Você está na página 1de 10

www.qconcursos.

com

61 Q985709 Português > Crase


Ano: 2015 Banca: COPEVE-UFAL Órgão: Prefeitura de Craíbas - AL Prova: COPEVE-UFAL - 2015 - Prefeitura de Craíbas - AL -

Assistente Social

Chega-se mais Facilmente a Marte...

[...]

Neste meio século não parece que os governos tenham feito pelos direitos humanos tudo aquilo a que moralmente
estavam obrigados. As injustiças multiplicam-se, as desigualdades agravam-se, a ignorância cresce, a miséria alastra. A
mesma esquizofrênica humanidade capaz de enviar instrumentos ____ um planeta para estudar ____composição das suas
rochas, assiste indiferente ____morte de milhões de pessoas pela fome. Chega-se mais facilmente a Marte do que ao nosso
próprio semelhante. [...]

Trecho do discurso de José Saramago ao receber o Prêmio Nobel de Literatura, 11 de dezembro de 1998. Disponível em:
<http://www.jornaldepoesia.jor.br/1saramago6.html> . Acesso em: 22 set. 2015.

Considerando o emprego do acento grave, assinale a alternativa que preenche corretamente os espaços.

A a, a, à.
B a, à, a.

C a, à, à.
D à, a, a.
E à, à, à.

62 Q985397 Português > Crase


Ano: 2018 Banca: Quadrix Órgão: CREF - 8ª Região (AM/AC/RO/RR) Provas: Quadrix - 2018 - CREF - 8ª Região (AM/AC/RO/RR) -

Assistente Administrativo ...

Internet:www.planalto.gov.br3 .

Com relação aos aspectos linguísticos do texto e às ideias nele expressas, julgue o item subsequente.

O uso do sinal indicativo de crase em “à proposta pedagógica da escola” (linhas 6 e 7) é equivocado, já que uma escola pode
ter mais de uma proposta pedagógica, o que obrigaria a redação do trecho à construção da ideia de inde nição, sem artigo
feminino precedendo “proposta pedagógica”.

Certo
Errado

63 Q985348 Português > Crase


Ano: 2019 Banca: COPEVE-UFAL Órgão: Prefeitura de Porto Calvo - AL Prova: COPEVE-UFAL - 2019 - Prefeitura de Porto Calvo - AL -

Assistente Administrativo

Qual a alternativa que preenche corretamente as lacunas de: “____ primeiras horas da manhã, os ciganos chegavam.
Deixavam ____ bagagens próximas ____ estrebarias e iam ____ casa grande da fazenda” (Rachel de Queiroz)?

A Às / às / às / à

B Às / às / às / a
C Às / as / às / à

D As / às / as / à
E As / as / às / à

64 Q985310 Português > Crase


Ano: 2019 Banca: COPEVE-UFAL Órgão: Prefeitura de Porto Calvo - AL Prova: COPEVE-UFAL - 2019 - Prefeitura de Porto Calvo - AL -

Analista de Controle Interno

Dadas as orações,

I. Perguntei àquele garoto se gostaria de estudar em outro turno.

II. Normalmente, não gosto de ir à reuniões.

III. Passarei aqui à uma hora qualquer para te levar ao shopping.

IV. Minha encomenda chegou à uma hora da tarde do dia cinco de maio de 2004.

veri ca-se que estão corretas quanto ao emprego do acento grave apenas

A I e III.
B I e IV.

C II e III.
D II e IV.

E I, II e III.

65 Q985227 Português > Crase


Ano: 2019 Banca: IBADE Órgão: IABAS Prova: IBADE - 2019 - IABAS - Enfermeiro

                    Infestação de escorpiões no Brasil pode ser imparável

A infestação de escorpião no Brasil é o exemplo perfeito de como a vida moderna se tornou imprevisível. É uma
característica do que, no complexo campo de problemas, chamamos de um mundo “VUCA” (Volatility, uncertainty,
complexity and ambiguity em inglês) - um mundo volátil, incerto, complexo e ambíguo.

