Você está na página 1de 43

TIAGO

O livro de Tiago é um livro prático. Ele


não se preocupa tanto em ensinar as
doutrinas cristãs, mas em como os
crentes as estão colocando em prática,
fala da vida do crente no seu dia-a-dia,
em como está vivendo tudo aquilo que
aprendeu.
O autor da carta muito provavelmente é
Tiago o irmão de Jesus.
É possível que Tiago fosse o irmão mais
velho dos muitos irmãos que Jesus
tinha.
Alguém sabe por que?
Porque ele é o primeiro que aparece
nessa lista:
Não é este o filho do carpinteiro? O
nome de sua mãe não é Maria, e não
são seus irmãos Tiago, José, Simão e
Judas? Não estão conosco todas as suas
irmãs? De onde, pois, ele obteve todas
essas coisas?"
Mateus 13:55-56
Dos irmãos de Jesus, Tiago é o único
que é citado historicamente. Flávio
Yosepho, um historiador judeu e
também um outro historiador chamado
Hegésipo fazem referência a ele. O que
comprova historicamente, com
documentos além da Bíblia, que ele
existiu.
E a própria Bíblia dá um certo destaque
a figura de Tiago.
Ele é um dos que Cristo aparece depois
de ressuscitado:
1 Coríntios 15: 7. Depois foi visto por
Tiago, depois por todos os apóstolos.
Paulo o chama de coluna da igreja:
Gálatas 2: 9. E conhecendo Tiago, Cefas
e João, que eram considerados como as
colunas, a graça que me havia sido
dada, deram-nos as destras, em
comunhão comigo e com Barnabé, para
que nós fôssemos aos gentios, e eles à
circuncisão;

Na sua primeira visita a Jerusalém


depois de sua conversão, Paulo se
encontra com Tiago:
Gálatas 1: 19. E não vi a nenhum outro
dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do
Senhor.

E na última visita também:


Atos dos Apóstolos 21: 18. E no dia
seguinte, Paulo entrou conosco em casa
de Tiago, e todos os anciãos vieram ali.

Quando Pedro foi solto da prisão,


mandou os amigos avisarem Tiago:
Atos dos Apóstolos 12: 17. E acenando-
lhes ele com a mão para que se
calassem, contou-lhes como o Senhor o
tirara da prisão, e disse: Anunciai isto a
Tiago e aos irmãos. E, saindo, partiu
para outro lugar.

Teve papel importante naquele que


ficou conhecido como concílio de
Jerusalém:
Atos dos Apóstolos 15: 13. E, havendo-
se eles calado, respondeu Tiago,
dizendo: Homens irmãos, ouvi-me:

E Judas em sua carta se identifica como


irmão de Tiago, o que demonstra que
ele era bastante conhecido na época.
Uma curiosidade é que o livro menciona
o nome de Jesus somente duas vezes.
Tg 1:1 e 2:1.
Talvez isso tenha contribuído para que
durante mais de um século e meio
depois da sua escritura, este livro não
foi nem divulgado nem circulou entre as
igrejas.
Talvez tenha ficado restrita ao círculo
dos judeus convertidos, pois essa carta
tem muitas referências que parecem ter
sido dirigidas a eles, se apóia em uma
tradição judaico-cristã, semelhante ao
livro de Mateus, evangelho escrito
prioritariamente para os judeus.
Tiago escreve de um modo autoritário,
denotado pelo grande uso que faz dos
imperativos (há 54 imperativos nos 108
versículos). Ele fala "como quem tem
autoridade e espera ser ouvido"
Outra coisa importante é que Tiago não
se opõe a Paulo, mas ao uso que os
crentes estão fazendo das doutrinas
ensinadas por Paulo.
Ele se opõe a uma espiritualidade que
parece distorcer as palavras de Paulo
para cobrir uma religiosidade que não
se preocupava em cumprir
verdadeiramente as responsabilidades
do cristianismo.
Para Tiago o cristianismo não para no
crer. Este crer deve ser demonstrado
com as obras, assim como Abraão
demonstrou sua fé ao oferecer seu filho.
Assim, as obras não são a justificação do
crente, nem o levam à salvação. São,
porém, a prova de que o cristão é
realmente cristão.
Outro ponto interessante é a
semelhança de alguns trechos da carta
com o sermão do monte, o que pode
ser usado para demonstrar a
proximidade de Tiago com Jesus, seu
irmão, pois poderia ter ouvido Jesus
repetir aqueles ensinamentos.
Tiago possivelmente foi martirizado no
ano 62 d.C. e teria morrido apedrejado.
●1:1 Tiago, servo de Deus e do Senhor
Jesus Cristo, às doze tribos dispersas
entre as nações: Saudações.
Como dito, esse Tiago muito
provavelmente é o irmão de Jesus. Ele
se apresenta como sendo servo de
Deus, escravo de Deus no grego e
apesar de usar de muita autoridade na
carta, demonstra sua humildade
colocando-se também como escravo de
Jesus, seu irmão por parte de mãe.
A carta é dirigida as 12 tribos dispersas
entre as nações. Isso é comumente
aceito como uma referência aos judeus
convertidos à Cristo que foram
dispersos de Jerusalém após a
perseguição que se iniciou com o
martírio de Estêvão, conforme At 8:1.
Esse é um indício usado para defender
que esta seja talvez o primeiro escrito
do NT a ser redigido. Tiago fala a judeus,
no inicio a igreja era formada
principalmente por judeus convertidos e
esta referência no v. 1 pode ser
entendida como uma confirmação de
que a carta não pode ter sido escrita
muito tempo depois destes
acontecimentos.
● 1: 2 Meus irmãos, considerem motivo
de grande alegria o fato de passarem
por diversas provações,
1: 3 pois vocês sabem que a prova da
sua fé produz perseverança.
1:4 E a perseverança deve ter ação
completa, a fim de que vocês sejam
maduros e íntegros, sem lhes faltar
coisa alguma.
Tiago não está preocupado em ensinar
doutrinas, mas em lidar com a vida
prática. Ele começa nos ensinando
como devemos lidar com as provações
da vida.
Como a gente pode ter alegria em
passar por provações? Estou passando
fome, estou enfrentando dificuldades,
estou doente, estou desempregado e
estou muito alegre com isso? Como é
possível?
É a alegria que aprendemos em
Mateus, no sermão do monte.
● Mateus 5: 11. Bem-aventurados sois
vós, quando vos injuriarem e
perseguirem e, mentindo, disserem
todo o mal contra vós por minha causa.
12. Exultai e alegrai-vos, porque é
grande o vosso galardão nos céus;
porque assim perseguiram os profetas
que foram antes de vós.

