Você está na página 1de 130

Curando as

http://www.alltechbsb.com.br/C

Raízes da alma

Sumário

Parte 1: Removendo as Raízes Malignas da Alma


1. Removendo a Raiz de Amargura...............................9

2. Removendo as Raízes de Inveja e Ciúme...............19

3. Removendo a Raiz de Medo...................................29

4. Removendo a Raiz de Ira........................................ 42

Parte 2: Estabelecendo as Raízes Boas


5. Firmando Nossas Raízes em Cristo........................63

6. Raízes de Relacionamento com Deus.....................73

7. "Muito Bem, Servo Bom e Fiel!"............................87

8. Criando Raízes de Fé e Paciência........................... 99

9. Cultivando o Dom de Fé........................................109

10. Andando no Deserto............................................121


Apêndices
I. Como Memorizar Versículos Bíblicos..................131
11. Ensino Sobre Oferta de Amor.............................. 135
PARTE UM:

REMOVENDO AS RAÍZES
MALIGNAS DA ALMA
Capítulo i

Removendo a Raiz de Amargura


por "Daniel Yoder

Você conhece a expressão "fazer cara feia"? O que é


necessário
para que você faça cara feia e se encha de rancor? O que
você sente quando fica ofendido? São vibrações emocionais
positivas, de alegria, estimulantes? Falemos mais claro. Está
familiarizado com a expressão "estar de mau humor"? O
dicionário a define como: "Afastar-se dos outros em silêncio,
com rabugice". O que acabo de descrever é uma das
manifestações emocionais do nosso coração, um tipo de
emoção com o qual todos nós estamos intimamente
familiarizados, pois são emoções que demonstram amargura.

Até um tempo atrás, eu nunca havia entendido o que


realmente era amargura, até que meu nome começou a ser
manchete de notícias e a ser "exposto" por outras pessoas e
ministérios. Tem um grupo na Internet que vive nos
difamando, e pelo qual sempre estamos orando. Tudo o que
eles escrevem é repleto de amargura, dizendo que eu
(Daniel) sou "escorregadio" (ou seja, que sempre dou um
jeito de me desviar da questão principal) e me comparando a
Anton LaVey, o fundador da Primeira Igreja de Satanás. São
artigos escritos por pessoas muito amarguradas.

A amargura é um pecado do coração e uma condição que traz


destruição para a vida de muitas pessoas.
Ouvi certa vez alguém dizer: "A amargura é um ato
pecaminoso devastador". Ela desperta uma série de outros
pecados, tais como: ódio, crueldade, hostilidade,
autopiedade, resistência a ser ensinado, rancor, desejo de
vingança e ambições cheias de orgulho (arrogância). A
amargura é caracterizada por um espírito incapaz de perdoar
e por atitudes críticas e negativas.

A amargura motiva a murmuração. E Deus detesta os


murmuradores!

"Aconteceu que o povo começou a queixar-se das suas


dificuldades aos ouvidos do SENHOR. Quando ele os
ouviu, a sua ira acendeu-se o fogo da parte do SENHOR
queimou entre eles e consumiu algumas extremidades do
acampamento" Números 11:1

A amargura traz sofrimento e uma angústia enorme.

"Por isso não me calo; na aflição do meu espírito


desabafarei, na amargura da minha alma farei as minhas
queixas" Jó 7:11

"Minha vida só me dá desgosto; por isso darei vazão à


minha queixa e de alma amargurada me expressarei" Jó
10:1

A amargura encontra grande prazer na fofoca.

"Defende-me da conspiração dos ímpios e da ruidosa


multidão de malfeitores. Eles afiam a língua como espada
e apontam, como flechas, palavras envenenadas. De onde
estão emboscados atiram no homem íntegro; atiram de
surpresa, sem qualquer temor. Animam-se uns aos outros
com planos malignos, combinam como ocultar as suas
armadilhas, e dizem: 'Quem as a verá?'Tramam a
injustiça e dizem: *Fizemos um plano perfeito! 'A
mente e o coração de cada um deles o encobrem! Mas
Deus atirará neles suas flechas; repentinamente serão
atingidos. Pelas próprias palavras farão cair uns aos
outros; menearão a cabeça e zombarão deles todos os
que os virem." Salmo 64:2-8
"Pois temo que, ao visitá-los, não os encontre como eu
esperava, e que vocês não me encontrem como
esperavam. Temo que haja entre vocês brigas, invejas,
manifestações de ira, divisões, calúnias, intrigas,
arrogância e desordem." II Coríntios 12:20

A amargura destrói a vida das outras pessoas.

"Cuidem que ninguém se exclua da graça de Deus; que


nenhuma raiz de amargura c brote e cause perturbação,
contaminando muitos." Hebreus 12:15

4 amargura é uma desgraça que a pessoa causa sobre si


mesma e produz uma corrente de pecados. Uma pessoa critica
e amargurada é o seu próprio pior inimigo e é alguém muito
difícil de se relacionar.

Os médicos chamam a pressão alta de um "assassino


silencioso" parque você não percebe sua presença até que
ela cause algum prejuízo. A amargura é para o nosso ser
emocional e espiritual o que a pressão alta é para o corpo
físico.

toda vez que vou ao médico,, ele mede minha pressão


sangüínea, descobri que ela varia de acordo com o meu
humor. Isso me , fez pensar o quanto é imporante fazermos
um constante check- up espiritual, da nossa alma, em relação
à raiz de amargura. Talvez ela seja um assassino silencioso,
que causa insônia, úlcera, agitação, irritabilidade, palavras
cheias de ira, amizades interrompidas, casamentos
arruinados, famílias separadas e uma série de outras
conseqüências caras.

A amargura custa um preço alto tanto para as vítimas


inocentes quanto para o causador. Descobri isso quando nós,
Rebecca e eu, recebemos a incumbência de Deus de
evangelizar jovens envolvidos com corridas de carro aqui na
região. Eu nunca havia visto, ouvido e nem sequer mesmo
imaginado como a raiz de amargura pode afetar toda uma
comunidade. Ela inclusive engana as pessoas que vão todos
os domingos à igreja e que nem sequer percebem o mal
destruidor que carregam dentro de si. Hoje vejo como um
desentendimento mínimo pode conduzir a uma destruição
espiritual, sentimentos de ira e até mesmo de ódio.

Assim como Rebecca e eu, todos devem ter planos e sonhos


de fazer algo para o Reino de Deus e para Jesus Cristo.
Nosso sonho é resgatar os jovens não-convertidos. Quando
os sonhos procedem de Deus, somente poderão ser
realizados em uma vida cheia do poder do Espírito Santo. No
entanto, a amargura pode impedir que esses sonhos se
concretizem, pois, quando as pessoas se levantam contra nós
com raiva e cheias de rancor, em geral, desistimos -
simplesmente colocamos o rabo entre as pernas e
abandonamos tudo.

O Espírito Santo e a amargura não podem co-existir em uma


mesma pessoa. E preciso que um saia para que o outro entre.
Por exemplo: se alimentamos uma raiz da amargura,
afetamos negativamente nosso cônjuge, nossos filhos e nosso
ambiente de trabalho. Quando um pastor nutre uma raiz de
amargura, isso afeta toda a congregação. Uma raiz de
amargura é capaz de fazer ruir toda a base dos seus negócios.
Ela pode cobrir uma comunidade inteira com uma nuvem
negra. Ela entristece o Espírito Santo, a igreja pára de
crescer, o avivamento é interrompido e o Espírito Santo se
retira. Nenhum de nós é capaz de arcar com a raiz de
amargura, pois suas conseqüências trazem um preço alto
demais. Podemos escolher a amargura ou perder as pessoas
que mais amamos.

A única forma de lançar fora a raiz de amargura é, antes de


tudo, reconhecendo sua presença. Depois, devemos nos
colocar de joelhos, em arrependimento, pedindo a Deus que
nos perdoe pelo pecado da amargura. Então devemos
perdoar todos que nos magoaram e nos fizeram mal, pedindo
ao Senhor que arranque toda amargura do nosso coração.
Devemos renunciar à raiz de amargura e arrancá-la da nossa
vida. A partir disso, devemos disciplinar nossos pensamentos
e rejeitar todo sentimento de ódio, ira ou amargura. O poder
do Espírito Santo pode nos capacitar afazer isso.

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas


apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a
necessidade, para que conceda graça aos que a
ouvem.Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o
qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-
se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia,
bem como de toda maldade. " Efésios 4:29-31

Precisamos entender que, em nossa cultura, o conceito de


amargura mental vem da idéia de um gosto ruim e agudo.
Com isso, queremos dizer que a amargura causa uma
sensação ruim, uma tristeza, algo difícil de se conviver.
Vejamos alguns exemplos: "uma amarga derrota", "um
amargo fracasso". Também podemos chamar de uma
"amarga perda" quando a perda de alguém que amamos nos
causa profundo sofrimento.

As palavras em grego para "amargo" e "amargura"


originalmente significam "agudo, ou pontiagudo". Então, são
usadas mais genericamente para algo que possui um cheiro
impregnante ou
um "cheiro agudo desagradável". Essa palavra grega
também era usada para descrever o gosto amargo de
algumas plantas. Por fim, foi usada para descrever uma
experiência pessoal desagradável ou indesejável. A seguir
alguns exemplos do uso da palavra "amargura" na Bíblia.

"Então Pedro se lembrou da palavra que Jesus tinha


dito: 'Antes que o galo cante, você me negará três
vezes'. E, saindo dali, chorou amargamente." Mateus
26:75
"Arrependa-se dessa maldade e ore ao Senhor. Talvez
ele lhe perdoe tal pensamento do seu coração, pois vejo
que você está cheio de amargura e preso pelo pecado."
Atoss 8:22-23

"Como está escrito:


'Não há nenhum justo, nem um sequer;... Suas bocas
estão cheias de maldição e amargura. Seus pés são ágeis
para derramar sangue'..." Romanos 3:10-15

"Cada coração conhece a sua própria amargura..."


Provérbios 14:10

O Rei Salomão foi um homem muito sábio, a ponto de


avaliar o seu próprio coração e perceber que nele havia
amargura.

Nas Escrituras, a amargura se refere a um intenso sofrimento


mental ou físico (a não ser que evidentemente se refira a um
gosto de fato desagradável), ou a um acontecimento difícil
de se suportar ou que cause animosidade ou hostilidade.
Outra vez, nos restam apenas duas opções: Podemos
escolher a amargura ou uma vida cheia do Espírito com os
frutos do Espírito Santo. Essa escolha é sua e minha.
As experiências em nossa vida podem nos causar amargura.
As mulheres podem se tornar amargas se não conseguirem
ter filhos (I Samuel 1:10). A rebelião e a insensatez dos
nossos filhos podem nos causar amargura (Provérbios
17:25). Uma resposta negativa a um castigo divino rigoroso
pode causar amargura em muita gente.

Cada um de nós tem seus próprios parâmetros e crenças para


o que é certo ou errado. Quando nos sentimos ofendidos, é
natural reagirmos de maneira negativa. Isso pode causar
amargura em nosso coração se não formos rápidos em
perdoar e a ofensa pode se perpetuar em nós. Se não
liberarmos perdão e não deixarmos que Deus cuide da
situação, o ódio e amargura podem criar raízes e sufocar o
agir do Espírito Santo em nossa vida.

Quando Jó murmurou em Jó 9:17-18, ele estava fazendo


declarações cheias de amargura por se sentir tratado
injustamente por seus amigos.

A ira e a falta de perdão são as principais causas da


amargura. Muitas pessoas amargas sempre protestam que não
possuem qualquer amargura, e continuam sofrendo. Muitos
cristãos se deleitam na amargura. Alguns chegam até a gostar
dela e a alimentá-la, pois não saberiam o que fazer sem ela,
ficariam sem propósito na vida. Que lástima! São pessoas
que gostam de guardar rancor em relação a outras e que não
se sentem culpadas por espalhar calúnias contra os seus
"ofensores". Em vez disso, a vida delas está centrada na
vigança contra quem as "ofendeu".

Precisamos ficar atentos para não deixar a amargura criar


raiz em nosso coração e no meio do povo de Deus. A
amargura nos cristãos costuma afastar as pessoas não-
convertidas e a impedir que almas sejam resgatadas para o
Reino de Deus. Esses cristãos cheios de amargura são
descritos com clareza em Deuteronômio:
"A vinha deles é de Sodoma e das lavouras de Gomorra.
Suas uvas estão cheias de veneno, e seus cachos, de
amargura. O vinho deles é a peçonha das serpentes, o
veneno mortal das cobras." Deuteronômio 32:32-33

UMA PALAVRA DE REBECCA Daniel e eu


aprendemos muito sobre amargura e ódio através de um
trabalho evangelístico que temos feito com os jovens da
nossa região. Os vizinhos que moram na região onde estamos
fazendo esse trabalho todos vão à igreja e se declaram
cristãos, mas não passam de pessoas profundamente
amarguradas. Ficaram furiosas com o trabalho que estamos
fazendo, mesmo nem sendo tão próximo a elas. Rapidamente
se encheram de ódio e amargura contra nós e, pela primeira
vez, verdadeiramente aprendemos a força demoníaca oriunda
dessas emoções. Os demônios são atraídos por sentimentos
de ódio e amargura e ficamos impressionados com o poder
desses demônios!

Quando alguém tem sentimentos de ódio ou amargura contra


você, é necessário que entenda que espíritos demoníacos
seguem esses sentimentos até você e o atacam da mesma
maneira como se uma bruxa tivesse lançado uma maldição
sobre sua vida.

Assim como a amargura dessas pessoas penetra em nossa


vida, não apenas somos afligidos pelos atos físicos que elas
praticam, mas também somos afetados diretamente pelo que
liberam no mundo espiritual.

No nosso caso, essas pessoas fizeram de tudo para destruir


nossa reputação dentro da comunidade - até mesmo
chegando a ponto de publicar toda sorte de mentiras sobre
nós nos jornais locais. Elas também tentaram impedir o
trabalho com todo o tipo de ataques e impedimentos judiciais
e legais. Mas os ataques no mundo espiritual foram piores
ainda. Os demônios causaram enormes debilidades físicas e
dor em nossos corpos. Muitas vezes sentimos como se
alguém tivesse nos espancado com um bastão de beisebol.
Muitas noites sentimos a atmosfera espiritual tão pesada que
era praticamente impossível dormir. Uma pessoa que
trabalha conosco foi tão atingida por tudo isso que se irou e
criou amargura em relação a nós. Ela cuidava da alimentação
do grupo e, de forma surpreendente, descobrimos logo que
até mesmo os utensílios físicos que ela utilizava para
cozinhar ficavam carregados de demônios de ira e amargura.
Quando os trazíamos para casa para lavá-los, toda vez eu
tinha que ungi-los com óleo e expulsar os demônios que
vinham com eles para dentro da nossa casa. Se
negligenciávamos isso, éramos terrivalmente atacados com
pesadelos e insônia a noite inteira. Noite após noite tínhamos
de quebrar as maldições vindas a partir de toda essa
amargura e ódio lançados contra nós.
Só tivemos progresso quando um querido irmão cristão que
intercede por nós continuamente me ligou um dia. Havíamos
acabado de sofrer outro ataque naquela manhã e ele teve
discernimento do que estava acontecendo conosco quando
esteve orando e resolveu me ligar. Eu estava toda cheia de
dores, tanto que era difícil fazer qualquer coisa. Ele me disse:

- Rebecca, o Senhor me mandou lhe dizer que você precisa


pedir a Ele que envie os anjos de Zacarias capítulo 5 a fim de
resolver essa situação.

O Espírito Santo me confirmou essa palavra e, naquela noite,


reuni alguns outros irmãos em Cristo e fomos até o local do
trabalho evangelístico e proclamamos este trecho das
Escrituras para o mundo espiritual. A situação se resolveu de
forma maravilhosa! Estou compartilhando isso com você
porque se trata de uma poderosa arma de guerra espiritual
que você mesmo pode usar quando precisar.
"Levantei novamente os olhos, e vi diante de mim um
pergaminho que voava. O anjo me perguntou: 'O que
você está vendo?'Respondi: 'Vejo um pergaminho
voando, com nove metros de comprimento por quatro e
meio de largura.' Então ele me disse: 'Nele está escrita a
maldição que está sendo derramada sobre toda a terra,
porque tanto o ladrão como o que jura falsamente serão
expulsos, conforme essa maldição. Assim declara o
SENHOR dos Exércitos: 'Eu lancei essa maldição para
que ela entre na casa do ladrão e na casa do que jura
falsamente pelo meu nome. Ela ficará em sua casa e
destruirá tanto as vigas como os tijolos!' " Zacarias 5:1-4

Por causa da amargura no coração, essas pessoas realmente


tentaram interromper o trabalho evangelístico e "juraram
falsamente", tentando arruinar nossa reputação diante de
toda a comunidade. Tivemos de resistir por meses a todos
esses ataques até que, por fim, pudéssemos alcançar a
vitória. O trabalho evangelístico está a todo vapor e vidas
estão sendo restauradas. Agradeço a Deus pelas valiosas
lições que aprendemos por meio disso tudo.

Nunca subestime o poder dos demônios associados aos


sentimentos de ódio, ira, inveja e amargura. Se você está
sendo alvo de sentimentos assim, então precisa permanecer
firme e repreender esses demônios e expulsá-los da sua vida
em nome de Jesus. Os demônios podem atacá-lo por meio
das emoções negativas de alguém e isso pode ser a causa de
diversas doenças e de todo tipo de problema em sua vida.

Há poder no nome de Jesus para lidar com esses espíritos,


mas você tem que reconhecer a fonte dos seus problemas
antes de lidar com a questão.
Capítulo 2

Removendo as Raízes de Inveja e Ciúme


por Rebecca Brown

"O ciúme é tão inflexível quanto a sepultura. Suas brasas


são fogo ardente, são labaredas do Senhor." Cantares de
Salomão 8:6

"Não cobiçarás (invejarás) a casa do teu próximo. Não


cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou
servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que
lhe pertença" Êxodo 20:17

A inveja conduz à ira, ao ódio, à amargura e a fofocas e


calúnias
sobre a outra pessoa, produzindo um caráter assassino,
desprovido de perdão e abre porta para outros pecados. Os
sentimentos de inveja e ciúme costumam ser intensos e
extremos. O Rei Salomão disse que o ciúme/inveja é tão
cruel, tão extremamente cruel que arde com uma chama
veemente. Não como um foguinho, mas como uma enorme
fogueira!

Ao longo de todos esses anos, eu, Rebecca, tenho trabalhado


com inúmeras pessoas, e posso dizer que a inveja destrói
uma pessoa mais rápido do que qualquer outra coisa. Uma
vez que a inveja ou o ciúme penetre no coração de alguém,
suas raízes se aprofundam rapidamente e logo começam uma
total destruição. Pessoas assim não conquistam nada, apenas
perdem. E não só perdem neste mundo, mas, principalmente,
perdem com Deus!
Imploro a você que pare agora mesmo, reserve algum tempo
e peça ao Espírito Santo para lhe mostrar se há qualquer raiz
de inveja em sua vida! Por meio de uma experiência recente,
o Senhor me ensinou lições valiosas sobre a inveja, as quais
realmente nunca havia aprendido antes.

A raiz de inveja é uma falta total de entendimento do conceito de


servidão e uma indisposição em servir.

Enquanto esteve aqui na Terra, Jesus serviu de modelo para o


conceito de servidão. Essa é uma das maiores lições que Ele
queria que Seus discípulos aprendessem. Deus exige que
cada um dos Seus servos aprendam e pratiquem esse
conceito, caso contrário, nunca poderão progredir ou crescer
no Reino de Deus. Não importa o quanto rico ou importante
você se torne, SEMPRE terá de servir. Todos os que exercem
algum ministério e que pensam que chegaram a um ponto no
qual não precisam mais servir aos outros, na verdade, caíram
em um grande engano. Se você deseja se tornar rico,
importante ou um líder, deve primeiro aprender a servir.
Inúmeras pessoas são chamadas para o ministério, mas nunca
crescem ou progridem porque deixam de se tornar servas.

Isso é especialmente verdade em relação à juventude de hoje.


Não sei exatamente onde aprendem isso, mas os jovens de
hoje acham que devem começar do topo. De alguma forma,
possuem a idéia de que devem começar a partir do ponto no
qual seus pais estão e que levaram 30 anos de trabalho duro
para alcançar. A verdade é que vivemos em uma geração
instantânea!

O conceito de ser servo é tão importante para Deus que


Jesus falou muito sobre isso enquanto esteve aqui na Terra
como homem. Ele também Se tornou servo. Pense nisso!
Esse Deus infinito, todo-poderoso, onisciente e capaz de
criar todo o universo, além de mim e você, na verdade, teve
que Se humilhar e Se tornar um servo das próprias criaturas
que Ele criou! Essa é a importância que o conceito de servir
tem para Deus! Reservemos alguns minutos para olhar
algumas lições que Jesus nos ensinou sobre servidão.

"Quem é, pois, o servo fiel e sensato, a quem seu senhor


encarrega dos de sua casa para lhes dar alimento no tempo
devido ? Feliz o servo que seu senhor encontrar fazendo assim
quando voltar. Garanto-lhes que ele o encarregará de todos os
seus bens. Mas suponham que esse servo seja mau e diga a si
mesmo: 'Meu senhor está demorando 9, e então comece a
bater em seus conservos e a comer e a beber com os
beberrões. O senhor daquele servo virá num dia em que ele
não o espera e numa hora que não sabe. Ele o punirá
severamente e e lhe dará lugar com os hipócritas, onde haverá
choro e ranger de dentes 99 Mateus 24:45-51

"E também será como um homem que, ao sair de viagem,


chamou seus servos e confiou-lhes os seus bens. A um deu
cinco talentos a, a outro dois, e a outro um; a cada um de
acordo com a sua capacidade. Em seguida partiu de viagem. ...
Depois de muito tempo o senhor daqueles servos voltou e
acertou contas com eles. O que tinha recebido cinco talentos
trouxe os outros cinco e disse: 'O senhor me confiou cinco
talentos; veja, eu ganhei mais cinco \ O senhor respondeu:
'Muito bem, servo bom e fiel! Você foi fiel no pouco, eu o
porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu
senhor!9... Por fim veio o que tinha recebido um talento e
disse: 'Eu sabia que o senhor é um homem severo, que colhe
onde não plantou e junta onde não semeou. Por isso, tive
medo, saí e escondi o seu talento no chão. Veja, aqui está o
que lhe pertence9. O senhor respondeu: 'Servo mau e
negligente! Você sabia que eu colho onde não plantei e junto
onde não semeei? Então você devia ter confiado o meu
dinheiro aos banqueiros, para que, quando eu voltasse, o
recebesse de volta com juros. Tirem o talento dele e
entreguem-no ao que tem dez. Pois a quem tem, mais
será dado, e terá em grande quantidade. Mas a quem não
tem, até o que tem lhe será tirado. E lancem fora o servo
inútil, nas trevas, onde haverá choro e ranger de
dentes'." Mateus 25:14-30

Esse é um clássico exemplo de ciúme! O servo ao qual o


senhor deu apenas um talento tinha inveja do seu mestre.
Entenda que o mestre não disse aos servos que eles teriam
uma recompensa, simplesmente deu a cada um algum
dinheiro e lhes disse para que trabalhassem em benefício do
mestre, não deles próprios! Ele não prometeu nada em troca.
Os pensamentos na mente do servo mau eram os seguintes:

"Porque devo trabalhar duro e usar esse talento para


conseguir mais dinheiro para o meu mestre ? Ele já tem mais
do que precisa. Ele deveria ter dado essa quantia de dinheiro,
por menor que fosse, para meu próprio usufruto. Preciso
muito mais do que ele. Por que devo desperdiçar meu tempo
e energia trabalhando para trazer mais dinheiro para esse
homem rico? Sou eu quem precisa de dinheiro! "

Isso é inveja! Conforme sua inveja crescia, aumentavam


também a ira e a amargura.

"Isso não é justo! Esse mestre é rico e eu sou pobre. Tenho


direito a uma recompensa por trabalhar para ele em seu
benefício. Esse mestre deveria é me pagar mais. Eu mereço
mais!"
Em pouco tempo, o servo também pensaria o seguinte:

"Esse mestre é mau. Ele colhe onde não semeou e ceifa onde
não lançou sementes. Esse homem não trabalha, mas espera
que EU o torne mais rico com o meu trabalho!"
Consegue ver como a inveja vai progredindo? Esse homem
não tinha o conceito real ou o entendimeto do que era ser um
servo, nem mesmo estava disposto a servir a si mesmo a fim
de melhorar de vida ou de obter as coisas que queria.

"Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é


desonesto no pouco, também é desonesto no muito.
Assim, se vocês não forem dignos de confiança em lidar
com as riquezas deste mundo ímpio, quem lhes confiará
as verdadeiras riquezas? E se vocês não forem dignos de
confiança em relação ao que é dos outros, quem lhes dará
o que é de vocês? Nenhum servo pode servir a dois
senhores; pois odiará um e amará outro, ou se dedicará a
um e desprezará outro. Vocês não podem servir a Deus e
ao Dinheiro." Lucas 16:10-13

Esse trecho das Escrituras é O GRANDE OBSTÁCULO


para todo aquele que quer crescer e prosperar! Isso é verdade
quer você seja cristão ou não. E verdade caso você queira
crescer e prosperar no mundo ou no Reino de Deus, em um
trabalho secular ou em um ministério de tempo integral.

Você sempre tem que primeiro se mostrar Gel e justo antes de


alcançar algo mais. Senão for, e alcançar por meios ilícitos,
rapidamente perderá tudo o que conquistou.

Veja qualquer herdeiro de uma grande fortuna. Se a pessoa


não tiver sido bem treinada por seus pais, assim que herdar a
fortuna, rapidamente entrará em declínio. Isso porque ela
nunca teve de trabalhar e aprender a ser fiel no pouco. Já vi
isso acontecer diversas vezes dentro de ministérios. Não
posso enumerar a quantidade de pessoas que conheci que
foram chamadas por Deus para um ministério de tempo
integral mas que nunca começaram ministério algum porque
ficaram esperando que Deus
primeiramente colocasse em suas mãos uma enorme quantia
de dinheiro a fim de que começassem do topo. Ou se
tornaram tão amarguradas e iradas porque Deus primeiro
queria que elas trabalhassem no ministério de outra pessoa;
ou porque teriam que começar pequenos. Sendo assim,
muitos jamais crescem ou progridem no ministério para o
qual Deus os chamou porque se recusam a ser fiéis e felizes
nos dias do pouco. Em vez disso, essas pessoas se tornam
invejosas.

Muitos outros se recusam a trabalhar em qualquer emprego


secular. Eles forçam a si mesmos e suas famílias a viverem
em uma terrível miséria porque se recusam a arranjar um
emprego. O que de fato fazem é exigir que Deus os supra em
tudo o que quiserem. Chegam até a chamar essa situação de
"viver pela fé". Eu chamo de preguiça e arrogância! Será que
nunca ocorreu a essa gente que Deus está querendo que elas
primeiro aprendam a trabalhar sob o comando de outra
pessoa? Primeiro, elas devem aprender a ser servas.

Somente muito tempo depois Deus poderá colocá-las em uma


posição de liderança em Sua Igreja. Conheço muita gente que
discordaria de mim, mas creio firmemente que cada pessoa
que foi chamada para pastorear deve primeiro aprender a se
submeter a um chefe em um emprego secular! Não há
maneira mais rápida de se aprender a ser servo, ter disciplina
e humildade!

Lembre-se de que até mesmo o grande apóstolo Paulo trabalhava


costurando tendas ENQUANTO exercia seu ministério. Por ser
Paulo muito humilde, Deus operou milagres até mesmo através do
suor do seu rosto enquanto ele desempenhava seu trabalho
secular! (Atos 19:12) Os panos e tecidos costurados por Paulo e
acabavam recebendo o seu suor, eram levados e estendidos sobre
pessoas doentes, que eram milagrosamente curadas.
Não tenho dúvidas de que uma das razões pelas quais Deus
opera tão poucos milagres hoje no meio do Seu povo é
porque poucos realmente sabem o que significa ser servo.
Uma das coisas mais difíceis ensinadas por Jesus é
encontrada no seguinte versículo em Lucas:

"E se vocês não forem dignos de confiança em relação


ao que é dos outros, quem lhes dará o que é de vocês?"
Lucas 16:12

Essa é uma área de servidão na qual TODO servo de Deus


será testado.

Se você não consegue ser fiel em servir e prosperar o que


pertence a outro, então Deus nunca lhe dará o que é seu! Isso
é verdade tanto no meio secular quanto no meio ministerial.

Tanto Daniel quanto eu fomos testados diversas vezes nessa


área. E também já fomos terreno de teste para muita gente.
Ao longo dos anos, Deus tem chamado algumas pessoas a
vir nos ajudar. Cada uma delas veio esperando uma posição
de liderança ou um glorioso ministério em vez de se tornar
servo. Além disso, imediatamente assumiram que o que
pertencia a nós também lhes pertencia igualmente! Muitas
delas nos roubaram continuamente. Oh, mas elas não
achavam que estavam nos roubando, simplesmente
pensavam que estavam tomando o que lhes era de direito.
Nenhuma dessas pessoas cresceu ou prosperou no Senhor.
Deus nunca abriu as portas para que elas tivessem o seu
próprio ministério. Elas rapidamente ficavam com inveja e
raiva de nós e, por fim, determinadas a nos destruir de toda
forma que pudessem. O que considero o maior ensino do
Senhor sobre servidão é encontrado em Lucas 17:

"Os apóstolos disseram ao Senhor: 'Aumenta a nossa fé!'


Ele respondeu: 'Se vocês tiverem fé do tamanho de uma
semente de mostarda, poderão dizer a esta amoreira:
'Arranque-se e plante-se no mar', e ela lhes obedecerá.
Qual de vocês que, tendo um servo que esteja arando ou
cuidando das ovelhas, lhe dirá, quando ele chegar do
campo: 'Venha agora e sente-se para comer'? Ao
contrário, não dirá: 'Prepare o meu jantar, apronte-se e
sirva-me enquanto como e bebo; depois disso você pode
comer e beber'? Será que ele agradecerá ao servo por ter
feito o que lhe foi ordenado? Assim também vocês,
quando tiverem feito tudo o que lhes for ordenado,
devem dizer: 'Somos servos inúteis; apenas cumprimos o
nosso dever'." Lucas 17:5-10

No mundo ocidental, poucos de nós temos qualquer


entendimento sobre o que significa ser servo, pois esperamos
ser recompensados por tudo o que fazemos. A mesma coisa
acontece na igreja. Esperamos que Deus nos recompense por
cada coisinha que fazemos e, se Ele não o faz, ficamos
chateados e uma fissura começa a se formar em nosso
relacionamento com Deus. O mesmo acontece no meio
secular. Aprendemos que se fazemos algo para uma pessoa
que está precisando, devemos esperar que essa pessoa nos
demonstre gratidão eterna e nos sentimos com o direito de
cobrar dela qualquer coisa que quisermos.

Tive uma jovem que trabalhava comigo meio período e eu a


empreguei para que ela pudesse pagar o aluguel, ou teria que
ser despejada. Depois de um ano trabalhando comigo, Jemi,
minha atual assistente pessoal, veio trabalhar comigo. A
outra jovem ficou incrivelmente com ciúmes de Jami e criou
ódio e amargura contra mim. Ela me disse que eu não tinha o
direito de contratar Jami como minha assistente, em vez
disso, eu deveria tê-la chamado para o cargo. Quando eu lhe
expus que ela não tinha qualificações nem habilidades para o
trabalho de assistente, ela me respondeu: "Bem, você deveria
ter me treinado então!" Agora ela não trabalha mais para
mim e foi embora cheia de ódio, rancor e amargura; ela tem
tentado nos destruir de toda forma possível e se tornou uma
pessoa invejosa porque não entendia nada sobre o conceito
de servidão.
Muitos de nós temos um bom exemplo desse tipo de
servidão em nossas vidas diárias. Basta considerar um
casamento comum. Os maridos saem e trabalham fora o dia
inteiro e, em muitos casos, também a esposa. Mas quando os
dois chegam em casa depois do trabalho, o que acontece? O
marido senta para relaxar e assistir à TV enquanto espera que
a esposa continue trabalhando em casa, fazendo o jantar e
cuidando dos filhos!

O mais interessante nesse trecho sobre servidão é que Jesus a


ensinou em resposta ao pedido dos Seus discípulos para que
aumentassem sua fé. Mas o que é fé, afinal? É uma escolha.
Hebreus 11:1 nos diz que fé é "a certeza daquilo que
esperamos e a prova das coisas que não vemos". Fé é
escolher aceitar como fato que Deus E. Se esperarmos que
Deus sempre nos estenda a mão e nos recompense por tudo o
que fazemos, então quando Ele não o fizer, ou quando
permitir que coisas ruins nos aconteçam, então tropeçaremos
na fé. Falaremos mais sobre fé nos capítulos posteriores.

No entanto, se verdadeiramente entendermos o conceito de ser


servo, então, antes de tudo, não esperamos recompensa alguma,
pois compreenderíamos que estamos apenas fazendo o que um
servo faria.

Nós pertencemos a Deus! Somos Seus servos e Ele tem o direito


absoluto de fazer tudo o que quiser em nossa vida. Ele não tem
que pedir nossa permissão, pois tem o perfeito direito de permitir
que coisas terríveis nos aconteçam!

No entanto, por ser um Deus de amor, Ele promete "todas as


coisas para o bem daqueles que o amam" (Romanos 8:28). As
Escrituras nos dizem que Jesus foi testado em todas as formas,
assim como nós (Hebreus 4:15). Isso inclui a área de fé. É aqui v
onde a fé e a servidão se conectam. Quando Jesus estava
sofrendo
na cruz, Deus-Pai voltou as costas para Ele e O rejeitou por
completo porque Ele se fez pecado por nós. Naquele
momento,
Jesus clamou: "Meu Deus, Meu Deus, por que me abandonaste?"
Nesse instante, o elo entre Jesus e Deus-Pai foi cortado.

Estou certa de que naquele momento terrível, Satanás e seus


demônios zombavam de Jesus dizendo: "Está vendo: Deus-Pai O
abandonou e jamais retomará! Você perdeu!" Que prova terrível foi
essa! Mas Jesus entendeu a fundo o que é ser servo e, apesar disso
tudo, Ele continou servindo. Jesus continuou disposto a sofrer até
que todo o preço pelos nossos pecados estivesse pago. Então, no
fim, em um ato de pura fé, Ele disse: "Pai, em Tuas mãos entrego
Meu espírito!" Você quer ter sua fé aumentada? Então aprenda a ser
servo!

Quando tudo passar e finalmente estivermos no céu, a maior recompensa


que qualquer um de nós poderá receber será Deus nos dizendo: "Muito
bem, servo bom e Gel!"

Falaremos mais sobre servidão no capítulo 7 deste livro.


Capítulo 3

Removendo a Raiz do Medo


por Rebecca Brown

O medo é uma das maiores armas de Satanás e uma das


piores
raízes que podem existir em nossa alma. Muitas pessoas são
bloqueadas e destruídas pelo medo mais do que por
qualquer outra coisa na vida. Se alguém quer ser liberto,
então deve querer se libertar principalmente da raiz de
medo.

Isso é verdade quer você esteja no mundo ou no reino de


Deus. Arriscar sempre envolve medo e nada pode ser
realizado sem alguns riscos. No entanto, sob alguns
aspectos, o medo também é uma dádiva do Pai. Deus
construiu em nós a capacidade de sentir medo quando nos
criou. Alguns tipos de medo ou temores são bons. Por
exemplo, a Palavra de Deus nos diz que "O temor do
SENHOR é o princípio a do conhecimento" (Provérbios
1:7). O medo nos ajuda a evitar o perigo, por exemplo. É
por isso que ensinamos nossos filhos a "olhar para os dois
lados" antes de atravessar a rua, pois queremos que eles
tenham um medo saudável que os impeça de ser atropelados
por um carro. Mas, em diversas outras ocasiões, o medo nos
impede de fazer a vontade de Deus. O medo é inimigo da fé.
A fé também envolve
alguns riscos, como o de confiar que Deus fará o que diz. E
impossível agradar a Deus sem fé e é por isso que a Palavra
de Deus fala tanto sobre a questão do medo. Observemos
primeiro o que o Senhor tem a dizer sobre o medo e então
veremos como lidar com isso.
"Meu servo Moisés está morto. Agora, pois, você e todo
este povo preparem-se para atravessar o rio Jordão e entrar
na terra que eu estou para dar aos israelitas. Como prometi a
Moisés, todo lugar onde puserem os pés eu darei a vocês.

... seja forte e corajoso, porque você conduzirá este povo


para herdar a terra que prometi sob juramento aos
seusantepassados.somente seja forte e muito corajoso!Tenha
O cuidado de obedecer a toda a lei que o meu servo
Moisés lhe ordenou; não se desvie dela, nem para a direita
nem para a esquerda, para que você seja bem-sucedido por
onde quer que andar. Não deixe de falar as palavras deste
Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que
você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só
então os seus caminhos prosperarão e você será bem-
sucedido. Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e
corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o
SENHOR, o seu Deus, estará com você por onde você
andar." Josué 1:2-9

Se alguém teve uma boa razão para ter medo, esse alguém foi
Josué. Durante anos, ele trabalhou sob a liderança de Moisés,
porém, de uma hora para outra, Moisés já não estava mais lá
para ajudá-lo. Josué acabou sendo o responsável por mais de
um milhão de pessoas! Ele teria de liderá-las em direção à
Terra Prometida, o que não seria uma tarefa fácil. Perceba que
cada homem, mulher e criança naquela região adorava e servia
diretamente a demônios! A prática mais poderosa de bruxaria
hoje não chega nem perto do que aquela gente praticava. Foi
por isso que o Senhor ordenou que todos os moradores da terra
fossem mortos. "A iniqüidade delas havia transbordado Não
havia esperança para eles e possuíam armas muito superiores
às que Josué tinha disponíveis.

No primeiro capítulo de Josué, Deus lhe mostra um plano a


fim de que pudesse obter a vitória. Descobri, ao longo de toda
Bíblia* que Deus raramente Se repete e que, quando o faz, é
porque
devemos parar e prestar total atenção. Só nesse capítulo, em
apenas nove versículos, Deus repete a mesma coisa três
vezes. "Seja forte e corajoso/" Mas o que significa coragem,
afinal? Se você tem coragem isso significa que você não tem
medo? NÃO.

Coragem significa agir apesar do medo! O dicionário define


coragem como:Força mental ou moral de se arriscar,;
perseverar e resistir a qualquer perigo, medo ou dificuldade" O
segredo da vitória de Josué foi que ele descobriu como lidar com o
medo.

Se Josué tivesse se entregado ao medo, ele e toda a nação de


Israel teriam sido derrotados. Deus o chamou para fazer algo
para Ele? Ele tem chamado muitas pessoas, mas elas
continuam sentadas em casa esperando que Deus providencie
tudo o que precisam antecipadamente. Querem continuar na
zona de conforto. Querem que Deus lhes dê um milhão de
reais antes que tomem qualquer iniciativa. Deus não opera
dessa forma! A primeira batalha que Josué enfrentou foi contra
Jerico, uma cidade com um exército muito mais forte que o
dele. Não tenho dúvidas de que os demônios deviam estar
muito ocupados tentando colocar todo tipo de pensamentos de
dúvida na mente de Josué: "Você não pode contra essa
cidade! Veja como seus muros são altos. Veja como são
espessos! Quem você pensa que é para vencer essa cidade
com o seu exército?" Josué certamente teve de lutar contra
esses pensamentos e permanecer firme na palavra que Deus
lhe havia dado. "Ninguém conseguirá resistir a você" (Josué
1:5).

O interessante foi que o próprio Deus usou o medo como arma


contra o povo de Jericó. Veja o que a prostituta Raabe disse
aos espiões enviados a Jericó: "Sei que o SENHOR lhes deu
esta terra. Vocês nos causaram um medo terrível, e todos os
habitantes desta terra estão apavorados por causa de vocês"
(Josué 2:9).
Permitir que o medo o domine é o primeiro passo para a derrota.
Jesus falou muito sobre o medo. A seguir, algumas declarações que
Ele fez sobre o medo quando esteve aqui neste mundo:

"O discípulo não está acima do seu mestre, nem o servo


acima do seu senhor. Basta ao discípulo ser como o seu
mestre, e ao servo, como o seu senhor. Se o dono da casa foi
chamado Belzebu, quanto mais os membros da sua família!
Portanto, não tenham medo deles. Não há nada escondido
que não venha a ser revelado, nem oculto que não venha a
se tornar conhecido. O que eu lhes digo na escuridão, falem
à luz do dia; o que é sussurrado em seus ouvidos,
proclamem dos telhados. Não tenham medo dos que matam
o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo
daquele que pode destruir tanto a alma como o corpo no
inferno. Não se vendem dois pardais por uma moedinha?
Contudo, nenhum deles cai no chão sem o consentimento
do Pai de vocês. Até os cabelos da cabeça de vocês estão
todos contados. Portanto, não tenham medo; vocês valem
mais do que muitos pardais!" Mateus 10:24-31

"Não fazendo caso do que eles disseram, Jesus disse ao


dirigente da sinagoga: 'Não tenha medo; tão-somente creia'"
Marcos 5:36

"Não tenham medo, pequeno rebanho, pois foi do agrado do


Pai dar-lhes o Reino." Lucas 12:32

"Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o


mundo a dá. Não se perturbe o seu coração, nem tenham
medo" João 14:27
É obvio que Jesus compreendia que todos nós temos medo,
mas Ele também nos disse que não devemos permitir que o
medo nos controle. As palavras finais sobre medo são
encontradas no livro do Apocalipse. Esses versículos finais
não deixam dúvida sobre como Deus trata esse assunto de
forma séria.

"Não tenha medo do que você está prestes a sofrer. O


Diabo lançará alguns de vocês na prisão para prová-los, e
vocês sofrerão perseguição durante dez dias. Seja fiel até a
morte, e eu lhe darei a coroa da vida." Apocalipse 2:10

"O vencedor será igualmente vestido de branco. Jamais


apagarei o seu nome do livro da vida, mas o reconhecerei
diante do meu Pai e dos seus anjos." Apocalipse 3:5

O medo nos impede de alcançar a vitória. Se permitir que ele


nos controle, não obedecemos a Deus. E se nos conformarmos
com essa situação, Jesus nos diz claramente que removerá
nosso nome do Livro da Vida. Pelo que podemos
compreender, se nosso nome está no Livro da Vida, é porque
iremos para o céu e, se não está, é porque passaremos a
eternidade no inferno.

Lidar com o medo não é uma opção, é


uma exigência para entrar no céu.

É exatamente isso o que Jesus diz em Apocalipse 3:5, que


acabamos de mencionar. Vejamos outro versículo bíblico:
"O vencedor herdará tudo isto, e eu serei seu Deus e ele
,
será meu filho. Mas os covardes os incrédulos, os
depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade
sexual, os que praticam feitiçaria, os idolatras e todos os
mentirosos — o lugar deles será no lago de fogo que arde
com enxofre. Esta é a segunda morte ". Apocalipse 21:7-8
O versículo 8 lista os que não entrarão no céu. E quem são os
primeiros da lista? Os covardes!

Covarde é aquele que permite que o medo controle suas ações.


*

E interessante observar que os covardes são listados antes


mesmos *

dos assassinos! E óbvio que Deus não suporta quem é


covarde. Então não se engane pensando que Deus
"entenderá" sua fraqueza de "não controlar o medo". Deus
não "entende" sua | recusa em lidar com o medo em sua
vida, meu querido. É algo que Ele condena. Por que?
Porque Jesus pagou o preço pelos nossos medos na cruz.
Você É CAPAZ de controlar o medo, pois Deus quer ajudá-
lo nisso.

Lembre-se:"Tudo posso naquele que me fortalece" (Filipenses


...:

COMO Há dois tipos


ARRANCAR A RAIZ DE MEDO
diferentes de medo: o medo humano natural e o medo
demoníaco. Por favor, lembre-se de que os demônios podem,
mesmo do lado exterior, injetar medo em você. Podem fazer
isso em uma fração de segundos. Você pode estar em paz em
um determinado momento e, no instante seguinte, estar
completamente consumido pelo medo! Em geral, o medo
demoníaco é irracional e incoerente com o contexto presente.
Por exemplo, algumas pessoas acordam no meio da noite
molhadas de suor, totalmente apavoradas. Esse é um medo
demoníaco. Talvez você tenha, por algum motivo, que sair de
casa no escuro e, de repente, é engolfado pelo medo. Se você
não está sendo ameaçado por algo ou alguém, então não tem
motivo para sentir medo. Esse é outro exemplo de medo
demoníaco.

O medo demoníaco é o mais fácil de lidar, basta simplesmente


repreendê-lo em nome de Jesus. Não se esqueça de Lucas
10:19 e Marcos 16:17. Você tem total autoridade sobre o medo
demoníaco em nome de Jesus, então basta simplesmente abrir
a boca e dizer em voz alta: "Medo, saia da minha vida em
nome de Jesus!" Pode repetir quantas vezes for preciso, mas
você deve se dirigir diretamente ao medo e mandá-lo embora
em nome de Jesus. Faça isso com toda sua vontade e terá
vitória sobre esse tipo de medo. Volte sua mente para a
Palavra de Deus e para as Suas promessas em sua vida.

O medo humano natural deve ser tratado de forma bem


diferente. Eu, Rebecca, nasci em uma família completamente
controlada pelo medo. Meu avô morreu quando meu pai tinha
apenas 17 anos. Ele vivia em uma fazenda que seu pai havia
hipotecado para comprar um trator e alguns outros
equipamentos que estavam sendo lançados na época. Pouco
depois da morte do meu avô, ocorreu a grande depressão na
década de 20. Meu pai tinha três empregos para manter a
fazenda operando e colocar comida na mesa para a família. O
medo constante dele era de que perdessem tudo e morressem
de fome. Meu pai nunca se livrou desse medo e nunca fez
qualquer dívida depois disso, nem assumiu qualquer risco na
vida.

Minha mãe, da mesma forma, veio de uma família repleta de


medos. Ela tinha medo de quase tudo. Assim, eu também
cresci cercada pelo medo. O grupo religioso no qual fui criada
usava o medo como ferramenta para manter todos na linha e
em obediência às regras do grupo. Nos diziam que se
deixássemos o grupo perderíamos nossa salvação e seríamos
condenados ao inferno. Éramos presos a inúmeras regras
ridículas constantemente mudadas de acordo com os caprichos
da liderança do grupo. Eu nunca havia percebido quanto medo
havia em minha vida até que me afastei do grupo pela
primeira vez aos 26 anos para estudar medicina. Depois que
fiz de Jesus o Senhor da minha vida, uma das primeiras raízes
que Ele tratou em mim foi o medo.
Conforme fui crescendo no Senhor e aprendendo a ouvir
Sua voz falando comigo, o Espírito Santo foi me
mostrando cada vez mais o quanto eu estava
desobedecendo a Deus por ter medo de fazer determinada
coisa, ou seja, eu estava negando a Cristo! Logo aprendi a
começar a fazer as coisas sozinha, aprendendo a confiar
que Deus me protegeria. Mas a cura final em minha alma
em relação à raiz de medo só ocorreria em minha vida
anos mais tarde.

A lição final veio depois que Daniel e eu fizemos um ano de


casados. Escrevi sobre isso nos livros Maldições Não-Quebradas e
Firmado na Rocha. A família de Daniel se levantou contra nós e o
acusou de crimes que ele não havia cometido. Em apenas uma noite,
perdemos tudo o que tínhamos: nossa casa, nossos pertences, nossos
carros e nossas finanças. Não nos restou nada além das roupas do
corpo e o carro no qual estávamos. Pouco depois, Daniel foi
colocado atrás das grades. Tive que trocar nosso carro por um trailer
que gotejava quando chovia e essa passou a ser a minha casa. Esse
foi o pior período da minha vida. Meu amado esposo havia sido
retirado de mim e eu só podia vê- lo uma vez por semana, através de
uma cabine com vidro. Eu nem sequer podia tocá-lo!

Todos os que se diziam nossos amigos nos deram as costas, exceto


um. Eu vivia em um estado de puro terror. Pensei que nunca mais
fosse ter meu esposo de volta. Pouco tempo depois, ele foi
transferido para fora da cidade onde estávamos, para outra
penitenciária. Os oficiais da prisão não me disseram para onde ele
estava sendo transferido. Eu tive que esperar vários dias até que
Daniel pudesse ligar para alguém conhecido. Então eu peguei nossa
casa motorizada e atravessei todo o país até onde haviam me dito que
Daniel estava. E logo quando eu arranjava um
I
advogado para fazer as devidas petições, Daniel era
novamente transferido para outra prisão do outro lado do
país. Da mesma forma, ninguém me dizia para onde ele
estava sendo transferido
e eu tinha que esperar pela próxima ligação de Daniel. Isso aconteceu
diversas vezes por um período de 40 dias. Não tenho palavras para
descrever o terror, o desespero e a agonia daqules dias! Perdi cerca
de 18kg em 40 dias, tão grande era o meu estresse.

Foi pouco antes de toda essa situação ser resolvida que o Senhor
tratou a raiz de medo em minha vida.

