Você está na página 1de 20

Biologia

Questões retiradas de Provas de Exames Nacionais

Tema: Reino das Plantas

Prova Modelo 2000


Na figura 1 o esquema I representa, de modo simplificado, o ciclo de vida de uma Angiospérmica, e
o esquema II, as estruturas intervenientes na polinização e na fecundação.

Figura 1

1.1 - Refira o nome de cada uma dessas estruturas.

1.2 - A cada um dos números 1, 2 e 3 das estruturas consideradas, faça corresponder uma das
letras do esquema I da mesma figura.
2 - Relativamente ao ciclo de vida esquematizado em I na figura 1, mencione:
2.1 - as letras que correspondem a estruturas da diplofase.
2.2 - as vantagens evolutivas que resultam do predomínio da diplofase.
3 - A semente de uma Angiospérmica contém:
A - um zigoto diplóide e um endosperma diplóide.
B - um embrião diplóide e um endosperma haplóide.
C - um embrião diplóide e um endosperma triplóide.
D - um embrião diplóide e um endosperma diplóide.
E - um zigoto diplóide e um endosperma triplóide.
(Transcreva a letra da opção correcta.)

4 - Indique dois dados fornecidos pelo esquema I que permitem justificar que este esquema não
corresponde ao ciclo de vida do polipódio.

5 - No ciclo de vida de uma filicínea observam-se:


A - um esporófito dominante e um gametófito dependente.
B - um gametófito dominante e um esporófito dependente.
C - um gametófito dominante e um esporófito independente.
D - um esporófito dominante e um gametófito independente.
(Transcreva a letra da opção correcta.)

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 1


Exame 1ª fase – 1ª chamada – 2000 – via Ensino
Grupo I

A conquista do ambiente terrestre pelas plantas esteve dependente do aparecimento de miutas


estruturas de apoio que lhes permitissem enfrentar, com sucesso, o referido ambiente. O diagrama
da figura 1 mostra uma evolução provável das plantas terrestres a partir das Clorophyta.

Figura 1

1 - Apresente duas razões que levem a pensar serem as Clorophyta as ancestrais das plantas
terrestres.

2 - Estabeleça as correspondências possíveis entre as letras A, B e C da figura e o aparecimento


das seguintes etapas evolutivas:
- Plantas com flor e óvulos encerrados em ovários.
- Sistema vascular.
- Alternância de gerações.
- Disseminação por sementes.

3 - As plantas representadas pelos números 1, 2, 3 e 4 podem agrupar-se em duas Divisões (filos)


que estudou.
3.1 - Identifique essas divisões e associe-lhes os números relativos as respectivas plantas.
3.2 - Indique uma característica que distinga as divisões mencionadas na questão anterior.

4 - As plantas representadas pelos números 3 e 4 pertencem a classes diferentes.


4.1 - Identifique essas classes.
4.2 - Mencione duas características que distingam as referidas classes.

5 - Das afirmações abaixo enunciadas, seleccione três que caracterizem o ciclo de vida da planta
representada pelo número 1:
a) A fecundação e dependente da água do meio.
b) O esporófito e parasita do gametófito.
c) A planta e heterospórica.
d) Há predominância da diplofase.
e) O esporófito é duradouro.
f) A meiose é pré-espórica.

6 - Compare os ciclos de vida das plantas 2 e 3 quanto:


6.1 - às condições da fecundação.
6.2 - ao desenvolvimento e autonomia trófica da geração gametófita.

7 - A planta 4 e heterospórica e os seus esporos correspondem respectivamente a:


a) Saco embrionário.
b) Saco embrionário germinado.
c) Grão de pólen.
d) Mesocisto.
e) Célula-mãe do albúmen.
(Transcreva as duas opções correctas)

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 2


Exame 1ª fase – 2ª chamada – 2000 – via Ensino

O diagrama da figura 1 mostra uma árvore fïlogenética referente à classificação de Whittaker em


cinco Reinos, bem como alguns seres vivos pertencentes aos referidos Reinos.

Figura 1
Nota: Os desenhos ã
no foram feitos na mesma escala na
Fig. 1

1 - Indique uma característica que levou Whittaker a distinguir entre si:


1.1 - o Reino C e o Reino das Plantas.
1.2 - o Reino das Plantas e o Reino dos Animais.

2 - Identifique as divisões (filos) a que pertencem as plantas indicadas pelos números 1, 2 e 3.