Escorpiões, como as baratas que eles comem, são um a espécie incrivelmente adaptável. O número de pessoas picadas em
todo o Brasil aumentou de 12 mil em 2000 para 140 mil no ano passado, de acordo com o Ministério da Saúde. A espécie
que aterroriza os brasileiros é o perigoso escorpião amarelo, ou Tityus serrulatus. Ele se reproduz por meio do milagre da
partenogênese, s igni cando que um escorpião feminino simplesmente gera cópias de si mesma duas vezes por ano -
nenhuma participação masculina é necessária.

A infestação do escorpião urbano no Brasil é um clássico "problema perverso". Este termo, usado pela primeira vez em
1973, refere-se a enormes problemas sociais ou culturais como pobreza e guerra - sem solução simples ou de nitiva, e que
surgem na interseção de outros problemas. Nesse caso, a infestação do escorpião urbano no Brasil é o resultado de uma
gestão inadequada do lixo, saneamento inapropriado, urbanização rápida e mudanças climáticas.

No VUCA, quanto mais recursos você der para os problemas, melhor. Isso pode signi car tudo, desde campanhas de
conscientização pública que educam brasileiros sobre escorpiões até forças-tarefa exterminadoras que trabalham para
controlar sua população em áreas urbanas. Os cientistas devem estar envolvidos. O sistema nacional de saúde pública do
Brasil precisará se adaptar a essa nova ameaça.

Apesar da obstinada cobertura da imprensa, as autoridades federais de saúde mal falaram publicamente sobre o problema
do escorpião urbano no Brasil. E, além de alguns esforços mornos em nível nacional e estadual para treinar pro ssionais de
saúde sobre o risco de escorpião, as autoridades parecem não ter nenhum plano para combater a infestação no nível
epidêmico para o qual ela está se dirigindo.
Temo que os escorpiões amarelos venenosos tenham reivindicado seu lugar ao lado de crimes violentos, trá co brutal e
outros problemas crônicos com os quais os urbanitas no Brasil precisam lidar diariamente.

* Hamilton Coimbra Carvalho é pesquisador em Problemas Sociais Complexos, na Universidade de São Paulo (USP).

Text o adaptado de Revista Galileu (https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Meio Ambiente /noticia/2019/02/infestacao-de-


escorpioes-no-brasil-pode-ser-imparavel-diz-pesquisador.html)

Observe o emprego do acento grave indicador de crase nas seguintes frases:

I. A Secretaria de Saúde ofereceu um curso gratuito ______ que moram nas áreas mais afetadas pelo aumento do número de
escorpiões.

II. A infestação chegou____cidade onde nasci.

III. No documento também se fazia referência____ crianças picadas por cobras.

A opção que completa corretamente as lacunas é:

A àqueles-à-a.

B aqueles-a-à

C aqueles-a-à.
D àqueles-à-à.

E aqueles-à-a.

66 Q985102 Português > Crase


Ano: 2019 Banca: IBADE Órgão: IABAS Prova: IBADE - 2019 - IABAS - Técnico de Enfermagem

Pedro Nava expõe lado humano da medicina

MOACYR SCLIAR

Estudante de medicina, assisti em Porto Alegre a uma conferência de um então famoso reumatologista, o doutor Pedro
Nava (1903-1984).

Àquela altura eu já escrevia, e julgava-me razoavelmente familiarizado com a literatura brasileira. Mas eu não conhecia
Nava como escritor. Explicável: era o típico poeta bissexto. Publicava raramente, ainda que tivesse estreado em 1924 com
os modernistas mineiros e ainda que Pablo Neruda tivesse considerado o seu "Defunto" ("Meus amigos, tenham pena/
senão do morto, ao menos dos sapatos do morto/ dos seus incríveis, patéticos/ sapatos pretos de verniz") o maior poema
da língua portuguesa. 

