nao importa a maquina. Na comunicacio, precisaremosmisturar um tanto de digital com outro de ana- légico. Usando um pedacinhode uma nova invengtio comuma coisa quase pré-histérica é que vamos chegara um novo modelo de comunicay > ill0a parte do tempo das pes- 098 na web 6 gasto com 0 contetido que elas criam, Até onde isso vai? Wo queaconteceria seamanha todo mundoacordassemédico efosseparao hospital? Morreria um montede gente, certo? Coma tecnologia foicomose todo mundoacordassecomunicador. Tenho asensagiode queainda acontecers uma grandetriagemnocontetidocda internet ‘Vivemos uma fase de adolescéncia da internet. Hémuita porcaria,oanonima: togeracovardiae muitoconsumidord ppalpitesobre tudo.Jéesté over: E previso darum formato maisbacana para isso, » MBI|As marcas precisaro apren- der a ouvir mais o que 6 dito sobre elas nas redes socials? Wicomunicacao nao é 0 que voce fala. E oque ooutroentende, Asmar: cas vio terdedescobrir seaquiloéum onto de vista a ser levado em conta ou bobagemi. A empresa nao pode se assustar se um problema atinge 43 pessoas num universo de 30 mi- thoes de consumidores. Isso sem pre aconteceu, mas ninguém sa bia. Muita gente se pergunta onde errou, Errouao levar 43 carasasério, >» (MBIO que aconteceré quando fer ramentas para andlise de audiéncia ‘alcangarem seu patencial e ojudarem ‘acriar aniincios personalizados? WOlsc ficar perfeito, fica desumano. Ese ni for humano, nao funciona, Sera preciso dosar atéo potencial de falhadessas coisas. Sem arriscar, voce {ardiuma coisa asséptica, sem emogao. Opovosabeoque quer, mas também quer 0 que nao sabe. Cabe a nossa profissao ensinar, surpreender, ser do contra, Ou nao sairemos do lugar. WEINem tudo pode ser descoberto usando dados da web, certo? Ws projetosmaislegais sioosque somam., Umamarea de chocolates da Austrélia era a quarta do mereado, Fez uma campanha patrocinando tudo que estivesse em quarto lugar. ‘Aquartacolocada no Miss Australia, ‘o quarto time de futebol... Em um ano e meio, chegou & lideranga, IL Abril 2013 INFO /19 $ ‘uma casa no bairro Jardim Paulista, na zona oeste de So Paulo, maisde3 mil discos foram grava- clos em um estiidio que, desde 1974, recebeu artistas de diversos estilos e sgeragées. A casa, hoje sede da grava- dora Trama, foi o ponto de encontro entre Joao Marcello Bascoli,o funda- dorda Trama,¢omtsico eator Paulo Miklos. Elesconversaramsobrecomo a tecnologia pode alterar a relacao dos artistase dos fis coma miisica. ‘WaGi6 MarESII6IBASEOIiL Coma va- ‘mos ouvir misica no futuro? ‘Palo Milles) A misica virouumacot saetérea,queesté noar,em todo lugar Todos os meus CDs, fitas K7 e discos de vinil est&io em um lugar da minha casaem quenem vou mais. Hoje esta tudo no celular e ougo no carro pelo Bluetooth. Estamosem um momento em quea musica chegaa incomodar, FoTO RUIMENDES, The Ventura AFORMULA DO SUCESSO CONTINUARA INEXPLICAVEL” porqueelaesta atéem lugaresem que voeénfiogostaria, Para mim, atendén- ciaéa valorizagio dosiléncioe do mo- ‘mentoemque vorésentara paraouvir apenas aquilo que vocé quer ouvir, *UMBLVivemos uma era de singles. As pessoas ouvem mufta masica, mas dle uma forma sortida @ com pouco tempo. Os élbuns vio virarraridade? HVai ser preciso se apaixonar por ‘uma miisica para poder ir atras do Album, baixar, conhecer mais 0 ar tista. O cendrio todo esté estimulado, voc’ ouve tudode graga, os sites sao lindos, todo mundo jé tem clipe. Até por isso hi um sincretismo tiogran- de de estilos, com miisicas curtas, que chegam rapido ao refrao para soar familiare conquistarlogoocara. Mas pelo lado do artista isso gera uma liberdade enorme para poder fazer um Album s6com duas misicas ouentio gravar mais de duas horas. *UMBL Ainda é possivel inovar em ‘missica? Ou todas as misturas [4 fo- ram realizadas? PMLA internetéumuniversocomum nivel de informagSo gigantesco, mas ainda existea influéncia dos grandes canais de distribuigao, das grandes agravadaras eisso nfioémnito permes- vel.0 sistema foi reorganizadoedeu conta dese adaptar para continuar fil- trandoamisica. A férmula para fazer sucesso com algo diferente €inexpl- cdvel. Pode ser um coreano com uma danga engracada, pode ser 0 Michel Telo. Aqui no Brasil temos muitas condigées para fazerisso, Emuitoin- teressante assistir certas trombadas estéticas, sertanejocom guitarra, com batuquemeioafricano,tudomisturade »UMBIA tecnologia passa uma sen- sagao de que 6 possivel fazer uma ‘estrola a qualquer hora, Mas néo vejo o ciclo de grandes talentos mudar. les confinuam raros, PMLQuandoum talento¢ inegavel, ele sdeidade,doge- nero musical. Mas, mesmo assim, ele pode fazer sucesso por um tempode- terminado. Muitas vezes é resultado deum momento especifieo, isso édla caracteristica do préprio sistema, A tecnologia élegal. Comos programas avangados deedigao, voeé v8 uma pes: soa trabalhando emalgo queé muito ficilerrare,a0 mesmo tempo, émagi- coquandoalguém usa acoisa de uma maneira criativa,atéexagerada, para causarestranhamentoe serreconhe- cida. Naohinadademalignonisso. Z atravessaas front Ail 2003 INFO, 2 FOTO M4ROIO SCAVONE The Ventura A TELEVISAO NAO XISTE MAIS. AGORA provavel quena infin- ciaoroteiristaGregorio Duduviertenhaapren- dido meia dizia de ligdes com o Professor ‘Tibiireio, personagem de MarceloTas, no programa Ré-Tim-Bum, dos anos 1990, Mas no encontro que INFO promoveu entre 0s dois, a troea teve ‘miodupla. Oassunto? Inovagiona TV. » eregonoTowTeeRNa Tea do ce- lular ou na TV as pessoas gostam mesmo do tipo de contetido, Vocé no acha que, no futuro, 0 meio de transmissdo pouce importaré? MareBI6;TASE A tclevisi0 nao existe mais. Sei disso porque tenho fithos. Elese os amigos nao usam a palavra televisio, Nao escuto falarem nem computador. Estudo tela, Nao ha dife- rengaentre verno YouTubeouna TV. Oque vale éassistir quando quiser. Mas ha um ruidlo pela quantidade de bobagem postada na internet, Para furarisso, basta contar uma historia com qualidade, O meio nfo éamen- sagem. A mensagem éa mensagem. TUDO E TELA” %(BDlVocé acha que na TV existird a ‘mesma liberdade que héina internet? Goma funciona com vocé na Band? MIZEm nenbum momento existiu li- berdade editorial. Nem Shakespeare teve. O mundo ¢ interdependente. Numa emissora aberta, a liberda- de tem de ser mais negociada, pois lidamos com um pitblico mais am. plo, Nao é falta de liberdade, mas tem que negociar. As pessoas se en: ganam ao pensar que so donas de seus canais no YouTube, que néio tém orabo preso, enquanto usam o servigo do Google, a maior empresa de publicidadedo mundo, *(BDLNa arte néo dé para ser demo- critica. Fizemos uma pega em que o pdblico votava para escolher a se- quéncla das cenas e foi uma zona. Como é sua relacio com a medigaio de Ibope am tempo real @ com as | redes sociais. Tem hora para abrir e para fechar a porta para o publica? MILO piiblico é maravilhoso, mas é uma pista falsa. Ele pode te conduzir para equivocos. Voct fard as coisas ‘maisficeis,sem inovar. Opiiblico tem meciodoque voce vai dar e,ao mesmo tempo, quer ser surpreendido, Haa tentactiode participar o tempo inteiro, mas muitas vezesa pessoa quer ape- nas ver um programa, sem interagir. * |BDLAs pessoas tém vergonha de ser preconceituosas. Nao serd bom quando as piadas pararem de rir do negro e firar sarro do racista? ‘MBO humor ndotem deser perverso as vezes? Falamos mal dos politicose nao podemos falar mal do povo. Mas quem elege os politicos corruptos € opovo. E preciso dar uma cutucada. ‘Tem um rotulo que dio a0 CQC que nao gosto, ole humor inteligente, 0 humor sempre ¢ inteligente. Ele sé existe quando ha fricrao de inteliges cia. A palavra central no futuro sera discernimento. Eo novo ouro em po. » @BlO YouTube tem por caracteris- tica.a criagao de um espectador réni- co, crftico, que fala mais sobre o que iio gosta do que sobre o que gosta. Do que essa geracéo vai gostar? Miilsso ¢ cinismo, que € diferente de ironia, Para o cinco, tudo é pior do que o que ele poderia fazer. Ele é destrutivo, um preguicoso que 6 quer mimimi o dia inteiro, Ha.a tentagio de caminhar para um fun: dlamentalismo. 0 cara ¢ genio ou idiota, Morro de medo que essa seja a maior doenga da nossa época. E uma mentalidade em branco ou em preto, Nao tem os 50 tons de cinza. »(BD.Como o artista ganharé dinhei- ro num mundo de contetido gratis? (MIBEsse¢ odilemadaindependéncia, Mozart era financiado por reis que encomendavam misicas, 0 bastidor €ligado em uma interdependéncia,a | artenfo. Oque élegal Go que fica. Z ‘bel 2013 INFO, 2B ENTER = ROUPA ‘modaeexercer papel fundamental quando oconceito wearable computer, ou compu: tadordevestir, entrar nanossa vida. Ser pormeio da roupa que gadgets se fundirio com ocorpo. Para falar sobre moda e futuro reuni: moso cientista Fabio Gandour eo es: tilista Marcelo Sommer. Acompanhe, » (MGPEBIO'SORIMIER Como a tecnolo- gia vai entrar na nossa vida por meio do vestudrio, dos acessérios? FAbIGIGARAOUA Ela jf entrou. A tec- nologia esta a servi¢o das pessoas. Estamos incorporando ao dia a dia objetos tecnolégicos, como o celular, como ncorporamosacamisa, osapato. Ea provocaglioéa seguinte-e,estlis- tas, considerem essa necessidade para facilitar as coisas, O livro Perceptron, de Marvin Minsky eSeymour Papert, afirma que o ser humano vai se fun- dir com a tecnologia. Essa fusio sé podera acontecer por meio da roupa. * MSIMinha especialidace na moda 60 street wear, a roupa para serusa- dana rua. Trabalho hd 25 anos e sem- The Ventura ova KLAUS MITTELBORE pre tento criar bolsos estratégicos, mas ainda néio temas um aparelho acoplado, como um celular no capa- cate de um matoboy, por exemplo. PGlVizum experimento queendossa {sso. Uma jaqueta que pode ter um bol sotransparente paracolocaro celular, decabega para baixo, para facilitara visualizagéio, Nas costas da jaqueta podeter um coletor solar. Essa regifio da roupa éa que pega maissol. Entéo, enquantoa pessoa caminha,osolbate ceacthula otovoltaica vaicarregandoos sacdgetsqueestioconectaciosa roupa. X |MSENGo tenho diivida de que as pessoas usariam uma roupa assim. F@Vamos dividir essa nossa conver- sa.em dois segmentos:o da utilidade e oda estética, No lado da estética, vejaacamiseta que estou usando. Ela uma peca de protesto contraa vio~ lencia. A ideia nasceu no laboratério de pesquisas da IBMem Almaden, no Vale do Silicio. Para se proteger contra a violéneia urbana, um das pesquisadores resolveu colocar pla- quinhasde titanio,ometal maisresis tente que existe, na altura do coracio € deuuma outrautilidadea camiseta \VIEM VAISE FUNDIR | COM A TECNOLOGIA POR MEIO DA ROUPA” (WSiUma das dreas em desenvol- vimento 6 a da microencapsulagao. ‘Uma meia calea feminina pode ter mi- Ihes de microcépsulas com creme hidratante, Hé ainda a microcépsula de regulagao térmica, usada em tra- vessairo de bebs. Quando esti com febre, 0 travesseiro muda de cor. FG] Ha muito tempo fala-se em com putador devestir,ou wearablecompu- ter. Esse conceito derivou da miniatu- rizacio dasmaquinas, que poderiam serusadas no corpo, Odisplay é um éculosea voz.az0 comando. Isso po- deria, por exemplo, facilitar a vida de um trabalhador numa plataforma de petréleo, O cara fica numa torre, 1a no alto, no meio do mar, para dar manutengo numa vélvula. Mas ele precisa domanualda valvula, Datum engenho permite que se comunique como computador sé olhando numa lente. Isso endossaa ideia de quea tec- nologia vaise fundir com as pessoas. Primeiro pela roupa equem sabe um diaentrando nocorpo, Aivamosterde criar uma tecnologia para saberoque émaquina eoque égente. A indistria da moda desempenhara papel mui: to forte nessa transi¢fo ao transhu- manismo, quando uma pessoa é metade humana e metade maquina, < MSIExiste um exemplo disso que idesté nas ruas: a jaqueta para moto- queiro que vern com airbag. Ela inflae ocara se salva em caso de acidents. [Esse € mesmo o caminho. Z Abril 2013 INFO / 25 Wentura: Foro LUDOVIC CAREME The Ventura A NANOTECNOLOGIA TRANSFORMARA | AS PAREDES EM GRANDES TELAS” possivel que voo® nun: catenhaouvidoa pala- vradomética, masela vai bater a sua porta. Domética é um ramo daengenharia que permite gestio inteligente de uma casa. Foi também umdos temas da conversa entreoem- presario Leonardo Senna, fundador daempresa de automagao iHouse,eo arquiteto frances Grégory Bousquet. Um papo que passou também por temascomoaadogiodeenergiaslim- pas,as vantagens dos controladores de consumo ea metamorfose que os cémodosda casa vio sofrerno futuro. » (GPEGOR/BBUSHUEH Quals sao os seus sonhos para uma casa do futu- ro? Eo que impede esses sonhos de se tomarem realidadle agora? (EB ORGPAG'SEAAEL Meu sonho é pre cisar o menos possivel de controles para os equipamentos. Quanto mais natural, melhor. O processamento de imagens seria um jeito interessante de permitir isso, com comandos para as tarefas do diaa dia sendofeitos por enpAnnenceM Obra Escura meio de gestos, alhares ¢ reconheci mento de voz. A evolugéo desse tipo deteenologia esta sendo muito répida. Oqueainda impede alguns projetos €ocusto. Falta produgioem escala para permitiro consumo em massa, * (GBI Ao fazer um projeto, por mais belo que seja, sempre nos depara- mos com a necessicade de lidar cam fios e interruptores. Quando vamos acabar com as tomadas? SL oexistemtrabathosparaatrans- missiodeenergiasemfio.Emaiscom- plicado do que transmitir um sinal de dados, masos experimentos; guemaleangara poténcia necessiiria, No mercado atual ha smartphones quedispensama conexto fisicacoma fontede energia Elessforecarregados por proximidade. A tendéncia éque isso aconteca também com os outros