Você está na página 1de 5

Instituto Federal Sul-rio-grandense

Campus Pelotas
Física II – Engenharia Elétrica/Química
Lista 3 – Professor Aires Carpinter Moreira e Renato Rosa

Exercícios sobre Gases e Termodinâmica

1. A pressão p , o volume V e a temperatura T para um certo material estão relacionados por , onde A e B
são constantes. Encontre uma expressão para o trabalho realizado pelo material se a temperatura variar de para
enquanto a pressão permanecer constante.

2. Uma amostra de um gás ideal percorre o processo cíclico abca mostrado na figura que se
segue; no ponto a, T = 200 K. (a) Quantos moles de gás existem na amostra? Qual (b) a
temperatura do gás no ponto b, (c) a temperatura do gás no ponto c , (d) a energia resultante
adicionada ao gás sob a forma de calor durante o ciclo?
Respostas:1,5 moles; 1800K ; 600K; 5,0 kJ.

3. A figura abaixo representa um recipiente dois recipientes interligados por


um conduto, onde existe uma válvula. O recipiente A contém um gás ideal a
uma pressão de 5,0 x 105 Pascal e a uma temperatura de 300 K. O recipiente
B, cujo volume é quatro vezes maior que o do recipiente A. contém o
mesmo gás ideal a uma pressão de 1,0 x 10 5 Pascal e a uma temperatura de
400 K.
A válvula é aberta para permitir que as pressões se igualem, mas a
temperatura de cada recipiente seja mantida constante em seus valores
iniciais. Qual é a pressão nos dois recipientes?

4. Qual a energia cinética de translação média de moléculas de nitrogênio a 1600 K? Resposta: 3,31 x 10-23 J

5. Mostre que a equação dos gases ideais, PV=nRT, pode ser escrita na forma alternativa p= , onde é a massa
específica do gás e M é a massa molecular.

6. A lei de Avogadro estabelece que sob as mesmas condições de temperatura e pressão, iguais de gás contêm iguais
números de moléculas. Esta lei é equivalente à lei dos gases ideais? Explique.

7. A figura a seguir mostra o estado inicial de um gás e uma isoterma que passa
por esse estado.
Qual (ou quais) das trajetórias mostradas resulta(m) em uma diminuição na
temperatura do gás?

8. Um gás diatômico ideal, com rotação molecular, mas sem oscilação, perde energia sob a forma de calor Q. A redução
resultante da energia interna do gás é maior se a perda ocorre em um processo a volume constante ou em um processo a
pressão constante?

9. Certa quantidade de energia deve ser transferida sob a forma de calor para 1 mol
de um gás monoatômico (a) a pressão constante e (b) a volume constante, e para 1
mol de um gás diatômico (c) a pressão constante e (d) a volume constante. A figura
abaixo mostra quatro trajetórias de um ponto inicial para quatro pontos finais em um
diagrama p – V. Que trajetória corresponde a que processo? (e) As moléculas do gás
diatômico estão girando?

10. Um mol de um gás de um gás ideal sofre uma expansão isotérmica. Determine a energia adicionada ao gás sob a
forma de calor em termos dos volumes inicial e final e da temperatura.
Resposta: Q = W = R.T.ln
Instituto Federal Sul-rio-grandense
Campus Pelotas
Física II – Engenharia Elétrica/Química
Lista 3 – Professor Aires Carpinter Moreira e Renato Rosa

11. Quando 20,9 J foram adicionados sob a forma de calor a um gás ideal particular, o volume do gás variou de 50,0
cm3 para 100 cm3, enquanto a pressão permaneceu constante a 1,00 atm. (a) De quanto variou a energia interna do gás?
Se a quantidade de gás presente for de 2,00 x 10-3 mol, determine o calor específico molar do gás (b) a pressão
constante e (c) a volume constante.
Respostas: 15,9 J ; 34,4 ; 26,1 .

12. Um recipiente contém uma mistura de três gases que não reagem entre si: n1 moles do primeiro gás com calor
específico molar a volume constante C1, e assim por diante. Determine o calor específico molar a volume constante da
mistura, em termos dos calores específicos molares e das quantidades dos gases em separado.

13. Um mol de um gás diatômico ideal vai de a para c ao longo da trajetória em


diagonal da figura abaixo. Durante a transição, (a) qual a variação da energia
interna do gás e (b) quanta energia é adicionada ao gás sob a forma de calor?(c)
Quanto calor é necessário se o gás for de a para c ao longo da trajetória indireta
abc?
Respostas: :-5,0 kJ ; 7kJ ; 2 kJ.

