Você está na página 1de 7

Escola B 2, 3 Visconde de Juromenha

Ano letivo 2018/2019

Português - 8º Ano Teste de avaliação n. 1

Nome: ______________________________________ Número: ___ Data: ___/___/2018

Classificação: _________________________ Assinatura da Prof.: _____ Data: ___/___/2018

Grupo I - Oralidade

Ouve com atenção a leitura de uma notícia sobre o risco de extinção de alguns animais.

1. Completa os espaços em branco do texto abaixo transcrito, com as palavras que te são a seguir
fornecidas.

Segundo a União Internacional para a _____________________ da Natureza, há dez


_____________________ em vias de extinção devido ao _____________________ global.
As alterações climáticas, ocasionadas pelo _____________________ inconsequente do
_____________________ face ao ambiente, ameaçam a preservação de espécies como as
_____________________ do Ártico, os peixes-palhaço, os corais, os pinguins-imperador, as
_____________________ de Couro, os corais, as focas-aneladas, as _____________________
Quiver, os salmões e as _____________________ beluga.
A ameaça aos _____________________ deve-se, sobretudo, à concentração de CO2 na
atmosfera, que tem implicações na capacidade nutritiva do _____________________, único
sustento destes animais.
No que respeita aos _____________________ o problema prende-se com a diminuição da
espessura _____________________ dos , cujo impacto negativo se estende aos
_____________________, devido ao aumento da temperatura dos oceanos.
No sentido de alertar para a importância de uma relação sustentável entre a humanidade e
o reino animal, mais de 70 países celebraram o Dia Internacional do Animal.

1
Grupo II - Leitura

Lê a sinopse do livro Conversas com Saramago e o excerto de uma das entrevistas ao escritor.

Sinopse
Nestas Conversas com Saramago, reúnem-se seis entrevistas com o prémio Nobel da Literatura:
três publicadas no JL, Jornal de Letras, artes e ideias, e outras três na Visão. Foram todas
realizadas em Lisboa, Madrid e Lanzarote num período de 17 anos, e nelas José Saramago (1922
2010) fala dos seus livros, com especial profundidade do que estava para sair na altura de cada
conversa – e de muito mais. Lidas em conjunto, estas entrevistas permitem «compreender melhor
o caminho e a evolução do ficcionista, do homem e do cidadão, desde o seu processo de criação e
de escrita, até à relação com Portugal, o percurso de vida e a visão do mundo».

Entrevista - Visão, 16 de janeiro de 2003

Entre 1994 e 1998 publicaste cinco volumes dos Cadernos de Lanzarote1, um sobre cada ano
anterior. Decerto deverias ter escrito grande parte do relativo a 98, mas ganhaste o prémio
Nobel e ele nunca veio a lume. Não o vais publicar? Os cadernos acabaram?
Não estava escrito, tinha notas e apontamentos. Vamos lá ver. Agora primeiro tenho de cumprir o
compromisso que já há três ou quatro anos tomei com a minha editora brasileira, a Companhia
das Letras, de escrever um livro para uma coleção chamada Literatura e Morte. É uma coleção em
que a personagem central de cada livro tem de ser um escritor, à volta do qual se inventa uma
história. Eu escolhi o Alexandre Dumas, o pai, claro…

História obrigatoriamente fundada na realidade da vida ou da obra do escritor?


Não; uma pura ficção policial, em que há um crime, ou alguém é morto… Vai chamar-se O Mistério
do dente perdido (risos), Mistério ou Caso, ainda não sei bem. Será um romance aí para umas cem
páginas. Depois de o escrever, quero terminar os Cadernos relativos a 1998 e publicá-los. Até se
pode dizer que parece mal não o fazer no ano em que recebi o Nobel, não falar disso.

Já revelaste que não deitas fora nada do que escreves.


É verdade, pode parecer petulância, mas é verdade.

Também se pode dizer o contrário, que é falta de exigência… (risos) O Livro das Tentações,
falemos dele mais uma vez, será assumidamente um livro de memórias, ou terá alguma coisa de
ficção?
Quero aproximar um extremo do outro, os 80 anos dos 10. Desenhar a personagem a partir dos
factos concretos da sua própria vida.

Até que idade, 14 anos?


