Você está na página 1de 1

MONTAGEM E CALIBRAÇÃO DE UM SENSOR CAPACITIVO PARA NÍVEL DE LIQUIDO

Allan da Cruz Gomes da Silva

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Sensores capazes de transformar uma informação do nível de um líquido dentro de um recipiente em um sinal elétrico, capaz de ser transmitido à distância existem em uma grande quantidade de variedade de tipos, isto porque dependem do tipo de liquido, segurança, precisão da leitura, durabilidade etc. Cada tipo de sensor possui suas vantagens e desvantagens para cada aplicação. Neste trabalho foi feito a montagem de um sensor do tipo capacitivo para ser usado na medida do nível de água. Foi feito seu teste e calibração, com o objetivo de se conhecer bem o principio de funcionamento e assim avaliar quais suas vantagens e desvantagens. O projeto original foi extraído da revista Elektor de maio de 2010. Apenas a parte do sensor e oscilador foi montada e testada, o sensor construído sem muita dificuldade com um tubo de alumínio de 30

cm

de comprimento e 1 cm de diâmetro, e uma haste em alumínio devidamente isolado fixado

por

isoladores plásticos no eixo do tubo formando um capacitor cilíndrico. O oscilador montado

em

uma proto-board, usando o principio da ressonância de um circuito tanqueindutor-

capacitor (LC), onde o capacitor é a própria sonda capacitiva. A medida da freqüência do

oscilador foi feita com o uso de um osciloscópio. A sonda foi marcada com divisões de 1 cm e mergulhada em um recipiente com água. A cada centímetro de nível de água no interior do tubo,

foi anotada a freqüência lida por meio do osciloscópio, e em uma planinha Excel foi calculado a

capacitância da sonda a partir da equação de ressonância do circuito LC. Concluiu-se que a sonda funcionou bem, e que a variação da capacitância da sonda é praticamente linear com a variação do nível de água no seu interior. Já a freqüência do oscilador varia em uma relação de potência quadrática com o nível, como era de se esperar.