Você está na página 1de 3

www.euvoupassar.com.

br

Curso​ ​Conhecimentos​ ​Pedagógicos​ ​para​ ​Concursos


Matéria:​ ​Conhecimentos​ ​Pedagógicos​ ​–​ ​Professor:​ ​Elaine​ ​Oliveira

Currículo

O currículo escolar abrange as experiências de aprendizagens implementadas pelas instituições escolares e que
deverão​ ​ser​ ​vivenciadas​ ​pelos​ ​estudantes.

Teorias​ ​Tradicionais

As teorias curriculares tradicionais, também chamadas de teorias técnicas, foram promovidas na primeira metade do
século XX, sobretudo por John Franklin Bobbitt, que associava as disciplinas curriculares a uma questão puramente
mecânica.​ ​Nessa​ ​perspectiva,​ ​o​ ​sistema​ ​educacional​ ​estaria​ ​conceitualmente​ ​atrelado​ ​ao​ ​sistema​ ​industrial.

Dessa forma, o currículo era visto como uma instrução mecânica em que se elaborava a listagem de assuntos impostos
que​ ​deveriam​ ​ser​ ​ensinados​ ​pelo​ ​professor​ ​e​ ​memorizados​ ​(repetidos)​ ​pelos​ ​estudantes.

Nesse sentido, a elaboração do currículo limitava-se a ser uma atividade burocrática, desprovida de sentido e
fundamentada na concepção de que o ensino estava centrado na figura do professor, que transmitia conhecimentos
específicos​ ​aos​ ​alunos,​ ​estes​ ​vistos​ ​apenas​ ​como​ ​meros​ ​repetidores​ ​dos​ ​assuntos​ ​apresentados.

TEORIAS​ ​TRADICIONAIS
● ensino
● aprendizagem
● avaliação
● metodologia
● didática
● organização
● planejamento
● eficiência
● objetivos

Teorias​ ​Críticas​ ​do​ ​Currículo

Compreendendo que tanto a escola como a educação em si são instrumentos de reprodução e legitimação das
desigualdades sociais propriamente constituídas no seio da sociedade capitalista. Nesse sentido, o currículo estaria
atrelado aos interesses e conceitos das classes dominantes, não estando diretamente fundamentado ao contexto dos
grupos​ ​sociais​ ​subordinados.

Uma influência importante foi composta pelos autores da chamada Nova Sociologia da Educação, tais como Pierre
Bourdieu e Louis Althusser, compreendendo que tanto a escola como a educação em si são instrumentos de
reprodução e legitimação das desigualdades sociais propriamente constituídas no seio da sociedade capitalista. Nesse
sentido, o currículo estaria atrelado aos interesses e conceitos das classes dominantes, não estando diretamente
fundamentado​ ​ao​ ​contexto​ ​dos​ ​grupos​ ​sociais​ ​subordinados.

Página​ ​1
www.euvoupassar.com.br

Assim sendo, a função do currículo, mais do que um conjunto coordenado e ordenado de matérias, seria também a de
conter uma estrutura crítica que permitisse uma perspectiva libertadora e conceitualmente crítica em favorecimento
das massas populares. As práticas curriculares, nesse sentido, eram vistas como um espaço de defesa das lutas no
campo​ ​cultural​ ​e​ ​social.

TEORIAS​ ​CRÍTICAS
● ideologia
● reprodução​ ​cultural​ ​e​ ​social
● poder
● classe​ ​social
● capitalismo
● relações​ ​sociais​ ​de​ ​produção
● conscientização
● emancipação​ ​e​ ​libertação
● currículo​ ​oculto
● resistência

Teorias​ ​pós-críticas

Assim como as teorias críticas, a perspectiva pós-crítica criticou duramente as teorias tradicionais, mas elevaram as
suas condições para além da questão das classes sociais, indo direto ao foco principal: o sujeito. Representantes -
Henry​ ​Giroux.