2.1 - Apresente duas razões que justifiquem o facto da planta assinalada pelo número 3
estar mal adaptada ao ambiente terrestre.

3 - Na figura 2 está representado esquematicamente, em X, um tipo de ciclo de vida, e, em Y, a


formação e desenvolvimento do saco embrionário de uma Angiospérmica.

Figura 2

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 3


3.1 - Considere o esquema X. Faça a legenda das estruturas correspondentes aos números de 1
a 6.

3.2 - Indique o número do esquema X a que corresponde o último estádio do esquema Y.

3.3 - Qual das seguintes estruturas é homóloga do saco embrionário?


a) Microprotalo
b) Macroprotalo
c) Micrósporo
d) Macrósporo
e) Esporófito

(Transcreva a opção correcta.)

4 - Identifique a célula A, assinalada na figura 2.

4.1 - Qual o destino biológico da célula A?

5 - Imagine que cada uma das células da raiz desta Angiospérmica tem 20 cromossomas:
indique o número de cromossomas presente nos núcleos das seguintes estruturas:
a) saco embrionário
b) tubo polínico
c) tegumento do óvulo
d) célula-mãe do albúmen.

Exame 2ª fase – Via Ensino

Observe com atenção o diagrama da figura 1 que representa o ciclo de vida de uma planta
terrestre:

Figura 1

1 - Identifique os fenómenos I e II.

2 - Estabeleça a correspondência entre cada uma das letras A, B, C e D e uma das seguintes
estruturas:
- oosfera
- protonema
- protalo
- anterídeo
- esporogónio.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 4


3 - Explique em que medida a cápsula representa uma adaptação da planta referenciada ao
ambiente terrestre.

4 - O ciclo de vida representado não pode pertencer a uma Angiospérmica, visto que:
a) apresenta gametófito monóico.
b) o ciclo é haplodiplonte.
c) se verifica alternância de gerações.
d) o zigoto é uma célula diplóide.
e) a meiose é pré-espórica.
(Transcreva a opção correcta.)

5 - Considere o ciclo de vida de uma Angiospérmica e o ciclo representado na figura 1.

5.1 - Refira qual deles é mais primitivo.

5.1.1 - Justifique a resposta dada na questão anterior, apresentando duas razões explicativas.

Exame 1ª fase – 1ª chamada - 2000 – Agrupamento 1


Na figura 1, os esquemas I e II representam dois ciclos de vida.

I II
Nota: 1, 5, 8 – entidades multicelulares
Figura 1

1. Os fenómenos indicados na figura 1 pelas letras a, b e c correspondem, respectivamente, a:


A – meiose, mitose e fecundação.
B – mitose, fecundação e meiose.
C – meiose, fecundação e mitose.
D – mitose, meiose e fecundação.
E – fecundação, mitose e meiose.
(Transcreva a letra da opção correcta)

2. Relativamente aos ciclos de vida (I e II) representados na figura 1, refira qual deles pode
corresponder:
2.1. ao ciclo de vida da espirogira.
2.2. ao ciclo de um organismo com maior variabilidade genética.
2.2.1. Justifique a resposta dada à pergunta 2.2.

3. Faça corresponder, a cada um dos ciclos I e II da figura 1, as letras das características que
se seguem.
A – Ser haplonte
B – Meiose pré-gamética
C – Ser haplodiplonte
D – Meiose pós-zigótica
E – Meiose pré-espórica
F – Ser diplonte

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 5


4. A cada uma das letras das entidades abaixo indicadas, faça corresponder um dos números
(1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9) dos ciclos I e II da figura 1.
A – Funária adulta
B – Polipódio adulto
C – Protalo
D – Filamento de espirogira
E – Esporogónio da funária

5. Relativamente às Briófitas e às Filicíneas, refira uma característica comum respeitante à


reprodução, que possibilite a sobrevivência dos seus embriões no meio terrestre.

Exame 1ª fase – 2ª chamada – 2000 – Agrupamento 1


No quadro da figura 1 estão referidas algumas características das plantas, assim como estão
indicados alguns dos grupos taxonómicos (I, II, III, IV) estudados. O sinal + indica as
características presentes em cada um desses grupos taxonómicos.