Eu estava dirigindo pelas Montanhas Rochosas certa noite quando


peguei o caminho errado e me perdi. Estava escuro e chovia tão forte
que eu mal conseguia ver a estrada. Parecia que eu me encontrava no
meio do nada e sem a menor noção de que direção tomar. Durante a
madrugada, o vento estava tão forte que eu sabia que não era mais
seguro continuar dirigindo, pois os trailers não são seguros em meio
a fortes ventos. Se o vento o atingir na lateral, o trailer pode
facilmente virar. Consegui visualizar um desvio e estacionei o carro.
Conforme o vento ia mudando de direção, ele começava a golpear a
lateral do veículo, então eu tinha que mudar de posição a cada meia
hora, a fim de mantê-lo na direção do vento. Meu maior medo era de
o trailer virar. Cheguei ao fundo do poço naquela noite! Em total
desespero, clamei ao Senhor:

- Pai, por favor, o que quer que eu aprenda com tudo isso?

Eu sabia que quando você está passando por um vale na vida, a


maneira mais rápida de sair do vale é aprendendo as lições que Deus
tem para você nesse vale. Admiti voluntariamente que queria saber
logo que lição tirar da situação na qual eu estava. Minhas motivações
para essa oração eram puramente egoístas, mas Deus graciosamente
me respondeu de forma rápida e clara. - O seu medo de Mim é
pecado - Ele me disse.
Fiquei surpresa! Apesar de pensar a respeito, não conseguia entender
nada. Então respondi:

- Mas, Senhor, Tua Palavra diz que o temor do Senhor é o princípio


da sabedoria. Não estou entendendo! (Provérbios 1:7)

-Você não Me teme dessa maneira. Esse versículo fala a respeito a


um medo reverenciai de Mim. Mas você teme o que Eu possa
permitir que aconteça em sua vida - foi Sua resposta.

A resposta de Deus foi tão direta e correta que abriu as comportas da


minha emoção. Eu sempre acreditei que a melhor coisa era ser
sincera com Deus, pois Ele me conhece melhor que ninguém. Fiquei
tão chateada que comecei a gritar:

- Temor? MEDO!!! Pode crer que estou com medo!!! E com um


bom motivo, devo acrescentar! Veja só o que o Senhor permitiu que
acontecesse em minha vida!!!

Esbravejei, gritei e fiquei andando de um lado para o outro dentro do


trailer. Mas tudo o que Deus dizia era:

- Seu medo de Mim é pecado! Finalmente

consegui me acalmar e disse:


- Certo, Senhor. Sei que o Senhor nunca mente e que se diz que é
pecado, então é. Mas, por favor, me diga, como posso arrancar essa
raiz de medo do meu coração? Como posso ser curada do medo?

O Senhor respondeu com uma única palavra:

- CONFIE... Confie que tenho uma razão boa o suficiente para o que
permiti que acontecesse em sua vida, mesmo que você não saiba que
razão é essa.
Parei para pensar um pouco sobre isso. Eu não queria aceitar o que
Deus havia permitido em minha vida porque era mais doloroso do
que eu achava que pudesse suportar. No entanto, não havia como
fugir disso. Eu tinha de passar por isso de alguma forma. Por fim,
respirei fundo e tomei uma decisão.

- Tudo bem, Senhor. Aceito isso. Tomo agora uma decisão de livre
vontade de confiar em Ti nessa situação. Confio que o Senhor tem
um propósito bom o suficiente para isso. Confio em Ti com toda
minha mente e coração. Mas, Senhor, preciso ser sincera, minha
barriga não confia em Ti! Meu estômago está um nó só e não consigo
deixar de sentir um frio na espinha não importa o que eu faça. Como
esse medo natural humano pode ser controlado?

- Esse tipo de medo só pode ser interrompido se Eu fizer uma obra


sobrenatural em sua vida. Quando alguém está sendo atormentado ou
vivendo sob ameaças, a única maneira de vencer completamente o
medo é se Eu fizer uma obra sobrenatural em sua vida - Deus
respondeu.

- Então - pedi - o Senhor faria isso em minha vida?

- Não, não farei - foi a resposta.

- Por que não?! - perguntei, frustrada.

- Por que você ainda não confia o bastante - Ele prontamente


respondeu.

Eu realmente já estava ficando frustrada com tudo isso. Então falei:


- Mas, Senhor, decido confiar em Ti de toda mente e coração. Não
posso fazer mais do que isso!
- Você ainda não confia em Mim o bastante.

- Mas como posso confiar mais em Ti a fim de que o Senhor


faça essa obra sobrenatural em minha vida? - perguntei.

- A única forma é passando pelo fogo! Irei permitir que você


passe pelo fogo diversas vezes e, a cada vez, sua confiança
aumentará. Permitirei que você passe pelo fogo quantas vezes
forem necessárias até que você possa literalmente andar pelas
chamas e elas não a tocarem.

Não era o que eu queria ouvir. Então exclamei:

- Oh, Deus! Espero que isso não seja uma palavra de profecia,
ou morrerei do coração antes que tudo isso acabe!

- Mas é exatamente o que farei, filha. Quero que sua confiança


aumente e só assim o seu medo diminuirá. Eu SEI o que faço
em sua vida.

E essa foi a última coisa que o Senhor me disse naquele


momento. Eu não estava nada satisfeita, mas sabia que não
me restava nenhuma opção a não ser abaixar a cabeça,
aceitar a vontade de Deus e passar pelos vales da melhor
maneira que podia. O versículo que ficou martelando na
minha cabeça naquele dia foi:

"Portanto, humilhem-se debaixo da poderosa mão de Deus,


para que ele os exalte no tempo d e v i d o 1Pedro5:6

Tive de aprender uma lição vital naquela noite. Talvez você esteja
passando pelo fogo nesse exato momento e pode ser que Deus esteja
fazendo isso em sua vida para que sua confiança aumente. Não
desanime, Deus ESTÁ no controle da sua vida. Não se esqueça da
parte final do versículo que mencionei:
" Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem
cuidado de vocês." 1Pedro 5:7

Deus quer levantar um exército de guerreiros para que faça


grandes proezas nestes últimos e difíceis dias. Você quer
fazer parte desse exército? Então aprenda a controlar o
medo e arranque sua raiz nociva do seu coração. Dessa
forma, sua confiança em Deus aumentará cada vez mais.

Por que? Porque "grandes proezas" só podem ser realizadas


sob as mais difíceis das circunstâncias, não durante os
tempos bons.

Na próxima vez em que sentir medo, primeiramente repreenda


em nome de Jesus qualquer demônio que esteja tentando colocar
medo em seu coração e então tome uma decisão consciente de
confiar em Deus!

"Tem misericórdia de mim, ó Deus, pois os homens me


pressionam; o tempo todo me atacam e me oprimem. Os
meus inimigos pressionam-me sem parar; muitos
atacam- me arrogantemente. Mas eu, quando estiver
com medo, confiarei em ti. Em Deus, cuja palavra eu
louvo, em Deus eu confio, e não temerei. Que poderá
fazer-me o simples mortal?" Salmo 56:1-4
Capítulo 4

Removendo a Raiz de Ira


por Rebecca Brown

jí ira é uma das raízes malignas que mais tem se expandido em


todo o mundo. Toda sociedade tem visto explosões violentas e
desastrosas de ira, que costumam resultar na morte de muita
gente. A ira é um problema inclusive dentro do corpo de
Cristo. Temos ficado impressionados como os cristãos
costumam discordar de coisas insignificantes a ponto de
causar destruição na vida da outra pessoa ou, no mínimo, o
rompimento de relacionamentos. Tudo isso é causado pela raiz
de ira. Sabemos que isso não é algo que agrada a Deus e por
isso devemos ter a graça de poder discordar de alguém sem
causar destruição ou ter que terminar a amizade!

Vejamos, primeiro, o que exatamente a Palavra de Deus diz


sobre a raiz de ira. Então irei apresentar a solução que Deus
deu a mim e a Daniel através de uma revelação direta. Tem
funcionado para nós e para inúmeras outras pessoas.

"Quando vocês ficarem irados, não pequem. Apazigúem a


sua ira antes que o sol se ponha, e não dêem lugar ao
Diabo." Efésios 4:26-27

Deus nos criou com a capacidade de experimentar um leque


de emoções e a ira é uma delas. No entanto, Deus ordena que
controlemos nossa ira! É nosso dever manter o controle
quando
sentirmos ira a fim de não permitir que caiamos em pecado.
Como isso é difícil! Quando alguém se ira, é fácil pecar
imediatamente! Se não em ações, pelo menos com a língua,
proferindo palavras afiadas.

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas


apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a
necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem.
Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual
vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de
toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem
como de toda maldade." Efésios 4:29-31

Você sabia que quando peca por estar tomado pela ira você
interrompe por completo o agir do Espírito Santo em sua
vida? Isso é muito sério, irmãos e irmãs! Pois precisamos estar
completamente dependentes do Espírito Santo para que
sejamos capacitados a viver de forma agradável de Deus.
Quando entristecemos o Espírito Santo com nossa ira,
impedimos o Seu mover em nossa vida. A Palavra de Deus é
clara: Devemos manter as raízes de amargura, raiva, ira,
murmuração e de conversas torpes fora da nossa vida! Mas
falar é fácil, difícil é FAZER.

O apóstolo Paulo claramente estabelece as qualificações para


os que estão em uma posição de liderança dentro das igrejas:

"Por ser encarregado da obra de Deus, é necessário que o


bispo seja irrepreensível: não orgulhoso, não briguento,
não apegado ao vinho, não violento, nem ávido por lucro
desonesto." Tito 1:7

Está vendo isso? Qualquer um em uma posição de liderança


NÃO deve ser rápido em irar-se.
Não posso lhe dizer para quantos lugares no mundo já viajei e
nem quantos pastores com os quais conversei me confessaram
que tinham um terrível problema com ira. E estou falando de
pastores de igrejas grandes! Eles pregavam para milhares de
pessoas na igreja e, quando voltavam para casa, destruíam a
esposa e os filhos com sua ira descontrolada. O abuso dentro
do casamento tem um índice alto na população em geral, e
não é diferente dentro do meio cristão. Tudo isso é resultado
de uma raiz de ira não tratada e descontrolada.

"O homem irado provoca brigas, e o de gênio violento


comete muitos pecados." Provérbios 29:22

Quando você peca por causa da ira, não peca só um


pouquinho, peca pra caramba! Você já percebeu como a ira é
contagiosa? Quando você está na presença de alguém que está
irado, não demora muito também para você ficar cheio de ira.

"Não se associe com quem vive de mau humor, nem ande


em companhia de quem facilmente se ira; do contrário
você acabará imitando essa conduta e cairá em armadilha
mortal."
Provérbios 22:24-25

Um dos maiores problemas para um cristão é seu ciclo de


amigos. A Palavra de Deus nos aconselha a nos afastarmos de
pessoas cronicamente iradas. É claro que se você é casado
com uma pessoa assim, então precisa lidar diretamente com o
problema! Mas iremos compartilhar algumas soluções para
isso vendo alguns exemplos específicos na Bíblia de pessoas
que pecaram por causa da sua ira e como Deus lidou com esse
pecado. Esses exemplos nos darão uma boa perspectiva de
como Deus vê a ira fora de controle.
"Então Jacó chamou seus filhos e disse: Ajuntem-se a meu
lado para que eu lhes diga o que lhes acontecerá nos dias
que virão." Gênesis 49:1

Nos dias do Antigo Testamento, o Espírito Santo não habitava


nas pessoas como faz hoje depois da cruz. Em vez disso, o
Espírito Santo pairava sobre as pessoas em determinados
momentos e então Deus falava diretamente com elas. Um caso
assim foi Jacó. Quero que você entenda claramente que no
versículo 2 em diante não é Jacó quem está falando, mas Deus
através de Jacó. Deus está profetizando através de Jacó sobre
o que viria a acontecer na vida dos seus filhos. No começo do
versículo 5, Deus fala sobre os dois filhos dele, Simão e Levi:

"Simeão e Levi são irmãos; suas espadas são armas de


violência. Que eu não entre no conselho deles, nem
participe da sua assembléia, porque em sua ira mataram
homens e a seu bel-prazer aleijaram bois, cortando-lhes o
tendão. Maldita seja a sua ira, tão tremenda, e a sua fúria,
tão cruel! Eu os dividirei pelas terras de Jacó e os
dispersarei em Israel." Gênesis 49:5-7

Vemos claramente que Deus está muito aborrecido com a ira


de Simão e Levi! Tanto que não quis nem que Seu nome
estivesse associado a eles! Quantos cristãos não andam por aí
tendo ataques descontrolados de ira e continuam afirmando
servir a Deus, trazendo grande desgraça ao nome de Cristo?
Deus não quer Seu nome associado a pessoas assim! Mais do
que isso, Deus pronunciou uma maldições sobre Simão e Levi,
e seus descendentes, por causa da ira deles. Trata-se de uma
maldição hereditária. Muitos de vocês que estão lendo este
livro agora possuem essa mesma maldição em sua vida por
causa da ira pecaminosa dos seus antepassados. Vejamos mais
um exemplo.
Muitos conhecem a história de Moisés. Ele foi criado no
palácio do Faraó e desfrutava de riquezas, poderes e prestígios
inimagináveis. Então, ele largou tudo para tentar ajudar seu
povo, mais especificamente, um outro israelita que estava
sendo agredido. Será que os demais israelitas apreciaram o seu
enorme sacrifício em favor de um deles? Certamente não!
Eles se viraram contra Moisés e, como conseqüência, ele teve
de passar 40 anos pastoreando ovelhas em um escaldante
deserto, tendo de viver em tendas em vez de em um palácio!
Então Deus trouxe Moisés de volta ao Egito para libertar os
filhos de Israel da sua terrível escravidão no Egito. E, da
mesma forma, sempre que vinha uma dificuldade, eles
colocavam a culpa em Moisés! Alguns historiadores dizem
que Moisés liderou cerca de um milhão de pessoas para fora
do Egito! Você conseguiria viver com um milhão de judeus
reclamões em um deserto escaldante? Foi o que Moisés teve
de fazer. Por fim, sua paciência já estava se esgotando. Então,
Deus conduziu o povo a um lugar no qual não havia água e,
como de costume, eles se viraram contra Moisés.

"Discutiram com Moisés e disseram: Quem dera


tivéssemos morrido quando os nossos irmãos caíram
mortos perante o SENHOR! Por que vocês trouxeram a
assembléia do SENHOR a este deserto, para que nós e os
nossos rebanhos morrêssemos aqui? Por que vocês nos
tiraram do Egito e nos trouxeram para este lugar terrível?
Aqui não há cereal, nem figos, nem uvas, nem romãs, nem
água para beber!" Números 20:3-5

Reclamação, reclamação! Agora os filhos de Israel estavam


reclamando que Moisés os "obrigara" a sair da posição de
escravidão! Que loucura! Eles não tinham direito a nenhum
cereal, figos ou uvas quando eram escravos! Tinham que se
contentar apenas em comer para poder sobreviver naqueles
dias. Ainda assim, estavam reclamando com Moisés por tê-los
conduzido à liberdade. Vemos depois dessa passagem que
Moisés e Arão ficaram furiosos! Então, os dois foram diante
do Senhor e Deus lhes disse para que Moisés pegasse sua vara
e falasse a uma rocha e que então Deus faria água jorrar da
rocha. Moisés e Arão se dirigirão até a rocha:

"Moisés e Arão reuniram a assembléia em frente da rocha,


e Moisés disse: 'Escutem, rebeldes, será que teremos que
tirar água desta rocha para lhes dar?'" Números 20:10

Obviamente Moisés estava irado. Não tenho dúvidas de que


estava gritando com as pessoas quando disse: "Escutem,
rebeldes!" Na verdade, suspeito que Moisés na verdade tenha
dito um pouco mais do que ficou registrado aqui. Ele estava
irado! E, em sua ira, desobedeceu a Deus e perfurou a rocha
com seu cajado em vez de simplesmente falar a ela.

Dadas todas as difíceis circunstâncias com as quais Moisés e


Arão tinham de lidar, você não acha que Deus deveria ter
compreeendido o lapso de Moisés e sua ira? Não acha que
Deus deveria ter aceitado a justificativa? Nós justificamos
nossa ira o tempo todo. Mas Deus NÃO aceita qualquer
justificativa!

"O SENHOR, porém, disse a Moisés e a Arão: 'Como


vocês não confiaram em mim para honrar minha santidade
à vista dos israelitas, vocês não conduzirão esta
comunidade para a terra que lhes dou Números 20:12

Em vez de compreender a ira e a frustração de Moisés, Deus


lhe deu a pior das punições. Deus disse a Moisés que ele não
entraria na Terra Prometida! Moisés e Arão dedicaram suas
vidas a apenas uma coisa: entrar na Terra Prometida! Esse era
o maior desejo deles e, por um único momento de ira
pecaminosa descontrolada, eles deixaram de alcançar aquilo
que mais queriam na vida!
Isso mostra como Deus leva a sério a questão da ira. Não há
dúvidas de que muitos de vocês que estão lendo este livro têm
perdido grandes bênçãos de Deus em sua vida por causa da
raiz pecaminosa de ira que carregam no coração. Muitos não
estão tendo suas orações respondidas por causa da ira. Muitos
não conseguem alcançar as coisas que tanto querem na vida
como conseqüência da raiz de ira. Deus não aceita
justificativas para a ira pecaminosa em seu coração! E não
deixará de puni-lo por ela.

Por favor, pare um pouco e analise sua vida. É possível que


você tenha o hábito pecaminoso de se irar e de perder a
cabeça, e isso atrapalha sua caminhada com o Senhor. A ira
descontrolada também atrapalha diversas outras áreas da sua
vida. Muita gente perde o emprego por causa da ira.
Casamentos e famílias são destruídos por causa da ira.
Relacionamentos são rompidos sem possibilidade de
restauração por causa da ira.

Pare e reflita por um momento: Que papel a raiz de ira tem


exercido em sua vida? Este é o momento de curar a raiz de ira.

CURANDO A RAIZ DE IRA Por anos, procurei


em Deus uma resposta para a ira. Como seria possível não se
descontrolar de raiva? Como a ira poderia ser interrompida
em nossa vida? Por fim, Deus respondeu diretamente a Daniel
e a mim. Ele nos ensinou esta lição em duas estapas em dias
diferentes. A primeira etapa é uma história longa demais para
ser escrita aqui, mas nos ensinou que quando pecamos por
causa da ira, damos aos demônios o direito legal de grudar em
nós. A segunda e última etapa sobre como lidar com a ira foi
apresentada certo dia a Daniel quando ele estava dirigindo em
direção ao correio.

Vivemos a 24km da cidade de Clinton, no estado americano


do Arkansas, na verdade, a cidade mais próxima das
redondezas.
Pegamos nossas correspondências no correio de Clinton, que
possui 3.000 habitantes. Há uma rodovia que passa pelo
centro da cidade e o comércio fica nos lados dessa rodovia. As
pessoas dirigem muito rápido por ela, pelo menos a 80km/h.

Nesse dia em particular, Daniel fora sozinho pegar as


correspondências. Ao passar pelo centro da cidade,
testemunhou um indicente. Ele de forma alguma estava
envolvido; apenas testemunhou. Ele estava dirigindo
normalmente e um jovem em uma pickup ia na mesma
direção, um pouco mais à frente. De repente, um senhor de
idade pegou a rodovia à direita e prosseguiu a 30km/h. O
velho nem parou para ver se vinha alguém em alta
velocidade! O jovem na pickup enterrou o pé nos freios e
derrapou pela rodovia a fim de não bater na traseira do carro
daquele senhor. Quando finalmente conseguiu controlar o
veículo, o jovem estava furioso! Ele se emparelhou ao lado do
velho e começou a buzinar, enquanto balançava seu punho
com raiva com o braço fora da janela. Acho que o velho era
tão surdo que nem ouviu o jovem irritado. Não demorou
muito, o senhor pegou uma saída em direção a um comércio.
O jovem acelerou e seguiu seu caminho.

Entenda que Daniel nada teve a ver com o incidente. No


entanto, quando ele passou pelo lugar exato na rodovia onde
tudo havia ocorrido, de repente, percebeu que também havia
sido tomado pela ira. Ele ficou tão irritado que queria bater
em alguém ou em alguma coisa! Ele não tinha motivo algum
para estar tão irado! Então começou a orar: "Senhor, por que
estou tão irritado? Não tenho motivos para isso... Rebecca
nem está aqui comigo!" Ao fazer essa pergunta ao Senhor, o
Espírito Santo imediatamente colocou em sua mente o
seguinte versículo:

"Quando vocês ficarem irados, não pequem... e não dêem


lugar ao Diabo." Efésios 4:26-27
Então o Senhor prosseguiu mostrando a Daniel que a palavra
"lugar" corresponde a um termo geográfico. Por exemplo, sua
casa é um "lugar". O local na rodovia onde o jovem quase
sofreu um acidente era também um "lugar". Quando ficamos
irados, e pecamos em nossa ira, assim como fez aquele jovem,
damos aos demônios o direito legal de habitar naquele
"lugar". Então eis a explicação:

Os demônios estão indo de um lado a outro o tempo todo


procurando um lugar no qual possam causar problemas. No
instante em que o sentimento de ira cresce em nós, essa
emoção atua como um ímã para os demônios de ira. Você
sabe o que é um ímã, não sabe? Se colocarmos um fragmento
de metal sobre uma mesa e então aproximarmos um ímã, o
que acontecerá? Os fragmentos imeditamente pularão para o
ímã, que atrai o metal. Da mesma forma, nosso sentimento de
ira atrai os demônios de ira até nós. Isso acontece muito
rápido. Em uma fração de segundos, os espíritos de ira vêm
voando e grudam em nós, externamente. E esses espíritos têm
a capacidade de injetar ainda mais ira em nós, em uma
questão de segundos.

Pense sobre isso por um instante. Consegue se lembrar da


última vez em que se irou? Quando você começou a se irar,
não demorou muito e a sua ira se tornou gigantesca, não foi
mesmo? Sabe por quê? Por causa da ira que os demônios de
ira injetaram em você. O objetivo desses espíritos é deixar você
tão irado que perca o controle e peque. E quando você peca, eles
passam a ter o direito legal de entrar em você. E, uma vez
dentro de você, podem tentá-lo ainda mais e controlar suas
ações. O fato é que os demônios
/
odeiam os seres humanos e seu único objetivo é nos destruir.
E por isso que toda pessoa que perde o controle por causa da
ira tende a se autodestruir.

Elas magoarão as pessoas que mais amam. Cometerão atos de


violência que destruirão suas vidas, etc. Os demônios dentro
delas são a força que as impulsiona a fazer esse tipo de coisa.
Voltemos ao incidente com Daniel por um instante. O jovem
na pickup pecou em sua ira em relação ao velho no outro
carro. Como conseqüência, ele deu aos espíritos de ira o
direito legal de se estabelecerem naquele "lugar". Quando
Daniel chegou naquele exato ponto da rodovia, literalmente
passou por uma nuvem de demônios de ira e, nesse instante,
esses demônios grudaram em Daniel, injetando ira nele. Foi
por isso que, de repente, Daniel ficou furioso apesar de não
ter motivos para isso. O Senhor mostrou a Daniel que ele
deveria repreender os demônios de ira e mandá-los embora.
Assim que Daniel fez isso, a ira se dissipou.

Você já esteve andando quando passou por uma nuvem de


insetos sobre determinado lugar? E assim em relação aos
demônios de ira. Quando alguém peca, dá a esses espíritos o
direito legal de habitar naquele "lugar", e eles ficam pairando
ali como uma nuvem, apenas esperando que alguém passe.
Eles podem ficar pairando dessa forma em qualquer lugar -
em um ponto da rodovia, em uma mesa num restaurante, em
um assento num ônibus ou avião, em um quarto de hotel, etc.
Quantas vezes você, de repente, do nada, começou a ficar
irado sem motivo algum? Isso ocorreu porque você passou
por uma nuvem de demônios de ira. Nesse caso, basta
repreendê-los e mandá-los embora!

Há um exemplo ainda mais dramático disso que ocorreu com


um casal no Texas há alguns anos. O incidente passou em
todos os noticiários do país. Tratavam-se de um marido e uma
esposa, muito educados, ambos dentistas. De alguma forma, a
esposa descobriu que seu marido a estava traindo. Então, certa
noite, a esposa o seguiu até um motel. Ela esperou um pouco
do lado de fora até que se dirigiu à recepção e falou com o
atendente que era a esposa do cliente que entrara há pouco e
pediu uma chave do quarto. Então ela foi até o quarto, abriu a
porta e pegou seu marido na cama com outra mulher. Ela saiu
abalada do motel e ficou esperando no carro. Ali, ela foi
ficando cada vez mais irada e, quando o marido saiu, ela
estava tão cheia de ira que perdeu o controle e passou com o
carro por cima dele, matando-o. Como conseqüência, ela
destruiu a sua própria vida! Está agora presa até o dia em que
morrer. Perdeu sua casa, sua família, seus filhos, sua licença
de dentista e tudo mais que tinha. Por que? Porque os
espíritos de ira injetaram tanta ira nela que fez com que
cometesse aquele assassinato. Se ela tivesse pensado com
clareza, certamente não teria feito nada daquilo. Poderia ter
no mínimo se divorciado daquele homem e seguido sua vida.
Mas, ali sentada no carro, ela se entregou a pensamentos
pecaminosos de ira, permitindo que os demônios entrassem
em sua vida. No fim das contas, eles somente a prejudicaram.