Agora, o sobrinho de Pedro Nava, o também médico Paulo Penido, reúne, em "O An teatro", textos sobre medicina, na
maioria extraídos da obra memorialística de Nava, que aliás fazia uma diferença entre memorialista ("conta o que quer") e
historiador ("deve contar o que sabe "). Mas, sendo memorialista, Nava é também historiador, não só porque alude a
episódios como a Revolução de 1932, como também porque suas memórias evocam a trajetória da medicina ao longo de
boa parte do século 20, graças a uma abrangente experiência, iniciada no interior de Minas: "Clínico de roça, fui médico,
operador e parteiro (...). Entrei em todas as casas, desde a choça do sertão e do barraco dos morros aos solares dos ricos e
aos palácios presidenciais. Vi todas as agonias da carne e da alma. Todas as misérias do pobre corpo humano". Descreve
depois as aventuras do dr. Egon (que, como o nome sugere, funciona como alter ego), o atendimento realizado em
condições precárias: para fazer um parto, o médico precisa primeiro remover folhas de urucum colocadas na vagina da
parturiente; para atender um enfermo, retira o cataplasma de bosta de vaca nele colocado. E os desa os são grandes, nesta
área de doenças endêmicas, em que a malária é frequente.

Mais tarde, Pedro Nava se muda para o Rio, torna-se chefe da Policlínica Central (o "An teatro" do título é o lugar onde ele
organizava as reuniões clínicas). Médicos-escritores não são guras raras na história da medicina: foi o caso de Rabelais, de
Anton Tchekov, de Conan Doyle, de Miguel Torga, de Jorge de Lima, de Guimarães Rosa. Também não são raras obras
literárias sobre médicos e pacientes, como "A Montanha Mágica", de Thomas Mann, ou "O Alienista", de Machado de Assis .
Pedro Nava inscreve-se assim numa tradição ilustre - e necessária, numa época em que os aspectos tecnológicos da
medicina se acentuam cada vez mais, em detrimento do lado humanístico. Muitas faculdades de medicina estão, por isso,
estimulando seus alunos a ampliar sua cultura literária, dentro do que se cham a "humanidades médicas". "O médico", diz
Nava, "precisa duma grande curiosidade de si mesmo e de suas reações diante das doenças e dos doentes". Para esta
curiosidade, para esse interesse, "O An teatro" é uma bela resposta.

https://www1 .folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq2109200218.htm

Observe o emprego do acento grave indicador de crase no trecho a seguir:

“Àquela altura eu já escrevia, e julgava-me razoavelmente familiarizado com a literatura brasileira.”

Ele foi, também, corretamente usado em:


A As cestas foram distribuídas à uma instituição cadastrada.
B À nenhuma das famílias foi oferecido auxílio.

C Àquele paciente, foi prescrito um medicamento oral.


D O médico ofereceu assistência à suas clientes.

E Referia-se à ela e ao lho.

67 Q985055 Português > Crase


Ano: 2013 Banca: FGV Órgão: AL-MA Prova: FGV - 2013 - AL-MA - Técnico de Gestão Administrativa - Revisor

Assinale a frase em que o emprego do acento grave indicativo da crase é optativo.

A Trabalhar às claras.

B Comi frango à passarinho.


C Dei um prêmio à Margarida.

D Cansava-se à proporção que caminhava.


E Respondi às perguntas do juiz.

68 Q984757 Português > Crase , Sintaxe , Regência


Ano: 2019 Banca: VUNESP Órgão: Prefeitura de Itapevi - SP Provas: VUNESP - 2019 - Prefeitura de Itapevi - SP - Auditor Fiscal

Tributário ...

Assinale a alternativa redigida em conformidade com a norma-padrão quanto às regras de regência e à ocorrência da crase.

A Telejornais apresentam à população um resumo dos eventos que lhe despertaram interesse nas redes sociais.
B Indivíduos são chamados à tirar suas conclusões sobre fatos que os são apresentados diariamente.

C Cada vez mais têm chegado à mim frases das quais me fazem re etir sobre os valores da sociedade atual.
D É inegável que às redes sociais in uenciam o modo como interagimos com o mundo e o damos sentido.

E Tem sido comum pessoas compartilharem informações de maneira instantânea, sem analisar-lhes à fundo.

69 Q984568 Português > Crase


Ano: 2019 Banca: CETREDE Órgão: Prefeitura de Acaraú - CE Prova: CETREDE - 2019 - Prefeitura de Acaraú - CE - Procurador

Administrativo

Considerando o uso ou não da crase, marque a opção CORRETA.

A Os guardas caram a distância.


B Esta revista é igual aquela que li.