Grupos taxonómicos
I II III IV
Características

Gâmetas masculinos flagelados + – – +

Verdadeiras raizes + + + –

Tecidos vasculares + + + –

Semente – + + –

Óvulos encerrados em ovários – + – –

Gametófito fotossintético + – – +

Esporófito independente + + + –
Figura 1

1. Para cada um dos grupos taxonómicos (I, II, III, IV), e de acordo com as características
indicadas no quadro da figura 1, refira:
1.1. a Classe correspondente.
1.2. a Divisão correspondente.

2. Mencione duas vantagens evolutivas da existência de semente em algumas plantas.

3. Considere as entidades a seguir mencionadas, relativas ao cicio de vida das plantas.


A – Gâmeta
B – Zigoto
C – Gametófito
D – Esporófito
E - Esporo

3.1. Indique as letras das entidades que são diplóides.

3.2. Começando pelo zigoto, ordene as letras correspondentes às entidades referidas em 3.,
de modo a estabelecer a sua sequência correcta.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 6


Exame 2ª fase – 2000 – Agrupamento 1

Na figura 1 estão representadas estruturas do ciclo de vida de uma angiospérmica, cujas células
diplóides têm 36 cromossomas.

Figura 1

1 - Faça corresponder, a cada uma das letras das estruturas abaixo mencionadas, um dos
números da figura 1.
A - Óvulo
B - Megásporo
C - Oosfera
D - Célula-mãe do grão de pólen
E - Núcleos polares

1.1 - Indique o número de cromossomas existentes em cada uma das células assinaladas
na figura pelos números 2, 4 , 9 e 12.

2 - Refira o nome das estruturas que se formam, a partir de cada uma das células indicadas na
figura com os números 5 e 6, após a dupla fecundação.

3 - Indique a subclasse a que pertence a planta cujas estruturas estão esquematizadas na


figura.
3.1 - Fundamente a sua escolha, indicando duas características evidenciadas na figura.

4 - Das características abaixo mencionadas, transcreva as letras das que constituem vantagens
evolutivas das Angiospérmicas comparativamente às Filicíneas.
A - Tubo polínico
B - Tecidos condutores
C - Existência de semente
D - Formação de esporos
E - Predomínio da geração esporófita
F - Existência de raiz

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 7


4.1. Explique por que motivo as características que designou na resposta à pergunta 4,
conferem vantagem evolutiva.

Exame 1ª fase – 1ª chamada – 2001 – Via Ensino


A figura 1 representa o ciclo de vida do polipódio.

Figura 1

1 - Identifique a divisão e a classe a que pertence o polipódio.


1.1. Indique uma característica dessa classe que esteja representada na figura 1.

2 - Faça a legenda relativa às estruturas a que se referem os seguintes números da figura 1: 1, 2,


3, 4, 5, 7 e 8.

3 - Indique o(s) número(s) da figura que representa(m):


3.1. estruturas haplóides.
3.2. a estrutura onde ocorre a meiose.
3.3. o gametófito.

4 - Compare, de forma bem explícita, o gametófito e o esporófito desta planta no que respeita ao:
4.1. grau de diferenciação.
4.2. tempo de duração.

5 - Comente a seguinte afirmação:


"O gametófito do polipódio é monóico".

6 - Das características a seguir referidas, seleccione as que estão presentes no ciclo de vida da
selaginela e que representam aquisições evolutivas em relação ao ciclo de vida do polipódio.
a) Fecundação não dependente da água.
b) Heterosporia.
c) Gametófito dependente temporariamente do esporófito.
d) Raiz, caule e folhas bem desenvolvidas.
e) Disseminação feita por sementes.
(Transcreva as duas opções correctas.)

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 8


Exame 2ª fase – 2001 – Via Ensino
A figura 1 pretende representar órgãos relativos ao ciclo de vida do polipódio.

Figura 1

1 - Faça a legenda da figura 1 no que respeita às estruturas A, B e C.


1.1. Identifique as células representadas pelos números 1 e 2 da figura 1.
1.2. Refira a função biológica dessas células.

2 - Indique a que geração pertencem as estruturas representadas na figura 1. Justifique a


resposta da questão anterior, apresentando duas razões explicativas.

3 - Relativamente ao ciclo de vida do polipódio, refira:


3.1. a duração relativa das gerações gametófita e esporófita.
3.2. a geração a que pertence a planta adulta.
3.3. onde ocorre a meiose.
3.4. o tipo de ciclo de vida, atendendo à existência de gerações.

Exame 1ª fase – 1ª chamada – 2001 – Agrupamento 1


Na figura 1, os esquemas X e Y representam entidades pertencentes aos ciclos de vida da
funária e do polipódio.

