Você está na página 1de 8

UNIFAI – CENTRO UNIVERSITÁRIO ASSUNÇÃO

CCEJ – CENTRO CRISTÃO DE ESTUDOS JUDAICOS

MARIA CRISTIANE DOS SANTOS

DEUS SE REVELA A SEU POVO ATRAVÉS DE SUA PALAVRA


E ESTE A INTERPRETA ATRAVÉS DO MIDRASH.

São Paulo – 2013


UNIFAI – CENTRO UNIVERSITÁRIO ASSUNÇÃO
CCEJ – CENTRO CRISTÃO DE ESTUDOS JUDAICOS

MARIA CRISTIANE DOS SANTOS

DEUS SE REVELA A SEU POVO ATRAVÉS DE SUA PALAVRA


E ESTE A INTERPRETA ATRAVÉS DO MIDRASH.

Monografia exigida pelo Curso de Pós-


Graduação Lato Sensu (Especialização) em
Cultura Judaico-Cristã, História e Teologia do
Centro Cristão de Estudos Judaicos, como
exigência parcial para obtenção de Grau de
Especialista, sob a orientação do Prof. Ms. Elio
Passeto.

São Paulo – 2013


AGRADECIMENTOS

Primeiramente agradeço a Deus, por mais uma etapa de crescimento e


amadurecimento na fé. Os meus sinceros agradecimentos ao meu orientador
Prof. Ms. Elio Passeto, que continuamente me inspira com a sua sabedoria
judaico-cristã a me impulsionar na busca amorosa da Palavra de Deus por
meio do mergulho nas Escrituras e aprofundamento da mesma nas fontes da
literatura Judaico-cristã e nos sábios de Israel. Agradeço à toda a minha família
em seu amor por mim. Bem como à Congregação Nossa Senhora de Sion que
sempre me impulsiona a avançar nos estudos e a tornar-me uma pessoa
melhor. Particularmente àquelas irmãs de Sion que me apóiam com a sua
amizade e querer bem para que eu avance sempre mais.
RESUMO

Mergulhar na tradição de Israel é um contínuo aprendizado! Nosso estudo


levou-nos a redescobrir mais em profundidade as Escrituras Sagradas. A
Revelação do Deus UM a Israel, e sua Aliança eterna com seu povo, são feitas
através de sua Palavra. E a vocação de Israel está precisamente na
interpretação desta Palavra. Este exercício de busca da Palavra, o povo de
Israel concretiza pela busca constante e incansável através do método que se
chama: Midrash. Partindo do ponto de vista de que a Palavra de Deus, em sua
forma única absoluta, se manifesta sob duas maneiras, o que o judaísmo
convencionou a chamar: Torah Escrita e Tora Oral, a descoberta do sentido da
Palavra revelada, através do estudo, deve conduzir à prática e vice-versa. Esta
dinâmica é reveladora de Deus. Entre a comunidade de Israel e a partir de
Israel, Deus se faz presente e reconhecido em toda a humanidade. A prática
midráshica é a frequentação da Palavra de Deus para tentar responder todos
os espaços da existência do indivíduo e da comunidade. Deste modo, o
Midrash se apresenta em duas formas: Halakhah, definindo às normas de
conduta, mostrando a maneira a seguir diante de Deus e a Aggadah, que faz
sair do texto ensinamentos enriquecedores para a vida de fé, mas não obriga a
ser implementado. Sendo o Cristianismo nascido no contexto da oralidade da
Palavra de Deus, no contexto do mundo judaico da época de Jesus, estes
princípios judaicos são constituidores da identidade cristã. Paulo usou a
expressão para definir esta realidade constituída pelos seguidores de Cristo:
nós somos enxertados na Oliveira boa que é o povo de Israel. Portanto, o
verdadeiro conhecimento da Palavra de Deus: o primeiro e segundo
Testamentos, somente é possível em contato com a mesma dinâmica que esta
Palavra foi interpretada e transmitida ao longo da história, até nossos dias, pelo
povo judeu. Este trabalho mostra que o conhecimento do Midrash é um
elemento fundamental para a própria tradição de fé do cristianismo.