A carta aos coríntios nos mostra que o principal campo de


batalha na guerra espiritual é, na verdade, a nossa mente.

"Pois, embora vivamos como homens, não lutamos


segundo os padrões humanos. As armas com as quais
lutamos não são humanas; ao contrário, são poderosas em
Deus para destruir fortalezas. Destruímos argumentos e
toda pretensão que se levanta contra o conhecimento de
Deus, e levamos cativo todo pensamento, para torná-lo
obediente a Cristo." II Coríntios 10:3-5

Os demônios podem, externos a nós, injetar pensamentos e


a

sentimentos em nossa mente. E por isso que somos ordenados


a manter cada pensamento cativo. TEMOS de controlar o que
passa por nossa mente. Aqui vai uma solução para a ira:

No instante em que irarmos, devemos repreender os espíritos de ira


e mandá-los embora da nossa vida de uma vez por todas em nome
de Jesus!

Devemos ficar mandando os demônios embora até que nossa


ira diminua e possamos manter o controle. Então, podemos
orar e
buscar uma decisão em Deus sobre o que fazer com a
situação que nos deixou irados. Só assim podemos "irar e
não pecar".
E se você, por exemplo, for casado com alguém que se
deixa levar pela ira? Provérbios nos diz que "A resposta
calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira"
(Provérbios 15:1). Você DEVE repreender os demônios de
ira de si e se recusar a revidar. Se você permanecer quieto e
controlado em relação à sua ira, a raiva do seu cônjuge não
durará muito. Mas se você der lugar à ira, a situação ficará
fora de controle. Permita-me dar alguns exemplos que o
ajudarão a compreender esse princípio.

Exemplo 1:
Ministrei essa lição em Nova Iorque e na noite seguinte
perguntei se alguém tinha tido a oportunidade de lidar com a
ira naquele dia. Uma irmã lá nos fundos começou a balançar
a mão com grande vigor. Então eu a chamei e ela veio
alegremente dizendo:

- Oh, irmã Rebecca! Essa lição sobre a ira foi para mim! Eu
tenho pecado em relação à ira durante oito horas por dia,
cinco dias por semana nos últimos sete anos!

- Meu Deus! O que você em feito? B perguntei.


- Eu trabalho no departamento de reclamações de uma
companhia de serviços públicos. Cada um que me liga está
furioso e eu passo o dia inteiro brigando com as pessoas ao
telefone. O Espírito Santo me convenceu fortemente do meu
pecado! Então, hoje de manhã, quando cheguei ao trabalho,
estava determinada a parar de pecar com a ira. Trabalho
com cinco linhas telefônicas e, às oito horas, a primeira
linha começou a chamar. Atendi e tinha um homem
irritadíssimo do outro lado. Ele gritava e me xigava sem
parar! Normalmente, eu responderia a ele com ira, mas
tinha ouvido o que você falou ontem e, em vez de brigar,
falei: "Só um instante" e apertei o botão de espera. Então
falei
em voz alta: "Demônios de ira, eu os repreendo em nome de
Jesus e ordeno que saiam desse homem e de mim. Vão
embora daqui, da linha telefônica e da nossa conversa. Em
nome de Jesus!" Então puxei novamente a ligação e o homem
estava calminho e pude resolver o problema dele sem
ninguém se irar. Durante todo o dia, sempre que atendia
alguém com ira, eu o colocava na espera e repreendia os
espíritos de ira. Não fiquei irada em momento algum e pude
manter o controle em todas as conversas. Pude resolver todos
os problemas em questão de minutos e isso somente porque
mantive a ira longe de cada situação.

Exemplo 2:
Depois de ministrar sobre este assunto uma noite no Texas,
uma irmã veio até mim depois da reunião e disse:

- Você acabou de relatar exatamente o que aconteceu comigo


hoje. Eu trabalho com vendas e sou boa no que faço. Tive de
comparecer a uma reunião de vendas hoje na empresa na qual
trabalho e, depois da reunião, um incidente ocorreu na sala
onde nos reunimos. Eu testemunhei o incidente, mas não tive
nada a ver com ele. Duas mulheres começaram a se irar uma
contra a outra e a gritar. A discussão se tornou violenta e,
literalmente, houve puxões de cabelo. Muita gente teve de
intervir para separá- las. Quando saí da sala, eu estava irritada
e fora de controle, e isso sem motivo nenhum aparente.

Então ela continuou :

- Fui depois visitar meu primeiro cliente do dia. E um


homem que conheço muito bem. Bom, eu ainda estava
irritada quando cheguei ao escritório dele e, para ser bem
sincera, estava sendo bastante difícil ser educada com ele.
Então logo ele interrompeu nossa conversa e disse: "Espere
um pouco. Estou percebendo que você está muito irritada e
assim não dá para falar de negócios
com você. Fique esperando aqui enquanto vou até à outra sala
fazer uma reza para que o meu deus cuide da sua ira." E assim
que ele saiu, percebi que seria melhor eu orar o quanto antes,
pois ele é budista! Agora percebo que os espíritos de ira que
foram atraídos para aquela sala de reunião na qual as mulheres
estavam brigando simplesmente grudaram em mim. E eles
certamente injetaram ira em mim, porque eu não tinha o
menor motivo para estar irritada. Meu cliente, sendo budista,
podia ver claramente o mundo espiritual e perceber os
demônios de ira que me acompanhavam. Agora sei o que fazer
e, no futuro, não mais permitirei que esses demônios grudem
em mim.

Exemplo 3:
No dia seguinte após aprender esta lição, uma jovem deu o
seguinte testemunho:

- Meu marido e eu estamos casados há cinco anos. Ele é um


evangelista intinerante. Durante os primeiros três anos do
nosso casamento, eu viajava com ele. Então tivemos um filho
e tive de ficar em casa. Esses dois últimos anos têm sido
terríveis! Toda noite, após ministrar, meu marido me liga e
sempre acabamos brigando. E chegamos a um ponto no qual
tudo o que fazemos é brigar. Semana passada, conversamos
sobre nos divorciar, uma vez que estava sendo impossível
levar o casamento. Então, ontem à noite, eu ouvi o que você
disse sobre os espíritos de ira e, assim que cheguei em casa,
meu marido ligou, como de costume. Antes que ele dissesse
qualquer coisa, falei: "Espere um pouco. Quero orar antes de
conversarmos." Então orei: "Em nome de Jesus, eu tomo
autoridade sobre todos os demônios de ira e ordeno que saiam
de mim e do meu esposo agora mesmo e que fiquem bem
longe da nossa conversa." E então conversamos por três horas
e não brigamos nada! Agora acreditamos que podemos
prosseguir com nosso casamento, pois apenas precisávamos
saber que nossa luta não era entre nós, mas contra os espíritos
que não vemos!
EXEMPLO 4: O seguinte
testemunho foi dado por um jovem:

- Eu sempre tive o pavio curto. Atendi ao apelo do altar ontem


à noite mas sinceramente não pensei que fosse fazer qualquer
diferença. Hoje, tive de ir ao aeroporto receber um amigo. Ao
sair do estacionamento, tive um desentendimento com a
pessoa que era responsável por receber o dinheiro do
estacionamento. Tentei permanecer calmo, mas era evidente o
quanto a outra pessoa estava irada. Então, quando passei pela
cancela, ela simplesmente a abaixou bem em cima do meu
carro! Ficou um amassado bem feio! Então saí do carro e fui
resolver a situação. E, ao fazer isso, lembrei-me do que você
havia dito sobre repreender os demônios de ira. Eu estava
furioso, devo confessar, e minha vontade era voltar e
arrebentar a cara do rapaz! Mas, no entanto, decidi mandar
embora de mim todos os demônios de ira em nome de Jesus.
Fiz isso diversas vezes enquanto ia à cabine na qual estava o
atendente. Ao chegar lá, minha ira havia ido embora e eu pude
calmamente pedir que ele chamasse seu supervisor. Eu havia
repreendido os demônios de ira do atendente também, então
ele humildemente me pediu desculpas. Acredite, isso foi uma
mudança radical para alguém que normalmente teria resolvido
a situação com violência! Acho que a coisa funcionou muito
bem.

Exemplo 5:
O testemunho a seguir é de outra irmã do Texas:

- Eu tenho uma filha que está passando por uma fase muito
difícil. Sempre que eu a mando fazer alguma coisa, ela
empina o nariz e diz: "Não!" Na hora, eu fico furiosa e
começamos a brigar. Na verdade, nosso relacionamento estava
sendo destruído, pois não fazíamos nada além de brigar.
Então, ontem à noite, ouvi sua mensagem sobre a raiz de ira.
Fui fortemente convencida pelo Senhor quanto à minha ira em
relação à minha filha. Hoje, precisei
pedir a ela que fizesse algo (nada grande ou difícil) e, como
de costume, ela arrebitou o nariz e disse: "Não!"
Imediatamente fiquei irada, mas me lembrei do que você
havia falado e, em vez de gritar com ela, simplesmente disse
em voz alta: "Demônios de ira, saiam de mim e da minha filha
de uma vez por todas em nome de Jesus!" Mal as palavras
haviam saído da minha boca, minha filha veio até mim e
disse: "Mãe, não sei por que disse 'não'! Claro que vou fazer o
que a senhora me pediu!" E não houve briga nenhuma!

Sabe o que estava acontecendo aqui? A filha simplesmente


havia criado o hábito de dizer "não" para tudo o que a mãe lhe
pedia e, ao fazer isso, a mãe se enchia de ira. Os demônios de
ira na mãe então passavam para a filha e a faziam ter uma
atitude rebelde, e assim o palco estava armado para uma nova
briga entre mãe e filha. Quanto mais brigavam, mais os
demônios conquistavam terreno legal para destruir o
relacionamento delas. Mas tudo isso acabou quando a mãe
conseguiu romper o ciclo.

Você tem um temperamento difícil e costuma perder o


controle em várias situações em sua vida? Se sim, então, por
favor, faça as seguintes orações e dê os seguintes comandos.
Fale bem alto e com firmeza!

Oração: O primeiro passo é sempre confessar o pecado. A raiz


pecaminosa de ira em seu coração tem permitido que
demônios de ira entrem em sua vida. Faça a seguinte oração:
"Pai, em nome de Jesus, confesso a Ti que tenho pecado em
minha ira e peço que o Senhor me perdoe por esse pecado e
me purifique dele. Agradeço-Te em nome de Jesus."
Comando: "Em nome de Jesus, ordeno a todos os demônios
de ira que entraram em minha vida devido à raiz pecaminosa
de ira que havia em meu coração que saiam agora e para
sempre!"
Muitos de vocês têm demônios de ira herdados dos seus
antepassados, transmitidos por maldições hereditárias devido
ao pecado de ira deles.

Oração: "Pai, em nome de Jesus, reconheço diante de Ti que


meus antepassados pecaram contra Ti em sua ira.
Humildemente peço-Te que faça separação entre mim e todos
os pecados de ira que entraram em minha vida por maldição
hereditária. Também humildemente peço-Te que quebre todas
as maldições hereditárias sobre a minha vida e sobre a vida
dos meus filhos, que são Teus. Agradeço-Te por isso, em
nome de Jesus."

Comando: "Em nome de Jesus Cristo, ordeno a todos os


demônios de ira que entraram em minha vida por meio de
maldição hereditária que saiam agora e para sempre! Também
ordeno que todos esses demônios de ira saiam da vida dos
meus filhos agora mesmo e para sempre, em nome de Jesus!"

Comando: "Em nome de Jesus Cristo, ordeno que todas as


maldições hereditárias de ira sejam quebradas em minha vida
e na vida dos meus filhos agora e para sempre. Ordeno a todo
demônio associado a essas maldições que saiam da minha
vida e da vida dos meus filhos agora e para sempre, em nome
de Jesus!"

Agora você tem o direito legal de fazer o seguinte comando:

"Em nome de Jesus, ordeno que toda raiz de ira seja quebrada
agora em minha vida!"

NOTA: Isso não significa que você nunca mais sentirá ira,
mas agora você tem uma vantagem: tem conhecimento! A
partir de então, sempre que sentir ira, você pode tomar uma
das seguintes atitudes:
1 Instantaneamente ordenar que todos os demônios vão
embora até que a ira passe, ou 2. Não mandar os
demônios embora e acabar pecando.
Por favor, faça a seguinte oração:
"Pai, em nome de Jesus, eu peço a Ti que me ajudes. A partir de
agora, sempre que eu me irar, peço que o Senhor faça com que o
Espírito Santo coloque em minha mente consciente, no mesmo
instante e violentamente, o que aprendi sobre como controlar a
ira. No exato momento em que eu me irar, faça com que eu fique
ciente de que preciso imediatamente repreender esses demônios
de ira e mandá-los embora de mim. É o que Te peço e agradeço,
em nome de Jesus."

Se você for fiel em lidar com esses espíritos de ira, perceberá


uma enorme mudança em sua vida. Lembre-se de que nossa
batalha não é contra carne ou sangue, mas contra os espíritos
malignos que habitam o mundo espiritual.
PARTE DOIS:

ESTABELECENDO AS
RAÍZES BOAS
Capítulo 5

Firmando Nossas Raízes em Cristo


por Rebecca Brown

decentemente, o Senhor trouxe a mim, Rebecca, um


entendimento ainda mais profundo sobre como estabelecer as raízes
da nossa alma em Jesus, assumindo nossa verdadeira posição em
Cristo. O texto de Efésios 2 é bastante citado sobre este assunto,
mas muito pouco entendido quanto à sua aplicação prática diária
em nossas vidas.
"Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor
com que nos amou, deu-nos vida com Cristo, quando ainda
estávamos mortos em transgressões pela graça vocês são salvos.
Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos
lugares celestiais em Cristo Jesus " Efésios 2:4-6

Já li livros inteiros a respeito dessa importante afirmação "nos fez


assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus", no entanto, sem
nenhum autor sequer conseguir apresentar uma definição prática do
que isso significa em nosso cotidiano.

Primeiro, onde ficam esses "lugares celestiais"? Efésios nos diz:

"Esse poder ele exerceu em Cristo, ressuscitando-o dos mortos


e fazendo-o assentar-se à sua direita, nas regiões celestiais,
muito acima de todo governo e autoridade, poder
e domínio, e de todo nome que se possa mencionar, não
apenas nesta era, mas também na que há de vir. Deus
colocou todas as coisas debaixo de seus pés e o
designou cabeça de todas as coisas para a igreja, que é o
seu corpo, a plenitude daquele que enche todas as
coisas, em toda e qualquer circunstância." Efésios 1:20-
23

"Então, Jesus aproximou-se deles e disse: Foi-me dada


toda a autoridade nos céus e na terra." Mateus 28:18

O lugar é "muito acima de todo governo e autoridade, poder


e domínio, e de todo nome que se possa mencionar, não
apenas nesta era, mas também na que há de vir".
Surpreendente, não é? Não se pode chegar mais alto que
isso! Essa é, na verdade, a base da nossa autoridade sobre
Satanás e seu reino no nome de Jesus. Satanás também está
incluído em "muito acima de todo governo e autoridade,
poder e domínio".

COMO ALCANÇAMOS TAL POSIÇÃO? Há um texto


incrível pouco compreendido no Evangelho de João,
capítulo 17. Nós o encontramos na oração que Jesus fez
antes da crucificação. Primeiro, Jesus ora por Seus
discípulos, então Ele complementa:

"Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por


aqueles que crerão em mim, por meio da mensagem
deles." João 17:20

Por quem Jesus está orando aqui? Por você e por mim!
Somos os que creram em Jesus Cristo através das palavras
dos discípulos, que foram registradas para nós na Bíblia.
Por isso, os seguintes versículos depois dessa afirmação são
Jesus orando diretamente por nós.
" . . . para que todos sejam um, Pai, como tu estás em
mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para
que o mundo creia que tu me enviaste. Dei-lhes a glória
que me deste, para que eles sejam um, assim como nós
somos um..." João 17:21-22

Que declaração impactante! Jesus na verdade diz que a


glória que Deus-Pai Lhe deu, Ele também nos dá! Puxa!
Então, exatamente o que a palavra "glória" significa?
Significa esplendor, brilho, majestade, etc. Mas a palavra
glória também significa autoridade. Jesus estava dizendo
que Ele estava nos dando Sua autoridade. Perceba que estar
assentado nas regiões celestiais significa uma posição legal
de autoridade. Não se trata meramente de uma posição
física. Costumamos imaginar Jesus sentado fisicamente no
céu à direita de Deus-Pai, sendo que Ele está exercendo
uma posição de autoridade. Ou seja, Sua autoridade é uma
posição legal. Assim como um policial possui uma posição
legal de autoridade para assegurar o cumprimento da lei,
assim também Jesus possui uma posição legal de autoridade
sobre todas as coisas. Não há nenhum poder no distintivo
do policial, o qual representa sua posição de autoridade.
Mas sabemos que se desobedecermos a ordem de um
policial, ele tem toda autoridade para invocar o poder do
governo que há por trás dele para nos forçar a obedecer.
Esses caras possuem bala na agulha! Da mesma forma,
quando Jesus ordena alguma coisa, Ele tem todo o poder
ilimitado de Deus-Pai O respaldando. E difícil
conseguirmos conceber algo ilimitado, mas não há limites
para o poder de Deus.

Nossa posição de "assentar nos lugares celestiais em


Cristo Jesus" é uma posição legal de autoridade, não física.
Não estamos fisicamente nos céus com Jesus, o que é
óbvio. O problema é que não conseguimos "ver" uma
posição legal com nossos olhos físicos, por isso, nossa
tendência é esquercermos dela e deixamos de compreendê-
la.
Deixe-me ver se consigo ilustrar isso a vocês. Aqueles que
são casados estão em uma posição física conjugai, mas
estão também em uma posição legal matrimonial. Quando
você e seu cônjuge estão juntos em um lugar ao mesmo
tempo, a posição de vocês é física. Mas quando você vai
para um lado e seu marido vai para outro diferente, apenas
estão se separando fisicamente. Quando você não consegue
mais ver, sentir ou ouvir seu cônjuge, significa que não
estão mais casados? Claro que não! Isso é por causa da
posição legal do casamento de vocês, pois são legalmente
casados. A distância física não põe fim à sua posição legal
de casamento. O mesmo acontece com nossa posição legal
em Cristo. Não estamos fisicamente na presença de Jesus
neste momento, mas estamos em uma posição legal de
autoridade devido ao nosso relacionamento com Ele. Jesus
está em uma posição de grande autoridade e estamos juntos
a Ele nessa posição - legalmente, não fisicamente. Sendo
assim, Sua autoridade é nossa autoridade. Nosso
"distintivo" é, por assim dizer, o nome de Jesus. Quando
usamos o nome de Jesus, todo o arsenal de Deus nos é
colocado à disposição! Eu quero usar essas milhares de
equipes de TROPA DE ELITE à minha disposição!

O salmista transmitiu magnificamente esse conceito quando


escreveu:

"Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, a


lua e as estrelas que ali firmaste, pergunto: Que é o
homem, para que com ele te importes? E o filho do
homem, para que com ele te preocupes? Tu o fizeste um
pouco menor do que os seres celestiais e o coroaste de
glória e de honra. Tu o fizeste dominar sobre as obras
das tuas mãos; sob os seus pés tudo puseste: todos os
rebanhos e manadas, e até os animais selvagens, as aves
do céu, os peixes do mar e tudo o que percorre as
veredas dos mares. SENHOR, Senhor nosso, como é
majestoso o teu nome em toda a terra! Salmo 8:3-9
Outra vez, a "glória" que Deus deu à humanidade se trata
de uma posição de autoridade, pois Ele colocou toda a
criação em uma posição de subordinação a nós!

A próxima pergunta é: Como entramos plenamente nessa


posição? Bem, na verdade, não há nada que possamos fazer
para isso, pois Jesus e Deus-Pai já fizeram tudo por nós.
Deus, através de um ato puramente sobrenatural, deu-nos
essa posição legal de autoridade e Jesus nos disse que
poderíamos acessar essa autoridade através do uso do Seu
nome. Assim como um policial deve usar seu distintivo ou
mostrá-lo antes de usar sua autoridade legal para prender
alguém, da mesma forma devemos usar ou mostrar nosso
"distintivo" invocando o nome de Jesus. Isso exige duas
coisas:

1. Posição em Cristo
2. FÉ

Primeiramente, devemos estar em uma posição de


verdadeiros servos de Jesus Cristo. Isso significa que
devemos tomar uma decisão de livre e espontânea vontade
de tornarmos Jesus Cristo nosso Senhor e Salvador. Depois
de orarmos e confessarmos isso a Jesus, somos
imediatamente colocados sob a cobertura do Seu sangue e
nossa posição é modificada. Antes disso, estávamos em
posição de pecador separado de Deus, e, instantaneamente
após nossa decisão, tornamo-nos filhos de Deus por
adoção. Todos os filhos de Deus, ou seja, os cristãos, são
imediatamente colocados em uma posição de autoridade
legal estando assentados nas regiões celestiais em Cristo
Jesus. No entanto, acredito que nossa habilidade de usar
essa autoridade cresce conforme crescemos em Deus.
Assim como um policial iniciante não tem a mesma
autoridade de um delegado, mas possui ainda um certo
nível de autoridade legal, da mesma forma acontece com o
cristão no instante em que ele recebe a Jesus.
Em segundo lugar, como de fato podemos usar essa
autoridade? Pela fé! A fé é o segredo de tudo, mas o que é a
fé e como obtê- la? Simples. A fé é uma escolha! Depende
de você, é uma decisão sua. A fé é uma questão de se aceitar
como fato que Deus sempre cumpre Sua Palavra.

Vou fazer uma ilustração! Vivemos a vida inteira


acreditando na força da gravidade. E por isso que não
saltamos de um prédio de 10 andares! Em algum momento
da nossa vida, decidimos aceitar o fato de que a gravidade
existe. Não podemos vê-la, mas a sentimos e aceitamos que
ela é real. É uma decisão de livre- arbítrio que fazemos e
temos, por exemplo, que proteger nossos filhos que ainda
não fizeram essa escolha, ou seja, que ainda não
"acreditam" na força da gravidade.

Precisa de mais fé? Neste caso, o que você precisa é decidir


o que para você é fato e o que não é. Quanto mais tempo
você passar lendo e estudando a Palavra de Deus e a
escutando, mais fortes serão suas convicções a respeito do
reino de Deus (Romanos 10:17). Quanto mais você extirpar
o pecado da sua vida, mais aberto estará para o fluir de
Deus em sua vida e mais fé alcançará. Resumindo: você
deve aceitar como verdade que está na posição legal de
assentar nos lugares celestiais com Cristo Jesus.

Quando assimilamos esse entendimento, nossa vida e,


principalmente, nossas orações são transformadas! Peça ao
Espírito Santo para lhe ensinar o que essa verdade significa
em seu dia-a-dia. Eis um exemplo que Deus usou em minha
própria vida para me ensinar essa verdade.
Por anos, tenho descoberto e praticado a autoridade que
tenho no nome de Jesus sobre o reino de Satanás, mas não
tenho sido assim tão diligente na aplicação dessa autoridade
em outras áreas da minha vida, simplesmente porque acho
que não tinha entendimento pleno sobre isso.
Daniel e eu temos um jovem gato da raça Russian Blue
chamado Joseph. Ele tem um ano e meio de vida e muita
energia! Sempre deixamos nossos gatos correrem soltos
durante o dia, aqui no rancho. Morremos de preocupação
de eles serem atropelado em uma das estradas perto da
nossa casa. No entanto, sempre os trazemos de volta para
dentro de casa antes do anoitecer porque os coiotes
costumam descer das montanhas para o vale quando
escurece e, infelizmente, eles gostam de comer gatos!
Então, para protegê-los, nós os acolhemos sob nosso teto à
noite. Mas o Joseph nunca quer voltar, quer seja de dia ou
de noite. E capaz de ficar 24 horas do lado de fora sem
parar sequer para comer!

Joseph acabou se tornando um dos gatos favoritos de


Daniel. Então, quando acaba ficando fora a noite toda, o
Daniel fica bastante preocupado e acaba indo atrás dele, o
que também me deixa acordada a noite inteira! E
impossível deixar o Joseph preso dentro de casa enquanto
os outros gatos são soltos. Há algumas semanas, no começo
da noite, outra vez ficamos preocupados com o Joseph
quando ele não apareceu na hora em que deveria. Estava
escurecendo rápido e ficamos preocupados. Então saí para
orar pela questão e disse:

- Por favor, Pai, em nome de Jesus, estou desesperadamente


Te pedindo que envie Teus anjos para trazer o Joseph de
volta para casa!