aparelhos. E uma questo de tempo. cconse- * BBLOs cémodos da casa estéo divididos de acordo com os equipa- mentos que estéo neles, Quando a TVda sala estiver livre das tomadas ‘serd possivellevévla para o quarto ou para qualquer outro lugar. Veremos ‘entéio uma nova divisio das casas? [BEiSin, pois um campodue vaicres- cermuito ¢odananotecnologia. Essa tecnologia faz. com que os materiais, mudem de cor, de forma ede textura, transformando.as paredes em gran- des telas. Sera possivel ter materiais com diferentes niveis de transparén: cia, oque favorecerd a iluminagio do ambiente eimpedirao calor deentrat, Até mesmo coma holografia pode- remos ter uma capacidade de proje- ‘do que vai se confundir coma casa, * GBIO maior gastador de energia 0 ser humano, por isso me parece que 08 eletrénicos podem ser muito ‘mais uma forma de economizar ener ia do que de gastar. Isso é correto? Hho consumo dos processadores modernos cai a cada dia. So con- troladores que gastam milésimos de watt e proporeionam uma econo- mia de milhares de watts. O gasto de um projeto feito para eficiéncia energética, que controla da ilumina- (80 a0 fluxo de ar, éuma gota perto da economia que ele proporciona. % GBLCom a populagéo mundial vivendo mais, teremos de projetar casas amigdveis aos idesos. Como a tecnologia poderd ajudar nisso? ES10s equipamentos vio se comuni caremuma rede sem fio. Por isso, seja pormeiodaroupaoudoespethodoba- nheiro, faremosexamesde prevencao e teremosnossos sinais vitais monito- radoseanalisadosem temporeal. Abid 2013 INO, The Ventura & EMULTICANAL, TERA O MOMENTO DA LEITURA NO PAPEL E NOiPAD” esdle o ano passado, a Livraria Cultura vende o Kobo, leitor digital que permiteo acessoal2miltitulos brasileiros.Convidaco por INFO para uma conversa comaescritora Martha Gabriel, sobre leitura nesses tempos digitais, o presidente-executivo da Livraria Cultura, Sergio Herz, disse que nunca vendeu tantas vitrolase LPsem suaslojas,alémde livros. Uma contradigéio? Nao, apenas um sinal da crescente voracidade do consumidor por contetido em todos os formatos. * MGrRG|GaBRL Como 0s livros eo contedide vao evoluir? ‘Sergio Herz adaptando, O préprio mercado s6 existe de maneira mais consistente hA cinco anos, Existe uma evolug’io dos leitores, com a digitalizagto do contetido, Nao ha dados consistentes paraafirmar que todas as midias vaio migrar para odigital ou quetodas vio tamos todos nos conviver, ito queo consumidor émulticanal, Ha momentos em que vai querer Ierno papel,em outros vai preferiroiPad ou ume-reader. Ecomo commnisicae filmes. Compro tudo por download, mas ainda compro CDse LPsquando estou em uma loja. Aliss, na Livraria Culturamunea vendlemos tanta vitrolaetantb LP quanto agora. Ascoisas vio conviver: Oque falta 6 defini tamanho de cada mercado. X (MGI Hoje lemos também com os dedes. é nos acostumamos a clicar em links. Quando leio um iva ern po- pel, paro para buscar, no celular, infor- ‘mages relacionadas ao contetido. (BHI Pesquisas mostram que a leitu ra por meios digitais mais lenta. A retengio da informacao também é menor, prineipalmente notablet, com seus vir quededistanciade fazer umapescqisa para se aprofundar naqueleassunto, Isso muda completamente a manei- ra como lidamos coma informagio. wsalertas. Voce esta um to: Bg >» (MEE Vejo que hd muita leitura su- perficial na internet. Mas, por outro lado, hé também muito mais informa- a0 em grau mais profundo. Talvez as pessoas ainda néio tenham apren- dide a juntar uma coisa com a outra, EBB Existe hoje um consumo exage- rado de informagio. Essas mudangas podem ser percebidas no modo de vida, Vocé pode estar numa sala com quatro pessoasda familia ecadauma estara olhando para uma tela iferen- te. Seisso élegal oundo,s6 ofuturovai dizer. Mas quea relagao entreas pes soas vaimmudarmuito,isso vai %(MGIHoje 0 consumo é fragmenta- do. Quando vejo um video, se for curto vejo na hora, send fica para depois. Com o livro é mais dificil. Néo dé para vender por capitulos. Como se adap- tar a esse novo modo de consumir? |SHENos livros corre-se o risco de reduzir o trabalho da vida de uma pessoa, diminuir o que esta por tras do trabalho. Entregar ocontetidoem pilulasou limitaro niimero de pagi- nas é desvalorizar algo que pode ter demorado 20 anos para ser concluido. E muito complexo. As pessoas come- cam a nao dar valor para uma infor- macio. Para evoluir,omundo precisa demnita pesquisa, dedicacao, ralacao, para gerarcontedidosnovos, Na inte net vai continuar existindo um mun- do muito superficial. Quem quiser se destacar vai ter que se aprofundar. |“ Avil 2013 INFO, 2 ENTER / VIDA SOCIAL FOTO ANDRE KLOTZ The Ventura ¥ CLEDA DE EM REDE VAIALTERAR TODAS AS RELACOES DE PODER” © dia em que o Twitter completou sete anos, Guilher- ‘me Ribenboim,d- retor-geral da em- presannoBrasil,entrevistoua filésofa | Viviane Mosé. Oassunto:comoasre- cém-criadas ferramentassociaisestio transformandoa vidaeocomportamen- todas pessoas. Para Viviane, a colabo- ragioeocompartilhamentonainternet estioapenasnainfineiae, no futuro, po- derdotransformarasrelagdescle poder: ‘GUIRGRORIBGABOIL As rodes so. ciais conectadas, como o Twitter, séio um fenémeno relativamente recente € jd foram capazes de aumentarincrivel- mente a interagdo entre as pessoas. Essa 6 uma tendéncia irreversivel? Vivid MOSES © ser humanosempre viveu em grupo, sempre formou suas redes sociais, O quea internet fez foi potencializar esse movimento, que é timo paraa humanidacle, pois acele- raas possibilidades deaprencizadoe desenvolvimento, Vivemos ainda um mnomento inicial desse fendmeno,uma transieo para oque pocemoschamar desociedade em rede que é,sim, uma tendéneia irreversivel. Quandoestiver plenamenteestabeleci dem vaialterarasrelagiesde podere até a formacomoocapitalismose organiza. essa nova or- GREComo isso ocorreri? WME O modelo materialista do capi- talismo, de produzir bens materiaise hierarquizaras pessoasem fungao de suas posses, vai mudlar Nasotiedade cemrrede, terd mais padlerquem for mais capazdeagregar pessoas, omar seg dorese influencit-los. Issonaio significa queseraprecisoter umconietidointelee tual paraatrair fis. Essa zona de influ éncia pode se formar, por exemplo,em tornodeconteridosemocionais, como fez aquela familia quegravouo videoquese tornon oviral Para Nasa Alegria. Bum deopostico, comovente: Esse tipocleagio sera capazzde exercer poder eengajaras pessoasno futuro, Aocontxirio dasdlita: duras, que organizam osniveisdepocer pela fora, a sociedade conectada fara essa organizagio por influéncia social ‘um métoclo muito mais democratico. ‘GRE A educacao e o trabalho vao se ‘transformar em fungo do uso mals in- tenso das redes sociais? WM) esto se transformando. Nas empresas, nem sempre vale mais 0 profissional como diploma de maior prestigiooumelhorcurriculo, Hauma tendéncia em valorizara capacidade dereagioasmudaneas, a cap: decompartilharinformagéesrelevan: teseengajar pessoas. Naeducagdoesse proceso émaisacelerado. O pensador francés Edgar Morin costuma dizer que caminhamos para o“pensamen- todacomplexidade”, em que oapren: izado nio se dara mais pela com- preensio de um contetido, mas pela capacidade de analisar seu contexto, cidade * (BRA evolucdo da tecnologia indi. ca que estaremos todos conectados die forma permanente cam acesso.a toco tipo de contetidle. Nao hé orisco de nos fornarmos superficiais ou f- ‘carmas cansades de tanta exposicdo? WAL Ao contrario do que fazemos quando assistimos televisio, nas re- des sociaisescolhemos as pessoasque ‘queremosseguir,ascontetidaseintera- srimos comeles. Esse trabalho de fazer escolhas permitiré a especializagio nnoque quisermos, ainda que sejamos superficiais em variosoutrasaspectos da vida. E provavel que esse excesso deoferta de conteridos edeexposicao gere, em alzum momento, o desejo por um reflux, uma volta as experi- ncias reais em detrimento do digi- tal, do signo, do édigo, Imagino que, no futuro, espeticulos presenciais, como consertos de mmisica e pecas de teatro, serdobemmais valor Mil 2013 INFO. 31 FOTO BETO RIGINK, The Ventura OGecce ACIENCIA PODEREMOS SENTIR O SABOR DA FRITURA SEM S onhecido por trans- formar receitas do interior do Brasil em pratos delta gastro. nomia,ochef]efferson Rueda encontrou-se com Sergio Julio, um dos responsaveis pelo sabor dos salgadinhos e bebidas que PensiCo do Brasil lancard nos préximosanos. A conversa aponta para um cami- nho em que a comida artesanal €a industrial encontrardo os mesmos desafios no futuro. Ea saida pode estar nos laboratérios de pesquisa, * Weffersoh{RUBHeLNo meu restau- rante faco uma comida com meméria ofetiva. Como a indkistria pocle replicar essa experiéncia em larga escala? ‘SBFGIOWANBYA a}imentacionsoter’ apenas a fungio de nutrir. Comer tera uma importancia emocional muito grande. O ato de reviver uma experiéncia da infancia, por exemplo, poderd ser o grande diferencial dos OLE MAEM AI UAS CALORIAS” produtos. indkistria trabalha para | seadaptara issoe usa aciéncia para reproduziraartedoschefsemumaes calademassa, Com aalteragdo de mo Iéculas serd possivel tera pereepe:io deindulgéncia da gordura semneees- sariamente comeralgo com gordura, * URAComo serao os ingredientes no futuro? Sal, a¢ticar e farinha se- Go substituides nos alimentos? ‘SUN: preciso lembrar que absorve- mos muito mais sal do que percebe- mos. A tendéncia €a indiistria usar produtos quimicos que tragam ae periéneia sensorial do sal, doacitcar, dosleooudocreme deleite, porexem- plo,semcausar tantodesequilibriona nutrieto da pessoa quanto os produ tos originais, que stiomuitocaléricos. ~ URE dfil derrubar os tabus. Co- Zinho profissionciimente hé 19 anos. Nao posso usar espessante com amido de milho, mas posso usar goma xantana? No ano passado fui @Espanha, onde cozinham com sul- cro, xantana, alginato, produtos de alta tecnologia utilizados na indis- tia, Mas fica uma interrogacao: seré que Isso pode fazer mal d satide? (BUEEles nio fazem mal. Sao produtos criadosapartirdealgasmarinhas, va- genseprocessosnaturaisdefermenta ¢f0. Aaprovagiodeingredienteséum processo longo ce dificil, passa por tes: tes para provar que nio causam pro: blemas A saiide ou possiveis reagdes quepessoassensiveisadeterminados componentes podem ter. Na parte mu tricional, épossfvel imaginar que um pratoqueusot 100 gramascleamiclo demilhovai tercerea de300.calorias a mais, a0 passo que, se ele fosse fei- tocom um grama de goma xantana teria a mesma consisténcia e apenas quatro ou cinco calorias adicionais, * URLO planeta nao para de cres- cer e é preciso alimentar uma po- pulagdo imensa, Ao mesmo tempo 6 importante preservar a cultura do pequeno produtor. E possivel conci- tar essas duas coisas? SUB care aprimorar o pequenoeomédia produtores que trabalham em con: junto comas grandes fibricas. Mas ‘estamos falandodemonoculturas, plantagoes de batata, milho, trigo, So que nao €86 disso que viveremos no futuro. A busca por proteinas nao sera na terra, Sera preciso apren: der a cultivar 0 mar, Hoje explora. ‘mos omar,masnao 0 cultivamos. tem programas para edu- Abril 2013 INFO / 33 The Ventura IDEIAS / vivendo em Beta Diga ald para seu computador Machine learning é um ramo da inteligéncia artificial que val fazer com que as méquinas entendam a fala eo comportamento humanos m marco de 2013, 0 Google fez a sua segunda aquisicio do ano, Comprou uma startup ca nadense chamada DNNresearch (iSCSI), Ela tem um site misterioso, foi funda da pelo professor Geoffrey Hinton, da. Universidadede Toronto, com doisalu- nos, ese especializou em redesneurais, artificiais, uma area que esta na moda no campo da inteligéncia artificial. Acaracteristica principal da inteli- ‘géncia artificial (LA) éensinarcomputa- doresa tomar decis6es préprias. Apesar de inteligéncia artificial nao ser um assunto novo, a conversa do momento, é sobre um dos ramos de IA chamado_ ‘machine learning. Mais preeisamente, uma nova geragdo de computadores que, entre outras coisas, tem como ob- jetivo reestruturar a maneira como as maquinas aprendem a lidar com 0 comportamento humano, responden- doa ele de uma forma mais natural. ‘Uma das historias mais famosas sobre machine learning aconteceu em 2009, quandoo servigo de aluguel de filmes Netflix ofereceu um prémio de, 1 milhao de délares a quem desenvol- vesse um algoritmo para melhorar seu sistema de recomendacao. O pré- 34 /INFO Abril 2013 mio foi para um grupo que fez 0s re- sultados ficarem 10,06% mais exatos. ‘A cada dia, servicos online como Netflix, Amazon e Match aumentam a precistiodos seus sistemas desuges- tes para os usuarios. Empresas como, a Hunch (HUERGHEGR) existem s6 para criar sistemas desse tipo, Mas ha uma geragtio de engenhei- rose cientistas trabalhando em um novo tipo de machine learning, diferen- tedaquele usado por Amazon, Match ‘ou Netflix. Um bom exemplo disso ¢0 modelo da DNNresearch, que chegaa decisées haseado em sistemas biol6- gicos que imitam o cérebro humano. Esse proceso é mais eficaz porque oscomputadores aprendema reconhe- cer caracteristicas humanas, como a linguagem, Nao €a toa que 0 Google comproua DNNresearch. A empresa tem investido milhdes de délares em sistemas de reconhecimento de ima- geme voz, Comolangamento do Google Glass, previsto para o fim deste ano, acompanhia querdominaromereado e langar um produto superior ao Siri O browser Chrome saiu na frente €j4 pode ser ativado pela vor.do usutio. Uma missiomaisdificil noentanto, 6fazerumcomputador reconhecerima- gens. Uma fungao simples, como “olhe essas trés fotos e escolha aquela que tem o presidente Obama’, éuma tarefa impossivel para o melhor processador lo mundo seas fotos nao tiverem tags. ‘Masnao por muito tempo. 