Você está na página 1de 8

Trumatic S 3002 P / S 3002 / S 5002

Instruções de uso
Sempre em veículos!

Conforto em viagem
Trumatic S 3002 P / S 3002 / S 5002

1 Aquecedor a gás líquido Trumatic S


2 Condução de ar combustível 4
3 Tubo de escape de gás com cobertura de tubo
4 Conduto de escape de gás
5 Ventilador Trumavent e paquete de confort com Airmix
(distribuição de ar quente) – optativo
6 Truma Ultraheat (Aquecimento suplementar eléctrico 230 V)
– optativo

3
Revestimento Fogo de lareira (apenas Trumatic S 5002)

6
1

Instruções de segurança Nalguns países anulase com isso a licença de serviço do apa-
relho e também do veículo.
Uma clarabóia aberta / um tejadilho aberto na área envolven-
te da chaminé de descarga de gases constitui um perigo de A pressão de serviço da alimentação de gás de 30 mbar deve-
entrada de gases de escape para dentro do veículo. O aque- rá coincidir com a pressão de serviço do aparelho (ver a placa
cimento só pode ser operado com a clarabóia fechada / o de tipo).
tejadilho fechado.
Sistemas de gás liquefeito devem corresponder às determi-
Para a operação de reguladores, aparelhos ou sistemas de nações técnicas e administrativas do respectivo país em que
gás, é obrigatória a utilização de botijas de gás na vertical, se utilizam os mesmos (por exemplo: EN 1949 para veículos).
das quais é retirado gás em estado gasoso. É proibida a Directrizes e regulamentos nacionais (na Alemanha, por exem-
utilização de botijas de gás das quais é retirado gás em estado plo: a folha informativa DVGW-Arbeitsblatt G 607) devem ser
líquido (por ex. para empilhadoras), visto que conduzem à da- obedecidas.
nificação dos sistemas de gás.
Na Alemanha, a inspecção do sistema de gás deverá ser re-
No caso de ocorrerem fugas na instalação de gás ou petida de 2 em 2 anos por um técnico credenciado em gás
detectar-se cheiro a gás: liquefeito (DVFG, TÜV, DEKRA). Esta deverá ser confirmada
no respectivo certificado de controlo (G 607).
– apagar todas as chamas
– não fumar O responsável para que o controlo seja efectuado é o
– desligue o aparelho proprietário do veículo.
– feche a botija de gás
– abrir portas e janelas Aparelhos de gás liquefeito não podem ser operados ao
– não accione qualquer comutador eléctrico no recinto abastecer, em prédios de estacionamento, garagens ou ferry-
– solicite uma inspecção de toda a instalação por um técnico boats.
qualificado!
Ao se colocar um aquecimento novo em operação pela
Os trabalhos de montagem e de reparação do aparelho primeira vez (ou após longo período fora de serviço) pode
só devem ser levados a cabo por um perito capacitado! aparecer por um breve momento uma leve fumaça ou cheiro.
Aconselha-se deixar o aquecimento operar imediatamente no
Depois de cada trabalho de desmontagem da condução dos máximo e providênciar um bom arejamento do local.
gases de escape, têm que se montar uma anilha toroidal
nova! Se ouvir um ruído estranho ou a chama se elevar tratarseá de
um defeito do regulador e você deverá efectuar necessaria-
Levam à perda dos direitos de garantia e à exclusão da mente uma revisão do mesmo.
responsabilidade, sobretudo:
Objetos sensíveis ao calor (por exemplo, latas de spray) não
– Alterações no aparelho (inclusive acessórios), podem ser armazenadas no aposento de montagem do aque-
– alterações na tubagem de escape e na chaminé, cedor, pois poderão estar presentes altas temperaturas em
– utilização de peças que não sejam as peças originais Truma determinadas circunstâncias.
como peças de substituição e acessórios,
– incumprimento das instruções de montagem e de
utilização.

