Você está na página 1de 53

MANUAL DO UTILIZADOR

COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR
DO APARELHO DE CONTROLO À DISTÂNCIA

COMBI - SYNTHESIZED

ITOWA S.A.

Está terminantemente proibida qualquer reprodução, total ou parcial, deste manual


sem prévia autorização por escrito da itowa.

Em caso contrário, a itowa se reserva no direito de empreender, conforme a legislação


vigente, as acções que forem oportunas.

MACOMBIPG

REV 1

25 -07 - 01

ME C
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

ÍNDICE

GUIA RÁPIDO: Ver Item 12 pág. 46

0. INTRODUÇÃO 5

1. DISPOSIÇÕES GERAIS PARA O USO CORRECTO


E SEGURO DO RÁDIO CONTROLO 6

2. DESCRIÇÃO DO APARELHO DE RÁDIO CONTROLO 7


2.1. EMISSOR 7
2.1.1. FUNCIONAMENTO DO EMISSOR 7
2.1.2. DESCRIÇÃO DO EMISSOR 8
2.1.3. LISTA DE COMPONENTES DO EMISSOR 11
2.1.4. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 12
2.2. RECEPTOR 13
2.2.1. CAIXA DE RECEPÇÃO 14
2.2.2. DESCRIÇÃO DO RECEPTOR 14
2.2.3. PROGRAMAÇÃO DE SAÍDAS 15
2.2.4. LISTA E ESQUEMAS DE COMPONENTES DO RECEPTOR 15
2.2.5. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 19
2.3. CARREGADOR DE BATERIAS 20
2.3.1. DESCRIÇÃO DO CARREGADOR 20
2.3.2. LISTA DE COMPONENTES DO CARREGADOR 20
2.3.3. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 22

3. INSTALAÇÃO 23
3.1. INSTALAÇÃO DO RECEPTOR 23
3.1.1. ALIMENTAÇÃO DO RECEPTOR 23

4. MOVIMENTO E FUNCIONAMENTO 26

5. MANUTENÇÃO DO EQUIPO DE RÁDIO CONTROLO 28


5.1. MANUTENÇÃO DO EMISSOR 28
5.2. MANUTENÇÃO DO RECEPTOR 28
5.3. MANUTENÇÃO DO CARREGADOR 29

3
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

6. MUDANÇA DA FREQUÊNCIA DE TRABALHO 30


6.1. COMPROVAÇÃO DO CANAL SELECCIONADO 33
6.2. ANOMALIAS AO MUDAR A FREQUÊNCIA 33
6.3. EXEMPLOS 34

7. ANOMALIAS 38

8. MEDIDAS DE SEGURANÇA 40
8.1. WATCH DOG 40
8.2. SEGURANÇA NO HARDWARE 40
8.3. SEGURANÇA NO SOFTWARE 40
8.4. RELÉ DE SEGURANÇA 40
8.5. TEMPORIZADOR DE CONTROLO 41
8.6. CÓDIGO DE SEGURANÇA 41
8.7. CIRCUITO DE EMERGÊNCIA PASSIVA 41

9. DESCRIÇÃO DO TELEGRAMA 43

10. DADOS GERAIS DO SISTEMA 44

11. DENOMINAÇÃO DE SAÍDAS DE RELÉ 45

12. GUIA RÁPIDO 48


12.1. MUDANÇA DA FREQUÊNCIA 48
12.2. MANUAL DE POSSÍVEIS INCIDÊNCIAS E SOLUÇÕES 49

13. ANEXO 50
13.1. MENSAGENS DISPLAY 50
13.2. TABELA DE DENOMINAÇÃO CANAL-FREQUÊNCIA 53
13.3. ENDEREÇOS ÚTEIS 54

4
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

0.- INTRODUÇÃO

O manual que você tem nas suas mãos, é um guia para a correcta utilização da família de
telecomandos multi frequência da ITOWA.

Estes aparelhos estão especialmente desenhados para o controlo à distância, sem cabos, de gruas
torre e todo o tipo de maquinaria de accionamento electromecánico.

Para a transmissão por rádio dos sinais de controlo se utiliza a modulação de frequência FM. e a
codificação FFSK. No desenho electrónico foi usado a tecnologia mais avançada, e
microprocessadores de última geração. Isto permite uma total segurança no uso do rádio controlo.

Para evitar manobras indesejadas, o sistema está munido de diversos mecanismos de segurança que
são descritos nos próximos capítulos. Qualquer auto detecção de anomalias bloqueia a execução das
manobras.

O sistema trabalha na faixa de frequências de UHF, conforme o prescrito na normativa de


telecomunicações da I-ETS 300 220, estando homologados até o momento de edição deste manual
nos seguintes países:

ESPANHA E 08 98 0075
GB 13397
13988
IRLANDA TRA 24/5/124
FRANÇA Nº 98 0170 PPL
0
ALEMANHA D800517K
FINLANDIA FI98080090
ISLANDIA IS-3025-00
IS-3024-00
BELGICA RTT/TI/X83
HOLANDA CEPT LPD NL
PORTUGAL ICP-009TC-99
SUECIA Ue970144
SOUTH AFRICA SATRA

Para outras homologações, consultar a ITOWA.

5
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

1.- DISPOSIÇÕES GERAIS PARA O USO CORRECTO E SEGURO DO RÁDIO


CONTROLO

Para ter a máxima segurança no manejo do rádio controlo, o utilizador deve seguir as normas
descritas neste manual.

O operário do rádio controlo, quando tenha que fazer qualquer movimento com a grua, deverá estar
situado em um lugar onde possa visualizar em todo momento a manobra que está a realizar. Perante
a impossibilidade de conseguir um lugar adequado, deve se situar em um lugar que lhe permita ver a
máxima manobra possível e nos lugares ocultos deve utilizar um indicador. Nunca realizar uma
manobra que possa ter uma parte que não está a ser controlada por alguém.

Não deixar o emissor de rádio controlo no chão ou em cima de blocos metálicos, em caso de
necessidade, activar a parada de emergência (seta de parada) do rádio controlo e girar a chave até a
posição OFF.

Quando o operário do rádio controlo finalize a sua jornada de trabalho ou precise afastar-se do rádio
controlo, deve activar a parada de emergência (seta de parada) do rádio controlo, girar a chave até a
posição OFF, colocar a bateria no carregador para a recarregar e desactivar a grua.

6
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

2.- DESCRIÇÃO DO APARELHO

Os telecomandos da família COMBI-SYNTHESIZED estão constituídos pelos seguintes elementos:

1.- EMISSOR COMBI-SYNTHESIZED


2.- CAIXA DE RECEPÇÃO
3.- BATERIAS
4.- CARREGADOR

2.1.- EMISSOR

Tratar-se de uma caixa estanque (conforme a norma IP-65) de Poliamida 6-6, 15% de fibra de vidro
(Ver Fig. nº 2 pág. 8). A caixa de emissão tem montados os joysticks de até 6 posições e os
pulsadores de controlo com a sua correspondente serigrafia, assim como a chave, seta de parada de
emergência e os diferentes indicadores ou leds de controlo.

