Você está na página 1de 7

FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA DA

SANTÍSSIMA TRINDADE

1. Deus (substantivo Elohim hb. que aparece 2.499 vezes nas Escrituras
hebraicas, plural de Eloh forma no singular, que aparece 57 vezes)

As Escrituras ensinam que há somente um Deus (Êxodo 20.3; Deuteronômio


6.4; 1Coríntios 8.5-6); todavia a Bíblia declara que cada uma destas Pessoas é Deus.

O PAI É DEUS Jo 17.3; 1 Co 8.4,6; Ef 4.6.

FILHO É DEUS Jo 1.1; Rm 9.5; Hb 1.8-9 comp.


Sl 45.6-7; 1 Jo 5.20.

O ESPÍRITO SANTO É DEUS At 5.3-4; 7.51 comp. Sl 78.18-19.

2. Yahweh (Composição de Adonai hb. com o tetragrama YHWH)

A Bíblia diz que só um é chamado de Yahweh (Deuteronômio 6.4; Salmo 83.18;


Isaías 45.5-6,18); no entanto cada uma dessas Pessoas é chamada de Yahweh.

O PAI É YAHWEH 1 Sm 2.2; I Cr 17.20; Is 37.20.

O FILHO É YAHWEH Is 40.3 comp. Mt 3.3; Jr 23.5-6

O ESPÍRITO SANTO É YAHWEH Jz 15.14 comp. 16.20


Ex 17.7 comp. Hb 3.7-9.
3. SENHOR

As Escrituras ensinam que somente um é chamado de SENHOR (Marcos 12.29);


no entanto explana que cada uma destas Pessoas é SENHOR.

O PAI É SENHOR Is 45.23-24; Ap 11.15.

O FILHO É SENHOR At 10.36; Rm 10.12; 1 Co 12.3; Ef 4.5; Fp


2.11.

O ESPÍRITO SANTO É SENHOR Is 6.8-10 comp. At. 28.25-27; 2 Co. 3.16- 17.

4. DEUS DE ISRAEL

A Bíblia diz que somente um é chamado de Deus de Israel (Deuteronômio 5.1, 6-7);
porém cada uma dessas Pessoas é Deus de Israel.

O PAI É DEUS DE ISRAEL Sl 72.18

O FILHO É DEUS DE ISRAEL Ez 44.2; Lc 1.16- 17.

O ESPÍRITO SANTO É DEUS DE 2 Sm 23.2-3


ISRAEL

5. ATRIBUTOS DIVINOS APLICADOS PARA AS 3 PESSOAS

Atributos Pai Filho Espírito Santo

Onipresença Jr 23.24 Ef 1.20-23 Sl 139.7

Onipotência Gn 17.1 Ap 1.8 Rm 15.19

Onisciência At 15.18 Jo 21.17 1 Co 2.10

Capacidade de Criar Gn 1.1 Jo 1.3 Jó 33.4

Eternidade Rm 16.26 Ap 22.13 Hb 9.14

Santidade Ap 4.8 At 3.14 1 Jo 2.20

Santificador Jo 10.36 Hb 2.11 1 Pe 1.2

Fonte de vida eterna Rm 6.23 Jo 10.28 Gl 6.8

Inspirador dos profetas Hb 1.1 2 Co 13.3 Mc 13.11


Salvador 2 Ts 2.13 Tt 3.4-6 1 Pe 1.2

Deus Ex 20.2 Jo 20.28 At 5.3-4

Existem ainda nomes, títulos e atributos que demonstram que Jesus


Cristo e Yahweh são um:

DESIGNAÇÃO Deus Pai Deus Filho

Alfa e Ômega Is 41.4; 48.12. Ap1.8. Jo 8.24; 8.58; 18.4-6;


Ap 1.8; 1.17.

Salvador Is 43.3,11; 63.8; Lc 1.47; At 5.31; Fp 3.20; Tt 2.13.


1Tm 4.10; Jd 25. 2Tm 1.10; 1Jo 4.14.

Juiz Gn 18.25; Sl 50.4, 6; Jo 5.22; 2 Co 5.10; 2 Tm


4.1.
96.13; 75.7; Rm 14.10. Tg 5.9.

Redentor Sl 130.7-8; Is 48.17; Rm 3.24; Ef 1.7; Hb9.12;


54.5; 63.16 Cl 1.14-15; 1Pe 1.18-19

Justiça Nossa Is 45.24 Jr 23.6; Rm 3.21-22.

Pastor Gn 49.24; Sl 23.1; 80.1. Jo 10.11, 16; Hb 13.20;


1Pe 2.25; 5.4.