2
Para sistemas de gás só podem ser utilizados dispositivos re- O tubo de escape deve:
guladores de pressão de acordo com EN 12864 (em veículos
automóveis) com uma saída de pressão fixa de 30 mbar. A – estar ligado de forma estanque e rígida ao aquecimento
cota de fluxo de passagem do dispositivo regulador de pres- e à chaminé,
são deverá corresponder no mínimo ao consumo máximo de
todos os aparelhos montados pelo fabricante da instalação. – consistir numa única peça (não extensível),

Para veículos recomendamos as unidades de regulação da – estar assente sem redução do diâmetro e com inclinação
pressão do gás Truma SecuMotion / MonoControl CS, e para ascendente ao longo de todo o comprimento,
a unidade de gás de duas botijas recomendamos as unida-
des de regulação da pressão do gás Truma DuoComfort / – estar montado em conjunto com o tubo de revestimento de
DuoControl CS. forma rígida mediante várias braçadeiras.

A temperaturas iguais ou inferiores a aprox. 0 ºC, o regulador Nunca devem ser colocados nenhuns objectos sobre o tubo
de pressão do gás ou a válvula de comutação devem ser ope- de escape, pois isso poderia provocar danificações.
rados com o sistema de aquecimento do regulador EisEx.
Aquecimentos com tubo de escape mal montado
Só podem ser utilizadas mangueiras de conexão do regulador ou danificado ou com o permutador de calor dani-
apropriadas para o país determinado, que cumpram os regu- ficado nunca mais devem ser operados!
lamentos do dito país. As mesmas devem ser controladas re-
gularmente quanto à integridade. Para operação no inverno só A saída de ar quente do aquecimento não pode ser
podem ser utilizadas mangueiras especiais apropriadas para o obstruída em nenhum caso. Por isso, não pendurar rou-
inverno. pa ou objectos similares a enxugar diante ou em cima do
aquecimento. Esses usos, alheios ao seu fim, poderiam ava-
Os reguladores de pressão e tubagens flexíveis têm de ser riar gravemente o seu aquecimento pelo sobretemperatura
substituídos por reguladores de pressão e tubagens flexíveis resultante. Não situar nenhum objecto inflamável perto do
novos no prazo máximo de 10 anos (no caso de aplicação aquecimento! Por favor, prestem atenção a estas medidas, em
industrial 8 anos) a contar da data de fabrico. A responsabili- benefício da sua própria segurança.
dade cabe ao operador.
Em razão do tipo de construção, o revestimento
do aquecedor fica quente durante a operação.
Instruções de utilização importantes A responsabilidade obrigatória perante terceiros
(especialmente com crianças pequenas), é por
O aquecimento Trumatic S 5002 nunca deve ser monta- conta do utente.
do em moto-caravanas! A montagem do aquecimento
Trumatic S 3002 (P) em moto-caravanas é admissível. Para o aquecimento durante a condução, é obrigatório para
auto-caravanas um dispositivo de corte de segurança, confor-
A aspiração do ar da combustão por baixo do chão do veículo, me a directiva 2004/78/CE.
deve ser mantida sem pó e lama de neve. O tubo da aspiração
de ar do aquecimento não deve portanto, ser colocado na zo- As unidades de regulação da pressão do gás Truma
na onde possa ser salpicado pelas rodas; eventualmente pon- SecuMotion / MonoControl CS cumprem esse requisito.
ha um protector de salpicos.
Se não estiver instalado nenhum equipamento de corte
Para o campismo no Inverno ou campismo permanente reco- de segurança (p. ex. a unidade de regulação da pressão
mendamos o conjunto de extensão para chaminés SKV que do gás Truma SecuMotion / MonoControl CS), a botija de gás
pode ser enroscado na chaminé (N° de artigo 30690-00). Esta deve estar fechada durante a viagem e devem ser colocadas
extensão deve ser removida durante a condução, para que as respectivas placas de aviso, no armário para a botija e
não se perca (perigo de acidentes). perto da unidade de comando.

No Inverno, antes de pôr o aquecimento a funcionar, tem de Para o aquecimento durante a condução em caravanas,
ser retirada a neve que eventualmente exista na chaminé. remendamos também, por questões de segurança, o
dispositivo de corte.
No caso de que se monte um sobretecto na caravana o tubo
de escape da conduta deve passar obrigatoriamente por cima
dele. Utilizem para estes casos uma extensão no tubo da con-
duta UEK (N° de artigo 30630-04)!

