Você está na página 1de 26

Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado

Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

Laudo Técnico de Engenharia


Estudo Geotécnico de Fundações do ARQUIVO –
GALPÃO, para aos obras de Reforma e Ampliação do
Arquivo - TRT da 13ª região.

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

1. FINALIDADE:
O objetivo deste documento é o estudo Geotécnico para descrever as
condições do solo, onde serão assentadas as Fundações do Bloco
ARQUIVO – GALPÃO, das obras de Reforma e Ampliação do Arquivo TRT
da 13ª Região, localizado na Av. Marechal Deodoro, nº 150, Centro - João
Pessoa / PB.

2. INTERESSADA
Tribunal Regional do Trabalho - 13ª região – João Pessoa – Pb.

3. AUTOR E RESPONSÁVEL TÉCNICO PELO LAUDO:


O Autor e Responsável Técnico por este laudo é o Engenheiro Civil Hágnon
Correia de Amorim, inscrito no CREA sob o nº 1600827888.

4. METODOLOGIA APLIACADA:
A metodologia aplicada na elaboração do trabalho teve como etapas a
vistoria ao local da obra, o estudo da documentação disponibilizada ao autor,
sua análise e definição da capacidade resistente do solo na profundidade de
assentamento proposto para as fundações.

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

5. PRINCÍPIOS E RESSALVAS:
Os princípios básicos sob as quais se norteiam este trabalho são a ética, a
independência profissional, a busca da verdade e o respeito às normas
técnicas e legislação pertinentes.
Como principais ressalvas destacam-se as seguintes:
 Não foram feitos ensaios pelo autor, só um levantamento in loco da
situação;
 As conclusões ao final expostas foram fundamentadas na análise dos
elementos apresentados à disposição do autor e nas evidências
observadas na vistoria, podendo ser revistas em face da realização de
ensaios ou analise de novos elementos.

6. DOCUMENTAÇÃO APRESENTADA:
Foram apresentados ao autor os seguintes documentos:
a) Projetos Arquitetônicos de Bivar Olyntho de M. S. Neto, de Julho de
2017, composto de 05 pranchas;
b) Relatório de Sondagem nº 035/2018, da Engeobase – Engenharia de
Fundações Ltda, com data de 08 de Agosto de 2018 apresentando 03
furos SPT;
c) O projeto de Forma da estrutura pré-fabricada da Central
Premoldados, datado de 24 de Junho de 2018, com 05 pranchas;
d) Planta de Fundações e Cargas da Central Premoldados, datada de
26 de Junho de 2018, com uma única prancha.

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

7. ENQUADRAMENTOS NORMATIVOS:
É importante esclarecer que toda análise a ser feita em um sistema
estrutural, por princípio, deve considerar as normas técnicas vigentes a
época da sua execução.
Assim esta análise deve obedecer ao que preconiza as normas:
 NBR 6118:2014 – Projeto de estruturas de concreto – procedimento;
 NBR 14859-1:2002 – Laje pré-fabricada – Requisitos – Parte 1: Lajes
unidirecionais;
 NBR 6120:1980 – Cargas para o cálculo de estruturas de edificações
– procedimento;
 NBR 9062:2006 – Projeto e execução de estruturas de concreto pré-
moldado – procedimento.
 NBR 6122:2010 - Projeto e execução de fundações.
 NBR 6484:2001 - Sondagens de simples reconhecimentos com SPT
- Método de ensaio

8. CARACTERIZAÇÃO DAS FUNDAÇÕES:


Conforme Planta de Fundações e Cargas, apresentado pela Central
Premoldados, as fundações serão em Concreto Ciclópico sobre uma
camada de solo-cimento, no traço 1:15 (cimento:areia), assentadas a uma
profundidade de 2,00m, tendo a fundação uma altura de 110cm e o Solo-
cimento uma altura de 100cm, verificando assim que a fundação aflora ao
solo em 10cm.