Desse modo, mais do que a realidade social dos indivíduos, era preciso compreender também os estigmas étnicos e
culturais, tais como a racialidade, o gênero, a orientação sexual e todos os elementos próprios das diferenças entre as
pessoas. Nesse sentido, era preciso estabelecer o combate à opressão de grupos semanticamente marginalizados e
lutar​ ​por​ ​sua​ ​inclusão​ ​no​ ​meio​ ​social.

TEORIAS​ ​PóS-CRíTICAS
● identidade,​ ​alteridade,​ ​diferença
● significação​ ​e​ ​discurso
● saber-poder
● representação
● cultura
● gênero,​ ​raça,​ ​etnia,​ ​sexualidade
● multiculturalismo

Tipos​ ​de​ ​currículo

Currículo formal – É o documento que chega nas nossas escolas e é entregue para o professor. É estabelecido pelos
sistemas​ ​de​ ​ensino.​ ​Também​ ​é​ ​conhecido​ ​como​ ​currículo​ ​de​ ​fato,​ ​ou​ ​currículo​ ​prescrito.

Currículo​ ​Real​ ​–​ ​É​ ​aquele​ ​que​ ​realmente​ ​acontece​ ​em​ ​sala​ ​de​ ​aula.
Currículo Oculto (implícito) – Diz respeito a todas as manifestações que acontecem no ambiente escolar e que não
aparecem​ ​no​ ​planejamento,​ ​contribuindo​ ​de​ ​forma​ ​implícita​ ​para​ ​a​ ​formação

Página​ ​2
www.euvoupassar.com.br

Currículo nulo – se faz presente nos “silêncios” da proposta curricular, isto é, os saberes que não estão presentes na
proposta, por motivos políticos, morais, religiosos, sexuais, preconceituosos, mas que o estudante interpreta como
sendo aqueles conhecimentos que, por algum motivo, não são condizentes com o ambiente escolar. A importância da
cultura negra na formação do povo brasileiro, tal como é ensinada hoje, foi, por muito tempo, um exemplo de
currículo​ ​nulo​ ​nas​ ​escolas​ ​do​ ​país.

QUESTÕES

(FCC​ ​2015)​ ​Os​ ​teóricos​ ​críticos​ ​entendem​ ​o​ ​currículo​ ​como


a) experiências escolares que se desdobram em torno do conhecimento, em meio a relações sociais, e que contribuem
para​ ​a​ ​construção​ ​das​ ​identidades​ ​dos​ ​estudantes.
b) organização do ensino por meio de uma grade de conteúdos, na qual de define a quantidade de aulas por
disciplinas​ ​para​ ​cada​ ​ano​ ​de​ ​ensino.
c) planos pedagógicos elaborados pelos professores da unidade escolar, em concordância com as determinações da
secretaria​ ​da​ ​educação.
d) conjunto de objetivos a serem alcançados no final do ano, por meio de conteúdos a serem ensinados e aprendidos
durante​ ​o​ ​processo​ ​de​ ​ensino.
e) projeto político pedagógico elaborado pelas escolas, com a colaboração dos professores e de especialistas de
ensino​ ​e​ ​aprovado​ ​pelos​ ​órgãos​ ​regionais​ ​de​ ​educação.

(FUNRIO 2015) Aquilo que se ensina na escola, sem que se perceba que está sendo ensinado, é denominado pelos
estudiosos​ ​do​ ​campo​ ​do​ ​currículo​ ​como
​ ​ ​a)​ ​currículo​ ​real.
​ ​ ​b)​ ​transposição​ ​didática.
​ ​ ​c)​ ​currículo​ ​oculto.
​ ​ ​d)​ ​saber​ ​experiencial.
​ ​ ​e)​ ​aprendizagem​ ​significativa.

(FUNRIO 2015) O currículo praticado na sala de aula se concretiza de forma diferente do currículo escrito. Por essa
razão,​ ​muitos​ ​autores​ ​do​ ​campo,​ ​o​ ​denominam​ ​de​ ​currículo
​ ​ ​a)​ ​oculto.
​ ​ ​b)​ ​real.
​ ​ ​c)​ ​oficial.
​ ​ ​d)​ ​determinado.
​ ​ ​e)​ ​prescrito.

Página​ ​3