Você está na página 1de 6

www.qconcursos.

com

1 Q632116 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2016 Banca: FUNRIO Órgão: Prefeitura de Itupeva - SP Prova: FUNRIO - 2016 - Prefeitura de Itupeva - SP - Procurador Municipal

De conformidade com o Código Civil aquele que, achando-se em relação de dependência para com outro, conserva a posse
em nome deste e em cumprimento de ordens ou instruções suas está na situação de:

A detentor

B proprietário
C nunciante

D invasor
E posseiro

2 Q46397 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2006 Banca: FCC Órgão: DPE-SP Prova: FCC - 2006 - DPE-SP - Defensor Público

Considere as a rmações:
I. Os direitos reais e os pessoais integram a categoria dos direitos patrimoniais, sendo o primeiro exercido sobre
determinada coisa, enquanto o segundo exige o cumprimento de certa prestação. II. Os direitos reais não podem ser
classi cados como direitos absolutos. III. O direito real, quanto à sua oponibilidade, é absoluto, valendo contra todos, tendo
sujeito passivo indeterminado, enquanto que o direito pessoal (ou obrigacional) é relativo e tem sujeito passivo
determinado. IV. Os direitos reais obedecem ao princípio da tipi cação, ou seja, só são direitos reais aqueles que a lei,
taxativamente, denominar como tal, enquanto que os direitos pessoais podem ser livremente criados pelas partes
envolvidas (desde que não seja violada a lei, a moral ou os bons costumes), sendo portanto o seu número ilimitado.
SOMENTE estão corretas as a rmações

A I e II.
B II e III.
C I, III e IV.
D I, II e III.
E I, II e IV.

3 Q190342 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2011 Banca: FUNDEP (Gestão de Concursos) Órgão: MPE-MG Prova: FUNDEP - 2011 - MPE-MG - Promotor de Justiça

Pelo Código Civil, NÃO é considerado direito real:

A concessão de uso especial para ns de moradia.

B energia que tenha valor econômico.


C direito do promitente comprador do imóvel.

D hipoteca.

4 Q643036 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2016 Banca: VUNESP Órgão: Câmara de Marília - SP Prova: VUNESP - 2016 - Câmara de Marília - SP - Procurador Jurídico

É considerado direito real

A o direito do promitente comprador de imóvel.


B a posse.
C a alienação duciária em garantia.

D a usucapião.
E o direito de retenção.

5 Q644433 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2016 Banca: CONSULPLAN Órgão: TJ-MG Prova: CONSULPLAN - 2016 - TJ-MG - Titular de Serviços de Notas e de Registros -

Remoção

Segundo a Lei nº 10.406/2002, são direitos reais, EXCETO:

A O uso.
B A superfície.

C En teuse.
D Anticrese.

6 Q799941 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2017 Banca: CONSULPLAN Órgão: TJ-MG Prova: CONSULPLAN - 2017 - TJ-MG - Titular de Serviços de Notas e de Registros -

Remoção

De acordo com o Código Civil, são direitos reais, EXCETO:

A O uso.
B A concessão de uso especial para ns de moradia.

C O penhor.
D A posse.

7 Q948351 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2018 Banca: FCC Órgão: SEFAZ-SC Provas: FCC - 2018 - SEFAZ-SC - Auditor-Fiscal da Receita Estadual - Auditoria e Fiscalização

(Prova 1) ...

São considerados direitos reais:

A o penhor, a hipoteca, a anticrese e o aval.


B o uso, a habitação, o direito do promitente comprador do imóvel, a concessão real de uso e a laje.
C a propriedade, a habitação, a posse e a detenção.
D as servidões, a superfície, o usufruto e o contrato de locação.

E a concessão de uso especial para ns de moradia, o direito à sucessão aberta e a doação.

