Você está na página 1de 8

Apresentação

Splash
Erosão laminar / em lençol
Movimentos de Massa

Processos Erosivos e Movimentos de


massa aplicados a
Geomorfologia / Pedologia

Prof.MsC. Luiz Carlos da Cruz

SPLASH

 É também denominado erosão por salpicamento;


 Fenômeno do choque das gotas de chuva com o
solo;
 Ao chocarem provocam deslocamento de
partículas;
 Quando ocorre forte tempestade há formação de
crostas superficiais;

SPLASH

 Essas crostas dificultam a infiltração levando ao


escoamento superficial;
 A formação das crostas dependem da intensidade
da chuva, de sua duração, da granulometria dos
agregados e da existência ou não de vegetação.

1
SPLASH

EROSÃO LAMINAR

 Também é chamada de erosão em lençol;


 Ocorre em solo saturado e em depressões;
 Ausência de cobertura vegetal e/ou blocos
rochosos;
 Junto com o splash sua intensidade é muito
maior;
 O desgaste é lento e ocorre em camadas
milimétricas;
 Ao longo do tempo, nota-se pedras antes
enterradas e raízes de árvores;

EROSÃO LAMINAR

2
Ravinas em encostas

Serra do Rola Moça


Raquel Boscarino, 2008

EROSÃO LAMINAR
• Ravina: Sulcos produzidos nos terrenos devido ao
trabalho erosivo das águas de escoamento.
• Voçorocas: Escavação ou rasgão do solo ou de rocha
decomposta, ocasionado pela erosão em lençol do
escoamento superficial ou subsuperficial.

Vossorocas (ou boçorocas)


 Vossorocas em forma de V ocorrem em solos rasos e de erodibilidade
uniforme. Cobertura vegetal é em geral suficiente para controlar este
tipo de vossoroca porque a energia da gota d’água é o principal agente
erosivo.

 Vossorocas em forma de U são formadas quando as camadas mais


profundas são mais erodíveis que as mais superficiais, como no caso
de B textural sobre C arenoso. Podem atingir divisores de água de
uma bacia, mostrando que uma pequena quantidade de movimento de
água superficial é suficiente para manter a vossoroca ativa.

3
DESLIZAMENTO

 É o deslocamento de massa de solo quando o


mesmo está saturado de água;

 Fatores determinantes:
- quantidade e freqüência das precipitações;
- cobertura vegetal local;
- declividade e tamanho das encostas;
- ação antrópica.

DESLIZAMENTO

Movimento de Massa Movimento de Massa


 Processo pelo qual o material move vertente abaixo sob a ação
da força da gravidade

Movimento de Massa é Classificado com Base na:

• Natureza do material
Fatores Influentes no Movimento
• Velocidade do movimento de Massa
• Natureza do movimento
• Natureza dos materiais da encosta
• Declividade da encosta
• Conteúdo de água
• Estabilidade da encosta

4
5
Tipos de Movimento de Massa
 Em geral, quedas de blocos ocorrem em encostas
verticais, em maciço fraturado, ou seja, locais
como: pedreiras de diabásio, basalto, granito e
regiões serranas. A foto ao (Proin/Capes &
Unesp/IGCE, 1999).

Deslizamento de Rocha
 Movimento ocasionado pelo
desprendimento de fragmentos ou placas
de rochas, ao longo da superfície de
estruturas geológicas

6
Tombamento de Blocos
 Consiste no movimento de rotação
de blocos rochosos, condicionado
por estruturas geológicas sub-
verticais no maciço rochoso.

Rolamento de Blocos
 Consiste no movimento de blocos
rochosos ao longo de encostas, que
ocorre geralmente pela perda de
apoio (descalçamento).

Rastejo
 O movimento de solo e outros
detritos morro à baixo, tipicamente
em taxas de cerca de 1 a 10
mm/ano

7
Fluxo de Terra
 Um movimento fluído de materiais de grãos relativamente
finos , tais como solos, folhelhos alterados e argilas.

Fluxo de detritos
 Um movimento de massa fluído de fragmentos rochosos
suportados por uma matriz de lama. Pode mover em
velocidades de até100 km/h!

Corrida de lama
 Uma massa fluída de material (na maioria das vezes mais fino
do que areia, com alguns fragmentos de rocha) contendo uma
grande quantidade de água. Pode deslocar por grandes
distâncias e com altas velocidades, e carregar partículas tão
grandes como uma casa

Você também pode gostar