Você está na página 1de 4

Unidade

1:
Equilíbrio térmico, Temperatura e Dilatação
1.12 Problemas: respostas

Lutero Carmo de Lima – Universidade Estadual do Ceará
Carlos Jacinto de Oliveira - Universidade Estadual do Ceará
Wagner Corradi Barbosa - Universidade Federal de Minas Gerais
Carlos Basílio Pinheiro - Universidade Federal de Minas Gerais

1.12.1 À uma temperatura T0, a aresta de um cubo é igual a L0 e ele possui densidade igual a
ρ0. O material constituinte do cubo possui coeficiente de dilatação volumétrica igual a β.

(a) Mostre que quando a temperatura cresce de T0+∆T, a densidade do cubo passa a ser dada
n
aproximadamente por ρ ≈ ρ 0 (1 − βΔT ) . (Sugestão: Use a expressão (1 + x ) ≈ 1 + nx , válida
quando x <<1) Explique porque este resultado aproximado é valido somente quando ∆T for
muito menor do que 1/β e explique por que é de esperar essa aproximação na maior parte dos
casos.

(b) Um cubo de cobre possui aresta de 1,25 cm a 20,0ºC. Calcule sua variação de volume e de
densidade quando sua temperatura passa para 70º C.

Resposta

m m
ρ0 = ∴ ρ
V0 V0 + V0 βΔT

m
V0 ρ
ρ= =
1 + βΔT 1 + βΔT
n −1
Se (1 + x ) ≈ 1 + nx então (1 + β ΔT ) ≈ 1 − βΔT

ρ (T ) ≈ ρ 0 (1 − βΔT )

Δρ (T ) ≈ − ρ 0 βΔT

Este resultado aproximado é valido somente quando ∆T for muito menor do que 1/β porque a
expressão usada é válida para x <<1 β ΔT <<1

_____
Fundamentos de Termodinâmica - 18/09/16
Equilíbrio térmico, Temperatura e Dilatação: Problemas - respostas
Variação de volume:

ΔV = V0 β ΔT

(
ΔV = 1,95 5,1x10 −5 (50 ) )
ΔV = 5,0 x10 −5 cm 3

Variação de Densidade:

Δρ
ρ0
( )
≈ 5,1x10 −5 (50 )

Δρ
≈ 2,5 x10 −3 %
ρ0

1.12.2 (Mostre que se os comprimentos de duas barras de materiais diferentes são


inversamente proporcionais a seus respectivos coeficientes de dilatação linear à mesma
temperatura inicial, a diferença entre os seus comprimentos será constante em todas as
temperaturas.

Quais deveriam ser os comprimentos de uma barra de aço e uma de latão a 0ºC para que as
diferenças de seus comprimentos fosse 0,30 m em todas as temperaturas?

Resposta

(a) A temperatura inicial considere-se os comprimentos das duas barras dados por
N N
L10 = L20 =
α1 α2

Onde N é a constante de proporcionalidade. Quando a temperatura varia de um ∆T, tem-se:


N N
L1 = + NΔT L2 = + NΔT
α1 α2

A diferença entre os comprimentos iniciais das barras é:

N N
ΔL0 = L10 − L20 = −
α1 α2

α1 − α 2
ΔL0 = N
α1α 2

A diferença entre os comprimentos das barras quando a temperatura variou de ∆T é:

N N
ΔL = L1 − L2 = + NΔT − − NΔT
α1 α2
_____
Fundamentos de Termodinâmica - 18/09/16
Equilíbrio térmico, Temperatura e Dilatação: Problemas - respostas
α1 − α 2
ΔL = N
α1α 2

ΔL = ΔL0

b) Sendo ∆L= 0,30 m e os valores dos coeficientes de expansão do aço e do latão dados por

α 2 = α aço = 11x10 −6 º C −1 e α 1 = α latão = 19 x10 −6 º C −1

Obtemos

α1 − α 2 (19 )(11)x10 −12


N= ΔL = −6
(0,30) = 7,84 x10 −6
α1α 2 (19 − 11)x10
Portanto,

7,84 x10 −6
L10 = = 0,4125m
19 x10 −6

7,84 x10 −6
L20 = = 0,7125m
11x10 −6
Tal que

ΔL0 = L10 − L20 = 0,30 m

F
1.12.3 GE 1.14.3) (a) A equação = −YαΔT fornece a tensão necessária para manter a
A
temperatura da barra constante à medida que a temperatura da barra varia. Mostre que se o
comprimento pudesse variar de ∆L quando a sua temperatura varia de ∆T, a tensão seria dada
por:

F ⎛ ΔL ⎞
= Y ⎜⎜ − αΔT ⎟⎟
A ⎝ L0 ⎠

Onde F é a tensão da barra, L0 é o comprimento original da barra, A é a área da seção reta, α é


o coeficiente de dilatação linear e Y é o módulo de Young.

Resposta

_____
Fundamentos de Termodinâmica - 18/09/16
Equilíbrio térmico, Temperatura e Dilatação: Problemas - respostas
⎛ ΔL ⎞ ⎛ ΔL ⎞ F
Por definição temos: ⎜⎜ ⎟⎟ = αΔT ⎜⎜ ⎟⎟ =
⎝ L0 ⎠ termica ⎝ L0 ⎠ tensão AY

F
ΔLtérmica = L0αΔT ΔLtensão = L0
AY

ΔLtotal = ΔLtermica + ΔLtensão

F
ΔLtotal = L0αΔT + L0
AY

F
ΔLtotal − L0αΔT = L0
AY

⎛ ΔLtotal − L0αΔT ⎞ F
⎜⎜ ⎟⎟Y =
⎝ L0 ⎠ A

F ⎛ ΔL ⎞
= Y ⎜⎜ − αΔT ⎟⎟
A ⎝ L0 ⎠

_____
Fundamentos de Termodinâmica - 18/09/16
Equilíbrio térmico, Temperatura e Dilatação: Problemas - respostas

Você também pode gostar