Nos versículos 3 e 4 ele nos ensina por


que devemos nos alegrar, o que essas
provações nos trazem como
consequências que nos garante as
recompensas no céu.
Ele diz que essas provações nos trazem
perseverança. E que essa perseverança
nos torna pessoas maduras e íntegras.
O que é ter perseverança? É não desistir
com facilidade, é insistir, é ser
persistente.
É as coisas estarem difíceis, é você
tomar um tombo, você tenta resolver
mas não dá certo.
Mas você confia em Deus e sabe que Ele
vai te ajudar na hora certa. Por isso você
não desiste, insiste, persevera.
Você não procura uma saída mais fácil
que talves te tirasse daquela situação
ruim, talvez mentir pra alguém, ou
prejudicar outra pessoa, talves ter que
enganar alguém.
Isso seria desistir e pecar, por isso quem
persevera se torna uma pessoa madura
e íntegra, se essa perseverança tiver
ação completa ou sua obra perfeita
como diz em outras versões.
O livro de Tiago me ajudou a entender
melhor algumas outras passagens
bíblicas e eu quero compartilhar isso
com vocês.
Salmos 37:1 Certamente Deus é bom
para Israel, para os puros de coração.
2 Quanto a mim, os meus pés quase
tropeçaram; por pouco não escorreguei.
3 Pois tive inveja dos arrogantes quando
vi a prosperidade desses ímpios.
4 Eles não passam por sofrimento[123]e
têm o corpo saudável e forte.
5 Estão livres dos fardos de todos; não
são atingidos por doenças como os
outros homens.
13 Certamente foi-me inútil manter
puro o coração e lavar as mãos na
inocência,
14 pois o dia inteiro sou afligido, e todas
as manhãs sou castigado.
15 Se eu tivesse dito: Falarei como eles,
teria traído os teus filhos.
16 Quando tentei entender tudo isso,
achei muito difícil para mim,
Habacuque 1: 13 Teus olhos são tão
puros que não suportam ver o mal; não
podes tolerar a maldade. Então, por que
toleras os perversos? Por que ficas
calado enquanto os ímpios devoram os
que são mais justos que eles?
Pergunto a vocês, por que muitas vezes
parece que o ímpio, o pecador se dá
melhor do que pessoas que são cristãs,
fervorosos, fiéis de verdade?
Às vezes tem um cristão desempregado,
não consegue emprego, passando
dificuldade, muitas vezes dependendo
de ajuda de familiares ou amigos, ou às
vezes da própria igreja.
E aí você conhece um outro cara que
também ficou desempregado, torrou o
dinheiro todo que recebeu na farra,
com bebidas, mulheres, drogas e logo
consegue um outro emprego, um
emprego muito bom, às vezes até
melhor do que o anterior, logo aparece
com um carro novo...
E o irmãozinho continua lá passando
necessidade.
Por que é que isso acontece?
Simples. O ímpio não precisa
amadurecer, não precisa perseverar,
não quer se tornar uma pessoa íntegra.
E ele não precisa mesmo de nada disso,
pois ele não tem nenhuma recompensa
no céu.
Quem está no pecado e gosta do
pecado, e não quer sair daquela vida,
não quer saber de Jesus, não quer saber
de Deus, não quer nem ouvir falar de
igreja ou de crente, quem vocês acham
que está dominando a vida dessa
pessoa?
Quem é que a Bíblia chama de o
imperador deste mundo, o deus deste
século?
O diabo.
O cara está vivendo do jeito que o diabo
gosta, como diz em uma música, por
que é que o imperador deste mundo vai
trazer alguma dificuldade na vida desse
cara?
Vai nada.
Então esse cara vai ter mesmo um bom
emprego, vai prosperar na vida e
aparentemente não vai ter dificuldade
nenhuma na vida.
Mas é só aparentemente, por que a
gente sabe como é que Deus vai tratar
os ímpios depois.
Agora, os que entregaram suas vidas a a
Jesus, esses precisam se tornar pessoas
íntegras, esses precisam amadurecer.
Isso faz parte do processo de
santificação e a Bíblia diz que sem
santificação ninguém verá a Deus.
Então meus amigos, se você é um
cristão fiel e se estiver enfrentando
dificuldade, ou quando você estiver