Palavras-chaves:

Revelação - Escrituras - Tradição Judaico-cristã – Teologia e História –


Interpretação – Compreensão - Torah Oral e escrita – Midrash – Prática.
ABSTRACT

Diving in the tradition of Israel is a continuous learning ! Our study has led us to
rediscover more in depth the Scriptures. The One God´s Revelation to Israel,
and his eternal covenant with his people, are made through his Word. And
Israel's vocation is precisely in the interpretation of this word. This exercise of
search of Word, the people of Israel concretized by the constant and tireless
search through the method called: Midrash. From the point of view that the
Word of God in their unique form absolute manifests itself in two ways, that the
Judaism conventionally called: Written Torah and Oral Torah, the discovery of
the meaning of the word revealed by the study, should lead to the practice and
vice versa. This dynamic is revealing of God. Among the community of Israel
and from Israel, God is present and recognized in all humanity. The midrashic
practice is the frequent the Word of God to try to answer all the spaces of the
existence of the individual and the community. Thus, the Midrash presents itself
in two forms: Halakhah, defining standards of conduct, showing the way to
follow before God and Aggadah, which brings out the text lessons for enriching
the life of faith, but does not require to be implemented. Christianity being born
in the context of orality of the Word of God, in the context of the Jewish world of
Jesus' time, these principles have constituted of the Jewish Christian identity.
Paul used the expression to define this reality constituted by the followers of
Christ: we are grafted into the good Olive Tree that is the people of Israel.
Therefore, the true knowledge of the Word of God: the first and the second
Testaments, is only possible in contact with the same dynamic that this word
was interpreted and transmited along the history until our days, by the Jewish
people. This work shows that the Midrash knowledge is a fundamental element
for the own tradition of faith of Christianity .

Keywords:

Revelation - Scripture - Jewish-Christian Tradition - Theology and History -


Interpretation - Understanding - Oral and written Torah - Midrash - Practice.
SIGLAS:

a.e.c – Antes da era cristã


e.c. – Era cristã
d. e. c – Depois da era cristã
TB – Talmud da Babilônia
TJ – Talmud de Jerusalém ou Palestino
TaNaCH – Escrituras Judaicas
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO.....................................................................................................1

CAPÍTULO I - HISTÓRIA DE ISRAEL, HISTÓRIA DE JERUSALÉM................3

1.1. Uma história singular em continuidade................................................3


1.2. Reforma do Judaísmo: um breve percurso histórico...........................7
1.3. O Judaísmo Rabínico..........................................................................9
1.3.1. A Literatura Rabínica.........................................................................10

CAPÍTULO II - CARACERÍSTICAS DA TORÁ ORAL......................................11

2.1. Revelação no Sinai: duas torot...........................................................12


2.2. A coerência da Torá Oral....................................................................14
2.2.1. A Torá Oral engloba a Torá escrita.....................................................15
2.2.2. A Torá Oral precede a Escritura; ela é preferível................................16
2.2.3. A Torá oral transmite a Torá escrita e interpreta toda
a Torá..................................................................................................20
2.2.4. A Torá oral cumpre a Torá escrita......................................................21
2.2.5. A Torá oral manifesta a unidade e a divindade de toda
a Torá..................................................................................................22
2.2.6. A Torá oral é regra de vida revelada oralmente a Moisés
no Sinai...............................................................................................23
2.2.7. A Torá oral pode dispensar a Torá escrita..........................................25
2.2.8. A Torá ensina a Ressurreição dos mortos..........................................25

CAPÍTULO III - DEFINIÇÃO E TIPOLOGIA DO MIDRASH.............................27

3.1. Definição de Midrash..............................................................................28


3.2. Caracterização do Midrash: Halakhah e Haggadah...............................31
3.2.1. Midrash Halakhah...................................................................................33
3.2.2. Midrash Haggadah..................................................................................37
3.2.3. Aprendendo com a Tradição Judaica....................................................43

CONSIDERAÇÕES FINAIS .............................................................................46


REFERÊNCIAS.................................................................................................50
BANCA EXAMINADORA

__________________________________________
__________________________________________
__________________________________________

Você também pode gostar