0 laboratério Google fer tumadasmaioresredesneu- raisdo mundo, ligando 16 mil compu- tadores. Quala tarefa deles? Conseguir reconhecer a imagem de um gato. Outros avancos fascinantes esto acontecendo na Universidade Stanford. Em uma conferéncia (5001088), o professor Andrew Ng explica como temajudadorobosa enxergarimagens, ‘Umexemplo ainda mais avangado cde machine earning 6 0 Watson, super- ‘computador desenvolvido pela IBM, que tomadecisbeseagora éusado para fazer diagnésticosem viriaséreasca medicina. Acradocomputadorburroque nao entendeasnuancesdocompartamento eda linguagem humanos pode estar acabando. Assim como pode estar no fim tambéma era da computador que ndo consegue interpretar imagens. Gragas.ao método de redes neuraisar- tificiais do machine learning, daquia al- guns anosaquela sua conversa coma Siri vaificarcada vez mais profunda.Z Alessandra Laritt, 40 anos, é publicitdrta e ‘eofumcadora do site SheSays, que ajuda mu Theres wentrar na earreira ce criacto digital. Empresdria ela mora en Nova York IDEIAS / Biziech The Ventura Precisamos de casas inteligentes A tecnologia jé inundou as residénoios e hd capacidade ntem a noite, apés chegar do trabalho, conversar com mi- nha esposa e brin- car com minhas fithas fui para meu escrit6rio. Aomeconectar a6 computa dor, as lazesautomaticamente seacen- deram deacordo com minha preferén- cia para aquele horario. Fique feliz. que tudo funcionou, Parece coisa de uma casa sofisticada e cara, mas € 0 rest tado dealgumas noites nao dormidas. Integreio sistema de iluminagao do meu novo apartamento com os com: putadores da casa. Algo bem simples. Mas quando percebi que isso po- deria mesmo funcionar fiquei cha teado por nao ter instalado o siste ma de automagao no apartamento todo, por razées financeiras, é claro. Ointeressanteé queagora posso per ceber a diferenga de eficiéncia entre 0 ado da casa que esta automatizadoe o que no est. Luzes ficam ligadas sem necessidade, ar-condicionado funcio- nando sem que ninguém percebae a falta de praticidade ematividades cor- riqueiras, como terde levantarclaeama a0 pereeber que uma luz ficouacesa no corredor. Alem dasquesties praticas, a cenergética fica cada vezmais evidente.O consumo de energia tem aumentado 36 / INFO bri! 2013, computacional de sobra, Por que ela néio é aproveitade? cada vez mais, com 0s varios equipa- mentos eletronicos, ¢ 0 desperdicio aumenta. O resultado vem na conta no fim do més. Ja levei uma bronea da minha esposa por ter deixado 0 fogao ligado por horas sem nenhu- ‘ma panela. Ha também ganhos com seguranga numa casa inteligente. Eclarogue existeumainfinidadede solugées de aiitomagio que prometem entregar casas inteligentes para quem pode gastar uma pequena fortuna em equipamentos ¢ instalaga0. Mas tenho ‘minhas duividas se precisaria mesmo ser assim. Se olharmos para nossas salas equartos, percebemos que esta~ mosrodeados por teenologia,na TV, no videogame, no equipamento de som, notelefone. Com certeza, esses equipa- mentos tém capacidade computacional de sobra para atividades simples. O custo paraadicionar pequenos micro- controladoresa outrosequipamentose eletrodomésticos pode ficar em alguns poucos reais. Mas isso $6 nio basta Seria preciso queesses equipamen. tos pudessem conversar uns com os outros. Mas isso também ndoé proble- ma, com a ubiquidade das redes WiFi ‘ecom uma gama de outras tecnologias ‘com ou sem fio jé acesstveis. Uma de Jas éachamada ZigBee, que permite 208 dispositivos se comunicarem por meio das redes sem fio de maneira in- tcligenteeecondmica,dopontode vista energético, Mas para que tudo funcio- ne bem é preciso que os diversos ele- ‘mentos dessa rede da casa inteligente se integreme possam conversar numa lingua comum e de maneira simples. Para isso precisamos de padroes deintegracao, Os fabricantes precisam adotar os mesmos padrées para que a conversa acontega entre diferentes equipamentos. A rede precisa ser de- moeritiea, aberta e“hackeavel”, Porque mesmoque tudosejacontroliveleesteja integratto,ainda ndoconseguiremoster casas inteligentessem softwaresqueor questremasatividadesdeacordocomas necessidades dos moradores. Mascom tecnologias abertas podemos deixar que usuarios mais avancados e fuga- dorescriem solugées customizadas.Z PS: Nos proximos meses, se minhas filhas deixarem, pretendo evoluir a aventura rumoa casa inteligente, inte grandooar-condicionadoe omonitora ‘mento do consumo de energia elétrica. Manoel Lemos, 37 anos, é engerthera da com. puracde, especialista em supercompata, fempreendedr, investidor ent tech startups © dlireworgeral digital dabril Miia. E apatxo- rrado por mergato com eubaries 38 The Ventura IDEIAS / Cérebro Eletrénico Os acertos (e erros) do nosso Nostradamus Apés 16 anos e 192 textos publicados, nosso colunista reve algumas de suas previsdes e profecias para o munde clgital este més deabril, esta coluna tam- bém faz aniver sirio. Sf016anos, ininterruptos, 192textosdeand lise, especulagio, comportamento.. e profecias! As vezes sou tomado pela inspiragio dos antigos profe- tas. Mas no meu universo mental as coisas muitas vezes correm bem. mais rapido do que no mundo real. Ser profeta da tecnologia ¢ hoje uma ocupacdo bem comum, endo 56.na imprensa, Nao é necessrio ca- pacidade “mistica”. Basta estar bem informado e analisar as tendéncias de forma l6gica. O profeta da Vila Pompeia que aqui vos escreve vai re~ ver algumas previs6es. O pai Dinah da INFO mostra os acertos eos eros. >> Setembro 1997 — Extral Extra! Ojomal esté nas tltimas! Esta foi uma das minhas profecias apressadas. 0 tradicional jornal de papel sobrevive 15 anos e meio de- pois. Mas o caminho da digitaliza 0 € dbvio, inevitavel eacclerado. Na minha opiniao, isso vai ser melhor para todos, do jornalista ao leitor. Aprofecia funcionou? Em parte. Essa transformaciogé uma questiodle tempo, INED Avil 2013 >> Setembro 1999 - Poder portétil “Muito rapidamente, formas hibridas de micros portiteis estardo se espa- Thando como pragas nas baneas de camelés, Vejo pessoas andando nas ruas (¢ principalmente nos parques) com um aparelho que combina com- putador com comunicagaio remota a prego barato, produzido em massa. (.) Ditaduras eainfo por causa dessa incontrotivelmaquininha.” A profe- cia funcionou? Sim, A portabilidade vei em forma de netbooks, tablets € smartphones. E, sim, ditaduras cai ram com aajuda desses aparelhinhos. >> Outubro 2000 -A extingdo do PC “A era do computador faz-tudo pode estar se dirigindo ao fim. A tendéncia 6 que essa ‘coisa’ que chamamos hoje de computador se subdivida em vi- rios subprodiutos voltados para areas especificas.” A profecia funcionou? Nao. Pelo contrario,o computador faz- tudohojeestnobolsodequalquer um. >> Maio 2001-0 passado do futuro “Omeu palpite parao futuro proximo: (.) Onovoaparelho teria mais oume- nos o tamanho de uma agenda eletro: nica, basicamente essa combinagio de agenda/celular/browser/e-mail/mo- dem com um tecladinho priticoeuma telamaisgenerosa.” A profecia funcia nou? Sim. E osmartphone. Ele ja exis- tiaem formas experimentaisem 2001, ‘massé para poucos. Oconceito se popt larizou com oiPhone, seisanos depois. >» Novembro 2002 - Uma soneca na Estagao Espacial “Diario de bordo, 10 de outubro de 2007, Acordo na Estagdo Espacial, onde tiro umas férias.(..) As estrelas cobrem o infinito, sem o filtro da at mosfera, La embaixa vé-se 0 clarao, verde da Amazonia, completamente recuperada.” A profecia funcionou? Nao! Férias numa estagao espacial em 2007? Amazénia completamente recu- perada?! Ondeeuestava coma cabeca? >> Margo 2008 - Pés-Microsoft “Meu palpite équecomo tempo teremos, (..)terminais em padarias, postos dega- solina, lotéricas, supermercados, rodo- varias, sagudesdecinema, restaurantes ~ qualquer lugar piiblieo.” A profecia funcionou? Néo, Oque temos hojeémais oferta de conexao WiFi para que cada ‘umconeeteseu tabletousmartphone.Z Dagomir Marque, 60 anos, dvi sua vider entre ojomalistine afiegia Escreveu novelas, musica eroterascle cinema Hi Sanos acon: ahaa tecnologia em sua colnet INFO, FOTO ALEXANORE BATT The Ventura IDEIAS / inside information Estamos nos tornando babacas? / As pessoas checam e-mails embaixo da toalha no jantar. E isso pode se fornar mais obsessivo com o Google Glass. £ 0 que queremas? u queria estar empol gado com 0 Google Glass. sério, real- mente gostaria muito disso. Assistiao filme Robocop ~ 0 Policiat do Futuro quandocrianca esonhei que,um dia, também poderia andar com um visor que me mostraria informagdes em tempo real, receberia mensagens e gravaria 0 mundo ao meu redor. Mas varios anos se passaram_e teste- munhei oquantoa humanidade pas- soua idolatrar seus smartphones e ja nao estou bem certo de que o Google Glass sera algo bom para a nossa so ciedade, Héum lado negro naquilo que parece ser uma maravilhosa combi nagio de teenologias complementares eminha funedo aqui éestragara festa. 0 Google Glass vai permitir que prestemos atengo. ao mundo que nos cerca ao mesmo tempo que continua: ‘mos conectados. Sinto-me obrigadoa perguntar se nao estamos tio vieiados no nosso luxodeinformagio—redesso- Ciais, noticias, e-mails ejogos-quenos tornamos perigosos, Honestamentenso. tenhoaresposta, noentanto,nomeuca- ‘minho diario para o trabalho, em Los Angeles, vejo pelo menos trés pessoas cheeando as suas mensagens de tex- to quando deveriam estar dirigindo. 40 /INFO Abrit 2013, Enquanto isso, nos tornamos ru- des, As pessoas cheeam seus e-mails no meio das conversas, levantam da mesa de jantar para receber ligagdes telefonicas ou mantém seus smart: phones no colo para responder os e-mails embaixo da toalha de mesa Estamos nos tornando uns babacas OGoogleGlass prope que fagamos sah faetattfnesme tempo. Leia uma nova mensagem enquanto esta olhando seu interlocutor nos olhos, receba informagdes sobre o mapa en- quanto caminha pela rua ou capture ‘momentos enquanto cles ainda estio acontecendo. Algumas dessas possibili dadesstofantasticas, Outras, nem tanto. Sera que nds realmente queremos andar pelasruas com visores sobre os olhos? Sera queaceitamos viver tiodis- trafdosa pontodeachar que é normal checar e-mails como canto dos alhos 20 mesmo tempo que fingimos prestar atenciio? Talver estejamos evoluindo eseja possivel, algum dia, fazer duas coisas ao mesmo tempo. Mas acredito queainda nfo chegamos aesse ponto. No mundo proposto pelo Google Glass, 05 nossos amigos poderdo ler noticias o tempo inteiroenquanto pen saremos que eles estavam nosouvindo reclamar e nos oferecendo seu apoio. Ainterface de usuario do Google Glass uma mistura de gestoscom os dedos na armaeao dos éculos em combinacao n comandos de voz. Imagine uma salacheia de usuariosdo Glassdizenco comandos, esfregando as armagoes ¢ tentando interagirao mesmo tempoque tentam ter informagoes fora da rede. Imagine que vocé est no meio de uma conversa com um amigo, apenas para descobrir depois que esse tem- po todo o papo estava sendo gravado. Serd que voce se sentiria confortavel com isso? Nao énem uma questio de privacidade - nés ja passamos desse ponto - 6 uma questio de confianga. Sejamos honestos. O que o Google Glass podera fazer que meu smart phoneaindanaofazatualmente? Vamos continuar mantendo essa mesma ho- nestidade. Seo Google me oferecesse 0 produto paraum periododetestesama- nha, cu aproveitaria a chance na hora. Usaria o aparellio em todos os momen- tos. Irritaria meus amigos. Gravaria tudo, Ele passariaa ser omeu biehtinho deestimagto. Noentanto, ndo parode pensar se estamos prontos para isso. ca Joshua Frufilinge, 8anos, éjornatista. Cefn ‘adivisio digital do sie TZ e & colunista do portal Engadget.com, Jd esererew para os lags TechCrunch e The Huffington Post, alm decolaborarcomo The Wall treet Journal, The Ventura | Um Dia Fora da Caixa /44 — OGaroto de 30 Milhées de Délares /50 Sob Medida/58 Startup Acelerada /70 AgGio Turbinada / 76 Avil 2013 INFO / 43 INOVACAQ EXECUTIVOS DO DROPBOX LANG: El SAO PAULO A VERSAO EM PORT UGUES SERVICO DE ARMAZENAMENTO. OS ACOMPANHOU NUM DIA DE NEGOCIOS E LAZER PELA CIDADE 44 /INFD Abril 2013, NUMA TAI nublada de margo, moradores deruae passageiros de trens cerca- ram o piano pitblico da Estago da Luz, no centro de Sao Paulo, para ouvir Jonathan Ying, Aos 26 anos, 0 americano nao é um nome conheci do do entretenimento, apesar de ter estudado miisica, Eleéodiretor eria- tivo do Dropbox, servigo de armaze- namento de arquivos na nuvem. Na estagdio de trens, Ying dedilhou The Man I Love, de George Gershwin, € ‘Trouble,de Taylor Swift.