14. (a) Um litro de um gás com está a 273L e 1,0 atm de pressão. Ele é subitamente comprimido
adiabaticamente até a metade do seu volume original. Determine a sua pressão e a sua temperatura finais. (b) o gás é
agora resfriado de volta para 273K a pressão constante. Qual o seu volume final?
Respostas: 2,5 atm; 336K; 0,41 litros.

15. Certo gás ocupa um volume de 4,3 litros a uma pressão de 1,2 atm e a uma temperatura de 310 K. Ele é comprimido
adiabaticamente até um volume de 0,76 litros. Determine (a) a pressão final e (b) a temperatura final, supondo que o gás
seja um gás ideal para o qual
Respostas:13,6 atm ; 620 K.

16. Sabemos que para um processo adiabático Calcule “uma constante” para um processo
adiabático envolvendo exatamente 2,0 moles de um gás ideal passando pelo estado tendo exatamente p=1,0 atm e T
=300 K. Suponha um gás diatômico cujas moléculas possuam uma rotação, mas não oscilação.
Resposta: N.m2

17. Um mol de um gás monoatômico ideal percorre o ciclo da figura abaixo. O


processo ocorre a volume constante, o processo é adiabático e o processo
ocorre a pressão constante. (a) Calcule o calor Q, , a variação da energia interna
e o trabalho realizado W., para um dos três processos e para o ciclo como um
todo. (b) A pressão inicial no ponto 1 é 1,00 atm.Determine a pressão e o volume nos
pontos 2 e 3. Use 1,000 atm = 1,013 x 10 5 Pa e R = 8,314 J/mol.K.

Respostas: 3,74 x 103J ; 3,74x103J ; zero; 1,81 x 103J; -3,22x103J ; -1,93x103J520J ; zero; 520J ; 2,46x10-2m3.

18. Um homem adulto típico consome cerca de 2500 kcal de alimento por dia. (a) Quantos joules isso representa? (b) Se
a energia consumida for dissipada ao longo do curso de 24 horas, qual será a potência média de saída em watts?

19. O corpo A tem duas vezes a massa e duas vezes o calor específico do corpo B, Como se podem comparar suas
respectivas variações de temperatura quando ambos recebem a mesma quantidade de calor?

20. Um sistema pode absorver calor sem sofrer qualquer alteração na sua energia interna?
Instituto Federal Sul-rio-grandense
Campus Pelotas
Física II – Engenharia Elétrica/Química
Lista 3 – Professor Aires Carpinter Moreira e Renato Rosa

21. Um gás passa reversivelmente de estado A para o C, conforme mostrado na


figura.
O trabalho feito pelo gás é (a) maior no processo ABC, (b) menor no processo
AC, (c) maior no processo AC, (d) mesmo nos três processos.

22. Uma régua de aço está calibrada em 220C em relação a um padrão, de modo que a distancia entre divisões
numeradas é de 10,00 mm.
a) Qual é a distancia entre essas divisões quando a régua está a – 50C?
b) Medindo-se um comprimento nominal de 1 mm com a régua nessa temperatura mais baixa, qual é o erro percentual
cometido?
c) Qual é o erro absoluto para um comprimento de 100 m?
Respostas: 9,997 mm;0,03% ; 30 mm.

23. Uma chapa de cobre a 00C tem espessura de 5,00 mm e um orifício circular de 75,0 mm. Eleva-se sua temperatura a
220 0C. Determine os valores, para essa temperatura:
a) da espessura da chapa.
b) do raio do orifício.
c) da circunferência da fronteira do orifício circular.
d) da área do orifício da chapa.

24. Um eixo de aço tem 42,51 mm de diâmetro a 28 0C, e deve ser adaptado a uma polia de aço com um orifício circular
de 42,50 mm àquela temperatura.
a) De quanto se deve reduzir a temperatura do eixo a fim de que ele se adapte ao orifício?
b) Suponha que a temperatura de toda a estrutura seja reduzida a -50C após adaptado o eixo. O eixo ficará frouxo?
Explique.

25. Uma chaleira de alumínio contém água que é mantida à temperatura constante de ebulição (100 0C). A superfície
da base da chaleira, que tem 12 mm de espessura e 1,5 x 10 4 mm2 de área, é mantida à temperatura de 102 0C por um
aquecedor elétrico. A parte restante da superfície está bem isolada do ambiente. Calcule a corrente de calor que entra na
água através da superfície da base. Resposta: 600 W

27. Um gás diatômico ideal realiza 300 J de trabalho e ab sorve 600 J de calor. Qual é a variação de energia interna do
gás? Resposta: 300 J;

28. Se 400 kcal forem adicionadas a um gás que se expande a realiza 800 kJ de trabalho, qual a variação da energia
interna do gás? Resposta: 872 J;

29. Uma bala de chumbo que se desloca a 200 m/s entra em repouso ao atingir um bloco de madeira. Considerando que
toda a variação de energia contribua para o aquecimento da bala , estime a temperatura final da bala se sua temperatura
inicial era de 20 0C? Resposta: 176 0C.