enfrentando dificuldade, agora você
sabe por que pode sentir alegria no
meio dessa provação.
É Deus preparando você pra entrar na
presença dEle na eternidade e receber
todas as recompensas da promessa de
vida eterna.
O versículo 4 termina dizendo que não
deve nos faltar coisa alguma e o 5
começa falando sobre algo que pode
nos faltar nesses momentos de
provação.
Tg 1:5 Se algum de vocês tem falta de
sabedoria, peça-a a Deus, que a todos
dá livremente, de boa vontade; e lhe
será concedida.
6 Peça-a, porém, com fé, sem duvidar,
pois aquele que duvida é semelhante à
onda do mar, levada e agitada pelo
vento.
7 Não pense tal pessoa que receberá
coisa alguma do Senhor,
8 pois tem mente dividida e é instável
em tudo o que faz.
Muitas vezes parece que a gente tem
dificuldade em entender quando é que
Deus vai atender nossas orações e por
que às vezes parece que Ele não atende,
não é?
Se eu tiver dificuldade na escola ou tiver
problema pra entender as coisas no
trabalho ou em qualquer lugar que seja,
não é só eu pedir a Deus e Ele vai me
atender?
Não é só eu pedir sabedoria e Ele vai me
dar, por que esse texto diz que Deus dá
sabedoria livremente?
Mas eu tenho que pedir com fé, eu não
posso duvidar, aí Ele vai me atender.
A gente não vê isso as vezes? Quando
você orar voce tem que pedir sem
duvidar, senão Deus não vai atender.
Existem outros textos sobre oração que
devem ser vistos para entender melhor
sobre o assunto, mas nós não vamos
falar deles hoje.
Mas vamos olhar com atenção esse aqui
para nos esforçar em entendê-lo.
No versículo 5 que tipo de sabedoria
estamos sendo orientados a pedir?
É sabedoria para ir bem em uma prova
na escola? Ou para irmos melhor no
emprego?
Claro que não!
Olhando para o contexto, fica evidente
que se trata de pedirmos sabedoria para
enfrentarmos os momentos de
provação.
Mais pra frente nós vamos ver em Tg
4:13 que "Quando pedem, não
recebem, pois pedem por motivos
errados".
Nossas orações serão atendidas quando
nós pedirmos conforme Deus nos
orienta a pedir.
Nesse texto, se estamos passando por
uma provação e estamos nos
esforçando, estamos insistindo, mas
está difícil, se pedirmos sabedoria a
Deus para nos ajudar a vencer essa
provação, para suportarmos as
dificuldades e nos mantivermos firmes,
aí sim, tem uma grande chance de Deus
nos atender.
E atender nossa oração não significa
que o problema vai ser resolvido
imediatamente. Estamos pedindo
sabedoria para enfrentar o problema,
para buscarmos soluções sem nos
entregar ao pecado.
Isso sim nos ajudaria a perseverar, e
com isso amadurecer e sermos íntegros.
Se estivermos pedindo desta forma, que
é a forma que o texto ensina, aí
podemos aprender a pedir sem duvidar,
com segurança e certeza de que Deus
quer me atender, por que estou
pedindo conforme Ele ensina.
E se eu confio em Sua Palavra, eu não
posso ser como uma onda, levada e
agitada pelo mar.
Então nesse contexto não é qualquer
pedido que eu faça a Deus, me
esforçando em não duvidar que Ele vai
atender, mas se eu estiver pedindo
sabedoria para ser capaz de perseverar
nas provações para amadurecer, ser
íntegro, me alegrar e receber as
recompensas da vida eterna.
● Tg 1:9 O irmão de condição humilde
deve orgulhar-se quando estiver em
elevada posição.
10 E o rico deve orgulhar-se caso passe
a viver em condição humilde, porque o
rico passará como a flor do campo.
11 Pois o sol se levanta, traz o calor e
seca a planta; cai então a sua flor, e a
sua beleza é destruída. Da mesma
forma o rico murchará em meio aos
seus afazeres.
Se entendemos que Tiago continua nos
ensinando sobre como enfrentar as
provações, aqui ele nos ensina sobre
como enfrentar problemas financeiros.
De um modo geral ele ensina que nossa
situação financeira pode mudar de uma
hora para outra.
Um cristão verdadeiro de posição