“Compramos um piano para o escritério”, disse. “Muuita gente passa até 11 horas no trabalho, mas ha muita socializacio.” Jonathan Ying veio a Sao Paulo para langara versioem portugués do Dropbox. OBrasiléo primeiroppatsda América Latina a ter uma versio no idioma local. Oaplicativo paraiPhone, iPod ToucheiPad também foi tropica- lizado. Além da versaoem portugues, oDropbox langou um novo menu, dis- ponivel globalmente, que permite 0 ripidoacessoa notificagdesrecebidas por meio do servigo, como convites, para compartithamento dearquivos. Com Ying estavam Anna-Christina Douglas, adiretora de marketing do 46 / INFO Abr 2013 ‘The Ventura Dropbox, o engenheiro-chefe Dan ‘Wheeler, o responsavel pela area de experiénciado usuario, Sander Lewis, e Reginald Harris, diretorde produto. ‘Alémdeum evento para oantin- cio da versSoem portugués,no dia 12 demargo, os prineipaisexeeutivosdo Dropbox visitaram a Universidade de S4o Paulo, conversaram com oct neasta Fernando Meirellese tiveram tempo paraconhecera Pinacotecado Estado, o Pardue da Luzea estagao detrens onde Ying tocou piano. Are portage da INFO os acompanhou. “Pao de queijo?” Num portugués inseguro, Anna-Christina Douglas pediu os paezinhosdepolvilhoauma funcionéria do hotel onde tomava o café da man com Wheeler e Lewis. Naconversa,a repercussiodoantin: Cio, feito no dia anterior. “Recebi mut tos e-mails de gente interessada em conversar”, disse Anna-Christina, Apesar de nao revelar o mtimero exato de usuarios brasileiros, o time doDropboxdiz.queeleébateunacasa dos milhdes,emaisdoquedobrouno Liltimoano, Esse foio principal motivo queostrouxea Sao Paulo, numesforco para reforcara presenga no pais, em- boranaohajaaintencgodemontarum escritério poraqui. A tinica unidade do Dropbox fora dos Estados Unidos sera aberta em Dublin, na Irlanda. Oservigo conta hoje com 100 mi Ihdes de usudrios em 200 pafses € foi traduzido para nove idiomas, Sao atualizados por dia cerea de 1 billito de arquivos, a grande maioria fotos, enviados por 500 milhées de equipa: mentosemque oservigo esta instalado, Umdosnegécios mais promisso resdo Vale do Silicio, o Dropbox pas- soua enfrentar uma concorréneia for tedegrandes empresas de tecnologia, comoa Microsoft, com seu SkyDrive,o Google,comoDrive,ea Apple,com seu iCloud. © Dropbox éo quemenos ofe rece espago gratuito para os usudtios entre os grandes concorrentes, com 2GB (eejaoquadronapagina 49) CHOVIA FORTE na regio dos Jardins eo time do Dropbox saiu pouco de- pois das 11h, para uma palestra na Universidade de S40 Paulo. © en- contro era com alunos do Instituto de Matematica e Estatistica, Os exe- cutivos colocaram um cartaz a0 lado da porta da sala e deixaram adesivos e blocos de anotagio com o logo da empresa sobre as cadeiras vazias. Préximo do meio-dia, os alunos comegaramaocupara sala, amaioria do curso de Ciéneia da Computacio. O engenheiro-chefe Wheeler con- versou comalguns estudantes sobre agradede aulas. Quando comecoua palestra,asalaestava cheia. Wheeler falou sobre o e6digodoDropboxedeu detalhes sobre o funcionamento do servigo. A ideia era atrair possiveis desenvolvedores para. plataforma. Como as produtoras de filmes sam de forma intensa os servigos do Dropbox para a transferéneia de arquivos, a equipe americana resol- ‘yeu visitara 02, produtorado diretor Fernando Meirelles. Para ganhar tempo, decidiu se dividir. Wheeler, Lewise Harris ficaramna USP. Yinge The Ventura NO MUSEL/ Os exeeutivos do Dropbox tomam café da manha ‘em Sao Pauilo (esq) ‘nna-Christina Douglas ‘eJon Ying observa a obra Inabséncia, de Artur Lescher, no sagudo da. Pinacoteca do Estado de Sao Paulo All 2003 INFO / 47 48 Anna-Christina partiram paraa pro- dutora. Masantes aduplaconheceua Pinacoteca do Estado de Sao Paulo,a conviteda INFO. Nocaminho, Anna- Christinae Ying falaram sobrea vida em S40 Francisco. “Nao morariaem outro lugardos Estados Unidos”, afir- mou Ying. “Como tempo, passeia gos: taratédascoisasruinsda cidade, como as ladeiras eo transporte publico.” © Dropbox foi eriado em 2007, na cidade de Boston, e inaugurou o novo escritério de Sao Francisco no ano pasado. O fundador presiden- te, Drew Houston, formou-se no MIT eescreveuas primeiras linhasdecé- digo do servico em uma estagao de trens,apéstera ideia. Hojea empresa tem 250 funcionarios. "O Brasil éum mereaclo muito importante para nés", disse Houston a INFO, por telefone. Houston destaca como pontos for- tes do Dropbox facilidadedeusodo servigo. “Outro ponto importante éo suportea todasasplataformas,aocon- tririodo que acontece como iCloud, por exemplo, que est preso aoecos- sistema da Apple’, afirma Houston. NA PINACOTECA, a arquitetura de DomizianoRossie Ramosde Azevedo impressiona osamericanos.Q interes- sede Ying porartes plisticas faz parte deseu trabalho. Além da identidade visualdo Dropbox, Yingassina osde- senhos de traco singeloqueaparecem emalguns dos menus do servigo. 0 préximo compromissofoina produto: ra02,na Vila Leopoldina, zona oeste da cidade. Foram recebidos pela exe- cutiva Marcia Vinci, responsiivet pela INFO srl 2013 freade TV da 02. A arquiteturamo- dernacdo prédio chamou atenesode ‘Ying. “Emais legal quea maior parte dasstartupsdeSioFrancisco’,afirma. Depois de um tour pela produ- tora, os dois encontraram o diretor Fernando Meirelles. Ying e Anna Christina conhecem o trabalho do brasileiro, principalmente o longa Cidade de Deus. A reunio foi informal, com todos em pé.“Filmamos em di- ferentes pafses, com equipes sempre espalhadas’, disse Meirelles. “Porisso ‘9 Dropbox se tornou itil.” Meirelles mostrou-se abertoa parceriase reco- ‘mendou aos americanos que, na pré- xima vezno Brasil, evitem Sao Paulo € Rio,cidades “muito ocupadas’ A tardeem Sao Paulo terminou com chuva. Osexecutivos voltaramna manha seguinte para Sao Francisco. Além de promessas de negécios, leva- ramnabagagemmuito podequeliolZ PALESTRA £ NEGOCIOS, \esquerda, Dan Wheeler fla para alunos da USP sobre como programar para o Dropbox; Sander Lewis trabalha antes da palestra dos estudantes; abaixo, Jon Ying & \nna-Christina Douglas observarn fo acerv da Pinacoteea do Estado de Sao Paulo; ddireita, encontro dos executivos com odiretor Fernando Meirelles na sua produtora, a 02 Filmes, onde discutiram parcerias 7A S02 DROPBOX Ati2i58 arate) 100 GB {RS 226) 200 GB Re!atines) 500 8 (RS 10H/mes} PONTO FORTE Irferace simples ¢ fede user, oqara om portugues icLOUD ASS GB gat) 15 GB {RS AD/ona) 25 GB IRS 8O/ano) 55 BH (RS 200/6n0) PONTO FORTE Ber infearaddo 40 ecossistama ce qnarethos da Apple MEGA "ATBIEO GE lantis) 500 BB (RS 26/méat 2 7B (RS 62/na) 4 TB IRS 7eimes) PONTO FORTE Moior espapo de qrmazenamanta ‘rots @ forte sistema de erptogratio BRIGA NA NUVEM NAMENTE MICROSOFT SKYDRIVE At5I7 GE re) 27 GB {RS 19fan0) 57 GB [RS 48/ono} 107 GR (F 93/4mo) PONTO FORTE Jnterface em portugués; nolulo Offic aniine GOOGLE DRIVE TATSIBE Lar) 25 GA (RS Hinds} 105 GB (RS 1O/nés) PONTO FORTE Permits aedicéa online e visualzn f6 arquives ce Photoshop AMAZON CLOUD DRIVE Aie)5 GB farts) 20 GE [RS 20/ono} 150 GB (RS B0/ano} 100 GE (RS 100/an0) 200 G8 (RS 200/or0) 800 GB (RS S0B/on0) PONTO FORTE importa misicas ara. o fasacaronfine da Amazon Abr 2013 INFO, 19 TDA EY DE 30 MILHOES DE DOLARES ENQUANTO ESTUDAVA para uma prova, em 2008, obritani- coNick D'Aloisio, entaiocom 12anos, imaginou que sua vida poderia ser bem mais fécillse,nolugardelerum | capitulo do livro de Histéria, pudes- se automaticamente eriar um resu- mo dos dados. D'Aloisio aprendeua programare criou um algoritmo que serviu de base para o Summily, um aplicativo para iOS compradonomés passado pelo Yahoo! por um valor estimado em 30 milhdes de délares. Usandoamesma tecnologia dein- teligéncia artificial da assistente Sir da Apple,oSummily écapaz de enten- dertextose criarum resumo organiza- dopelaimportinciadasinformacoes. | ‘Se uma noticia com 600 palavras fos- sefiltrada pelo app, ela poderia ser re- duzidaa poucomaisde 60 caracteres. Disponivel desde dezembrode 2011, o app foi usado para eriar resumos de 90 milhdes de textose ficou entre os mais baixados da App Store. 0 feito de D'Aloisio atraiua atenciode GENINHO/ Nick D's, 7 anos, tornow-seo mais novo milion da tecnologia ao vender pare Yahoo! 0 Summly, aplicativo que criou aos 15 entura O BRITANICO NICK D’ALOISIO, 17 ANOS, CRIOU UA APLICATIVO QUE O TORNOU MILIONARIO, MAS SERA QUE O YAHOO! FEZ UM BOM NEGOCIO AO COMPRAR O APP? investidores. Antes da venda para o Yahoo! a startup do estudante de Wimbledon, hoje com 17 anos, con- tou com aportes do magnata chinés LiKa-Shinge do criador da Zynga, Mark Pincus. Celebridades como ‘YokoOnoeocomedianteStephen Fry estilo entre os apoiadores do projeto, "QUANDO CRIEIo Summly, aos 15 anos, nunca imagine que estaria nes- sa posig&o to de repente’, esereveu D/Aloisiona pagina do Summly,cujo cédigo foi escrito nas férias de versio do garoto, Apssoantincioda compra, oaplicativo foi retirado doar. Yahoo! afirmou que sua tecnologia sera re- aproveitada em outros produtos, Mas o negécio suscitou criticas. Em texto na comunidade Hacker News, Emin Gun Sirer, professorda Universidade Cornell, afirma queo valor donegéciofotalto para uma star- ‘tup que apenas licenciou uma teeno- logia. "Seo Yahoo! quer ser inovador, precisa comprara parte fundamenta) cs da tecnologia’, afirmaSirer. “Colagens nao trardo vantagem compet Mas para 0 Yahoo!, que desde a posse dle Marissa Mayer, em julho pasado, luta para atrair talento ¢ voltara ser relevante, o negscio gerou uma boa exposico. Emeomunicado, a empresa diz quea compra esta ali- nhada coma estratégia de priorizar produtos para dispositivos méveis, cmos em um mundo reple- to de informagio ¢ precisamos de novos modelos para simplificar a forma pela qualencontramosoayeé importante para nos’, afirma Yahoo! sobre a compra do beca., Outras e ximaram da Stimmily. Passei um tempo no gampus do Yahoo! e per cebi quéessa é uma companhia com/fauito potencial no cenario _ndvel’, disse D’Aloisio a revista ‘americana Bloomberg Businessweek, Agora D'Aloisio precisa termi- nar os estudos. Seu planoé coneluir oensino médioe, depois, cursar filo sofia na universidade. mais novo miliondrio da tecnologia diz nao ter planos de gastar odinheiro com nada além do que uma nova mochi- la, Parte do dinheito poderd ir para um fundo de investimentos para fi- naneiar novos empreendimentos, Faro Marthew UoyaBioomberg onl 2013 INO / 51 >> ENEVEUPLELB) SLE) ea = ve a? O PREDIO ehiee) eS oo Bi Sl es =z " ae ‘34 3 a =e a5 3 =. aq oat a CHOVE NA RUA DATONG emeu guarda-chuva é pequeno para proteger a maquina fotografica’Um homem se aproxima, eigstro na mio, camisa desbotadasandilias “Nada de fotos". Daésquina coma esc aant gr loges etea vermelha, siptbolo do aniversirio do Exércite Popular de Libertacao chinés,comemorado em Ide agos- 'o.d4Fas de um muro alto, otadodde As 808 de proibido fotografar, ha um (0 edificio de 12 andares, pon- ae tuado por janclas escuras, que se tornou foco de atencao no Ocidente, Esse € 0 prédio apontada pela empresa de seguranca digital ame- ‘ana Mandiant como. centro das operagdes de ciberespionagem das forgasarmadas chinesas. Odossié de 60 paginas, publicado em fevereiro e divulgado pela imprensa interna- cional, associa um grupo de ataque, chamado APT 1, a essa instalacao militar no subiirbiode Xangai, conhe- cida como Unidade 61398 doexército, “Nossa pesquisa descobriu que 8 Unidade 61398 é similarao APT 1 em sua misao, capacidadee recur. sos”, diz orelatério da Mandiant, “Aunidade também esta localizada Precisamentenamesma area em que 54 / INED Abril 2013 The Ventura aatividade do APT 1 parece ter ori gem.” O relatério descreve em deta- Thes os métodos deataque utilizados contra 150 empresasao longo dle sete anos, originados de uma das qua- troredes de acesso de Xangai, duas delas na mesma regio da Unidade 61398, Em tim dos casos analisados, 6.5 terabytesde informacao foram roubados ao longo de dez meses. Osresultadosdesse levantamento surgem em meio ao aumento no mi- mero de ataques cihernéticos a em: resase érgaosde governonomundo todo (lea ao lado). Em margo passado, oconselheiro de seguranga nacional da Casa Branca, Tom Donilon, pe- din publicamente que 0 governo chines pare com 0 roubo de dadlos de empresas americanas. Em respos- ta, Pequim fez um pronunciamento Oprineipal acessoao complexo tem entrada controlada por guardlas para afirmar que nfo utiliza esse tivo de técnicailegaleque évitima ce ataques vindlos dos Estados Unidos, Aosairda titimaestagaoda linha 6 dometréde Xangai,procuro hospeda- gem paras préximos dias, tempo em queacompanharei para INFOomo- vimento no quarteirao que setornow famoso no Ocidente. Ha um hotel de reco bom em frente ao prédio sus- eito, do outro ladoda Rua Tonggang, Quarto dispontvel para hoje? “Aqui no podeestrangeiro’,diza recepcio. nista. Dianteda dificuldade decomu- nieacdo, ela escreve ideogramas em Em um dos casos analisados pela empresa de Segura Mandiant, le 6,5 terabytes informagdao foram roubados ao longo de dez meses (le ataque SSL ROR eT Tay VISTA AEREA/ 0 complexomurado estd localizado no subtirbio de Nangai epoade ser visto actma nema imagem de satdlite, Estrangeiros séo impedidos de se hospedar nos arredores do prédio ‘um papeleentenclo.o ponto-final:aes- trela-simbolodoexército,No Hotel Jin Huang, oseguranga no parece mili- tar. Tem osemblante simpatico, néo fosse o olhar fixo dirigido paraama- quina fotogréfica. De um quarto em umandaralto, seria possfvel fazer pa- nor’imicasda vizinhanga eobservaro entra esaina portariado complexo:i- litar. Fica claro que a proibigao de es- trangeirosé por razbesdeseguranca. HOSPEDAGEM também negada no XiangLai, Temvaga?