Um pouco mais, 16, máximo 17.

A infância é a fase decisiva das pessoas, que as marca para sempre?


Não sei. Como nunca ninguém pôde viver sem passar pela infância (risos), digamos que tem uma
importância decisiva… Agora, por efeito da idade, está-me a acontecer uma coisa extraordinária,
ou não extraordinária, parece acontecer a toda a gente: a capacidade de recordar, de reconstituir,
de certa forma redesenhar com exatidão os sítios, as pessoas, os lugares, as árvores, quase diria
folha por folha, da minha infância na casa dos meus avós. Estou a vê-la agora mesmo, exatamente,
exatamente. Coisas tão insignificantes como os dois degraus de pedra por onde se subia para
2
entrar. E um dos cantos de um desses degraus, do primeiro degrau, em pedra branquíssima,
belíssima, devia ser mármore, que não sei de onde veio. Esse canto estava partido há uma data de
anos: estou a vê-lo, estou a ver o chão de barro, estou a ver o sítio onde a água empoçava, quando
se regava no verão. Se aos 80 anos a infância constitui essa espécie de alimento, se a memória nos
traz tudo isso e o integras no teu dia-a-dia de agora… Não podemos viver sem infância.

José Carlos Vasconcelos, Conversas com Saramago, JL, s.d.

1 Lanzarote – Ilha no arquipélago das Canárias (Espanha)

Responde aos itens que se seguem de acordo com as orientações que te são dadas.

1. Classifica cada uma das afirmações seguintes (1.1. a 1.8.), como verdadeira (V) ou falsa (F).

1.1. ____ As Conversas com Saramago agrupam entrevistas publicadas em três jornais/revistas
diferentes.
1.2. ____ As entrevistas foram realizadas em locais diferentes.
1.3. ____ O tema central destas conversas é a atribuição do prémio Nobel ao escritor.
1.4. ____ As entrevistas abordam exclusivamente a produção literária do autor.
1.5. ____ Saramago não completou o sexto volume dos Cadernos de Lanzarote devido a um
compromisso com uma editora.
1.6. ____ O livro no qual o escritor estava a trabalhar no momento da entrevista centra-se na
história verídica de um escritor real.
1.7. ____ O entrevistado foi galardoado com o prémio Nobel na segunda metade da década de
90.
1.8. ____ O Livro das Tentações é de caráter autobiográfico.

2. Seleciona, para responderes a cada item (2.1. a 2.3.), a única opção que permite obter uma
afirmação adequada ao sentido do texto.

2.1. Segundo o entrevistado, O Livro das Tentações centrar-se-á no período da sua vida
a) entre os 10 e os 80 anos.
b) até aos 17 anos.
c) a partir dos 80 anos.
d) até aos 14 anos.

2.2. As formas verbais no infinitivo, usadas para definir memória na última resposta, são:
a) «recordar», «reconstituir» e «redesenhar».
b) «viver», «acontecer» e «recordar».
c) «viver», «reconstituir» e «redesenhar».
d) «recordar», «reconstituir» e «viver».

2.3. Na expressão «Estou a vê-la agora mesmo…», o pronome refere-se a


a) «folha por folha».
b) «infância».
c) «minha infância na casa dos meus avós».
d) «casa dos meus avós».

3
Grupo III - Educação Literária

O aquecimento global é “irreversível”


Por Susana Salvador

Estudo. Se a humanidade acabasse hoje com as emissões de dióxido de carbono, só dentro


de mil anos é que o clima do nosso planeta voltaria ao normal. Cientistas pedem que se atue
5 o mais rapidamente possível para impedir o piorar da situação.