2.1.1.- FUNCIONAMENTO DO EMISSOR

Como pode ser visto no diagrama de blocos (ver Fig. nº 1 pág. 7) a caixa de emissão se divide em
três partes: pulsadores e joysticks, circuito de controlo e transmissor de HF.

As ordens provenientes dos joysticks ou manipuladores incrementáveis são adquiridas pelo


microprocessador, que se encarrega de elaborar o sinal FFSK que lhe acrescenta os códigos de
direcção e de controlo e injecta-los ao transmissor de HF. O transmissor incorpora o sinal dessa
ordem à sua frequência portadora, que previamente filtrada, será emitida pela antena.

Fig. nº 1 Esquema de blocos da caixa de comando.

PULSADORES
INTERRUPTORES
COMANDOS DE MODULADOR TRANSMISSOR
CONTROLO

7
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

2.1.2.- DESCRIÇÃO DO EMISSOR

Na Fig. nº 2, está detalhado o funcionamento dos elementos de comando e controlo:

Fig. nº 2 Descrição do emissor

GRÚA TORRE

Nº SIGNIFICADO Nº SIGNIFICADO
traslación norte Giro direita
1 Joystick traslación sul 2 Joystick Giro Esquerda
Baixar Carro torre
Subir Carro ponta
3 Caixa Combi-Synthesized 4 Pulsador freio de giro
5 Pulsador auxiliar 6 Pulsador de buzina
7 Pulsador de marcha 8 Seta de parada
9 Trasl. on/off 10 Led de bateria baixa
11 Led de emissão 12 Chave contacto on/off

8
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

PONTE GRUA

Nº SIGNIFICADO Nº SIGNIFICADO
Subir Carro derecha
1 Joystick Baixar 2 Joystick Carro izquierda
Adelante
Atrás
3 Caixa Combi-Synthesized 4 Pulsador auxiliar
5 Pulsador auxiliar 6 Pulsador de buzina
7 Pulsador de marcha 8 Seta de parada
9 Nulo 10 Led de bateria baixa
11 Led de emissão 12 Chave contacto on/off

Como medida de segurança e dado o grau de perigo da manobra, o interruptor nº 9 de mandos para
gruas de torre tem que estar na posição ON para permitir o funcionamento da manobra de
Translação.

Fig. nº 3 Desmonte Combi-Synthesized

9
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

10
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

2.1.3.- LISTA DE COMPONENTES DO EMISSOR COMBI-SYNTHESIZED

Artigo Descrição Quantidade Posição


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ABPC3430 EMISSOR SINTET. MODULADOR 1 1
ABPC3493 SUST. 2 LEDS + 1 MICRO. 1 2
AC101 CORDÃO TÓRICO 3mm 1 3
AC952020 VISOR LEDS 2 4
AC952025 CHAVE 2 5
AC972206 CAPUCH.ESTANQ.CHAVE E SETA 2 6
AC952027 CASQ.SUPERIOR CHAVE 1 7
AC952029 CASQ.INFERIOR CHAVE 1 8
ACM0006A10 CAP.ESTANQ.CONTACTO BATERIA 2 9
BT952012 CASQUILHO SUSTENT.CONTACTOS 2 10
LXC40251 CONJ. SERIGRAFIAS NEGRAS 1 11
MC952011B EIXO CONTACTO BATERIA 25mm. 2 12
MC972103 COVER INFERIOR 1 13
MC972104CS COVER SUPERIOR SERIGRAFADO 1 14
MC9520N MOLA FORÇA CONTAC. 2 15
MCP0020B ANEL SUSTENTAÇÃO BATERIA 1 16
MN6467 MANIPULADOR GESSMANN V14 2 17
MC972201 PASSADOR DE SEGURANÇA SETA 1 18
TO79832909 PARAFUSO DIN 7983 2'9x9'5 2 19
PSAR337 ARANDELA ELÁST3.3x7 7 20
PSPMAT104 PIN MACHO AC PARAF 32V 4mm 68 21
PSUN2221 FRISO UNEX 2221-0 (NEGRA) 15 22
RDP0007B TX SINT.50mW 1 23
SW68311 PULSADOR NEGRO SET-OUT 4 24
SW68312 CAPUZ PROTECTOR TRANSP. SET-OUT 4 25
SWSAP10639 INT. SAP 3 POS. FIXAS 1 26
SWSAP10640 CAPUTXO SAP U-600 1 27
AC972204 CABEÇA SETA 1 28
TO79813209 PARAF. DIN-7981 3.2x9.5 4 29
TO79813525 PARAF. DIN-7981 3.5x25 POZ.RP 7 30
TO79822909 PARAF. DIN-7982 2.9x9.5 3 31
TOSE313MH SEP. MET. M3x13 M-H (M0019A2) 8 32
MCM0019A5 BRAÇO SUSTENT. RÁDIO STT-COMBI 1 33
MC972205 EIXO SETA NEW-COMBI 1 34
AC952023 CASQUILHO INTERRUPTOR 1 35
AC972203 INTERIOR SETA 1 36
ANYTPR1 ANTENA BOTONEIRA COMBI 1 37
TO7985306 PARAFUSO M3x6 DIN-7985 8 38
TO7985308 PARAFUSO M3x8 DIN-7985 4 39
TOAR1253 ARANDELA DIN-125 M3 Zn 2 40
TOTU98503 FAMELLA DIN-983 M3 Zn 2 41
TO7985315 PARAF. DIN-7985 M3x15 8 42

11
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

2.1.4.- CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

EMISSOR

Faixa de Frequência: UHF - 433.050 a 434.750 MHz


Canalização: 25 kHz
Modulação: FM
Potência de Emissão: 10 mW P.R.A.
Codificação: FFSK
Estabilidade em frequência: ± 2.5 ppm (-30ºC a 70ºC)
Atenuação de Harmónicos: > 70 dB
Consumo: 80 mA
Alimentação: Bateria extraível Ni-Cd,
7.2 V - 0.85 Ah
Margem de temperatura: de -10 ºC a +55 oC
Material: Poliamida 6-6, 15% de fibra de vidro
Peso aproximado: 1.8 kg.
Medidas: 316 x 141 x 160 mm.

12
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

2.2.- RECEPTOR

Fig. nº4 Conjunto receptor 16 relés

Fig. nº 5 Conjunto receptor 32 relés

13
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

2.2.1.- CAIXA DE RECEPÇÃO

O conjunto de recepção está constituído por um armário GW PLAST (ver Fig. nº 4,5) que no seu
interior se encontram os diferentes sistemas electrónicos para a recepção das ordens, e para activar /
desactivar os relés oportunos para cada manobra da grua.

2.2.2.- DESCRIÇÃO DO RECEPTOR

O conjunto do receptor pode ser dividido em três blocos, (ver Fig. nº 6) receptor de HF, circuito de
controlo e circuito de relés.

