Você está na página 1de 71

MOLHO DE CHAVES

Por Chuck Wendig

A casa - na verdade, apenas uma cabana - ficava em um cume. O cume dava para
um barranco e ao fundo da ravina corria um riacho lamacento, uma serpente de água
agitada e barrenta que serpenteava pelas colinas escuras. Mesmo agora, na parte da
manhã, o sol da manhã já estava quente, pálido e turvo. Um par de urubus circulou
um ao outro acima com asas negras impulsionadas por exalações de ar quente.
Um carro se aproximou. Um sedan prata de quatro portas. Alugado. Nuvens de
poeira levantaram-se atrás dos pneus uma vez que acabou a vegetação torta de grama
verde que creciam à sombra do granito. Ele parou na cabana, pneus aparecendo no
cascalho de calcário. O sol se moveu para se esconder atrás da única nuvem no céu.

“Não parece um grande lugar”, disse Greg, sobre o lugar. Ele tocou em uma lâmpa-
da empoeirada ao lado de uma cadeira irregular. Uma pilha de revistas de caça e de
corrida se espalhou, então suspirou. “Você pode nos dar uma boa e rápida avaliada,
então?”
Bárbara, com seus cabelos lisos de penteado simples e rosto como couro de sela
pálida, estalou a língua e balançou uma caneta. Sua mandíbula mascando teimosa-
mente um pedaço de chiclete de hortelã; mesmo após a viagem de duas horas até aqui,
Greg ainda podia sentir o cheiro de hortelã obsoleto.
“Não é possível ser muito rápido”, disse ela. “Efeitos fiscais. Fins imobiliários. Tudo
mais. Honestamente, eu estou surpresa. Ouvi dizer que você queria vender esta pe-
quena jóia, e eu pensei comigo mesma, que é apenas uma maldita vergonha. Bela
cabana, localizada bem em cima de Buzzard Creek - “.
“Sobre isso”, Karen, a esposa de Greg, colchão? Ou você quer ficar quieta e fazer
começou. “É seco aqui em cima, osso o seu maldito trabalho?
seco, estou tendo hemorragia nasal e eu “Karen, sua rocha, sua constante, a sua
estou usando um monte de hidratante, âncora, colocou uma mão calmante sobre
mas esse fluxo abaixo de nós, é como seu ombro.
corredeiras lá em baixo. Por que isso?” A mulher olhou o imóvel picado como
“Neve derretida”, disse Barbara. se alguém que apenas tirasse a goma da
“Caramba, não havia neve no chão há sua boca. “Você não tem que usar uma
apenas duas semanas. Mas o final da linguagem tão indelicada. Somos pessoas
primavera chegou e assim faz sol. Parte educadas”.
da seca, porém, é todo “Foda-se. Caia fora daqui. Eu
o ar aqui em cima e vou encontrar alguém que
você quer que atente “Eu só sei que quer fazer o trabalho”.
para a doença de
altitude, porque - “ esta pequena jóia
“Ouça”, Greg é um depositário
interrompeu. “Você é Momentos depois, uma porta
a mulher dos imóveis de verdade" bateu. Um motor de carro.
e faz a sua coisa de Mais cascalho sob os pneus.
imobiliário. Eu quero Greg caiu na cadeira, molas
vender esse lugar. guinchando.
Eu não quero ficar com ele.” Ele respirou profundamente. Rangeu
“Se você disser que sim. Eu só sei que os dentes.
esta pequena jóia é um depositário de “Dia difícil no escritório?”, Disse Ka-
verdade, e obviamente, o seu pai o amou ren, de pé atrás dele.
muito; ele parece muito confortável e Ela esfregou os dedos sobre as têmpo-
acolhedor e simplesmente viveu aqui.” ras. Era uma piada, essa pergunta, algo
Barbara fez uma cara triste. que ela perguntou-lhe quase todos os
Greg já tinha o suficiente. “Parece dias. Engraçado - ou pelo menos diver-
ter vivido porque morou aqui. Meu pai tido para eles - porque ele trabalhou fora
morreu de um ataque cardíaco naque- da casa, em seu estúdio no sótão.
la cadeira ali mesmo, por isso é que há Greg riu um pouco. Era bom , tanto
uma lata de refrigerante vazia na mesa, é o busílis templo e o pequeno sorriso que
por isso que há um saco vazio de porra tocou no canto de sua boca. “Mmm. Mês
Funyuns caido no chão. Então, você quer áspero. Ano difícil, década áspera. Vamos
fazer o negócio ou não? Você nos arrasta recapitular, vamos? Papai se divorcia de
todo o caminho até aqui, todo o cami- mamãe há dez anos. Mamãe morre de
nho para o cu da montanha para quê? câncer no pâncreas. Papai compra uma
Vai me dar lição de moral? Me vender casa, esta casa, esta pequena cabana de
um lugar que graças ao Will encontra- orifício, e se afasta do epicentro aproxi-
ram umas minas debaixo do maldito mado do nada. Ah, mas antes que ele se
mude, me diz que sou um desperdício perguntou Greg.
inútil de bom sêmen, porque ele queria “Uma garrafa de Aquafina e dois pacoti-
um trabalhador e em vez disso ganhou nhos de Mentos”.
um artista da aquarela. Em seguida, ele “Ajuste de refeições para um rei, então.
desaparece por dez anos. Nenhum telefo- Vou verificar a geladeira, ver se há algu-
nema. Nenhuma carta. ma coisa lá dentro. Meu estômago já está
Nem mesmo um cartão-postal de roncando.
Buzzard Creek. Depois, então, o velho Você quer sair do caderno e caneta, e
morre. O coração cresce e explode. Ele iniciar o inventário?
Poderia muito bem matar o tempo até a
deixa sua fortuna, que inclui esta pala-
corretora perceber que nos deixou
ciana propriedade e tudo nela, todas as
para morrer no alto
cabeças de animais e
deste cume.
revistas de corrida que
eu poderia querer. Assentados na prate- Ela vai voltar”.
O desperdício inútil leira mais baixa es-
de bom sêmen. Greg abriu a geladeira,
Assim, ficamos em tavam dois pacotes e um cheiro forte
um efeito de olhos embrulhados em papel golpeou a cara dele. Ele
vermelhos, e eu não engoliu uma ância de
consigo dormir porque de acougueiro vômito e respirou fundo.
algum idiota de dois Moscas apareceram;
anos de idade, brincou elas circularam sua cabeça. Não demo-
de roleta russa na parte de trás da minha rou muito para identificar os criminosos.
cadeira há quatro horas. Não foi o suco de cereja ou a prateleira de
“Estou esquecendo alguma coisa?” condimentos em sua maioria vazios. Não,
“Uma coisa”. na prateleira mais baixa foram dois pacotes
“Ah, é? O que?” embrulhados em papel de açougueiro: uma
“A corretora nos trouxe aqui e agora marcada ALCE, o outro URSO. Sangue
ela se foi. Com o carro”. marrom encharcado. Trilhas dele crescen-
Ele mordeu o interior de sua boche- do vermelho e vicioso. Fechando a porta
cha. com o pé, Greg cambaleou para trás, assim
“Bem, merda.” que Karen apareceu com o notebook de
bolso.
“Primeiro dois itens no inventário”, Ele
disse, “dois pacotes de carne estragada.
Não há sinal de telefone celular. Ne-
Talvez possamos vendê-los no eBay”.
nhuma barra. E Greg tinha decidido há
“Sem comida, então”.
meses - como executor da propriedade “Não se você não sabe como matar o
- parar de pagar a conta de telefone na botulismo, não”.
cabana, porque ele não achava que iria “Para o inventário?”
precisar. Então, com certeza o telefone “Para o inventário”.
estava mudo. Eles estavam presos.
“Nós não temos comida ou água?”
O quarto. Onde seu pai tinha dormido eu basicamente não sei merda nenhuma
nos últimos dez anos. Camas de campa- sobre o meu pai. Ele é um grande mistério
nhas com lastros de troncos de pinheiros, para mim. Como eu era provavelmente pra
torcidos e amarrados. O colchão no meio. ele.
Nenhuma penteadeira: apenas pilhas de “Adicione este presente à pilha, então.”
roupas dobradas junto à parede, a maioria Karen se afastou e tilintavam algo na frente
de flanela e denim, um pouco de camu- do rosto de Greg. Um molho de chaves.
flagem e laranja da chama jogado em boa Sete chaves de tamanhos variados pendiam
medida. Sob a cama, três fuzis e duas es- em um anel penduradas e trançadas em
pingardas. Na parede, uma pintura a óleo um arame. “Encontrei próximo a um anti-
de algum Índio escalpelando um urso, e go moedor de pimenta na cozinha”.
duas fotos autografadas “Onde elas
de John Wayne. Greg destrancam?”
esfregou os olhos. Ele Um molho de Chaves. “Essa, meu marido,
estava exausto e entrado é a questão. Além da
no território de “acordado Sete chaves de tama- porta da frente, Eu
e nervoso”. Ele sentiu nhos variados pen- não vi uma única
Karen chegar por trás. fechadura neste lugar.
“Aviso”, disse ele, duradas e trancadas E você?”
varrendo os braços com
um gesto dramático.
num circulo de ara- “Nenhuma”. Ele
checou, levou as
“Nenhuma pintura das me. chaves, olhou para elas
minas. Pinturas de veados por um bom minuto.
e lobos malditos em todos “A porta da frente não
os lugares. Índios em todo canto também, tem sequer uma fechadura. Poderia ser
como se o meu pai não fosse um branco chaves de volta ao leste, eu acho”.
de colarinho azul de Hammonton, New “Elas estavam, basicamente, sobre o
Jersey. John Wayne neste quarto. Gary balcão, porém, com o moinho de pimenta.
Cooper e botões vermelhos na sala de es- Por que deixar um conjunto de chaves de
tar. Tudo autografado. Mas nenhuma das duas mil milhas embora?”
minhas pinturas”. “Temos que chamar Scooby Doo e sua
Ela colocou os braços ao redor de sua turma. Talvez eles possam nos dizer onde
cintura. “Alguma vez você deu-lhe algu- Barbara está também”.
ma?” Karen fez uma careta. “Eu realmente
Bem, não, Greg pensou, mas o velho não acho que ela vai voltar”.
nunca lhe pediu. Mas ele não disse. Em “Sim. Eu também não. “Ele checou seu
vez disso, ele perguntou: “Eu me pergunto telefone novamente. Sem sinal. “Diga-lhe o
o que ele sonhou aqui. Será que ele sonha- quê. Vou lá fora. Vou dar uma volta, bater
va em se arrepender? Foi este o seu lugar meus braços, agitar o celular aproximada-
de paz? Sua... como o Cherokee chamava mente. Ver se eu não consigo algum bar
-o? Caçador Feliz? Você sabe, aberto lá fora. Continue inventariando, eu
acho”.
Karen o beijou na bochecha. “Não caia “Minhas pinturas”.
na ravina e morra.” Foi a primeira coisa que Greg notou.
“Eu vou fazer o meu melhor.” Outros teriam dito que não era a coisa
mais estranha na sala, e não por um tiro
longo. Mas, para ele? As palavras não
Ele encontrou um alçapão. Se puder poderiam descrever.
ser chamado assim. Não muito longe da Na parede do fundo: roxo, aquarelas
linha da cerca, perto da borda da serra e turvas, impressões de uma tempestade
a apenas uns passos de uma casinha meio que se aproxima.
podre, colocaram uma laje de concreto À sua direita: a velha casa da fazen-
no chão. Uma porta de aço enferrujado da, com o celeiro que parecia que estava
econtrava-se no meio. suspirando.
Ao redor da porta, À sua esquerda: os
seis fechaduras, bancos verdes
nenhuma do mesmo “Tudo bem. Vamos luxuriosos acionados
tamanho que a outra. através de uma lança
“Tudo bem. Eu vamos jogar", disse serpentina, o Rio
jogar”, disse ele, tirando ele, tirando o Delaware em Gray
o molho de chaves. Churn.
Tentou as duas primeiras molho de chaves. “Eu não entendo”, disse
na fechadura. A terceira em voz alta, e era
- uma pequena chave de verdade. Ele tinha
bronze, se ajustou. pintado estes quadros. Estes eram os
Antes que percebesse, uma sensação originais. Ele nunca tinha dado ao seu
poderosa o varreu. Ele encontrou-se com pai uma única pintura, nenhuma. Cada
suas mãos e joelhos na poeira e sujeira, um destes três vieram de uma galeria em
freneticamente tentando cada chave em uma pequena cidade não muito longe de
cada bloqueio. Greg ouviu-se ofegante. onde Greg e Karen morava. Comprados
Ouvi seu coração bater em seus ouvidos; por um comprador anônimo; não raro
artérias pulsavam em seu pescoço. Em que algumas pessoas simplesmente se
seguida, a chave final, a fechadura final. recusem a deixar suas informações de
Sentia-se calmo novamente. Um pouco contato.
tonto. No céu, uma pomba lamentou. Ele passou as mãos sobre o vidro, ao
Greg rangeu os dentes, abriu a porta. longo dos quadros. Uma coluna de luz
A câmara escura, envolta em concreto, brilhante brilhou do alçapão acima de
esperou. sua cabeça. Ciscos de poeira rodopiavam.
Greg olhou em volta. Ninguém à vista. Foi então Greg voltou sua atenção
Karen ainda estava na casa, em algum para o resto da sala.
lugar. Puxando a respiração, desceu para A câmara em si não era muito grande.
a escuridão. Não era maior do que uma pequena sala
de estar – 3 metros por 3 metros, tudo de etiqueta na cadeira.
concreto. As pinturas foram parafusadas Ele puxou suas pinturas: em cada uma,
na parede com grossos chumbadores de uma etiqueta.
ferro. Duas estantes assentadas contra as Todas dizendo a mesma coisa.
paredes. Um tapete trançado - uma espiral Leilão Blum e Gipp, e o endereço. Um
de tecidos heterogêneos - estava empoei- endereço na cidade mais próxima.
rado no chão frio e uma cadeira de madei- Greg teve uma idéia. Ele estendeu a mão,
ra bem-vestida estava próxima ao lado de puxou o tapete.
uma lâmpada fina de ouro. Sim, uma etiqueta pendurada por baixo,
Greg acendeu a lâmpada. Pálida, a luz a marca Blum e Gipp, mas outra coisa lhes
encheu o carvoeiro. roubou o fôlego. Sob o tapete tinha um tipo
As estantes estavam cheias de livros. de marcação. Um sinal, um símbolo. Pintado
Livros estranhos. Algo chamado Grimório em faixas escuras de carvão vegetal; ângulos
de Honório. Um pequeno agudos casado com
livro vermelho chamado redemoinhos
Tabuletas de Verkung. Sua ultima imagem vertiginosos. E o chão
O Código de Laldabaoth. estava marcado com
As Viagens de Lark antes de subir foi manchas de sangue velho,
Demonde. Pantagruel e o tapete se con- algumas delas entupidas
Gargantua. Uma de tufos de pelo... animal.
autobiografia de alguém torcendo em mais Talvez de um cervo, talvez
chamado “Chevalier um coelho, Greg não
Thélème”. As Antigas
de mil moscas. sabia.
Ilhas da Pentalogia. Então: voaram.
O Código das Mentiras. Elas saíram do nada, um vórtice de
A Chave de Bronze e Chamas. moscas de ventre gorduroso desceu através
Papai não lia. Não livros. Revistas de da abertura do alçapão. Algumas pousaram
caça, talvez. É claro que Greg não tinha na boca de Greg e ele cuspiu, mas não era
visto o homem há dez anos. Mas se tivesse ele que as moscas queriam: eles pousaram
lido alguma coisa, seria... livros sobre os nas manchas de sangue, sobre as faixas de
índios. Uma autobiografia de John Ford ou carvão. Elas zumbiam e se alimentavam.
Ronald Reagan. Não essas coisas. Rapidamente, Greg arrancou a etiqueta
Então, alguma coisa chamou a atenção do fundo do tapete, em seguida, deixou ele
de Greg. Algo saia de cada um dos livros. cair de novo. O tapete caiu levantando po-
Ele puxou - um pequeno marcador branco eira. Sua última imagem antes de subir foi o
saiu. Escrito à mão no topo: “Leilão Blum tapete se contorcendo mais de mil moscas.
e Gipp”, e um endereço.
Greg puxou um pouco mais. A mesma Lá fora, a luz do dia parecia levar tudo
etiqueta, mesma inscrição. Ele viu um embora. Aves voavam. A brisa agitava dis-
adesivo branco no canto inferior esquer- tante, e o cheiro foi levado por ela.
do da estante: a mesma etiqueta, mesma Ele olhou para as chaves. Sete chaves, mas
inscrição. seis fechaduras. Uma chave restante.
A etiqueta na outra estante. Uma Ele incomodava ele. Recomendou em seu
cérebro como uma mosca na orelha.
“Encontrei alguns Windex”, disse A cidade não era bem uma cidade. A
Karen, brandindo a garrafa como se ela única rua transversal tinha um cruzamento
tivesse acabado de ganhar um Oscar. de quatro vias e um sinal congelado intermi-
“Pensei em como eu limpar invetariando. nente. Um bar com o muro branco assen-
Isso é uma palavra, inventariandos?” tado, janelas embaçadas, melros pousados
“Eu, ahhh, não sei”. disse Greg, alisan- nos beirais das portas da frente. Algumas
do o cabelo para trás. “Eu vou dar um cabanas esmagadas juntas, placas semi
passeio. Nenhum sinal la fora, mas talvez apodrecidas. Uma clínica veterinária com
se eu me virar de cabeça para baixo em uma parede de estuque parecia ser o único
direção a essa cidade, passamos eu vou lugar que estava aberto. Greg piscou os olhos
chegar perto de uma torre de celular”. turvos, raspou a língua empoeirada e seca
Karen se virou, olhou contra os
de soslaio. dentes e depois viu: um
“Você está bem? Parece
Ele olhou para tanto na rua mais
que você - “ as chaves. Sete adiante, um pequeno
“Vi um fantasma. Não. edifício quadrado com
Eu estou bem. É tudo um chaves, só seis teto preto. Uma placa na
pouco esmagador. Eu fechaduras. Resta frente estava escrito
pego você de volta aqui “Blum e Gipp”.
em uma hora mais ou uma chave.
menos”

