Você está na página 1de 1

AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA: CONCEITO, MÉTODOS E INSTRUMENTOS 19

de avaliação psicológica, com um crescente desinteressepela


aprendizagem de medidas psicológicas, descrédito e uma certa
banalização no uso dos instrumentos objetivos, associados ao
engessamento na pesquisa e na construção de instrumentos naci-
onais, bem como na atualização dos testes em uso. Cabe destacar
que estes aspectos são observados também nos demais países e
sua produção técnica da área, representando um movimento cul-
tural de reação à quantificação, ao positivismo e suas manifesta-
ções técnicas (Pasquali & Alchieri, 2001
A partir de 1980 observa-se uma nova retomada no desen-
volvimento da área com a criação de cursos de pós-graduação em
psicologia no país, qualificação profissional de professores da
área, aumento do número de pesquisas e criação de instrumentos;
entre a década de 90 e início de 2000, de forma crescente e ex-
pressiva, são criados diversos laboratórios de avaliação psicoló-
gica responsáveis pelo aumento na qualificação de pesquisadores
e profissionais em medidas psicológicas (Noronha, Alchieri &
Primi, 2001).
É possível concluir nesta breve revisão histórica a partici-
pação ativa da produção do conhecimento em avaliação psicoló-
gica no fomento e no desenvolvimento da psicologia brasileira.
Podemos afirmar que hoje, os diversos trabalhos, em distintas
tradições de pesquisa, ensino e intervenção profissional em ava-
liação psicológica são promissores pelo incremento que a área
vem tendo em relação aos trabalhos apresentadosem eventos
nacionais e internacionais, com expressiva produção de artigos e
livros nacionais, inclusive já sendo traduzidos para outros idio-
mas (Hutz & Bandeira, 2003).