Imediatamente o Senhor respondeu minha oração de forma


bastante clara dizendo :
- Eu criei aquele gato com livre arbítrio e ele não quer
voltar para casa.

Ponderei sobre isso por um instante e então o Espírito


Santo começou a me mostrar os versículos que mencionei
há pouco. Sob a inspiração do Espírito Santo, orei:
- Sim, Senhor, entendi, mas estou assentada nas regiões
celestiais com Cristo Jesus e estou em posição de domínio
sobre toda a criação, o que inclui o Joseph. Por isso, em
nome de Jesus, eu Te peço que aja contra o livre arbítrio
dele e o traga de volta para casa, ele querendo vir ou não!
Sentei-me então em frente à porta do rancho e esperei para
ver o que aconteceria. Em questão de minutos, o Joseph
apareceu na porta, todo arrepiado, assobiando e olhando
para trás. Não consegui ver nada, mas não tenho dúvidas de
que algum anjo o trouxe de volta para casa! Ele não gostou,
mas eu pude ter uma boa noite de sono, glória a Deus!
Desde então tenho orado ao Senhor da mesma forma a
respeito do Joseph e sempre o Senhor o traz de volta para
casa. Finalmente, ele está aprendendo e já vem sozinho para
casa na maioria das vezes.

Pense mesmo sobre isso! Esse conceito mudará sua vida de


oração! Quantas das nossas orações nunca foram atendidas
porque não estávamos usando a autoridade que Deus nos
deu? Obviamente Deus quer operar aqui na Terra através da
Sua Igreja. Mas a nossa pouca oração, adicionada à falta de
uso da autoridade que nos foi dada, impedem muito que
essa obra seja realizada. É o Espírito Santo, que opera em
nós, que deve nos mostrar como orar. Sugiro que peça ao
Espírito Santo que o ensine a usar esse conceito em suas
orações diárias. Mas lembre-se do seguinte: Jesus nos deu o
exemplo quando disse que "faço apenas o que vejo meu Pai,
que está nos céus, fazendo." Ou seja, devemos usar a
autoridade que Deus nos deu apenas quando e como o
Senhor nos orientar a fazê-lo. Deus não nos honrará se
tentarmos usá-la apenas para satisfazer nossos caprichos.
Foi por isso que Tiago escreveu:

"Não têm, porque não pedem. Quando pedem, não


recebem,
pois pedem por motivos errados, para gastar em seus
prazeres."
Tiago 4:2-3
O que você não tem porque não pediu da forma correta,
usando a autoridade dada por Deus? Quanto da obra de
Deus em Seu reino não é realizada porque não preparamos o
caminho em oração? Oro sinceramente para que o Espírito
Santo nos mostre as respostas para essas perguntas.
Capítulo 6

Raízes de Relacionamento com Deus


por Rebecca Brown

Por que Deus nos criou? Você já se fez essa pergunta? A


maioria
das pessoas diz: "Porque Ele quis" ou "Como posso saber?
Ele é Deus e pode fazer tudo o que desejar", ou ainda: "Ele
simplesmente o fez e não é necessário que entendamos sobre
esse aspecto da eternidade". Acho que podemos saber a
resposta e Deus quer que a saibamos. A Bíblia nos revela
quem é Deus, o que Ele pensa de nós e por que nos criou.

"Então o SENHOR Deus declarou: 'Não é bom que o


homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe
corresponda Gênesis 2:18

Conseguiu captar a essência disso? Deus não queria que Adão


estivesse sozinho. Deus criou a Terra e tudo o que nela há e a
deixou sob o governo de Adão. Adão tinha tudo o que
precisava, o que mais poderia querer? Mas é aqui onde Deus
Se revela. Ele sabia que Adão poderia sentir o desejo de
companhia. Mas como Ele sabia disso? De certa forma, todos
sabemos como alguém se sente, pois experimentamos os
mesmos sentimentos, emoções ou situações. É assim que
podemos sentir empatia pelas outras pessoas quando estão
passando por dor e sofrimento. Creio que Deus nos criou para
vivermos em companhia. O que Ele mais deseja é ter um
relacionamento com cada um de nós, tanto que entregou a
vida do Seu único Filho em sacrifício visando esse objetivo.

A definição de sacrifício é: Abrir mão de algo de muito valor


em prol do que alguém considera de valor maior ainda.
"Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em
nosso favor quando ainda éramos pecadores. Como agora
fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda, por meio
dele, seremos salvos da ira de Deus! Se quando éramos
inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a
morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido
reconciliados, seremos salvos por sua vida! Não apenas isso,
mas também nos gloriamos em Deus, por meio de nosso
Senhor Jesus Cristo, mediante quem recebemos agora a
reconciliação" Romanos 5:8-11

A definição de reconciliação é: Voltar a ser amigo; encerrar a


briga. Algumas traduções usam relacionamento ou amizade
no lugar da palavra reconciliação.

Por causa da desobediência de Adão e Eva, o pecado entrou


na raça humana e perdemos nosso relacionamento com Deus.
Foi criada então uma separação (briga) entre nós e Ele, e a
única forma de encerrar isso e resgatar nossa amizade com
Deus era através do sangue derramado de Jesus Cristo.

"Pois foi do agrado de Deus que nele habitasse toda a


plenitude, e por meio dele reconciliasse consigo todas as
coisas, tanto as que estão na terra quanto as que estão nos céus,
estabelecendo a paz pelo seu sangue derramado na cruz. Antes
vocês estavam separados de Deus e, na mente de vocês, eram
inimigos por causa do mau procedimento de vocês. Mas agora
ele os reconciliou pelo corpo físico de
Cristo, mediante a morte, para apresentá-los diante dele
santos, inculpáveis e livres de qualquer acusação,"
Colossenses 1:19-22.

Existem algumas palavras chaves nas Escrituras acima que


expressam o desejo de Deus de resgatar o relacionamento que
havíamos perdido. A primeira palavra está em Romanos 5:8,
onde Deus demonstra o Seu amor para conosco. Pais, pensem
em um amor que faria com que abrissem mão do seu único
filho ou filha. Isso é muito maior do que somos capazes de
entender! Não apenas o amor de Deus por nós era enorme
como Ele se agradou (aprouve) (Colossenses 1:19) no
sacrifício que fez! Ele olhava para o dia em que estaríamos
reconciliados e com o nosso relacionamento renovado com
Ele. Perceba que Deus quer Se relacionar com você! Ele quer
que você O conheça e ouça dEle. Quer ser parte do cotidiano
da sua vida. Deus quer que você converse (oração) com Ele!
Como se desenvolve um relacionamento (amizade) com
Deus? Da mesma forma como se faz com qualquer outro
relacionamento (amizade). Com diálogo (oração) e tempo
dedicado para conhecer a pessoa (leitura da Bíblia). Quanto
mais tempo você passar desenvolvendo um relacionamento
com alguém, mais íntimo se tornará dele porque estará
compartilhando sentimentos, frustrações e dores. Você passa a
buscar a pessoa atrás de conselhos e confia na opinião dela.
Revela coisas que normalmente não contaria a outros porque
há um certo nível de confiança estabelecido. O
relacionamento com Deus funciona da mesma forma. Se quer
que Ele fale com você, deve começar a desenvolver um
relacionamento com Ele. Nada irá acontecer a menos que
você tenha um desejo sincero por isso e o busque de todo
coração. Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira
certeza de fé .. .(Hebreus 10:22). Deus não irá Se impor a
ninguém. Sei que um dos meus principais desejos como nova
convertida era ter um relacionamento com o Senhor e oro
constantemente para que esse relacionamento nunca se
extinga. Há muitos versículos que falam sobre buscar a Deus
e se achegar a Ele; mas se assim o fizermos, Ele também
promete se achegar a nós.

"Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês!"


Tiago 4:8

"E lá procurarão o SENHOR, o seu Deus, e o acharão, se


0procurarem de todo o seu coração e de toda a sua alma"
Deuteronômio 4:29
"Agora consagrem o coração e a alma para buscarem o
SENHOR, o seu Deus."
1 Crônicas 22:19

"Se você o buscar, o encontrará."


I Crônicas 28:9

Permita-me perguntar uma coisa: Você já experimentou uma


amizade verdadeira? Estou falando de uma amizade
incondicional! Um amigo que continuaria presente nos
momentos de dor e escassez! Alguém que nunca viraria as
costas para você, mesmo se todos o abandonassem. Ele ficaria
ao seu lado nos dias bons e nos ruins. Todos desejamos um
relacionamento assim. Devo dizer que esse tipo de
relacionamento é bastante raro, mas é exatamente o tipo de
relacionamento que Deus quer ter com você.

Construir nosso relacionamento com Deus é um dos nossos


principais propósitos nesta Terra. Trata-se de um assunto que
não é amplamente ensinado em nossas igrejas. Na realidade,
estamos enchendo nossas igrejas com novos convertidos, mas
não os ensinamos para onde ir então. Basicamente, o que
acontece depois da conversão é que os encorajamos a se
envolver em algum tipo de ministério dentro da igreja porque
nossas congregações estão crescendo e precisamos de pessoas
para trabalhar no berçário, para retirar as ofertas, administrar,
servir a ceia, etc.
Elas estão ardendo pelo Senhor e passam mais tempo
ajudando no ministério do que desenvolvendo seu
relacionamento com Deus e nossos pastores estão mais
preocupados com o tamanho de suas igrejas do que com a
qualidade da vida cristã das suas ovelhas. Hoje, creio que
todos deveriam se envolver em algum tipo de ministério, mas
acho que o novo convertido deve ingressar em um bom grupo
de estudo bíblico primeiro e passar pelo menos um ano
levando a sério o desenvolvimento do seu relacionamento
com Deus. O próximo passo depois de aceitar a Cristo deve
ser construir um relacionamento com Deus e devemos ensinar
os bebês espirituais a fazer isso!

"Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As


coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!
Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo
mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da
reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava
reconciliando consigo o mundo, não levando em conta os
pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da
reconciliação. Portanto, somos embaixadores de Cristo,
como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso
intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos:
Reconciliem- se com Deus." II Coríntios 5:17-20

Conseguiu entender? Deus nos deu o ministério da


reconciliação! E o que é o ministério da reconciliação? "Deus
em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não
levando em conta os pecados dos homens" (II Coríntios 5:19).
Deus quer que espalhemos a mensagem de que através de
Jesus Cristo podemos ter um relacionamento com Deus e que
somos "embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse
fazendo o seu apelo por nosso intermédio" (II Coríntios
5:20). Através desse versículo, Deus está pedindo que você
tenha um relacionamento com Ele. Na verdade, o apóstolo
Paulo implora que você, por meio de Cristo, entre em um
relacionamento com Deus!
Creio que será o nosso relacionamento o que será avaliado
quando estivermos diante de Deus e não a quantidade de
obras que fizemos.

"Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor 9, entrará


no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade
de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele
dia: Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em
teu nome não expulsamos demônios e não realizamos
muitos milagres?}Então eu lhes direi claramente: Nunca
os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o
mal! Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as
pratica é como um homem prudente que construiu a sua
casa sobre a rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios,
sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não
caiu, porque tinha seus alicerces na rocha. Mas quem
ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um
insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a
chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e
deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua
queda " Mateus 7:21-27

Vamos quebrar esses versículos em partes para analisar


melhor cada um. Você pode ver claramente no versículo 21
que as pessoas estão dizendo "Senhor, Senhor" achando que
possuem um j relacionamento com Deus. Há cristãos que
vão à igreja todos os domingos, freqüentam um estudo
bíblico semanalmente e estão ativamente envolvidos em
algum tipo de ministério, mas nunca colocam qualquer
energia em desenvolver um relacionamento pessoal com
Deus, pois, infelizmente, nunca foram ensinados a fazer
isso. Acham que, por estar fazendo sua parte na obra,
dizimando e freqüentando as reuniões da igreja, estão sob a
cobertura de Deus. Isso não passa de religião cheia de
tarefas e ritos! Você precisa ser sincero e perguntar a si
mesmo por que vai à igreja. Possui as motivações corretas?
Eu certamente creio que devemos realizar boas obras, mas o
relacionamento com Deus
tem de estar em primeiro lugar. Quando temos um bom
relacionamento com Deus, realizamos boas obras com alegria e de
forma natural e espontânea porque O amamos "de todo o seu
coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento"
(Mateus 22:37). Não iremos realizá-las se estivermos
simplesmente sendo obrigados a isso e, de acordo com a Palavra
de Deus, Ele não quer que façamos nada por obrigação.

"Pois desejo misericórdia, e não sacrifícios; conhecimento


de Deus em vez de holocaustos."
Oséias 6:6

Agora, quem Jesus disse que entraria no reino dos céus? Apenas
os que fazem a vontade de Deus! Como saber qual é a vontade de
Deus para sua vida, se não está dedicando tempo para descobri-la?
Será impossível conhecê-la sem ter um relacionamento com o
Senhor. Isso significa que todas as boas obras que você fez não
significaram nada, porque você as fez por iniciativa própria
apenas e Deus nunca pediu que você as fizesse. (Para saber mais
sobre como identificar o chamado de Deus para a sua vida, leia o
livro Em Busca da Vontade de Deus, de Rebecca Brown e Daniel
Yoder, publicado pela Editora Propósito Eterno)

No versículo 22, vemos que essas pessoas sentiam que haviam


feito o necessário para entrar no céu. Consegue imaginar a
expressão no rosto delas quando descobrirem que passaram toda a
vida achando que estavam servindo a Deus mas que, na verdade
estavam enganadas? Observe agora o que Jesus respondeu a essas
pessoas que acreditavam que iriam entrar no céu porque haviam
feito várias boas. No versículo 25, Ele diz: "Nunca os conheci.
Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!" (Mateus 7:23) Ele
diz que nunca as conheceu porque nunca tiveram um
relacionamento com Ele; e o que Ele disse a respeito delas? Que
praticam o mal! Por que disse isso? Porque elas não estavam
interessadas em ter um relacionamento com Deus, faziam boas
obras por motivações erradas, ou seja, as obras que pensaram ser
boas eram, na realidades, malignas! Nunca haviam perguntado a
Deus o que Ele de fato queria que elas fizessem.

"O Senhor diz: 'Esse povo se aproxima de mim com a boca e


me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.
A adoração que me prestam é feita só de regras ensinadas por
homens.'" Isaías 29:13

Talvez esses indivíduos apenas quisessem mostrar que eram bons


na frente dos outros ou talvez pensassem que fossem capazes de se
tornar merecedores do Céu. Permita-me fazer uma analogia que
irá ajudá-lo a entender melhor isso. Digamos que você seja uma
celebridade muito popular e que um dia há milhares de pessoas na
sua porta. Algumas você conhece, outras não. Todas declaram que
são seus maiores apoiadores. Quais você deixará entrar em sua
casa? As que dedicaram tempo para conhecê-lo melhor e que
estiveram ao seu lado nos tempos bons e ruins ou aquelas que
você encontrou apenas uma vez e que afirmam ser seu melhor
amigo?

O que você acha que aconteceria com as pessoas que, da mesma


forma, baterão nas portas do Céu afirmando ser amigas de Jesus?
As Escrituras nos dão uma idéia disso na história do centurião e
seu servo.

"Entrando Jesus em Cafarnaum, dirigiu-se a ele um centurião,


pedindo-lhe ajuda. E disse: 'Senhor, meu servo está em casa,
paralítico, em terrível sofrimento'. Jesus lhe disse: 'Eu irei
curá-lo'. Respondeu o centurião: 'Senhor, não mereço receber-
te debaixo do meu teto. Mas dize apenas uma palavra, e o meu
servo será curado. Pois eu também sou homem sujeito à
autoridade e com soldados sob o meu comando. Digo a um:
Vá, e ele vai: e a outro: Venha, e ele vem. Digo a meu servo:
Faça isto, e ele faz'. Ao ouvir isso, Jesus admirou-se e disse
aos que o seguiam: 'Digo-lhes a verdade: Não encontrei em
Israel ninguém com tamanha fé. Eu lhes digo que muitos virão
do oriente e do ocidente, e se sentarão à mesa com Abraão,
Isaque e Jacó no Reino dos céus. Mas os súditos do Reino
serão lançados para fora, nas trevas, onde haverá choro e
ranger de dentes'. Então Jesus disse ao centurião: 'Vá! Como
você creu, assim lhe acontecerá!'Na mesma hora o seu servo
foi curado." Mateus 8:5-13

Nessa história, Jesus está mostrando o tipo de servo que Ele quer:
aquele que faz a vontade do Pai. Se você não é esse tipo de servo,
de acordo com o texto acima, então será lançado nas trevas
a

onde haverá choro e ranger de dentes. E importante que você note


que Ele chamou essas pessoas de súditos do Reino, o que implica
que em determinado momento, elas serviam ao Reino de Deus.
Acredito que se tratam de pessoas que aceitaram a Cristo mas que
pararam por aí, nunca desenvolvendo um relacionamento pessoal
com o Senhor. É como a história que contei sobre a celebridade e
as milhares de pessoas do lado de fora querendo entrar em seu lar.
Você apenas deixará entrar as que conhece e as demais
simplesmente ficarão do lado de fora.

Agora nos versículos 24 até o 27, vemos o que acontecerá quando


nosso relacionamento com o Senhor for testado.

"Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e


deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus
alicerces na rocha." Mateus 7:25

Quem é a "rocha"? A rocha simboliza Cristo.


"Mas Israel, que buscava uma lei que trouxesse justiça, não a
alcançou. Por que não? Porque não a buscava pela fé, mas
como se fosse por obras. Eles tropeçaram na 'pedra de
tropeço'. Como está escrito: 'Eis que ponho em Sião uma
pedra de tropeço e uma rocha que faz cair; e aquele que nela
confia jamais será envergonhado'." Romanos 9:31-33

A casa simboliza nosso relacionamento com Cristo e a rocha


simboliza Cristo, então, quando estabelecemos uma forte raiz de
relacionamento com Ele, quando isso for provado, não virá
abaixo.

Agora, nos versículos 26 e 27, vemos o que acontecerá se não


tivermos estabelecido uma forte raiz de relacionamento com Deus.

"Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é


como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia.
Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e
deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua
queda."
Mateus 7:26-27

Se você desperdiçou sua vida apenas correndo atrás das


preocupações deste mundo e não dedicou tempo algum a
desenvolver um relacionamento pessoal com Deus, então ouvirá
choro e ranger de dentes quando passar para o outro lado.

Como você se sentiria se, de repente, tivesse de se casar com


alguém que não conhece? Você jamais faria isso! Mas é
exatamente isso o que os enganados esperam de Jesus Cristo.
Muitos dos que se dizem Sua Noiva, a Igreja, na verdade não O
conhecem nem um pouco.
"Regozijemo-nos! Vamos alegrar-nos e dar-lhe glória! Pois
chegou a hora do casamento do Cordeiro, e a sua noiva já se
aprontou." Apocalipse 19:7

A fim de que a Noiva seja preparada para o Noivo, o Corpo de


Cristo, ela tem de estar em um relacionamento direto com o
Senhor. Eu não sei quanto a você, mas eu não gostaria de me casar
com alguém que não conhecesse. Quando você morrer e for para o
céu, será apenas você e o Senhor. Se você não tem um
relacionamento com Ele aqui e agora, será algo desconfortável
para você; mas, se já tiver um bom relacionamento com ele, então
será como retornar para casa! Será como ver um amigo com o qual
passou anos apenas falando pelo telefone e que agora você está
tendo a oportunidade de ver ao vivo pela primeira vez em muito
tempo.

Como você pode estabelecer um bom relacionamento com Cristo?


Primeiramente, você deve aceitar Jesus Cristo como seu Salvador.
Romanos 10:9 diz que se você confessar o Senhor Jesus com seus
lábios e crer de todo coração que Deus o ressuscitou dos mortos,
então será salvo. Se você ainda não fez isso, gostaria que fizesse a
seguinte oração:

"Deus Pai, confesso que sou um pecador e que nada posso fazer
sozinho para obter o Teu perdão. Creio que Jesus é Cristo, o
Filho do Deus Vivo, meu Senhor e Salvador. Creio em Seu
sangue derramado na cruz e que Jesus morreu pelos meus
pecados, ressuscitou, ascendeu e está à direita do Trono de Deus.
Jesus, peço a Ti que entre em meu coração, que perdoe os meus
pecados e que me purifique de toda iniqüidade. E o que Te peço e
Te agradeço, em nome de Jesus. Amém."
Agora o próximo passo é conversar com Deus, expressar que
você deseja estabelecer um relacionamento pessoal com Ele. Se
você ainda não fez isso, então faça a seguinte oração:
"Deus Pai, agradeço a Ti pelo sacrifício que Jesus fez por mim e
que me garantiu a vida eterna. Pai, peço a Ti de todo coração,
mente e alma que me achegue a Ti. Peço que o Senhor me ensine
Seus caminhos por meio do Teu Espírito Santo. Dá-me um desejo
insaciável de me achegar a Ti. E o que Te peço e Te agradeço, em
nome de Jesus. Amém."

A seguir temos uma lista de coisas que você pode fazer para
desenvolver um relacionamento com Deus:

1) Ler a Bíblia
Você precisa passar pelo menos uma hora por dia meditando na
Palavra de Deus e conversando (orando) com o Senhor. Se você
não tem uma Bíblia, sugiro que adquira uma boa Bíblia de estudo.
Recomendo a Bíblia de Estudo NVI (Editora Vida), que pode ser
adquirida em qualquer livraria. Por que é tão importante ler a
Bíblia? Porque é a forma número um de Deus Se revelar a você.
Quando você começar a ler a Bíblia, o Espírito Santo o ensinará a
orar baseado na Palavra de Deus. Mas uma advertência: Satanás
fará tudo o que for possível para impedir que você leia a Palavra
de Deus. Ele pode fazer com que você fique ocupado demais ou
com muito sono para ler a Bíblia. Uma boa sugestão é não ler a
Bíblia antes de dormir, à noite, porque essa é a hora do dia na
qual você está mais cansado. Sugiro que leia sua Bíblia pela
manhã, antes de começar as atividades do dia. Percebo que
consigo resistir mais facilmente aos ataques de Satanás se começo
o meu dia na Palavra de Deus.

2) MEMORIZAR VERSÍCULOS Se você nunca leu a


Bíblia, recomendo que leia a Bíblia inteira antes de começar a
memorizar alguns versículos. Você poderia passar o primeiro ano
apenas se deleitando na leitura da Palavra
de Deus, e seria uma boa idéia ler alguns livros que ajudem em
seu crescimento espiritual. Temos uma boa sugestão de livros no
site http://www.lojadoguerreiro.com.br, com excelentes autores
cristãos. Depois do primeiro ano, você precisará levar a
memorização de versículos a sério. É muito importante ter a
Palavra de Deus implantada em sua cabeça a fim de que o Espírito
Santo possa rapidamente acessar as Escrituras em sua mente
quando você precisar delas. Além disso, é a maneira mais fácil de
se ouvir a voz do Espírito Santo.

Uma boa maneira de memorizar as Escrituras a fim de discernir


quando o Senhor está falando com você pode ser encontrado no
Apêndice I deste livro.

3) Orar continuamente
A oração é o seu meio de comunicação com Deus. A oração não
precisa ter uma gramática espetacular, trata-se de uma conversa
com o Senhor. Você pode Lhe dizer o que quer, compartilhar
/

seus desejos, temores, preocupações, frustrações, etc. E


basicamente o tipo de coisa que você poderia compartilhar com
um amigo íntimo. Você ainda pode orar sobre necessidades
específicas, orar por outras pessoas. Você pode orar o tempo
inteiro! Eu gosto de orar muito no carro enquanto estou dirigindo.
Oro ao longo do dia inteiro e minha mente sempre está voltada
para Deus.

"Alegrem-se sempre. Orem continuamente. Dêem graças em


todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para
vocês em Cristo Jesus." 1 Tessalonicenses 5:16-18.

4) PURIFICAR SUA VIDA DE TODOS OS PECADOS E ESPÍRITOS IMPUROS Em


determinado momento, será muito importante você purificar sua
vida, pois se não o fizer, seu relacionamento com Deus chegará
a um ponto no qual ficará travado. O pecado nos separa de Deus
e, por causa dos pecados que cometeu antes de ter aceitado a
Cristo, acabou permitindo que espíritos impuros entrassem em sua
vida e precisa expulsá-los. Eu tenho um guia que pode ajudá- lo a
fazer isso. Se quiser, peça-o pelo e-mail
contato@guerreirosdacolheita.com e será uma alegria mandarmos
um para você.