Enquanto caminhava levantava poeira


atrás de si, seca e chupando sol acima,
Greg ficava vendo algo em sua perife-
ria. Algo estava seguindo-o. Uma forma O sino tilintou.
vermelha, um borrão quente como uma Era muito maior por dentro do que
impressão digital de sangue manchado. parecia por fora. Três corredores oscilaram
Ele olhava, e o que quer que fosse tinha acima dele: antiguidades, tudo ensacado,
ido embora. tudo etiquetado, empilhados juntos sem
Uma núvem de mosquitos que picam nenhuma ordem perceptível. Um boneco de
formaram uma aureola ao redor de sua ventríloquo com um crânio rachado caido
cabeça. sobre uma lancheira de metal arranhada,
Ele espantou-os para longe e conti- apoiada em uma torre de revistas mofadas
nuou andando, descendo após a linha das Vida do Garoto, que meio desabou contra
árvores e na sombra reconfortante - um uma caixa de gelo de madeira com símbolos
alívio em relação ao crescente calor do estranhos em ângulo, riscados nele.
dia.
Um homem apareceu: tufos de cabe- este... bem, eu encontrei alguns itens, e eles
lo branco saindo quase todos os lugares, foram todos marcados com -”
menos na parte superior da cabeça, uma “Respire primeiro, Greg”, disse George
redonda barriga como uma grávida pendu- Blum, seu sorriso nunca vacilando.
rada sobre uma fivela de cinto na forma do “Nós sabemos quem você é”, disse Henry,
Estado do Colorado. acenando com a cabeça. “Sabíamos do seu
“Eu sou Henry Gipp,” disse o homem pai muito bem. Bem famoso. Vem com a
com uma voz nítida e calma (Greg pensou gente, meu rapaz. Nós temos algo para lhe
estranhamente no som da primeira página mostrar”.
de um livro novo se
abrindo na dobra), e
estendeu a mão. Seus olhos, aci-
Antes que Greg podesse
apertá-la, uma voz atrás zentados, nao
dele o fez girar nos olharam direnta- Eles levaram-no de
calcanhares: volta. George atrás dele.
“Eu sou George Blum,” mente para Greg Henry à sua frente.
disse um homem alto, - em vez disso, Chegaram a uma porta
provavelmente pelos seus
com seis fechaduras.
40 anos - e nenhum cabelo pareciam procurar
Henry se atrapalhou
fora do lugar, nem sequer seu contorno, des-
com seis chaves em
uma mancha branca.
Seus olhos, acizentados, lizando o olhar.
um anel de bronze, uma
não olharam diretamente chave para cada
para Greg - em vez disso, fechadura, e ele
pareciam procurar seu contorno, deslizando continuou sorrindo para
o olhar. Greg enquanto ia
“Escute”, Greg se viu começando, ga- abrindo.
guejando, com a boca tremendo enquanto (Quando Greg passou pela porta viu
falava, porque ele não tinha um pingo de mais símbolos estranhos, estrelas como
umidade na garganta - flocos de neve, ou gravadas no batente da
Gipp entregou-lhe uma garrafa plástica porta).
de água. “Você está com sede. Precisa disto. “Seu pai”, disse Henry enquanto cami-
Relaxe. Refresque-se”. nhavam, “amou um pouco você”.
“Molhe o bico”, disse Blum. “Duvido muito disso”, disse Greg.
Greg piscou. Henry Gipp não tinha uma Estava quente ali - úmido, também, o que
garrafa de água antes, tinha? Tanto faz. Fo- era estranho. Ele sentiu o suor na testa, ao
da-se, ele estava com sede. Pegou a garrafa e redor de seu pescoço.
apertou-a em sua boca. “Pish posh!”, Disse George, um chiado
Ofegante, limpou a boca molhada com estranho.
a parte de trás do braço e começou a falar
novamente.
“É estúpido, mas o meu pai, ele tinha
“É como esta”, disse Henry, fazendo uma dentro “Mas eu não vou dizer isso a você.
pausa antes de uma cortina vermelha suja Não gostaria disso”. Henry acariciou a gaio-
que pendia através de um outro batente da la a forma como se fosse acariciar o cabelo
porta. “Seu velho, só porque ele te amava, de uma amante. “É uma coisa engraçada,
não significa que ele sabia como lidar com uma cena engraçada aqui. Porque a cerca
você. Eu sei que ele não manteve contato. de dez anos, seu pai ficou onde você está de
Ele não ligava, o que, dez anos? Mas ele pé, e fez a mesma pergunta que você acabou
achou seus meios. Tinha os seus meios de fazer. Ele veio à procura de... o que era,
de cuidar de você. Manter o dedo sobre o George?”
pulso”. “Cômoda de gavetas,
“Em seu pulso,” George sim senhor. Cômoda de
imitou. “O que está na gavetas”.
“Eu não sei do que você gaiola, Greg, é “Certo. A cômoda. E
está falando”, disse Greg, nós começamos a falar
e ele começou a dizer algo algo realmente e andar, e ele parecia um
mais, mas Henry lhe deu homem em busca de
este olhar, e ele achou a
especial" algo. Porque nosso
língua ligada ao céu da objetivo é agradar, nós
boca. Henry só piscou e o trouxemos para cá para
puxou a cortina. ver se tinha o que ele
estava procurando. Nós fizemos. Ele levou
para casa este utilitário, levou-o profunda-
mente. “
“Eu não estou entendendo.”
“Esse é o ponto. Você não vai. Seu velho
No meio de uma sala escura, no centro queria saber das coisas. Estava com medo
de um tapete oriental cor-de-sangue, estava de chamá-lo ou vê-lo, o que com a coisa
uma gaiola. O suficiente para manter um com sua mãe morrer e tudo. Além disso,
cão grande, mas nada maior. todas as coisas que ele disse para você. As
Dentro da gaiola, algo observava. Quan- coisas não-sonice. O que há na gaiola, Greg,
do se moveu, uma névoa vermelha - como é algo realmente especial”.
uma impressão digital com sangue, Greg George entrou na conversa: “Super
pensou - estremeceu e pulsou. especial”.
Ele ouviu o zumbido distante de moscas. “Lhe dá olhos onde você não tem olhos.
Seus olhos lacrimejavam. O suor escor- Lhe diz coisas que você não poderia saber
ria pelas costas. Ele sentiu-se mal. Febril. de outra maneira. O velho quis saber sobre
“Você vai ficar bem!”, Disse George, ba- você, finalmente, realmente, verdadeira-
tendo nas costas de Greg e sorrindo. mente, te conheço, e esta foi a sua maneira
A voz de Greg voltou, num sussurro: “O de consegui-lo. “
que... que diabo é isso?” A coisa na gaiola estremeceu, fez um
“Ele tem um nome”, disse Henry, se en- estalo sussurrante fraco.
trincheirando pela gaiola e olhando para Greg piscou. Sufocada, tonto, doente.
“Por quê? Por que ele faria isso? Porque mancha.
não bastou... chamar? Porque não bastou “Oh, eu ...”
escrever a porra de uma carta?” Não diga nada, e você vai ter tudo.
“Não posso responder a isso”. Hen- “Greg?”
ry respirou profundamente pelo nariz. “Não estava atento. Passei a mão na
“Porque eu não sei. Mas posso dizer que o merda de um pedaço do parapeito. Eu
nosso amigo na gaiola sabe. Ele sabe tudo encontrei o sinal. Um sinal. Fiz uma cha-
sobre o seu pai. Ele ficou muito aconche- mada e tem um táxi vindo nas próximas
gante com ele. horas”.
Ouvi cada pensamento
Karen aproximou-se,
seu. Experiente tudo o
que seu pai fez. As A forma verme- sentiu sua testa. “Você
está suando”.
pessoas são como as lha flutuava em “Está quente”.
portas trancadas, meu
rapaz. Você só tem que sua periferia. “Você está bem?”
encontrar a chave para “Nunca estive melhor.”
entrar”.
Só ele podia Ele não tinha certeza
“Nós temos a chave”, ver. Só ele po- se era uma mentira.
disse George, esfregando “Eu vou matar um
os ombros de Greg.
dia ouvi-la. pouco mais de tempo lá
“O quanto você fora. Pegar um pouco de
quer a chave?”, ar fresco”.
perguntou Henry. O mundo desmaiou. “Tudo bem, querido”. Ela beijou sua
A forma vermelha tremia, o barulho da bochecha.
porta da gaiola. Greg rangeu os dentes e Vá para o quarto. Tenho coisas para te
fez uma escolha. mostrar.
Ele saiu da casa, o molho de chaves já
tilintando em sua mão. A forma vermelha
“Como você cortou sua mão?” flutuava em sua periferia. Só ele podia
Greg olhou para a palma da mão. A vê-la. Só ele podia ouvi-la.
barra inferior da sua manga foi enrolada E o chute foi o seguinte:
em torno de uma mancha escura mar- Ele falou com uma voz que era quase -
rom. Algumas moscas dançava sobre a quase - de seu pai.
Introducao
Introdução
Nós todos temos nossos demônios.
Para alguns, eles são figurativos: um hábito de jogo, um filho problemático, um passado
assombrado. Mas este livro não é sobre demônios figurativos. É sobre o negócio real, enti-
dades genuínas de fora deste reino: muitos diabretes de boca sibilando e clicando no canto,
uma sombra de pernas compridas, cujo rosto é uma máscara de gafanhotos; uma succubus
com dedos famintos, carne diáfana e o inevitável cheiro azedo do leite que a mãe deixou
em seu rastro.
Um demônio tenta: ele promete segredos contidos em um frasco de vidro, os segredos
que se pode ter apenas estando disposto a pagar o preço.
Outro demônio destrói: Ele se rebela contra todos os que supostamente trabalham para
o bom Deus, rasgando a carne e solo, evisceração o virtuoso e xingando os exorcistas que
caçam-no noite a dentro, noite a fora.
Um terceiro demônio possui: cheira fraqueza, uma espécie de podridão moral e emo-
cional, e ele encontra o viciado ou o louco e abre caminho para a sua alma como larvas sob
a pele, e aí passa a residir, agora duas almas partilham um corpo, o humano e o demônio.
No Mundo das Trevas, demônios são muitas coisas, mas isso não significa que eles não
são coisas reais, oh não. Eles usam muitas faces e buscam muitas coisas (assim como os seres
Oorgulho
orgulho é oe precursor
o precur- mortais que andam pelo mundo, não são espécies demasiado complicadas?) não significan-
frequente da queda.queda.
sor frequente da
O
do que sejam menos sinistros ou menos sedutores.
Foi o pecado
do diabodo diabo ea
Foi o
Os demônios estão lá fora. Você vai ser tentado?
ruina do diabo; e tem sido,
pecado e a ruína

desde sempre, estrategia


do diabo; e tem sido, desde
Indulgências Infernais
do diabo, que, como um
sempre, estratégia do diabo,

especialista, geralmente
que, como um especialista, Pode parecer uma pílula amarga para engolir - e certamente qualquer sacerdote vale
da a elevador
um homem um elevador
geralmente da a um homem o seu sal no Mundo das Trevas discordando veementemente (talvez não, estando do lado

lhe dê um lance. de um lance.


antes que ele lhe
um antes que ele errado de um cano duplo) -, mas os demônios não são maus. Ou, mais especificamente, eles

-- Bispo Robert Sou-


não fazem o mal pelo mal.
th
Bispo Robert South O tema Infernal é este: os demônios são intrinsecamente egoístas.
Eles são movidos pelo pecado, consumidos pelo vício. Eles não são apenas consumidos,
pois eles são as próprias manifestações da iniquidade, nascidos dos desejos escuros e de
loucos apelos. Um demônio quer. Isso é tudo. Sua virtude é apenas uma farsa, uma máscara
que usa para atingir uma meta temporária. Mas seu vício é o que está no núcleo mais pro-
fundo de seu espírito. O inferno titular não é necessariamente as chamas literais do Inferno
lambendo a criatura e tudo a sua volta, são as paixões terríveis, tão rápidas para consumir,
que conduzem os demônios com obstinada determinação.
Para alguns demônios, isto é pessoal: uma criatura colérica busca vingança contra a
família de um exorcista e demonologista que o enviou de volta para o inferno tantas dé-
cadas antes, ou uma entidade nasce do orgulho agarrando-se tão somente a seu sangrento
caminho pelos incontáveis degraus da escada da hierarquia do terrível Pandemonium. Para
outros, é absolutamente impessoal: o demônio faz o que faz porque nada mais conhece.
Ele persegue luxúria, porque é um súcubo, outro obriga os outros ao desfiladeiro, porque é
simples e fraco e tem uma alma genuinamente gulosa.