Caso o aquecimento se apague repetidamente em locais


com condições extremas de vento ou durante a utilização no
inverno, recomendamos a utilização da extensão para chami-
nés AKV (N° de artigo 30010-20800). Esta extensão deve ser
removida durante a condução, para que não se perca (perigo
de acidentes).

O permutador de calor, o tubo de escape e todas as liga-


ções devem ser verificados regularmente por um profis-
sional especializado, e sempre e obrigatoriamente após
crepitações (falhas de ignição).

3
Instruções de uso g = Sensor do termostato
h = Placa de tipo (Retirar o revestimento!)

No caso da montagem ao lado esquerdo, as peças devem


Antes do arranque é imprescindível observar as “Instru- estar colocadas no lado oposto.
ções de utilização importantes”! O gestor é responsável de
que o serviço e manipulação do aparelho se efectue devida-
mente. Aquecimento Trumatic S 5002 e revestimento
O montador e o dono do veículo respectivamente, devem de fogo de lareira
colocar o adesivo amarelo junto ao aparelho, com as precau-
ções, num lugar visível para todos os usuários (por exemplo O fogo de lareira e o aquecimento Trumatic S 5002 podem
na porta da bagageira). Se fôr necessário pedir adesivos ser colocados em funcionamento em conjunto ou de forma
à Truma. independente.
eb
Aquecimento Trumatic S 3002 (P) c
a
eb
a
c

h
d

h f
d g
f
g a = Punho de comando (Termostato)
b = Tampa cega ou Unidade de comando integrada para
a = Punho de comando (Termostato) ventilador Trumavent TEB / TEN
b = Tampa cega ou Unidade de comando integrada c = Tampa cega ou Unidade de comando integrada para o
para ventilador Trumavent TEB / TEN segundo ventilador Trumavent TEB / TEN
c = Ignição de pressão (Modelo Trumatic S 3002 P) ou d = Dispositivo de ignição automático com compartimento
Tampa cega (Modelo Trumatic S 3002) de bateria
d = Dispositivo de ignição automático com compartimento e = Unidade de comando Fogo de lareira
de bateria (modelo Trumatic S 3002) f = Visor para observação da chama
e = Indicador a distância de ignição (acessórios) g = Sensor do termostato
f = Visor para observação da chama h = Placa de tipo (Retirar o revestimento!)
g = Sensor do termostato
h = Placa de tipo (Retirar o revestimento!) No caso da montagem ao lado esquerdo, as peças devem
estar colocadas no lado oposto.
No caso da montagem ao lado esquerdo, as peças devem
estar colocadas no lado oposto.
Colocação em operação com
Aquecimento Trumatic S 5002 dispositivo de ignição de pressão
eb
(apenas Trumatic S 3002 P)
c
a 1. Abrir a válvula da botija de gás e abrir a válvula de fecho
rápido do conduta de gás.

2. Girar o punho de comando (a) na posição do termostato


1 – 10 e pressionar até ao máximo. Ao mesmo tempo, por ra-
pidamente em funcionamento o acendedor automático (ouvir
som de ligar) até que arda a chama.

8 7 6
9
5
10

h
d a
4
3
0

f 2
g 1

a = Punho de comando (Termostato)


b = Tampa cega ou Unidade de comando integrada para
ventilador Trumavent TEB / TEN 3. Manter pressionada a alavanca operativa até dez segundos,
c = Tampa cega ou Unidade de comando integrada para o para que responda a segurança do funcionamento.
segundo ventilador Trumavent TEB / TEN
d = Dispositivo de ignição automático com compartimento 4. Observar através da janelinha por mais 10 segundos se a
de bateria chama não apaga através de ar na tubulação (causada pela
e = Indicador a distância de ignição (acessórios) troca das garrafas de gás).
f = Visor para observação da chama
4
De qualquer forma, nunca efectuar uma nova igni- Ao combinar o aquecimento Trumatic S 5002 com o
ção antes de decorridos 2 minutos, caso contrário, revestimento do fogo de lareira, não será possível a
será criado perigo de crepitação! O mesmo pode aplicarse indicação à distância da ignição.
a um aquecimento já a trbalhar, apaga-se e acendese de novo.