O sinal captado pela antena é injectado no receptor, que fornece ao microprocessador um sinal de
baixa frequência em FFSK. O módulo de controlo se encarrega de comprovar que a informação
recebida está livre de erros, elaborando então, as ordens pertinentes para accionar o relé oportuno.

No caso de mal funcionamento, tanto do hardware como do software, no mesmo circuito de


controlo foram previstos circuitos específicos que desactivam as manobras de trabalho do rádio
controlo.

Para maior segurança todos os circuitos de vigilância estão dobrados. No capítulo de segurança deste
mesmo manual é explicado de forma extensa o funcionamento dos circuitos

RECEPTOR CIRCUITO DE RELÉS A DISJUNTORES DE


UHF CONTROLO MANOBRAS

Fig. nº 6 Conjunto de blocos do receptor

14
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

2.2.3.- PROGRAMAÇÃO DE SAÍDAS

Visto que este telecomando pode governar diferentes tipos de máquinas, foi-lhe adaptado um
sistema de programação de 12 saídas no de 16 relés e de 28 saídas no de 32 relés. Esta
programação é feita na fábrica ou pelo nosso serviço técnico e não pode ser mudada pelo utilizador
já que se armazena na memória E2PROM. Acompanha este manual o esquema concreto do aparelho
que acaba de adquirir.

2.2.4.- ESQUEMA E LISTA DE COMPONENTES DO RECEPTOR

16 RELÉS

Artigo Descrição Quant. Pos.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
MCGW44429 CAIXA PLÁSTICO GEWISS 240 x 190 x 90 1 1
MECANIZADO CAIXA (P0033-8)
ANYTM12 ANTENA 1/2 ONDA 434 MHz 1 2
ACPSTPG21 PRENSA ESTOPA GRANDE 1 3
ACPSTCT21 PORCA PRENS. GRANDE 1 3
ACPSPPG09 PRENSA ESTOPA PEQUENA 1 4
ACPSTCT09 PORCA PRENS. PEQUENA 1 4
RDP0031 RÁDIO RECEPTOR 1 5
DS216 LCD BT 21605P-SRE 1 6
ABPC3476 CIRCUITO RECEPTOR 16R STT 1 7
ABPC3477M1 CIRCUITO DE CONTROLO 1 8
LXC40307 LEXAN FRONTAL E LATERAL 1 9
TO79813209 PARAFUSO ROSCA CHAPA 3'2x9'5 5 10
TOAR67983 ARANDELA DENTADA M3 8 12
TOSE305MH SEPARADOR MET. M3x5 2 13
TOTU98503 PORCA SEGURANÇA M3 8 14
TOSE315MH SEPARADOR MET. M3x15 4 15
TO7985308 PARAFUSO M3x8 2 16
TO7985305 PARAFUSO M3x5 6 17
MCM0026-5 BRAÇO SUST. LCD 2 18

15
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

32 RELÉS

Artigo Descrição Quant. Pos.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
MCGW44429I CAIXA PLÁST.GEWISS 300x220x120 1 1
MECANIZADO CAIXA (P0034-5)
ANYTM12 ANTENA 1/2 ONDA 434 MHz 1 2
ACPSPPG21 PRENSA ESTOPA GRANDE 2 3
ACPSTCT21 PORCA PRENS. GRANDE 1 3
ACPSPPG09 PRENSA ESTOPA PEQUENA 1 4
ACPSTCT09 PORCA PRENS. PEQUENA 1 4
RDP0031 RÁDIO RECEPTOR 1 5
DS216 LCD BT 21605P-SRE 1 6
ABPC3475 CIRCUITO RECEPTOR 32R STT 1 7
ABPC3474 CIRCUITO DE CONTROLO 1 8
LXC40306 LEXAN FRONTAL E LATERAL 1 9
MCM0008A3 PLAFON SUST. RECEPTOR 1 10
TOAR67983 ARANDELA DENTADA M3 8 12
TOSE305MH SEPARADOR MET. M3x5 2 13
TOTU98503 PORCA SEGURANÇA M3 19 14
TOSE315MH SEPARADOR MET. M3x15 4 15
TO7985308 PARAFUSO M3x8 2 16
TO7985305 PARAFUSO M3x5 6 17
TOSEP005 SEPARADOR PLÁST. 5mm. PASSANTE 11 18
MCM0026-2 BRAÇO SUST. LCD 2 19
TO79813209 PARAFUSO ROSCA CHAPA 3'2x9'5 8 20

16
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

Fig. nº 7 Descrição Receptor 16 relés

17
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

Fig. nº 8 Descrição Receptor 32 relés

18
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

2.2.5.- CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

RECEPTOR

Faixa de frequência: UHF 433.050 a 434.750 MHz


Sensibilidade: 0.3 V
Rejeição da frequência da imagem: > 65 dB
Protecção contra a inter modulação: > 65 dB
Rejeição ao canal adjacente: > 65 dB
Carga nominal relés ( Com carga resistente ): 16 A a 250 Vca
16 A a 30 Vcc
Alimentação: 220 Vca./ 48 Vca.
Consumo: 0.75 A / 0.16 A
Caixa: Plástica
Dimensões: 16 relés interiores: 240 x 190 x 90 mm
exteriores: 250 x 195 x 95 mm
32 relés interiores: 300 x 220 x 120 mm
exteriores: 320 x 250 x 120 mm
Peso aproximado: 6.8 kg.

19
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

2.3.- CARREGADOR DE BATERIAS

Para recarregar as baterias é fornecido um carregador e um transformador, desta forma é possível


estar a trabalhar com una bateria e deixar a recarregar a outra.

2.3.1.- DESCRIÇÃO DO CARREGADOR

No interior do carregador existe um compartimento para uma bateria. Não visível se encontra o
circuito electrónico e um transformador exterior para conectar à rede. O circuito electrónico, uma vez
carregadas as baterias mantém uma corrente de carga de 10% da corrente máxima da bateria para
manter a carga. Este sistema recarrega totalmente as baterias em aproximadamente umas 8 horas,
ao mesmo tempo que as protege de qualquer sobrecarga. Foi escolhido um sistema lento para
aumentar a vida útil das baterias.

2.3.2.- LISTA DE COMPONENTES DO CARREGADOR

Nº ORDEM DESIGNAÇAO QUANTIDADE CÓDIGO

1 CIRCUITO CARREGADOR SINTETIZADO 1 ABPC3423

2 FITA 4·10 ESPONJA ADESIVA 1/11 cm. AC1025

3 ANEL SUSTENTAÇAO DE BATERIA 1 MCP0020B

4 VISOR LEDS COMBI-SYNTHESIZED 1 AC952020

5 TAMPA INFERIOR CONTAINER BATERIA 1 BT952034

6 SUPORTE BATERIA 1 BT952021

7 CASQUILHO SUSTENTAÇAO CONTACTOS 2 BT952012

8 EIXO CONTACTO BATERIA 2 MC952011

9 PARAFUSO DIN-7981 3,2·25 4 TO7981325

10 MOLA DE FORÇA CONTACTO 2 MC9520N

11 REBITE RICHCO SR-3065 3 TORE3065

20
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

Fig. nº 9 Carregador de baterias P0020

21
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

2.3.3.- CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

TRANSFORMADOR-RECTIFICADOR

Alimentação 220 Vca. / 12 Vcc.