A Verdade Sobre Demônios


Além de ser conduzido por suas próprias indulgências inegáveis, demônios são:
Fracos. Isso mesmo. Eles são fracos. Eles podem ser física ou sobrenaturalmente fortes,
com certeza. Se alguma Duquesa miserável em seu choro, tiver seu caminho livre da boca do
inferno por algum tempo ela pode muito bem ter a capacidade de rasgar uma cidade inteira
em pedaços, indo tão longe a ponto de queimar a memória de sua incursão da mente de
qualquer um que testemunhou, deixando apenas ruínas carbonizadas e total confusão em
16
seu rastro. Isso, no entanto, não é o tipo de força que estamos à humanidade, é por isso que este livro é tanto sobre os seres
falando. Demônios são espiritualmente fracos, facilmente tenta- humanos que lidam e são afetados por demônios, quanto so-
dos, entregues à poderosos impulsos, mesmo a entidade mais po- bre os próprios demônios.
derosa pode estar perdida em caprichos infantis ou necessidades
cruéis e imaturas.
Nascidos do conhecimento proibido. Demônios (ou daemons) já Como usar este livro
foram tidos como espíritos orientadores, inteligencias efêmeras, Mundo das Trevas: Inferno é projetado para jogadores
criaturas do conhecimento. Mas prevalecentes atitudes religio- e Narradores que querem usar o demoníaco em seus jogos.
sas muitas vezes perverteram seu significado, assim como sátiros Contendo muitas formas e tons do demoníaco, muitos temas,
tornaram-se associados com a imagem de Satanás, ou da mesma humores e idéias de histórias para permitir um certo grau de
forma que a cobra era uma vez um símbolo tradicional de sabe- flexibilidade em seus jogos. É tanto Hellraiser (ou The Hell-
doria, mas eventualmente se torno o signo corrompido do saber bound Heart), assim como O Exorcista; partes iguais Silent
que espreita lascivamente no Jardim do Éden. Seja a verdade qual Hill e Demon City Shinjuku.
for, demônios ainda estão representando formas de sabedoria e Prólogo: Molho de Chaves mostra os segredos infernais
conhecimento, o conhecimento especificamente proibido. De- que estão por trás de nossas expectativas, e também dá um
mônios sabem coisas. Se isto é devido simplesmente por existente vislumbre de quão longe uma existência infernal esta disposta
muito tempo, ou se tem algo a ver com a natureza original do de- a ir para encontrar um pequeno tipo de paz.
mônio como detentore da sabedoria oculta, permanece obscuro: Capítulo Um: Demonologia - sombras e lágrimas expõem
o que está claro é que um demônio pode oferecer conhecimentos os demônios por aquilo que são: refrações da Virtude, refle-
que podem ser inacessíveis ou difíceis de obter de outras formas. xos do vício. As faces diversas do Inferno estão contidas, dos
Um demônio sabe segredos. E vai compartilhá-los... a um custo, fracos murmuradores para os domínios mais poderosos. A ta-
sempre um custo. xonomia de demonologia não é apenas por uma questão de
Rebeldes. O pecado é a rebelião contra a justiça, uma insurrei- determinar a autoridade diabólica, que dá poder de entidades
ção viciosa contra a virtude. Demônios são a personificação da
infernal.
rebeldia, que podem ser vistos como anjos caídos rebelando-se
Capítulo Dois: Pactos Infernais - examina a natureza da
contra um Deus quebrado ou um ninho vicioso de demônios se
relação do homem com o Inferno – uma alegoria de terror
rebelando contra a preeminência da humanidade (muito ciumen-
clássica é a convocação dos pactos com demônios do além des-
tos, muitos pequenos demônios?).
te mundo, e este capítulo cobre isso. O que um ser humano
pode aprender de um demônio? E o que o demônio leva em
Mentiras contadas com língua bifurcada troca? Além disso, você vai encontrar um punhado de Artefa-
E aqui, uma revelação cruel: estamos mentindo o tempo tos “abençoados pelo Inferno” ou corados com a corrupção
todo. Este livro não é sobre demônios. É sobre os seres huma- demoníaca.
nos. Demônios não são realmente interessantes, eles são? Oh, Capítulo Três: Os Possuídos - Às vezes, a relação do ho-
eles são interessantes em um caminho religioso, barroco, estra- mem com os demônios vai terrivelmente mal. Não se trata de
nho e sobrenatural, mas como personagens são razoavelmente fazer pactos ou acordos. Não, às vezes um ser humano cresce
de uma nota só quando se trata de entidades jogáveis. O que muito fraco ou muito pecaminoso - rasgando buracos em sua
é interessante sobre os demônios são os seres humanos afeta- própria alma, e através deste lugar vago demônios podem ras-
dos por eles, e este livro os tem aos montes: demonologistas tejar. Quando o fazem, o ser humano torna-se possuído, com
esculpindo sigilos em suas palmas para chamar alguma pálida e um hospedeiro no corpo, que joga em casa para a alma huma-
deslizante larva diabólica, gangues de exorcistas encaminhando na e demôniaca. Quem tem o controle? Você vai encontrar as
a violenta influência Infernal (não importa o quando doa), to- regras de criação de personagens, bem como um exame das
los que se enfraquecem tão profundamente que um demônio é vestes Infernais, aquelas habilidades que se manifestam a par-
capaz de possuí-los fazendo de seus corpos fantoches em busca tir do demônio sangrando na carne do hospedeiro.
de prazer ou dor, e esses monstros infelizes que são o patrimó- Finalmente, o livro une tudo isso com um grande grimói-
nio próprio Lúcifer ficam se mexendo em seu DNA como um re repleto com antagonistas. Capítulo Quatro: As Hostes do
monte de vermes famintos. Inferno lhe dá uma variedade de demônios, os personagens
Sem os seres humanos, os demônios são sem sentido. Os possuídos, e aqueles que fizeram pactos com o Pandaemo-
seres humanos são os árbitros do vício; demônios podem in- nium para ganhar poderes cruéis. Além disso, você vai apren-
corporar esses vícios, mas demônios sempre foram o reflexo de der sobre o L’enfants Diabolique, aqueles seres humanos que
uma cultura humana. Aleister Crowley falou para um “demô- despertam para descobrir que um cisco Infernal se esconde
nio abissal” através de uma tábua de Ouija, eo demônio falou em sua linhagem, um pouco DNA distorcido desde muito,
em línguas humanas usando frases humanas. O anjo caído Aza- muito tempo atrás.
zel supostamente ensinou as mulheres como pintar o rosto com Nas sombras, os demônios se reúnem. Você ouvie o zum-
maquiagem. Na tradição hindu, se uma pessoa é suficientemen- bido das moscas? O sussurro das páginas de pergaminho vi-
te egoísta, ao morrer a sua alma não se move no ciclo da reencar- rando? O cheiro de sangue desenhado em grandes espirais e
nação cármica, e em vez disso nasce imediatamente como um cortes na parede? Você vai fazer um acordo com o demônio?
espírito demoníaco. Demônios estão inexoravelmente ligados Abra o livro e descubra.
17
como usar este livro
Você percorreu um longo caminho.
Você nunca foi jovem. Seus ancestrais remontam nas brumas,
em outra época que eu não estou autorizado a falar. Eles eram
estúpidos. Eles não tinham ambição. Desejo. Lá havia algo em
comum entre nós. Quando você nasceu, pensei que ia ser como o
resto, fodendo vergonhosamente sob a chuva, confinando sua
violência ao domínio de inocentes gestos embaralhados.
Quando você pegou uma pedra, eu sorri. Quando eu vi
sangue nela, eu aplaudi. Finalmente, alguém estava falando a
minha língua.
Houve apresentações embaraçosas. Você nunca me viu antes,
mas eu estava sempre ali, esperando, até que os seus sentidos
estivessem desenvolvidos. Quando eles levaram-no
para fora, eu o segui. Quando você voltou com fogo
(nem precisa nos agradecer por isso) e os queimou, eu
o elogiei enquanto eles gritavam e amaldiçoavam. Eu fiz
algumas sugestões, mostrei como fazer um trabalho melhor
na próxima vez.
Sei que você se sentiu culpado algumas vezes, mas
te ajudei a superar isso. Colaboramos
em algumas técnicas para definir o seu caminho
certo. Em primeiro lugar, aprendeu a diferenciar
as pessoas fracas. Honestamente, eu fiz apenas
uma pequena sugestão, mas você que
realmente o fez. Você inventou palavras para
mantê-los baixos.
Bárbaro. Escravo. Infiel. Vagabundo. Você
fez novas ferramentas para dar a essas
palavras algum sentido. Bastante coisa para
falar com um espeto ou um conjunto de bomba, não?
A fraqueza vai ser sempre o seu fardo. Eu
simpatizo.
Eles tem os números ao seu lado, mas eu estou
tentando fazer que eles cheguem ao seu modo de pensar.
As vezes para obter o melhor de você, te fiz pensar que
estava errado.
As vezes, você mesmo me culpa por tudo o que aconteceu.
Não é bem assim.
Pense nisso da seguinte forma. Como se nós já andássemos
ao longo de uma praia juntos e quando você olha para trás via dois
pares de pegadas em alguns lugares, mas apenas um par em outros,
quando você estava no seu pior momento. Você pergunta: “será que você
me levou a isso e me obrigou a fazer aquelas coisas horríveis?”
Não, você é um miserável covarde. Você me carregou. Você não poderia
dar um outro passo sem me levar junto, para então poder dizer: “O diabo
me fez fazer isso”. Tudo que fiz foi falar.
Está tudo bem. Eu te perdoo.
Eu sempre vou te perdoar.
Capitulo Um:
Capítulo Um:
Demonologia
Demonologia
Demônios são fracos, realmente. Eles são falhos além de falhas mortais, hu-
mildes, esmagados sob o calcanhar das coisas mais puras do mundo. Pessoas os
derrotam todos os dias, embora possam não conhecer o coração sobrenatural de
um impulso, um sussurro ou um tique errante. No Inferno, eles podem ter palácios
de bronze e osso sendo senhores das almas dos condenados, mas no mundo dos
vivos, eles são quase nada: um truque da mente, um pressentimento trevoso. É
tudo o que eles são, até um ser humano preso no meio de malícia pessoal dár-lhes
um nome e poder.
Sem uma vontade má, eles não são nada. Mas mesmo que os demônios sejam
fracos, o mal é forte.

Mitos e Fatos
Nomeio
meiododo caminho
caminho de
No de A verdadeira natureza dos demônios é um mistério, mesmo os maiores estu-
nossa vida
vida Encontrei-me diosos do ocultismo lidam mais com lendas do que fatos concretos. Demônios
nossa Encontrei-me
numa selva obscura,
obscura, que
que aa
são mentirosos, afinal, e sua relação peculiar com o pecado humano torna difícil
numa selva
estradareta
retafora
fora perdi-
encontrar relatos objetivas. Mitos que são verdadeiros? Vamos quebrar descrições
estrada perdida.
da.
populares pela sua veracidade.

-- Dante Alighieri,
Cultos e feiticeiros convocar e demônios mesmo comando: Verdadeiro. As
Dante Alighieri,
Inferno
condições espirituais que dão poder aos demônios também os submetem a restri-
Inferno ções. Alguns demônios podem ser convocados e obrigados a obedecer ocultistas.
Outros demônios possuem total livre-arbítrio, mas fingem que podem ser ligados.
Demônios pertencem a hierarquias e têm nomes secretos: Verdadeiro na maior
parte do tempo. Um demônio ganha mais poder sobre o mundo quando os outros
o definem. Não pode ser verdadeira qualquer hierarquia demoníaca, mas existem
muitas classificações e nomes que exercem uma preensão poderosa no Inferno.
Os demônios não podem prejudicar os puros de coração: Falso tanto quanto
qualquer um sabe. Demônios exploram o pecado. Apesar das histórias de santos
e bodhisattvas que não podem ser possuídos, tentados ou mesmo perturbados, é
uma coisa rara encontrar o artigo genuíno.
Os demônios são espíritos malignos: Verdadeiro. Demônios são uma classe de
espíritos. Há muitos espíritos no Mundo das Trevas. Demônios impregnam pratica-
mente a todos os espíritos, o ponto é que difícilmente se distingue os “verdadeiros”
demônios de espíritos maliciosos. Talvez seja uma diferença de grau, não de tipo.
Demônios são anjos caídos: Desconhecido. Demônios chamavam a si mesmos
anjos caídos, espíritos obscuros e partes da psique humana, dependendo do pú-
blico e seus esquemas particulares. Na era moderna, os demônios especialmente
gostam de jogar a parte de rebeldes para capacitar as pessoas que já foram “escravi-
zados” por princípios morais convencionais.
Demônios são fragmentos de vícios humanos: Um pouco verdadeiro. Como ocul-
tistas conhecem bem, os demônios estão intrinsecamente ligados aos vícios. Alguns
até começam a sua existência como vícios magicamente compelidos. Um toque do
infernal os distorce fora de controle. Também deve ser notado que a malignidade
demôniaca não está inerentemente ligada à condição humana. Lobisomens, vam-
piros antigos e até mesmo espíritos caíram à tentação demoníaca.
20
Demônios são mentirosos: Muito, muito verdadeiro. De- •••• Existe uma horda de demônios com muitos
mônios não mentem inutilmente, mas eles mentem. Eles são disfarces: O personagem sabe que não há uma hierar-
enganadores qualificados, a ponto de poderes sobrenaturais não quia objetiva de demônios por si só, mas uma classe
poderem roubar segredos de suas “mentes” nem detectar falsida- de espíritos maléficos que têm características comuns.
de. Ironicamente, esta propriedade realmente ajuda caçadores Ele sabe que os demônios e espíritos goeticos feridos
de demônios sobrenaturais a encontrar suas presas, já que é uma podem ambos serem demônios, mas que nem todas es-
das poucas qualidades objetivas que definem verdadeiros demô- sas criaturas são “membros” desta classe de seres, e que
nios para além de outros espíritos. um mero “espírito do mal” pode se transformar em um
Demônios possuem os vivos: Verdadeiro. Demônios tam- demônio verdadeiro.
bém possuem os mortos-vivos, mortos, espíritos, animais, muitos ••••• O mundo mortal define os demônios: De-
seres sobrenaturais, lugares e objetos. Almas humanas normais mônios tomam o seu poder de conhecimento oculto,
e demônios interagem de maneiras estranhas, porém potentes, objetos, lugares e pessoas. Estes se ligam ao demônio
dando origem ao Possessed. em uma “forma” metafísica que melhora o seu acesso ao
Fé, símbolos religiosos e lugares sagrados repelem os demô- mundo da matéria, embora eles também possam impor
nios: Verdadeiro, às vezes. Quando um demônio se manifesta certas limitações, tais como a capacidade de se compro-
no mundo sob certas condições, pode ser vulnerável a fé sincera, meter com um ritual, ou a necessidade de estar perto de
terra santa ou artefatos religiosos. um objeto-chave.
O inferno existe: Ah, ele certamente existe. •••••• (geralmente Ocultismo ••••• com es-
pecialização em Demonologia) - conhecimento Secre-
to: O personagem sabe algo sobre a natureza última de
O Que Demonologistas Sabem demônios na crônica do Narrador.
Nem todo ocultista é uma demonologista, mas os demônios Seres sobrenaturais que foram totalmente iniciados
são tão centrais para o conhecimento sobrenatural que você se- em suas respectivas sociedades conhecem um pouco
ria duramente pressionado para encontrar um estudante sério mais, tanto quanto se cruzam com a sua tradição nati-
do oculto que não tenha feito pelo menos um exame superficial va. Um mago instruído sabe que verdadeiros demônios
do campo. Em termos de jogo, isso significa que personagens têm muitas necessidades, geralmente as mesmas tanto
com pontos de ocultismo automaticamente tem alguma com- no plano astral quanto no reino material, por exemplo.
preensão sobre demônios, embora eles filtrem os fatos através de
seus próprios sistemas de crenças. Este conhecimento geral não
confere automaticamente a habilidade de invocar os demônios,
vinculá-los ou descobrir fraquezas específicas. Como de costu-
Sobre a Natureza
me, requer uma investigação (Inteligência + Ocultismo) ou uma
busca desesperada por uma memória (Raciocínio + Ocultismo).
dos Demonios
Eles são enganadores, capazes de assumir inúmeras
Se um personagem tem a Especialização de habilidade ‘De- formas. Um demônio pode ser um fragmento da alma
monologia’, adicione um ponto para o seu conhecimento auto- de um feiticeiro velhaco, um fantasma cujos mil anos de
mático quando você consultar a seguinte lista de fatos. O per- ódio o promoveram para as fileiras do inferno, ou até
sonagem sabe as informações em sua habilidade atual, além de mesmo uma voz na sua cabeça que sussurra sugestões
todas as informações que o precedem na lista. vis. Para minimizar a confusão usamos o termo “demô-
• Rumores e boatos: O personagem não sabe muito na for- nio verdadeiro” para definir uma certa classe de seres
ma de fatos concretos, mas Narradores devem sentir-se livres que podem nascer de maus espíritos, lugares, pessoas e
para fornecer pistas e liderar as pesquisa para os ganchos mais coisas, mas têm qualidades que os distinguem de suas
óbvios da história na Crônica. origens. Porém, não se deixe enganar. Esta designação
•• Os demônios têm a essência de certos pecados dentro não é para implicar que outros seres malignos não sejam
deles: Cada demônio é especializado em um determinado peca- demônios reais, mas para esclarecer que eles não são
do, em termos de jogo a manifestação de pelo menos um vício. inerentemente os tipos de seres em discussão.
Demônios poderosos estão por vezes ligados a vícios múltiplos. Verdadeiros demônios são marcados por certas ne-
Todos os demônios querem dar seus vícios uma presença maior cessidades e características. Podemos falar deles como
no plano material. se eles viessem do inferno e se fixassem em algo além,
••• Pecados fazem demônios mais fortes: O personagem para corrompê-lo. Isso pode ser verdade, mas novamen-
sabe que no mundo dos mortais, os pecados favoritos de um de- te, é possível que cada coisa aqui cresça a partir de suas
mônio o sustentam e podem até fortalecê-lo. No entanto, desta origens. Talvez cada espírito tenha um demônio dentro
forma os demônios não se beneficiam de seus próprios maus de si, e os murmuradores sejam nada mais do que proje-
atos. Alguém mais deve cometê-los. ções de uma mente montada em malícia humana.
21
a natureza dos demonios
Um Demônio para Cada Pecado candidatos a amantes, antes de afirmar o seu domínio com
Demônios são especialistas. Cada demônio está liga- abuso e humilhação. Trata-se de um demônio do orgulho
do a um vício e a uma manifestação específica. Demô- sexual.
nios poderosos têm carteiras mais amplas. Demônios
podem adquirir outros poderes com base na maneira
como eles se manifestam, mas são todos dedicados a for-
Os Primeiros Sussurros
No inferno, os demônios podem ser onipotentes, capa-
mas específicas de malícia. Alguns diriam que eles são
zes de fazer chover cada castigo ordenado por Deus, encar-
parte do pecado, da mesma forma que o espírito de um
nações pecaminosas da vítima ou malícia infinita do demô-
rio é o rio. Exemplos:
nio, sem fim. Por predefinição, um demônio pode exercer
• Um demônio da gula convence o proprietário de
apenas um toque mais leve fora do Inferno, e só quando
uma fábrica em uma cidade pequena a cortar salários e
alguém abriu-se para entrar em contato através do compor-
ignorar as leis trabalhistas para financiar um imóvel cada
tamento malicioso. O demônio se manifesta como uma
vez mais ostensivo. Depois que o demônio usa-lo, ele
voz, coincidências menores, escritos descartados (incluindo
empurra uma mulher para queimar seu próprio prédio.
e-mail anônimo) ou um sonho perturbador, mas não pode
Meia dúzia de pessoas morrem de modo que ele pode
impor a sua vontade sobre uma vítima ou verdadeiramente
usar o dinheiro do seguro para pagar sua traficante. Este
prejudicá-la de alguma forma. Ela só pode cutucar e sugerir.
é um demônio da gula agindo através da propriedade.
Demônios inteligentes se mascaram como o próprio monó-
• Um demônio sempre convence as vítimas a quei-
logo interno de uma vítima. Há muitos nomes para essas
mar seus inimigos até a morte. Este é um demônio da
manifestações. Nós vamos usar o termo genérico Whispe-
Ira e fogo.
rer. No Mundo das Trevas, alguns textos sobre demonolo-
• Um mago conjura seu orgulho em uma forma espi-
gia usam este nome também. Aqui esta como um Whispe-
ritual (magos chamam isso de um demônio Goético). Já
rer pode se manifestar:
que possui verdadeiros poderes demoníacos ele aprende
• Depois que ele atinge a sua filha pela terceira vez, ele
a possuí-lo. Sem o conhecimento do mago, ele passa as
ouve uma voz que diz: “Pegue essa faca de cozinha e dê a
noites cantar feitiços de controle da mente para atrair
cadela uma marca para se lembrar disso”.
22
• Quando o chefe volta do almoço ela encontra um ar- para ajudar a ganhar supremacia sobre lobisomens rivais. O
quivo de texto no desktop do seu computador. Ele diz: “Se orgulho insensível do ato muda o espírito em um demônio
você é muito estúpido para descobrir quem entrou no seu verdadeiro, e ele logo descobre que tem poderes que nunca
sistema, você é muito estúpido para executar essa função”. previu.
• É o seu trabalho dirigir o caminhão cheio de ajuda Uma vez que um demônio ganha uma forma mundana ele
alimentar para a aldeia, mas o radiador aqueceu quando o pode voltar a ela novamente, desde que ele possa reproduzir
aproximadamente as condições que lhe deram a nova forma.
comboio de um coronel corrupto de passava por com sua
Se alguém encontrar o ritual para invocar Makazirel novamen-
unidade. O coronel está com medo de atrair a atenção es-
te, ele chega com o mesmo poder. Moer diamantes cobiçosos
trangeira por apenas roubar, mas ele se ofereceu para pagar em pó, em um conjunto de esmeraldas que compraram de
ao motorista e desviar suprimentos, e esta é a oportunidade trabalhadores forçados na América do Sul, pode acolher o de-
perfeita. mônio seguinte.
O objetivo de um Whisperer é aumentar seu poder. Ele
faz isso convencendo seus contatos a saciar os pecados favori-
tos do demônio ou dar-lhe uma forma conceitual através de
pesquisa oculta, arte e ritual. Se o demônio é bem sucedido, Um mundo
ele aumenta a sua presença no terreno mundano e cresce
cada vez mais perigoso. de Danacao
Você não é uma boa pessoa.
Você vive no século 21, durante o qual temos documenta-
A Forma do Mal do o mal até seus elementos mais repugnantes. Nós não temos
Demônios não são como os outros seres sobrenaturais. nenhuma desculpa para o pecado, porque podemos acompa-
Eles são parte do discurso público, e não apenas como me- nhar os custos sociais, psicológicos e históricos do mal de ano
táfora. No mundo antigo, nós os culpávamos pela doença, a para ano, dia a dia e às vezes até de uma hora para outra.
guerra, o mau tempo, quase tudo. Na era moderna, a maioria Temos narrado todos os vícios humanos com mais rumores
das pessoas voltam as costas quando culpamos os demônios de escritura, lendas, e homilias. Há taxonomias escuras: lis-
pelo sofrimento do mundo, mas os demônios não fugiram tas e advertências que definem a psicopatia, fascismo, e todos
dos nossos medos completamente. Muitos ainda acreditam os outros favores de malícia, registros em fotos, microfilmes,
em demônios ou os têm transformado para atender a nossa bancos de dados e transcrições. Registramos o caminho do
forma de estruturar o mundo. Alguns dizem que um demô- fogo dos neurônios do estuprador e abrimos as valas comuns
nio é um fragmento de consciência corrompida; outros fa- deixadas por genocídios. Notamos efeitos mais sutis, também.
lam de memes venenosos. Nós pegamos corporações roubando países inteiros, enquanto
A forma que damos ao mundo, e o lugar que damos de- os CEOs riam para si mesmos como sendo “Os Mais Espertos
da Sala”.
mônios lhes permite invadi-lo. Esta não é uma questão de
Você já leu sobre o pior dos piores. É nisso que a notícia se
crença na criação da realidade. No Mundo das Trevas, de-
concentra, depois de tudo. Você já viu todos os tipos de males.
mônios simplesmente existem, não podem ser banidos com Você sabe o que ele faz com as pessoas. Ainda assim, persiste.
vontade crua ou pensamento positivo. Apenas a definição Você tolera a fome, a pobreza e a violência, mesmo quando
de um demônio também não lhe dá poder. O ato deve ser as causas são claras. Interesses nacionais conduzem exércitos
vinculado a uma violação moral ou ambição má. em cantos distantes do mundo, mas há lugares com recursos
Nomes e hierarquias não são a única maneira de um de- escassos, as pessoas cortando umas as outras com facões e você
mônio construir poder no mundo mortal. É apenas um mé- não está interessado. Há ainda assassinos e racistas, especula-
todo de muitos. Todos eles se juntam ao demônio na nossa dores glutões e policiais corruptos. Você já viu tudo isso antes,
realidade através de um símbolo, objeto ou pessoa associada mas nunca muda, mesmo quando você sabe como mudar isso.
a um ato de maldade. Aqui estão alguns exemplos: É que isso será muito difícil, muito arriscado ou você sim-
• Um ocultista procura furiosamente uma maneira de plesmente não se importam o suficiente?
matar seu rival. O nome “Makazirel” vem para ele esponta- Objetar, se quiser. Você tem uma família para alimentar.
neamente. Ele constrói um ritual usando o nome, e convoca Você tem que fazer concessões. Você não pode ser tão bom
um Whisperer, que assume o manto de Makazirel, crescendo quanto um santo. Você não pode contar para mais ninguém
o que fazer. Os problemas do mundo são muito grandes para
no papel, tanto quanto ele é capaz.
uma pessoa, ou mesmo alguns, manusear. Talvez você teria
• Uma mulher vende seus filhos por uma fortuna em dia-
votado para o candidato com integridade, mas o outro cara vai
mantes. Os diamantes lhe dão cobiça, um símbolo concreto, cortar seus impostos, e o que você pode comprar com a justi-
abrindo caminho para um demônio habitá-los. ça? Talvez todas essas coisas terríveis são simplesmente muito
• Um lobisomem vai para o limiar de uma ferida e liga-se divorciadas das suas próprias experiências. Você não sabe por
a um espírito com sangue humano para escravizá-lo a serviço onde começar. Você apenas tenta fazer a coisa certa em sua
de seu bando. Eles vão usá-lo como um espião e assassino vida diária, não é?
23
um mundo de danacao
Talvez, a verdade seja que você nunca foi testado. Você é realmente melhor do que eles? Malfeitores prova-
É fácil fazer a coisa certa quando a coisa errada, não é velmente experimentar pressões nascidas de seu ambiente, a
mesmo conveniente. Estas escolhas morais nem sequer pobreza neuroquímica. Finge justiça, mas você simplesmen-
pode ser classificadas como “boas obras”, uma vez que te não sabe o que você faria. Você não tem nenhuma prova.
não apresentam nenhum dilema. Talvez você possa se Enquanto isso, de vez em quando você retira um pouco de
imaginar sendo apresentado com uma escolha real, no bondade, apenas um passo pequeno que não pode machu-
entanto. Talvez as piores pessoas em ascensão ao poder car ninguém. Você ri de uma piada preconceituosa quando
peçam para você se juntar ao Partido. Talvez eles ofere- as metas não estão em jogo. Talvez você estremeça, mas não
çam suborno e você não vai levá-lo. Cada vez, a sua auto queremos causar uma cena. Você a chama de vagabunda
fantasia pode fazer a escolha certa, ou privadamente, o burra para um riso rápido, porque todo mundo a odeia
errado, apenas pela emoção de desviante ou fazer catar- também.
se dela. Não importa. Você provavelmente acha que vai Sua vida é cheia dessas pequenas falhas. Não há pelo
fazer o bem caso a pressão se torne um empurrão. Infe- que se desculpar. Você vive no século 21. Você sabe por que
lizmente, fora da sua esfera de experiência, as pessoas que é errado, e onde os seus fracassos morais o levariam se
fazem a escolha errada o tempo todo.