Caso a tubulaçãod e gás estiver com presença de ar, pode du- Termostato do compartimento
rar até dois minutos até que o gás esteja a disposição para a
combustão. Durante este tempo, deve-se manter pressionado Um temperatura ambiente média de aprox. 22 °C é alcançada
o punho de comando e accionar continuamente o dispositivo sem o funcionamento do ventilador com um ajuste do
de ignição de pressão. termostato de 3 – 5, recomendamos para a operação com
ventilador um ajuste do termostato de 4 – 8.
5. Para assegurar uma distribuição de ar quente uniforme e
rápida bem como uma redução das temperaturas superfi- A exacta regulação do termóstato deve ser determinada de
ciais no aquecedor, recomendamos operar o aquecedor com acordo com o tipo do veículo e conforme as necessidades de
sistema de ar quente corrente Trumavent. calor individuais.

O aquecimento Trumatic S 3002 P (com ignição de pres- O regulador do termostato encontrase por baixo do
são) foi construído de modo a que, a montagem poste- aquecimento. Por favor, preste atenção às correntes de
rior de uma ignição automática com indicação à distância da ar frio vindos da ventilação dos frigoríficos, das frinchas das
ignição seja possível sem problemas (Conjunto de adaptação portas, etc., ou um tapete mais espaço podem influenciar des-
ZAS, N° de artigo 30040-65700). favoravelmente no termostato. De todas as formas, devem-se
eliminar todas as fontes que provocam mau funcionamento
porque senão, é impossível garantir o alcance de uma tempe-
Colocação em operaçao com ratura satisfatória.
dispositivo de ignição automático
(Trumatic S 3002 / S 5002) Desligação
Colocar o punho de comando do aquecedor em “0” (o sistema
Antes da primeira colocação em serviço, assegurar-se que automático de ignição é assim desligado simultaneamente).
está colocada uma bateria (descrição de acordo com o ponto
“troca da bateria”)! Se o aparelho permanecer por longos períodos sem utilizar,
fechar a válvula de fecho rápido no tubo de alimentação e a
1. Abrir a válvula da botija de gás e abrir a válvula de fecho garrafa de gás.
rápido do conduta de gás.

2. Girar o punho de comando (a) na posição do termostato Unidade de comando Fogo de lareira
1 – 10 e pressionar até ao máximo. Ao mesmo tempo, por
rapidamente em funcionamento o acendedor automático (apenas Trumatic S 5002)
(ouvir som de ligar) até que arda a chama.

8 7 6
9
5
10

a
4

0
3
0

2
1

b c
a

Manter pressionada a alavanca operativa até dez segundos, a = “Desligado”


para que responda a segurança do funcionamento. (nenhuma simulação de chamas, nenhum efeito sonoro)
b = Simulação de chamas sem efeito sonoro
Em caso de não conseguir ligar, tente novamente, c = Simulação de chamas com efeito sonoro
esperando dois minutos para o fazer! (apenas simulação de chamas na variante sem efeito
sonoro)
Se a chama se apagar, durante o período do fecho de segu-
rança de acender (aprox. 30 segundos) a chama acende-se
novamente e imediatamente. Colocação em serviço
Se não se produzir nenhuma chama, o acendedor automático Posicionar o interruptor da unidade de comando para (b) Si-
continua a trabalhar até que se ponha a alavanca operativa em mulação de chamas sem efeito sonoro ou para (c) Simulação
posição “0“. de chamas com efeito sonoro.