CARREGADOR

Alimentação: 12 Vcc.
Consumo: 0.5 A
Potência: 6W
Intensidade carga: 120 mA
Tempo de carga: 8 horas
Caixa: Poliamida 6-6, 15% de fibra de vidro
Dimensões: 73 x 69 x 72 mm.
Peso aproximado: 400 g. com baterias incluídas.

22
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

3.- INSTALAÇÃO

3.1.- INSTALAÇÃO DO RECEPTOR

O receptor de telecomando (ver Fig. nº4 y nº5, pág 13) dever ser instalado o mais perto possível do
armário eléctrico de manobras da grua, dever ser fixado na posição vertical à estructura da máquina,
com a antena voltada para o chão, num lugar protegido para evitar que quando a grua estiver a
trabalhar não receba golpes. Seguindo o plano de conexão que se adjunta, no circuito impresso do
receptor está serigrafiado o número de saída e borne correspondente.

Recomenda-se conectar o aparelho com uma mangueira multicabo das normalmente utilizadas para
conectar o mando por cabo. Esta mangueira se conectará ao aparelho por uma das suas
extremidades, enquanto que pelo outro lado se colocará um conector multi-polo, idêntico ao que
utiliza a máquina para interconectar-se com uma caixa de comando por cabo. Isto permite
intercambiar o telecomando ou o comando por cabo simplesmente conectando ou desconectando o
conector.

3.1.1.- ALIMENTAÇÃO DO RECEPTOR

A CONEXÃO DEVERÁ SER FEITA DE TAL FORMA QUE, QUANDO O INTERRUPTOR GERAL
FOR DESACTIVADO, TAMBÉM SE DESACTIVE O RECEPTOR DO TELECOMANDO .

O aparelho se conecta a uma tensão alternada de 220 ou 48 V (opcionalmente, sob pedido se pode
fornecer para outras voltagens) mediante a regreta de bornes prevista para tal fim (ver Fig. nº 7, pág.
2
17 e nº 8, pág. 18). Para a conexão à rede deve ser utilizado um cabo trifilar de 0.75 mm de secção,
dois cabos serão conectados à voltagem escolhida, o terceiro fio será de cor verde-amarelo e será o
responsável da toma de terra do aparelho.

23
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

24
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

25
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

4.- MOVIMENTO E FUNCIONAMENTO

Instalado o receptor, active o interruptor geral da máquina, que acenderá o display LCD do receptor
(ver Fig. nº 7, pág. 17 e nº 8, pág. 18). Neste ponto o receptor está preparado para trabalhar e
xx
receber qualquer manobra do emissor

ITOWA S.A RRC16 ITOWA S.A RRC32


CHANNEL: xx CHANNEL: xx

Colocar uma bateria carregada no emissor, activar a CHAVE e desactivar o pulsador de PARADA de
emergência ("seta de parada"). Primar somente sobre o pulsador de MOVIMENTO, e o telecomando
começará a funcionar, activando os relés de parada e de movimento, e o disjuntor geral ficará
pressionado. Ao mesmo tempo o led TX ON se activará e indicará que o telecomando trabalha
correctamente. A partir deste momento, o accionamento de qualquer pulsador ou o joystick dará
lugar à activação da manobra correspondente. Tal manobra seleccionada seguirá activa enquanto o
pulsador ou o joystick permaneça accionado.

00000000 000000000000000
I I 0000I I I I 0000I0000000 I

Para manter livre o canal de rádio e evitar que o operador possa deixar a máquina em movimento
quando não se utiliza a mesma, o telecomando está dotado de um sistema de parada automática.
Este sistema actua depois de 90 segundos caso não seja accionada nenhuma manobra, e volta a
aparecer a mensagem inicial:

ITOWA S.A RRC16 ITOWA S.A RRC32


CHANNEL: xx CHANNEL: xx

Para voltar a activar o emissor se deve accionar o pulsador de MOVIMENTO.

26
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

Para desconectar o emissor basta com desactivar a CHAVEPara activar a parada de emergência
basta com actuar sobre a seta de PARADA, esta activará os relés de parada e desactivará o
telecomando ; nesta situação se desactivam todos os relés que estejam accionados, e volta a sair a
mensagem inicial no display LCD:

ITOWA S.A RRC16 ITOWA S.A RRC32


CHANNEL: xx CHANNEL: xx

LEMBRE-SE QUE ACCIONAR A SETA DE PARADA É A MESMA COISA QUE PARAR O


TELECOMANDO , ISTO É, DESACTIVA IMEDIATAMENTE QUALQUER RELÉ DO RECEPTOR
QUE ESTIVER ACCIONADO.

O telecomando está munido de um led indicador do estado da bateria, quando detecta que a bateria
está em um nível determinado de descarga (situação de reserva) o led de BAT OK começa a piscar e
a buzina do receptor soa de forma intermitente, a partir deste momento e transcorrida
aproximadamente meia hora, o transmissor se apagará automaticamente e o led de bateria iluminar--
se-a constantemente.

Quando a bateria está na reserva, é recomendável substitui-la pela segunda bateria, colocando a
primeira para carregar. Em condições normais, as baterias permitem trabalhar 8 horas e mais 30
minutos de reserva.

SE A BATERIA ESTÁ NA RESERVA NÃO É POSSÍVEL REALIZAR UMA MUDANÇA DE


FREQUÊNCIA.

27
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

5.- MANUTENÇÃO DO APARELHO DE RÁDIO CONTROLO

5.1.- MANUTENÇÃO DO EMISSOR

ANTES DE QUALQUER MANIPULAÇÃO DE MANUTENÇÃO, PROCEDER A DESACTIVAR O


INTERRUPTOR GERAL DA MÁQUINA.

Este telecomando necessita de mínima manutenção, a cada 3 meses se deve verificar o bom estado
do emissor, dos pulsadores, joysticks, dando especial atenção para as juntas e as protecções de
borracha dos pulsadores. Deverá ser feita a limpeza de emissor, tirando qualquer corpo estranho que
tenha ficado aderido a ele.

SE ALGUMA DAS BORRACHAS DOS BOTÕES ESTÁ DETERIORADA, DEVEM SER


SUBSTITUÍDOS IMEDIATAMENTE, POIS DO CONTRÁRIO A ÁGUA PODE DANIFICAR O
EMISSOR.

5.2.- MANUTENÇÃO DO RECEPTOR

A manutenção do receptor, será feita da mesma forma que a do emissor, serão comprovadas as
seguintes:

- A conexão da antena, verificando que está limpa e livre de óxido.


- A conexão entre o receptor e o aparelho eléctrico da máquina.
- Os contactos dos relés de manobra.
- O correcto funcionamento dos circuitos de segurança activa e passiva.
- O correcto funcionamento das mensagens do display LCD.