“Nio” Amanhi? “Nao.” Quando tem? *..” “Aqui nao pode estrangeiro, certo? Isso." Mais, uma negativa no Suchuang, outro com vista para o patio interno do pré- dio, “Sfoasregras”,ougona recepeto. Opréioprinipaldo terreno em 12andarese Jel inaugurado em 2007 Oporteiroaponta na diregao do Hotel Howard Johnson, ideat para quem vem de fora, pelo atendimento em inglés e distancia segura das insta- lagdes militares, apesar de quatro ‘vezes mais caro. Pelo caminho, cenas do cotidiano sto prova de quea vida segue independentemente de qual- quer ciberguerra, A calgada da Rua Qingxié um congestionamentode pe- destrese ocomeércio extrapolaas lojas. Obairro’smargens do Rio Yang- {sé passa longede seruma bolha blin- dada contra a influencia americana, Aomenosduas anchonetes Kentucky Fried Chicken lembram o sucesso quea rede de fast-food faz na China, Ha bancos, restaurantes, locais para massagem. Na lan house 24 horas da Cishan, 106 monitores de compu- taclor britham com cenas dos games League of Legends e Counter-Strike. Demicrofonenallapela,ovendedor de facas tenta convencer os especta- dores a comprar. A banca de revistas CIBERATAQUES PELO MUNDO BANCOS, REDES OE TV E ESTAS FORAM ‘ALVO DE HACKERS NOS ULTIMOS MESES > COREIA D0 SUL_Irés mato benoos de Saul edue mas pa ‘danad, e no. Méquinas autor deixaram de funcionar, Houve prable 16 nking. Funcionria V nfo canseguiram ‘ar computadore um prot > ESTADOS UNIDOS_ENm ioral The New York Times anun claw que sua rede foi ai por hackers chineses por quatra meses Os sistemas foram comprametidos fe senhes de repérteres roub Ochefe de ‘seu e-mal invadida, Out dee mide ejornais, como The Weashir Poste The Wall Street Journal, tarn fe fornaram alva, alam da Twitter > ARABIA SAUDITA_A Aramct de petrdleo, anunc Ail 2019 INFO / Fsitr Entry Prohibited PARMAR SS ‘No Photographing or filming oferece filmes e daa ideia de que ha maistitulosdeguerra chinesesdoque americanos, masestioaliexemplares de 007 e Homens de Preto. Nos arre- dores, os condominios residenciais tém roupas penduradas para além dasjanelase, noalto, placas de aque- cimento solar. Masha também lem- brangas da vizinhanga militar. Um homem com uniformeda fora aérea faz.compras na barraca de pesos de musculagio e binéculos camuflados. 0 prédio apontado como o cen- tro dasatividades da Unidade 61398 esta na parte prineipaldeum terreno murado de 40 mil metros quadra dos. Foi inaugurado em 2007, Nio hi careagas de ar-condicionado vi- siveis do lado de fora. Na cobertura, 56 / INFO Abril 2013 apenas trés/antenas parabélicas Quem passa pela calada da Rua Datong, bemaos pés do edificio, pre- cisa flexionar o pescago ao maximo para enxergar o topo. Impossivel descobrir o queacontece além dos vi dros escurecidos e cortinas sempre fechadas. As 22 horas, um sinal de quea atividade ali é continua: lnzes estio acesas no 9° eno 10° andares. AS DUAS PORTARIAS sfio controladas, masnéohdarmas’ mostraousoldados farddacos. Veiculosde passeioe homens deroupa civil usando bicicletaentram ali, aoalcance de cémeras instaladas nos postes. A nfioser pelazonade livre comércio que atrai empresas interna cionais para a regio, quase nfo hées- trangeirosemGaogiao. Quandopassou porali,aredeamericana CNN gravou soldacoscorrendoatrisda reportagem, Asensacioé de vigikincia permanente. Na Datong, a poucos passos de uma das portariasda Unidade 61398, duas lojas de hardware vendem pe- as. Na Rua Jijing, lojas de computa- dores oferecem equipamentos ¢ ser- vigos de conserto, A Livraria Xinhua oferta quebra-caberascom tema das forcasarmadas na prateleira infanto- juvenil. No setor de tecnologia, guias daPosts & Telecom Press sobreoiPad tem capitulos como passoa passo de como desbloquear oaparelho. A téeni- caécorriqueira entre jovens chineses e significativa no pais que tem mais smartphones e tablets com sistema i0S ou Android vendidosno mundo eusados por cerca de 246 milhoes de pessoas, mostrou em fevereiro a Flurry, empresa deanilisesestatis VIZINHANGA AGITADA / Nos extremidades, imagens do muroe do cacesso ao complexo ligado @ Unidade 161398 do exéreito chines. Ao centro, ‘omovimentado comércio da regido ticas no mercado mobile. “Todos os ‘meusamigos que tém iPhone fizeram Jailbreak. diz Zim Siqi, 21 anos, estu- dantedecoméreioexterioremWuhan, a capital da provineia de Hubei Mas jailbreak é uma espécie de truque infantil perto do que pode fazer a Unidade 61398, se 0 relatério da Mandiant estiver correto.O rela: tério apontou que hackers baseados em Xangai invadiram organizagbes de 20 setores estratégicos pelo mun: do, como tecnologia da informacao, istema de satide e industria aeroes- pacial. Por meio da agéncia de noti cias oficial Xinhua, porta-vozes do governo chinés negarame divulga- ram mimeros grandiosos na outra diregdo, mostrando que os sites do Ministério de Defesa Nacional e do exéreito sofreram, em meédia,144 mil tentativasdleataquepormésem2012, maisde 60% com origem nos Estados Unidos. Outro dado mais recente, quecompreende de 1° de janeiro.a28 de fevereiro de 2013, mostra que os americanos forama prineipal fontede emissfiode virus decomputadorpara a China, responsaveis pelo acesso.a 1,2milhao de servidores de um total de 1,9 milhao afetados no periodo. A propria Mandiantfazuma res salvaemseurelatério, dizendoqueele podeestar errado.“Admitimosqueha uma possibilidade pouco proviivel: uma organizacdo secreta com acesso diretoa infraestrutura de telecomuni- cagiode Xangai,engajadanumacam- ana agtilany aha) RiGnnee eit panha cle muitosanosdeespionagem, em préximoaos portées da Unidade 61398,” Em forunsma internet, chine- ses questionama veracidade dorrela- torioe clogiammedidasde vigilancia digital contra hackers americanos, Oia amanhececom sol nasruas quecireundama Unidade61398 eob- servoa curiosa absorgao da indtistria americana peloschineses, Fazcalore no encontro uma lata de Coca-Cola gelada. Elas ficam em refrigeradores desligados, para manter 0 liquido morno,temperaturaconsiderada mais, saudavel para ocorpo. Astuas Datong, eTonggang esto cheias de vidaeca- minhoem direcio a estagao do metro coma impressao de que, para muita gente aqui, as noticias sobre aquele quarteirio pertencemao mundo dis- tante da diplomacia internacional. > Colaborau Marcus Vinicius Brasil \brid 2019 INFO. INOVAGAG , PROGRAMACAD NAESCOLA 11d dois anos, Thales Giriboni, 15 anos, comprouum livro de programagio e comecou a frequentar olaboratdrio de robstica de seu colégio, o Dante Alighieri, em So Paulo, / Lai 0s alunos decidem ‘que querem pesqyisar econtam com a afuula dos professores noS projetos. ‘Thales crioat um aplicativa ara inteprar aagenda virtual de todas as colegas (58 / INFO Abril 2013 The Ventura BASEADO EM TECNOLOGIA, O ENSINO PERSONALIZADO GANHA ESPACO 4 Z / OESTUDAN' / 4 ) THALES iboni tem 15 anos. Faz natacio, Gi joga videogame, namora ecursa 01° anodoensinomédio. Només passado, Thales finalizou o desenvolvimento de um aplicativo que integra agen. da virtual de todos os seus colegas Le permite que qualqu um marque ¢ compartithe tarefas e datas de provas’, afirma, enquanto ‘mostra noseu iPad a primeira versio da agenda que criou. Thales gosta de programacio ¢ passa duas tardes por semana em aulasextras no labo- ratorio de robétiea do Colégio Dante Alighieri, um dosmais tradicionais deSio Paulo, comaproximadamente 4milalunosnoensino bisico emédio, ‘Aula nfo 60 termo mais preciso para descreverasatividades do labo: rat6rio de robiitiea, Cercadosde pegas paramontar emunidos de MacBooks ‘com acessoa internet, osalunostém I daescola, 60 /INFO Alvi 2013 The Ventura herdade para descobriro quequerem fazer eoque precisam aprender para chegarao objetivo. Naoexistem temas especificosa serabordadosouplanos rigidos de estudo. "Fazemos muita pesquisa, todo mundo se ajuda eos professores esto para orientar et: rar diividas’,afirma Thales. Esse mo: delode estudo faz hoje todo o sentido. pesquisadores, Eles defendem ocha- ‘mado ensino personalizado, principal pegace uma mudanga raclical que vai ocorrer na educacdo, O ensino uma um esta baseacio na tecnologia esua principal meta é colocar aluno no centro do proceso de aprendizagem, ESSA REVOLUCAD ji comecou. “Em cinco anos, veremoso fim das aulas nas universidades. O espacoda sala serd usado para conversas, instru- foe projetos’, dissea INFO Salman Khan, 36 anos, o professor mais fa- moso do mundo, fundador da Khan Academy. Com mais de3 mil video: aulas publieadas desde 2004, sua plataforma de educagao online j4 ultrapassou 200 milhdes de visual cBesno YouTube. A popularidade de Salman Khan é reflexo de um fe- nOmeno recente: esta cada vez mais facile rapido para osalunosencontrar informagdes de qualidacena internet, No ano passado, na véspera do me Nacional do Ensino Médio em), mais de 100 mil estudantes 24 E “Em cinco anos, veremos o fim das aulas nas universidades. O espago da sala serd usado para conversas, instrucdes e projetos”, diz o professor Salman Khan Por queo professor precisa escre- ver na lousa se a informaciio ja est disponivel de outras formas? Nao parece mais légico que passe a maior parte deseu tempo interagindocom 08 alunos? Questdes como essas ja stiodiscutidas por um grupo cada vez maior de educadores, empresirios e assistirama uma maratona de 12ho- ras deaulas de revisio pela internet Em um esttidio no Rio de Janeiro, professores se revezavam diante das cameras, que transmitiam ao vivo as imagens para todo 0 Brasil. O time era da plataforma Descomplica eex- plicavadeuma forma levee diverticia The Ventura Lf \ril 2013 INFO /61 (62 / INFO vil 2013, O EXEMPLO CARIOCA No piso superior de um prédio reformacdo na favela da Rocinha quase nao existem paredes. Duas grandes salasabrigam alunos do 7°20 9%ano. Eles trabalham em grupos. Alguns usam notebooks ¢ netbooks para acessar'o YouTube. Outros fazem exerciciosem uma plataforma digital. Os errose os acertos s0 marcados em uma ferramenta queacompanha o progresso de cada um. Quem estiatrasado recebe mais atengao do professor. Quem est adiantadoavangaa vontade pela Educopédia, plataforma decontetide ceitos organi Municipal de Educaglo do Rio de Desde fevereiro, essa éa rotina no Gindsio ida pela Secretaria iro, Experimental de Novas Tecnologias Educacionais (Gente) Andyé Urani. “Darautonomia ¢ impor tantey aque oaluno aprendaa tomar decis6es", diz Rafael Parente, sub: ‘rio municipal de Novas Tecnologias Educacionais. Além de par: ceiros decontetido, comoa Khan Academy ea produtora de livros digitais Evobooks, a escola recebeu 2 milhdes de reais em doagdes de instituigdes comoa Fundagao Telefonica. “No ano que vem, serio mais cinco escolas transformadas”, afirma Parente. “Estamos criando um novo modelo de nisino e temos todos os motivos para acreditar que vai dar muito cert ff / ASALADE AULA SUMIU, Munos de escola na favela da Rocinha, no Riode Janeiro, estucam em grupos usando plataforma digital alguns dos prineipats conceitos que seriam abordados na prova. “Como chat, quem estava conectaclo podia ti rarsuas diividasna hora”, diz Marco Fisbhen, professor de fisica que ha dois anos fundou 0 Descomplica. Hojeaempresa produzaulascom foco no Enem, no vestibularenoen- sino médio, Sto mais de2 mil videos gravados, além de aulas 20 vivo to- dosos dias, testes, simulados, tutores para casos ce chividase um sistema de correcao de redagbes. Para aces sar 0 servigo, 0 aluno desembolsa menos de 10 reais por més no plano anual. Hé ainda cerca de 300 videos gratuitosna plataforma, “Nosso foco siloas pessoas quendo podem pagar 2mil reaisao més por um cursinho” diz Fisbhen. Para se aproximar do \iblico-alvo,a maioria adolescente,o Descomplica investenasredessociais. Foigracasa um link compartilhia- dono Facebook que Victor Ramos de Oliveira, l6anos,descobriuasaulasda empresa. “Umamigocurtiu um video eacabei assistindo’, diz. Vietor passa odia grudado no smartphone eno perde uma atualizaciona redesocial FOTOSAULA ROTHMAN — The Ventura SIMULADD PARA ‘AJUDAR EM EXATAS / Giovana Baptista, exatas, quando estidavet no Colegio Bandeirances, em Seo Paulo, Como seu forte sempre foi area de humanas, ea hoje ceursadireito na Fundagdio Getulio Vargas (PV) + 2% =A jp INFO / 63 ALUNO PROFESSOR S544 SEF GRESPONGAVE CONTINUA PETA FUNDAMENTAL MAG ATLA AGORA COMO, CONTELIDO £ ESGOLHEDS OE SEU INTERESSE MENTORENAG MAS GOMO OUINCO DETENTOR 10 CONTELED [SEER ‘Avengs répico nes femis que tem mais feclidads erevéo HAulal mais dfl,ern seu Dedede ser (préprioritmo expostva.com explcages na lousa, passa a ser quiaca preforms dos préprios ae teect esfudantes: a sent dividiralanos por sérles segmentedas, Aidais émisturar (mE astummese pei ‘Videos jogos, queosestucartes siteseaplcetvos tremcuvicas juntamsea debatam entresi apostiase ives ar [Proval Um cemputedorau Coma jude tablet serd a principal de agoriimes ferramentaen selade sorfistioacias, 05 aulaparaacessartodo professoresrecebem omaterialisponivel avallagies precisas e continuas de cadaaluno [Licdo de casa} Pode ser um jag, umvideoouum ‘exerctcio tradicional, fespondide na tablet eenviednaoremall INFO Abril 2013 IWUSTRAGEO EVANOROGERTOL (O Facebook éa agenda na qual checa compromissoscom oscolegasdo balé, da danca flamencaedevoluntériosda ACM, gruposqueintegra. Alunodo3° colegial da Escola Estadual Professor Augusto Oliveira de Carvatho, na zona norte de So Paulo, Vietor usa o Descomplica para estudar para ves- tibular.Seu objetivo écursar historia na Universidade de So Paulo(USP) para um dia trabalhar com potitieas pGblicas voltadas paraa cultura. “A prineipal vantagem dos videos é que da para voltar e ver de novo, o que ndoacontece na sala de aula’, afirma. A PLATAFORMA INDICA alas espe- cificas para quem errou simulados ou exereicios, Mas para Vietor, que Jd vive ligado no Facebook, uma das ferramentas mais legais €a re- comendagao social. Ao se logar no Descomplica, o aluno pode receber notificagdes esugestées baseadas no que seus amigos assistiram. 