Nos exercícios (30, 31,32 e 33 ) a seguir, o estado inicial de 1 mol de um gás ideal é p=3 atm, V 1=1L e Eint=456 J, e
seu estado final é P2 = 2 atm, V2=3L e Eint =912J.

30. Um gás se expande a pressão constante até um volume de 3L. Depois, é resfriado a volume constante até a pressão
de 2 atm. (a) Mostre esse processo em um diagrama PV e calcule o trabalho realizado pelo gás. (b) Calcule o calor
absorvido durante esse processo.
Resposta: 608J ; 1,06 kJ

31. Um gás é resfriado a volume constante até sua pressão atingir 2 atm. Depois se expande até o volume de 3 L. (a)
Mostre esse processo em um diagrama PV e calcule o trabalho realizado pelo gás. (b) Calcule o calor absorvido durante
esse processo.
Resposta: 450J ; 861J
Instituto Federal Sul-rio-grandense
Campus Pelotas
Física II – Engenharia Elétrica/Química
Lista 3 – Professor Aires Carpinter Moreira e Renato Rosa

32. Um gás expande-se isotermicamente até seu volume atingir 3L e sua pressão 1 atm. Ele é então aquecido a volume
constante até que sua pressão atinja 2 atm. (a) Mostre esse processo em um diagrama PV e calcule o trabalho realizado
pelo gás. (b) Calcule o calor adicionado durante esse processo. Resposta: 333,8J

33. Um gás é aquecido e ao mesmo tempo se expande, sendo representado por um segmento de reta em um diagrama
PV que vai de seu estado inicial até o seu estado final. (a) Mostre esse processo em um diagrama PV e calcule o
trabalho realizado pelo gás. (b) Calcule o calor adicionado durante esse processo. Resposta: 506,5J

34. Um mol de um gás ideal ( ) expande-se adiabática e quase estaticamente a partir de uma pressão de 10 atm a
0
uma temperatura de 0 C, até a pressão de 2 atm. Calcule (a) os volumes inicial e final, (b) a temperatura final e (c) o
trabalho realizado pelo gás.
Resposta: 2,24 litros ; 5,88 litros ; 143 K ; 1,62 kJ.

35. Um gás ideal a uma temperatura de 20 0C é comprimido adiabática e quase estaticamente até a metade de seu
volume original. Calcule sua temperatura final se (a) nR e (b)

36. Dois moles de gás neônio estão inicialmente a 20 0C e sob uma pressão de 1 atm, sendo então comprimidos
adiabaticamente até alcançar um quarto de seu volume inicial. Determine a temperatura e a pressão do gás após uma
compressão.

37. Meio mol de um gás ideal monoatômico, a uma pressão de 400 kPa e a uma temperatura de 300 K, se expande até
sua pressão diminuir até 160 kPa. Calcule a temperatura e o volume finais, o trabalho realizado e o calor absorvido pelo
gás se a expansão for (a) isotérmica; (b) adiabática.

38. Meio mol de hélio se expande adiabática e quase – estaticamente a partir de uma pressão inicial de 5 atm a uma
temperatura de 500 K até uma pressão final de 1 atm. Calcule (a) a temperatura final, (b) o volume final, (c) o trabalho
feito pelo gás e (d) a variação da energia interna do gás.

39. Um mol de um gás ideal diatômico se expande ao longo de uma linha reta
do ponto 1 ao ponto 2 em um diagrama PV mostrado na figura. Ele é então
comprimido de 2 para 1 de forma isotérmica. Calcule o trabalho total efetuado
sobre o gás durante o ciclo.

40. Considerando o ponto D da figura abaixo, a pressão e a temperatura de 2 moles de


um gás ideal monoatômico corresponde a 2 atm e 360 K. O volume do gás no ponto B
do diagrama PV é três vezes o do ponto D, e sua pressão é duas vezes a do ponto C.
Determine a quantidade total de trabalho realizado pelo gás e o calor fornecido ao gás
ao longo de cada processo do ciclo.

41. Uma máquina com 20% de rendimento realiza 100 J de trabalho em cada ciclo. (a) Qual o calor absorvido em cada
ciclo: (b) Qual o calor liberado em cada ciclo?

42. Uma máquina absorve 400 J de calor e realiza 120 J de trabalho em cada ciclo. (a) Qual o seu rendimento? (b) Qual
o calor liberado em cada ciclo?
Respostas: 30% ; 280J.