Para comprovar o funcionamento de segurança activa, bastará com accionar a seta de parada. O
disjuntor geral deve cair de forma imediata.

Para comprovar o funcionamento de segurança passiva somente é necessário girar a chave de


segurança até a posição de parar, o disjuntor geral deverá cair passados aproximadamente 1,9
segundos.

28
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

5.3.- MANUTENÇÃO DO CARREGADOR

A manutenção do carregador será realizada com uma frequência parecida ao do resto dos
aparelhos, serão comprovados as seguintes partes:

- A limpeza dos contactos e o portabaterias, que devem estar libres de sujidade e óxido.

- Comprovar que as molas não tenham cedido, conservando suficiente força para realizar um bom
contacto.

ATENÇÃO: SE FOR DETECTADA ALGUMA ANOMALIA NO FUNCIONAMENTO DO APARELHO,


ESTE DEVE SER RETIRADO IMEDIATAMENTE FORA DE SERVIÇO. A EVENTUAL REPARAÇÃO
DEVE SER FEITA PELO SERVIÇO TÉCNICO AUTORIZADO PELA ITOWA.

SEMPRE DEVEM SER UTILIZADOS RECÂMBIOS ORIGINAIS E NÃO SE PODE EFECTUAR


NENHUMA REPARAÇÃO QUE ALTERE AS CARACTERÍSTICAS DO SISTEMA DE RÁDIO
FREQUÊNCIA OU DOS CIRCUITOS IMPLICADOS NOS SISTEMAS DE SEGURANÇA.

29
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

6.- MUDANÇA DA FREQUÊNCIA DE TRABALHO


(SOMENTE PESSOAL AUTORIZADO)

O sistema trabalha na faixa de UHF, nas frequências compreendidas entre 433.050 MHz e 434.750
MHz (UN 32 do C.N.A.F.) e cumpre com o prescrito na normativa de telecomunicações e de
segurança I-ETS 300-220. Nesta faixa de frequências existem 69 possíveis canais de trabalho (ver
Tabela de denominação canais da pág. 51).
Para mudar a frequência de trabalho (adiante canal de trabalho), deve-se proceder da seguinte
forma no emissor. Os quadros de texto são as mensagens que saem pelo display LCD no receptor:

1.- Caso se esteja a trabalhar com o telecomando , e como medida de segurança, GIRAR A
CHAVE para desconectar o aparelho.

2.- Colocar uma bateria carregada e accionar a chave. Não é possível mudar de frequência com uma
bateria na reserva.

3.- Verificar que o receptor está preparado para trabalhar mediante a aparição da seguinte mensagem
no display LCD o que indica a presença de tensão e o último canal onde se trabalhou:

ITOWA S.A RRC16 ITOWA S.A RRC32


CHANNEL: xx CHANNEL: xx

SITUAR O EMISSOR PERTO DO RECEPTOR.

4.- Se o pulsador de Parada de emergência estava activado deve ser desactivado (“soltar a seta de
parada“).

5.- No emissor primar sobre o pulsador de MOVIMENTO, E MANTENDO-O PRIMADO, ACTIVAR


O PULSADOR “ SETA DE PARADA “ COMO SE SE QUISESSE PARAR A GRUA. O receptor indica
que está à espera do novo canal de trabalho.

WAITING RECEIV.
FREQ. CHANGING

30
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

A partir deste momento, se dispõe de 60 seg. para colocar o novo canal de trabalho, em caso de que
não seja introduzido, sairá do modo programação e o aparelho ficará no antigo canal:

OUT OF TIME
REMAINING CH.: xx

6.- O emissor indica que está à espera de que seja introduzido o novo Canal de Trabalho, a partir
deste passo que os indicadores luminosos de TX ON e BAT OK estejam a piscar alternativamente.

7.- Mediante o joystick da direita do emissor, se procede a entrar com o número do canal de trabalho
desejado, dando tantos impulsos ascendentes ou descendentes ao joystick, como dezenas ou
unidades sejam necessárias. Uma vez introduzido o nº de canal validar-se-ão os dados que estão a
actuar sobre o pulsador de Validar.

NOTA : Para introduzir o número 5 como unidade; se deve deslocar o joystick 5 vezes para baixo.
NÃO CONFUNDIR COM OS PONTOS OU POSIÇÕES QUE O JOYSTICK TEM QUE NÃO
INFLUENCIAM PARA NADA NA SELECÇÃO DO CANAL.

31
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

8.- A partir deste momento, o emissor transmite ao receptor o número de canal de trabalho, os
indicadores de TX ON e BAT OK deixam de piscar , o receptor passa automaticamente ao canal de
trabalho seleccionado:

CHANGING FREQ. ITOWA S.A RRC16


TO CH: XX_OK CHANNEL: XX

9.- Mudança efectuada correctamente. Pronto para trabalhar.

Depois de realizar a mudança do canal de trabalho, para poder continuar a operar com o rádio
controlo é necessário desactivar o pulsador de Parada de emergência e actuar somente sobre o
pulsador de Movimento, e no receptor activar-se-ão os relés de parada e de movimento, ficando o
disjuntor geral pressionado, ao mesmo tempo o indicador TX ON do emissor se activará e indicará
que o telecomando trabalha correctamente; agora já pode realizar qualquer manobra.

No caso de estar em modo programação de canal e accionar o pulsador de validar sem previamente
introduzir as unidades ou dezenas, o aparelho de telecontrolo seleccionará automaticamente o canal
1.

CHANGING FREQ. ITOWA S.A RRC16


TO CH: 01_OK CHANNEL: 01

No caso de estar no modo programação e não accionar nenhum pulsador durante 90 segundos
aproximadamente, o emissor deixa de estar em modo programação, o canal de trabalho é o mesmo
que estava a trabalhar anteriormente. Para realizar novas manobras é necessário soltar a seta de
parada e activar o MOVIMENTO.

32
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

6.1.- COMPROVAÇÃO DO CANAL SELECCIONADO

Depois de realizar uma mudança de frequência, recomenda-se comprovar se o canal seleccionado


não está ocupado.

Passos a seguir:

1.- Parar o emissor girando a chave.

2.- COMPROVAR QUE O LED INDICADOR DE CANAL ESTÁ APAGADO, SE ESTÁ, INDICA QUE
ESTE CANAL ESTÁ LIVRE PARA SER UTILIZADO.

3.- Se pisca ou permanece aceso indica que este canal seleccionado também está ocupado e deve-se
voltar a mudar para outro canal. (Ver item. anterior)

6.2.- ANOMALIAS AO EFECTUAR A MUDANÇA DE FREQUÊNCIA.

Neste item são descritas as possíveis anomalias que podem acontecer ao fazer uma mudança de
frequência, assim como a forma de resolvê-las .

SITUAÇÃO PROBLEMA ACÇÃO


Ao entrar na programação do Os indicadores de TX ON e Verificar estado de carga da
canal de trabalho e depois de BAT OK não piscam Bateria
desactivar a seta de parada e alternativamente
activar o pulsador de
movimento.