Figura 1

1. Identifique em cada um dos esquemas X e Y da figura 1:


1.1. a geração representada.
1.2. a fase nuclear correspondente.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 9


2. Refira um dado que lhe permita considerar que:
2.1. a funária e o polipódio são plantas adaptadas ao meio terrestre.
2.2. a funária está menos adaptada ao meio terrestre do que o polipódio.
2.3. a reprodução sexuada na funária e no polipódio apresenta mais limitações do que nas
angiospérmicas.

3. Das características a seguir referidas, transcreva as letras das que identificam as que podem
ser observadas no polipódio e na funária, respectivamente.
A - Existência de tecidos condutores
B – Isosporia
C – Heterosporia
D - Esporófito dependente do gametófito
E - Gametófito dependente do esporófito
F - Gametófito monóico temporário
G - Gametófito duradouro

Exame 1ª fase – 2ª chamada – 2001 – Agrupamento 1

As plantas apresentam diferenças nos seus ciclos de vida.


1 - Na figura 1 está representado o ciclo de vida da funária.

Figura 1

1.1. Refira uma característica estrutural que justifique a inclusão da funária na respectiva divisão.

1.2. Faça corresponder, a cada uma das letras que identificam as afirmações seguintes, o(s)
número(s) da figura 3 e o(s) nome(s) da(s) respectiva(s) estrutura(s).
A - Estruturas que pertencem à diplofase.
B - Estrutura pluricelular onde ocorre a fecundação.
C - Entidade com a mesma função do protalo no aspecto reprodutor.
D - Estrutura onde ocorre a meiose.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 10


2 - Relativamente ao ciclo de vida das Briófitas, caracterize:
- a relação trófica entre o gametófito e o esporófito;
- a fase nuclear predominante.

3 - As afirmações abaixo referidas correspondem a características observadas no ciclo de vida


das plantas com semente.
Transcreva as três letras que identificam o conjunto de características presentes somente
nestas plantas e que contribuíram para o seu sucesso como organismos terrestres.
A - O gametófíto é reduzido e dependente do esporófito.
B - Os vasos condutores permitem o transporte de água até às folhas.
C - O zigoto origina um embrião que faz parte da semente onde é protegido e alimentado.
D - O tubo polínico substitui o mecanismo da deslocação do gâmeta masculino na água.
E - Existe uma nítida alternância de gerações.
F - Observa-se heterosporia.

Exame 2ª fase – 2001 – Agrupamento 1

A reprodução sexuada envolve dois fenómenos complementares: a fecundação e a meiose.

Figura 1

1 - Na figura 1 está esquematizado um tipo de ciclo de vida que estudou. Tenha em atenção o
esquema da figura.
1.1. Refira o nome de um organismo que apresente este tipo de ciclo de vida.

1.2. Enuncie duas características deste ciclo que justificam a sua resposta à pergunta 1.1.

1.3. Indique o número da figura 1 que corresponde ao organismo adulto.

2 - Faça corresponder a cada um dos números romanos (I. II e III) dos grupos abaixo referidos,
relativos às plantas que estudou, as letras das características dos respectivos ciclos de vida.

Grupos Características
a - Esporófito dominante.
b - Esporófito dependente
c - Gametófito dominante.
d - Desenvolvimento do embrião numa
estrutura protectora.
I - Plantas não vasculares
e - Existência de grãos de pólen.
II - Plantas vasculares sem semente
f - Gametófito temporário e independente.
III - Plantas vasculares com semente
g - Dispersão por sementes.
h - Anterozóides flagelados.
i - Microgametófito dependente.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 11


2.1. Um dos grupos de plantas (I, H e III) mencionados na pergunta anterior corresponde às que estão
mais bem adaptadas ao meio terrestre.
2.1.1. Mencione o número desse grupo.
2.1.2. Refira uma característica relativa à reprodução sexuada que apoie a sua resposta à
pergunta anterior.

2.2. Mencione a(s) Classe(s) a que pertencem as plantas referenciadas em 2. com os números II e III,
respectivamente.

Exame 1ª fase – 1ª chamada - 2002 – Agrupamento 1


1. Na figura 1 está representado, esquematicamente, o processo de fecundação de uma
Angiospérmica.
1.1. Faça corresponder a cada uma das letras das estruturas abaixo mencionadas, o respectivo
número da figura.
A - Gametófito feminino
B - Gametófito masculino
C - Gâmetas masculinos
D - Oosfera
E- Óvulo

Figura 1

1.2. Relativamente à dupla fecundação nas Angiospérmicas, refira o nome:


a) das células intervenientes;
b) de cada uma das células formadas;
c) das estruturas originadas por cada uma das células referidas em b).