43. Uma máquina absorve 100 J de calor e rejeita 60 J em cada ciclo. (a) Qual o seu rendimento? (b) Considerando que
cada ciclo dura 0,5 s, calcule a potência dessa máquina em watts.
Resposta: 40% ; 80W
Instituto Federal Sul-rio-grandense
Campus Pelotas
Física II – Engenharia Elétrica/Química
Lista 3 – Professor Aires Carpinter Moreira e Renato Rosa

44. Um refrigerador absorve 5 kJ de energia do reservatório frio e fornece 8kJ ao reservatório quente. (a) Calcule o
coeficiente de desempenho do refrigerador; (b) o refrigerador é reversível e executa o processo inverso entre os dois
reservatórios, como uma maquina térmica. Qual o seu rendimento.
Resposta: 1,67 ; 37,5%

45. Uma máquina térmica opera com 1 mol de um gás ideal, para o qual , conforme sua substância
de trabalho. O ciclo se inicia em P1 = atm e V1=24,6 L. O gás é aquecido a volume constante até P 2 = 2 atm. Depois,
ocorre uma expansão a pressão constante até V2=49,2 L. Durante esses dois processos o gás absorve calor. O gás é
então resfriado a volume constante até que sua pressão seja novamente de 1 atm. Ele é comprimido à pressão constante
até atingir o seu estado original. Durante esses dois últimos processos o gás cede calor. Todos os processos são quase-
estáticos e reversíveis. (a) Mostre esse ciclo em um diagrama PV. Calcule o trabalho realizado, o calor adicionado e a
variação da energia interna do gás para cada processo do ciclo. (b) Calcule o rendimento do ciclo.
Respostas: 3,74kJ ; 4,99kJ ; 12,5 kJ ; -7,48kJ ; 2,49 kJ ; -6,24 kJ; 15,4%.

46. Um refrigerador retira 500 J de calor de um reservatório frio e fornece 800 J para um reservatório quente. Considere
que o enunciado da segunda lei da termodinâmica relativo à máquina térmica seja falso e mostre como uma máquina
perfeita, operando como esse refrigerador, pode violar o enunciado da segunda lei da termodinâmica relativo ao
refrigerador.

47. Se duas curvas adiabáticas se interceptassem em um diagrama PV, seria possível


completar um ciclo mediante um caminho isotérmico entre as duas curvas adiabáticas,
como mostra a figura abaixo? Mostre que dessa forma, tal ciclo violaria a segunda lei da
termodinâmica.

48. Uma maquia de Carnot opera entre dois reservatórios de calor nas temperaturas Tq = 300 K e Tf = 200 k. (a) Qual a
sua eficiência? (b) Considerando que ela absorve 100 J de um reservatório quente durante cada ciclo, qual o trabalho
que ela realiza? (c) Qual o calor rejeitado pela máquina durante cada ciclo? (d) Qual o COP dessa máquina quando ela
opera como um refrigerador entre os dois reservatórios mencionados?
Respostas: 33,3% ; 33,3 J ; 66,7J ; 2.

49. Uma maquina remove 250J de um reservatório a 300 K e rejeita 200 J a outro reservatório a 200 K. (a) Qual a
eficiência dessa máquina? (b) Qual o trabalho adicional que poderia ser realizado se a máquina fosse reversível?
Respostas: 20% ; 33,3J.

50. Uma máquina de Carnot opera entre dois reservatórios de calor como um refrigerador. Ela realiza 50 J de trabalho
para retirar 100 J de um reservatório frio e fornece 150 J para o reservatório quente durante cada ciclo. Seu coeficiente
de desempenho COP = = (a) Qual a eficiência da máquina de Carnot quando ela trabalha como uma
máquina térmica entre os mesmos dois reservatórios? (b) Se a máquina retira 100 J do reservatório quente durante cada
ciclo, qual o trabalho realizado por ela? (c) Qual o coeficiente de desempenho quando ela trabalha como um
refrigerador entre esses dois reservatórios?
Respostas: 33,3 %;

51. No ciclo apresentado na figura abaixo, 1 mol de um gás ideal ( está inicialmente a uma pressão de 1 atm e a
uma temperatura de 00C. O gás é então aquecido a volume constante até T 2 = 150 0C e então expandido adiabaticamente
até sua pressão atingir novamente 1 atm. A seguir, o gás é comprimido a pressão constante até retornar5 ao seu estado
original. Calcule (a) a temperatura T 3 após a expansão adiabática, (b) o calor trocado pelo sistema durante cada
processo, (c) a eficiência desse ciclo e (d) a eficiência de um ciclo de Carnot operando entre as temperaturas extremas
desse ciclo.
Respostas: 30,6 litros ; 3,12K ; -2,91kJ ; 6,73% ; 35,5%.