Seu relacionamento com o Senhor terá altos e baixos assim como


acontece com qualquer outro relacionamento, mas você precisa
seguir adiante no conhecimento de Deus e orar sempre para que
Deus se achegue a você cada vez mais. Se estiver totalmente
satisfeito com seu relacionamento com Deus, então há algo errado.
Você precisa ter sempre um desejo crescente de estar cada vez
mais perto de Deus. Peça ao Senhor que renove esse desejo a cada
dia.

Então, eu lhe pergunto: Como está o seu relacionamento com


Deus? Será que você tem mesmo um? Se tem, está satisfeito com
ele? Se não, confesse ao Senhor que você tem um desejo sincero
de estar mais perto dEle e Ele promete que Se achegará a você. Se
esse relacionamento hoje não existe, o Senhor está apenas
esperando que você Lhe peça que Se aproxime. Digo a você de
todo o coração que não há decisão mais importante na vida do que
buscar o único e verdadeiro Deus!
Capítulo 7

"Muito bem, Servo bom e Fiel !"


por" Jami(assistente da Rebeca Brown n o s EUA)

Uma palavra de Rebecca:


Por três anos, orei ardentemente pedindo ao Senhor que
chamasse alguém para me ajudar com as tarefas ministeriais
aqui nos Estados Unidos. Eu havia chegado a um ponto no
ministério que não conseguia mas fazer sozinha tudo o que
precisava ser feito. Eu precisava desesperadamente de ajuda!
Ao longo dos anos, tenho trabalhado neste ministério com
pessoas que foram chamadas para me ajudar. Infelizmente,
muitas delas acabaram cheias de ciúme e inveja, querendo
somente viajar e desprezando as atividades que precisavam
ser realizadas. Elas sempre se zangavam comigo porque eu
não as levava nas viagens ou para ministrar comigo. Por fim,
acabavam indo embora e a maioria se virava contra nós e
tentava nos destruir. Eu precisava de alguém
verdadeiramente chamado por Deus e que pudesse entender
a importância de uma retaguarda dentro de um ministério
como o meu. Eu não posso viajar tranqüilamente e ministrar
a menos que uma série de coisas sejam cuidadas em casa.

Em um determinado momento, Deus respondeu minhas


orações enviando Jami para trabalhar diretamente comigo
como assistente, o que fez muita diferença. Não sei o que
faria sem ela! Jami e eu temos trabalhado a questão da
servidão com bastante profundidade. Comentei rapidamente
sobre a raiz de servidão no capítulo 2 deste livro, e Jami quis
acrescentar alguns comentários sobre sua própria
experiência com o servir. Fico feliz em lhe dar essa
oportunidade. A seguir, as palavras são de Jami.
Não sei quanto a você, mas quando eu estiver diante de
Deus para prestar contas da minha vida, quero ouvi-lo dizer:
"Muito bem, serva boa e fiel!" (Mateus 25:21) No capítulo 2
deste livro, Rebecca falou como a raiz de inveja é um
impedimento para a raiz de servidão. Neste capítulo, quero
continuar a falar sobre a raiz de servidão, mas discutirei
algumas das importantes qualidades de um servo de Deus.
Tenho observado a Rebecca como um exemplo de serva, e é
isso o que espero alcançar para minha vida.


A primeira e mais importante qualidade de um bom e fiel
servo de Deus é a fé! E uma qualidade enorme, na verdade!
Sei disso porque "Sem fé é impossível agradar a Deus"
(Hebreus 11:6).

"Mas o meu justo viverá pela fé. E, se retroceder, não me


agradarei dele."
Hebreus 10:38

O dicionário define fé como: "Confiança ou crença em


alguém ou algo; crença que não é baseada em provas". A
Bíblia diz que "a fé é a certeza daquilo que esperamos e a
prova das coisas que não vemos" (Hebreus 11:1). Tanto o
dicionário quanto a Bíblia concordam que fé é confiar no
que não vemos, no que não temos prova concreta. Preciso
lhe dizer que isso é algo grande para mim porque sou uma
pessoa de raciocínio analítico. Antes de eu tomar uma
decisão, precisava racionalizá-la. Ou a coisa fazia lógica
para mim ou eu não iria adiante! Essa foi a minha maior
dificuldade para receber a Cristo. Por causa disso, Deus
sempre tem me pedido para fazer coisas sem me dar muitos
detalhes. Ele me apresenta um passo de cada vez, e eu não
dou o passo seguinte até que tenha completado o passo
anterior. Devo dizer que isso é enervante para alguém que
sempre se armou de todos os mínimos detalhes antes de
tomar uma única decisão.
Por exemplo, o Senhor me chamou para que eu me mudasse
para cá a fim de ajudar Rebecca e Daniel. Ele estava me
pedindo para que eu sacrificasse minha carreira, minha
renda, meu estilo de vida e que deixasse minha família e
amigos para trás. Ele me deu pouquíssimos detalhes de onde
eu iria morar, trabalhar ou exatamente o que iria fazer para
Rebecca e Daniel. Foi um grande salto de fé! Desde quando
cheguei aqui, as coisas têm se encaixado perfeitamente, mas
tive que dar o primeiro passo antes que o Senhor
respondesse minhas dúvidas e Ele continua exigindo que eu
ande dessa maneira. E da natureza humana racionalizar as
coisas e, quando o Senhor nos pede para fazer algo, temos
uma tendência natural de parar e fazer perguntas como "Por
que?" "Como ?" "Quando ?" "O que ganho com isso? 9'
Sempre sou lembrada do seguinte trecho bíblico:

"Entrando Jesus em Cafarnaum, dirigiu-se a ele um


centurião, pedindo-lhe ajuda. E disse: 'Senhor, meu
servo está em casa, paralítico, em terrível sofrimento.
Jesus lhe disse: (Eu irei curá-lo. Respondeu o centurião:
'Senhor, não mereço receber-te debaixo do meu teto.
Mas dize apenas uma palavra, e o meu servo será
curado. Pois eu também sou homem sujeito à autoridade
e com soldados sob o meu comando. Digo a um: Vá, e
ele vai; e a outro: Venha, e ele vem. Digo a meu servo:
Faça isto, e ele faz. Ao ouvir isso, Jesus admirou-se e
disse aos que o seguiam: 'Digo-lhes a verdade: Não
encontrei em Israel ninguém com tamanha
fér
Mateus 8:5-10

Quando Deus nos pede para fazermos algo, temos de fazer


sem hesitar porque devemos depositar nossa confiança
nEle.
Devemos confiar que Ele está no controle e que opera todas
as coisas para o nosso bem.

"Porque sou eu que conheço os planos que tenho para


vocês diz o SENHOR, 'planos de fazê-los prosperar e
não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e
um futuro." Jeremias 29:11

Para mim, é a hesitação o meu calcanhar de Aquiles! Por


fim, acabo fazendo o que Deus me pede, mas hesito muito
em fazer a Ele uma série de perguntas racionais.
Continuamente agradeço a Deus por Sua paciência e
misericórdia comigo, pois ainda estou aprendendo! Ainda
me culpo por ser exigente demais quanto às minhas
escolhas. Isso é desobediência explícita e é algo do qual o
Senhor tem me convencido. Costuma ser sobre algo que eu
não quero fazer ou que não me sinto confortável ao fazer,
então, ajo como se não estivesse ouvindo a Deus. Todos já
agimos assim em relação aos nossos pais, cônjuges ou
líderes. Apenas escolhemos fazer as coisas como e quando
queremos! Isso é obediência parcial e por esse motivo Deus
removeu a unção de Saul. É como se o seu chefe tivesse uma
série de coisas para você fazer e você apenas decidisse
executar as que quisesse e deixasse o restante de lado. Tomar
essa decisão seria motivo para demiti-lo! Deus precisa de
servos que estejam dispostos a cumprir plenamente as
tarefas que lhes forem atribuídas, a combater o bom combate
e agir com raça e perseverança. Precisamos agir acima da
nossa carne e ter uma mentalidade segundo o Reino de
Deus!

Como podemos aumentar nossa fé? Deus tem a resposta


para isso:

"Conseqüentemente, a fé vem por se ouvir a mensagem,


e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo."
Romanos 10:17
Você precisa penetrar na Palavra de Deus e plantá-la em seu
espírito. Então, quando a fé estiver em baixa em sua vida, o
Espírito Santo rapidamente trará à sua mente versículos que
impulsionarão sua fé.

Humildade
A qualidade seguinte que um servo de Deus deve exibir é a
humildade. O dicionário define humildade como:
"desprovimento de orgulho ou arrogância; modéstia. Há
vários versículos sobre humildade e ser humilde.

"Salvas os que são humildes, mas humilhas os de olhos


altivos."
Salmo 18:27

"Quando vem o orgulho, chega a desgraça, mas a


sabedoria está com os humildes" Provérbios 11:2

"Portanto, humilhem-se debaixo da poderosa mão de


Deus, para que ele os exalte no tempo devido" I Pedro
5:6

Jesus é o exemplo máximo do tipo de servo que precisamos


ser. Não só Ele veio a este mundo para que tivéssemos nova
vida, mas também nos deixou um exemplo para seguirmos.
O trecho bíblico a seguir é um maravilhoso exemplo de
humildade:

"Quando terminou de lavar-lhes os pés, Jesus tornou a


vestir sua capa e voltou ao seu lugar. Então lhes
perguntou:'Vocês entendem o que lhes fiz? Vocês me
chamam 'Mestre' e 'Senhor', e com razão, pois eu o sou.
Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei-
lhes os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos
outros. Eu lhes dei o exemplo, para que vocês façam
como lhes fiz. Digo-lhes verdadeiramente que nenhum
escravo é maior do que o seu
senhor, como também nenhum mensageiro é maior do
que aquele que o enviou. Agora que vocês sabem estas
coisas, felizes serão se as praticarem'." João 13:12-17

Aqui está Jesus, o Rei dos reis, Senhor dos senhores, o Deus
encarnado lavando o pé dos Seus discípulos. Ele lhes estava
servindo! Devo confessar que a minha reação seria a mesma
de Pedro: "Senhor, vais lavar os meus pés? Não; nunca
lavarás os meus pés!" (João 13:6,8) Pedro está dizendo:
"Jesus, o Senhor não pode lavar os meus pés, eu sou quem
deveria estar lavando
V

os Teus!" As vezes, não é o que as pessoas dizem, mas o que


elas fazem que fala mais alto!

O Senhor primeiro começou a me lembrar dessa passagem


bíblica enquanto eu estava trabalhando no escritório certo
dia. Tanto Rebecca quanto eu estávamos muito ocupadas
trabalhando e ela me perguntou se eu queria uma xícara de
chocolate quente. Quando ela me trouxe o chocolate quente,
senti-me constrangida e pensei: "Ela não deveria estar me
servindo! Eu sou quem deveria estar servindo a ela! Afinal,
é para isso que estou aqui!" O Senhor estava me mostrando
que não importa o nível a que Ele me leve, eu devo estar
sempre servindo aos outros.

".. .Ao contrário, quem quiser tornar-se importante


entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o
primeiro deverá ser escravo; como o Filho do homem,
que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua
vida em resgate por muitos"
Mateus 20:26-28

A maioria de vocês não sabe que Rebecca tem uma das


posições mais inferiores em nosso trabalho evangelístico
com os jovens aqui da região. Acontece de a minha posição
ser na verdade superior à dela porque sou eu quem coordeno
todo o trabalho. Algumas vezes, ela está conversando com
os jovens, preenchendo fichas ou trabalhando no balcão. Em
outras, ela fica até ajudando a esvaziar pneus! Ela na
verdade faz tudo o que precisa ser feito. Eu a vejo servindo
cachorros-quentes às pessoas e penso: "Se essa gente pelo
menos soubesse quem lhes está servindo!" 99% delas não têm
a menor idéia de que ela é autora de livros famosos e que
tem um ministério internacional! Ela é para mim um
lembrete constante de como um servo de Deus deve ser. Eu
sempre tenho de estar disposta a descer à posição de servir
aos outros.

Dedicação
A próxima qualidade do servo é a dedicação. Um servo de
Deus deve estar disposto a servir ao Senhor de todo
coração. A definição de dedicação é: "plena sinceridade,
entusiasmo, energia, etc.; devoção; entrega".

"E agora, ó Israel, que é que o SENHOR, o seu Deus, lhe


pede, senão que tema o SENHOR, o seu Deus, que ande
em todos os seus caminhos, que o ame e que sirva ao
SENHOR, o seu Deus, de todo o seu coração e de toda a
sua alma." Deuteronômio 10:12

Há pelo menos quatro versículos bíblicos como esse que


mencionam o servir ao Senhor de todo coração. Primeiro,
quero falar sobre servir ao Senhor com entusiasmo. Há
certas coisas que o Senhor me pede para fazer que
sinceramente não me deixam entusiasmada e isso é
demonstrado através da minha atitude e das minhas
expressões faciais. Deus sempre me convence da minha
falta de entusiasmo e me lembra de que isso não é um bom
testemunho para o Senhor e que não estou Lhe servindo de
todo coração. Estou servindo como obrigação, não com o
desejo sincero de servir e isso não agrada ao Senhor porque
não estamos servindo de todo coração.

"E você, meu filho Salomão, reconheça o Deus de seu


pai, e sirva-o de todo o coração e espontaneamente,
pois o SENHOR sonda todos os corações e conhece a
motivação
dos pensamentos. Se você o buscar, o encontrará, mas, se
você o abandonar, ele o rejeitará para sempre." I
Crônicas 28:9

Sei que isso às vezes é muito difícil, principalmente quando


estamos cansados e desanimados, mas a alegria é um dos
frutos do Espírito e que devemos fazer tudo como se
estivéssemos fazendo direto ao Senhor. Deus espera que
sirvamos a Ele plenamente e com um coração sincero. Há
muitas coisas que podem tomar lugar em nosso coração e
elas podem nos impedir de servir ao Senhor com dedicação,
e uma delas, devo mencionar, é o dinheiro.

"Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e


amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro.
Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro." Mateus
6:24

A sociedade hoje é orientada ao dinheiro. Todos temos


contas a pagar e inúmeras despesas, mas nunca devemos
permitir que o dinheiro seja o veículo que dirija o ministério
para o qual Deus nos chamou. Não é uma questão de
dinheiro! E uma questão de ganhar almas para Cristo, de
libertar os cativos e expandir o Reino de Deus. Acredito que
se mantivermos a perspectiva apropriada Deus suprirá muito
além das nossas necessidades.

"De fato, a piedade com contentamento é grande fonte


de lucro, pois nada trouxemos para este mundo e dele
nada podemos levar; por isso, tendo o que comer e com
que vestir- nos, estejamos com isso satisfeitos. Os que
querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e
em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam
os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois
o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas
pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e
se atormentaram com muitos sofrimentos " I Timóteo
6:6-10
É muito fácil nos concentrarmos cada vez mais no dinheiro
e, quando ele passa a ser o nosso direcionador, estamos
servindo ao dinheiro em vez de o dinheiro estar nos
servindo. E se estamos servindo ao dinheiro, não estamos
servindo e nos dedicando ao Senhor. Lembre-se de que o
nosso dever é servir ao Senhor e não ao dinheiro!

"Pastoreiem o rebanho de Deus que está aos seus


cuidados. Olhem por ele, não por obrigação, mas de
livre vontade, como Deus quer. Não façam isso por
ganância, mas com o desejo de servir." I Pedro 5:2

Comissariado
A qualidade final de um servo que quero abordar é o
comissariado. Comissariado é: "Cuidar das tarefas,
responsabilidades e obrigações de um comissário ou
administrar ou ser responsável por algo de outro que nos
foi atribuído". Deus nos deu dons e talentos por uma razão
e devemos usá-los para a glória do Seu nome e Seu reino.

Quando Rebecca e Daniel me disseram que estavam


fazendo um trabalho evangelístico com jovens que praticam
corrida de automóveis, a primeira coisa que pensei foi: "Eu
não quero trabalhar em uma corrida de carros/" Eu não
entendia como trabalhar em uma corrida de carros teria
algo a ver com o que Deus me chamou para fazer. Deus
ainda tinha que me mostrar alguns detalhes, mas tive de
compreender que eu havia criado minha própria agenda e
que uma pista de carros não se encaixava em meus planos.
Eu mal percebia que Deus estava me pedindo para usar
meus dons e habilidades naturais a fim de avançar aos
olhos de outra pessoa.
Deus nos pedirá para sermos fiéis à obra de outros antes de nos
dar a obra que Ele tem para nós. Eu tenho o dom da
administração i e organização e muitas das coisas que faço no
ministério são
habilidades que já desenvolvi e que Deus precisa para
complementar os dons de Rebecca e Daniel. No começo, quando
estavam organizando este trabalho evangelístico, eu tentei mesmo
esconder minhas habilidades, devo confessar. Por fim, o Senhor
me convenceu e me fez recordar os seguintes versículos:

"E também será como um homem que, ao sair de viagem,


chamou seus servos e confiou-lhes os seus bens. A um deu
cinco talentos, a outro dois, e a outro um; a cada um de acordo
com a sua capacidade. Em seguida partiu de viagem. O que
havia recebido cinco talentos saiu imediatamente, aplicou-os, e
ganhou mais cinco. Também o que tinha dois talentos ganhou
mais dois. Mas o que tinha recebido um talento saiu, cavou um
buraco no chão e escondeu o dinheiro do seu senhor.Depois de
muito tempo o senhor daqueles servos voltou e acertou contas
com eles. O que tinha recebido cinco talentos trouxe os outros
cinco e disse: 'O senhor me confiou cinco talentos; veja, eu
ganhei mais cincoO senhor respondeu: 'Muito bem, servo
bom e fiel! Você foi fiel no pouco, eu o porei sobre o muito.
Venha e participe da alegria do seu senhor!' Veio também o
que tinha recebido dois talentos e disse: 'O senhor me confiou
dois talentos; veja, eu ganhei mais dois'. O senhor respondeu:
'Muito bem, servo bom e fiel! Você foi fiel no pouco, eu o
porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu
senhor!' Por fim veio o que tinha recebido um talento e disse:
'Eu sabia que o senhor é um homem severo, que colhe onde
não plantou e junta onde não semeou. Por isso, tive medo, saí
e escondi o seu talento no chão. Veja, aqui está o que lhe
pertence'. O senhor respondeu: 'Servo mau e negligente! Você
sabia que eu colho onde não plantei e junto onde não semeei?
Então você devia ter confiado o meu dinheiro aos banqueiros,
para que, quando eu voltasse, o recebesse de volta com juros.
'Tirem o talento dele e entreguem-no ao que tem dez. Pois a
quem tem, mais será dado, e terá em grande quantidade. Mas a
quem não tem, até o que tem lhe será tirado. E lancem fora o
servo inútil, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes'."
Mateus 25:14-30

Então, não esconda seus dons! O Corpo de Cristo precisa de você.


Quando uma parte falha, todos falhamos. Deus nos elaborou cada
um com certos dons que devem ser usados para expandir Seu
reino. Você deve primeiro aprender a trabalhar duro para ajudar
outro alguém a realizar a visão dele antes que comece a trabalhar
em sua própria visão. Rebecca e eu temos conversado sobre isso
muitas vezes. Parece que Rebecca nem está trabalhando em um
ministério quando está trabalhando na pista de carros fazendo
tudo o que é preciso para que o projeto vá adiante. Mas não
importa o quanto isso pareça mundano, eles estão ajudando a
construir a visão de Daniel de trazer os jovens dessa região para o
Senhor. Certa vez, Rebecca me disse:

- Jami, sinto muita alegria ao ver a visão do meu marido em trazer


os jovens dessa região ao Senhor. Farei tudo o que for preciso
para ajudá-lo a realizar isso, não importa o quanto possa parecer
chato para mim. Tudo o que estamos fazendo é simplesmente
para possibilitar que Daniel estabeleça um bom relacionamento
com esses jovens e os conduza ao Senhor. Ele é o único com o
dom para alcançar esse tipo de juventude.

Hoje vejo que somente sendo fiel em usar meus dons para ajudar
a outros é que o Senhor me dará uma visão para ser realizada. E
igualmente importante para Deus que trabalhemos para outro
alguém como se estivéssemos trabalhando em nosso próprio
ministério.

Oro sinceramente para que você se torne o servo que Deus o


chamou para ser e peço que esteja orando por mim no mesmo
sentido.
Capítulo ô
Criando Raízes de fé e Paciência

POR REBECCA BROWN (Nossas sinceras orações a todos OS sobreviventes,


TRABALHADORES E ANIMAIS QUE FORAM TÃO TERRIVELMENTE AFETADOS PELO
FURACÃO KATRINA NO ANO DE 2005.)

" . . . para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está
nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e
derrama chuva sobre justos e injustos." Mateus 5:45

No ano de 2005, o furação Katrina derramou muita chuva tanto


sobre o justo quanto sobre o injusto no oeste dos Estados Unidos!
Mas precisamos deixar algo bem claro: Deus é soberano e
governa sobre todas as coisas! A "Mãe Natureza" não trouxe o
furacão Katrina com toda a sua destruição, Deus trouxe! Jesus
nos disse: "Não se vendem dois pardais por uma moedinha?
Contudo, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do Pai
de vocês." (Mateus 10:29) Deus tem um propósito específico
para tudo o que permite acontecer. Jesus nos garantiu que as
provações e as tribulações aumentariam grandemente conforme
nos aproximássemos dos últimos dias antes do Seu retorno a este
mundo.

Mas Ele não prometeu a nós, Seu povo, que escaparíamos das
provações e tribulações, mas que estaremos bem no meio delas,
assim como os cristãos que viviam nas áreas assoladas pelo
Katrina. Você está preparado? Está preparado para estar diante do
próximo desastre - do próximo 11 de setembro, do próximo
furacão, tornado, tsunami, tiroteio dentro de escola, enchente,
acidente de carro, etc.? Você está pronto para enfrentar aflições,
provações e tribulações? Pronto ou não, cremos que veremos cada
vez mais desastres como esses em vários lugares ao redor do
mundo. Ainda assim, Jesus disse: "Tudo isso será o início das
dores99 (Mateus 24:8). Apenas o princípio, não o fim! Mal
começaram os desastres que iremos ver. Então, resta-nos apenas
duas opções: 1) Podemos ficar com raiva de Deus, criticá-10 e
dizer que Ele é injusto por permitir que algo assim afete os
cristãos, ou 2) Podemos crer de forma a trazer glória ao Seu nome.

Daniel e eu não sofremos diretamente com o furacão Katrina,


como muitos sofreram, mas eu, Rebecca, tive meu próprio
conjunto de aflições para lidar recentemente. Durante as quatro
últimas semanas, como conseqüência por ter sido submetida à
quimioterapia, tenho estado tão fraca que tenho permanecido
deitada no sofá a maior parte do tempo, a não ser pelas inúmeras
idas ao banheiro para vomitar. Tenho me sentido completamente
inútil. Mal tenho conseguido escrever e tive de cancelar um
seminário agendado para Nova Iorque, o que causou um enorme
inconveniente para diversas pessoas. Peço sinceras desculpas por
isso! (Finalmente parei de tomar a medicação e agora estou
começando a ter minhas forças restabelecidas. Agradeço a todos
que oraram por mim.)

Sei que há muitos de vocês que estão lendo este livro agora que
estão passando pelo seu próprio conjunto de provações e
tribulações. Eu gostaria de compartilhar com vocês algumas das
coisas que o Senhor tem me ensinado como resultado dessas
dificuldades a fim de que isso os encoraje. Sabem quais são as
duas coisas que Deus mais valoriza em nossa vida? A/é e a
paciência. E sabem como podemos desenvolver fé e paciência?
Passando por provações e tribulações! E por que essas duas coisas
são tão importantes para Deus? Essa tem sido a minha pergunta a
Ele durante essas últimas quatro semanas. Gostaria de
compartilhar a resposta com vocês, mas, primeiro, vejamos
alguns trechos bíblicos que sustentam minhas declarações.

"Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das


coisas que não vemos. Pois foi por meio dela que os antigos
receberam bom testemunho." Hebreus 11:1-2

"Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se


aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa
aqueles que o buscam" Hebreus 11:6
Para começar, não é possível vir a Deus ou entrar em um
relacionamento com Ele sem fé. Não podemos sequer agradar a
Deus de forma alguma sem fé! Há alguns anos, li todos os quatro
evangelhos e escrevi cada um dos mandamentos que Jesus nos
deu para seguir. Sabia que, em disparada, o mandamento mais
freqüente era para "crer que Jesus é!" Veja um exemplo:

"Mas ele continuou: 'Vocês são daqui de baixo; eu sou lá de


cima. Vocês são deste mundo; eu Eu lhes disse que vocês
morrerão em seus pecados. Se vocês não crerem que Eu Sou,
de fato morrerão em seus pecados'." João 8:23-24

Repetidas vezes, Jesus nos ordena que creiamos que Ele é Deus.
Isso exige fé! E o que é fé, afinal? Há o dom espiritual de fé
(sobre o qual Daniel falará no capítulo 9), e há a nossa própria fé.
A fé é uma decisão, é uma escolha feita por nosso livre arbítrio.