Depois de efectuar uma Não se activam os relés de Manter activado o pulsador de


mudança de canal de trabalho parada e de movimento movimento do emissor até
que o relé seja activado.
(Como máximo 1 minuto)

Erro na introdução do canal Canal de trabalho introduzido Repetir todo o processo com
de trabalho não desejado. o canal de trabalho desejado.

33
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

6.3.- EXEMPLOS DE MUDANÇA DE FREQUÊNCIA


DO CANAL 30 AO 7:

1.- Caso se esteja a trabalhar com o telecomando , e como medida de segurança, GIRAR A CHAVE
para desconectar o aparelho.

2.- Colocar uma bateria carregada e accionar a chave. Não é possível mudar de frequência com
uma bateria na reserva.

3.- Verificar que o receptor está pronto para trabalhar mediante a aparição da seguinte mensagem no
display LCD que indica a presença de tensão e o último canal em que se trabalhou:

ITOWA S.A RRC16


CHANNEL: 30

SITUAR O EMISSOR PERTO DO RECEPTOR.

4.- Se o pulsador de Parada de emergência estava activado deve ser desactivado (“soltar a seta de
parada “).

5.- No emissor primar sobre o pulsador de MOVIMENTO, E MANTEDO-O PRIMADO, ACTIVAR


O PULSADOR “ SETA DE PARADA “ COMO SE QUISESSE PARAR A GRUA. O receptor indica
que está à espera do novo canal de trabalho.

WAITING RECEIV.
FREQ. CHANGING

6.- O emissor indica que está à espera de que se seja introduzido o novo Canal de Trabalho, a partir
deste passo que os indicadores luminosos de TX ON e BAT OK estejam a piscar alternativamente.

7.- Primar de forma descendente 7 vezes o joystick.

8.- Actuar o pulsador de VALIDAR.

34
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

9.- Os indicadores luminosos de TX ON e BAT OK deixam de piscar alternativamente, o receptor


captou o novo canal e mostra a seguinte mensagem:

CHANGING FREQ. ITOWA S.A RRC16


TO CH: 07_OK CHANNEL: 07

10.- Mudança efectuada correctamente. Pronto para trabalhar.

35
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

DO CANAL 7 AO 25:

1.- Caso se esteja a trabalhar com o telecomando , como medida de segurança, GIRAR A CHAVE
para desconectar o aparelho.

2.- Colocar uma bateria carregada, e accionar a chave. Não é possível mudar de frequência com
uma bateria na reserva.

3.- Verificar que o receptor está preparado para trabalhar mediante a aparição da seguinte
mensagem no display LCD o que indica a presença de tensão e o último canal onde se trabalhou:

ITOWA S.A RRC16


CHANNEL: 07

SITUAR O EMISSOR PERTO DO RECEPTOR.

4.- Se o pulsador de Parada de emergência estava activado deve ser desactivado (“soltar a seta de
parada “).

5.- No emissor primar sobre o pulsador de MARCHA-BUZINA E MANTÊ-LO PRIMADO,


ACTIVAR O PULSADOR “ SETA DE PARADA “ COMO SE QUISESSE PARAR A GRUA. O
receptor indica que está a esperar um novo canal de trabalho.

WAITING RECEIV.
FREQ. CHANGING

6.- O emissor indica que está à espera de que seja introduzido o novo Canal de Trabalho, a partir
deste passo que os indicadores luminosos de TX ON e BAT OK estejam a piscar alternativamente.

7.- Primar de forma descendente 5 vezes o joystick.

8.- Primar de forma ascendente 2 vezes o joystick

36
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

9.- Actuar o pulsador de VALIDAR.

10.- Os indicadores luminosos de TX ON e BAT OK deixam de piscar alternativamente, o receptor


captou o novo canal e mostra a seguinte mensagem:

CHANGING FREQ. ITOWA S.A RRC16


TO CH: 25_OK CHANNEL: 25

11.- Mudança efectuada correctamente. Pronto para trabalhar.

37
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

7.- ANOMALIAS

Neste item são descritas as anomalias mais comuns destes telecomandos , assim como as forma de
resolver. Caso aconteça, deverão ser realizadas as seguintes verificações:

1) Verificação do lugar do defeito:

Determinar se o defeito foi produzido no aparelho de telecomando ou no circuito eléctrico da


máquina. Para verificar, basta conectar a caixa de comando original à máquina, ou desde a cabina, e
comprovar o bom funcionamento da grua. Se a máquina trabalha correctamente, significa que o
telecomando está com problemas. Caso contrário o serviço técnico da máquina deve ser chamado,
visto que o defeito encontra-se na grua.

2) Verificação da existência de interferências

Mediante o indicador de canal livre do receptor (Fig. nº 7, pág. 17 e nº 8, pág. 18) verificar que na
mesma frequência que o telecomando não existe nenhum sinal que possa interferir. Quando o
emissor está desconectado sem a chave, este led tem de estar apagado, pois caso o led estiver
aceso ou estiver a piscar significa que o canal está ocupado.

3) Verificação do emissor

Activar o telecomando soltando a seta de emergência, e activar o pulsador de marcha-buzina. O led


marcado " TX OK " deverá ser activado, e se este indicador acender o problema está no receptor.
Caso contrário comprovar o estado de carga da bateria, se o led de BAT OK está a piscar significa
que a bateria está na reserva, o aparelho ainda pode emitir sinais, porém num curto espaço de tempo
deixará de emitir; se o led de BAT OK está aceso continuamente significa que a bateria está
esgotada e deve ser trocada por uma bateria completamente carregada.

Se o estado da bateria está correcto, comprovar se a chave e os pulsadores funcionam


satisfatoriamente, se estes funcionam correctamente o problema está no módulo de controlo e
transmissão IT3020; neste caso, deve ser reparado por um Serviço de Assistência Técnica
autorizado pela ITOWA. (Ver item 13.3. Pág. 57)

38
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

4) Verificação do receptor

Supondo que o emissor funciona correctamente, se procede a verificar o funcionamento do receptor


e comprovar os seguintes pontos:

Comprovar o funcionamento de alimentação, o display do receptor deve estar aceso, caso contrário
verificar o funcionamento dos circuitos de alimentação e do transformador.

Se a alimentação está correcta, activar o pulsador de marcha-buzina do emissor e comprovar se


são activados os relés de parada de movimento, em caso afirmativo, verificar o fusível de manobra,
se não são activados os relés de parada movimento, comprovar o circuito de controlo de tais relés.
Se este circuito funciona correctamente, o problema estaria no módulo de controlo e HF IT3021.
Neste caso, deve ser reparado por um Serviço de Assistência Técnica autorizado pela ITOWA. (Ver
item 13.3. Pág. 57)

Verificar o bom estado da antena e a sua conexão ao receptor.