humilde pode se tornar de condição
elevada e deve se orgulhar disso.
Mas um cristão verdadeiro que seja rico
também pode passar a viver em uma
condição humilde e Tiago ensina que ele
também deve se orgulhar disso.
E como um rico pode se orgulhar em
ficar pobre?
Se for um cristão fiel, lembrando-se dos
ensinamentos do Cristo, como por
exemplo no Sermão do monte:
● Lc 6:20 Olhando para os seus
discípulos, ele disse: Bem-aventurados
vocês, os pobres, pois a vocês pertence
o Reino de Deus.
Ou, não ajuntem tesouros na terra em
Mateus 6:20.
Tiago está ensinando a colocar em
prática o buscar em primeiro lugar o
reino de Deus.
Está ensinando a não darmos muita
importância a nissa condição financeira,
mas a fazermos como Paulo veio a
ensinar depois, a vivermos satisfeitos
com aquilo que temos. (1Tm 6:8).
E também podemos aprender aqui, pelo
contexto das provações, que se um
cristão fiel rico ficar pobre, ele estará
enfrentando uma provação e precisa se
alegrar por isso, amadurecer e ser
íntegro.
Mas se um cristão fiel pobre ficar rico,
precisa entender que isso também é
uma provação.
Pode até ser mais fácil pra esse se
alegrar do que o outro, mas ele também
precisa pedir sabedoria, precisa
amadurecer e se manter íntegro.
Pois sabemos que o amor ao dinheiro é
a raiz de todos os males 1Tm 6:10
E se uma pessoa em boas condições
financeiras não se cuidar, não
perseverar em sua fé, acontecerá como
diz ni final do verso 11 e murchará em
seus afazeres.
E se perseverar, temos o versículo 12:
● Tg 1:12 Feliz é o homem que
persevera na provação, porque depois
de aprovado receberá a coroa da vida,
que Deus prometeu aos que o amam.
Seja qual for a provação que estivermos
passando, devemos perseverar.
Devemos insistir, orar a Deus pedindo
sabedoria, não nos entregarmos ao
pecado e isso nos tornará cristãos
maduros e íntegros.
E no final, herdaremos a coroa da vida.
Interessante que a promessa não é pra
quem obedece, não é pra quem
aprende a vencer todas as provações,
não é só para aqueles que se tornam
maduros e íntegros,
A promessa é para aqueles que amam a
Deus.
Tiago nos ensina a praticar aquilo que
aprendemos, mas faz questão de
demonstrar que não é esta prática que
nos salva.
O que nos salva é o amor.
E não o amor que nós temos por Deus,
mas o amor que Ele tem por nós.
E quando entendemos esse amor
passamos a amar ainda mais a Deus e se
somos cristãos fiéis e verdadeiros, esse
amor nos motiva a nos esforçar em
praticar cada vez mais o que
aprendemos, e perseverar, e
amadurecer e nis tornar cada vez mais
íntegros.
● Tg 1:13 Quando alguém for tentado,
jamais deverá dizer: “Estou sendo
tentado por Deus”. Pois Deus não pode
ser tentado pelo mal, e a ninguém
tenta.
A palavra traduzida aqui por "tentado"
em algumas versões, no grego é da
mesma raiz da palavra que no versículo
2 que é traduzida por provações.
Deus não tenta, Ele testa, prova.
O diabo quando nos tenta, ele esta
tentando tirar o mal de nós, nos induzir
a pecar.
Deus quando nos prova quer tirar o bem
de nós, quer nos amadurecer.
E Deus não pode ser tentado por que
Deus é santo, é puro. Não há nada no
pecado pra chamar a atenção de Deus.
Por isso a Bíblia nos ensina a sermos
santos como Deus é santo, pra gente
deixar de achar o pecado atraente.
E os versículos seguintes nos ajudam a
entender melhor isso:
● Tg 1:14 Cada um, porém, é tentado
pelo próprio mau desejo, sendo por este
arrastado e seduzido.
15 Então esse desejo, tendo concebido,
dá à luz o pecado, e o pecado, após ter
se consumado, gera a morte.
É muito importante a gente perceber
que Tiago não coloca a culpa da
tentação no diabo.
Nós somos tentados por causa dos
maus desejos que existem em nós. A
culpa é minha, o mal desejo está dentro
de mim.
O que o diabo faz é perceber qual é o
mal desejo que já está lá no meu