Caso a tubulação de gás esteja cheia de ar, pode demorar até


dois minutos até que o gás esteja pronto para a combustão. Manutenção
Durante este período, deve-se manter pressionado o punho
de comando, até que a chama esteja acesa. Em caso de avarias, na Alemanha dever-se-á contactar sempre o
centro de assistência Truma; noutros países estão ao seu dispor
3. Para assegurar uma distribuição de ar quente uniforme e os respectivos parceiros de assistência (veja a brochura de assis-
rápida bem como uma redução das temperaturas superfi- tência ou consulte www.truma.com).
ciais no aquecedor, recomendamos operar o aquecedor com
sistema de ar quente corrente Trumavent. Atenção: Apesar da fabricação cuidadosa, o aqueci-
mento pode ter cantos afiados, por isso sempre utili-
Os aquecedores Trumatic S 3002 e S 5002 (com dis- zar luvas protectoras durante os serviços de limpeza
positivo de ignição automático) podem ser equipados e de manutenção!
posteriormente sem problemas com um indicador de ignição
a distância (e – N° de artigo 30040-65400). Devido ao perigo da carga estática, o sistema electrónico
pode ser danificado. Reparações só podem ser efectua-
das por profissionais especializados!
5
Retirar o revestimento do aquecedor Usar só baterias Mignon (LR 6, AA, AM 3, N° de artigo 30030-
99200) resistentes a temperaturas (+70 ºC) e não derramam,
Puxar a parte superior do revestimento para frente, comprimir outras baterias podem ocasionar mal funcionamento.
para cima as molas laterais e bascular o revestimento para
frente. (No caso de espaços estreitos, então puxar a parte Antes de entregar o módulo de ignição automática, reti-
superior do revestimento para cima, então levantar até que o rar impreterivelmente a bateria e eliminá-la devidamente!
revestimento esteja livre e retirar.)

Limpeza (Apenas com o aparelho desligado!)


Recomenda-se remover, pelo menos uma vez por ano antes
da época de funcionamento do aquecedor, a poeira que even-
tualmente venha a acumular-se no permutador de calor, na
placa de base e na roda do ventilador do sistema de ar quente
Trumavent. Limpar a roda do ventilador cuidadosamente com
um pincel ou escova pequena.

Limpeza do vidro (Trumatic S 5002,


revestimento de fogo de lareira)
De seguida, encostar o revestimento lateralmente, para que Limpar o vidro com água morna com um detergente neutro
eventuais cabos de ligação (p.ex., para a ignição piezoeléctri- adicionado. Neste processo, utilize uma esponja macia, um
ca, para o ventilador de ar quente, bem como para a lâmpada pano de lã ou um pano em pele para vidros. Para remover
de controlo de ignição ou o fogo de lareira) não tenham que manchas, nunca utilize objectos pontiagudos ou solventes.
ser desligados.

Para a montagem, colocar o revestimento nas alças de supor- Notas especiais


te inferiores (l). Introduzir a barra de comando por baixo na
bucha do punho e deixar o revestimento engatar em cima. 1. Ao operar o aquecimento com uma chaminé de te-
jadilho – especialmente em viagem – deve utilizar-se
obrigatoriamente o topo da chaminé T3 (N° de artigo
30700-03), que deve ficar sem obstruções, dentro do fluxo de
ar. Caso necessário, deve montar-se a extensão de chaminé
AKV (N° de artigo 30010-20800). A extensão deve ser fixada
com um parafuso.

Apenas Trumatic S 3002 (P)


Encaixar o punho de comando por cima de tal maneira que a O fabricante da autocaravana ou o montador do aquecimento
flecha aponte para a posição “0”. deve determinar a combinação entre chaminé e as eventuais
extensões em função das diversas versões fornecidas dos
veículos, efectuando várias viagens de teste, e, caso neces-
Mudança da bateria no acendedor automático sário, contactando a Truma. Dependente do tipo de veículo e
da versão do tejadilho, pode tornar-se necessário o conjunto
Caso não se possa ouvir as faíscas de ignição ou se ouçam as de chaminé T1 (N° de artigo 30700-01) ou T2 (N° de artigo
mesmas apenas em intervalos de mais de um segundo, (ou 30700-02).
a lâmpada de controle “e” – acessório – não piscar), a bateria
deverá ser substituída. As construções feitas por cima do tecto bem como, o amon-
toamento de bagagem à volta da conduta de escape estraga
Trocar a pilha apenas com o aquecimento desligado. Antes o funcionamento do aquecimento; especialmente, durante a
do início de cada estação fria, devese colocar uma pilha nova! viagem. A chama pode por si mesmo, arder para trás e
Eliminar devidamente a antiga bateria! provocar com isso danos na aquecimento e no veículo.
Nestes casos, devem ser utilizadas mais prolongações de con-
Retirar o revstimento do aquecedor, deslocar a tampa do dutas; de tal forma, que o suplemento da conduta esteja mais
compartimento da bateria para cima e trocar a bateria. Ob- ou menos 10 cm acima dos objectos. Se você não tem aten-
servar a posição do negativo / positivo. Fechar novamente o ção a estas especificações não poderá reclamar nenhuma ga-
compartimento da bateria. rantia pelos danos provocados ao aquecimento e ao veículo.