6 sim- ples, mas eficiente, “Semuitosde seus AULA DE HISTORIA The Ventura O fato de o aluno poder se logar numa plataforma online para assistir, quando quiser, a uma aula de fisica ou matemdtica muda a velha dindmica do ensino amigosassistiram hojea uma aula de movimento uniformemente variado, provavelmente vocé tem prova de fi- sicaamanhae nao sabe”, diz Fisbhen, O fato de Vitor e centenas de es- tuclantes poderem se logara qualquer momento paraassistira uma aula de fisica ou matemética altera a velha dinamica do ensino. A existéncia de material de qualidade dispontvel de forma facil na internet um dos fato- res responsiveis por uma revolugao que veremosembrevenasala deauta. “Nao faz sentido para um pro: fessor ficar repetindo coisas que podem ser encontradas de outra for ma”, disse a INFO Paulo Blikstein, brasileiro que dirige um dos prin- cipais Iaboratorios de tecnologias educacionais dos Estados Unidos, na Universidade Stanford. “A ten- déncia é ter um professor com papel maior de orientacio, atuando mais como facilitador e menos como um centralizador do contetido”, afirma Eduardo Tambor Jiinior, diretor do Colégio Bandeirantes, em Sao Paulo, Omodeloatual desalade aula su giu durante a Revolucdo Industrial Embora turmas ce pupilos em tor- no de um mentor existam desde a Grécia Antiga, foi no século 18 queo sistema se organizou paraatendera crescente demanda das fibricas por mio de obra qualificada, “A escola éestruturada como uma linha de produgo. O aluno passa por etapas determinadas até receber um certi- ficado queatesta seu preparo parao mercado”, diz Kurt Fischer, diretor do programa de mestrado Mente, Cérebro ¢ Edueagao, dda Universidade oad "ENSINAREPRORRO DO HOMEM, S40 FOUIDOS OS Na Grécia Antiga, 0 Aldade Média foi o ANNAISOUEENSIAY psp Soot perks acerca ee metodo score, fos hrs agracos, are ON roquslomestrafac Ccanhecirent liam 2 PROCESSO AD LONGO: Perguntas e as alunos: estavanas maos- desenvolver éreas DOs SéDULOS chegam a conclusées dalgreja comogastronomia Srl 2013 INFO / 65 Harvard, nos Estados Unidos Esse modelo, de mais de 200 anos, nfo se encaixa mais na nossa rea- lidade. “O mundo mudou e habili- dades essenciais para o mercado de trabalho nao so ensinadas nas ¢s- colas’, afirma a americana Barbara Bray, educadora ha mais de 20 anos edefensoradoensino personalizado. The Ventura vulgado em marco pela ONG Todos Pela Educagdo revela que apenas 20% dos estuclantes que concluem o ensi ‘no médio no paissaber os requisitos minimos de portugues. Em matemé- tica o problema ¢ ainda pior: 56 10% aprendema matéria como deveriam. ‘Os motivos para o fracasso sio muitos. Vaode questéesdeinfraestru- Plataformas de games como Manga High come¢am a ser adotadas nas escolas para estimular os alunos a aprender e ajudar os professores na avaliagao “Osempregadores querem gente que saiba trabalharem equine, filtrar informagées e resolver problemas. Enquanto isso, estamosensinando os jovensadara respostacertaemum tes- {e,endoa encontrara resposta certa.” No Brasil, o problema é ainda mais complicado, pois nemo basico turaa mé remuneragéo dos docentes, Otiltimo Censo Escolarrealizado pelo Ministétio da Bducarao da uma pista doquentaispodeandarerrado.Cerea ‘e230 mil professoresdo5°a09% ano responderama um questionariosobre asprincipaiscausasdosproblemasde aprendizagem ¢91% afirmaram que hi desinteresse e falta de esforgo por partedosestudantes.“Umadascoisas ‘que mais desmotivam oahino éser colocado em uma forma de bolo, onde todos témdeseguirnomesmo ritmo”, disse a INFO o psicélogoamericano Daniel Willingham, que ha 20 anos estuda os processos cerebrais envol vidos na meméria eno aprendizado. Suas experiéncias de aplicagao dos conceitos em sala deaula rende- ramo best seller Porque os Alunos ndio Gostam da Escola? “A motivagao do alunoesta diretamente ligada ao grau dedificuldade que enfrenta. Seé ficil demais, fica chato. Se 6 dificil demais, pior ainda’, afirma Willingham, DIFICIL MESMO écriar umecaminho individual de aprendizado para cada uumdosmaisdeS0 milhoes de alunos matriculados em escolas no Brasil Maséai queentraa tecnologia. Desde fevereiro, Arthur de Paula Nogueira, 12anos, eneontrou uma forma dife- rente de estudar matematica. Aluno do 8° ano do Colégio Saint Clair, na zona norte de $40 Paulo, Arthur utiliza a Manga High, plataforma de exercicios na forma de games, Conforme joga, oaluno ganha meda- thas virtuaise éclassificadoem uma espécie de torneio online disputado 14ag 1989 Ainveng&oda Na Revolugo. Aintemet éinventaca Osalunos ganham prensa por Gutemberg Industrial estruture-se NO CERN, Poucos: Navas hablidades e a permite, pela primeira ‘osistema de ensino ‘anos depois, oacesso esoole adantase para ‘vez, massificar como o que usamnos informaggotumase oconteudo hoje, pera atender’ praticamente. doslivras demenda das fébricas limitado 66 / INFO Abril 2013 ensinara construiro| conhecimenta, com a tecnologia coma allada The Ventura EXERDICIO.EM FORMA DE GAME / \rihur de Paula Nogueira, 12 anos, gosta de matemética. le estada a maréria ra platafirma de gues Manga High, adotada pelo Colégio Saint Clair donde estuda., Os professores recebem retavdrios de erroseacertos da turma, e conseguent orientar os que tém mais dificuldades. Arthur é bom no Prodi, Jogo que exige rapidex para resolver citeulos Ail 2013 INEO / 67 68 com seus colegas. “Jogo algumas ho- ras por dia, depois da ligao de casa’, diz, Arthur, que lidera o ranking do colégio e é um dos melhores de sua turma em matemstica. Um de seus jogos prefericos éo Prodigi, um teste que exige rapidez para resolver eal: culos simples. A cada trés acertos so. mando corretamenteo perimetro de uma forma geométrica, porexemplo, ograu de difieuldade das pergua. tas aumenta, “Fiquei mais rapido na hora de fazer contas”, diz. Arthur. No Brasil, 50 escolas adotaram a Manga High como ferramenta de estudo. Nomundo, sto mais de5 mil instituigdes de ensino, com 1,7 mi Ihdo de usuarios que resolvem, por dia, até3 milhoes de exercicios. Naoé preciso ser crnio nos ealeulos para pereeber que algo esta dando certo. “Alem de motivar os alunos, a plataforma é uma forma de avalia- cto imediata’, diz Luciane Acarino, diretora do Colégio Saint Clair. “Ela 4 a0 professor relatérios cantinuos de ertose acertos.” Para alunoscom alguma dificuldade, a ferramenta permite identificare reforgar concei- tos que nao foram bem assimilados nasaulas, J4 para os que tém facili- dade com niimeros, os games podem acelerar o aprendizado, “Acesso coi- sas que ainda nao vi com o profes- sor, como fatoracao, que comecei a aprender nos games”, afitma Arthur. Acestratégia da Manga High de coletar dados é uma tendéncia em educagdo, Quanto mais informacdes forem obtidassobreoaluno, mais i- INFO .\bril 2012 The Ventura ‘Testes online, como os da Geekie, permitem analisar pontos fortes e fracos do aluno, Quando acerta as questées, o algoritmo aumenta a dificuldade cil sera encontrar os desvios em seu aprendizado. O préprio MEC aponta para essa dirego. Em2009, asnotas doEnem deixaramde ser calculadas apenas somandoosacertos. Aavalia- ¢40 usa uma metodologia chamada ‘Teoria de Resposta ao Item (TRI), que atribui pesos diferentes cada ques: todeacordocom parametros, como dificuldade e conceitos abordados. Jautilizada em testes nais,a metodologia permite que duas pessoas que acertaram o mesmo nti- mero dequestées possam ter pontua- ges diferentes. Mas somentea nota fi- nalédivulgada para oaluno, Omelhor seria se os pontos fortese fracos medi- dos pelo exame pudessem servir de feedback para quem prestoua prova. Noanopassado, Giovana Baptista passou por essa experiéneia, Aluna do3°ano do ensinomédiode Colégio Bandeirantes, ela fez umsimuladodo EnemelaboradopelaempresaGeekie. Depois da prova, recebeu por e-mail umrelatério detalhando quais temas precisavam de mais atengao. Em seu caso, geometria plana e lei dos cosse- ‘nos. Bailarina desde os 3 anos, inte- grantedo grémio da escola e comuni- cativa, Giovana sabia queseu forteera aairea dehumanas. "Mas se fosse ten: taranalisar sozinha cada questo nao pegaria esses detalhes” diz Giovana, que hojecu Fundagao Getulio Vargas (FGY). internacio- sa. 019 ano de direito na Oalgoritmo da Geekie usaame- todologia TRI para analisarograude dificuldade de cada questo, quais ha- bilidades esto sendo testadase qual 6achance de a pessoa ter chutadoa resposta. Quando feita online, a prova seadaptaa cada aluno. Se ele acerta as respostas,o programa aumenta a dificuldade da préximaquestio,atése certificar doquanto oalunosabesobre aquela matéria, Seerra, as questoes fi- camnomesmonivelouatémais faces. “Prata-sede uma prova inteligen- teque se alimenta de cada resultado para se tornar mais precisa’, afirma Claudio Sassaki, um dos fundadores daGeekie. Aideiaéconseguirchegar um nivel de detathamento que per mitadizer, por exemplo, se umaaluna como Giovanaerrou oexerciciodema- temética porque nfo sabia a matéria ‘ouporquendo entendeu oenunciado. Osucessodosimuladoestimulou a Geekiea desenvolver outros produ- tos, O préximo a ser lancado é uma plataforma que consegue tragar um planode estudos personalizado e in- dicar os materiais mais adequados a cada aluno, Um dos parceiros éa Fundacio Leman, que disponibili- zou, em portugués, os videosda Khan Academy. modelo segue os passos da Knewton, empresa americana langacla em 2008 que popularizou © termo adaptive learning, ou ensino adaptativo, De forma simplificada, 0 Victor, 16 anos, pas: nectado internet no} ne. Thales, Elessao um retrato di geragao interativa, fo los nativos digitais, nasceram usando t Paracles, ¢fundamed nizarasaladeaula. M las jé comegaram ess OColégio Bande So Paulo, permiteou pamentos pessoais 1 tempo todo, No Danté osalunosdoensinon bemum tabletno prin aula, nologia apoia e orient soresautiliza-lodamel Esse cuidado é ‘Tome comoexemplod UmComputador por distribuiu,em2010, miln comunieipios brasile um departam iquinasemese ‘os muitos problema dosestavaa faltadet todos docentes. Par mesmoserros, oM ma novaestratégia distribuir 600 mil rede pitblica deensiny mas quem primeire soa eles sero 0s pr A ideia é preparal tes para sé depois di tabletsaosalunos, que oPortaldo Professor, do proprioeda Khar The Ventura conceitodefinejustamenteossistemas que aprendem com ocomportamento dousudrio para fazer recomendagées, (COM MAIS DE 933 MILHOES declares, em investimentos ¢ elogiada por Bill Gates, a Knewton firmou parcerias com empresas e instituicdes de ensi- no, Oalgoritmodesenvolvido ja ajuda Pearson, umadasmaioresempresas dle solugdes educacionais do mundo, amelhorara forma como alunos na- vegam em suas plataformas digitais, ‘AKhan Academy étambém uma grande plataformade recomendagio dos vitleos criados por seu fundador, o professor Salman Khan. Dos 44 funcionariosda Academy, dois tercos trabalham como software quemedea forma como usuario interage como (Gente). O projeto mudouaestrutura de urna escola na favela da Rocinha, Ali, osalunosdo7°a0 9° anonao sao mais divididos por salas e nfo tém aulasestruturadas. Com notebooks e netbooks individuais, os estudantes acessam uma plataforma virtual que recomenda contetido eavalia oapren- dizado, Cada um segue no seu ritmo, “Aideia équeo préprioaluno.con- siga geri seu proceso de formacao", afirma Rafael Parente, subsecretirio de Novas Tecnologias Educacionais. Para isso, todos os professoresda es- cola passaram por um treinamento para entender como aproveitar a0 maximoa tecnologia. Afinal, nesse processoelescontinuam sendo peas fundamentais, como lembra Salman Khan: *Prefiro meu filhocom papele A liberdade para o aluno estudar o que gosta, cercado de bons professores para orientd-lo, é fundamental para que aparecam novos Steve Jobs contetido, “A melhor maneirademoti- var uma pessoaaaprender édeixé-la decidir oquequeraprenderedaracla as ferramentas para isso”, diz Khan. No Rio de Janeiro, isso comecaa acontecer. A Secretaria Municipal de Educaeao inaugurou, neste ano, 6 primeiro Ginasio Experimental de Novas Teenologias Educacionais caneta ao lado de um professor ine vel do que na sala mais teenolégica do mundo com um mau professor.” Aliberdade para oaluno estudar co que gosta pode ser fundamental para queaparecam novos Steve Jobs e Bill Gates no mundo, Estimulado a criar, Thiago Giriboni, o aluno do Dante Alighieri que ilustra a capa desta edigao, avanca rapidamente nos temas de que mais gosta. O apli- cativo de sua agenda integradaéum bom exemplo. Nao duvide se uma dascriagbesdeThiago logoestiver na sua proxima leva de downloads. Abril 2009 INFO /69 INOVAGAQ / STAR pe A | ENTRAMOS NA ACELERATECH PARA MOSTRAR COMO FUNCIONA UM PROGRAMA DE INCENTIVO AO CRESCIMENTO DE STARTUPS. Oe 7) © | TESA OANS gl Be Vg uma das salas de aula da faculdade ESPM, na zona sul dle S40 Paulo, 0 professor de teatro Thiago’Tambuque prepara um exercicio para os alunos. Elepropde um jogo de pega-pega, em que todos devem andar pela salaem passosacelerados. A brincadeira tem uma particularidade: enquanto fo. gem do pegador, os participantes de- vem reproduzirem vozallaaquiloque falarfionopiteh,nomedadoaapresen- tagode umastartupainvestidores, 0 objetivo? Desinibir osempreendedo- The Ventura de comuttica sao. AsaulassemanaisdeTambuque Aceleratech, acelergdora brasileira queiniciou suasatividadesnoanopas- sadoequetrabalha com sua primeira turma de j6vens empreendedores. Emfarceria com a ESPM, a Aap pode ser classificada smo uma faculdade de startups. A ‘comecar pelo “vestiinlar”, que sele- cionaasempresasaseremaceleradas, Apésreceber mais ce300 inscrigdes, COMO DAR UM SHOW NO PITCH O profes Enecessaria Glempreendedor demonstrar deve ter posturs Identificagsa confiantana coma empresa, falbenas deixando gesios, am de boa dieczo negacio seguros INFO Abril 2012 de teatro Thiago Tambuque dé dicas para uma boa apresentaco Oapresentador Os sides ode caminhar eervern de pelo palo apoio, mas o peraprendera empreendedor atencSo, desde rio pode virar que tens ascostas parao ensalada pila em cada passa transigga detala coseoortlenadoresselecionaram II em- preendimentos para participar das 12semanasdlo programa, Nofinal ha ‘uma “formatura’, quando as empre- sas realizaraio um pitch de cinco mi: nutos,em um evento que vai reunir ‘um grupode investidoresconvidados. INSPIRADO NAS accleradoras ame ricanas, 0 projeto foi adaptado A nossa realidade. “Desde pequeno, 0 americano jé tem uma banquinha para vender limonada na calada”, diz. Pedro Waengertner, 36 anos, fundador da Aceleratech. “Isso 0 acostumou ao empreendedorismo. E preciso levar em conta que o brasi Ieiro ndo tem essa cultura, para que o proceso deaceleragtio faga sentido. A Aceleratech € uma das nove aceleradoras escolhidas para partici par do programa Startup Brasil, do Ministério da Ciencia, Tecnologia e Inovacdo. A previstio é que o gover- no invista até 40 milhoes de reais em 100 startups ligadas a tecnologia. veia empreendedora america na citada por Waengertner ébem co- mhecidadeseu sécio, Mike Ajnsztajn. PE NO AGELERADOR / tim sentido horévio, equipe da Brasil by Bu Maria Angétiea Gareia, diretora da Aceleratech, com sdcios da Cargobr;e aula de teatro com Thiago Tambugite Apesardonome, Ajnsztajn,49.anos,é brasileiro entrou parao mundo dos negéciosaoassumira fabriea decami- sinhas Blowtex, fundada por seu pai em1969. Delé paracé,criouempreen- dimentoscomoo Zuppa,sitederese: vas para restaurantes vendido parao Peixe Urbano. 