coração.
Aí ele usa alguma coisa que ele sabe que
vai chamar a minha atenção por causa
do mal desejo que está lá e usa isso pra
tentar me arrastar e seduzir.
É como um caçador que quer caçar
algum animal.
O animal está escondido, protegido lá
dentro do seu esconderijo e o caçador
usa alguma coisa pra chamar a atenção
desse animal, pra seduzi-lo e arrastá-lo
pra fora.
E aí, pronto. Já era.
Portanto, provavelmente é impossível
eu tirar todos os maus desejos do meu
coração.
Mas o que é possível é eu não cair na
armadilha do inimigo quando ele tentar
me arrastar e seduzir.
Se o animal ficar na toca, vai ser muito
mais difícil para o caçador pegar ele.
Então eu posso não ter como evitar que
o mal desejo esteja no meu coração,
mas eu só vou pecar se eu me deixar
arrastar, se eu me deixar seduzir.
Aí esse desejo que estava lá
guardadinho, lá no fundo da toca, vai
conceber, dar a luz e após ser
consumado vai gerar morte.
É só nos lembrarmos de Eva e também
de David. Fica bem claro ali a cobiça, ou
seja o desejo, depois o pecado e depois
a morte.
Temos que prestar atenção também na
diferença da provação aqui nesta
passagem e aquela do versículo 2 e 3
em que lá as dificuldades vem de fora e
aqui tem mais a ver com as provas
morais internas, com o que está dentro
do nosso coração.
Lá são as dificuldades da vida que
sempre vem e eu tenho que passar por
elas de forma íntegra.
Aqui, a dificuldade só vai se concretizar
se eu for arrastado e seduzido. Se eu me
controlar não vai acontecer nada e o
pecado não vai acontecer.
Na outra passagem a dificuldade está lá,
não depende de mim, eu vou ter que
enfrentar para ser aprovado.
● Tg 1:16 Meus amados irmãos, não se
deixem enganar.
17 Toda boa dádiva e todo dom perfeito
vêm do alto, descendo do Pai das luzes,
que não muda como sombras
inconstantes.
18 Por sua decisão ele nos gerou pela
palavra da verdade, a fim de sermos
como que os primeiros frutos de tudo o
que ele criou.
Tiago inicia esse trecho nos orientando
a não nos deixar enganar. Nos versículos
22 e 26 ele vai nos ensinar um pouco
como não nos enganar.
E então vem os versículos 17 e 18 que
podem ser um poema ou talvez um hino
da igreja primitiva.
Tudo o que é de bom vem de Deus,
continua mostrando que Ele é santo,
puro enquanto nós estamos cheios de
maldade em nossos corações que nos
levam a pecar. Por isso Deus nao pode
tentar ninguém, pois Dele só vem o que
é bom e tudo o que é bom vem dele.
É o pai das luzes, pois Ele criou todos as
estrelas e astros que existem no
universo.
E partiu dele a decisão de nos
regenerar. Aqui é o novo nascimento
após o batismo, não a criação como
seres humanos, pois diz que fomos
gerados pela palavra da verdade.
● Tg 1:19 Meus amados irmãos, tenham
isto em mente: Sejam todos prontos
para ouvir, tardios para falar e tardios
para irar-se,
20 pois a ira do homem não produz a
justiça de Deus.
Percebem como Tiago vai nos
ensinando como devemos proceder,
como devemos buscar viver nossas
vidas?
Como podemos amadurecer, nos tornar
íntegros, com lutar para não cometer
pecados, como Deus é bom, como
devemos procurar ser como Ele.
E aqui ele nos dá um conselho valioso,
tanto que nos pede para sempre termos
isso em mente.
Quer evitar problemas ou quer ajudar
uma pessoa? Esteja sempre muito mais
preocupado em ouvir do que em falar.
Quem muito fala acaba falando
besteira.
E se uma pessoa te pede ajuda, muitas
vezes o melhor a fazer é ouvir, deixar a
pessoa desabafar. Pode ser que a
pessoa nem esteja querendo conselhos,
as vezes ela só quer um ombro amigo.
Quer evitar problemas? Ouça bastante,
fale pouco e seja tardio em irar-se.
Tem gente que explode por qualquer
coisa, tem pavio curto.
Ficar com raiva não pode ajudar em
nenhuma situação, nossa ira não produz
a justiça de Deus, só produz confusão.