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

Segundo a mesma Planta, as cargas aplicadas nas fundações e suas


dimensões são (Tabela 1):
PILARES DIMENSÕES CARGA
P01, P07, P08, P14 120x120x110 14 Tf
P02, P03, P04, P05, P06,
120x120x110 18 Tf
P09, P10, P11, P12, P13
P15, P21 130x130x110 18 Tf
P16, P17, P18, P19, P20 130x130x110 22 Tf
(Tabela 1)

9. CONSIDERAÇÕES GEOTÉCNICAS

Conforme relatório de sondagem da ENGEOBASE, foram realizado 03 furos de


sondagem tipo SPT (Figura 01).
Analisando os furos realizados, podemos observar que de um modo geral eles
mantem uma regularidade sobre a estratificação do solo ao longo da profundida
e com sua resistência em uma projeção crescente, tendo como fração
predominante o Silte, destoando apenas no furo SP 02, que apresenta também
um aterro arenoso com metralha, além dos solos siltosos.
Observando atentamente os 03 furos de sondagem podemos identificar que:
• Da superfície até uma profundidade de 2,0m, encontramos um silte, na
maioria arenoso, de fofo a pouco compacto, com NSPT variando de 3 a 5
golpes.
• Entre as profundidades de 2,0m e 4,0m há a presença de um silte arenoso
com veios de arenito de compacidade pouco compacta, com NSPT entre 4 e 5
golpes.
• Da profundidade de 4,0m a 7,0m, o solo se apresenta como uma silte
argiloso de consistência média a rija, com NSPT variando de 4 a 17 golpes.
• O furo SP 02 indica, desde a superfície até a profundidade de 1,53, a
presença de um aterro arenoso com metralha, cor variegada.
_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

• Nos furos apresentados não há a presença de lençol freático.

(Figura 01)

10. MODELO DE FUNDAÇÃO ADOTADO

A Planta de Fundações e Cargas apresenta o seguinte tipo de fundação (Figura


02):

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

(Figura 02)

11. TENSÃO ADMISSÍVEL

Face ao objetivo deste trabalho é importante mencionar algumas correlações


existentes nesse âmbito. Dessa forma, com relação a fundações superficiais,
para determinação da tensão admissível do solo utilizando-se de dados SPT,
Hachich et al. (1998) apresentam um método semiempírico para o cálculo da
tensão admissível, conforme apresentado na Equação (1), válida para qualquer
solo natural no intervalo 5 ≤ NSPT ≤ 20.

Segundo Cintra, Aoki e Albiero (2003), no meio técnico brasileiro, já é bastante


utilizada a Equação (1), desenvolvida por Skempton, em 1951, e,
posteriormente, corroborada por Teixeira, em 1996, para solos argilosos. Assim,
observa-se que Teixeira (1996) demonstrou fórmulas para a estimativa da
tensão admissível em fundações superficiais por sapatas em função do índice
de resistência à penetração, no entanto, adotando equações diferentes para
solos argilosos e arenosos, conforme equações (2) e (3), respectivamente.

Em que:
B = base da sapata.

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

É importante destacar, que nas equações para fundações superficiais


explanadas anteriormente, o valor de NSPT considerado refere-se ao índice de
resistência médio no bulbo de tensões, conforme ilustra a Figura 02.

(Figura 02)

A profundidade do bulbo de tensões da sapata, segundo Hachich et al. (1998),


equivale a aproximadamente 1,5B. Simons e Menzies (1981 apud CINTRA,
AOKI e ALBIERO, 2003) evidencia a existência de cálculos mais precisos
utilizando conceitos existentes na teoria da elasticidade para mecânica dos
solos. Contudo, para efeitos práticos, considera-se os valores apresentados na
Tabela 2, em que B representa a base e L o comprimento da sapata.

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

(Tabela 2)

Assim, para tensão admissível na profundidade de 2,00m, para um silte


arenoso, aplicando a Equação 3, teremos:
4,67
𝝈𝒂𝒅𝒎 = 0,05 + (1 + 0,4 𝑥 1,3) 𝑥 = 0,12 𝑀𝑃𝑎 = 𝟏, 𝟐 𝒌𝒈𝒇/𝒄𝒎²
100

12. DISTRIBUIÇÃO DAS TENSÕES

Uma prática corrente para se estimar o valor das tensões em certa profundidade
consiste em considerar que as tensões se espraiam segundo áreas crescentes,
mas sempre se mantendo uniformemente distribuídas, ou seja, a carga se
distribua uniformemente nas diferentes profundidades, propagando-se para o
interior do solo segundo um ângulo de 30° com a vertical (Figura 03).