Demonologia Multicultural
Esta seção fala sobre a metafísica do mal e como isso afeta a forma como os demônios
se manifestam. Não fique com a idéia de que você deve resolver sobre a natureza do mal
imediatamente, ou que você tem que aderir a uma forte premissa. Se você quiser misturar e
combinar idéias, considere as seguintes opções.

Demônios mentem: Demônios amam enganar as pessoas. Eles vão dizer qualquer coisa
que leve as pessoas ao pecado, mas existe apenas uma verdade. Neste tipo de crônica, a
maioria das religiões são falsas e demônios as promovem para tornar a humanidade mais
vulneráveis. Esta é uma doutrina real em algumas religiões fundamentalistas e, portanto,
tem um monte de tração cultural. Por outro lado, isso pode realmente ofender o seu grupo
de jogo, por isso certifique-se que realmente seria desfrutada uma crônica onde, por exem-
plo, taoístas estão certo e todo mundo está errado.

O mal é um mistério: Todas as religiões estão erradas. Os demônios têm uma hierarquia
que difere da natureza dos escritos humanos, com a possível exceção de alguns tomos
ocultos e raros. Se você jogar um jogo com personagens sobrenaturais, a verdade pode ser
encontrada dentro de suas mitologias secretas. Se demônios são anti-qashmallim, corruptas
emanações Supernas ou os verdadeiros criadores de vampiros corre o risco de jogadores
alienados serem impelidos a um conjunto diferente de lendas, mas, ao mesmo tempo, estes
fornecem recursos imediatos para uma crônica que indique progresso verdadeiro sobre a
natureza dos demônios.

O mal é pessoal: Há demônios diferentes para pessoas diferentes. Se um cristão atrai um


demônio, ele serve ao demônio Satan. Se um ateu atrai um, é uma doença mental com
efeitos psicóticos. Se você seguir esse caminho deixe a natureza última e imprecisa do mal
e concentre-se no que fazer dos demônios em situações particulares. Quando um demô-
nio chega, ele se comporta de acordo com a mitologia dominante. A trama adere às suas
regras, e os jogadores podem usar as forças culturais predominantes em seu proveito.

Deleite-se com Paradoxos: a corrupção demoníaca poderia ser capaz de destruir a lógica
e a consistência de si. Como um todo, o Mundo das Trevas não tem uma premissa metafí-
sica, a menos que o Narrador decida assim faze-lo. Aceitar as contradições e até mesmo
jogá-las para cima, enfatiza o quão frágil a compreensão humana realmente é.

24
fossem só um pouco mais extremos. A verdade é que você governando o bem eo mal, lutando pelas almas de toda
não é uma boa pessoa, ou pelo menos, não perfeitamente a humanidade. Zoroastrianos modernos acreditam
boa. Demônios te amam por isso. Eles sabem que você tem Spenta Mainyu tenta levar a humanidade à verdade e
o potencial de que eles precisam. Você só precisa do estímu- sabedoria de Ahura-Mazda, o criador último, enquanto
lo correto. Angra Mainyu leva a maus atos. Maniqueístas (e, possi-
velmente, zoroastrianos antigos) não acreditam em um
Deus supremo, bom em tudo, há apenas os gêmeos do
bem e do mal, lutando nos corações humanos e espíri-
O Antigo tos subordinados.
Talvez isso tenha preparado o palco para a idéia po-

Problema
É um exagero dizer que os demônios não têm poder
pular moderna de Satanás como um anjo rebelde que
balançou parte das hostes para o seu lado. Algumas tra-
dições dizem que um terço dos anjos caiu e até mesmo
contra o virtuoso, mas também não é algo longe da verda- hà pretensão de saber seu número, mas os valores estão
de. Não é fácil para um demônio escapar do Inferno. Se na faixa dos 200 a milhões de pessoas.
houver um portão, ele rasteja pela abertura apenas durante A partir desta perspectiva, os demônios são anjos
atrocidades. Se há uma parede barraando o caminho, o pe- caídos, ou os espíritos de uma hierarquia que flui do
cado cria uma fratura de curta duração. Demônios escoam menor imp para a raiz de todo o mal. Os demônios são
para fora de um fluxo para o mal. Um dia, algo nos ciclos parte de um plano épico, e seu sucesso ou fracasso vem
secretos do universo poderia deixar demônios pisar a terra balançando as almas humanas ao determinar o caráter
mortal à vontade, mas por agora, a imoralidade é a única do cosmos. Se eles capturarem muitas almas, ou inspi-
coisa confiável que abre as portas para o nosso mundo. rarem alguns para realizar algum mal ato já a muito pro-
Religiões, filosofias e, agora, a ciência cognitiva tentou fetizado, então o adversário vai vir ao mundo ou Deus
de tudo para explicar o que torna os seres humanos sus- pode destruí-lo para salvar os justos.
cetíveis ao que os cientistas chamam de “comportamento
anti-social”, e moralistas chamam mal. Pode ser parte do
genoma ou um bloqueio na essência espiritual da humani-
dade, ou pode ser algo que todos nós escolhemos. Todas es-
sas narrativas tentam explicar o que é o mal, e por isso que Os Jinn
é tão atraente. Essas histórias são histórias de demônios, No Islã, a tradição diz que Iblis o adver-
também, porque os demônios e maus pertencem a uma es- sário não era um anjo, mas um dos gê-
sência. A natureza do mal é a verdade do Inferno. nios, um povo invisíveis feito de “fogo sem
fumaça.” Os gênios, os anjos e os seres
O Adversário humanos são as três criações de Allah.
Satanás. É uma palavra e idéia com origens antigas. Uma Allah elevou Iblis até o poder ea beleza dos
etimologia diz que vem do verbo “acusar”, e em hebraico, anjos, mas quando ele ordenou que se cur-
vasse diante da humanidade, Iblis recusou,
ha-Satanás tem essa conotação. Ele é o acusador, que testa a
dizendo: “Eu sou melhor do que eles. Tu
fé de Deus. Uma raiz possível significa “andarilho”. Em Jó,
me criaste de fogo, enquanto eles criaste
Deus diz a Satanás que ele terá “de ir para lá e para cá na
de lama.” Iblis, assim, se tornou o primeiro
terra, e andando para cima e para baixo dela.” Ele é um ser
dos Shaitan, ou espíritos malignos. Iblis in-
de outro mundo, dado a autoridade para trilha-lo e testar fluenciado muitos dos gênios, embora não
almas humanas. todos, ainda há gênios justos no mundo
Estirpes diferentes do judaísmo conflitem sobre o papel que secretamente ajudam a humanidade.
de Satanás, mas em geral, ele não é o grande inimigo de
Deus, mas apenas um. Estando com um papel a cumprir, Uma diferença importante entre Iblis e seus
no entanto este não é o único. Alguns escritos dizem que pares é que ele não é o inimigo de Deus,
Satanás inventou a morte, ou era um príncipe da Grigori: porque seria impossível para um ser onipo-
que assistiu anjos ensinarem artes a humanidade e ciência, tente realmente ter inimigos. Ele está sendo
mas foram finalmente corrompidos pela luxúria. punido por seu orgulho, mas também serve
Alguns historiadores acreditam que Satanás foi levado ao propósito de testar as almas humanas.
de servo de Deus a um inimigo por influências do Zoroas-
trismo e maniqueísmo. Ambas as religiões (a última é des-
cendente da primeira) dizem que existem duas potências,
25
o antigo problema
Deuses da Escuridão Politeísmo e 11 panteísmos cobrem o mundo, e em muitos
lugares ainda são a religião dominante, até mesmo prosperam
e os Maus Espíritos
ao lado de grandes e organizados monoteísmos e filosofias.
Se há um Deus, ele (ou ela) prefere confiar na fé,
No Japão, por exemplo, o budismo é a fé de funerais e reti-
onde a prova é difícil de encontrar e nunca incon-
ros silenciosos, enquanto Xintoísmo é a prática do dia-a-dia.
testável. Talvez haja muitos deuses, governando um Deuses e teologias formar relacionamentos complexos e instá-
universo em convivência caótica. O bem eo mal são veis inspirando teorias a respeito da criação e formando uma
afiliações ou aspectos do caráter divino. Este pode imagem do cosmos. Esta complexidade Aplica-se a questões
ser um mundo onde Set, deus das trevas, morais também. O mal não é uma frente comum contra toda
envia as forças do mal contra rivais no a moralidade, mas abarca dezenas de perspectivas corruptas.
panteão, onde os xamãs ficam em Em alguns mitos, até os bons deuses têm momentos maus. A
guarda contra o venenoso paixão de Ares leva soldados a se destacar, mas sua fúria der-
coração de bruxas e espíritos, rama o sangue de forma armada e desarmada. Ele é a guerra
onde os Titãs foram sem restrição. Existem alguns deuses Dedicados ao mal, mas
esculpidos no mesmo o melhor que conheci em setembro tem outras fun-
sangue que fez ções. (Na verdade, setembro foi considerado um Deus benevo-
o mundo, ou lente durante o meio tarde e início de novos reinos.) Muitas
arremessados vezes, eles são evitados porque representam coisas desagradá-
para a cova veis. Enma (ou Enma-O) é um juiz dos mortos e um príncipe
sem luz. dos demônios Oni, mas mesmo que ele seja conhecido por
sua dura carranca e sentenças duras, se faz necessário que ele
exista. Deuses menores e espíritos locais às vezes supõem te-
rem se tornado malignos quando seus protetorados causam
sofrimento. Um lugar doente deve ter um espírito de um de-
mônio mal.
Se o mundo tem muitos deuses, não há nenhuma força
demoníaca única, mas espíritos individuais e malignos
que compartilham apenas um amor pela imoralidade.
Eles querem atender o aspecto integral de um
deus, ou deuses do mal em si. Eles são fúriosos
ou temem personifica-la. Na verdade, um
demônio pode ser um avatar mal
para um deus amoral ou
mesmo benevolente