C Nunca fui à festa alguma.

D Nunca fui à Brasília, nem à Goiânia


E Joana gosta de andar à cavalo.

70 Q983700 Português > Crase


Ano: 2019 Banca: CESPE Órgão: PGE-PE Prova: CESPE - 2019 - PGE-PE - Asssistente de Procuradoria
Com relação aos aspectos linguísticos desse texto, julgue o item a seguir.

A retirada do sinal indicativo de crase em “às gargalhadas” (l.7) preservaria os sentidos e a correção gramatical do texto.

Certo
Errado

71 Q983386 Português > Crase


Ano: 2018 Banca: Crescer Consultorias Órgão: Prefeitura de Conceição do Canindé - PI Prova: Crescer Consultorias - 2018 -

Prefeitura de Conceição do Canindé - PI - Professor de Educação Infantil e Professor de 1º ao 5º Ano


Leia as frases a seguir:

I. Vou ____ fazenda no nal de semana para andar _____ cavalo.

II. Todo o time foi __________ entrevista.

III. Comunico _____ Vossa Senhoria ____ transferência do acordo para ____ próxima semana.

As lacunas serão preenchidas, correta e respectivamente, por:

A à – à – aquela – à – a – à.
B a – a – àquela – à – à – a.

C a – à – aquela – a – a – à.
D à – a – àquela – a – a – a.

72 Q983381 Português > Crase


Ano: 2018 Banca: Crescer Consultorias Órgão: Prefeitura de Conceição do Canindé - PI Prova: Crescer Consultorias - 2018 -

Prefeitura de Conceição do Canindé - PI - Professor de Educação Infantil e Professor de 1º ao 5º Ano


Sabe-se que, no Texto, há um caso em que a crase deveria ter sido utilizada e não o foi, ocasionando erro gramatical. Para
corrigi-lo, é necessário efetuar a seguinte alteração:

A “a cada” (linha 4) por “à cada”.

B “A resposta” (linha 24) por “À resposta”.


C “a qualidade” (linha 26) por “à qualidade”.

D “a falta” (linha 27) por “à falta”.

73 Q983186 Português > Crase


Ano: 2018 Banca: FGR Órgão: Prefeitura de Cabeceira Grande - MG Prova: FGR - 2018 - Prefeitura de Cabeceira Grande - MG -

Auxiliar Administrativo

Marque a alternativa CORRETA em que o “a” deveria conter acento grave, devido à ocorrência de crase.

A A tabacaria situava-se a duas quadras do esplendoroso Museu do Louvre.

B O aplauso foi dirigido a mulheres defensoras do empoderamento feminino.


C Gota a gota, minha paciência foi sendo minada com aquela discussão tola.

D A advogada, naquele momento, tomou sábias decisões a Nelson Mandela.

74 Q983153 Português > Crase


Ano: 2018 Banca: FGR Órgão: Prefeitura de Cabeceira Grande - MG Prova: FGR - 2018 - Prefeitura de Cabeceira Grande - MG -

Procurador Jurídico
Marque a alternativa que preenche CORRETAMENTE as lacunas do texto a seguir quanto ao emprego do sinal indicativo de
crase.

"A casa está situada na rodovia RJ-151, ____ duas horas da capital, com o Rio Preto correndo paralelo pela sua esquerda. As
árvores copadas de grande porte são obstáculo ____ uma visão perfeita da casa-sede. Próximas ao curral, na lateral direita,
cam en leiradas espécies arbóreas frondosas de porte avantajado, semelhantes ____ europeias, formando uma grande
área sombreada, com área especial para andar ____ cavalo".

(<http://www.institutocidadeviva.org.br/inventarios/sistema/wpcontent/uploads/2008/05/15_faz-santana_f15.pdf> Acesso
em 01 nov. 2017- Adaptado)

A a - a - às - a
B a - a - as - à

C à - à - às - à
D à - à - as - a

75 Q983097 Português > Crase


Ano: 2016 Banca: FGR Órgão: Prefeitura de Conceição do Mato Dentro - MG Prova: FGR - 2016 - Prefeitura de Conceição do Mato

Dentro - MG - Guarda Municipal

         Filhos têm direito ao nome do pai biológico no registro de nascimento,

                                                     decide STJ 

Ministro destaca que artigo 1.596 do Código Civil diz que “os lhos, havidos ou não da relação de casamento, ou por
adoção, terão os mesmos direitos e quali cações, proibidas quaisquer designações discriminatórias relativas à liação”
      Por maioria de votos, a Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que os registros de nascimento
de duas pessoas sejam alterados para constar o nome do pai biológico que foi reconhecido após investigação de
paternidade. 