Escolhemos aceitar algo como verdade ou não. Permita-me


apresentar um exemplo prático do dia-a-dia. Você está segurando
este livro em suas mãos, mas se o soltar, o que acontece? Ele cai
no chão, não é isso? Você aceita isso como verdade. Por que?
Por que o livro cai no chão e não sobe como um balão? Por causa
da gravidade! Você aceita a realidade da gravidade, mas consegue
vê-la? Não. Ainda assim, você vive a vida inteira tendo fé na
gravidade. É por isso que você não pula de um prédio de dez
andares, pois sabe que iria se espatifar no chão! Você escolheu, de
livre vontade, aceitar isso como verdade, que a gravidade é real.
As crianças muito pequenas devem ser protegidas justamente
porque ainda não fizeram essa escolha. Então, a fé é um exercício
do nosso livre arbítrio.

Deus não vem e se manifesta de maneira sobrenatural para nós


todos os dias. Nós não O vemos, a maioria de nós não O sente,
mas devemos aceitá-10 como verdade, que Ele é. Mas por que
nossa fé é tão importante para Deus? Por que não é da Sua
vontade nos dar uma manifestação sobrenatural o tempo todo,
algo que possamos ver e sentir? Será que assim não teríamos
mais fé? Fiz essa pergunta a Deus e Ele me respondeu o seguinte:

-A fé exige o uso do seu livre arbítrio. Você precisa escolher crer


que EU SOU. O livre arbítrio foi o presente mais caro que dei à
humanidade. Isso Me custou Meu Filho! Com o seu livre arbítrio,
o homem escolheu o pecado e se virou contra Mim. Tive de
enviar Meu Filho, Jesus Cristo, para pagar o preço por essa
escolha. Jesus pagou o preço pelo pecado e, somente através do
Meu Filho, Jesus Cristo, pude voltara ter um relacionamento com
o homem.

Deus está determinado que usemos nosso livre arbítrio todos os


dias! Devemos usá-lo para crer nEle! Devemos usá-lo para
obedecer a Ele! Devemos usá-lo para ouvi-lO! Devemos usar
nosso livre arbítrio para escolhermos ter fé! Fé é escolher como
fato que Deus É e a Sua Palavra como verdade.

Então, quando vierem as provações e tribulações, você usará seu


livre arbítrio para continuar a ter fé em Deus? Ou ficará com
raiva e dirá: "Deus não deveria ser assim! Deus não deveria
permitir que isso acontecesse comigo!" Você vai permitir que sua
fé aumente? Ou permitirá que as provações destruam sua fé? Irá
escolher ser como Jó?

"Saí nu do ventre da minha mãe, e nu partirei. O SENHOR o


deu, o SENHOR o levou; louvado seja o nome do Senhor" Jó
1:21

Um dia, quando eu estava deitada no sofá entre dois períodos de


vômito, me sentindo tão inútil por não poder fazer nada, o Senhor
falou comigo.

1 Pegue a sua Bíblia e leia o capítulo 11 de Hebreus. Quero


mostrar algo a você.
Levantei-me com dificuldade, peguei minha Bíblia e comecei a
ler. Sabe aquelas vezes nas quais o Espírito Santo pega um
versículo em particular e faz com que ele literalmente salte aos
seus olhos? Foi o que aconteceu comigo. Veja o seguinte: Há a
longa lista de heróis da fé e então:

"Todos estes viveram pela fé, e morreram sem receber o que


tinha sido prometido; viram-no de longe e de longe o
saudaram, reconhecendo que eram estrangeiros e peregrinos
na terra. Os que as sim falam mostram que estão buscando
uma pátria. Se estivessem pensando naquela de onde saíram,
teriam oportunidade de voltar. Em vez disso, esperavam eles
uma pátria melhor, isto é, a pátria celestial. Por essa razão
Deus não se envergonha de ser chamado o Deus deles, e lhes
preparou uma cidade" Hebreus 11:13-16

"Todos estes receberam bom testemunho por meio da fé; no


entanto, nenhum deles recebeu o que havia sido prometido."
Hebreus 11:38
Está vendo isso? Esses grandes homens e mulheres da fé não
receberam a promessa! Eles não receberam as milagrosas
promessas de Deus! Mas isso não diminuiu a fé deles. Por que?
Porque a fé deles não estava depositada em nada aqui na Terra.
Eles não receberam nenhum milagre de Deus para crerem nEle.
Não foram curados, libertos da prisão, seus lares não foram
restaurados ou nada desse tipo para que pudessem crer em Deus e
em Sua palavra. Não valorizavam nada aqui deste mundo. Seus
anseios e olhares estavam voltados para o Céu! Desejavam estar
com Deus por toda a eternidade. Era isso o que lhes importava,
não a cura, as riquezas ou qualquer outra coisa terrena."Em vez
disso, esperavam eles uma pátria melhor isto é, a pátria celestial
"(Hebreus 11:16).

Você sabia que sua fé reflete os desejos do seu coração? Seu


coração está centrado em Deus ou nas coisas deste mundo? Seu
coração está centrado em ter uma vida de conforto ou em agradar
a Deus?
Deus me curará desta artrite reumática? Eu não sei até então. Mas
uma coisa posso lhe dizer: Não me importa se Ele irá me curar ou
não. Eu sei que Deus tem uma razão boa o suficiente para
permitir isto em minha vida e isso me basta! Tudo o que importa
é que eu viva de forma a agradar a Deus e que, no fim de tudo, eu
possa passar a eternidade com Ele. Será que receberei a promessa
de cura do Senhor aqui na Terra? Isso não sei, mas sei que a
receberei plenamente quando estiver em meu corpo glorificado no
Céu. Aleluia! O mais importante para mim é meu relacionamento
com Deus e minha eternidade com Ele. Espero que seja o mesmo
para você.

(O interessante é que, enquanto eu buscava ao Senhor atrás de


cura, Ele sempre me respondia: "Já lhe ocorreu que estou mais
interessado na salvação do seu médico do que no seu conforto
pessoal neste momento?")
Paciência e Perseverança

"Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de


tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação.
Assim acontece para que fique comprovado que a fé que
vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece,
mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em
louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado " I
Pedro 1:6-7

"Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por


tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que
nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com
perseverança a corrida que nos é proposta, tendo os olhos fitos
em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria
que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a
vergonha, e assentou-se à direita Pensem bem naquele que
suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para
que vocês não se cansem nem desanimem." Hebreus 12:1-3
"Portanto, irmãos, sejam pacientes até a vinda do Senhor.
Vejam como o agricultor aguarda que a terra produza a
preciosa colheita e como espera com paciência até virem as
chuvas Sejam também pacientes e fortaleçam o seu coração,
pois a vinda do Senhor está próxima." Tiago 5:7-8

A verdadeira fé cresce por meio da paciência e da perseverança.


Somos uma sociedade instantânea, queremos tudo para já. Não
queremos esperar por nada - nem por Deus! Às vezes, precisamos
suportar com dor ou sofrimento por 24 ou 48 horas até termos
uma resposta clara de Deus sobre algo, mas para a maioria das
pessoas esse é o limite da sua tolerância e paciência. Se não
recebemos o que precisamos para viver confortavelmente de 24 a
48 horas (inclusive para os casos de cura), ficamos irritados!
Uma das coisas que percebi ao trabalhar com centenas de
sobreviventes do furacão Katrina que foram trazidos para nossa
região foi que eles praticamente surtavam depois de 24 horas sem
televisão, cigarros ou álcool. Tornavam-se violentos, exigindo
tais coisas, e quase destruíram o acampamento que foi armado
para ajudá-los! Comida, roupa, água, chuveiro e cama não eram o
suficiente para eles. Todos nos solidarizamos com as terríveis
perdas que essas pessoas sofreram, mas isso não justifica o seu
comportamento violento por não receber o que queriam
imediatamente. O triste fato é que muitos de nós não passamos de
crianças mimadas e petulantes, e estamos longe de sermos
adultos capazes de suportar qualquer tipo de dificuldade. Deus
não se agrada disso. Ele valoriza mais do que tudo a paciência e a
perseverança.

"Se alguém há de ir para o cativeiro, para o cativeiro irá. Se


alguém há de ser morto à espada, morto à espada haverá de
ser. Aqui estão a perseverança e a fidelidade dos santos."
Apocalipse 13:10

"Aqui está a perseverança dos santos que obedecem aos


mandamentos de Deus e permanecem fiéis a Jesus."
Apocalipse 14:12
Como Deus valoriza a paciência dos Seus santos! O propósito
destes tempos difíceis é nos amadurecer e aumentar nossa fé e
paciência. Por que? Porque a paciência e a perseverança
requerem uma contínua disciplina da nossa carne. O que é essa
coisa que as Escrituras chamam de carne ou natureza caída'? E
aquela parte de nós que resulta da nossa escolha pelo pecado.
Cada um de nós tem uma parte que quer apenas fazer o que é mal
todo o tempo. Chamo isso de natureza pecaminosa. Alguns
chamam de lado negro. Independente de como o chame, devemos
crucificar (mortificar, disciplinar rigorosamente) essa coisa todos
os dias. A paciência não pode ser alcançada sem que nossa carne
esteja sob controle. Jesus teve de morrer por causa da nossa
natureza pecaminosa e é por isso que Deus ordena que lidemos
com ela todos os dias da nossa vida. Não seremos liberados dessa
tarefa até que cheguemos ao céu. Como será maravilhoso quando
finalmente estivermos totalmente livres do desejo de pecar!

Você está no meio de uma provação ou tribulação que parece


nunca ter fim? Tenha bom ânimo, querido(a) irmão. Deus sabe o
que está fazendo em sua vida. Ele está aumentando sua fé e sua
paciência enquanto você passa por essas coisas. Sua recompensa
está no céu, não aqui neste mundo. Devemos prestar atenção ao
conselho das Escrituras:

"Portanto, fortaleçam as mãos enfraquecidas e os joelhos


vacilantes. 'Façam caminhos retos para os seus pés', para que o
manco não se desvie, antes, seja curado." Hebreus 12:12-13

Deus é Deus! Então coloque seu coração e seus olhos na "pátria


celestial" mesmo se você não receber as promessas aqui na Terra.
Capítulo 9

Cultivando o Dom de Fé
por "Daniel Yoder

"A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito,


visando ao bem comum. Pelo Espírito, a um é dada a
palavra de sabedoria; a outro, pelo mesmo Espírito, a
palavra de conhecimento; a outro, fé, pelo mesmo Espírito;
a outro, dons de curar, pelo único Espírito; a outro, poder
para operar milagres; a outro, profecia; a outro,
discernimento de espíritos; a outro, variedade de línguas; e
ainda a outro, interpretação de línguas. Todas essas coisas,
porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito, e ele
as distribui individualmente, a cada um, como quer." I
Coríntios 12:7-11

O versículo 7 diz: "A cada um, porém, é dada a manifestação


do Espírito, visando ao bem comum99, o que significa que os
dons são dados pelo Espírito, como os dons apresentados no
versículo 8, de palavra de sabedoria e palavra de
conhecimento, os quais não iremos abordar aqui. O que nos
importa, e queremos abordar no momento é o dom
apresentado no versículo 9: "outro, fé, pelo mesmo Espírito".

Em Hebreus 11:6 é dito que "sem fé é impossível agradar a


Deus. Já tive dificuldades em vários aspectos no que diz
respeito à fé, mas ter uma fé que agrada a Deus é algo que
nunca vi ser ensinado. Certa vez, eu, Daniel, consultei cada
versículo na Bíblia que fala sobre fé: para andar sobre as
águas, para mover montanhas, para sacrificar um filho, para
isso, para aquilo outro, etc. Eu estava com um daqueles
terríveis enigmas, ou seja, com algo que para mim era
intrigante e que precisava ser resolvido. Afinal de contas, eu
havia feito tudo o que grandes mestres e pregadores haviam
me dito para fazer: dar mais, mais e mais. Dar e declarar que
minha nota de dez dólares me proporcionaria um retorno de
100 dólares. Fui acusado de não ter fé, mas na verdade o que
eu estava fazendo era tentar edificar o meu templo sem uma
fundação firme. Cada dom vem como uma medida ou
proporção adequados.
"Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi
dada. .
Romanos 12:6

Quando realizei um estudo sobre fé (não um daqueles que


você compra em uma livraria ou recebe de um pregador, que
muitas das vezes estão desalinhados com a Palavra de Deus),
tive de ter o tipo de fé que agrada a Deus! O tipo de fé que dá
glória a Deus e que mostra Deus como um Pai que ama Seus
filhos. Vamos agora ao que devemos saber sobre fé.

o que a fé NÃO Ê

1. Não é uma simples confiança


A fé não é uma confiança ou coragem natural. Não se trata de
ambições nem envolve habilidades naturais. Esses elementos
são importantes e levam as pessoas a prosseguirem, mas não
devem ser confundidos com fé. Mesmo aqueles que rejeitam o
Espírito de Deus podem possuir coragem e confiança. Existem
muitas coisas que uma pessoa pode fazer no natural para gerar
confiança em alguém, mas o dom de fé não pode ser
estabelecido por meios naturais. É uma manifestação do
Espírito de Deus (I Coríntios
12:7).
2. NÃO É UMA FÉ PARA SALVAÇÃO Não é a fé que
cada cristão deve ter para que possa verdadeiramente se tornar
um seguidor de Cristo. O dom de fé é uma manifestação
sobrenatural do Espírito de Deus recebido depois da salvação
para ajudar alguém que já é cristão.

O dom de fé só é recebido após a salvação.


Já a fé para a salvação é uma decisão de livre vontade
que temos de tomar.

3. NÃO É SIMPLESMENTE ESPERAR QUE ALGO VÁ ACONTECER O


dom de fé não é simplesmente tentar ter fé. Não é adquirido
através de gestos, choros, gritos, pulos ou suposições. Não
tem nada a ver com palpite ou advinhação do que vai
acontecer nem com confissões positivas. Simplesmente
esperar que algo acontecerá pode levar uma pessoa a trabalhar
em direção a uma meta, mas isso não é uma manifestação do
Espírito de Deus. Uma pessoa não precisa necessariamente do
Espírito Santo para esperar que algo de bom vá acontecer.

4. NÃO É TEOLOGIA INVENTADA Não é uma


doutrina, uma teoria, um dogma, um princípio teológico, uma
vida disciplinada de oração, uma convicção, uma crença ou
qualquer política criada pelo homem. É uma manifestação
sobrenatural do Espírito Santo.

5. NÃO É UM APELO POR DINHEIRO Não é alguém


diante de uma congregação em uma igreja, ou falando em um
programa de rádio ou TV, pedindo dinheiro e então declarando
que "tem fé"! Não é alguém que afirma que tem um chamado
de Deus, mas que exige ter certa quantia de dinheiro antes de
cumprir esse chamado. Isso não é o Espírito Santo
manifestando o dom de fé, mas sim um homem manifestando
seu desejo carnal de ter dinheiro.
o que a fé É

1. Definição
O dom espiritual de fé é uma manifestação sobrenatural do
Espírito de Deus que milagrosamente derrama a certeza da
resposta das orações no coração de determinada pessoa,
mesmo antes que ela tenha qualquer sinal de que a coisa vai
acontecer. E crer que nossas orações serão respondidas
(Marcos 11:24), simplesmente sabendo que a certeza disso é
derramada em nossa alma (mente e coração) e espírito por
Deus. E saber que as raízes estão podres antes de você ver a
árvore morrer. A fé deixa de existir no minuto em que vemos a
coisa se tornar realidade (pois não há mais necessidade de
espera).

2. EXEMPLOS DO ANTIGO TESTAMENTO Foi o dom de fé


que levou Abraão a saber e aceitar o fato de que Deus lhe daria
um filho, mesmo que não visse qualquer evidência natural
disso. Ele entendeu que "...o Deus que dá vida aos mortos e
chama à existência coisas que não existem, como se
existissem" (Romanos 4:17). Através do dom de fé, os Filhos de
Israel marcharam ao redor da cidade de Jericó declarando que
Deus lhes daria a cidade (como se já fosse algo do passado)
antes mesmo que as muralhas caíssem. Elias tinha a certeza de
que não iria chover por três anos e meio e disse a Acabe que
não haveria chuva nem orvalho "senão segundo a minha
palavra" (I Reis 17:1). Devido ao dom de fé, Eliseu teve a
convicção de que a vitória seria conquistada no campo um dia
antes de seus olhos naturais virem isso acontecer. Não era de
se admirar que ele pudesse ter anunciado isso a um homem
antecipadamente (II Reis 7:1). Deus j á havia conquistado a
vitória para eles e Eliseu teve a certeza disso em seu espírito!

3. EXEMPLOS DO Novo TESTAMENTO Por causa do


dom de fé, Jesus descansou Sua cabeça e dormiu durante a
tempestade. Ele tinha a certeza de que iriam chegar ao outro
lado (Marcos 4:35). Ananias tinha a certeza de que, mesmo
sem nunca ter visto Paulo, este receberia o Espírito Santo e
sua visão seria restaurada (Atos 9). Paulo sabia, por fé em
uma revelação divina, que suas vidas não seriam perdidas na
terrível tempestade que estava afundando o navio que o estava
transportando com prisioneiro para Roma e agiu de acordo
com isso (Atos 27:33-38). A fé é uma atitude. A fé sem obras é
morta. A verdadeira fé exige que andemos em obediência.
Deus sempre testa a verdadeira fé exigindo nossa obediência
em meio ao fogo!
4. EXEMPLOS DE EXPERIÊNCIAS PESSOAIS Deus operou
para aumentar a minha fé e a de Rebecca em relação ao
rancho em que vivemos agora. Cada construção e cada passo
dado para construir este rancho foi realizado através de um
milagre direto de Deus. Mas tivemos de andar em pura fé e
obedecer a Deus em primeiro lugar, e só então Ele nos proveu.
No outono do segundo ano após termos comprado a
propriedade, o Senhor falou comigo, Daniel, e me disse para
levantarmos nossa primeira edificação - um grande galpão
para guardar nossos equipamentos. Sem falar a Rebecca sobre
isso, fechei alguns contratos para começarmos as obras.
Saímos para um seminário em Rhode Island e foi uma
daquelas viagens na qual tudo o que poderia dar errado deu!
Nosso carro quebrou duas vezes ao longo da estrada. Depois
do segundo prego, eu disse a Rebecca:

- A propósito, Deus me mandou levantar nossa primeira


construção. Então assinei alguns contratos antes de sairmos
para que começassem as obras a fim de que dessem início às
fundações.

Quando falei à Rebecca a quantidade de dinheiro que


precisávamos ter quando voltássemos, ela quase desmaiou!
Eram milhares de dólares.

- Daniel! - ela exclamou apavorada - A igreja para a qual


estamos indo tem apenas 35 pessoas! Nunca iremos receber
essa quantidade de dinheiro! Tem CERTEZA de que o Senhor
te mandou fazer isso?
Quase tive uma parada cardíaca! Então, engoli a seco e disse:

- Sim, SEI que Deus me mandou fazer isso. Bem, é Deus


quem terá que nos providenciar o dinheiro, não as pessoas.
Para resumir, a igrejinha havia tomado um passo de fé e
alugara uma tenda que cabia mais de 1.000 pessoas e a
colocou no estacionamento de um supermercado que havia
fechado. Era fim de outubro e fazia muito frio e chovia
bastante. Não havia paredes na tenda, então todos estávamos
sentados ou em pé com os pés enfiados n'água e com o vento
balançando a tenda. Mas o Espírito Santo estava lá! As
pessoas lotaram a tenda e milhares ficaram do lado de fora
durante as seis noites que se seguiram. A administração da
cidade enviou uma tropa de choque a fim de interromper o
curso das reuniões, mas cada um dos seus integrantes aceitou a
Cristo e as reuniões se seguiram. Deus fez coisas maravilhosas
durante as reuniões que aconteceram naquela semana! Não
sabia que teria que sentir tanto frio e ficar tão molhado por
tanto tempo, mas valeu a pena mesmo.

Rebecca e eu estávamos temendo contar as ofertas, então as


colocamos na mala sem verificar o valor. Tínhamos mais dois
outros seminários para fazer depois daquele primeiro e, da
mesma forma, não contamos as ofertas. Quando chegamos em
casa, as obras já estavam terminadas e tínhamos uma grande
fatura para pagar! Com medo e tremendo, abrimos a mala e
começamos a contar as ofertas. Eu nunca havia visto tantas
notas de um dólar em minha vida! Ficamos um longo tempo
contabilizando tudo e, quando terminamos, tínhamos
exatamente a quantia que precisávamos! Mais uma vez o
Senhor havia provido. Eu SEI que Ele multiplicou o dinheiro
que havia na maleta, porque não creio que havia tanto dinheiro
assim.

No ano seguinte, o Senhor nos disse que queria alargar nosso


rancho e nos mandou ir ao topo de um dos montes que nos
rodeiam e profetizássemos sobre aquele terreno, clamando-o a
Ele. Fizemos isso em fé, sem saber a quem pertencia o
terreno. Poucos dias depois fui à cidade pegar nossas
correspondências e, quando entrei, encontrei um homem que
morava perto do nosso vale. Mantivemos um relacionamento
durante certo tempo. Ele se voltou para mim e disse:
- Ei, soube que vocês compraram umas terras perto de mim.

- Sim, compramos - respondi.

- Bem, tenho um pedaço de terra colado com o seu, no topo


da montanha. Acho que deveria ser de vocês. Tem pertencido
à minha família antes mesmo do Arkansas se tornar um
estado. Eu não venderia a mais ninguém.

Ele deu seu preço e eu disse:

- Bem, gostaríamos mesmo que comprar a propriedade, mas,


sendo bem honesto, nós não temos dinheiro agora.

Ele não desistiu e disse:

- Oh, tudo bem! Vou te dizer uma coisa. Vou reservar para
você por um ano. Se conseguir me pagar a entrada em até um
ano, eu mesmo irei financiar o resto para vocês.

Então puxou um pedaço de papel do bolso e anotou um


número ali.

- Procure-me daqui a um ano e veremos se consegue me


entregar pelo menos a quantia que escrevi aqui nesse papel. Se
conseguir, eu abrirei mão do resto do valor para vocês.

No entanto, ele guardou o papel e se recusou a dizer qual


havia sido a quantia que havia escrito.
Concordei, mas não tínhamos dinheiro algum e nem
sabíamos o quanto precisaríamos juntar! Pensava se
perderíamos a oportunidade de comprar aquela terra. Um
ano depois, no mês em que eu devia ir levar a entrada,
fomos fazer um seminário em San Antonio, Texas. No
último dia do seminário, uma irmã se aproximou de mim
após a reunião e me deu um envelope dizendo:

- Vocês vão pensar que estou louca, mas o Senhor me disse


que vocês tinham de comprar algum terreno. Isto aqui é para
ajudar.
A oferta que aquela irmã nos deu era o único dinheiro que
havíamos arrecadado para dar de entrada na propriedade.
Quando levei para o proprietário, ele me disse era
exatamente a mesma quantia que havia escrito no pedaço de
papel há um ano! Mais uma vez, ao andarmos em fé e
obediência ao Senhor, Ele nos proveu.

Primeiro, Deus nos dá fé para algo, então nos manda agir


em obediência a essa fé e em seguida providenciará ou fará
tudo o Ele disse que faria. E assim que o Senhor aprimora o
dom de fé.

Em cada etapa, conforme Rebecca e eu agíamos em fé para


fazer o que o Senhor nos ordenava a fazer, confiando que Ele
proveria, Deus edificava de forma sobrenatural este rancho
assim também como a nossa fé.

5. Algumas vezes Deus nos ordena a aumentar nossa fé

"Conseqüentemente, a fé vem por se ouvir a mensagem, e


a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo."
Romanos 10:17

"Então os discípulos aproximaram-se de Jesus em


particular e perguntaram: 'Por que não conseguimos
expulsá-lo V Ele respondeu: 'Porque a fé que vocês têm é
pequena. Eu lhes asseguro que se vocês tiverem fé do
tamanho de um grão de
mostarda, poderão dizer a este monte: 'Vá daqui para lá', e
ele irá. Nada lhes será impossível. Mas esta espécie só sai
pela oração e pelo jejum'." Mateus 17:19-21

Observe esses versículos em Mateus 17 e perceba que o


assunto abordado por Jesus é fé, não demônios. Os discípulos
não puderam expulsar os demônios por causa da sua falta de
fé, não por falta de jejum e oração. Jesus lhes instruiu que
basta uma pequena fé para alcançar muito - nem que seja do
mesmo tamanho de um grão de mostarda, que é algo
minúsculo. No entanto, a fim de ter esse tipo de fé que move
montanhas, os discípulos teriam de dedicar tempo e energia
construindo-a. Eles deveriam passar tempo em jejum e oração
e estudando a Palavra de Deus. Devemos fazer a mesma coisa.
Esse tipo de fé, o qual devemos construir, vem a partir de uma
decisão espontânea de escolhermos aceitar como verdade que
Deus sempre cumpre Sua palavra!

