Você está na página 1de 6

- Padrão ecográfico de aspecto habitual.

- Demais estruturas de aspecto ecográfico habitual.

MAMÁRIA

OBS 1.: Paciente não trouxe exames prévios.


OBS 2.: Convém correlacionar com mamografia.
OBS 3.: Não identifico achados descritos em mamografia.

Gás:
OBS.: Exame prejudicado pelo acúmulo de gases nas alças intestinais.

TM: terço médio.


TS: terço superior.
TI: terço inferior.

FRASES:

* fibro-glandular denso,

* fibro-glandular extremamente denso,

* parcialmente lipossubstituído,

* predominantemente lipossubstituído,

* parcialmente lipossubstituído com áreas de fibro-glandular denso,

* predominantemente lipossubstituído com áreas de fibro-glandular denso,

* fibro-glandular extremamente denso com áreas de ectasia ductal,

* fibro-glandular denso com áreas de ectasia ductal retroareolar,

Linfonodo:
Linfonodo intramamário a 1h, a ± 7 cm do mamilo medindo _ x _ cm, distando .. cm da pele.

Cistos

Observa-se cisto as .. hs há ± .. cm do mamilo, medindo .. x ... cm, distando .. cm da pele.

Observam-se múltiplos cistos destacando-se as .. hs há ± .. cm do mamilo, medindo .. x ... cm


distando .. cm da pele.

* na mama esquerda as .. hs há ± .. cm do mamilo, medindo .. x ... cm distando .. cm da pele.

FRASES (NÓDULO)

* Observa-se nódulo isoecóico, de contornos regulares, bem definidos as .. hs há ± .. cm do


mamilo, medindo .. x .. cm, distando .. cm da pele.
* Observa-se nódulo isoecóico de contornos regulares, bem definidos retroareolar, medindo .. x ..
cm, distando .. cm da pele.

* Observa-se nódulo isoecóico de contornos regulares, bem definidos as .. hs periareolar,


medindo .. x .. cm, distando .. cm da pele.

MASTECTOMIA

MAMA DIREITA:
PELE: lisa, regular e de espessura normal.
COMPLEXO ARÉOLO PAPILAR: de textura habitual, adequado.
TECIDO CELULAR SUBCUTÂNEO: hipoecóico, homogêneo e sem nodulações.
PARÊNQUIMA GLANDULAR: apresentando padrão predominantemente lipossubstituído,
exibindo áreas de maior e menor ecogenicidade.
Ausência de nodulações, degenerações ou calcificações patológicas evidentes.
FÁSCIA RETROMAMÁRIA: de integridade preservada.
Oco axilar de integridade preservada.

MAMA ESQUERDA: Não caracterizada.

MASTECTOMIA+PRÓTESE

TÉCNICA: Exame realizado com transdutor de 7.50 MHz, com equipamento dinâmico linear.

ANÁLISE: O exame sonográfico da região mamária revela:

MAMA DIREITA:
PELE: lisa, regular e de espessura normal.
TECIDO CELULAR SUBCUTÂNEO: hipoecóico, homogêneo e sem nodulações.
Ausência de nodulações, degenerações ou calcificações patológicas evidentes.
FÁSCIA RETROMAMÁRIA: de integridade preservada.
Oco axilar de integridade preservada.

MAMA ESQUERDA:
PELE: lisa, regular e de espessura normal.
TECIDO CELULAR SUBCUTÂNEO: hipoecóico, homogêneo e sem nodulações.
Ausência de nodulações, degenerações ou calcificações patológicas evidentes.
FÁSCIA RETROMAMÁRIA: de integridade preservada.
Oco axilar de integridade preservada.

PARECER:
- Mastectomia bilateral.
- Próteses de aspecto habitual.

ATENÇÃO! ULTRASSONOGRAFIA É UM EXAME COMPARATIVO,


GUARDE ESSE FILME PARA FUTURAS COMPARAÇÕES.

MODELO DE MAMA ACESSORIA BILATERALMENTE

TÉCNICA: Exame realizado com transdutor de alta resolução 7.5 mHz.

ANÁLISE: O exame sonográfico da região das axilas mostra:


- Pele e tecido celular subcutâneo com ecogenicidade normal.

- Os grupamentos musculares apresentam forma e ecogenicidade normais.

- Observa-se proliferação do tecido mamário ao nível da axila, que pode corresponder a mama
acessória bilateralmente.

PARECER:
- Mama axilar acessória bilateral.

TIREÓIDE

NÓDULO:

Nódulo isoecóico/ hipoecóico/hipercóico, de contornos regulares/irregulares, bem/mal definidos,


com/sem halo, com/sem microcalcificações, em terço superior/médio/inferior

LOBOS TIREOIDEANOS: de dimensões, formas e contornos preservados.


Padrão eco-estrutural do parênquima homogêneo,exceto por, nódulos isoecóicos, de contornos
irregulares, bem definidos, sem halo, sem microcalcificações, assim localizados:
- No terço ...... do lobo......, medindo .....x........cm.

TRANSVAGINAL

CERVICOMETRIA

Realizada medida do comprimento do colo uterino, via transvaginal, com bexiga


cheia, medindo ... cm em seu maior eixo longitudinal.

CISTO DERMÓIDE

Observa-se imagem cística heterogênea, com áreas de maior e menor ecogenicidade, contornos
regulares, medindo .................cm, vol.: cm³.