8 Q991851 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2019 Banca: FUNDEP (Gestão de Concursos) Órgão: Prefeitura de Ervália - MG Prova: FUNDEP (Gestão de Concursos) - 2019 -

Prefeitura de Ervália - MG - Advogado

Analise as seguintes a rmativas sobre os direitos reais e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.

( ) As normas previstas no Código Civil sobre direito de superfície não revogam as relativas a direito de superfície constantes
do Estatuto da Cidade (Lei nº 10.257/2001) por ser instrumento de política de desenvolvimento urbano.

( ) A destinação diversa dada pelo super ciário ao terreno objeto do direito de superfície é causa de suspensão do contrato
por até 90 (noventa) dias, não havendo que se falar em extinção do direito de superfície sem que seja dada a prévia
oportunidade ao contratante de regularizar a adequação da área.

( ) O direito de laje, instituído como direito real, somente se caracterizará em construções verticais ascendentes ou
descendentes, concedendo ao titular do novo direito a possibilidade de manutenção de unidade autônoma da edi cação
original.

( ) A propriedade duciária gera a imediata transferência da propriedade do duciante ao credor duciário, como premissa
para que o vendedor possa imediatamente receber o preço e se satisfazer. Já na reserva de domínio, a relação jurídica se
circunscreve a vendedor e comprador, pois o próprio alienante realiza o nanciamento da aquisição em prestações.

Assinale a sequência correta.

A FVVF

B VVFF
C VFVV

D FFFV
9 Q904630 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2018 Banca: VUNESP Órgão: PGE-SP Prova: VUNESP - 2018 - PGE-SP - Procurador do Estado

Sobre o direito real de laje, é correto a rmar:

pressupõe a coexistência de unidades imobiliárias, autônomas ou não, de titularidades distintas e situadas na mesma
A área, de modo a permitir que o proprietário ceda a superfície de sua construção a outrem para que ali construa
unidade distinta daquela originalmente construída sobre o solo.
a ruína da construção-base não implica extinção do direito real de laje se houver sua reconstrução no prazo de 10
B
anos.

as unidades autônomas constituídas em matrícula própria poderão ser alienadas por seu titular sem necessidade de
C
prévia anuência do proprietário da construção-base.
confere ao seu titular o direito de sobrelevações sucessivas, mediante autorização expressa ou tácita do proprietário
D
da construção-base, desde que observadas as posturas edilícias e urbanísticas vigentes.

contempla espaço aéreo e subsolo, tomados em projeção vertical, atribuindo ao seu titular fração ideal de terreno que
E
comporte construção.

Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Contratos em Espécie , Locação de Coisas
10 Q828289
Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2017 Banca: IESES Órgão: TJ-RO Prova: IESES - 2017 - TJ-RO - Titular de Serviços de Notas e de Registros - Provimento

É certo a rmar:

I. As pessoas capazes de contratar poderão valer-se da arbitragem para dirimir litígios relativos a direitos patrimoniais
disponíveis e indisponíveis.

II. Se, durante a locação, se deteriorar a coisa alugada, sem culpa do locatário, a este caberá pedir redução proporcional do
aluguel, ou resolver o contrato, caso já não sirva a coisa para o m a que se destinava.

III. Por regra geral prevista no Código Civil, o aval posterior ao vencimento do título de crédito produz os mesmos efeitos do
anteriormente dado.

IV. Consideram-se imóveis para os efeitos legais: os direitos reais e pessoais sobre imóveis e as ações que os asseguram; o
direito à sucessão aberta.

Analisando as proposições, pode-se a rmar:

A Somente as proposições II e III estão corretas.


B Somente as proposições I e IV estão corretas.

C Somente as proposições II e IV estão corretas.


D Somente as proposições I e III estão corretas.

11 Q468245 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2010 Banca: CONSULTEC Órgão: TJ-BA Prova: CONSULTEC - 2010 - TJ-BA - Juiz Leigo

São características dos direitos reais

A legalidade e tipicidade; taxatividade; publicidade; e cácia erga omnes, inércia ou aderência e sequela.
B princípio da autonomia privada da vontade; taxatividade; publicidade; e cácia erga omnes.