A questão com a fé é que ela não pode ser vista, e muito


menos sentida (Hebreus 11:1). Vejamos a gravidade como
exemplo. Você não pode vê-la ou senti-la, mas acredita que ela
existe. Na verdade, toda sua vida foi construída em cima do
fato de que você acredita na gravidade. E por causa disso que
você não tenta pular de um prédio de 10 andares! Você
escolheu aceitar como verdade que a gravidade existe.
Crianças pequenas têm que ser protegidas até que escolham
aceitar a realidade gravitacional.

" . . . pois quem dele se aproxima precisa crer que ele


existe e que recompensa aqueles que o buscam." Hebreus
11:6

Ao irmos em direção a Deus, devemos primeiro escolher


aceitar o fato de que Deus existe. Essa é a fé que somos
capazes de construir, não o dom de fé que nos é dado
sobrenaturalmente por Deus.
Podemos, certamente, pedir a Deus que nos dê o dom de fé e
que o Senhor aumente nossa fé, mas há momentos nos quais
somos responsáveis por edificar nossa fé através de oração,
jejum e ouvindo a Palavra de Deus.

Eu, Rebecca, certa vez perguntei a Deus por que a fé era tão
importante para Ele. Para minha surpresa, Ele respondeu o
seguinte:

- Por que a sua fé envolve diariamente fazer escolhas por sua


conta. Dar ao homem a dádiva do livre-arbítrio foi o dom mais
caro que eu poderia ter dado. Por causa dele, o homem
escolheu pecar e custou a Mim o terrível sofrimento do Meu
Filho para lhes garantir a salvação.

6. FÉ E DINHEIRO
Muita coisa é ensinada errada sobre fé e dinheiro. As pessoas
são ensinadas a "declarar para obter o que quiser". São
ensinadas a dar a fim de que Deus as deixe ricas. Você pode
até dizer que quer ficar rico para contribuir para o reino de
Deus, mas o que você está fazendo pelo reino de Deus agora?
O que está fazendo para aumentar sua fé?

Infelizmente, muitas pessoas simplesmente não entendem


como Deus opera. Já vi muita gente puxar o talão de cheques,
preencher um cheque com uma quantia que não tinha no banco
e ofertar. Elas pensam que se "declararem" fervorosamente
que Deus colocará aquela quantidade de dinheiro em sua conta
corrente, Deus certamente atenderá. Isso é totalmente errado!
Isso não é fé! Deus nos ordena ofertar somente o que já temos.
Claro, esses cheques sempre voltam!
Infelizmente, muitas pessoas são ensinadas erroneamente
sobre os princípios a cerca de finanças no reino de Deus.
(Veja mais sobre isso no Apêndice n deste livro)

"Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é


desonesto no pouco, também é desonesto no muito. Assim,
se vocês não forem dignos de confiança em lidar com as
riquezas deste mundo ímpio, quem lhes confiará as
verdadeiras riquezas? E se vocês não forem dignos de
confiança em relação ao que é dos outros, quem lhes dará
o que é de vocês?" Lucas 16:10-12

As pessoas querem um diploma universitário quando ainda


estão no primário! Temos até o momento ouvido muita
profecia da carne sendo dada ao Corpo de Cristo! Profetizar
na carne é um sinal de que falta maturidade em Deus.
As pessoas escutam que ficarão ricas do dia para a noite, que
podem ser bem sucedidas em seus trabalhos sem ter recebido
treinamento e experiência - apenas se tiverem fé. ERRADO!
Esses versículos em Lucas 16 mostram como funciona o reino
de Deus. Devemos ser fiéis no pouco e o Senhor nos colocará
sobre mais, devemos primeiramente ser justos diante de Deus
e ser fiéis e justos com o que é dos outros antes que o Senhor
nos coloque sobre mais, sobre até o que Deus tem para nós!
Temos de primeiro nos doar antes de exigir receber qualquer
coisa. Fé não tem nada a ver com esses princípios!

Primeiro recebemos apenas uma medida de fé e, então,


quando vierem os processos de provação e maturidade,
devemos ser trabalhados antes que Deus possa nos dar mais
fé. Deus nos conhece por completo. Ele sabe que sem esses
princípios falharemos e perderemos o que Ele já nos deu, ou
os aplicaremos de forma pecaminosa e carnal. Um bom
exemplo disso é o resultado de uma pesquisa feita sobre
ganhadores de loteria. A pesquisa diz que 99% dos
ganhadores gastam todo o dinheiro em um ano e depois
ficam pior do que antes, porque não aprenderam a lidar com
o que ganharam e não alcançaram nenhum amadurecimento
antes disso.
Capítulo 10

Andando no Deserto
por Rebecca Brown

Os desertos são quentes e secos, com pouquíssimas chuvas, e


por causa disso há baixa umidade no ar e as noites tendem a
ser muito frias. Com mudanças tão extremas de temperatura
e pouca água, o deserto costuma ser um dos lugares mais
difíceis de se viver. Não sei quanto a você, mas alguns dias
no deserto e eu estaria implorando para ir embora! Fico
impressionada como os israelitas ficaram no deserto por 40
anos! Mas Deus havia lhes dado a promessa de serem
conduzidos a uma terra onde manam leite e mel:

"Vá, reúna as autoridades de Israel e diga-lhes: O


SENHOR, o Deus dos seus antepassados, o Deus de
Abraão, de Isaque e de Jacó, apareceu a mim e disse: Eu
virei em auxílio de vocês; pois vi o que lhes tem sido
feito no Egito. Prometi tirá-los da opressão do Egito para
a terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos
ferezeus, dos heveus e dos jebuseus, terra onde manam
leite e mel" Êxodo 3:16-17

Deus havia lhes dado uma promessa e pedido que eles


dessem um salto de fé, mas imagino que não tinham a menor
idéia do que passariam ou teriam mudado de idéia; na
verdade, muitas vezes quiseram mesmo voltar atrás. Às
vezes, Deus nos conduz a nossas próprias experiências no
deserto. Ele sempre nos dá
uma promessa, mas antes que tomemos posse dela, Deus
costuma nos conduzir à nossa própria jornada em tempos
áridos e secos.

As condições são duras e muitas vezes você se questiona


como passará por elas e quando Deus o conduzirá por fim à
terra onde manam leite e mel. A única coisa que é
absolutamente essencial é que você permaneça firme em sua
fé porque a experiência de deserto testará por completo sua
fé e não será somente uma vez. A fé é algo que determina se
sua jornada pelo deserto será de 11 dias ou 40 anos.

"E a quem jurou que nunca haveriam de entrar no seu


descanso? Não foi àqueles que foram desobedientes?
Pois as boas novas foram pregadas também a nós, tanto
quanto a eles; mas a mensagem que eles ouviram de nada
lhes valeu, pois não foi acompanhada de fé por aqueles
que a ouviram." Hebreus 3:18-4:2

Os israelitas chegaram às portas da Terra Prometida, podiam


ver a promessa ao seu alcance, mas perderam sua fé em
Deus, pois, para piorar, Deus ordenou que enviassem alguns
homens para sondar a terra já prometida.

"Envie alguns homens em missão de reconhecimento à


terra de Canaã, terra que dou aos israelitas. Envie um
líder de cada tribo dos seus antepassados." Números
13:1-2

Você precisa entender que Deus já sabia de antemão que esse


seria o maior dentre todos os teste de fé que aquele povo já
passara. Antes que Deus permitisse que entrassem na Terra
Prometida, eles teriam de provar sua fé no Senhor quando os
obstáculos na sua frente parecessem insuperáveis.
Doze dos que faziam parte da liderança passaram 40 dias
observando a terra e perceberam que ela era habitada por
gigantes e cidades fortificadas. Imagino que pensavam que
seria fácil quando chegassem a esse ponto, que apenas
deveriam tomar posse da terra e pronto, mas o medo tomou
conta de 10 deles e estes acabaram se esquecendo de todos
os livramentos que o Senhor havia lhes providenciado e
não conseguiam ver como resolveriam a situação. Tenho
certeza de que eles estavam cansados de viver no deserto,
mas quando viram a batalha que estaria por vir, ficaram
desanimados e decidiram que seria melhor desistir. Havia
sido justamente por causa da sua falta de fé em Deus que
os israelitas passaram 40 anos perambulando pelo deserto,
e parece que não haviam aprendido muita coisa até então.

Deus havia Se provado a eles diversas vezes, sempre


suprindo todas as suas necessidades e os livrando das mãos
dos inimigos, mas eles deixaram que o medo e a dúvida os
vencessem e se simplesmente se esqueceram de tudo o que
Deus já havia feito. Não tenho dúvidas de que uma das
maiores razões pelas quais esses líderes perderam sua fé
foi a ira.

Como já abordamos no capítulo 4, a ira é uma das causas


mais comuns de uma experiência de deserto em nossas
vidas. Por causa disso, passamos por provações e
sofrimentos, assim como os filhos de Israel. Ficamos
prestes a receber a promessa que Deus tem para nós e
somos supreendidos com a informação de que não iremos
recebê-la sem passarmos por outra grande luta e ainda mais
provações e sofrimentos. Quando estamos sofrendo,
costumamos achar que já foi o suficiente e que as coisas
serão mais fáceis a partir de então. Não tenho dúvidas de
que os filhos de Israel achavam isso por causa dos
sofrimentos e provações pelos quais já haviam passado e
que agora bastaria entrar na Terra Prometida e estabelecer
seus lindos lares. Eles não pensaram que teriam de passar
ainda por mais batalhas e sofrimentos para conquistá-la.
Quando viram quanto sofrimento e trabalho
envolveriam tomar posse da terra, não tenho dúvidas de que
se iraram com Deus e sentiram que Ele estava sendo injusto
com eles.

Peço agora que você examine com cuidado o seu coração.


Você está (ou esteve) irado com Deus e permitiu que
pensamentos de que Ele estava sendo injusto com você
penetrassem em sua mente? Se sim, então é provável que
você esteja caminhando em direção ao deserto! Nada destrói
mais nossa fé e nosso relacionamento com Deus do que nos
iramos com Ele ou pemitirmos que pensamentos de que Ele
está sendo injusto conosco tomem conta da nossa mente.
Enquanto estivermos vivos neste mundo, estaremos vivendo
em batalhas. Haverá muito pouco descanso para nós. O mal
nunca tira folga! Mas Deus está desejando nos dar a graça
para continuarmos, apesar das dificuldades.

"E o SENHOR disse a Moisés: Até quando este povo me


tratará com pouco caso? Até quando se recusará a crer
em mim, apesar de todos os sinais que realizei entre
eles?" Números 14:11

Como cristãos, essa é uma história importante a ser lembrada


porque o autor de Hebreus nos adverte de que os israelitas
conheciam o mesmo Deus que nós conhecemos e que
precisamos tomar cuidado para não desistirmos das
promessas que Deus nos deu.

E IMPOSSÍVEL AGRADAR A ÜEUS SEM FÉ!

"Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se


aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa
aqueles que o buscam." Hebreus 11:6
E não nos esqueçamos do que é a fé. Fé é confiar em algo ou
alguém; crença que não é baseada em provas. Biblicamente
falando, a "fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova
das coisas que não vemos " (Hebreus 11:1).
Ter fé é como pular em uma piscina e deixar que sua mãe ou
seu pai o segure. Costuma precisar de várias tentativas até
que tenha plena confiança de que seus pais não deixarão
você cair. Assim é Deus, Ele está pedindo que você confie
que Ele irá segurá-lo e não o deixará cair.

"Porque sou eu que conheço os planos que tenho para


vocês diz o SENHOR, 'planos de fazê-los prosperar e
não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e
um futuro" Jeremias 29:11

Então, é extremamente importante que permaneçamos firmes


em nossa fé e igualmente que continuemos a aumentar nossa
fé em Deus, permanecendo em Sua Palavra e desenvolvendo
um relacionamento pessoal com Cristo.

"Conseqüentemente, a fé vem por se ouvir a mensagem, e


a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo."
Romanos 10:17

Se você implantar a palavra de Deus nas raízes da sua alma,


poderá se segurar nela quando sua fé estiver em baixa.
Também é vitalmente importante desenvolver um
relacionamento com Cristo! Quando você passa tempo com
Deus diariamente, diversas coisas acontecem. Primeiro,
Deus começa a Se revelar a você, assim como faz um amigo
com o qual passa tempo junto. Você começa a conhecer a
Deus de maneira mais pessoal. Ele também começa a lhe
revelar Seus planos e a guiar todos os seus caminhos. É
importante lembrar que Deus conduziu os israelitas pelo
deserto.
"Durante o dia o SENHOR ia adiante deles, numa
coluna de nuvem, para guiá-los no caminho, e de noite,
numa coluna de fogo, para iluminá-los, e assim podiam
caminhar de dia e de noite. A coluna de nuvem não se
afastava do povo de dia, nem a coluna de fogo, de
noite." Êxodo 13:21-22
Não é fácil enxergar o caminho quando estamos passando
pelo deserto, você precisa de um Guia. Meu dia nunca vai
bem se não o começo com Deus. Preciso que Deus guie os
meus caminhos diariamente.

Quando tenho meu encontro com Deus pelas manhãs, é


como tomar o café da manhã com um amigo íntimo e
discutir com ele É meus planos para o dia ou qualquer
problema ou preocupação 1 que precise lidar. Quando você
começar a andar nesse tipo de relacionamento, confiará no
que Deus lhe disser e, nos tempos difíceis, conseguirá
lançar "sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem
cuidado de vocês" (I Pedro 5:7). Os verdadeiros amigos
não o abandonam nos momentos em que você mais precisa
e é algo que você constrói passando tempo junto,
confiando que ele o apoiará quando precisar. Deus promete
fazer isso em relação a você! As Escritoras dizem: "Todo o
que nele confia jamais será envergonhado" (Romans
10:11).

Qualquer que seja o seu deserto, eu o exorto a confiar em


Deus e a continuar se achegando a Ele. Se você está (ou
esteve) irado com Deus, confesse isso a Ele e peça-Lhe que
o perdoe. Lembre- se de que Ele tem o total direito de fazer
o que quiser em sua vida!

Oro para que você permaneça firme em sua fé e na perfeita


vontade de Deus e no tempo certo Ele o libertará da sua
experiência de deserto e o trará para a terra prometida onde
manam leite e mel. Também oro para que Ele o guie
através do deserto com uma coluna de nuvem durante o dia
e uma coluna
de fogo durante a noite. Peço tudo isso em nome de Jesus! Amém.
Glórias sejam dadas a Deus!
Apêndice i

Como Memorizar Versículos Bíblicos


por Rebecca Brown

Vamos falar um pouco sobre a questão de memorizar as


Escrituras.
Isso é muito difícil para as pessoas fazerem normalmente e,
por isso, quero lhe dar uma maneira mais fácil e agradável
de memorizar versículos bíblicos. É vitalmente importante
que cada um de nós memorize versículos bíblicos, então
aqui vai uma dica.

Tome, por exemplo, um dia seu normal, um dia qualquer.


Todos nós temos pelo menos uma hora do dia na qual
fazemos algo que não nos requer muito esforço mental. Para
nós, mulheres, talvez seja a hora de lavar a louça ou fazer o
cabelo. Para vocês, homens, talvez ao fazer a barba ou indo
para o trabalho. Cada um de vocês tem pelo menos alguns
minutos por dia de atividades que não exigem muito do
cérebro. Use esse tempo para memorizar versículos.

Pegue alguns cartõezinhos e, então, inicie a semana


escrevendo em um cartão um versículo ou talvez uma seção
de dois ou três versículos. Escreva a referência, o versículo,
e novamente a referência, da seguinte forma:

João 3:16
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu filho
unigênito, para que todo que nele crer não pereça, mas tenha a
vida eterna " João 3:16
Olhe seu cartão, diga a referência, em seguida o versículo, e
novamente a referência. Faça isso repetidas vezes, em voz
alta, até que você o diga três vezes repetidas sem erro e sem
olhar o cartão. Isso não requererá muito tempo seu.

No segundo dia, faça a mesma coisa, e também no terceiro,


quarto, etc. Na segunda semana, pegue um novo cartão e um
segundo versículo. Inicie dizendo três vezes o primeiro
versículo em voz alta, e então comece a aprender o segundo
versículo. Sempre diga a referência antes e o versículo
depois. Na terceira semana, adicione um terceiro cartão, e
assim por diante. Se você recitar um versículo três vezes por
dia durante três meses, ele estará gravado em seu cérebro
para sempre! No final dos três meses, você pode começar a
deixar de lado o primeiro versículo à medida que continua a
adicionar versículos a sua memória. Você ficará
impressionado como a memorização constante de versículos
bíblicos mudará sua vida e seu relacionamento com Deus!

Aqui vão algumas armadilhas a ser evitadas. Sempre


memorize apenas um versículo da Bíblia por semana. Se
tentar memorizar mais de um, começará a ficar bastante
confuso. Nunca memorize dois versículos ou partes das
Escrituras de um mesmo livro da Bíblia. É muito mais fácil
mesclar referências em sua memória. Memorize de livros
diferentes a cada semana. Por exemplo, memorize de Lucas
na primeira semana, de João na segunda semana, de I
Coríntios na terceira. Então se quiser voltar a Lucas na
quarta semana, tudo bem.

Eu IREI SEMPRE OUVIR A DEUS CLARAMENTE?


Infelizmente, a resposta a essa pergunta é um ressoante
"NÃO". Como vivemos neste corpo de carne e sangue
afetado pelo pecado, iremos algumas vezes nos esforçar para
ouvir ao Senhor. Você nunca alcançará a posição de sempre
ouvir a Deus claramente e sem erro. Infelizmente, muitos
líderes cristãos soam como se nunca tivessem o menor
esforço para ouvir a Deus. Todos têm, até mesmo o apóstolo
Paulo teve, suas dificuldades. Ele descreveu isso a seguir:

"Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como


em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora
conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da
mesma forma como sou plenamente conhecido." I
Coríntios 13:12

O que Paulo está dizendo aqui é que, enquanto estivermos


neste corpo de carne e sangue, veremos ao Senhor como
"reflexo obscuro, como em espelho". E como se
estivéssemos olhando para um espelho bastante embaçado,
o qual não conseguimos ver a imagem refletida de forma
clara. Agora conhecemos o Senhor somente em parte, mas
em um dia maravilhoso, quando chegarmos ao céu, então
iremos conhecê-lo claramente, assim como Ele nos conhece.

Algumas vezes o Senhor falará conosco tão claramente que


não teremos a menor dúvida em nossa mente. Mas, muitas
das vezes, teremos de nos esforçar para isso. Teremos de
buscar e orar por clareza. Algumas vezes, iremos questionar
"Será que isso veio de mim? Veio de um demônio? Ou veio
do Senhor?". Sempre quando estivermos em uma situação
como essa, pare e separe algum tempo para orar e pedir a
Deus que traga algum tipo de confirmação. Ele o fará por
fim, se o pensamento veio mesmo dEle. Você não pode
determinar tempo ou condições para a Sua resposta.
Lembre-se, Deus é Deus! Você não pode controlá-10 de
forma alguma.

NAO caia no erro de assumir que todos os pensamentos


provêm de Deus. Volta e meia somos desviados por nossos
próprios desejos, achando que Deus está falando quando na
verdade são apenas nossos desejos se manifestando.
Lembre-se, Deus diz:

"Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de


vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos,
declara o SENHOR. Assim como os céus são mais altos
do que a terra, também os meus caminhos são mais altos
do que os seus caminhos, e os meus pensamentos, mais
altos do que os seus pensamentos." Isaías 55:8-9

Por isso é tão importante conhecer a Palavra de Deus. Deus


nunca lhe contará nada que seja contra a Sua Palavra.
Quantas vezes vi alguém dizendo que Deus lhe disse que
deveria se casar com alguém quando, na verdade, ainda
estava casado com outra pessoa! Deus NUNCA diria tal
coisa. Essa pessoa simplesmente está aceitando seus
próprios desejos pecaminosos como se fossem de Deus.
Apêndice II

Ensino «Sobre Oferta de Amor


por Rebecca Brown

Você sabia que Deus sabe que precisamos de confirmação e


ajuda
em relação à nossa fé? Ele entende que mesmo que aceitemos
Sua palavra como verdadeira, às vezes precisamos de
confirmação de que Ele cumprirá Suas promessas em nossa
vida. Abraão é um grande exemplo para nós de um homem de
fé. Ele é a primeira pessoa listada no grandioso capítulo de
Hebreus 11, cujo tema é a fé.

O texto também diz que a fé de Abraão foi muito bem vista por
Deus. No entanto, apesar de sua enorme fé, você sabia que
houve um período no qual até mesmo Abraão precisou ser
ajudado por Deus em relação à sua fé? Então, Deus supriu essa
necessidade tanto para Abraão como para nós. Observe o
seguinte trecho de Gênesis 15:

"Disse-lhe ainda: 'Eu sou o SENHOR, que o tirei de Ur dos


caldeus para dar-lhe esta terra como herança'.". Gênesis
15:7

Abraão tinha fé, e muita, mas nesse ponto da sua vida, ele
precisou ser ajudado por Deus. Abraão precisava de uma
confirmação de que ele realmente herdaria toda a terra. Ele
havia vivido em simples tendas por tanto tempo, sem ter
nenhum herdeiro, que realmente toda a coisa lhe parecia
completamente impossível.
Abraão precisava de ajuda em relação à sua fé! Em vez de se
irar com Abraão, Deus proveu uma forma de que ele pudesse,
através de um ato de obediência, obter de Deus a ajuda da qual
precisava. Foi o seguinte:
"Respondeu-lhe o SENHOR: 'Traga-me uma novilha, uma
cabra e um carneiro, todos com três anos de vida, e também
uma rolinha e um pombinho'" Gênesis 15:9

Deus instruiu Abraão a Lhe trazer uma oferta, uma oferta de


amor. Eu nunca havia entendido o significado dessa oferta até
que o Senhor ordenasse que Daniel e eu comprássemos um
rancho de criação de gado. Essa não era uma oferta pequena!
Primeiramente, eu não entendo COMO Abraão tinha uma
novilha de três anos! Em minha experiência com criação de
gado, isso simplesmente não existe! Entenda que uma novilha
é uma vaca que nunca procriou.

Nós compramos um touro pura raça e o chamamos de Romeu,


na esperança de que ele fizesse juz ao seu nome. E posso dizer
que ele fez! Romeu pesa quase 1.300kg e acredite quando digo
que não há nenhuma cerca que consiga deter o Romeu quando
ele quer ir até uma fêmea! Todas as bezerras ficam grávidas no
seu segundo ano. Todas têm bezerrinhos antes ou até o terceiro
ano. Tenho quase certeza de que Abraão não tinha sofisticados
muros de concreto ou cercas eletrificadas naqueles dias. Como
ele conseguia fazer com que seus touros ficassem longe das
fêmeas até o terceiro ano não consigo imaginar. Certamente
isso deve ter requerido enorme suor e esforço!

Além disso, nunca se sacrifica as fêmeas porque elas são o que


fazem a boiada aumentar. Uma vaca, em média, durante toda
sua vida, produz de 15 a 20 filhotes. Então Abraão não apenas
perderia a bezerra, mas toda a sua futura prole.
Para terminar, uma novilha, uma cabra e um carneiro exigidos
por Deus nessa oferta foi realmente um sacrifício! Somente
esses três animais teriam provido comida mais que suficiente
para uma família durante um ano inteiro! Não foi uma oferta
pequena, certamente.

Infelizmente, quando você dá uma oferta para exigir alguma


coisa de Deus, raramente damos um sacrifício verdadeiro. No
hebraico, a palavra sacrifício significa "morrer, abater,
sacrificar". Esse verbo vem do substantivo "zebach", "um
sacrifício". Enquanto que sacrifício em nossa língua sugere
meramente algo inconveniente ou a oferta de algo custoso, no
hebraico, significa "oferecer uma vida" (Word Wealth da The
Spirit Filled Life Bible).

Fazemos um pedido a Deus e ofertamos o que nos é


conveniente, o que damos de forma confortável. Isso NÃO é
sacrifício! Então por que devemos nos aborrecer quando Deus
não nos responde como esperamos?

Você precisa que o Senhor te dê mais fé? Então sugiro que ore
de forma séria e pense em algo que possa trazer como oferta
especial a Deus juntamente com seu pedido de oração. Esse é
um princípio que Ele deixou para nós em Gênesis 15. Sugiro
que peça ao Senhor que lhe mostre o que seria uma oferta
agradável a Ele - e então ofereça conforme Ele direcionar.
Ficará surpreso como Deus responderá aumentando sua fé ou
lhe trazendo a confirmação de que você precisa para uma
situação específica. Não espere que Deus responda aos seus
pedidos se você não está trazendo um sacrifício verdadeiro a
Ele.

Você também pode gostar