2. Se o veículo for submetido a uma protecção da parte in-


ferior do veículo, os bocais de aspiração de ar de combustão
que se encontram debaixo do veículo devem ser cobertos, pa-
ra que a névoa resultante da aplicação não venham a causar
Zü falhas no funcionamento do sistema do aquecedor. Após o
nd
au
tom térmico da aplcação, retirar a cobertura protectora novamente.
at
3. Em casos especiais pode produzir-se a entrada de pó ou
similares. Para este caso recomendamos a instalação de um
suplemento de junta (Trumatic S 3002 (P): N° de artigo 30030-
89800, Trumatic S 5002: N° de artigo 30050-32700).

6
Eliminação Declaração de garantia do fabricante
Truma
O aquecedor a gás liquefeito deverá ser eliminado em con-
formidade com as normas administrativas do respectivo país 1. Caso de garantia
em que é utilizado. As normas e leis nacionais deverão ser
respeitadas (na Alemanha estas são, p. ex., o decreto relativo O fabricante outorga a garantia por falhas do aparelho atribui-
a veículos em fim de vida). veis a falhas de material ou de acabamento. Além disso, estão
as conseguintes reivindicações legais.
Nos outros países, devem ser observados os regulamentos
equivalentes. O direito de garantia não abrange
– peças de desgaste e casos de desgaste natural,
Dados técnicos – na sequência da utilização de peças nos aparelhos que não
Determinado segundo EN 624 e condições de controlo da sejam peças originais Truma,
Truma – no caso de reguladores de pressão, na sequência de danos
provocados por substâncias estranhas (por ex . óleos, plasti-
ficante) no gás,
Trumatic S 3002 (P), S 5002 – devido à não observação das instruções de montagem e de
utilização da Truma,
Tipo de gás – devido ao manuseamento indevido,
gás liquefeito (propano / butano) – devido à embalagem inapropriada para transporte.
Pressão operacional
30 mbar (ver placa de tipo) 2. Conteúdo da garantia
Rendimento térmico nominal
S 3002 (P): 3400 W A garantia é válida por falhas descritas no ponto 1 que se
S 5002: 5500 W produzam no prazo de 24 meses a contar desde a assinatu-
Consumo de gás ra do contrato de compra entre o vendedor e o utilizador. O
S 3002 (P): 30 – 280 g/h fabricante eliminará tais falhas mediante prestação posterior,
S 5002: 60 – 480 g/h ou seja, de acordo com o seu critério, através de reparação
Tensão operacional ou substituição. Caso o fabricante presta a garantia, o prazo
1,5 V de garantia relativamente às peças reparadas ou substituídas
Consumo de corrente nunca iniciar-se-á de novo, mas sim o prazo anterior manter-
50 mA (ignição) se-á. Ficam excluídos reclamações adicionais e secundárias,
0,01 mA (monitoramento) especialmente reclamações de indemnizações para danos so-
Peso fridos do comprador ou de terceiros, ficando a salvo as pres-
S 3002 (P): 9,8 kg (sem ventilador) crições da lei por responsabilidade de produtos.
S 5002: 17,5 kg (sem ventilador)
S 5002 com revestimento de fogo de lareira: cerca de 19,5 kg Os gastos do uso da oficina do serviço ao cliente de Truma
(sem ventilador) para eliminar uma das falhas em garantia – especialmente
gastos de transporte, caminho, trabalho e materiais – correm
Revestimento Fogo de lareira por conta do fabricante sempre que o serviço ao cliente se
encontre dentro da Alemanha. Os trabalhos de assistência
Tensão de operação técnica noutros países não estão cobertos pela garantia.
12 V (DC / AC)
Consumo de corrente com efeito sonoro Os gastos acessórios por causa de condições de montagem e
0,65 A (DC) / 0,91 A (AC) desmontagem mais complicadas (por exemplo, desmontagem
sem efeito sonoro de móveis ou peças de carroçaria) não podem ser reconheci-
0,63 A (DC) / 0,90 A (AC) dos como incluídos na garantia.
Fusível
1,25 AT – de acção lenta – 3. Alegações em caso de garantia
Peso do revestimento
cerca de 5,2 kg A morada do fabricante é:
Truma Gerätetechnik GmbH & Co. KG
Declaração de conformita Wernher-von-Braun-Straße 12
A Trumatic S foi ensaiada pelo DVGW e cumpre com a direc- 85640 Putzbrunn, Alemanha
tiva de equipamentos a gás (90/396/CEE), bem como com
as directivas CE harmonizadas. Para os países da CE existe o Em caso de anomalias, entre em contacto com o Centro de
número de identificação Assistência Truma ou com um dos nossos parceiros de assis-
S 3002 (P): CE-0085AP0325 tência autorizados (consulte o folheto de assistência Truma
S 5002: CE-0085AP0326 ou viste www.truma.com). Descreva as suas reclamações de
forma detalhada, e indique o número de série do dispositivo e
O aquecimento cumpre a directiva 2001/56/CE relativa a aque- a data de compra do mesmo.
cedores, com os complementos 2004/78/CE e 2006/119/CE,
possuindo a homologação de tipo número Para que o fabricante possa determinar se a situação é abran-
S 3002 (P): e1 00 0140 gida pela garantia, o consumidor final tem, por sua própria
S 5002: e1 00 0141 conta e risco, de levar ou enviar o dispositivo ao fabricante /
parceiro de assistência. Caso existam danos no permutador
O aquecedor cumpre a directiva respeitante à supressão das de calor também deverá ser enviado o regulador de pressão
interferências radioeléctricas produzidas pelos motores de utilizado.
veículos a motor 72/245/CEE e as suas directivas complemen-
tares 2004/104/CE e 2005/83/CE e 2006/28/CE, apresentando Nos aparelhos de climatização:
a homologação de tipo número: e1 03 2603 Para evitar danos de transporte, o dispositivo só pode ser
enviado após consulta do Centro de Assistência Truma Alema-
O aquecimento cumpre com a directiva de compatibilidade nha ou do respectivo parceiro de assistência autorizado. Caso
electromagnética 2004/108/CE e a directiva de baixa tensão contrário, a responsabilidade de eventuais danos de transpor-
2006/95/CE. te é da pessoa que enviou o dispositivo.