• Tg 1:21 Tiago 1: 21. Portanto,


deixando toda impureza e acúmulo de
maldade, acolham com mansidão a
palavra implantada em vocês, a qual é
poderosa para salvá-los.

Grifado – temos que abandonar o


pecado, ou seja, deixar toda a impureza.
E devemos nos esforçar em não
acumular maldade, ou seja, a gente
sabe que não deve se irar facilmente,
mas toda hora a gente vê isso
acontecendo.
Temos que fazer um esforço para nós
controlar, cada vez que perdemos o
controle e nos iramos estamos
acumulando maldade.

E a única maneira de conseguirmos isso


é acolhendo está Palavra que Deus quer
implantar em nós.
É através desta palavra que nós
podemos melhorar como pessoas, essa
é a única Palavra que é poderosa para
nos salvar.

Mas será que só sentarmos aqui e ouvir,


e ficar toda semana estudando essa
palavra é suficiente para nos salvar ou
para nós tornar pessoas melhores?

•Tiago 1: 22. Sejam praticantes da


palavra, e não apenas ouvintes,
enganando-se a si mesmos.
Nem vou investir muito tempo aqui.
Apenas ficar sentado nos bancos do
prédio da igreja ouvindo a Palavra não
pode ajudar ninguém.
Alguém que vive assim está enganando
a si mesmo.

Não é só ouvir, você tem que colocar


em prática aquilo que está ouvindo.

• Tiago 1: 23. Aquele que ouve a


palavra, mas não a põe em prática, é
semelhante a um homem que olha a sua
face num espelho
24. e, depois de olhar para si mesmo, sai
e logo esquece a sua aparência.
25. Mas o homem que observa
atentamente a lei perfeita que traz a
liberdade, e persevera na prática dessa
lei, não esquecendo o que ouviu mas
praticando-o, será feliz naquilo que
fizer.

Imaginemos duas pessoas diferentes:


- Uma mulher muito vaidosa, que passa
horas se maquiando em frente ao
espelho, se esforçando em esconder
qualquer imperfeição que encontre.
Seja uma cicatriz, seja olheiras de uma
noite mal dormida...
- A outra um homem que só passa pelo
espelho, dá uma ajeitada no cabelo e
pronto.

A mulher certamente percebe muito


melhor os defeitos no seu rosto e faz o
que pode para melhorar.
O homem talvez até perceba uma
olheira, uma espinha, mas nem se
importa.

E logo que sai da frente do espelho já


nem se lembra e não dá nenhuma
importância para esses defeitos.

Assim pode ser feita uma comparação


com quem lê a Bíblia.

Uma pessoa que esteja estudando a


Palavra de Deus com atenção vai
encontrar em si muitos defeitos e
muitas coisas que precisam ser
melhoradas.

Mas se a pessoa dá só uma olhada na


Palavra de Deus, mesmo que encontre
alguma de seus defeitos não dá
importância.

E logo se esquece e não faz nada para


tentar melhorar.

Mas... 25. Mas o homem que observa


atentamente a lei perfeita que traz a
liberdade, e persevera na prática dessa
lei, não esquecendo o que ouviu mas
praticando-o, será feliz naquilo que
fizer.

João 13: 17. Agora que vocês sabem


estas coisas, felizes serão se as
praticarem".

Lucas 11: 28. Ele respondeu: "Antes,


felizes são aqueles que ouvem a palavra
de Deus e lhe obedecem".
Romanos 2: 13. Porque não são os que
ouvem a Lei que são justos aos olhos de
Deus; mas os que obedecem à lei, estes
serão declarados justos.

• Tiago 1: 26. Se alguém se considera


religioso, mas não refreia a sua língua,
engana-se a si mesmo. Sua religião não
tem valor algum!
27. A religião que Deus, o nosso Pai
aceita como pura e imaculada é esta:
cuidar dos órfãos e das viúvas em suas
dificuldades e não se deixar corromper
pelo mundo.

Seguindo o contexto, vamos continuar


pensando naquelas pessoas que estão
toda semana ouvindo a Palavra de Deus,
mas não praticam.
Essa pessoa pode pensar de si mesma
que é uma pessoa religiosa, que está
bem com Deus.

Religião nesses versículos são os atos


externos da religião e os atos
cerimoniais.

Pode ser uma esmola que você dá a um


necessitado, por que acha que isso faz
parte da sua religião.

Pode ser participar de cultos de


adoração, cultos de oração.

Quer um indício pra saber se sua


religião agrada a Deus?

Veja como você controla sua língua.


Se você é uma pessoa fofoqueira, sua
religião não tem nenhum valor.

Se você não consegue se controlar e de


vez em quando solta um palavrão, seja
por que ficou nervoso ou por qualquer
motivo, sua religião não tem valor.

Se de vez em quando você conta uma


mentirinha, sua religião não tem valor.

A religião que Deus aceita é simples.


Ajudar os órfãos, as viúvas.

Ou seja, os mais necessitados.

E não se deixar corromper pelo mundo.


É não fofocar, não mentir, não
praguejar...

É a obediência daquele que olha a Bíblia


com cuidado, encontrando seus defeitos
e se esforçando em melhorar.

Não apenas ouvindo, mas praticando.

E ajudando aqueles que mais


necessitam.

Você também pode gostar