C legalidade e tipicidade; taxatividade; publicidade; e cácia interpartes, inércia ou aderência e sequela.


princípio da autonomia privada da vontade, taxatividade; publicidade; e cácia interpartes, inércia ou aderência e
D
sequela.

E legalidade e tipicidade; relatividade; publicidade; e cácia erga omnes, inércia ou aderência e sequela.

12 Q795651 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2017 Banca: MPE-RS Órgão: MPE-RS Prova: MPE-RS - 2017 - MPE-RS - Promotor de Justiça - Reaplicação

Assinale a alternativa INCORRETA quando ao Direito das Coisas.

A As leis extravagantes podem criar novos direitos reais, sem a sua descrição expressa no dispositivo civil que os prevê.
João estaciona seu carro em um estacionamento e entrega a chave ao manobrista. A empresa de estacionamento
B nesta situação é a possuidora do veículo, o manobrista é mero detentor do mesmo, podendo defender a posse alheia
do automotor por meio da autotutela.
1
Posse injusta para efeito possessório é aquela que tem vícios de origem na violência, clandestinidade e precariedade.
C
Mas para ação reivindicatória, posse injusta é aquela sem causa jurídica que possa justi cá-la.
O deicomisso, a propriedade duciária e a doação com cláusula de reversão são casos de propriedade resolúvel, que
D
produz efeitos ex tunc

Luís tem a posse de um terreno de 830 m² (oitocentos e trinta metros quadrados). Certo dia, a área de 310 m²
E
(trezentos e dez metros quadrados) desse terreno foi invadida. A ação cabível no caso é a de manutenção de posse.

13 Q896992 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2018 Banca: FEPESE Órgão: CELESC Prova: FEPESE - 2018 - CELESC - Advogado

É correto a rmar sobre a posse:

A A deterioração da coisa, quando acidental, afasta a responsabilização do possuidor de má-fé.

B O possuidor não responde pela perda ou deterioração da coisa, a que, mesmo de má-fé, não der causa.
C As benfeitorias compensam-se com os danos, e só obrigam ao ressarcimento se ao tempo da evicção ainda existirem.

O possuidor de boa-fé será ressarcido, somente, pelas benfeitorias necessárias, poderá reter as úteis e levantar as
D
voluptuárias.
O possuidor de má-fé tem direito de retenção pelas benfeitorias úteis, mas não lhe assiste a possibilidade de levantar
E
as necessárias.

14 Q886108 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2018 Banca: MPE-MS Órgão: MPE-MS Prova: MPE-MS - 2018 - MPE-MS - Promotor de Justiça Substituto

Quanto ao direito das coisas, analise as seguintes assertivas.

I. De acordo com o STJ, não é possível o manejo de interditos possessórios em litígio entre particulares sobre bem público
dominical.

II. A posse de boa-fé funda-se em dados psicológicos, em critério subjetivo. Já na posse justa ou injusta, o critério de análise
é objetivo.

III. Con guram abuso do direito de propriedade os atos emulativos como também aquele que exerce o poder/dever de
propriedade, sem dar-lhe função social e econômica.

IV. É lícita a incidência simultânea sobre um mesmo bem imóvel, de uma anticrese e de uma hipoteca.

V. O usufruto impróprio é aquele que recai sobre coisas consumíveis e fungíveis. Nesse caso, o usufrutuário passa a ser
proprietário do bem, obrigando-se a restituir coisa equivalente ou o seu valor.

Assinale a alternativa correta:

A Somente as assertivas I, II e IV estão corretas.


B Somente as assertivas II, IV e V estão corretas.

C Somente as assertivas II, III e IV estão corretas.

D Somente as assertivas I, II, III, e V estão corretas.