ATENÇÃO: PARA QUALQUER REPARAÇÃO DEVEM SER USADOS RECÂMBIOS ORIGINAIS E


NUNCA DEVEM SER ALTERADAS AS CARACTERÍSTICAS DE SEGURANÇA, ASSIM COMO AS
DO TRANSMISSOR E RECEPTOR DE HF

39
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

8.- MEDIDAS DE SEGURANÇA

Descrição das diferentes medidas de segurança que foi dotado o telecomando .

8.1.- WATCH DOG

Apesar de que o microprocessador dispõe de um sistema de W.D.T (watch dog timer ) interno, foi
adaptado em cada um dos microprocessadores um W.D.T. externo. Isto permite assegurar um
funcionamento correcto ainda que no caso de uma interferência directa no clock do
microprocessador. Como é descrito mais adiante, estes W.D.T garantem o funcionamento
redundante da emergência passiva, que se activará em caso de falta de recepção ou de mal
funcionamento num tempo de 1900 ms. O W.D.T garante também a desconexão do sistema no caso
de una descarga eléctrica inferior à margem de trabalho do aparelho.

8.2.- SEGURANÇA NO HARDWARE

O circuito de controlo do receptor dispõe das seguintes medidas de segurança: Dois relés de controlo
de alimentação, RL25 e RL26, duplo circuito de controlo, dois W.D.T. externos e dois W.D.T.
internos, dois relés de parada de emergência (cujos contactos estão colocados em série).

8.3.- SEGURANÇA NO SOFTWARE

O protocolo de comunicações está desenhado com una distância mínima de hamming igual a 6 e
incorpora um potente código cíclico de correcção de erros.

8.4.- RELÉ DE SEGURANÇA

Caso se produza qualquer anomalia, o aparelho incorpora a técnica denominada Relé de Segurança.
Tal técnica consiste que o microprocessador injecta a um circuito monoestável um trem de impulsos
cujo período é menor que a constante de tempo do monoestável. Enquanto não se interrompa este
trem de impulsos o relé de segurança permanecerá activado, quando este trem se interrompa por
qualquer causa, o relé se desactivará e impedirá qualquer manobra. Esta técnica foi escolhida porque
garante, em caso de mal funcionamento do microprocessador, a impossibilidade deste para executar
uma manobra acidentalmente.

40
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

8.5.- TEMPORIZADOR DE CONTROLO

O temporizador de controlo foi programado de acordo com as facilidades que oferece o temporizador
interno do microprocessador. O controlo é feito da seguinte forma:

O temporizador se carrega com um valor determinado, que começa a diminuir a cada certo tempo.
Cada vez que o microprocessador acede aos portos de saída reinicializa este valor, se o
microprocessador não recarrega este temporizador quando este valor chega a zero, se activará uma
interrupção interna, que vectorizará uma subrotina que ao ser executada desactivará todos os relés.

8.6.- CÓDIGO DE SEGURANÇA

Para evitar que outro transmissor possa activar um receptor diferente do seu, foi adaptado um sinal
transmitido de um código de segurança de uma longitude de 24 bits. Para maior segurança, este
código está gravado na E2PROM do microprocessador, sob nenhuma circunstância nenhum
emissor pode activar um receptor diferente do seu.

8.7.- CIRCUITO DE EMERGÊNCIA PASSIVA

Pela sua importância é descrito o circuito de emergência passiva. Tal e como se observa no
diagrama de blocos (Fig. nº 10, pág 42) para activar o disjuntor geral deve apresentar as seguintes
condições:

1.- O microprocessador deve funcionar corriendo o seu programa


2.- O microprocessador deve ter feito um auto diagnóstico e este check-up deve ser correcto.
3.- O microprocessador deve activar os seus monoestáveis.
4.- Os relés RL23, RL24, RL25 e RL26 devem estar activados.

41
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

QUALQUER ANOMALIA NESTE CIRCUITO IMPEDIRÁ QUE O DISJUNTOR GERAL FIQUE


ACTIVADO .

RL-33 receptor 32 relés RL-34

RL-17 receptor 16 relés RL-18

Fig.Nº 10

42
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

9.- DESCRIÇÃO DO TELEGRAMA

O telegrama de acoplamento tem uma longitude total de 128 bits, e se distribuem da seguinte forma:

* 24 estão designados à direcção de acoplamento entre o emissor e o receptor, dos quais, os 8


primeiros são usados também para sincronizar o sinal. Estes 24 bits estão gravados na memória
E2PROM do sistema e só podem ser alterados pelo nosso serviço técnico.

Os 24 bits da direcção são utilizados para evitar que o outro transmissor que está a trabalhar na
mesma frequência possa activar um receptor que não seja o seu.

* 32 são empregados para formar o código de comando.

* 8 para designar o canal de trabalho.

* 8 para formar o código CRC .

* 56 para formar um algoritmo que garante uma distância de hamming igual a 6, tanto para a direcção
como para o código de comando.

43
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

10.- DADOS GERAIS DO SISTEMA

FABRICANTE INVESTIGATION TOTAL WARE S.A.


MODELO COMBI-SYNTHESIZED
TIPO MULTIFREQUÊNCIA
FREQUÊNCIA ISM-BAND
NÚMERO DE ORDENS 32
-18
POSSIBILIDADE DE MANOBRA ERRADA 1·10
DISTÂNCIA DE HAMMING =6
CÓDIGO PROGRAMÁVEL 16777216
TEMPO DE RESPOSTA ORDEM <50 ms
TEMPO DE EMERGÊNCIA ACTIVA <50 ms
TEMPO DE EMERGÊNCIA PASSIVA 1900 ms
RÁDIO DE ACÇÃO < 90 metros

44
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

11.- DENOMINAÇÃO DE SAÍDAS DE RELÉ

A designação de saídas de relés para COMBI 16 e 32 standar, cabe remarcar que no aparelho de 32
relés só se utilizam 24 relés para manobras. Se a aplicação requerida não respeitasse a denominação
standar, se incorporaria um anexo de denominação de relés ajustado a tal requerimento.

45
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

12.- GUIA RÁPIDO

12.1.- RESUME PARA A MUDANÇA DE FRECUÊNCIA

1º ACCIONAR SIMULTANEAMENTE O
PULSADOR DE MARCHA-BUZINA E A
SETA DE PARADA

2º ACCIONAR QUANTAS VEZES SEJA


NECESSÁRIO O JOYSTICK PARA
INTRODUZIR O NÚMERO DO CANAL
DESEJADO

3º ACCIONAR O PULSADOR DE VALIDAR


.

4º SOLTAR A SETA DE PARO.

5º ACCIONAR O PULSADOR DE MARCHA-


BUZINA, JÁ PODE REALIZAR QUALQUER
MANOBRA.

