Você está na página 1de 19

A Pesquisa Científica

Profª. Karina Guedes


O QUE É PESQUISA?

Para Demo (2000), “Pesquisa é entendida tanto como


procedimento de fabricação do conhecimento, quanto como
procedimento de aprendizagem (princípio científico e
educativo), sendo parte integrante de todo processo
reconstrutivo de conhecimento.”

Segundo Marconi e Lakatos (2007), a pesquisa pode ser


considerada “um procedimento formal com método de
pensamento reflexivo que requer um tratamento científico e
se constitui no caminho para se conhecer a realidade ou para
descobrir verdades parciais.”
As pesquisas contribuem para a formação de
uma consciência crítica ou um espírito
científico do pesquisador?
O estudante, apoiando-se em observações, análise e deduções
interpretadas, através de uma reflexão crítica, vai, paulatinamente,
formando o seu espírito científico, o qual não é inato.

Sua edificação e seu aprimoramento são conquistas que o


universitário vai obtendo ao longo de seus estudos, da realização
de pesquisas e da elaboração de trabalhos acadêmicos. Todo
trabalho de pesquisa requer: imaginação criadora, iniciativa,
persistência, originalidade e dedicação do pesquisador.
Pesquisar também é planejar.
É antever toda a série de passos que devem ser dados para
chegarmos a uma resposta segura sobre a questão que deu
origem à pesquisa.

Esses passos ou etapas devem ser percorridos dentro do


contexto de uma avaliação precisa das condições de
realização do trabalho:

a) tempo disponível para sua realização;


b) espaço onde será realizado;
c) recursos materiais necessários;
d) recursos humanos disponíveis.
CARACTERÍSTICAS DA PESQUISA CIENTÍFICA

A pesquisa científica é uma atividade humana, cujo objetivo é


conhecer e explicar os fenômenos, fornecendo respostas às
questões significativas para a compreensão da natureza.

Para essa tarefa, o pesquisador utiliza o conhecimento


anterior acumulado e manipula cuidadosamente os
diferentes métodos e técnicas para obter resultado
pertinente às suas indagações.
Método e Técnica

Marconi e Lakatos (2003, p. 85) o definem:

[...] o método é um conjunto das atividades


sistemáticas e racionais que, com maior segurança
e economia, permite alcançar o objetivo –
conhecimentos válidos e verdadeiros
A Técnica da Pesquisa trata dos procedimentos práticos
que devem ser adotados para realizar um trabalho
científico, qualquer que seja o método aplicado.

A técnica serve para registrar e quantificar os dados


observados, ordená-los e classificá-los.

A técnica, especifica como fazer.


O método é um conjunto de etapas ordenadamente
dispostas, destinadas a realizar e antecipar uma
atividade na busca de uma realidade; enquanto a
técnica está ligada ao modo de se realizar a atividade
de forma mais hábil, mais perfeita.

O método se refere ao atendimento de um objetivo,


enquanto a técnica operacionaliza o método.
A pesquisa, como atividade científica completa, é mais do que
isso, pois percorre, desde a formulação do problema até a
apresentação dos resultados, a seguinte sequência de fases:

a) Preparação da pesquisa: seleção, definição e delimitação


do tópico ou problema a ser investigado; planejamento de
aspectos logísticos para a realização da pesquisa;
formulação de hipóteses e construção de variáveis;

b) Trabalho de campo (coleta de dados);


c) Processamento dos dados
(sistematização e classificação dos dados);

d) Análise e interpretação dos dados;

e) Elaboração do relatório da pesquisa


CLASSIFICAÇÃO DAS PESQUISAS

De acordo com Demo (2000), as pesquisas variam


conforme seus gêneros.
Assim, a pesquisa pode ser:

a) Teórica, dedicada a estudar teorias;


b) Metodológica, que se ocupa dos modos de se fazer
ciência;
c) Empírica, dedicada a codificar a face mensurável da
realidade social;
d) Prática ou Pesquisa-ação, voltada para intervir na
realidade social.
e) Para Andrade (1997), as pesquisas podem ser:

f) Observações ou descrições originais de fenômenos naturais,


espécies novas, estruturas e funções, mutações e variações,
dados ecológicos etc.;

g) Trabalhos experimentais, que submetem o fenômeno estudado


às condições controladas da experiência, abrangendo os mais
variados campos;

h) Trabalhos teóricos, de análise ou síntese de conhecimentos,


levando à produção de conceitos novos, por via indutiva ou
dedutiva, apresentação de hipóteses, teorias etc.

Nenhum tipo de pesquisa é autossuficiente. Na prática, mesclamos


todos, acentuando um ou outro tipo.
TIPOS DE PESQUISA:

Os tipos de pesquisa mais comuns na área médica são:

• Pesquisa de campo (quantitativa ou qualitativa),


levantamento de casos, pesquisa experimental.
• Estudo de caso (os chamados relatos de caso)

• Pesquisa bibliográfica (as revisões de literatura)

• Estudos (ou ensaios) clínicos

OBS: Todas as pesquisas envolvendo seres humanos e/ou


animais devem ser aprovadas por um Comitê de Ética em
Pesquisa (CEP) da instituição ANTES que a mesma seja realizada.
RESOLUÇÃO Nº466/2012

Esta Resolução incorpora, sob a ótica do indivíduo e das


coletividades, os referenciais da bioética, autonomia, não
maleficência, beneficência, justiça e equidade, dentre outros,
e visa a assegurar os direitos e deveres que dizem respeito
aos participantes da pesquisa, à comunidade científica e ao
Estado.
Elementos fundamentais do TCLE:

1 - Título da pesquisa.
2 – Identificação da Instituição na qual a pesquisa se realiza.
3 - De informar os objetivos da pesquisa
4 - Deve conter a metodologia da pesquisa de forma clara e concisa, sobretudo
ressaltando a forma de participação do sujeito.
5 - Deve informar que a participação é voluntária.
6 - Deve informar que o sujeito pode se retirar da pesquisa a qualquer momento e sem
qualquer tipo de prejuízo a sua pessoa.
7 - Deve conter claramente os riscos e benefícios (ressalte-se que não há pesquisas
envolvendo seres humanos com risco zero).
8 - Identificação do pesquisador (com endereço institucional, telefone convencional)
9 - Deve ter campo para consentimento pós informação com campo para assinatura ou
impressão dactiloscópica, no qual o sujeito declara estar ciente e de acordo com a
pesquisa.
10 - Deve mencionar que o TCLE é emitido em duas vias assinadas pelo sujeito e pelo
pesquisador.
11 - Deve conter endereço do CEP/UNIPÊ com telefone.

Você também pode gostar