Você está na página 1de 1

Currículo

Alex Mono
Dados pessoais;
Nome ar s co: Alex Mono
Formação profissional – Produtor cultural, músico, compositor.
Formação acadêmica – Licenciatura em música na UFPE.
Nome completo: Alexandre Silva de Albuquerque.
Fone: 81 9 9977 9762

Email : alexmono@gmail.com

Alex Mono é cantor, compositor, guitarrista e produtor cultural. Atua na área cultural desde os
anos 80, quando ingressou na Universidade Federal de Pernambuco no curso de bacharelado
em violão clássico, tendo aulas com o violonista clássico espanhol Carrion. Em 2009 reintegrou-se a UFPE
e obteve a graduação no curso de Licenciatura em Música. Na área ar s ca, no início da carreira, a par r
do final dos anos 70, par cipou de vários shows com seu irmão, também cantor e compositor, Zé Rocha,
e estreou profissionalmente na peça teatral infan l de autoria do Erasto Vasconcelos, "Dez maracatus,
Cuidado aí tem uma cobra". A par r dos anos 90, com o surgimento do movimento mangue em ebulição
cultural no Recife, junto com outros colegas músicos criou a banda Coração tribal, onde teve o papel de
cantor, compositor e guitarrista. Produziu em 1995/96 o projeto Olinda Pop no mercado Eufrásio
Barbosa, com a Coração Tribal sempre convidando ar stas populares como Selma do Coco, Aurinha. Em
1997 foi contratado pela gravadora mul nacional Virgin Records , com produção ar s ca de Guto Graça
Melo, o Cd Coração Tribal foi lançado na Europa, e no Japão.Com a banda fez turnê em vários países na
Europa, França, Holanda, Espanha, Itália e Suíça, apresentou-se em casas de show e fes vais como o
Fes val de Montreux na Suíça. Ainda nos anos 90 par cipou de cole vos de artes integradas, como o
Carga & Descarga, grupo que reunia Mauricio Silva, Dantas Suassuna, Marcio Almeida e Flavio
Emmanuel, com esse grupo produziu trilha sonora para vídeo-arte de tulo "Sacrossantos Eró cos".
Ainda com esse grupo par cipou de performance de Maurício Silva na exposição "Temporal PE" no
espaço cultural Armazém 14 no bairro do Recife an go. Em 2004 lança CD "Atleta do Co diano",
trabalho que lança sua carreira solo, todo produzido em Recife pelo próprio Alex Mono. Em 2006, com o
patrocínio da Prefeitura do Recife produziu o DVD cole vo "Recife Transatlân co Sound's", com os
ar stas par cipantes do FPMPE ( Fórum Permanente da Música-PE). E realizou lançamento na Feira da
Música Brasil em 2007, também foi exibido pela TV Universitária da UFPE. Em agosto desse ano, foi
convidado pelo músico erudito Lívio Tratenberg a par cipar da l Jornada Brasileira de Cinema Silencioso,
e criou trilha sonora para o filme " Veneza Americana" de Hugo Falangola e Cambiere, filme do ciclo do
Recife dos anos 20, e apresentou em São Paulo a trilha ao vivo durante projeção da película restaurada
na Cinemateca Brasileira. A Jornada se repe u em Recife no mês de novembro, através da Diretoria de
Acervos da Fundação Joaquim Nabuco e Alex Mono colaborou como assistente de produção do evento e
apresentou sua trilha, durante projeção do mesmo filme na sala de cinema da FUNDAJ do bairro do
Derby. Também a trilha para o filme Veneza Americana foi incluída na coletânea de DVDs Resgate do
Cinema Silencioso Brasileiro, produzido pela Cinemateca Brasileira, com patrocínio da Caixa Econômica,
com ragem de para distribuição em escolas públicas. Esteve em 2007 no mês de julho em São Paulo,
onde fez show no VIII FESTIVAL DE PARANAPIACABA, pelo projeto Recife Transatlân co Sound’s, com Zeh
Rocha, Geraldo Maia e Azabumba. No úl mos anos vem par cipando do Carnaval Mul cultural de
Recife. Par cipou do FIG/ palco instrumental em 2013. Em 2014 esteve no Projeto Temos Palco com a
Funarte/NE. Em 2018 par cipou do projeto Urbe-se aprovado pelo FUNCULTURA da Fundarpe como
diretor musical. Em 2019 tem se apresentado em casas de shows do Nordeste, e gravou em Recife a faixa
“Não tem saudade” para o CD “Um Frevo Impossível” de Fernando Duarte.