IMAGEM ANEXIAL (CISTO)

Observa-se imagem cística de contornos regulares, bem definidos, adjacente ao ovário


esquerdo, que pode corresponder a cisto paraovariano medindo 2,4 x 1,5 x 1,3 cm, vol.: 2,5 cm.

OVÁRIO C/ CISTO SIMPLES


com dimensões aumentadas, com imagem cística anecóide, de contornos regulares e reforço
acústico posterior, medindo x x cm., vol.: cm³.

CISTO HEMORRÁGICO

Ovário direito/ esquerdo, apresentando imagem hipoecóica, de contornos regulares bem


definidos, com finas septações em seu interior, medindo x x cm, vol.: cm³.

CISTO SEPTADO
Ovário direito / esquerdo com volume aumentado, com imagem cística multisseptada, de
contornos regulares, bem definidos, medindo x x cm, vol.: x cm³.

ÚTERO BICORNO

ÚTERO: Medindo x x centímetros (vol = cm³), exibindo bifurcação endometrial e miometrial na


altura da transição corpo-colo uterinos, estendendo-se até o fundo, configurando aspecto bicorno

US PÉLVICA/ TRANSVAGINAL HISTERECTOMIA E OOFORECTOMIA

ÚTERO: não visibilizado.

ANEXOS:
Ovários não visibilizados (atrofia? / ooforectomia?).

Ausência de líquido livre.


Ausência de massas císticas ou sólidas em topografia anexial.

SUMÁRIO:
- Histerectomia e ooforectomia.

Ovários não visibilizados (atrofia?)

DIU
Presença de DIU distando .... mm do fundo do útero (normal até 22 mm).

Heterogenicidade focal endometrial.


Observa-se área de heterogenicidade focal medindo cm.

OMBRO

- Tendão do supraespinhal com espessamento e hiperecogenicidade.


- Tendão do subescapular com espessamento e hiperecogenicidade.
- Distensão líquida da bursa subacromial - subdeltóidea.

PARECER: Os achados podem corresponder a:


- Tendinopatia do supraespinhal.
- Bursite subacromial-subdeltóidea.

TÉCNICA: Exame realizado com transdutor linear 7.5 Mhz.

ANÁLISE: O exame sonográfico do Ombro Esquerdo mostra:

- Tendão supra-espinhal com espessura e ecotextura normal.


- Distensão líquida da bainha do cabo longo do bíceps com continuidade para bursa
subacromial - subdeltóidea.
- Demais tendões do manguito rotador de aspecto usual.
- Articulação acrômio-clavicular de aspecto usual.

PARECER: Os achados podem corresponder a:


- Sinais de derrame articular com distensão da bursa subacromial - subdeltóidea.
ATENÇÃO: ULTRASSONOGRAFIA É UM EXAME COMPARATIVO!
GUARDE ESSE FILME PARA FUTURAS COMPARAÇÕES.

ABDÔMEN

NORMAL:

SUMÁRIO:
- Padrão ecográfico de aspecto habitual.
- Demais estruturas de aspecto habitual.

Frase Gás:
OBS.: Exame prejudicado pelo acúmulo de gases nas alças intestinais.

VESÍCULA BILIAR (Colelitíase): tópica, com dimensões normais, paredes finas e lisas, com
conteúdo heterogêneo, contendo cálculos em seu interior.

PAREDE ABDOMINAL

HERNIA

Observa-se protrusão do conteúdo abdominal, com colo hérniário medindo .......

- Observa-se protrusão do conteúdo abdominal em região epigástrica há ± ..... cm da cicatriz


umbilical, com colo hérniário medindo .... cm.

- Observa-se protrusão do conteúdo abdominal em região umbilical, com colo hérniário


medindo ..... cm.

HÉRNIA INGUINAL DIRETA

- Herniação de conteúdo omental através do canal inguinal esquerdo, observado à manobra de


Valsalva.

HÉRNIA DE SPIEGEL

- Falha na integridade da aponeurose muscular de ± 8,6 cm entre retos e tranversos a esquerda,


observando herniação de conteúdo omental e intestinal, com fluxo vascular presente ao Doppler,
acentuando-se à manobra de Valsalva.

US OMBRO ALTERADO

TÉCNICA: Exame realizado com transdutor linear 7.5 Mhz.

ANÁLISE: O exame sonográfico do Ombro Direito mostra:

- Tendão do supraespinhal apresentando descontinuidade transfixante do supraespinhal. Com


cabeça umeral irregular e de aspecto "careca"
- Tendão do infraespinhal com espessamento e heterogenicidade.
- Demais tendões do manguito rotador e da cabeça longa do bíceps de aspectos usuais.
- Cartilagem acrômio-clavicular difusamente espesada, com borramento dos contornos e
irregularidade da superfície óssea adjascente.
- Ausência de derrame articular.
- Distensão líquida da bursa subacromial - subdeltóidea.

PARECER: Os achados podem corresponder a:


- Ruptura total do tendão do supra-espinhal.
- Tendinopatia do infra-espinhal.
- Artrose acrômio-clavicular.
- Bursite subacromial-subdeltóidea.

ATENÇÃO: ULTRASSONOGRAFIA É UM EXAME COMPARATIVO!


GUARDE ESSE FILME PARA FUTURAS COMPARAÇÕES.
MS

Endométrio homogêneo, centrado e medindo mm de espessura à direita e mm à


esquerda.