Você está na página 1de 1

$ Utilizada no

$ Pirimetamina tratamento de
infecções da
Toxoplasmose e
Malária e pacientes
com HIV.

No Brasil a distribuição desse e outros remédios é


gratuita pelo SUS através de programas como o
Farmácia Popular.

Em 2015 nos Estados Unidos a Turing Pharmaceuticals


do capitalista Martin Shkrelik adquiriu os direitos de QUEM FAZ O SEU
fabricação do remédio Daraprim (Pirimetamina). REMÉDIO?
No Brasil existem várias instituições
públicas que produzem desde
remédios e vacinas e até soros
especiais que são distribuídos
gratuitamente pelo SUS.
Atualmente todas elas estão
ameaçadas de privatização,
estimulada por cortes nas
encomendas governamentais da
Farmácia Popular e o
Uma cartela do remédio que custava $ 13,50
sucateamento da infraestrutura de
Dólares passou a custar $ 750 Dólares; um
trabalho dos profissionais.
aumento de 5.000 % da noite para o dia.
A situação da FURP em São Paulo
Você Sabia? é grave. O governo de João Dória
(PSDB) quer vender a empresa
Uma simples vacina para picada de cobra nos EUA
que é a única a produzir
custa mais de R$ 150 mil, enquanto que no SUS é
medicamentos para meningite e
oferecida gratuitamente. Muitas vítimas preferem
agonizar a chamar a emergência, pois temem Sífilis (Penicilina), por exemplo.
endividar suas famílias. As vacinas são produzidas
pelo Instituto Butantan; órgão público que é
referência neste tipo de medicamento.
k

O FIM DA FARMÁCIA POPULAR


Criado em 2004, com o objetivo de atender a população
carente, o programa vem sendo desmontado pelo desgoverno
atual, pois no programa econômico neoliberal não há espaço para
o pobre nas contas públicas.
O FIM DO MM Criado em 2013, o encerramento do programa
k

Em 2017, foram fechadas 400 farmácias públicas


deixou milhares de brasileiros sem atendimento
em cidades e bairros de baixa renda, e a distribuição
médico, principalmente aqueles residentes nas
pelas farmácias conveniadas caiu. Em 2015, um ano
periferias e pequenas cidades; agravando um
antes do golpe, eram disponibilizados 113 itens na
problema histórico na área já que os médicos
rede com 34.800 farmácias, sendo 526 da rede
brasileiros preferem atender a elite.
pública e 34.337 da credenciada, atuando em 4.452 O preconceito racial e de classe social levou à expulsão dos Cubanos que
municípios e beneficiando 32 milhões de pessoas.
trabalhavam no programa que agora, sem eles, foi totalmente destruído.

Emenda à Constituição nº 95/2016: Gastos com Saúde


estão congelados até 2036. Sim, 20 anos...
O maior crime contra a saúde pública no Brasil foi à aprovação da Emenda Constitucional 95 que congela por 20 anos os gastos
federais na saúde, estendendo este crime para as demais políticas públicas. Na prática essa orientação neoliberal resultará na extinção em
curto prazo do SUS por absoluta “asfixia financeira”.
O congelamento das despesas sociais no nível de 2016 por 20 anos representará uma queda das despesas por habitante e reduzirá
drasticamente o já insuficiente financiamento do SUS e da Seguridade Social em R$ 413 bilhões até o ano de 2036.
Exemplo, se a Emenda Constitucional 95 estivesse em vigor a partir de 2003, o SUS perderia no período R$ 135 bilhões até 2015, uma
perda anual média de recursos equivalente a R$ 21 bilhões (ou cerca de 20% a menos do que foi aplicado pela União em 2015 em ações e
serviços públicos de saúde).
Para completar a Emenda à Constituição 93 desvinculou as receitas da União, estados e municípios; aprovando a diminuição dos
gastos públicos com saúde, o que na prática acelera a destruição da estrutura do SUS. É o que permitirá tirar R$ 70 milhões da Farmácia
Popular para entregar ao Fundo Eleitoral dos partidos em 2020. Uma farra com os direitos da população brasileira.

Você também pode gostar