Criador Gn 1.1; Jó 33.4; Sl Jo 1.2-3, 10; Cl 1.15-


95.5-6; 102.25. 18; Hb 1.1-3, 10.

Perdoador de pecados Ex 34.6-7; Ne 9.17; Mc 2.5-10; At 26.18;


Dn 9.9; Jn 4.2 Cl 2.13; 3.13..

Onipresente Sl 139.7-12; Pv 15.3. Mt 18.20; Ef 3.17; 4.10.

Onisciente 1 Re 8.39; Jr 17.9-10, 16; Mt 11.27; Jo 2.25;


16.30;
Hb 4.13; Is 46.10. 21.17; At 1.24.

Onipotente Is 40.10- 31; 45.5-13,18 Mt 28.18; Mc 1.29-34;


Jo 10.18; Jd 24.

Imutável Is 46 4,9; Ml 3.6; Tg Hb 13.8. 1.17.

Recebe adoração Mt 4.10; Jo 4.24; Mt 14.33; 28.9; Jo 9.38;


Ap 5.14; 7.11. Fl 2.10; Hb 1.6.

Ainda se encontram outras passagens no Velho Testamento onde se


estão falando de Yahweh, aplicados pelos escritores do Novo
Testamento.
Para Jesus:
Salmo 102.25-26 Comparado com Hebreus 1.10-12.

Isaías 8.12-13 Comparado com I Pedro 3.14-15.

Isaías 40.3 Comparado com Mateus 3.1-3.

Isaías 44.6 Comparado com Apocalipse 1.17; 2.8;


22.13.

Isaías 45.23 Comparado com Filipenses 2.9-10.

Isaías 6.1-3 Comparado com João 12:39 - 42

Joel 2.32 Comparado com Romanos 10.13

O ESPÍRITO SANTO – SUA DIVINDADE E PERSONALIDADE

A palavra hebraica para Espírito é “ruach” que pode ser traduzida por “Espírito
de Deus”, “Espírito de YAHWEH”, “teu Espírito”, “Espírito Santo”, “espírito do homem”,
“vento”, “sopro” e “respiração”. A Septuaginta, versão grega do Antigo Testamento
traduziu “ruach” pela palavra grega “pneuma”, que é um substantivo neutro. Ele é
revelado com sua própria individualidade (2 Coríntios 3.17-18; Hebreus 9.14; 1 Pedro
1.2). O Espírito Santo é uma Pessoa divina como o Pai e o Filho como afirma as
Escrituras: “... para que mentiste ao Espírito Santo, retendo parte do preço da
propriedade?... Porque formaste este desígnio em teu coração? Não mentiste aos
homens, mas a Deus” (Atos 5.3-4), não é mera influência ou poder.

A Bíblia tem muito a dizer sobre a personalidade e sobre a divindade do


Espírito Santo. É essencial que os crentes reconheçam a importância do Espírito
Santo em suas vidas. Ele convence-nos do pecado (João 16.7-8), revela-nos a
verdade a respeito de Jesus (João 14.16,26), realiza o novo nascimento (João 3.3-6),
e faz-nos membros do corpo de Cristo (1 Coríntios 12.13). Na conversão, os cristãos
recebem o Espírito Santo (João 3.3-6; 20.22) e se torna co-participante da natureza
divina (2 Pedro 1.4). O Espírito Santo passa a habitar no crente, influenciando sua
vida, de modo a viver uma vida piedosa (Romanos 8.9; 1 Coríntios 6.19), longe do
pecado (Romanos 8.2-4; Gálatas 5.16-17; 2 Tessalonicenses 2.13). Ele testifica que
somos filhos de Deus (Romanos 8.16), ajuda-nos na adoração a Deus (Atos 10.45-46;
Romanos 8.26-27) e na nossa vida de oração, e intercede por nós quando clamamos
a Deus (Romanos 8.26-27). Guia-nos em toda a verdade (João 16.13; 14.26; 1
Coríntios 2.10-16), nos consola e ajuda (João 14.16; 1 Tessalonicenses 1.6).
Examinaremos alguns ensinamentos bíblicos a respeito da pessoa do Espírito Santo:
Ao atribuir-lhe personalidade, constata-se que Ele não é uma energia
impessoal, é um ser pessoal, inteligente, com vontade e determinação própria. Que o
Espírito Santo é uma pessoa, fica evidente pelas atribuições que a Palavra de Deus
faz a Ele, como lemos:
Ele sonda as coisas profundas de Deus Pai - 1 Coríntios 2.10;
Ele fala - Mateus 10.20; Atos 8.39; Atos- 10.19-20; Atos 13.2; Apocalipse
2.7;
Ele ensina - Lucas 12.12; João 14.26; 1 Coríntios 2.13;
Ele conduz e guia - João 16.13; Romanos 8.14;
Ele intercede - Romanos 8.26-28;
Ele dispensa dons - 1 Coríntios 12.7-11;
Ele chama homens para o seu serviço - Atos 13.2; Atos 20.28;
Ele se entristece - Efésios 4.30;
Ele dá ordens - Atos 16.6-7;
Ele ama - Romanos 15.30;
Ele pode ser resistido - Atos 7.51.