26
que se revela quando os seres humanos afastam compor- tanto sofrimento quanto eles causaram. Há alguns, no
tamento justo. O inferno é uma parte particularmente entanto, que são a lei universal personificada, e soltam a
desagradável do submundo, onde as almas mortas se em- sua ira incontrolável sobre os seres mais imorais.
baralham por causa de uma existência inútil, ou sofrem Se essas idéias são verdadeiras em seu Mundo das
as torturas ordenadas pelos deuses da morte. Se esta é a Trevas, um demônio adquire seus traços dos pecados
verdadeira natureza de seu mundo de escuridão, você pode aos quais ele responde. Diaboli astrais fazem excelentes
querer omitir Domínios do jogo e concentrar-se nos Dia- modelos para formas-pensamento e fantasmas demoní-
boli, como eles dão mais apoio à idéia de que o mal tem acos (também chamado Larvals, ver p. 60) habilmente
muitas fontes. representam encarnações demoníacas, mas quando al-
guém comete um crime que ofende o princípio ilumi-
Mentes Envenenadas nador o suficiente, os dominadores entram no mundo.
Os budistas falam sobre os “três venenos” que barram o Demônios estão menos interessados em ganhar almas,
caminho para a iluminação: a ignorância, ganância e ódio. porque estas não são parte da premissa central de seu
O budismo é um dos muitos sistemas de crenças que não sistemas de crenças. neles, há ou não essa coisa de alma,
atribuem o mal a uma força externa sobrenatural. Nestas ou ele tem uma natureza transpessoal, afastada da divin-
místicas, doutrinas psicologicamente focadas, o mal vem dade ou do princípio supremo da iluminação.
de se afastar do caminho para a iluminação. Neoplatônicos
disseram que o mal não era uma força independente, mas
uma falta de sabedoria, assim como a escuridão é a ausên-
cia de luz e não uma força em si.
O Que e o Mal?
Ao longo deste capítulo você vai ler sobre “atos
No entanto, os adeptos nem sempre negam os efeitos
maus” que afetam manifestações de um demônio e ha-
sobrenaturais da ignorância espiritual. Os infernos da
bilidades. Isso significa que você, o Narrador, tem que
cosmologia budista estão cheios de encarnações que deve
projetar um padrão moral para o jogo. Não é fácil, mas
sofrer por bilhões de anos para trabalhar com o karma acu-
é absolutamente essencial quando se trata de explorar
mulado de seus crimes terríveis. Os piores crimes não só
os temas que os demônios são projetados para suportar.
levam os outros a sofrer, mas interferem com o objetivo da
Contrariamente a algumas premissas, o sistema de
libertação universal. As maiores condenações são por ter
moralidade no Mundo das Trevas não pretende, por si
assassinado um ser iluminado, ou semear a discórdia em
só, julgar o bem eo mal. A moralidade é sobre a luta
uma comunidade espiritual legítima.
entre a compaixão idealista e pragmatismo insensível,
Não há divisão entre os maus pensamentos e más ações,
e o preço que é cobrado sobre a sanidade de um perso-
ou conseqüências mundanas e sobrenaturais. Um demô-
nagem. Mesmo quando um personagem viola a morali-
nio é a personificação da própria turbulência interna, mas
dade com as melhores intenções isso gera uma tensão
os pensamentos escuros são transpessoais: eles se manifes-
sobre a sua psique. Um ato mal é mais extremo e menos
tam no universo em geral. Alguns místicos dizem que de-
desculpável.
mônios são formas-pensamento que os tibetanos chamam
O sistema de jogo base para determinar se um perso-
tulpas que crescer com a paixão e a vontade. Segundo a
nagem cometeu um ato de maldade é simples. Um ato
tradição, um místico qualificado pode criar ou dissolver
mal é uma violação moral que se aplica a uma pontua-
uma forma-pensamento à vontade, mas fantasias coletivas
ção de 5 ou menos, e surge se o personagem coloca em
e desejos pode gerar-los também. Quando uma comuni-
cheque a moralidade, as vezes não tendo uma classifi-
dade tolera os três venenos, eles adquirem carne efêmera.
cação alta o suficiente para nem sequer tentar resistir.
Esta não é a única forma de demônios nascerem nessas
(Como explicado no livro básico do Mundo das Trevas).
tradições. Ações têm conseqüências. Quando um pecador
Esse é o sistema. A complexidade não está em usá-lo,
acumula karma a lei universal exige consequências. O mais
mas em determinar o que tem o potencial de ser um ato
extremo karma atrai a mais extrema resposta. Ao contrário
de maldade. Eles estão sempre violando a moralidade
da crença popular clássica, o Budismo não acredita que
(mesmo quando a moralidade do personagem mergu-
o karma é bom ou ruim. Em vez disso, ele representa um
lhou abaixo do ponto onde uma determinada ação iria
apego mental e metafísico para os ciclos de causa e efeito
perturbá-lo), mas nem todas as violações da moralidade
que definem o universo em movimento. No entanto, há
são más, pelo menos no sentido que este livro explora.
uma consequência para cada ação, e quando uma pessoa
falha profundamente cometendo um ato terrível, a ordem
cósmica o condena ao Inferno. Alguns demônios são as
encarnações de miseráveis pecadores, que experimentam

27
o que e o mal
Nas crônicas com demônios, as más ações têm cinco mas não porque ele estava errado. Ele pode enganar-se a
características adicionais: acreditar que ele fez a coisa certa ou justificar-se com uma
Escolha: O personagem viola a moralidade como falsa emoção, mas ele não consegue realmente se voltar
escolha, não por absoluta necessidade. Ela não precisa para o que ele fez. Em termos de jogo, o personagem deve
ser fácil de se fazer, a moral (ou pelo menos amoral) en- falhar no teste de moralidade aplicado. Se a sua moralidade
volve de tudo, e as opções ainda precisam estar sempre já é muito baixa para fazer um teste, ele não tem essa chance
sobre a mesa. Auto-preservação não pode, por si só, ser de evitar cometer um ato de maldade.
suficiente para justificar uma violação, especialmente
quando o auto-sacrifício iria evitar maiores danos.
Extremidade: Mesmo que uma violação mais pe-
quena possa se qualificar como mal de acordo com nos-
Definindo o Mal na Crônica
Essas diretrizes ainda fornecer uma grande quantidade
sa moralidade de senso comum, para fins de influência de liberdade, talvez demais para gerenciar um jogo que en-
demoníaca atos malignos são significativos quando são volve demônios. É por isso que cabe a sua trupe estabelecer
violações associadas com uma moral de 5 ou menos. padrões adicionais. A discussão pode ficar um pouco ten-
Dano ou Presumindo Danos: São atos de maldade sa, por isso se dá a alguma distância conceitual do mundo
que causam prejuízo real para a saúde mental, física ou real, lembrando-se que você está explorando o mal como
social dos outros, ou o auto que se acredita que vá cau- um elemento sobrenatural em um cenário fictício. Ele não
sar tal mal. Mecanismos psicológicos de enfrentamento precisa ser um padrão moral realista, e só porque algo não
como negação ou ignorância deliberada não mitigar a está definodo como mal para propósitos de jogo não quer
possibilidade de crença, apenas deixando que o perso- dizer que não é imoral.
nagem se envolva em autoengano. A menos que você tenha cuidado, a conversa pode ex-
Malicia: O personagem prejudica os outros sem pre- plorar alguns elementos desagradáveis que o grupo real-
cisar odiá-los, possúi uma indiferença razoável para as mente não quer discutir. É por isso que recomendamos que
consequências de seus atos, ou simplismente não quer defina os critérios para maus atos com base nas coisas ca-
enchergar o que tem feito. Um acidente não representa racterísticas de sua crônica reconhecendo as situações que
um pecado como um ato pleno de maldade, mesmo podem encontrar. Seria excessivamente demorado e per-
que provoque muito mais danos que o ato planejado. turbador definir orientações completas. Membros do seu
Sem remorso: O personagem pode lamentar seu grupo provavelmente conhecem pontos críticos básicos uns
ato em cima de uma base puramente egoísta ou prática, dos outros, pontos comuns de indignação moral. É seguro
supor que eles vão ver esses atos como maus. Estes são crité-
rios para os personagens e não para os jogadores. Afinal, os
Os sistemas são Desalmados personagens têm de ter algum risco ao fazer o mal para que
ele seja significativo.
Parece estranho reduzir complexas questões
Fique com o que realmente pode acontecer durante o
morais a um sistema de jogo, não é? Definitiva-
jogo. É o mal de vingança que aparece em seu jogo? É o
mente, não é para todos, e Narradores que sen-
tem que as regras definidoras do mal acabam mal de matar alguém para cometer atos horríveis? Descobra
por banalizar o tema ou acabam por tornam a os actos relevantes que separam violações de moralidade
crônica menos autêntica deve dispensá-las. regulares de atos maus e você vai gerar um conjunto de pre-
cedentes para orientar sua crônica.
Além disso, deve-se notar que alguns sistemas Para reforçar o tema da moralidade objetiva e encabe-
de moralidade nem sempre se referem as ques- çar discordâncias, você deve ter o consenso do grupo sobre
tões “morais”. Um pode representar um código o “código” que você eventualmente gerou. O fato de que
de ética do poder, em vez de um conflito entre você está lidando com questões pessoais podem levar a dis-
a compaixão e o pragmatismo, como o sistema
cussões explosivas, mesmo entre os bons amigos. Este não
de Sabedoria de Mago. Outra poderia represen-
é um caso em que a opinião da maioria vence, porque as
tar ações susceptíveis de provocar traumas que
afetam a mente, como a clareza de Changeling. vozes discordantes no grupo podem sentir que seus valores
A questão do “mal” se torna muito mais sombria estão sendo rejeitados e a acabar trazendo para o jogo calu-
na exploração de cada caso, e tais variações de nias de caráter moral. Não vá para este lado.
temas podem levar a uma história rica em filoso- Por fim, lembre-se que os demônios não aparecem a
fia se você for inclinado a isso. cada vez que alguém comete um ato de maldade. Se o fi-
zessem, o Mundo das Trevas seria inundado no Inferno,
e seria um lugar muito diferente a beira do Armageddon.

28
que foi apenas uma falha mental. Não houve ácido láctico
nele para gritar por sangue, fadiga apenas. Ele pulou um muro
A caricatura do Bem e do Mal com nova leveza tão logo ele se lembrou que ele não era um
Enquanto a maioria dos grupos, provavel-
homem, mas a paixão Longinus feita carne.
mente, vai abordar estas questões do ponto O ponto de encontro foi em outra quadra e, como esperava,
de vista de seus costumes reais, você sempre as bruxas Crone estavam lá, jogando ossos esculpidos para ar-
pode ter uma visão mais especulativa. Se rancar conhecimento de seus miseráveis, falsos deuses.
você percorrer esse caminho, os jogadores “A ninhada está em seu caminho”, disse ele, quebrando
não vão discutir como as suas ações medem as suas meditações. “Cinco deles são os de sempre: insanos,
seus padrões no mundo real, mas vão se descartáveis cultistas. Mas dois deles...”
perguntar o que gostariam de jogar em um “Oh, nós sabemos”, disse o chefe do Coro “. “Pedimos a
mundo onde a metafísica do bem e do mal é ela, usando os nomes fornecidos por você. Haviam visões. O
diferente de suas próprias crenças. número quatro figurou proeminente.”
“Graças a Deus demônios tem sabedoria própria. O rito
Usar essa abordagem dar origem a uma é um tanto eficaz.” Birch levantou a mão para chamar o seu
religião da “verdadeira fé” em sua crônica, aluno. Ela já estava mexendo para encontrar o pergaminho de
ou acabar definindo a moralidade objetiva invocação.
adequar para atender um determinado tema. “Chame-o do que quiser”, disse o Noviço. “Se ela é um
Pode criar um mundo onde todos deveriam demônio, você comprometeu sua fé por conveniência em um
seguir o caminho do Buda Óctuplo, ou onde tempo de guerra. Um golpe muito grande para nós, consideran-
pacifistas são ferramentas do diabo. Deixe do quem você é”.
claro que esta é uma exploração ficcional,
Ele não disse nada, mas abriu um pulso sobre o turíbulo
sem relação com a forma que as coisas po-
adequado. Antes de voltar sua mente para o ritual, ele pensou
dem ou não funcionar na vida real.
em doutrinas que nunca poderiam ser faladas, como o Senhor
cria o mal para combater o mal, em exércitos disputando para
cumprir o seu designo. Salomão Birch estava consolado, e en-
tão ele cantou.

Conhecimento Três das coalizações tem afinidades com o oculto,

Supernatural
mas o resto também não ignora assuntos esotéricos.
Vampiros precisam olhar mais longe do que eles para
encontrar provas de leis secretas subjacentes que estru-
As religiões do mundo e filosofias têm muito a dizer turam do mundo. Cartianos exploraram as explicações
sobre demônios, mas todos elas têm um defeito: a maioria científicas, mas os resultados são geralmente insatisfató-
dos adeptos, incluindo aqueles que já escreveram sobre de- rios. Vampiros quebram tantas regras que eles pratica-
mônios, têm pouco ou nenhum contato real com o sobre- mente exigem respostas de forma paralela, as incompatí-
natural. Existem, naturalmente, as sociedades secretas que veis escolas de física, biologia e psiquiatria.
não sofrem com estas falhas. Há os vampiros imortais, que Vampiros não costumam ver a evidência direta do
se encontram refletidos no folclore demoníaco, e me per- Infernal. Claro, a Prole Belial se dedica a demonolatria,
gunto se eles já encontraram seus verdadeiros ancestrais. O mas para a maioria dos membros basta pegar a religião
Uratha, ou lobisomens, nasceram para lutar contra espíri- como uma forma de justificar a sanguinária vontade de
tos de desarmonia, e preservaram seus conhecimentos em poder. Parentes na linha de frente investigam e narram
nas canções das tribos nascidas da experiência direta. Magos lendas diabólicas sobre como obter uma forma de ma-
vinculam suas almas a fagulhas desvanecimento da verdade nipular a ideologia do inimigo, mas às vezes eles encon-
universal. Alguns têm medo e ódio dos enganadores, mas tram algo mais. O vampiro demonologista inteligente
outros são escravos voluntários, dispostos a ouvir o que os geralmente compartilha o que aprendeu sozinho com a
demônios têm para ensinar. sua aliança. Demonologia é geralmente irrelevante para
assuntos noturnos, mas quando importam, realmente
fazem a diferença. É quando a sabedoria oculta se trans-
Vampiro: um mal antigo forma em moeda. Ocultistas comérciam o que sabem a
respeito de favores especiais. As negociações são muito
Os músculos de Salomão Birch queimavam pelo esforço,
tensas; cada parte explora a borda da doutrina aceita. É
mas só por um instante: o tempo que levou para ele se lembrar
um demônio um anjo caído, um deus mau, ou a Besta
29
conhecimento sobrenatural
manifestada? Os compromissos resultantes, boatos
e raras experiências pessoais informarão as crenças
de um ancilla típico. Vampiros com um bom nú-
mero de noites sob o Sangue geralmente acreditam
que os demônios podem existir, mas que lendas
mortais são provavelmente falsas ou incompletas,
exatamente como elas são sobre vampiros. Alguns
Membros demonstrar poderes além das disciplinas
comuns e dizem que demônios lhes ensinaram,
mas esses vampiros também tendem a ser um pou-
co desequilibrados. Os vampiros que acreditam em
demônios frequentemente dizem que têm alguma
relação com a Besta, ou mesmo que a Besta é um
demônio. Certamente, alguns vampiros ouviram
sussurros, bem como rugidos.

Demônios e as Coalizões
Cada Aliança tem demonologistas em suas filei-
ras, mas apenas a Ordo Dracul, Círculo do Anciã e
Lancea Sanctum estudam demônios de uma forma
organizada. Cada coalização chegou a conclusões
divergentes, mas em caso de emergência os repre-
sentantes têm sido conhecidos a por trabalhar em
conjunto de forma muito eficaz.

Demônios e O círculo da Anciã


A maioria dos Acólitos acreditam que a ideia de
uma força primordial do mal é absurda. O mundo
sobrenatural é simplesmente muito desorganizado
para permitir algum fio escuro passar interrompi-
do através de milhares de deuses e rituais. Todos
os demonologistas tem visto os traços do Infernal
e notaram algo em comuns. A pesquisa não é tão
extensa quanto a da Lancea Sanctum, mas inclui
muitas coisas que os Santificados desconhecem
por completo, como sacrifícios que são de tradições
ocultistas pagãs.
A explicação mais comum para os demônios é
que eles não são uma ordem separada das criatu-
ras, mas um aspecto da malevolência que todos os
espíritos e deuses possuem. Se você ir para o altar
sangrento com a corrupção em seu coração, você
vai trazer o demônio do deus. De acordo com o
convêm, a corrupção não tem nada a ver com os
valores humanos. Qualquer um que nega os riscos
de sua verdadeira natureza acaba se abrindo para
o lado escuro. Os seres humanos devem ser com-
passivos cuidadores da terra. Vampiros devem ser
os predadores que pagam o preço pelo mundo em
sangue. Deixar o seu nicho é a arrogância, que con-
vida a condenação.