46
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

12.2.- GUIA DE POSSÍVEIS INCIDÊNCIAS E SOLUÇÕES

PROBLEMA TROCA DE CANAL E A GRUA NÃO RESPONDE


MOTIVO O canal de trabalho seleccionado está ocupado por outra
frequência diferente da nossa
SOLUÇÃO Voltar a seleccionar um novo canal de trabalho
MOTIVO Bateria na reserva
SOLUÇÃO Mudar a bateria
Voltar a seleccionar o mesmo canal de trabalho

PROBLEMA NENHUMA MANOBRA FUNCIONA


INDICAÇÃO Led de TX ON Aceso
MOTIVO Não foi accionado o pulsador de MARCHA
SOLUÇÃO Accionar o pulsador de MARCHA
INDICAÇÃO Led de bateria baixa de piscar alternativamente
MOTIVO Bateria na reserva (Não é possível fazer uma mudança
de frequência)
SOLUÇÃO Mudar a bateria
INDICAÇÃO Led de bateria baixa acesa permanentemente
MOTIVO Bateria esgotada
SOLUÇÃO Substituir a bateria por uma recarregada
Por a bateria sem carga para recarregar.

PROBLEMA MANOBRA DE TRANSLAÇÃO NÃO RESPONDE


MOTIVO Interruptor de translação na posição OFF
SOLUÇÃO Colocar o interruptor em ON

47
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

13.- ANEXO

13.1.- MENSAJES DISPLAY

ITOWA S.A RRC16 ITOWA S.A RRC32


CHANNEL: xx CHANNEL: xx

Mensagem inicial e de espera de recepção, aparece depois de um movimento ou perante uma


espera de manobra, indica a disponibilidade do receptor para levar a cabo qualquer manobra do
canal de trabalho xx.

00000000 0000000000000000
I I 0000I I I I 0000I0000000 I I

Mensagem que aparece quando o operário está a trabalhar com o aparelho. O símbolo I indica a
activação de um relé determinado, e o símbolo 0 indica a desactivação. A numeração dos relés vai da
esquerda para a direita e de cima para baixo.

CHANGING FREQ. ITOWA S.A RRC16


TO CH.: XX_OK CHANNEL: xx

Mensagens que aparecem depois de efectuar, correctamente, uma mudança de canal. Indicação do

novo canal de trabalho.

48
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

WAITING RECEIV.
FREQ. CHANGING

Esta mensagem aparece na operação de mudança do canal de trabalho, quando o receptor está à
espera da introducção, por parte do operário, de um novo canal de trabalho, no emissor. A partir da
aparição desta mensagem, se dispõe de 60 segundos para introduzir o novo canal de trabalho. Caso
não for introduzido, o receptor sairá do modo programação e o aparelho ficará no canal que se
encontrava anteriormente, aparecendo à continuação a seguinte mensagem:

OUT OF TIME
REMAINING CH.: xx

Mensagem que aparece no display quando finaliza o tempo de introducção do novo canal de trabalho.

O receptor já não se encontra no modo programação.

BUSY CHANNEL
FREE CHANNEL: xx
Mensagem que indica a existência de outro dispositivo vizinho na mesma frequência de operação que
o nosso aparelho. Perante esta situação o receptor nos oferece como solução um possível canal
livre.

EMERGENCY RELAY
FAILURE No: xx
Mensagem que aparece no display quando falha um dos dois relés de parada guiados.

49
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

DIGITAL INPUT
ACTIVATED No: xx

Mensagem que aparece no display quando se activa alguma das duas entradas exteriores de

segurança, a activação de alguma delas desconecta todos los relés.

SERIAL DRIVERS
FAILURE
Mensagem que aparece no display quando falha algum dos drivers de mando dos relés.

SAVING
CHANNEL: XX_OK

Mensagem que aparece no display quando o receptor localiza o seu código do aparelho e a sua
frequência de trabalho depois de efectuar uma varrida em toda a extensão da faixa dos 70 canais.
Esta situação é provocada pela não recepção parte do receptor de uma mudança de canal, originado
pelo emissor (pelo utilizador).

E2PROM FAILURE

Mensagem que aparece no display quando falha a memória E2PROM do receptor. Neste caso avise
ao serviço técnico autorizado.

50
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

13.2.- TABELA DE DESIGNAÇÃO DE CANAL - FREQUÊNCIA

Canal 1: 433.050 MHz Canal 25 : 433.650 MHz Canal 49 : 434.250 MHz

Canal 2: 433.075 MHz Canal 26 : 433.675 MHz Canal 50 : 434.275 MHz

Canal 3: 433.100 MHz Canal 27 : 433.700 MHz Canal 51 : 434.300 MHz

Canal 4: 433.125 MHz Canal 28 : 433.725 mHz Canal 52 : 434.325 MHz

Canal 5: 433.150 MHz Canal 29 : 433.750 MHz Canal 53 : 434.350 MHz

Canal 6: 433.175 MHz Canal 30 : 433.775 MHz Canal 54 : 434.375 MHz

Canal 7: 433.200 MHz Canal 31 : 433.800 MHz Canal 55 : 434.400 MHz

Canal 8: 433.225 MHz Canal 32 : 433.825 MHz Canal 56 : 434.425 MHz

Canal 9: 433.250 MHz Canal 33 : 433.850 MHz Canal 57 : 434.450 MHz

Canal 10: 433.275 MHz Canal 34 : 433.875 MHz Canal 58 : 434.475 MHz

Canal 11: 433.300 MHz Canal 35 : 433.900 MHz Canal 59 : 434.500 MHz

Canal 12: 433.325 MHz Canal 36 : 433.925 MHz Canal 60 : 434.525 MHz

Canal 13: 433.350 MHz Canal 37 : 433.950 MHz Canal 61 : 434.550 MHz

Canal 14: 433.375 MHz Canal 38 : 433.975 MHz Canal 62 : 434.575 MHz

Canal 15: 433.400 MHz Canal 39 : 434.000 MHz Canal 63 : 434.600 MHz

Canal 16: 433.425 MHz Canal 40 : 434.025 MHz Canal 64 : 434.625 MHz

Canal 17: 433.450 MHz Canal 41 : 434.050 MHz Canal 65 : 434.650 MHz

Canal 18: 433.475 MHz Canal 42 : 434.075 MHz Canal 66 : 434.675 MHz

Canal 19: 433.500 MHz Canal 43 : 434.100 MHz Canal 67 : 434.700 MHz

Canal 20: 433.525 MHz Canal 44 : 434.125 MHz Canal 68 : 434.725 MHz

Canal 21: 433.550 MHz Canal 45 : 434.150 MHz Canal 69 : 434.750 MHz

Canal 22: 433.575 MHz Canal 46 : 434.175 MHz Canal 70 : 434.775MHz

Canal 23: 433.600 MHz Canal 47 : 434.200 MHz

Canal 24 : 433.625 MHz Canal 48 : 434.225 MHz

51
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

13.3.- ENDEREÇOS ÚTEIS

ITOWA S.A.
C/ Faraday, 159
08224 TERRASSA (BARCELONA)
Telf +34-93.733.98.50 Fax +34-93.789.13.51
e-mail: info@itowa.com
http://www.itowa.com

52
COMBI-SYNTHESIZED
MANUAL DO UTILIZADOR

PEDIMO-LHES QUE RECARREGUEM AS BATERIAS ANTES


DE USAR O APARELHO PELA PRIMEIRA VEZ

53