O aquecimento cumpre a directiva relativamente aos veículos Em caso de envio para a fábrica, enviar como carga. Em caso
em fim de vida 2000/53/CE. de garantia, a fábrica responsabilizar-se-á pelos custos de
transporte ou pelos custos de envio e reenvio. Se a falha não
estiver coberta pela garantia, o fabricante avisará o cliente
e mencionarlhe-á os gastos de reparação não cobertos pelo
fabricante; neste caso, os gastos de envio também são por
Reservam-se os direitos de alterações técnicas! conta do cliente.
7
Em caso de avarias, na Alemanha dever-se-á contactar
sempre o centro de assistência Truma; noutros países

G · 30050-94400 · 11 · 01/2012 · Fo. · ©


estão ao seu dispor os respectivos parceiros de
assistência (veja a brochura de assistência ou consulte
www.truma.com).

Para o processamento rápido, tenha à mão a informa-


ção sobre o tipo de aparelho e o número de fabrico
(veja a placa de tipo).

J.C.L. Andrade, Lda.


Apartado 718, Lugar do Padrao,
E.N. 327 – S. Miguel do Souto
Sta. Maria da Feira Tel. Tel. +351 (0)256 80 10 34
P-4524-906 Souto V.F.R. Fax +351 (0)256 80 14 88

Marcampo –
Artigos de Campismo, Lda.
Av. Almirante Gago Coutinho, 56D Tel. +351 (0)21 848 67 76
P-1700-031 Lisboa Fax +351 (0)21 847 06 99

Truma Gerätetechnik GmbH & Co. KG Service


Wernher-von-Braun-Straße 12
85640 Putzbrunn Telefon +49 (0)89 4617-2142 service@truma.com
Deutschland Telefax +49 (0)89 4617-2159 www.truma.com

Você também pode gostar