E Somente as assertivas II, III, IV e V estão corretas.

15 Q279454 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2012 Banca: CESPE Órgão: ANAC Prova: CESPE - 2012 - ANAC - Especialista em Regulação de Aviação Civil - Área 5

Com base no Código Civil, julgue o item a seguir, relativo às benfeitorias.


A construção de uma piscina na área externa de um imóvel residencial caracteriza-se como uma benfeitoria voluptuária.

Certo

Errado

16 Q930632 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2018 Banca: FCC Órgão: MPE-PB Prova: FCC - 2018 - MPE-PB - Promotor de Justiça Substituto

Mediante promessa de compra e venda, em que não se pactuou arrependimento, celebrada por instituto particular,
registrada no Serviço de Registro de Imóveis, o promitente comprador adquire direito
pessoal à aquisição do imóvel, podendo, depois de satisfeitas suas obrigações, obter judicialmente a adjudicação do
imóvel se o promitente vendedor se recusar à outorga da escritura de compra e venda, e, no caso de negócio
A decorrente de parcelamento de solo para ns urbanos, o contrato particular pode ser transferido por simples
trespasse, lançado no verso das vias em poder das partes, ou por instrumento em separado, declarando-se o número
do registro do loteamento, o valor da cessão e a quali cação do cessionário, para o devido registro.
real à aquisição do imóvel, podendo, depois de satisfeitas suas obrigações, obter judicialmente a adjudicação, se o
promitente vendedor se recusar à outorga da escritura de compra e venda, e, no caso de negócio decorrente de
B parcelamento de solo para ns urbanos, os compromissos de compra e venda, as cessões e as promessas de cessão
valerão como título para o registro da propriedade do lote adquirido, quando acompanhados da respectiva prova de
quitação.

apenas pessoal à aquisição, mas pode, depois de satisfeitas suas obrigações, obter judicialmente sentença
declaratória de domínio, se o promitente vendedor se recusar à outorga de escritura de compra e venda, sendo a
C
adjudicação compulsória só admissível quando se tratar de aquisição de lote decorrente do parcelamento de solo
para ns urbanos.
real de aquisição, todavia só se poderá adquirir a propriedade pela usucapião urbana, após cinco anos do término do
D
pagamento das prestações.

real à aquisição, mas se o promitente comprador recusar-se à outorga da escritura de compra e venda, só terá direito
E
à restituição em dobro do que pagou, com juros e correção monetária, rescindindo-se o contrato.

17 Q406870 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Propriedade , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2014 Banca: PUC-PR Órgão: TJ-PR Prova: PUC-PR - 2014 - TJ-PR - Juiz Substituto

Sobre o direito de propriedade, é CORRETO a rmar:

Ao manter, no caput do art. 1228 do CC, a descrição dos direitos do proprietário de usar, gozar, dispor e reivindicar a
A
coisa, foi preservado o direito real vinculado e submetido ao poder absoluto daquele (proprietário).

O proprietário pode perder a propriedade por meio da desapropriação por necessidade ou utilidade pública ou
B interesse social, como também por requisição, em caso de perigo público iminente, e ainda ser privado dela por
alienação compulsória aos possuidores.
A faculdade de dispor da coisa abrange tanto a disposição jurídica quanto a material. Ou seja, pode o proprietário
C
exercer livremente a prerrogativa de alienar o bem, consumi-lo ou até destruí-lo, sem ingerências externas.

A função social é o poder-dever do proprietário de dar ao objeto da propriedade determinada nalidade de interesse
D
coletivo, exclusivamente no plano econômico e social.

