Você está na página 1de 2

Principais processos trabalhistas - Brasil

Mesmo com a diminuição de processos trabalhistas após a reforma trabalhista, ainda existe um

número considerável de processos a serem julgados. Sendo o Brasil o país aonde existe mais

processos trabalhistas e ao mesmo tempo tendo uma justiça lenta, o que acarreta um grande

acúmulo de ações.

Tendo em vista essa situação as empresas necessitam de dar maior atenção as leis

estabelecidas pela CLT Consolidação das Leis do Trabalho, diminuindo assim os processos

trabalhistas, aumentar a retenção de talentos e é claro evitar indenizações gigantescas as

quaisquer podem manchar a sua imagem ou mesmo levar a falência a empresa.

Por se tratar de ser o Brasil um país de alto custo empregatício, com elevados números de

impostos, a falta de conhecimento sobre a legislação trabalhista, intenção de redução de gastos

para gerar atividades mais lucrativas negligenciando as leis são os principais motivos para que

acontecer os processos solicitados por empregados.

Os processos trabalhistas mais ocorridos em julgamento no Brasil:

 Rescisão de contrato pagamento indevido ao trabalhador – cabe ao empregador fazer o


acerte de contas ao empregado, seja a demissão por desligamento sem justa causa ou
com justa, é dever da empresa, disponibilizar ao ex-funcionário o pagamento devido
que deverá ocorrer até o 10º dia útil a notificação da demissão, o não cumprimento
acarretam em multas e até mesmo em processos trabalhistas, os erros nos cálculos dos
valores a pagar ao ex-funcionário, empresas que abrem falência.
 Hora extra – empregador que não paga as horas extras adequadamente.
 Adicional de insalubridade - atividades insalubres, aos quais colocam o empregado em
situação expostas a situações perigosas, se deve pagar ao empregado um adicional de
insalubridade que conforme grau de risco a porcentagem se modifica, quanto maior o
risco maior o adicional, sendo o máximo risco o adicional de 40%. O não pagamento
gera a necessidade de quitar integralmente por tempo de trabalho, possivelmente
gerando outras multas.
 Danos morais - situação humilhante, constrangimento imposta ao empregado, seja por
não alcançar um objetivo estabelecido, acusação, inferioridade de forma que atinja seu
desenvolvimento profissional e até mesmo sua saúde e autoestima. Sendo
comprovados por provas documentais, perícia médica e testemunhas pode levar ao
processo trabalhista.
 Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) - uma obrigação das empresas, fazer o
depósito correspondente a 8% do salário do empregado referente ao mês anterior
trabalhado, existindo casos em que empresas não realizam os depósitos ocorrendo
assim penalidades e processos trabalhistas.

É aconselhável as empresas, cumpram com suas obrigações trabalhistas em prol de evitar

maiores problemas futuros e se precaver também, como por exemplo uma empresa que

controla as horas extras realizadas pelos funcionários se previne de pagamentos desnecessários

e excessivos.

A adequação conforme estabelecido pela lei trabalhista, traz garantia e segurança para o

empregado e para empresa, resultando assim em harmonização entre as partes e gerando

lucros as empresas e profissionais motivados a desenvolver suas atividades em prol do

crescimento a empresa e crescimento pessoal.

Joana Lana de Oliveira Nobre