2. Nas Angiospérmicas a estrutura que, após a fecundação, dá origem à semente é o:


A - ovo
B - grão de pólen
C – óvulo
D – ovário
E - embrião
(Transcreva a letra da opção correcta.)

3. Explique a importância da maior complexidade das Angiospérmicas, relativamente aos Musgos


e às Filicíneas, no que se refere a sua adaptação ao meio terrestre, referindo:
3.1. uma característica estrutural, observável na figura 1, relativa a fecundação.
3.2. o desenvolvimento e a localização dos gametófitos.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 12


Exame 1ª fase – 2ª chamada – 2002 – Agrupamento 1
Na figura 1, os esquemas I e II representam dois tipos de ciclos de vida.

Figura 1

1. Faça corresponder a cada uma das letras que identificam as afirmações abaixo referidas um
dos números, I ou II, dos esquemas da figura 1.
A – É uma planta heterospórica.
B – Tem um gametófito monóico.
C – Apresenta diferenciação sexual a nível do esporófito.
D – Tem um gametófito dióico.

1.1. Justifique as respostas dadas no item 1., relativamente a B e C.

2. Faça corresponder um dos números da figura 1 a cada uma das letras relativas às seguintes
estruturas:
A – Grãos de pólen
B – Saco embrionário germinado
C – Microprotalo
D – Célula mãe do saco embrionário
E – Protalo monóico

3. Das plantas vasculares estudadas, as que têm menor grau de complexidade apresentam:
A – o gametófito dependente do esporófito, sendo este fotossintético.
B – o gametófito e o esporófito independentes e fotossintéticos.
C – o esporófito dependente do gametófito, sendo este fotossintético.
D – o gametófito e o esporófito independentes e não fotossintéticos.
E – o esporófito dependente do gametófito, sendo ambos fotossintéticos.
(Transcreva a letra da opção correcta.)

Exame 2ª fase – 2002 – Agrupamento 1


1 No esquema da figura 1estão indicadas as quatro entidades fundamentais do ciclo de vida das
plantas.

Figura 1

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 13


1.1. Indique os números da figura que correspondem a entidades haplóides.

1.2. Faça corresponder V (de verdadeiro), ou F (de falso), a cada uma das letras das afirmações
seguintes.
A - Nas Briófitas, 2 é uma entidade duradoura e 4 é uma entidade temporária.
B - Nas Filicíneas, a meiose ocorre entre as entidades 2 e 3.
C - Nas Filicíneas, as entidades 2 e 4 são ambas vasculares.
D - Nas Angiospérmicas, a entidade 2 é dióica.
E - Nas Angiospérmicas, a entidade 1 apresenta dois tipos morfologicamente diferentes.

2. A redução e a dependência dos gametófitos em relação ao esporófito nas plantas com flor,
comparativamente aos gametófitos desenvolvidos dos fetos, constitui uma vantagem na
adaptação ao meio terrestre. Justifique esta afirmação.

Exame 1ª fase – 1ª chamada – 2003 – Agrupamento 1

1. A figura 1 esquematiza os órgãos reprodutores de uma angiospérmica, após a fecundação,


evidenciando os primeiros estádios do desenvolvimento embrionário.

Figura 1

1.1. Faça a legenda da figura, identificando as entidades assinaladas pelos números de 1 a 4.

1.2. Na questão 1.2.1., transcreva a letra correspondente à opção correcta. Nas questões 1.2.2.
e 1.2.3., transcreva a letra correspondente à opção que contém os termos que permitem
preencher correctamente os espaços.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 14


1.2.1. O filete, o endosperma secundário e as paredes do ovário são constituídos,
respectivamente, por células:
A – haplóides, triplóides e diplóides.
B – haplóides, diplóides e triplóides.
C – diplóides, diplóides e triplóides.
D – diplóides, triplóides e diplóides.