30
Demônios e a Lancea Sanctum para ajudar os devotos a controlá-los. Ele revelou alguns des-
Deus fez os vampiros para purificar o mundo. Eles são tes símbolos através de Feitiçaria Tebana, mas o Senhor es-
lobos que devoram os mais fracos, coisas profanas que fa- conde seus segredos em qualquer lugar, até mesmo na boca
zem o gosto do céu muito mais doce em comparação. Uma dos pagãos.
mente sem sofisticação poderiam dizer que eles são como Demônios e Ordo Dracul
demônios, mas para linha dura de santificados, isso é blasfê- Demonologistas da Ordo Dracul pouco se importam
mia. Um vampiro pode ser uma manifestação de ha-Satan, com Céu, Inferno ou submundos politeístas, mas eles sa-
uma criatura enviada para testar os mortais e tão somente bem que a alma de um vampiro pode ser refinada para
o mais puro pode se aproximar do trono de Deus, mas um brilhar com uma pureza que nenhum santo mortal pode
demônio não tem tal motivação. É um avatar de impureza corresponder.
e cegueira espiritual. É a doença muito acima do que servos Para o pacto não importa especialmente de onde os de-
de Deus foram feitos. mônios vêm. É o que eles fazem que importa. O mundo
O Santificado acredita que os demônios são servos ou li- sobrenatural não tem falta de fenômenos inexplicáveis, mas
teralmente Satanás (ou talvez algum tipo de falso demiurgo) é um trabalho Draconiano transcender tudo. Demônios são
ou uma série de seres desorganizados que desempenharam o inimigos da perfeição pessoal, no entanto, a Ordo Dracul
papel dos deuses pagãos em tempos antigos. Para alguns, re- mantém extensos registros sobre o que os demônios podem
sulta que os deuses dos incrédulos são demônios disfarçados, fazer. Eles registram poderes conhecidos e estratégias. Ou-
mas adeptos diplomáticos são cuidadosos para não deixar tras coalizações ocultas possuem um conhecimento mais
que isso fique no caminho de assuntos políticos. Felizmen- cru, mas as vezes também falta foco aos pragmáticos Dra-
te, Deus deu nomes secretos aos demônios , ritos e símbolos conianos.
Demônios e o Invictus
Os Invictus pouco sobem em altares ou praticam exor-
Prole de Belial e VII cismos mas eles sabem como fazer contratos de trabalho, e
Estas seitas (embora no caso de VII, “seita”
como fazer para destilar o desejo organizando uma barga-
pode ser um equívoco) estão associadas aos nha em troca de poder oculto. Essa é a coisa mais importan-
demônios. A ligação Prole Belial é simples. Eles te. Caso contrário, eles estão apenas dispostos a se entreter
acreditam em demônios, e têm poderes estra- com todos os tipos de ideias sobre demônios.
nhos que podem confirmar que eles existem ou A coalização trata demônios como fatores econômicos.
indicar que existem pelo menos muitas linha- O que eles oferecem? Que danos eles podem causar? Alguns
gens estranhas e poderosos anciões capazes anciãos têm papéis amarelados que incluem negócios demo-
de ensinar Disciplinas únicas. Alguns membros níacos, junto com as notas que listam como o acordo valeu
acreditam que os VII são vítimas de possessão a pena, as possíveis lacunas, e o destino de cada parte. O In-
demoníaca. Há poucas provas disso, apesar de
victus está ciente de que alguns desses contratos iriam cons-
alguns vampiros colocarem ambos os inimigos
em uma estrutura comum e compreensível, e
trangê-los e irritar a Lancea Sanctum, então demonologistas
explicarem por relatórios as incomuns habilida- da ordem geralmente transmitem informações devidamente
des dos agentes VII. “sanitizadas” através de canais apropriados.
Demônios e os Cartianos
Demônios menores não podem ensinar Disci- A maioria dos Cartianos não sabem quase nada a respei-
plinas a vampiros, mas isso pode estar contido to, e suas atitudes tendem a mantê-los como aprendizagem
no poder dos Archdemons certos. O que os no assunto. Eles acham que os demônios são um ardil. Eles
leva a procurar pactos Infernais na troca de li- são bichos-papões inventados para manter os recém-nasci-
bertar um demônio no Sangue? É um mistério, dos na linha. Simbolismo demoníaco é útil, porque abre o
mas os vampiros sabem que quando um deles
caminho para uma filosofia luciferiana de auto aperfeiçoa-
altera sua essência através de meios místicos,
as repercussões ecoarão na linhagem abaixo
mento e de revolução.
dele. Algumas disciplinas podem ser o resulta- Por outro lado, para cada dúzia de mortos-vivos que gri-
do de pactos feitos no mundo antigo, além da tam sobre o “ópio do povo” há um vampiro mais velho que,
idade das trevas, entre bebedores de sangue e silenciosamente, faz anotações sem tirar os pés da linha do
patronos demoníacos esquecidos. Se foi assim, partido, porque ele acredita, ma se menos pessoas acredita-
o que acontecerá quando os demônios mais rem, ele ganha sem que eles sequer pensem em fazer alguns
velhos despertarem para reivindicar o que lhe negócios muito ruins. Existem aqueles que realmente acre-
é devido? ditam e há alguns que tentam encontrar a noção de inferna-
lismo duplamente condenável, pois esta é uma escravidão
muito pior do que a obediência mundana.
31
conhecimento sobrenatural
Lobisomem:
Guerra Contra as Chagas Dons e Ritos de lobisomem,
e Demônios
“Um predador cava a doença do mundo com os seus dentes, Poderes dos lobisomens que afetam
mas também lhe dá o dom das presas e medo. Ela cultiva o seu espíritos, afetam um Diaboli, assim como
comportamento com a precisão de um psicólogo. A alcatéia afetam as versões normais dos mes-
aprende a governar a si própria em conformidade. Você está mos espíritos. Domínios não podem ser
ouvindo?” notados ou comandados por habilidades
Uratha. Lobisomens podem, no entanto,
Não foi ela, porque a lua sangrou poder. O vento trazia
utilizar os mesmos rituais que os seres
um cheiro rico, denso, com informações sobre coelhos, pássaros, humanos comuns fazem para interagir
lutando e amando na floresta mas tudo parou com um tapa. com eles.
Anne olhou para cima a tempo de ver o ancião puxar a mão.
Ele tinha uma forma estranha, como se tivesse a ponto de de-
senhar com suas garras.
“Isso é importante. Da próxima vez, vou deixar uma mar-
ca.” Sete Pecados Devoram o Mundo
“Sinto muito.” Os Meia-Lua modernos identificam sete dos nove Ma-
“Isso acontece. O ser humano em você confunde o instinto eljin mais poderoso como os Pecados Mortais tradicionais.
de liberdade. Isso é um erro. Predadores não fazer o que que- Parece uma escolha estranha, dado que os Uratha sabem
rem. Eles fazem o que devem.” que há muito mais no mundo do que o pontos de vista
“Como posso saber a diferença?” humano reconhece, mas há uma razão: Esses demônios ex-
“Eu não posso te dizer, mas eu posso te mostrar. Se vier co- ploram uma forma de confusão moral que afeta apenas os
migo fique em guarda. A confusão que você está sentindo tem lobisomens.
uma lar envenenada. Estamos indo para lá agora”. Praticamente todo o lobisomem foi criado como um
ser humano, mas quando a Primeira Mudança vem, seus
Dor. Raiva. Morte. Para o Uratha, estes não são peca- instintos morais contradizer sua educação. Novos Uratha
dos. Eles são perturbações. Eles testam o compromisso são vulneráveis a qualquer pessoa ou qualquer coisa que
de um lobisomem com a harmonia e às vezes arrancam se oferece para resolver a contradição. Em situações ideais,
sua pretensão humana, quando um dos filhos de Pai os anciãos fazer o seu trabalho e dão ao jovem lobisomem
Lobo entra no meio dela, cheira a sangue e não recua, uma identidade e propósito, mas há anciãos pobres, e Ura-
inala profundamente e não sente medo humano, mas o thas que vão ainda além de seus ensinamentos. Estes são
prazer da caça. os melhores alunos dos Maeljin. Eles enviam demônios
Os Uratha não são humanos. Eles não têm pecados menores, que cultistas mortais chamam Immundi para
humanos, mas eles têm pecados, no entanto. Eles sabem ajudá-los, e Whisperers para dizer-lhes que os seus novos
sobre os demônios, embora suas tradições ortodoxas sentimentos não são sinais de vocação e Harmonia, mas
não falem sobre um grande adversário, ou mandamen- que o seu novo estado o torna imune ao pecado.
tos do alto. A verdade é fato, não fé. Eles olham dentro Sua mente desmorona. Eles abusam de prazeres básicos
da Sombra e veem a beleza da Harmonia, ou a feiura que já foram amplificados pelos sentidos desumanos. Eles
de equilíbrio contaminado, e definem o bem e o mal a assassinam por impulso. Eles abandonam suas tribos, se
partir de lá. mantem em segredo, até que não podem mais sobreviver
Para lobisomens, demônios são espíritos que caíram sem ajuda.
na ordem natural e que não deveriam existir, mas como O Maeljin responde. Há uma iniciação, dores terríveis,
uma paródia da vida, eles provaram ser tão adaptável e e então os Senhores das Chagas reivindicam um outro es-
mutáveis como reais, coisas vivas. Eles são corruptos de- cravo: um Cão Nefando.
mais para sobreviver neste mundo por muito tempo, de Maeljin pesam como o chumbo sobre lobisomens des-
modo que eles criam corrupção e a respiram como um viados. Os seres humanos não experimentam o tipo de
ambiente estimulante. Eles criam Chagas em todo mun- confusão que os faz tomar o controle, mas isso não é con-
do, e crescem de modo a sujar até mesmo a primeira lín- solo. As pessoas têm muitas, muitas outras deficiências, e o
gua, a música da própria natureza, não podendo defini Maeljin abraça mais do que os sete pecados. Onde o desejo
-los, e eles ensinam seus servos um nome feio: Maeljin. falha, engano e violência pode ter sucesso.

32
A Hierarquia Maeljin Angrboda sorriu. “Beezlebub? Asmodai? Eu lido em pureza, Mo-
Há nove Maeljin: Carnala, Senhora da Luxúria; Mam- vran. Pechinchas demoníacas são tão ... mundanas. O Abismo
mon, Cevador da Avareza; Maastrac, Mestre da inveja; Ba- não se importa se você lida com apertos de mão ou de estupros.”
alfegor, Rei da Gula; Lamashtu, Califa do Orgulho; Beliar, “Poderia ter me enganado.”
Escravo da Preguiça; Asmodai, Rainha da Ira; Pseulak, “Mentes quebram diante da glória do além, e quebrar mentes
Ministro do Engano e Thurifurge, Arquiteto da Violência. abre o coração Lie-limite para a glória. É um meio, não um fim.
Para os propósitos deste livro, são Archdemons, superiores Demônios olham pessoas no aqui e agora. Eles não são meus
as normas aqui apresentadas. Eles podem projetar Whispe- amigos.”
rers para abrir o caminho para os seus servos e aumentar o “Não há necessidade de deixá-lo viver, então.”
sofrimento do mundo. “Espere! Eu nunca disse que não poderia ajudá-lo. Você vê, a
Abaixo destes senhores, o Maeltinet são os patronos dos gente sempre gosta de manter o controle sobre a concorrência...”
seres inferiores. Eles são espíritos totem para lobisomens
corruptos, mas não recusarão qualquer ser que sinceramen- Os Reinos Supernos são a verdade, mas eles não são
te os adore. Regras para esses espíritos estão detalhados em virtuosos. Mages amam a verdade, e a sentem em suas
Blasfêmias (Blasphemies) para Lobisomem: Os Destituí- almas tão fortemente, que estão sujeito a esquece-la. As-
dos, mas os sistemas de Domínios, que evoluíram a partir sim como é acima é abaixo. Existem regras para o pecado,
Immundi serão suficientes. Se você estiver executando um tanto quanto para a magia.
jogo de Lobisomem, você pode adicionar as regras deste li- Magos acreditar em todos os tipos de demônios. A sua
vro a sua lista de habilidades. existência é fato, não suposição. Todas as ordens místicas
Na parte inferior, os espíritos de sombra corruptos são os mantem registros dos demônios que eles encontraram.
seus guerreiros, espiões e intermediários. Use os sistemas de Este amplo conhecimento não significa necessariamente
Immundi neste livro, adaptando as regras de Lobisomem, que é facil de identificá-los. Demônios rastejam através
ou combinando os dois. Eles permanecem na dor e do peca- de todos os mundos invisíveis, usando formas nativas e
do cheio de lugares chamados Chagas, que pode ser equiva- ressonâncias ocultas familiares.
lentes aos Lugares Profanados. A confusão aumenta com o fato de que “demônio” é
Para os propósitos deste livro, os Maeljin e seus servos um termo flexível. Magos usam a palavra para se referir a
são demônios. Eles são uma nova perspectiva sobre uma or- seres goeticos: vícios personificados que são paixões amo-
dem Infernal ainda maior? Eles compartilham muitas seme- rais, mas não necessariamente servem ao Inferno. Ainda
lhanças com os demônios de outras tradições, por isso esta é assim, mais do que um mago se referiu as criaturas de
uma forte possibilidade. Se há um mal universal e penetran- alma destruída como demônios do abismo.
te em seu Mundo das Trevas, os Maeljin são a sua aparência Os Despertos sabem que os verdadeiros demônios
original. Os Uratha sabem a melhor forma de enfrentá-los são outra coisa, mas há tantos tipos de mal espiritual não
no campo de batalha das Sombras, mas se eles são maiores dizem respeito aos Infernais em especial. Portanto, em-
do que até mesmo as Chagas que governam, eles podem ter bora muitos magos estudam “demônios”, o número de
recursos que lobisomem não podem imaginar: avatares em demonologistas dedicados que estudam poderes infernais
outros planos, Whisperers, rituais e sonhos caídos capazes e pactos é menor do que se poderia supor. A demonologia
de infectar seus espíritos. está tão ligada a lendas e superstições inconsistentes dos
adormecidos que os magos estão mais interessados no co-
nhecimento superior, e tendem a esquecê-lo. Da mesma
Mago: Os Mais Caídos forma, os Magos não têm leis universais para lidar com
demônios, embora o ‘Consilii’ local possa desenvolver
“Yog-Sothoth é a chave, você não sabe?” Angrboda riu e se con- suas próprias políticas depois de algum desastre Infernal.
torcia em seus grilhões como um verme branco liso recentemente Sim, os magos são muitas vezes ignorantes para ou-
exposta à luz do dia. Movran verificou suas correntes e corrigiu tros magos. Mas a ignorância na escala dos Despertos
um pouco uma das runas, então se inclinou para a frente fazendo ainda é geralmente melhor informada que os ocultistas
caretas a Scelestus. adormecidos. Talvez a verdade sobre os demônios esteja
“Eu tenho uma em brochura. Eu leio quando quero me ani- coletando poeira na biblioteca de algum mago, sem uso
mar com ficção escapista. Eu estou aqui por uma coisa real: Isto.” para nenhuma outra razão que seu proprietário não ache
Movran empurrou o contrato no rosto enrugado de Angrboda. Isso muito importante.
provocou uma grande e honesta gargalhada. Em seu corpo magro,
parecia uma convulsão.

33
conhecimento sobrenatural
Conhecimento Desperto
Magos são indivíduos metódicos com uma sede
de conhecimento e seus esforços para estudar demô-
nios deram frutos. Demonologistas Despertos reuni-
ram os seguintes fatos sobre os demônios: Trevas contra Trevas
Eles não são do Abismo. Alguns magos gosta-
ria muito que o anfitrião Infernal fosse um sintoma Demônios infernais não são do Abismo. Nas
de um mundo decaído, mas mesmo que as trevas raras ocasiões quando o inferno contata a
se infiltrem na ignorância da humanidade e cause marca externa da escuridão, o resultado é
momentos loucos, não é a fonte de verdadeiros de- uma inimizade intensa. O Abismo busca um
cosmos sem sentido e forma, ou pelo menos
mônios. O Abismo puxa o cosmos para o caos indes-
não da forma como os seres humanos com-
critível e o fim de tudo. Demônios não são alheios a preendem, mas o inferno depende do mundo,
realidade. Eles não são forças impessoais. ama-o ainda. O mundo é um forno de peca-
Nem todos os demônios goeticos são demônios, do, e os demônios se aquecem nele. Quei-
mas alguns são verdadeiros. Goetia adormecidos fa- maduras infernais, mas para os demônios,
zem pouca distinção entre pecados personificados e apenas o pecado fornece calor realmente
visitantes do inferno, porque no seu caso, geralmen- reconfortante. Para sua sorte, o seu asseclas
te não há diferença entre eles. Goetia despertos são do Abismo Scelesti, loucos cultistas e servos
animais diferentes. Seus feitiços muitas vezes usam alienígenas menosprezam a maneira como
a imaginação demoníaca para dar forma aos Vícios, a corrupção Infernal corrige a mente de uma
vítima na sensação carnal, e os interesses
mas esses demônios goeticos geralmente são pai-
mesquinhos de mentes e corpos humanos.
xões, não pecados. Há exceções: entidades goeticos
que refletem as expressões mais corruptas de vícios Às vezes, um lado bloqueia a outra agenda.
de seus criadores, porque os próprios criadores têm Eles levantam exércitos disformes e tecem
lhes proporcionado o modelo mais escuro possível. venenosos feitiços e encontram aliados im-
Nem todos os demônios são vulneráveis a magia prováveis entre quem tem mais motivos para
dos Despertos. Magos sabe que a maioria dos demô- temer um lado do que do outro.
nios são espíritos de um tipo ou de outro. Como
tal, os magos geralmente pode convocar, comandar
e bani-los com os mesmos feitiços que eles usariam
para outros espíritos de sua espécie. Há exceções, “Eu preciso de seu nome. Diga-me como o que você está dizendo
no entanto. Domínios há meros elementais, for- pode supostamente ajudar-me, Karl.”
mas-pensamento ou fantasmas de ódio. Seus nomes “Eu ainda sou melhor do que as cadelas do estabelecimento,
secretos, poderes e astúcia podem torná-los imunes porque mesmo que eu não possa ler, eu sei alguma coisa que pode.”
a compulsão mágica. Magias podem prejudicá-los e “Alguma coisa?” Maya empurrou cerca de metade do dinheiro
proteger as pessoas contra os ataques demoníacos, de volta para ele.
mas quando se trata de convocar Dominações, os “Oh, ela parece uma pessoa, mas eu tenho suspeitas.”
magos devem usar os mesmos ritos como adorme-
cidos. Quando as sociedades sobrenaturais aprendem algo so-
bre o Inferno, as pessoas comuns podem aprender também.
Os monstros e seres humanos do Mundo das Trevas não
Roubar Conhecimento Sobrenatural mantem segredos cuidadosamente como se gostaria de pen-
sar, e às vezes subestima a capacidade das pessoas normais
“Eu não posso lê-lo.” para espioná-los, roubar seus escritos e bater em suas redes
“Eu pensei que você entendesse uma dúzia de línguas de informação.
antigas.” Maya franziu a testa, e recuperou as contas que Se os demônios são os antagonistas centrais da sua his-
ela tinha colocado sobre a mesa. “Você se gaba muito.” tória, amarre sociedades sobrenaturais na trama. Se você
“Eu tenho permissão para me gabar. Eu sei como ler to- percorrer esse caminho, um lobisomem não é o principal
dos os tipos de merda que línguas nerds de Harvard podem antagonista. Ele é um informante perigoso que sabe os no-
construir “Vejo o Ponto de largada”. Eles não podem ler mes dos Maeljin. Bibliotecas de Magos são tão importante
isto. Eu não posso ler isso. Ninguém pode ler isto. Isso é de quanto suas magias.
envergonhar tanto que eu posso dizer que esta linguagem Mitologia sobrenatural também fornece hierarquias
nem existe, apesar de encontrar exemplos o tempo todo.” prontas e lendas para seus demônios.
34
Três Fontes para o
Submundo Sobrenatural

Aqui estão três fontes de demonologia que podem cair nas mãos de alguém como
cortesia de uma sociedade secreta sobrenatural.