O aquecimento global é "irreversível" e nem mil anos serão suficientes para apagar
aquilo que a humanidade tem feito ao planeta. "As pessoas pensavam que, se deixássemos
de emitir dióxido de carbono, o clima voltaria ao normal dentro de cem ou duzentos anos.
"Isso não é verdade", disse a norte-americana Susan Solomon, principal autora do estudo
10 ontem publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.
As mudanças na temperatura da superfície dos oceanos, no nível de precipitação e
no aumento do nível das águas "são em grande parte irreversíveis, por mais de mil anos
depois das emissões de CO2 terem parado completamente", acrescentou a cientista da
National Oceanic and Atmospheric Administration, dos EUA, e líder do Grupo
15 Intergovernamental sobre a Evolução do Clima das Nações Unidas.
"Penso que a verdadeira escala de tempo da persistência destes efeitos não foi
percebida", referiu Solomon. "As mudanças climáticas são lentas, mas também são
imparáveis e, por isso, temos de atuar agora para que a situação não piore", acrescentou.
O estudo surge numa altura em que o Presidente dos EUA, Barack Obama, ordenou a
20 revisão das medidas tomadas pelo seu antecessor, George W. Bush, defendendo uma maior
eficiência energética e dizendo que o futuro da Terra depende da redução da poluição
atmosférica.
Segundo o estudo, o aquecimento global tem sido travado pelos oceanos, porque a
água absorve muita energia para aquecer. Mas o efeito positivo vai dissolver-se com o
25 tempo e os oceanos vão acabar por manter o planeta mais quente durante mais tempo ao
libertarem para a atmosfera o calor que têm vindo a acumular. Daí ser falso pensar que as
mudanças climáticas podem reverter-se em poucas décadas.

Diário de Notícias (versão online), 28/01/2009 (excerto)

1. Esclarece a que se refere “aquilo que a humanidade tem feito ao planeta” (linha 7).
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

2. “O aquecimento global é “irreversível”…” (linha 6)


a. Especifica os efeitos do aquecimento global no planeta.
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

4
3. “Isso não é verdade” (linha 9)
a. Diz a que se refere a afirmação anterior.
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

4. Indica a condição indispensável para contrariar o aumento do aquecimento global.


__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

5. Identifica o elemento que tem contribuído para abrandar o aquecimento global.


__________________________________________________________________________

6. Explica em que medida essa contribuição tende a ser negativa no futuro.


__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

7. Enquanto conversavam sobre o aquecimento global, dois amigos fizeram os comentários


seguintes:
António: Eu acho que, se acabarmos com a poluição atmosférica, o planeta voltará ao
normal.
José: Não me parece! Pelo que tenho lido, o planeta jamais será o que era.
a. Indica qual dos dois comentários é o mais adequado ao sentido do texto. Justifica a
tua opção, fundamentando-a em elementos do texto.
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

5
Grupo IV - Gramática

1. Identifica a classe e a subclasse das palavras sublinhadas na frase:


« Como nunca ninguém pôde viver sem passar pela infância»

________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

2. Identifica os adjetivos presente na frase, «Agora primeiro tenho de cumprir o compromisso que
já há três ou quatro anos tomei com a minha editora brasileira», e indica a sua subclasse.

________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

3. Atenta na frase "A senhora ficou aflitíssima e desesperada quando percebeu o problema do
aquecimento global."
3.1. Indica o grau em que se encontram os adjetivos sublinhados.

________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

3.2. Reescreve os versos, colocando o primeiro adjetivo no grau superlativo absoluto analítico e, o
segundo, no grau superlativo absoluto sintético.

________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

4. Explicita a regra que torna obrigatório o uso da vírgula na frase seguinte, indicando a função
sintática da expressão «Gustavo».
«És tu, Gustavo, não és? …»

________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

5. Assinala a frase corretamente pontuada.


a) O cão, o gato, o peixe e o periquito vivem com eles.
b) O cão, o gato, o peixe, e o periquito vivem com eles.
c) O cão, o gato, o peixe e o periquito, vivem com eles.

6
Grupo V - Escrita

Luís Afonso, Espécies em vias de extinção


in http://www.museu-santamaria.azores.gov.pt/conteudos/36/,
consultado em 24/10/2018

Escreve um comentário, respeitando a estrutura indicada de seguida, no qual apresentes a


mensagem veiculada por este cartoon. Dá um título, diferente do do cartoon, ao teu texto.
O teu texto deve ter um mínimo de 80 e um máximo de 120 palavras e respeitar a seguinte
estrutura:
1º parágrafo - identificar o autor e o tema do cartoon;
2º parágrafo - descrever a imagem;
3º parágrafo - referir a intenção crítica do cartoon;
4º parágrafo - apresentar a tua opinião sobre a eficácia da mensagem.

________________________________________

________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

Bom Trabalh!
A professora
Carla Filipe 7