Figura 03
_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

A tensão do Bloco sobre o Solo-Cimento (0), é apresentado na Tabela 3,

conforme carga e as dimensões dos blocos.

Tabela 3

O acréscimo de Tensão aplicado na profundidade de 2,00m, já computados as

Tensão do Bloco sobre o Solo-Cimento (0) mais a Tensão do maciço em Solo-

cimento (sc), resulta na Tensão máxima (1) aplicada neste ponto, conforme

Tabela 4.

Tabela 4

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

13. CONCLUSÃO:
 A adoção de Fundação Superficial sobre um maciço em Solo-Cimento,
condiz com as sondagem apresentada, visto que foram detectadas as
presenças de um Aterro Arenoso com metralha e um Site Arenoso de
baixa compacidade (fofo), até a profundidade de 2,00m;
 O Solo-Cimento, compactado em camadas de 20cm, na profundidade
de 1,00m a 2,00m, irá substituir este material de baixa resistência, e por
seguinte transmitir as tensões oriundas do Bloco para o solo;
 Verifica-se também que as tensões aplicadas na profundidade de 2,00m
para as várias situações de carregamento é menor que a Tensão

Admissível (adm) de 1,2 kgf/cm²;(Tabela 5)

Tabela 5
 Por fim para as fundações analisadas, o solo teve no seu estado limite
ultimo (ELU), aferido pela sua tensão admissível, resultados satisfatórios.

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

14. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:


 CINTRA, J. C. A.; AOKI, N.; ALBIERO, J. H. (2003). Tensão Admissível em
Fundações Diretas. 1ª ed. São Carlos: Rima, 2003. 135p. ISBN: 85-86552-55-
0.
 HACHICH, W.; FALCONI, F. F.; SAES, J. L.; FROTA, R. G. O.; CARVALHO, C.
S.; NIYAMA, S. Fundações: Teoria e Prática. 2ª ed., São Paulo: Editora PINI,
1998. ISBN: 85-7266-098-4. 758p.
 TEIXEIRA, A. H.; GODOY, N. S. (1996). Análise, projeto e execução de
fundações rasas. In: Fundações: teoria e prática – Sétimo Capítulo, p.227-264.
2ª ed., São Paulo: Editora PINI, 1998. ISBN: 85-7266-098-4.

15. ANEXOS

15.1. Relatório de Sondagem

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Scanned by CamScanner
Scanned by CamScanner
Scanned by CamScanner
Scanned by CamScanner
Scanned by CamScanner
Scanned by CamScanner
Scanned by CamScanner
Scanned by CamScanner
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

15.2. Projeto Arquitetônico

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

15.3. Projeto de Forma da estrutura pré-fabricada

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

15.4. Planta de Fundações e Cargas

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com
Concreto Armado – Protendido – Pré-moldado
Metálica – Fundações – Compatibilização de Projetos

16. ENCERRAMENTO

O presente Laudo Técnico de Engenharia foi elaborado para uso exclusivo do


Interessado.
O autor coloca-se a disposição de qualquer outro interessado para os
esclarecimentos que se façam necessários quanto a este trabalho, uma vez que
o mesmo constitui de um todo homogêneo e qualquer interpretação ou uso de
fragmentos dele não deve ser considerado.
Não são permitidas cópias ou publicação do laudo, ainda que parciais, sem a
autorização expressa do autor.
Por fim, encerra-se ente laudo, declarando que o mesmo possui 26(vinte e seis)
páginas impressas de um só lado, que vão rubricadas a esta última assinada.

João Pessoa, 28 de Setembro de 2018.

____________________________________
Hágnon Correia de Amorim
Engº Cívil – CREA 1600827888

_____________________________________________________________________________

Av. D. Pedro II, 1269 – Sala 904 - Ed. Sintese – Centro - João Pessoa PB.
CEP: 58.013-420. Celular : (83) 9 8897 7100
E-mail: hagnon_eng@hotmail.com