0 séiciononegécioera ‘Waengertnet, publicitario ecoordena dordo Niicleo de Estudos e Negocios em Marketing Digital da ESPM. Apés 0 Zuppa, a dupla decidiu manteraparceriaecriarumaacelera- dora capazddedinamizaronegéciodas startups, Hojeotimeda Aceleratech é composto ainda por Licinio Motta, representante da ESPM, por Maria Angélica Gareia, diretora de marke- ting, ¢ peloamericano Sean Lindy, no cargo de diretor exeeutivo. Ajnsztajin mora em Nova Yorke ¢ 0 responsé- vel pelos contatos no Vale do Silicio, “A ideia ¢ fazer um empreende dorismode alto impacto. Acelerar as empresas para que eres¢am muito € atinjam faturamentos deSOmilhdes, 100 milhoesdereais. Queremoscriar grandes empresas de teenologia’, afirma Waengertner. Para dar con: ta desse plano, Aceleratech aposta ‘em uma rotina intensa para as start ups que ingressam no programa. DuassalasdeauladaESPM foram transformadasem QG das empresas novatas, que utilizam 0 espaco de segunda-feiraa sdbado. A programa- (406 puxada, Nagradeconstamaulas de diferentes temas, como andlise de mercado, construgio do plano de ne- g6cio, financas basicas e formaciode liderancas, A aceleradora conta com cerea de 100 mentores, que atencem individualmenteosempreendedores. Entre os mentorese consultores esto Rafael Siqueira, fundador do Apontador, Juliano Vasconcelos, do Peixe Urbano, e Dennis Paul, doban- coJPMorgan."A mentoriaé essencial. Afinal, essas pessoassabem oque da certo €0 que nfo da na fase incial de uumempreendimento”, diz diretora de marketing Maria Angélica Gareia. \brel2019 INFO, 2B A ACELERATECH também investe um montante em dinheiro para que as startups possam cobrir parte das despesas duranteas 12 semanas do programa. Sto 20 milreais paracada empreendimento, gastosnodesenvol vimento do site, na impressio de ear- these na legalizagdoda empresa. Nofi: nal doprocesso,a Aceleratech passaa deterde10%a15%dovalorda startup, dependendodeseu niveldeevolugio. ‘Mascomoo programa funciona na pritica? A histériadeEduartio Bozell, 7 anos, fundador da Cicloo, umadas participantesda Acelevatech, explica, Em 2011, ojovem nascicio em Matto, nointerior de Sao Panlo, langou o Bike 3D, um programa de videoaulas que simulava um pereursovirtualduran- teaulas de spinning. A empresa fe- ‘chou contratos com acaclemias como Runnere BioRitmo, mas ndodecolava, “Estévamos um pouco perdidos. Havia clientes, receita, mas tudo que entrava também acabava saindo por falta de planejamento’, diz. Bozelli Ao fazer parte do time de empresas selecionadas paraa primeira turma 74 / INFO Abi 2008 da Aceleratech, a startup pereebeu que tinhaa oportunidade de expan- dir seu negécio. “Descobrimos que ‘oBike 3D nao era uma empresa, mas um produto. Criamos, entao, uma nova empresa,a Ciclo, que desen volverd diferentes tiposde videoaulas paraas academias”, afirma Bozell, Alémdeanalisara fundoe, even- tualmente, alterar 0 plano de ne- gécio das startups, os mentores da Aceleratech exercem uma fungoque vai além da simples consultoria. Veja ‘caso da startup Brasil by Bus, que mantém um site de compra online de passagens rodovirias. Uma das sessbes de mentoria transformou seem reuniio de negécios. “Em um ENSAID / Fauardo Bocelli da Ciclo, se prepara para “apresentar a empresa bate papo com o Rafael Siqueira, do Apontador, descobrimos afinidades entre 08 nossos negécios. Saimos da reuniao com a possibilidade de trabalhar juntos ¢ agora vamos lan- car o buseador do Brasil by Bus no Apontador”afirma Breno Moraes, 27 anos, fundadordaempresa, A Accleratech estimula osempre- endedoresaaproveitaraomaximons12 semanas ¢dlo programa, Rodrigo Palos, fundadorda Cangobr,plataformaoniine para fretes, conta que ja fechou acordos, comos primeirosclientes. “Mesmoantes dolancamento oficial dosite,consegui- mos fechar quatro negécios" diz Palos, uum dos fundacores da Fretejet, start up vencedora do prémioINFO Start, A aceleradora ajuda o jovem empreendedor a obter investimentos e cres r. Depois fica com uma parte da startup, que varia de 10% a 15% organizado pela INFO, na categoria deempresasem estagioinicial deope- rragio, Palossainda Fretejetefundoua Cargobr por eonta deumacisio entre os sécios. Ele decidiu mudar-se para ‘Sio Paulo, mas seu sécio preferiucon- tinuar em Ribeirdo Preto, interior de ‘Sao Paulo, cidade onde foi fundadaa ‘empresa. Apesar derecém-chegadoa capital, ojovemde2Sanosdizsentir-se emeasana Aceleratech. “Sempre tive muita vontadedeempreender. Emui- tobomestaremum lugar com pessoas que pensam da mesma forma’, ‘Comoem todaempresa iniciante,o que nfo faltam sao problemas. Achar uum lugar para morar foi uma das di- ficuldades de Palos. Ao conhecer os colegas da Cicloo, que também nao tinham residéncia em Sao Paulo, de- cidiram dividir oaluguel, formando umaespécie de repitblica de startups. Além dasaulas,dasreuniveseom mentores eda montagem do planode negécio das empresas, outromomen- toimportantena Aceleratech éo Pitch Competition, Realizado semanal- mente, o pitch reine os coordenado- res daaceleradora eserve como teste paraa apresentacdoaos investidores. Com um crondmetra em maos, Sean Lindy anuncia que o porta- vor da empresa pode iniciar a fala, Enquanto a apresentagao e os slides do PowerPointsedesenrolam, osidea- lizadores da aceleraciora anotam os pontos queseraocomentadosao final da fala, Mike Ajnsatain acompanha aatividade por Skype, dos Estados Unidos, Gracuado em marketing pela The Ventura Illinois State University e com pas- domeésticos Whirpool, Sean Lindy, 33 anos, analisa todos os detalhes da apresentacao, da postura e modo de falar do empreendedor & maneira comoomodelodenegécio ¢detalhade. Ao estilo americano, Lindy pen- sa de maneira pragmatica. "Se voce est pedindo I milhao de reais para alguém, sua apresentag4o nso pode ser uma besteira, Prefiro saber como uum cara te pagar 10 reais pela solu- 40 apresentada, do que como voce ganharé 10 milhées de seguidores em uma rede social", afirma Lindy, ‘em portugues com forte sotaque,ape- sar dos cinco anos vivendo no Brasil, AO FINAL DESSA primeira rodada de aceleracio, prevista para terminarem 23 de abril,a Aceleratech prepara-se para umannova turma, Asinscrigées estdo abertas e a previsao@de que o programa comece ainda neste semes- tre, Segundo Pedro Waengertner, também ha interesse em expandiro projeto para outras regiGes do Brasil. ‘Queremos colocar empresas muito boas no mereado, para que eonsigam impactaro pais, criandoum ecossiste- ‘madecompanhiasquetrabalhamcom olangamentode produtos brasileiros no exterior”, afirma Waengertner. Sean Lindy sintetiza afuncio das aceleradoras, em tum momentoqueo Brasil é visto como local estratégico paraonascimento deempresasnovas emiliondrias:“Temos muito dinheiro disponivel e muito talento, Mas uma ideia nao énada. 0 importante émos- traredefenderummodelodenegécio” Segundo Lindy, papel dasacelerado- ras émostrar esse caminho para que os jovens empreendedores consigam construir seus préprios sonhos, PRONTAS PARA O MERCADO Conhega a3 startups que participam tdaprogramada Aceleratech ‘Servigo pare compracnine de passages rodovistias brasilbybus.com Plataftama online para compra evendadefretes cargobrcom Videnaulas deatividades fistasem 2080) Platsformadeconvénias poporstivasparaerpresas convenia.com.br etenciatiorde tnsngas pescosls ‘gbolso.com.br Apiiestive decomunicagtio fénida para grugos mobbapp.com Site que personaliza roupas com fotogratias arfsticas ‘signup. phdress.com ee jprasa de seguiranos da infermaqao ie Site para customizar piemes.emolstons timolico.com.br tara Plataforma para locag&o de produto vaivolta.com.br Ua Aplcativa interativa para eoademias Abn 2018 INFO. (75 INOVAGAQ / ACAD TURBINADA ALGORITMOS SOFISTICADOS USADOS POR BOLSAS DE VALORES E CORRETORAS TORNAM A COMPRA E VENDA DE AGOES RAPIDA QUE O OLHO HUM. AO CO} ACOMPANHAR, VEJA COMO ISSO FU) POR GABRIEL GARCIA FOTORAPAEL EVANGELISTA ILUSTRAGADOGA MENDONCA 76 / INFO Abril 2013 IMAGEM caricata de cente- NAS dehomenssuados, coma grava- taafrouxadaeumtelefoneem punho, gritandoordenscle compra enquanto olham para uma tela com acotacao dasagSesentroudlefinitivamente para ‘pasado, O pregdo viva-voz cedeu cespaco a tecnologia nas bolsasde valo- reseas operagées de comprac venda deagoes passarama ser, nominimo, maissilenciosas. Agora, oqueimporta éa rapide, Comandadas por algorit: mossofisticados, as chamadasopera- ‘goes dealta frequéncia comecamase tornaroqueha demaismodernones- se mercado e jé respondem por mais, da metade das negociagbes nas bol sas americanas, Nesteano, comegam, a ganhar espaco também no Brasil “Na operagio dealta frequéneia,o investidor segue a logica da galinha Opera de grao em grao, até encher opano”, afirma Ricardo Nogueira, diretor de operagdes da corretora Souza Barros. Os computadores operam por meio da arbitragem de pregos. Funciona assim: quando o rob6 percebe uma diferenga mini- ma de valores em diferentes merca- dos, no mesmo instante ele compra ‘onde est mais barato e vende onde esta mais caro, O lucro por opera- ‘eGo éminimo, apenas uma fragao de centavo por negociagio. Porém, esse ‘mesmonegécio,realizadodezenas de The Ventura milhares de vezes por pregto, pode gerar ganhos altfssimos no total. O ritmo das operagées € tao ve- Joz.a ponto deo olho humano nao conseguir acompanhar o que est acontecendo, jé quea negociagao de alta frequéncia é quase instantanea, Ela costuma demorar uma fra- cdo de milissegundo (equivalentea 0,001 segundo}, que correspondeao tempode laténcia,oinstanteentreaor- demde compra ou vendaemitida pelo robé ea confirmacao dessa ordem. A disputa das operadoras¢ cor- retoras é pela menor laténcia, pois quanto mais baixa, menor oriscoda operagao, "Se o sistema da corteto- ra for uma fracio de milissegundo mais lento que oda coneorrente, cle poder perler o melhor prego” afir ma Luiz Gustavo Penteado, diretor de mereados da Progress, empresa que criouo Apamaysoftware mais, usado pelas corretoras gue praticam, operagiodealta frequéncia no Brasil. AS CORRETORAS hoje mais pare- cem startups de tecnologia, com mesas de operagtes que reiinem f- sicos, engenheiros e mateméticos, reerutados por sua capacidade de programar algoritmos e estabelecer estratégias para os computadores comprarem e-venderem as acdes. ‘Omereadodetecnologiaedeinfra- estrutura para alta frequéneia vive uma exploso no mundo. Empresas investem milhOes de délares paradi minuit uma fracio de tempo que ia € quase inexistente. O grande exemplo desse aquecimento est no Oceano Atlintico, Uma empresa islandesa de cabos submarinos pretende gastar 300 milhdes dedotares para instalar ‘umeaboligando Londresa Nova York, Sua fungao? Diminuir em 0,6 mil segundo a laténcia das transagdes. (MAS A VELOCIDADE desenfreada tem seustiseos. Afinal, quem programa as maquinase seusalgoritmos sto seres humanose, portanto,faliveis. Errosde programagioacabam gerando graves, crises nas bolsas. Os colapsosimpres- sionam nfoapenas pelo tamanho,mas também pela velocidade, “O grande perigodaalta frequénciaéodequeno instante em que investidor comum, véopregodeumaagio,elendoestéen: xergando algo real. E como seestives- seolhanclo umaestrela nocéu, ja mor ta h4 SO mil anos’, afirmoua INFO © investidor americano Sal Arnuk, um criticos desse tipo de operagao. ‘Uma dessas crises aconteceu na tardedodia 6demaiode2010,noque omercadofinanceito chamoude flash, crash. O indice Dow Jones, que mede asnegociagdesda Bolsa de Nova York, ait. 600 pontosem seis minutos. Foi amaior queda em um{inicodiada his- téria da bolsa americana, Mas 25mi- nutos depois, ja havia se recuperado, ‘Uma falha numalgoritmo fezcom que uma ordem de venda fosse reali- zadarepetidas vezes, gerandoumefei- tocascataqueconseguiu serinterrom- pido antes de um desastrefinanceiro, Em agosto doano passado, ascon- sequéncias de outro bug foram mais graves, Um funcionario da corretora americana Knight Capital cometeu chamado fat finger: digitou uma Abril 2013 INFO /77 ordemdecompra na casa dosbilhdes, quando deveria té-la colocado em mi- Ihées. O robé realizou astransagdese aempresa néo conseguiu perceber 0 erro. Emmenosdeuma hora,a.corre- tora perdeu 440 milhées de délares. “Algunsalgoritmos stio mal pro- gramados, os robés falham e 0 erro acontece, O trader manda uma orem de compra no lugar de venda, por exemplo. Acontece tudo muito rapido, néod para controlar, E como voeé ter ‘uma Ferrari sem freio. A chance de ba: ter €alta" diz Penteado, da Progress, DE ACORDO com Tobias Preis, pescuui- sador do Instituto Suigo de Tecnologi ogrande problema daalta frequéncia Ea falta de regulagao das operagbes. “Algumas bolsas so permissivas demais. Nao € possivel saber com exatido quem esta comprando ou vendendo”, diz Preis, Especialista ‘emEconofisica, disciplina que aplica conceitos fisicos ao mercado finan- ceiro, Preis publicou um estudo que estabelecealguns padrdesque prece- demessas bolhas e crashes causados pelosalgoritmosnas bolsas. Paraele, asrespostas esto no proprio prego, “Entre 2006¢ 2011, aconteceram, 18250 pequenos erashes nas bolsas americanas, de menos de um milis- segundo, a maior parte gerada por errosem operagéesdealta frequéncia. Eles sfo como pequuenas rachaduras naasadeumaviso, Noiniciongo sio perigosas, mas tendema causar pro- blemassenfoforem corrigidasdepois, de um tempo", diz Preis. Segundo o pesquisador, é possivel identificar com antecedéncia 05 algoritmos re- beldes,quetendemacausarascrises. 