1.2.2. No megagametófito ou _______, as entidades envolvidas na dupla fecundação são a


oosfera e _______.
A – óvulo [...] os núcleos polares
B – saco embrionário germinado [...] os núcleos polares
C – óvulo [...] as sinergídeas
D – saco embrionário germinado [...] as sinergídeas

1.2.3. Na semente, os _______ resultam da transformação de tecidos do óvulo e o _______


forma-se por divisão mitótica do zigoto.
A – cotilédones [...] embrião
B – cotilédones [...] endosperma secundário
C – tegumentos [...] embrião
D – tegumentos [...] endosperma secundário

1.3. Relativamente às Angiospérmicas, refira:


a) o nome da estrutura que possibilita a independência da fecundação relativamente à
água.
b) uma característica da planta representada na figura 1 que contribua para a eficiência
da polinização.
c) uma vantagem da existência de sementes encerradas em frutos.

Exame 1ª fase – 2ª chamada – 2003 – Agrupamento 1

1. Os esquemas I e II da figura 1 representam os ciclos de vida de duas plantas. A duração


relativa das fases nucleares é evidenciada pelas áreas que ocupam em cada esquema.

Figura 1

1.1. Identifique as entidades assinaladas com os números de 1 a 6.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 15


1.2. A cada uma das letras que identificam as afirmações seguintes, relativas aos esquemas da
figura, faça corresponder um dos números da chave.

Afirmações
A – Os esporos produzidos são geneticamente diferentes.
B – A planta adulta é diplonte.
C – O ciclo de vida é haplodiplonte.
D – Os gametófitos são monóicos.

Chave
III – Esquema I
III – Esquema II
III – Ambos os esquemas

1.3. Nas questões 1.3.1., 1.3.2. e 1.3.3., transcreva a letra correspondente à opção que permite
construir uma afirmação correcta.

1.3.1. O esquema II ilustra o ciclo de vida de uma:


A – briófita, pois os esporos são haplóides.
B – filicínea, pois a haplofase predomina sobre a diplofase.
C – briófita, pois a planta adulta é o gametófito.
D – filicínea, pois o esporófito é diplóide.

1.3.2. Nas plantas que possuem ciclos de vida semelhantes ao representado no esquema I, a
grande diversidade de fenótipos, no seio da população adulta, está relacionada com:
A – a presença de tecidos condutores e a ausência de anterozóides flagelados.
B – a fecundação independente da água e a existência de flores atractivas.
C – a polinização cruzada e a protecção dos embriões nas sementes.
D – a heterosporia e o predomínio da geração esporófita.

1.3.3. No estudo do registo fóssil, relativo à evolução das plantas, é possível constatar o
aparecimento sequencial das seguintes características:
A – tecidos condutores, gametângios pluricelulares, sementes e flores com perianto.
B – tecidos condutores, gametângios pluricelulares, flores com perianto e sementes.
C – gametângios pluricelulares, tecidos condutores, sementes e flores com perianto.
D – gametângios pluricelulares, tecidos condutores, flores com perianto e sementes.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 16


Exame 2ª fase – 2003 – Agrupamento 1
1 – A figura 1 ilustra o ciclo de vida de uma filicínea.

Figura 1
1.1. Identifique as entidades assinaladas com os números 1, 3, 4 e 7.

1.2. Indique o número de três entidades assinaladas na figura que pertençam:


a) à geração esporófita.
b) à haplofase.

1.3. Explique de que modo a ocupação de ambientes terrestres pelas Filicíneas está relacionada
com a existência das seguintes características:
a) gametângios pluricelulares;
b) tecidos condutores.

Exame 1ª fase – 2004 – Agrupamento 1


1. No quadro 1, os números I, II, III, IV e V representam cinco taxa do reino das Plantas. Os
símbolos «+» e «–» assinalam, respectivamente, a presença ou a ausência de características
comuns à maioria das espécies incluídas em cada um dos taxa.
Nos taxa representados pelos números III e IV, não está assinalada a presença/ausência de
algumas características.

Legenda:
+ Presença da característica – Ausência da característica

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 17


Na questão 1.1., transcreva a letra correspondente à opção correcta. Nas questões 1.2., 1.3. e
1.4., transcreva a letra correspondente à opção que contém os termos que permitem preencher
correctamente os espaços.

1.1. De acordo com os dados do quadro, os taxa I, II, III e IV podem corresponder,
respectivamente, a:
A – Briófitas, Filicíneas, Monocotiledóneas e Dicotiledóneas.
B – Filicíneas, Briófitas, Monocotiledóneas e Dicotiledóneas.
C – Filicíneas, Briófitas, Dicotiledóneas e Monocotiledóneas.
D – Briófitas, Filicíneas, Dicotiledóneas e Monocotiledóneas.