UMA PALAVRA DE ADMOESTAÇÃO

Diante de tantas evidências textuais, afirmamos que a Trindade pode ser


demonstrada biblicamente de modo satisfatório, e que o maior erro que podemos
cometer é buscar a simplificação das verdades eternas, para satisfazer nosso intelecto
prejudicado pela Queda (Gn 3:15). Nessa linha, podemos ainda dizer, que nenhuma
doutrina bíblica, por mais que possa ser respaldada fartamente com versículos no AT
e NT, com uma boa exegese interpretativa, são fáceis de entender, nem atendem
satisfatoriamente a nossa lógica, mas continuam sendo verdadeiras, e o melhor que
devemos fazer é crer, mesmo não compreendendo totalmente, como foi como homem
cego curado por Jesus com cuspe e barro, que questionado pelos fariseus, não
perdeu sua fé verdadeira, e no reencontro com Cristo, não duvidou declarando
veementemente: “Creio, Senhor. E o adorou.” (João 9:38)

Chamo sua atenção também para o fato que esse quadro demonstrativo não é
exaustivo, nem é minha pretensão responder com ele todas as controvérsias sobre o
tema, mas espero que te sirva como uma base sobre a qual poderá edificar a sua fé,
no TRIUNO, e ajudar aqueles que duvidam desta tão importante doutrina cristã.
Devendo todos nós, continuarmos estudando as Escrituras, com espírito humilde,
oração e comprometimento intelectual e ouvindo o que já disseram os sábios e
mestres que o Senhor, soberanamente deu à igreja, usados pelo Espírito Santo
lançaram muita luz sobre os temas mais complexos e profundos.
Até aquele grande dia, que estaremos para sempre com o Senhor, e o veremos
como ele é, cheio de glória e de verdade!

“Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos
de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele;
porque assim como é o veremos.” (1João 3:2-3)

________________________________________________________________

JAMIERSON OLIVEIRA

Editor-chefe da Bíblia Apologética de Estudo (ICP) e da Bíblia Missionária de


Estudo (SBB), missionário e professor de teologia.

www.jamiersonoliveira.blogspot.com

www.sotexto.com
BIBLIOGRAFIA

GRUNDEM, Wayne. Manual de teologia sistemática. São Paulo: Editora Vida, 2001.
GEISLER, Norman. Enciclopédia de apologética: respostas aos críticos da fé cristã.
São Paulo: Editora Vida, 2002.
BERKHOF, Louis. Teologia sistemática. Campinas: LPCP, 1996.
SILVA, Esequias Soares da. Como responder às testemunhas
de Jeová. Vol. 1. São Paulo: Editora Candeia, 1995.
STAMPS, Donald C. Bíblia de Estudo Pentecostal. Rio de
Janeiro: CPAD, 1996.
LADD, George Eldon. Teologia do Novo Testamento. São Paulo: Exudus, 1997.
LANGSTON, A. B. Esboços de teologia sistemática. Rio de Janeiro: Juerp, 1999.
MCDOWELL, Josh e LARSON, Bart. Jesus uma defesa bíblica de sua divindade. São
Paulo: Candeia, 1994.
MENEZES, Aldo. As testemunhas de Jeová e a Trindade. São Paulo: Editora Vida,
2003.
________. As testemunhas de Jeová e Jesus Cristo. São Paulo:
Editora Vida, 2003.
________. As testemunhas de Jeová e o Espírito Santo. São
Paulo: Editora Vida, 2003.
MENZIES, William W. e HORTON, Stanley M. Doutrinas bíblicas. Rio de Janeiro:
CPAD, 1999.
PEARLMAN, Myer. Conhecendo as doutrinas da Bíblia. São Paulo: Editora Vida, 1999.
Editora Vida, 1996.
OLSON, Roger. História das controvérsias na teologia cristã. São Paulo: Editora Vida,
2004..
PRATNEY, Winkie A. A natureza e o caráter de Deus. São Paulo: Editora Vida, 2004.
ROSENTHAL, Stanley. A triunidade de Deus. São Paulo: Editora Fiel.