78 / INFO Abi 2013 The Ventura PARA FALAR AMESMA LINGUA NTENDA OS TERMOS USA005 NAS OPERACOES DE ALTA FREQUENDIA 04S SOLAS (ARBITRAGEME Operecao de compra € venda de ativas Cujos pregas estao correlacianados, aproveitanda desequiliria: ‘temporériag nas valores, WATENERE\ ntervaio entre a ordem de negaciago emitida palo roba © 8 confirmagia dessa ordem SUNBIGES incicador do desempenho médigndetodesips aciies de ume determinaua bisa de valores. (PATFINGERE Fina do algoritmo or erro de cigitaco durante a programacéo (WIOUIBEZE Gr2u de faclidade com que uma aga 6 convertida em dinero (RRCUTEREARERE \ecorismo de seguranga que intsrrampe a3 negosiagdes quanda uma oqo cai bruscementa, (NAREDIAGOESSY \c2200 direto co operador de caretora ao sistema da bolsa, sem intermediago ou filtra, Ospregtesamericanos trabalham com um sistema chamado naked access, ou seja, o operador pode rea: lizaras transagdes diretamente no sistema da bolsa, sem controle prévio dacorretora, Dessa forma, oserrosse tornam quase inevitaveis. Em m: de2010, ogoapéso lash crash, osre- guladoresamericanas introduziram circuitbreakers, mecanismos nstala- dos nosistema dasbolsasque travam automaticamenteos negéciosseo pre- ode uma apo cair muito ou répido demais. Mas eles sao insuficientes. Por isso, 6rgdios reguladores dos Estados Unidos eda Unio Europeia desejam que o mercado se torne mais lento, com operagdes que possam ser monitoradas ¢controladas. Mas, deacordo coms negociadores, isso afetaria a razao de ser das operagées dealta frequéncia ea liquidez que ga- rantem. “Sendo hi velocidlade, ou se ‘uma transagao durar um segundo, nao motivo paraaalta frequéncia’ dia Bernardo Ferreira, gestor do XP ‘Unique Quant, bragodealta frequén- cia da XP Gesttio de Recursos, uma das maiores corretoras brasileiras NoBrasil, sriscos das operagées dealta frequéncia sto considerados menores, A BM&FBovespa possui ‘uma série de filtros que nao existem em outros mercados. “E pratica- ‘mente impossivel evitar 0 erro nes- se tipo de negécio, pois nfo consigo controlar o programador. Por isso, nossa filosofia é tentar controlar as consequéncias do erro", diz Cicero Augusto Vieira Neto, diretor execu tivo de operagdes da BM&FBovespa. A Bovespa estabeleceu uma série de travas no sistema, que vio além dos circuit breakers. Nao haonaked access na bolsa brasileira, por exem- plo. Todasasoperagsesdevem passar SALA DE OPERACAD/ Funcionérios da corretora Souza Barros ‘acompanham o vaie vem das ages portuma ferramenta queanalisao tis- codonegscio, Seaferece perigoaomer- cado, é congelado, Além disso, exis- tem limites de variagio do prego das ages, impedindo que o valor de um papel caia demaise repentinamente, ‘Comparado aos Estados Unidos, omercado de alta frequéneia ainda é ‘pequeno no Brasil, Cerca de10% das ‘operagdes na BM&F Bovespa sii des- setipo, Masa tendéncia édeexpanséo nos préximos meses."O mercado tem. espaco para chegara 15% ou20%das ‘operacdes. A oferta de produtos esti exescenddoe nosso novo sistema ir di minuirallaténcia’, firma Vieira Neto, com anos de experiéncia no merca do financeis recém-saidos de faculdades que tém pouca relagio com esse mundo, Veja o exemplo da Souza Barros. Fundadaem 1928, a corretoraesteve presente em todas as mudancas vi venciaclas pela Bovespa, dos pregées queestabeleciam o precodo-café a0 hoje ela abriga jovens A oe icacdo tecnologica esta atraindo jovens engenheiros e fisicos para o mercado financeiro Abolsa de Sao Paulo ira instalar, em abril, um novo sistema de opera: des, chamado Puma, quesubstituira 0 Mega Bolsa, software usado desde aautomatizacao do pregiio, em 2009, ‘© Puma aumentara a velocidade da transagao, reduzindo a laténeia e osriscos. A capacidade de operacbes serd aumentada. Isso tendeaestimu- laraalta frequéncia’, diz. Vieira Neto, Oaquecimento veloze furioso desse mercado também se refle. te no perfil dos traders brasileiros, Profissao antes exclusiva de técnicos 80 /INEO Abit 2012 eletrénico. Se antes os traders eram nove, espalhados pelo pregao viva- voz, hojea operacao principal concen: tra-seem uma pequena sala, isolada por quatro portas de metal reforgado queexigem quatro cartées diferentes deacesso. Na sala, quatro operadores observam, emsiléncio,oqueacontece em duas dezenas de monitores, Um fisico formado pela Universidade de Sto Paulo eum engenheiro saido do Instituto Teenolégico de Aeronsutica (ITA) sd00s responsiveis pelodesen- volvimentodos algoritmos pela pro- gramagio das estratégias dos rob6s da corretora. “Eles ndo tém vicios, principalmente, usam operacdes pidas para pensar asestratégias”, diz, Ricardo Nogueira, da Souza Barros, A demanda por novas ideias € tao grande que a corretora promo- ve um campeonato entre universi- dades para premiar os alunos que conseguirem desenvolver o algo- ritmo de alta frequéncia mais efi ciente. © campeonato comegou em outubro de 2012, com 134 alunos de seis faculdades de Sao Paulo, "Eles pocematé fazer um algorit- mo que nao funcione perfeitamente, ‘mas talvez alguém associe o indice pluviométrico de $40 Paulo com as ages da Sabesp, algo inovador. A ideia diferente, independentementede seramelhor, sera premiada’,afirma Nogueira, quecoordenaacompeticio. Osalunos, porsua vez, com considerar uma carseira no mercado financeiro. “Faltava experiéneia pri- tica, O campeonato nos deu a oportu- nidadedeentraremcontato comdados deverdadeda Bovespa.A gente viu que dé paraaplicarmatematicade verdade na bolsa’, afirma Emilio Serafim, 20 anos, aluno dematematica da USP. ama TESTE Filmadoras de Acéo /84 Camera /87 Smartphones /88 Pedal de Guitarra/90 Dock / 91 Ultrabooks/92 Radar / 94 Abril 2013 INFO / 83 TESTE ; ADRENALINA EM FULL HO Resistentes a poeira, trancos e dgua, trés filmadoras testadas pelo INFOIab gravam as manobras dos esportes de ago POR AIRTON LOPES: Hero3 Silver Edition GOPRO Represertante intermedi. ‘io da nova linha de filmadoras de cdo da GoPro, 0 modelo en: todo tno de situaeo para conseguir Imagens em full HO carn qualidade ressionante para uma camera Nas testes emmo- ras de ruo, Ne mado PraTune, af madora conseguu um desempenhia no mesmo enque: LOO FRONTAL, Ospoucos hotles a vieor ppequenotornam ‘aconfiguracio. Full HO [1 080p)/11MP/Mieroso pelos menus 'Néo possui zaom/LCD de 0,8" ‘rabalhasa 74q/ Bim debater = AVALIAGAOTECNICA:7!9 CUSTO/BENEFICIO:7:3 Rg 1498 TELA REMOVIVEL \ DISPAROA DISTANCIA. cama canteale EMBAIXODIAGUA remota, dé para ‘Acalva estangue comandaras permit merguihar sravacces, ‘até 80 metras, mas Trerfotas no deixa deoligar contre ‘fimaciore pposicionamenta acémere GRAN ANGULAR MagiGam $021 /AEE/xTRAX a vorsatldade desta cémora naa so rostringe 8 rabus Full HO (1080p) /8 MP ‘ez para flmar cenas de araa. Alem da calxa estanque 3s abessirios para fixagao,8 MagiCam ‘MicroSD /Za0m de 0x dial) oferece autos recursos para tarnar a sua oneracéo mais prética. 0 display trase)ra de 15 pale- LEO de 15° /118q/'2h03min e gada que auxilia no enquadramenta e na visualizacso da contedia gravada &removivel. Na seu ff] 4h04minde bateria™ lugar é possivel encaixar uma baterla extra para dabrar @ autonomia da fimadora. Nos test otompe de gavorso oafolde 2heresemiruiosparehowse4mnufos Neer serve oc || ." go = Es 4 ThinkPad X1 Carbon Lenovo de carbone, 0 x1 Caraen fertoe visual 0, Oforece bom desempenho J! Vaio Duo 11 Sony Jo com aldo cea IMabookdle 12 qulo 1s machi em orca de || Pavilion 144 BOSOBR 1° Para quem a OvO,est2 cerfiguracso mato boa em um corpo mais fino do que hast em laptops de 1a peiegedas. temanho do Hg um Sereno. O cue dead dossier <80 9% fe do tuchpad rime itrsbeck com praca menos probtiva| windows da display de gate pr 788 pl Sams 827 pologacas este modelo Imagem muito bos sintorizacor {shou em fads a3: 2 smartphones. 8 fle e600 po 800 pha Tesana © 7 ‘anit tcrensenutsot (hye 4056020 Yeon akg none? Frierson Paanndstalow geo | aiinosoneccae 8:8 Especificardes Teco tashecresn/ elo Inosiriscre ea ee0eetzaas Nasoorboad Dig Wises ‘rn debetere Especificacaes Tego 03" nraCoei7 967 1962 Iyerie 468 Se 25868 "isoarboat 12h Winds ‘r2anmdeteens | lpsooe Expecifcacdes “elie elCae 5 SOT7TUI7GHe Ivar 609 so0a22080H0 8275065 vsoorboer 12a Vindows8Pra/Ra?min cater ng2550 (|) VivoBook X202E Asus Especificacdes “elace 6 Taxhscaenncene (Sezi712Heeyereae 48 Ode S009 Vieocntned ‘alg Wrdasehsymnesbet| Especificagdes TWlede27/LeDeemLeD (OROP? S00 pl) Crest “themcantodalpao Coasts ‘ste OOD Tenpoda erro | NDesieyPat 2050 ee AmiatRoraKAT 88 (So ee ‘pias |) iPad 4? Geragéio Apple € rradeo mais racante do tlt 6 Apple com fea tne iglay [2 040 por 136 pixels) traz um processacior mais valor 8 um nove conecto ue o amfero: Nos testes, o mater geno fone dura da (Pad min cferece Gime portsbiidade ' compatilidade fetal com es apps feltos para oid maior. 0 38u ‘vise. & autonomia de essa de nave hares ros testes. ‘Arasalugso de ele (1024 por 788 pees) Se, mas na canta | Galaxy Note 10.1 Someung CO tablet com configurecéa forte@ chip de quatro nicleos pots dvidir a tla 2 rodar dois apps ao mesma tempo. (recurso pede, par exempia, ser sede no aalestva § Note, que fez SnotacGee com ajuda de canta atylus, yVv ‘Fones de ouvido // Tank Soldier Aerial? ‘Com um design gue apresentao esta street wear e estruturaarteulsde para Dus eprovettarem 0 movimenta ds ‘concha, a fane fem um som detalhado, mas qua rao ampalga. A profundicade dos graves fice aguém do esperaco, CO volume é bom, mas na hi canto FaceTime, cumpre sau papal en ‘qualquer aparetha com Blusiooth Nos estas euabatera ressty mais oe horas, Déude ¢ satsfaere, mas baba HD 229 Sennheis: fe fone se estaca ela abe apenas 82 grams, Conch Euporle sto felts de pdatcn. mes to apsroriam see rapes. A quaidade de duce sata e tem bom teohemente. Prem fea NW H tevercio graves mais profuncs, (8 our mas ‘so Bueroom atendoe Tn 87 Ae Cxte 143k ‘near $208) 680g 086 {/ iPad mini apple Feit seearecASrOHe alee 2009/86) onnnce ‘Tomde 0 Exyrea 42 corxAS able quadcare/ 1658+ mie50 /956 (epee s829/ anata eroanince Sando /carece9 Gres rmeroS0/355/Win/a0ag/Anarots // Ypy 10 Nova Geracéo Postiva Sua fla de 97 polegadas tem as imesmas proporetes do d=pay do Pa bos peralehurs dor esau sensi ee ‘eg20€scaar cone Farmstocercelarund tha) Hone amen Pataca] Sefequeness 5200002 Forrataconch/Corexte Busteot ‘Senailiode do ivonde Repost 0 an.neer nce dnseade ‘sg/ Trin dobar 300 aumincs wrx 7.3 sestre | tobe Headset ‘Capods Serdae: ts cofreqérels 720002 VEJA lancou um game no Facebook para vocé testar seus conhecimentos, Curtiu? Duelo VEJA. Teste seus conhecimentos e desafie seus amigos num divertido ie jogo de perguntas e respostas Pere PEE Pera eo) TESTE / Radar yf Smartphones J! Galaxy Note It Samsung ‘Anovs verss0 do fibro de smartahone { Eepecificagtes surg tem uma padarosa | SBGHGPAY Anta 4Y/exynos at? Gontowarsoe‘lece SE oceuaios | ConmasieGenatere/b~ de étime qualdede ue recon Eee i erm in eras AMON // Lumia 920 Nokia ‘Alem de tims fuidez peraexploraros Eepecificagdos Tecursas do Winéaws Prone, cferece | ate /Snspdegon 4Kcat - SoHeducleoe 32GB eae 4S (Cameras cs87 Po ar? 159) indawe rene n2émin cbt ei ran Fungao de tablet - acessa = internet, redes sociais —— = — | =~ |/ Galaxy S Duos Samsung Parle eat Com um visual qua emibra a Espoci 9 aus) Arras Sorex A IGHe/aGB4mixcsO "elada4’camerasdeSMPe 0362 Weg, 72annaebatens® e108 AIALC ONECART: Especificardes ua Area (Correxa5iGHs ME» 260 lriee60) Tl ea /ameras eH mm lomtniet, | SG:3¥P/'09/ Bhatmn debe fue @ de rivals que foropaf Eopeciticagse um model intermedia cam ut ‘Gul 0 ata ‘exclusive para deratmne rani CortoxAB anes AaB nioso Quel ins deve ser sprortrispara | [Teaded /Cimeradoshr zig “ iF ‘thoanndebaterst 7a AACRORONERLARZ:A // Wirel " Bound Cube VB1a 1K O som produzie pela emplfcacor de | Potiead 27WEntafos PUSS | especificacdes anewae de ‘hetath 24k nes, MPS ‘maiacaa mLRe 7 piayarse la Suustoct (u eabo P2 Ansar ca pers spenas ns temaca ano tem ‘oc kia borncam Phones ® { Eepectpagtes Paris para. ext dacs. 03 ‘20Wae tenon entradas: P2 pars enviar iragane pata a TV. m ‘Sais woo componente dof ‘Compstneicom Pad Phong Pat leorscto'de 0 pioe) 2k a9 AACAGADINEOE 7.2 — ee _ Sneath areca Seema | %/INFOAbrd 209 rR // Viera TC-P65VT50B a j/ 84LMIBOO 15 / Cimoceis# umsopess pare seviste | Eapacitonedes ‘Woevem 4k(G 640 por? Ba pele, | ‘Tana xu UcoeomLED melhor qualade dspcrvel em Tv, | /aD pasha vencamBceuoe Ena roxJuLiAnasreeroL WEA Matson ble 106 / INFO Abr! 2013