18 Q860702 Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Propriedade , Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2017 Banca: VUNESP Órgão: DPE-RO Prova: VUNESP - 2017 - DPE-RO - Defensor Público Substituto

A Medida Provisória nº 759/2016, convertida para a Lei nº 13.465/2017, instituiu o direito real de laje, que consiste

na concessão a outrem do direito de usar o pavimento superior de sua construção, por tempo determinado,
A
averbando-se tal prerrogativa na matrícula do imóvel.

na possibilidade de coexistência de unidades imobiliárias autônomas de titularidades distintas situadas em uma


B mesma área, de maneira a permitir que o proprietário ceda a superfície de sua construção a m de que terceiro
edi que unidade distinta daquela originalmente construída sobre o solo.
na concessão a outrem do direito de construir em seu terreno, por tempo determinado, utilizando-se a construção
C
especi camente para ns de moradia.

na possibilidade de divisão de unidades autônomas integrantes de condomínio edilício, desde que todas as unidades
D possuam isolamento funcional e acesso independente, devendo ser aberta matrícula própria para cada uma das
referidas unidades.
na possibilidade de construção de unidade imobiliária autônoma sobre a superfície de imóvel de outrem, com ou sem
E a autorização do proprietário da edi cação originalmente construída sobre o solo, desde que não prejudique a
construção original.

Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Propriedade , Usucapião Servidões ,
19 Q845888
Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2017 Banca: IBFC Órgão: TJ-PE Prova: IBFC - 2017 - TJ-PE - Analista Judiciário - Função Judiciária

Sobre os direitos reais, conceito jurídico delimitado pelo Código Civil, analise os itens abaixo:

I. O Direito real de propriedade abrange o solo. Este, por sua vez, compreende o espaço aéreo e subsolo correspondentes,
em altura e profundidade úteis ao seu exercício, podendo o proprietário opor-se a atividades que sejam realizadas espaços,
sendo sua realização, portanto, precedida de autorização expressa daquele.
II. O usucapião de coisa móvel se veri ca quando determinado indivíduo, de boa fé, ter a coisa como sua, de forma contínua
e incontestada, pelo prazo de 4 (quatro) anos.

II. A avulsão ocorre quando o indivíduo, trabalhando em matéria-prima em parte alheia, obtiver espécie nova cuja
propriedade será sua.

IV. É vedado ao dono do prédio que não tiver acesso a via pública constranger o vizinho a lhe dar passagem, mesmo que
por meio de pagamento de indenização.

Assinale a alternativa correta.

A Apenas I é incorreto
B II e III são corretos

C I e II são corretos
D Apenas II e IV são incorretos

E I, II, III e IV são incorretos

Direito Civil > Direito das Coisas / Direitos Reais , Posse - Teoria, Classi cação e Aquisição ,
20 Q133823
Noções Fundamentais de Direitos Reais
Ano: 2011 Banca: TJ-RO Órgão: TJ-RO Prova: TJ-RO - 2011 - TJ-RO - Juiz Substituto

Acerca do Direito das Coisas, avalie as assertivas abaixo:


I) Os interditos possessórios previstos em nosso ordenamento são a Ação de Reintegração de Posse, a Ação de Manutenção
de Posse, o Interdito Proibitório e a Ação Reinvidicatória.II) Não induzem posse os atos de mera permissão ou tolerância,
mas quando o detentor exerce poderes de fato sobre a coisa é considerado possuidor para todos os ns.III) É de boa-fé a
posse quando o possuidor, embora não ignore os vícios ou obstáculos que impedem a aquisição da coisa, está
comprometido em sanar o vício ou remover os obstáculos em um prazo determinado. IV) O direito à indenização por
benfeitorias necessárias é devido ao possuidor de má-fé.Está(ão) CORRETA(S):

A Apenas as assertivas I e IV.

B Apenas as assertivas II e III.


C Apenas a assertiva I.

D Apenas a assertiva IV.


E Todas as assertivas.

Respostas

1: A 2: C 3: B 4: A 5: C 6: D 7: B 8: C 9: C 10: A 11: A 12: E 13: C 14: E

15: C 16: B 17: E 18: B 19: E 20: D

www.qconcursos.com