1.2. No quadro 1, na distinção entre os taxa _____ foram utilizados critérios relativos _____.
A – I e II […] à diferenciação de tecidos somáticos
B – III e IV […] ao tipo de polinização
C – IV e V […] à presença de sementes
D – I e V […] ao processo de divisão que origina os esporos

1.3. O preenchimento do quadro 1 exige que se assinalem, relativamente aos taxa III e IV, a
presença de óvulos _____ e a existência de _____.
A – encerrados em ovário fechado […] isosporia
B – a descoberto na escama ovulífera […] tecidos condutores lenhificados
C – encerrados em ovário fechado […] tecidos condutores lenhificados
D – a descoberto na escama ovulífera […] isosporia

1.4. Numa planta, a presença de _____ facilita _____.


A – heterosporia […] o desenvolvimento de esporófitos dióicos
B – óvulos encerrados em ovários […] a polinização
C – sementes […] a dispersão do micrósporo
D – flores com perianto […] a protecção das estruturas reprodutoras

2. Refira, para cada alínea, o nome de uma classe, abordada no programa, onde são incluídas
as plantas em que:
a) o esporófito e o gametófito são autotróficos e têm vida autónoma.
b) a fecundação é independente da água.
c) a planta adulta é um organismo haplonte.

3. Faça corresponder V (afirmação verdadeira) ou F (afirmação falsa) a cada uma das letras
que identificam as afirmações seguintes, relativas a algas.
A – O tipo de organização estrutural levou Whittaker, em 1979, a incluir as algas no reino
Protista.
B – As algas sintetizam compostos orgânicos, utilizando como fonte de energia a luz solar.
C – A natureza das substâncias de reserva tem valor taxonómico.
D – A presença de clorofila a numa alga permite identificar a divisão em que esta se inclui.
E – Na divisão das Feófitas, incluem-se algas unicelulares e pluricelulares.
F – A natureza química da parede celular permite estabelecer relações filogenéticas entre
Clorófitas e Plantas.
G – A espirogira apresenta um ciclo de vida haplonte, dado que a meiose é pós-zigótica.
H – No ciclo de vida da espirogira, existe anisogamia morfológica e funcional.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 18


Exame 2ª fase – 2004 – Agrupamento 1

1. Os esquemas da figura 1 ilustram parte dos ciclos de vida de uma espirogira e de uma
funária.

Figura 1

1.1. Faça a legenda da figura 1, identificando as estruturas assinaladas com os números 1, 4,


5, 6, 8 e 10.

1.2. A cada uma das letras (A, B, C e D) que identificam as afirmações seguintes, relativas aos
ciclos de vida representados na figura 3, faça corresponder um dos números da chave (I, II ou
III).

Afirmações
A – Na divisão do ovo, ocorre recombinação génica.
B – Existe uma entidade pluricelular diplóide.
C – A haplofase predomina sobre a diplofase.
D – Apresenta isogamia morfológica e anisogamia funcional.

Chave
III – Ciclo de vida da espirogira
III – Ciclo de vida da funária
III – Ambos os ciclos

1.3. Nas questões 1.3.1., 1.3.2. e 1.3.3., transcreva a letra correspondente à opção correcta.
1.3.1. Encontram-se pares de cromossomas homólogos no interior dos núcleos das entidades
assinaladas na figura com os números:
A – 2 e 3.
B – 3 e 9.
C – 2 e 7.
D – 7 e 9.

1.3.2. Duas características comuns a Clorófitas, Feófitas e Rodófitas são:


A – a interacção nos ecossistemas e a presença de cloroplastos.
B – a nutrição autotrófica e a natureza dos pigmentos fotossintéticos.
C – o grau de diferenciação tecidular e a composição da parede celular.
D – a pluricelularidade e a ocorrência de meiose pós-zigótica.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 19


1.3.3. Uma característica das Briófitas que as distingue das Traqueófitas é a:
A – dependência da fecundação em relação à água.
B – ocorrência de meiose numa entidade parasita do gametófito.
C – ocorrência de embriões diplóides, protegidos pelo arquegónio.
D – protecção dos gâmetas em gametângios pluricelulares.
1.4. Relacione uma característica das Briófitas com as dimensões médias típicas destas
plantas.

Questões retiradas de Exames Nacionais de Biologia Pág. 20