• Livro A Besta: Esta pilha de uma dúzia de cadernos com espiral são mantidos
juntos por elásticos espessos e sujos armazenados em um velho saco de Serviço Postal
dos EUA. As folhas pautadas de cada caderno são repletas de indecifráveis rabiscos -
que o culto vampiro chamado Prole de Belial chama de “Discurso da Fera”. Ele pode
ser lido apenas por vampiros que têm o tipo especial de loucura associada a ele... ou
qualquer pessoa que entenda a Língua do Dragão. (Ambas as línguas são a mesma,
então? Talvez) Qualquer um que possa ler aprende os Nomes Secretos e Testamentos
de três Domínios da Gula. O Livro da Besta está atualmente nas mãos de uma mulher
que é viciada em sangue de vampiro: a única pessoa que seus autores mortos-vivos
nunca matariam em um ataque de fome ou raiva.

• A Laceração Invisível: Escrita na Vulgata Latina, o autor deste livro se identifi-


ca como o “Bispo Verde”. Há várias passagens em uma língua desconhecida que se
parece com a escrita cuneiforme ou runas grosseiramente pintadas. Lobisomens iriam
reconhecer muitos deles a partir de seus próprios glifos e marcas, mas eles foram
adaptados para uma linguagem única: a liturgia que exalta os nove lordes Maeljin e
listam seus atributos em detalhes amorosos. O último capítulo prediz a vinda do “Es-
colhido sem Alma, que será um lobo entre os homens como o Cristo, nosso inimigo,
é o seu pastor.” Um antiquário educado diria que o livro foi escrito na Alemanha, há
pelo menos 800 anos.

• Santo Ezra: No Novo México, o mosteiro supostamente Católica de Santo Ezra


mantém o corpo de seu homônimo, em um caixão de vidro. A diocese local não tem
registro particular deste St. Ezras ou o mosteiro e, se solicitado, chama o lugar de
comum. Os monges dizem que Ezras era “incorruptível”, que demonstrou santidade
quando seu corpo nunca apodreceu. Mas a verdade é que, em algum sentido, Ezras
ainda está vivo. Algumas noites, ele abre os olhos e profere cânticos em um idioma
desconhecido. Às vezes, os irmãos encontram seu caixão aberto, e símbolos estranhos
esculpidos nas paredes. No ano passado, um visitante orou com cinco monges antes
de conduzir. Depois disso, todos os cinco conseguiram entender Ezras. Eles sabem que
ele é algum tipo de ocultismo autômato que existe para proporcionar avisos e infor-
mações sobre 66 demônios “afogados nos dias da Atlântida.” Eles também sabem
que Ezras foi obrigado a repetir sua advertência 3.333 vezes, e já se manifestou em
mais de 2.000 ocasiões. Quem era aquele estranho, afinal?

Combine-os com os principais pontos de vista religio- até mesmo usar a seu próprio risco. Mesmo que os demô-
sos ou use-os por conta própria, para enfatizar que os de- nios gostem de jogar com os papéis que as pessoas esperam
mônios são tão misteriosa que os sistemas de crença mais deles, eles não são tão inflexíveis em recusar vítimas que
conhecidos não podem descrevê-los. Tomando a Atlantis estão intrigados com lendas incomuns . Se os seres huma-
dos Desperto, a Sombra, ou a Prole Belial fora de seu con- nos se prostram para vampiros ou juram sobre um Arte-
texto natural na linha do mundo das Trevas adiciona uma fato Atlante maldito, demônios ainda vão amá-los, cuidar
roupagem exótica aos demônios a sua história, mas preser- deles e empurrá-los para a condenação absoluta.
va a idéia que os personagens podem pesquisar, estudar e

35
conhecimento sobrenatural
Tomos, Testamentos os Senhores do dodecaedro, ele pode simplesmente inven-
tar mais dois para parecer uma visão consistente.
Hierarquias são recursos muito comuns, mas elas não
e outros são muito úteis em si mesmas. Autores deixam de fora no-
mes secretos demônios, poderes, assinaturas e aparências
Segredos Infernais para economizar espaço e assegurar o suficiente para que,
se um ocultista implacável encontrar a lista, ele não vai
Demonologia não é um campo organizado. Se há apenas matar o escritor. O demonologista contém infor-
bibliotecas perfeitamente indexadas e classificadas, mações o suficiente para tornar-se valioso o bastante para
elas não estão disponíveis para o público em geral. Po- permanecer vivo. Isso às vezes sai pela culatra, no entanto,
rém, isso não significa que todos os demônios são se- especialmente quando os caçadores de bruxas estão real-
cretos. De fato, uma das marcas distintivas do campo mente lá para destruir o conhecimento Infernal, e não para
é que ele é um dos tópicos mais populares no ocultis- obtê-lo. Se o conteúdo de uma hierarquia implica que o
mo. Muitas pessoas acreditam em demônios, ou estão autor sabe mais do que ele está dizendo, então eles também
intrigados por eles, e anotam tudo o que a pesquisa precisam dispor dele. Uma Hierarquia Infernal é um pon-
em notebooks, teses, folhetos religiosos, páginas da to de partida para estudos mais sérios. Este é o lugar onde
web e tudo mais oferecem. É fácil para um demono- um ocultista aprende primeiro que Barbas, Presidente do
logista descobrir todos os tipos de curiosidades, mas Inferno, existe, e que ele é um mestre do conhecimento e
difícil para destila-las em informações úteis. O mundo da mudança de forma secreta. O pesquisador inicia abrin-
sempre brinca com notas do Inferno, sem dar muito do uma entrada na direção certa.
na forma de conhecimento que pode ser usado para A Hierarquia define a relação entre um grupo de de-
ligar ou banir demônios reais. Ainda assim, a informa- mônios. Ela diz ao leitor quem manda em quem. Ele esta-
ção está lá fora se eles souberem onde procurar, o que belece uma burocracia infernal, a ordem de batalha que se
procurar e como interpretar os símbolos e metáforas encaixa no mito de seu autor favorito. Um ocultista pode
que são tão comuns para ocultar escritos. usar isso em seu favor, ameaçando a um demônio com a
As pessoas escrevem sobre demônios de inúmeras ira de seu superior, ou comparando o que promete com o
maneiras. Demonologistas práticos criaram várias ca- seu lugar na Hierarquia, reconhecendo se realmente lhe
tegorias para essas obras. Por uma questão de clareza, confere o direito de prometer. Ele também pode sugerir o
vamos dividi-las em hierarquias, mitologias, nomes se- poder relativo de demônios diferentes na cadeia de coman-
cretos e Testamentos. do Infernal.

Sistema
Hierarquias Hierarquias fornecem bônus de equipamento para os
Bahalul: Barão, Vassalo de Tofete, Mestre do Fogo Ouro
testes de dados. Uma autêntica Hierarquia Infernal forne-
de fusão. ce um bônus de +1 a +3 a qualquer tentativa de pesquisar
Bezzaric: Conde, o Forja Verde, o Duas caras. ou negociar com um demônio na lista, embora neste últi-
Byrof: Arquiduque, Diretor dos Maus Conselheiros, de
mo caso, a Hierarquia também deve listar superiores do
Língua Partida. demônio. O bônus é baseada na qualidade da Hierarquia.
Existem Hierarquias de vários tamanhos. Para fins de
Uma autêntica Hierarquia Infernal é uma lista jogo, são três categorias:
que classifica uma série de verdadeiros demônios por
nome, posição e foco. Uma pequena hierarquia é de • Hierarquias breves não são mais do que algumas pá-
cerca de uma ou duas páginas de comprimento e apre- ginas (ou o equivalente, a uma mídia exterior de impres-
senta um punhado de demônios, não mais do que 10, são) de comprimento. Praticamente falando, eles estão su-
normalmente. Exemplos maiores podem preencher ficientemente curtos para que o Narrador possa escrever a
vários volumes e centenas de lista ou mesmo milha- Hierarquia para o uso como um recurso de caráter. Se o
res de demônios. Como regra geral, quanto maior a recurso é preciso o suficiente para fornecer um bônus, tam-
hierarquia, o mais é mais provável dela conter “enchi- bém é excepcionalmente confiável, já que não há “enchi-
mentos”: entradas falsas que o autor adicionou para mento”. Qualquer teste que recebe o bônus também ganha
ocultar informações autênticas ou disfarçar problemas a explosão do 9 como benefício na rolagem de dados. A
com precisão na Hierarquia. Se um demonologista desvantagem é que este bônus aplica-se apenas aos demô-
acredita em uma matriz de forças Infernais em torno nios 10 ou mais listados e nenhum outro.
dos sólidos platônicos, mas tem apenas 10 nomes para
36
• Hierarquias longas ocupariam um pequeno volume ou um deus de pureza caído, boatos locais sobre o que
e seriam muito para o Narrador reproduzir textualmente. realmente está enterrado sob estátuas que revelam algo
Ainda assim há tanta coisa que o conhecimento pode for- sobre um demônio e, ao fazê-lo, dá a ocultistas uma ma-
necer para elaborar o texto. Se um pesquisador não estiver neira de entender ou mesmo manipulá-lo.
usando a Hierarquia quando fizer um teste, reduzir-se seu A mitologia demoníaca ajuda evocadores e exorcistas
bônus em 1. Isso indica que o ocultista está acabando de a construir os rituais apropriados para suas respectivas
receber a informação que é relevante para a sua situação. tarefas. Em ambos os casos, um ritual que de alguma
Se alguma figura distante (e não apenas um aliado) receber forma reencena ou responde ao mito é especialmente
nas mãos a Hierarquia, recupera-se seu bônus original, por- eficaz. Olhando para a citação no início desta seção, po-
que, para ele, a informação ainda está fresca. demos ver qualquer pessoa que pretenda atrair Ornias
• Hierarquias abrangentes são de vários volumes ou deve preparar um anel de ouro com a inscrição selo ver-
coleções. Algumas delas são o resultado final de projetos dadeiro de Salomão. Se um ocultista quer poder sobre
que tentaram listar cada demônio verdadeiro no mundo. Penemue, o Vigilante, que ensinou os seres humanos
Outros foram obras de maníacos em escrita automática, a escrita, ele pode persuadir uma mulher bonita (um
que combinam frases coerentes com página após página de sinal dos Vigilantes “tentação e queda”) de mentir so-
livre associação e desconexão paranoica. Os ocultistas sem- bre um altar, segurando um papel e caneta. Demônios
pre pode encontrar algo valioso em tal Hierarquia enor- são criaturas de hábito e tradição. Quando eles veem
me, mas a relação sinal-ruído não é boa e pode realmente os sinais adequados, eles reagem de acordo, repetindo
enganar o pesquisador. Se quaisquer teste de dados que o próprio mito. Demonologistas não devem esperar um
usam a Hierarquia obtiverem 1 no dado, deve-se remover comportamento robótico, já que os demônios são capa-
um sucesso do total do jogador. Rola-se os sucessos extras zes de adicionar uma “licença artística” a algumas destas
antes de fazer a redução. encenações.

Mitologias Sistema
Então a criança pegou o anel e saiu, e eis que nas horas habi-
tuais de Ornias, o demônio feroz veio como um fogo ardente para Dependendo de sua qualidade, uma mitologia legí-
tomar o pagamento da criança. Mas a criança, de acordo com as tima fornece um bônus de +1 a +3 para os seguintes
instruções recebidas pelo rei, jogou o anel no peito do demônio, e sistemas no capítulo dois:
disse: “Rei Salomão te chama para cá!” E então ele saiu correndo
para o rei. Mas o demônio gritou em alta voz, dizendo: “Filho, • Testes para atrair o demônio, se necessário.
por que fizeste isso comigo? Pegue o anel de cima de mim, e eu vou
dar-te o ouro da terra. Só tirar isso de mim, e deixai-me ir embora • Testes para realizar um exorcismo, se o mito é um
para longe de Salomão.” exemplo do demônio sendo vinculado, banido ou der-
-O Testamento de Salomão, FC Coneybeare, Trans. rotado.

Apenas os mais cínicos demonologistas chamam as his- • Testes sociais para perceber os motivos de um de-
tórias de origem e lendas tradicionais de demônios de “mi- mônio e antecipar suas ações.
tologias”, porque isso implicaria dizer que elas são falsas,
mas há um monte de demonologistas cínicos, também. De- O bônus só se aplica aos demônios mencionados no
mônios mentem o tempo todo, de modo a se esperar que mito em particular.
cada velha história de ataque de um demônio venha a ser
questionável, para dizer no mínimo, mas, paradoxalmente,
muitas contêm pelo menos um grão de verdade. Talvez os
demônios são tão ligada ao flexível, adaptáveis a natureza Nomes Secretos
das mentiras que eles são obrigados a honrar qualquer his-
tória que de alguma forma ressoe com as suas naturezas. Chris garganta queimada. Algo verde se arrastou para fora
Talvez as histórias os tornem mais poderosos conforme as do círculo. Ele tinha o rosto de uma cobra. A língua tinha três
pessoas falem delas, ou talvez demônios simplesmente as forquilhas, em vez de duas.
apreciem. “Eu ouvi você chamando meu nome”, disse. “Agora me
Mitologias incluem parábolas em que um demônio diga por que não é hora de eu foder uma ferida fresca na parte
aparece de fato ou metaforicamente, mitos de criação que traseira de sua cabeça.”
caracterizam o demônio como um malandro, um rebelde

