Você está na página 1de 2

MDP é a abreviação de Medium Density Particleboard ou Painel de Partículas de Média

Densidade.
O MDP é um painel de madeira industrializada, assim como o Aglomerado, o MDF e o
OSB.

DEFINIÇÃO

O MDP é especialmente indicado para a produção de móveis residenciais e comerciais


de linhas retas, formas ogânicas, que não exijam usinagens em baixo relevo, entalhes ou
cantos arredondados.
O MDP é resultado do uso intensivo de tecnologia de prensas contínuas, de modernos
classificadores de partículas e complexos softwares de controle de processo, associado à
utilização de resinas de última geração e madeira de florestas plantadas. Por isso, o
MDP pertence a uma nova geração de Painéis de Partículas de média Densidade com
características superiores e totalmente distintas dos painéis de madeira aglomerada de
antigamente.

CARACTERÍSTICAS
. Alta densidade das camadas superficiais, assegurando um acabamento superior nos
processos de impressão, pintura e revestimentos
. Produção com o conceito de 3 camadas: colchão de partículas no miolo e camadas
finas nas superfícies
. Homogeneidade e grande uniformidade das partículas das camadas externas e interna
. Propriedades mecânicas superiores: melhor resistência ao arrancamento de parafuso,
menor absorção de umidade e empenamento
. Utilização de resinas especiais de última geração
. Utilização de madeiras selecionadas provenientes de florestas plantadas, econômica e
ecologicamente sustentáveis.

A Diferença entre o MDP e o MDF


A principal diferença entre MDP e o MDF é que no painel de MDP são utilizadas
partículas de madeira em camadas, ficando as mais finas na superfície e as mais
delgadas no miolo, já no MDF, por sua vez, aglutinam-se fibras de madeira. Porém,
ambos são classificados como Painéis de Madeira de Média Densidade.

Um produto excelente para o consumidor e para o meio ambiente


O MDP é um produto ecologicamente correto que não utiliza madeiras da Amazônia ou
da Mata Atlântica em sua fabricação, mas sim, madeiras provenientes de florestas
plantadas, econômica e ecologicamente sustentáveis.
No Brasil, as espécies mais comuns utilizadas para produção do MDP são o pínus e o
eucalipto.
A utilização de madeira oriunda de áreas de reflorestamentos manejadas de forma
ambientalmente correta, socialmente justa e economicamente viável é reconhecida por
Selos Verdes outorgados por certificados internacionais.

Mais Econômico e Competitivo


Para garantir competitividade ao produto final, um móvel deve sempre aliar o seu
design às características técnicas dos painéis disponíveis para sua fabricação.
É por isso que o MDP é o painel de madeira industrializada mais consumido no mundo
para a fabricação de móveis residenciais e comerciais, seja pela indústria moveleira de
larga escala ou marceneiros em geral.
Usado sozinho ou combinado com outros painéis mais caros, um móvel feito de MDP
será sempre mais econômico e mais competitivo do que móveis feitos com outras
matérias-primas similares, como Compensado ou MDF, com garantia de qualidade.
O MDP apresenta a melhor relação relação custo-benefício e com qualidade garantida.
Compare.
Quem produz MDP
O MDP é um produto fabricado mundialmente e, no Brasil, é produzido por empresas
de grande porte, geradoras de emprego e renda.
Nos últimos anos, essas empresas realizaram vultosos investimentos na modernização
de seus processos produtivos, instalação de novas e modernas unidades industriais e
também na ampliação de suas bases florestais, demonstrando o seu comprometimento
com a indústria moveleira nacional, tornando-a ainda mais moderna e competitiva.

O MDP é encontrado com ou sem revestimento


Com revestimento melamínico em Baixa Pressão (BP), Finish Foil (FF), ou sem
revestimento para aplicação de Lâminas de Madeira, Laminados de Alta-Pressão ou
Pintura e Impressão.

Fonte: Eucatex

Saiba aqui algumas idéias equivocadas sobre chapas de MDF e aglomerado, que podem
gerar problemas para fabricantes, revendedores, marceneiros e consumidores.
1º. Mito - MDF é resistente à água

Este é um dos maiores mitos sobre o MDF.


O MDF possui certa resistência à água, mas ele não é imune à sua ação. É preciso saber
que existe uma diferença entre uma chapa que é molhada uma vez, mesmo que por um
período longo, e outra que sofra molhamentos constantes ao longo do tempo. A
explicação sobre a ação da água na chapa é que as fibras da madeira, ao absorver
umidade, irão inchar. Isso acontece em qualquer tipo de chapa - seja MDF, aglomerado
ou compensado. A umidade também favorece o aparecimento de fungos, o que
contribui para a degradação do painel.
Os móveis que estão sujeitos a molhamentos eventuais, como é o caso de móveis de
cozinha e banheiro, devem ser revestidos adequadamente todas as faces e bordas dos
componentes do móvel. Com esta proteção, executada da forma correta, a á

Interesses relacionados