     A ação de investigação e anulação de registro civil foi movida pelos lhos contra o pai biológico, quando eles já tinham
mais de 40 anos de idade. As informações foram divulgadas no site do Superior Tribunal de Justiça. 

        A 9.ª Vara de Família de Fortaleza havia reconhecido que o homem era o pai biológico e determinou a alteração no
registro, mas o Tribunal de Justiça do Ceará mudou a sentença e negou o pedido de mudança.

     Os lhos recorreram ao STJ sustentando que não poderiam ser considerados lhos sem a inclusão do nome do pai no
registro de nascimento. O pai biológico contestou, argumentando que a paternidade socioafetiva pode coexistir com a
biológica sem a necessidade de mudança no registro de liação. Em seu voto, no Recurso Especial número 1.417.598 – CE, o
ministro relator Paulo de Tarso Sanseverino anotou que a possibilidade de reconhecimento da paternidade biológica sem a
alteração do registro ainda é um assunto polêmico. 

     O ministro lembrou que o artigo 1.604 do Código Civil dispõe que “ninguém pode reivindicar estado contrário ao que
resulta do registro de nascimento, salvo provando-se erro ou falsidade do registro”, o que não é o caso, já que o pai
socioafetivo registrou os lhos voluntariamente, mesmo sabendo que não era o pai biológico das crianças.

      Paulo de Tarso Sanseverino ressaltou, porém, que o artigo 1.596 do mesmo Código diz que “os lhos, havidos ou não da
relação de casamento, ou por adoção, terão os mesmos direitos e quali cações, proibidas quaisquer designações
discriminatórias relativas à liação”. 

     “Assim, reconhecida a paternidade biológica, a alteração do registro é consequência lógica deste reconhecimento, por ser
direito fundamental e personalíssimo dos lhos reconhecidos por decisão judicial proferida em demanda de investigação
de paternidade”, assinalou o relator. 

     Citando vários precedentes, o ministro concluiu que “a paternidade socioafetiva em face do pai registral não é óbice à
pretensão dos autores de alteração do registro de nascimento para constar o nome do seu pai biológico”. Ele restabeleceu a
sentença de primeiro grau.
  Disponível em: <http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/ lhos-tem-direito-ao-nome-do-pai-biologico-no-
registro-de-nascimento-decide-stj/>Acesso em: 08/02/2016

Observe:

“(...)não é óbice à pretensão dos autores (...)”

Marque a alternativa em que se faz OBRIGATÓRIO o acento indicativo de crase:

A Estavam frente a frente.

B Fiz uma visita a velha casa de meus pais.


C Admirei os quadros a óleo.

D Por que os ingleses tinham ódio a Joana d’Arc?


76 Q983063 Português > Crase
Ano: 2016 Banca: FGR Órgão: Câmara de Carmo de Minas - MG Prova: FGR - 2016 - Câmara de Carmo de Minas - MG - Agente de

Serviços Administrativos

       TJ SP suspende liminares que obrigavam USP a ceder 'pílula do câncer' 


 Desembargador classi cou como „irresponsável‟ o fornecimento da substância sem comprovação de e cácia
 SÃO PAULO - O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo cassou na última quarta-feira as milhares de
liminares que obrigavam a Universidade de São Paulo (USP) a fornecer cápsulas de fosfoetanolamina a pacientes com
câncer. A substância, que supostamente trata a doença, não possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a
Anvisa. Além da cassação, a resolução impede os juízes do Estado de tomarem decisões futuras sobre o assunto.

      A decisão foi tomada após o Estado de São Paulo apresentar um recurso argumentando que a substância não tem ação
bené ca comprovada em humanos e seus efeitos adversos não são conhecidos.

