Você está na página 1de 1

PÁG.

SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DE SERRA TALHADA


FACULDADE DE INTEGRAÇÃO DO SERTÃO - FIS
CURSO DE DIREITO
_______________________________________________________________________________________
1. Observe a árvore genealógica e as seguintes informações:

1. Ulisses faleceu na condição de casado sob o regime de comunhão total de bens com Vanda.

2. Ulisses tinha patrimônio particular de R$ 2.400.000,00, que ele recebeu em razão de doação com cláusula de
incomunicabilidade. Além disso, Ulisses e Vanda tinha um patrimônio comum de R$ 1.200.000,00. Eles não
tinham dívidas.

3. David era pré-morto ao pai. Andrea, que tem bens e renda próprios que lhe garantem uma boa qualidade de
vida, renunciou à herança deixada por seu pai.

4. Dois meses após a morte de Ulisses, em um acidente de carro, morreram Vanda, Marisa, Gabriela e Heitor, não
sendo possível identificar se um faleceu antes ou depois do outro.

5. Pedro já havia morrido antes de Ulisses. Quando tomou conhecimento da morte de sua filha e de seus netos,
Amélia teve um ataque do coração e também faleceu.

Faça a divisão da herança dos bens de Ulisses e, depois, de eventuais bens que as outras pessoas que faleceram
tenham recebido da herança de Ulisses.

Obs.: Não existe concorrência sucessória entre cônjuge e descendentes no regime de comunhão total. Nenhuma das
pessoas citadas deixou testamento. Com exceção das pessoas para as quais foi dito, expressamente, que faleceram,
todas as demais devem ser consideradas vivas. Ulisses, Vanda, Pedro e Amélia não tinham mais nenhum ascendente
quando da morte de Ulisses. Todo o patrimônio a ser dividido é o patrimônio indicado no item 2.