          A corrida pela fosfoetanolamina se intensi cou após o dia 9 de outubro, quando o Ministro Luiz Edson Fachin, do
Supremo Tribunal Federal, concedeu liminar favorável a Alcilena Cincinatus, de 68 anos, com câncer no pâncreas e fígado, e
em fase terminal. Esta decisão suspendeu a anterior, do Tribunal de Justiça de São Paulo, que havia negado o pedido à
família. O lho dela, o advogado Dennis, a rmou que essa era a “última tentativa” e por isso recorreu ao Supremo.

          Após o episódio, cerca de duas mil liminares foram pedidas no Estado. A USP recorreu, a rmando que não tinha
condições de produzir o remédio em larga escala e que, além disso, não há pesquisas que atestem a e cácia da droga.

      O desembargador Sérgio Rui classi cou como “irresponsável” o fornecimento de substância e a rmou que ela “não é um
medicamento e vem sendo utilizada sem um mínimo de rigor cientí co e sem critério por pacientes de câncer que relatam
melhora genérica em seus quadros clínicos, porque não foram realizadas pesquisas que permitam estabelecer uma
correlação segura e indubitável entre seu uso e a hipotética evolução relatada”.
  Disponível em:<http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/tj-sp-suspende-liminares-que-obrigavam-usp-ceder-pilulado-
cancer-18028271> Acesso em: 12/11/2015 

Leia:

“(...) havia negado o pedido à família. (...)”


Marque a alternativa cujo sinal indicativo de crase seja OBRIGATÓRIO:

A Diga ___ tal senhora que seu pedido foi aceito.

B Não dê atenção ___ pessoas ignorantes.


C Fez a prova ___ lápis.

D Rezamos ___ Nossa Senhora todos os dias.

77 Q981195 Português > Crase , Sintaxe , Regência Concordância verbal, Concordância nominal
Ano: 2019 Banca: VUNESP Órgão: Câmara de Sertãozinho - SP Prova: VUNESP - 2019 - Câmara de Sertãozinho - SP - Auxiliar

Legislativo - Informática

A regência verbal e o emprego do sinal indicativo de crase estão em conformidade com a norma-padrão da língua em:

A É preciso dar atenção à ela.

B Ele criticou à certas convenções.


C O médico tentou dissuadi-lo à trabalhar.

D Lá deu vida àquelas obras literárias.


E Karl defendia à uma revolução.

78 Q980482 Português > Crase


Ano: 2019 Banca: UFAC Órgão: UFAC Provas: UFAC - 2019 - UFAC - Economista ...

Assinale a alternativa em que o uso do sinal indicativo de crase está correto:

A Então eles começaram à cantar


B Ele foi morto à tiros.

C Quero te ver cara à cara.


D Vamos à Bahia neste mês ainda.

E O carro está à serviço do governo.


79 Q980423 Português > Crase
Ano: 2019 Banca: UFAC Órgão: UFAC Prova: UFAC - 2019 - UFAC - Assistente em Administração

Indique a alternativa em que é obrigatório o uso do sinal indicativo de crase:

A O cigarro é prejudicial a saúde.

B O historiador referiu-se a Tarsila.


C Eles foram a Brasília.

D Ele foi até a praça a pé.

E Fiquei prostrado a sua espera.

80 Q979892 Português > Crase


Ano: 2019 Banca: IBFC Órgão: MGS Prova: IBFC - 2019 - MGS - Técnico Contábil

Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas.

I. Cheguei ____ Curitiba depois de longas horas ao volante.

II. Chegamos ___ duas horas em ponto e o almoço ainda estava ___ nos esperar.

III. Já chegaram ___terra. Os radares da NASA foram avisados.

IV. Já chegamos ___ terra dos antepassados. Foi como tivéssemos feito uma bela viagem no túnel do tempo.

A a, às, a, a, à.

B à, às, à, a, a.
C há, as ,a, à, à.

D a, às, à, a, a.

Respostas

61: A 62: E 63: C 64: B 65: A 66: C 67: C 68: A 69: A 70: E 71: D 72: C

73: D 74: A 75: B 76: A 77: D 78: D 79: A 80: A

www.qconcursos.com