37
tomos testamentos e outros segredos infernais
EleHequeria irritar-se,
wanted to pissmas ele colocou
himself, but heoput
sorriso mais
on the
falso do mundo na cara, segurou o papel e
fakest smile in the world, held the paper up and disse: "Isso
seria
said,contrariar o número
“That would quatro. paragraph
contravene Este é o seufour.
John
Hancock, não é? "
This is your John Hancock, isn’t it?”
Ele estava certo e errado. Não poderia fazer isso
He was right—and wrong. It couldn’t do that
com ele, mas havia uma brecha. Ele fez outra coisa.
to him, but there was a loophole. It did something
Duas horas depois o deixou vivo, como eles concorda-
else. Two hours later it left him alive, as they
ram. Ele só queria morrer.
agreed. He only wanted to die.
Então foi pelo menos a sua língua, assim ele não
At least his tongue was gone, so he couldn’t
poderia
say thatdizer
nameesseever
nome nunca mais.
again.
Sussurrantes
Whisperersnão have têmno nomes
real names, reais,butmasdesire
os de-
sejam
them greatly. Diaboli—the demons of nosso
muito. Os Diaboli - os demônios do our
mundo
corruptcorrupto
world—have - têm nomes
names muito much semelhantes
like those
aos
of de outros
other espíritos,
spirits becauseporquethey are elesofsãomuch de the
natu-
rezas muito parecidas. Somente
same basic nature. Only a few demons draw alguns demônios
tiram
their opower
seu poder
straight diretamente
from Hell do Inferno.
itself. They tie Eles
amarram as energias em um Nome
those energies to a Secret Name. Without it, Secreto. Sem
ele, estes
these Domínioscouldn’t
Dominions não poderiam survivesobreviver
exposureàtoex-
posição
even the atéweakest
mesmo virtuesdas mais and fracas
naturalvirtudes
ordereofda
ordem natural dos mundos superiores.
the upper worlds. A Secret Name is a Domin- Um Nome
Secreto é o coração de um Domínio.
ion’s heart. Speak it, and the demon feels the Fala-se, eo
demônio sente a vibração de seu
vibration to its core. Issue a command, and the núcleo. Profere-
sedemon
um comando, e o demônio
battles a compulsion batalha
to obey, em uma
usually by
compulsão para obedecer, geralmente,
reducing the order to the most literal, perverse reduzindo
a form
ordem para a sua forma mais literal, e perversa
possible.
possível.
A Secret Name is not really a word. De-
Um cannot
mons Nome Secretobe defined não by é realmente
pen and ink, umaorpala-a
vra. Demônios não podem ser definidos
wagging tongue. Think of it as more of a spiri- por cane-
tatual
e tinta, ou uma
frequency: a carrier
língua wave that transmits
abanando. Pense the
nisso
power
mais of Hell.
como umaItfreqüência
has a peculiar property,
espiritual: uma asondait
can be “embedded”
portadora que transmite intoo many
poderforms of infor-
do inferno. Ela
mation: a spoken or written word, a series of
tem uma propriedade peculiar, como pode ser “in-
numbers, even
corporada” a picture.
em muitas Thisde
formas doesn’t mean you
informação: uma
can scribble
palavra falada or ousay anything
escrita, uma and sériedemand the
de números,
demon
até mesmo treat it asimagem.
uma a Secret Name.
Isso não A significa
demonolo- que
gistpossa
você must rabiscar
still learn ouit, andqualquer
dizer the source must
coisa be
e exigir
o part of a line
demônio of transmission
trate-a como um Nome that Secreto.
consists O of de-
a
chain of honest
monologista aindarenderings,
deve aprender moving
que afromfontethepos-
source
súi of thede
uma linha revelation
transmissão to the
questudent.
consiste em uma
cadeiaFor deexample, a Dominion
representações whispers
honestas, its Secret a
movendo-se
Namedainto
partir fonte thedamind of a black
revelação para omagician.
aluno. She
hears the soundum
Por exemplo, of Domínio
babies screaming,
sussurra sees bile
seu Nome
green and tastes a mix of rotten
Secreto na mente de um mago negro. Ele ouve o flesh and cop-
per.de
som Herbebês
mindgritando,
reeling, she vê awrites downea sente
bile verde word o
that de
gosto willumarepresent
mistura the experience:
de carne podre eNaberius.
cobre. Sua
She honestly
mente intends to represent
segue cambaleando e ele escreve the umanamepa-
in this form, so anyone who invokes
lavra que irá representar a experiência: Naberius. the name
is really
Ele using the pretende
honestamente demon’s Secret Name,o even
representar nome
though the name itself is a
desta forma, de modo que quem invoca o nomemaddening flood of
sound and images.
está realmente usando o Nome Secreto do demô-
nio, ainda que o nome em si seja uma inundação
alucinante de sons e imagens.
38
Chapter One-Demonology
38
Se a pessoa seguinte na cadeia usar o Nome Secre- dá-lhes uma maneira de sair do inferno e aumentar
to, ele será valido. Depois disso, ele pode escolher ou- seu poder. Eles, no entanto, às vezes fazem uma gran-
tra representação do nome, embora ele deva fazê-lo de demonstração de ofensas, apenas para convencer
com a intenção sincera. Portanto, enquanto Nomes os invocadores que eles estão obrigando-os a fazer
Secretos mudam de época para época e de cultura algo contra sua vontade.
para cultura, eles nunca fazem isso por razões triviais. Assinatura (6 sucessos): ocultistas não pode usar
Um erudito não pode mudar o nome para escon- um formulário de assinatura em si, mas se eles po-
dê-lo, ou confundir outros. Os Nomes Secretos dos dem convencer um demônio a assinar um acordo es-
maiores demônios assumem muitas formas, mas na crito ou marcar um símbolo dedicado de seu acordo
verdade eles são todos um único nome, escritos para (uma escultura, talvez, essa forma é mais comum em
transmitir uma essência indescritívelmente horrível. não-culturas letradas), o demônio deve respeitar as
Esse fato é a razão de demônio com nomes famo- condições. Demônios são muitas vezes bastante con-
sos – Asmodai, Belphegor e os demais – geralmente fortável fazendo isso, porque eles geralmente compre-
não serem verdadeiros Nomes Secretos, mesmo que ender as condições semi-legais desses contratos me-
haja algum momento na história em que eles foram lhores do que a outra. Esses contratos são o resultado
usados como tal. Eles foram copiados por muitas da fase de negociação (veja os sistemas de conjuração
mãos ignorantes com o passar das eras, e sua grande de demônios no Capítulo II). Nada impede que um
maioria nunca usou o nome para chamar um demô- demônio de utilizar uma assinatura falsa que faz a
nio. Isso nem sempre é verdade, há uma diferença sua promessa sem sentido, mas é de esperar um sum-
entre o nome Belphegor que aparece em uma pági- moner que o quer por escrito sabe como identificar
na aleatória da web, e com o mesmo nome aparece marca legítima de um demônio.
quando é escrito em um grimorio negro real. Selo (12 sucessos): O Selo é uma das formas
Nomes Secretos aparecer em três formas. A pri- mais úteis do Nome Secreto. Consequemntemente,
meira é uma tradução fonética simples que permite demônios trabalham duro para torná-los difíceis de
que um ocultista fale ou cante isso. A segunda é uma adquirir. Rendereizar corretamente um selo requer
assinatura demoníaca: uma série de pictogramas exó- um teste de Raciocínio + Ocultismo com uma pena-
ticos ou palavras disformes que o demônio pode usar lidade igual a classificação Infernal do demônio, já
para vincular-se em um contrato escrito. A terceira que demônios mais poderosos têm selos mais compli-
forma é o selo do demônio, que um ocultista utiliza cados. Se o ocultista consegue enganar um demônio
para exercer autoridade sobre o demônio. Saber uma em um espaço confinado (um quarto, uma garrafa)
forma do Nome Secreto não transmitir conhecimen- ou um círculo fechado marcado com o selo, o demô-
to para os outros. nio não pode sair até que alguém danifique o selo,
crie uma abertura na área de confinamento, ou ele
Sistema domine alguém com um teste de seu Poder + Posto,
penalizado pelos pontos que o criador do selo obte-
Se um personagem aprende uma forma do Nome
ve em seu teste (O demônio não pode atacar o selo
Secreto ele pode pesquisar as outras. Ele deve sempre
ou algo além das fronteiras de seu confinamento).
começar com o conhecimento de uma das formas
O demônio pode tentar escapar no primeiro turno
do nome demôniaco, e que aprendeu de uma fonte
de prisão, mais uma vez na cena subseqüente e mais
legítima. Aprender outras versões (como o selo ou
uma vez na próxima hora, dia, semana, mês e ano.
assinatura) requer um teste de Pesquisa padrão (veja
Depois disso, o demônio permanece aprisionado até
o livro de regras do Mundo das Trevas). Sua parada
que outra pessoa cause danos a vedação ou cria uma
de dados é Inteligência + Ocultismo + Equipamento
abertura na área selada.
acadêmico do personagem. O personagem não pode
O confinamento enfurece os demônios, mas tam-
tentar a tarefa sem pelo menos um ponto de Ocul-
bém serve como alavanca eficaz para as negociações.
tismo. O número de sucessos necessários é listado
Infelizmente, o selo também bloqueia um demônio
em parêntese, ao lado dos efeitos de cada forma do
de prestar os serviços negociadas no pacto. Se um
Nome Secreto:
ocultista quer os benefícios de um pacto, ele tem que
Falado (6 sucessos): Falando um nome secreto
deixar o demônio ir, embora ele possa aplicar condi-
ganha-se um bônus de +3 para invocar o demônio
ções. O invocador deve ter o cuidado de incluir dis-
chamado. Alguns demônios odeiam quando os hu-
posições para a sua própria segurança, ou o demônio
manos dizem seus nomes, mas muitos não se impor-
certamente irá se vingar. Ele deve receber o termo
tam, porque eles querem ser convocados. A chamada
por escrito com a assinatura do demônio, se possível.
39
TOMOS TESTAMENTOS E OUTROS SEGREDOS INFERNAIS
Testamentos para benefício do demônio, bem como: quem me-
Um Testamento é uma longa descrição de um lhor do que um culto de seguidores mortais delibe-
demônio. Um Testamento completo pode listar um radamente satisfazendo suas Malapraxis sem questio-
número de demônio títulos, o sigilo usado para con- nar? Claro, cultos podem atrair a atenção, e muitos
voca-lo, as habilidades de renome do demônio, suas demônios não têm a criatividade plena para manipu-
associações com planetas e cores e números, e assim lar um grupo inteiro de uma vez. Mesmo assim, há
por diante. Testamentos se entrelaçam com os outros uma série de cultos Diabolistas espalhados por todo
elementos listados acima. Por exemplo, uma hierar- o Mundo das Trevas com clientes reais.
quia Infernal detalhada conterá um número de Tes- O material a seguir pode ajudar na elaboração do
tamentos para vários graus. Um nome secreto pode culto perfeito para seu jogo, quer como adversários
ser encontrado dentro de um Testamento, embora potenciais, contatos, ou mesmo peões. Seleccionan-
isso seja bastante raro. Em alguns casos, a mitologia do a idade de um culto, crenças e patronos podem ser
de um demônio e Testamento podem ser transcritos um bom ponto de partida para discutir os detalhes
em conjunto. reais em torno do culto.
No entanto, a Mitologia Hierarquica e o Nome
Secreto são projetados para ajudar a pretensos demo- Idade
nologistas. O Novo Testamento é algo que beneficia Nem todos os cultos começam ao mesmo tem-
os demônios mais do que tudo. O ato de escrever um po. Alguns fundadores sobreviveram por séculos, ou
testamento pode elevar um Sussurrador em um Do- mesmo milênios talvez. A idade do culto pode afetar
minion, por exemplo (veja p. 61). Demônios tiraram muito o seu estilo e metodologia, bem como enfatizar
forças da percepção humana, e um Novo Testamento temas diferentes pelo seu pedigree.
é uma concentração dessa percepção.
Antigos
Sistema Muitas seitas fingem ser antigas, mesmo que se-
Um Testamento pode ser usado como um gatilho jam apenas recriações modernas escolhendo pedaços
para convocar um demônio, embora o Nome Secreto de sabedoria antiga para atender às suas finalidades.
seja mais eficaz, o testamento pode ser usado como Cultos verdadeiramente antigos são bastante raros,
base para uma invocação. Citar um Testamento res- embora freqüentemente muito perigoso. É difícil
peitosamente também pode conceder um bônus de para uma organização religiosa do tamanho de um
equipamento de +1 ou +2 para testes feitos para nego- culto sobreviver por décadas, muito menos milênios
ciar com um demônio determinado. (O bônus pode sem se tornar algo totalmente diferente de sua ori-
até subir a +3 em casos de demônios do orgulho, pois gem. No caso de um culto Infernalista genuinamente
eles gostam de ter suas honrarias mencionadas). antigo, o demônio pode ajudar a manter seus segui-
dores “honestos”.
Antigos cultos continuamente se reinventam para
Cultos usar qualquer método moderno que possam precisar.
A atração de um culto é compreensível até cer- Um grupo que recrutava os soldados de Roma pode
to ponto. Ele oferece a compreensão e a aceitação a ter evoluído para chamar os membros do militar mo-
certa distância de um mundo menos simpático. Ele derno, ou poderia ter mudado o foco para os fortes
faz promessas de esperança para aqueles que se sen- aos seus servos, os inimigos da organização podem
tem isolados e deixados para trás. Ele é intensamente ser pegos desprevenidos de forma letal.
pessoal e envolvente, e até certo ponto pode oferecer
amor por amor – o amor a favor do líder do culto ou Exemplo de Culto Antigo: Os Sete Nomes
patrono em troca do amor e esforços do cultista. E é Os líderes dos Sete Nomes traçam a sua volta pe-
a chance de entrar em um comportamento que seria digree para a Mesopotâmia, onde os fundadores do
considerado inaceitável no mundo a fora, seja por se- culto venerado um demônio monstruoso, com sete
vera austeridade ou pela debochada busca do prazer. aspectos. A maioria dos sete nomes é de conhecimen-
Quando os demônios se envolvem, os benefícios to proibido, com apenas o primeiro – Pagash – sendo
aumentam, embora também seja necessária a partici- usado entre o culto inteiro. Os ensinamentos do cul-
pação. Um culto pode se tornar ainda mais forte se to exigem que um membro deve oferecer sete vidasao
forem dadas pequenas doses regulares de atividade seu patrono profano, a fim de alcançar verdadeiras
sobrenatural genuína para recompensar sua fé. E é bênçãos. Isso não significa exclusivamente sacrifícios:
40
esta é também uma exortação para recrutar novos Exemplo de Culto de Gerações: Os Creytons
seguidores. O mestre final do culto é também o guar- Qualquer um na cidade conhece os Creytons.
dião das tábuas que registram todos os sete nomes. Eles são ricos a tempo, e tem seu nome em um mon-
Estas tábuas são artefatos que resistiram ao longo de te de edifícios da cidade. Os meios de comunicação
milênios, e ensinam o Nome Secreto de patrono do também não conseguem resistir a uma sessão de fo-
culto. O Culto de Sete Nomes é actualmente lidera- tos com uma ou mais das novas filhas do clã unifor-
do por Richard Kingston, um banqueiro de herança memente lindas, muito mais fotogênicas e atraentes
Africana, que possui um gráfico genealógico suposta- do que a raça habitual de herdeiras nacionalmente
mente traçando sua linhagem até a Suméria. O culto expostas. Eles são mais respeitáveis, também não há
é bem organizado e tem uma grande influência social uma pitada de escândalo envolvendo a família. Cla-
nas cidades onde seus membros vivem, sabem todos ro, isso é porque ninguém sabe que a fortuna da famí-
os caminhos sujos para jogar o dinheiro sobre um lia pode ser rastreada até Josias Cretyon, que fez um
problema ou em pessoas que podem consertar um pacto com um demônio do orgulho em 1840 para ga-
problema para eles. Os sete nomes são citados indire- rantir a sobrevivência e a prosperidade de seu nome.
tamente em algumas obras de ocultismo. Seus inimi- Os Creytons sabem que seus filhos são recursos valio-
gos mais perigosos são os filhos da lua cheia onde os sos, e esperam que eles tragam os maridos e esposas
vários dos nomes de seu patrono são conhecidos pela de excelente recursos financeiros e... ética maleável.
história oral dos lobisomens, e marcado como um A prosperidade da família deve ser constantemente
inimigo dos Uratha. mantida, depois de tudo. Um personagem que acaba
romanticamente envolvido com uma Creyton pode
Gerações achar que não é tão desejável quanto a mídia pode fa-
zer os outros acreditar, mesmo se a família aprova. Se
Cultos geracionais são assuntos da família. Eles
não aprovar, todo o inferno é provável que se solte.
surgem de um pressuposto simples: a melhor manei-
ra de se cercar de pessoas que acreditam assim como
você é levantar-las sozinho. Embora esta não seja uma Estabelecido
filosofia infalível, muitos pais descobriram pode ser Um culto estabelecido é aquele que está enraizado
reforçada com medo e brutalidade, ou com recom- no último século ou dois. Foi a tempo suficiente para
pensas sobrenaturais. Cultos de gerações tendem a ter estabelecido um sistema de sucessão, mas não tem
manter os seus familiares próximos, e cuidadosamen- muito da linhagem de um culto genuinamente anti-
te doutrinados a cada nova geração. Eles florescem go.
em isolamento, onde é mais fácil manter os membros Eles são populares entre aqueles de uma persu-
da família sem serem expostos a outras crenças. Al- asão acadêmica, a maioria foi fundada em cima de
guns o fazem muito bem em meio a sociedade, no uma assembleia de maior sabedoria, e a maioria tem
entanto, mantem suas crenças familiares tranqüila- uma reputação de astúcia ocultista para revelar.
mente escondidas. Cultos estabelecidos geralmente são rígidos em
Um culto de gerações normalmente traça as suas sua estrutura de poder. Dada a sua ênfase na linha-
origens de volta a um pacto feito entre pelo patriarca gem e na idade, eles podem ser abusivos para os mais
ou matriarca do clã. O Bem-estar da família é mui- novos, até que os membros declararem que “pagou
tas vezes de grande interesse para o patrono, e pode suas dívidas”, o que os transforma em endurecidos
ser uma das fichas de negociação predominantes no tradicionalistas. Eles também são, curiosamente, al-
acordo original. Crianças nascidas de um culto às ve- guns dos cultos mais prováveis de ter se deslocado
zes são oferecidas como sacrifício ao patrono, quer nos últimos anos; novos cultos, muitas vezes ficam
no sentido de assassinato ritual ou como vasos de onde estão fundados, e cultos verdadeiramente an-
acolhimento para a posse. Em alguns casos, o funda- tigos tendem a procurar lugares onde eles podem
dor original conseguiu se manter além anos mortais, permanecer em paz por décadas. Um culto estabele-
talvez fingindo a sua morte e afirmando ser o seu pró- cido é muitas vezes confortável o suficiente em suas
prio filho a cada geração ou talvez ele esteja preso de tradições para arrumar soldados do crime organizado
forma segura no porão, se contorcendo e tremendo ou policiais corruptos (ou ambos). No entanto, as tra-
por causa da coisa que ele tem dentro de sí, e trouxe dições centrais freqüentemente permanecem pratica-
para o resto da família nos dias de festa. Aquele que mente intactas. Em parte, isso é devido a tendência
cruza com um culto de gerações pode ter a certeza humana de valorizar “as velhas formas.” Um antigo
que terá uma experiência memorável, independente culto pode ser um ponto que veda a muitas pessoas
dos pecados do sangue. desencantadas com o mundo moderno que podem
41
CULTOS
acreditar que o único mérito real pode ser encontra- Novos
do nas velhas práticas de um tempo “simples”. A ida- Cultos que são relativamente novos, provavelmen-
de é pedigree, em certa medida. te tem seu início nos últimos 10 anos, talvez muitos
É claro, alguns cultos suportam os longos anos com 20. O fundador original ainda é o mais provável
não por adaptar a sua forma e as estratégias de re- no comando. Um novo culto ainda precisa se esta-
crutamento, mas por permanecer isolado. Mesmo belecer em suas tradições, descobrir o que funciona
assim, o culto pode ser em grande parte o mesmo, melhor e experimentar, muitas vezes de maneiras que
mas ter passado por uma mudança na demografia. são altamente desagradáveis para aqueles quem se in-
Por exemplo, um grupo de adoradores do demônio teressam. Mesmo aqueles que herdou uma tradição
entre os desajustados e párias Cherokee’s e Apalaches muito mais antiga ainda pode ter refinado seu tra-
poderiam ter criado sangue colono gradualmente tamento a tradição, ainda não está totalmente con-
mais e mais branco em sua linhagem, mudando a sua fiante de que eles têm a forma adequada. O “culto da
identidade étnica, mas não sua cultura religiosa. Isso personalidade” é quase certamente um novo culto,
pode fazer um culto verdadeiramente velho e difícil assumindo a personalidade em questão que não é
de identificar e se o antigo demônio que eles adoram imortal.
é ainda mais forte para a idade, e concede todos os Novos cultos têm uma certa vantagem de ano-
benefícios mais as malas e mudar para outro lugar, nimato. Eles não são susceptíveis de ter a sua con-
confiando nas velhas formas de se manter por onde ta registrada em um grimório antigo para qualquer
passa. inimigo do seu patrono descobrir (a não ser que as
suas práticas derivam de grimórios mesmo). Aqueles
Exemplo de Culto Estabelecido: Os Iniciados da que procuram um culto recém formado tem que pres-
Cortina Violeta tar mais atenção aos eventos atuais e fofocas de rua,
Os Iniciados da Cortina Violeta foi estabelecida como não há como a história te-los registrado.
durante o auge do sensacionalismo oculto vitoriano.
Ele foi fortemente influenciado pela Ordem Hermé- Exemplo de Culto Novo: O Clube Perdição
tica da Golden Dawn, de fato, os seus fundadores Reúne-se na parte de trás de um clube de fetichis-
eram intensamente ciumentos da notoriedade da mo bastante conhecido. Até mesmo celebridades têm
Golden Dawn e influência. Essa rivalidade intensa sido rejeitadas para a adesão. O Clube da Perdição
começou a manchar a abordagem dos Iniciados para promete maior excesso, mais hedonista disponíveis:
prática de magia e, assim, atraiu a atenção de Tho- os parceiros melhores e mais bonitos, os atos sexu-
follus, um patrono demoníaco da inveja. Tragicamen- ais mais ultrajantes, e praticamente sem limites, em
te, Thofollus nunca lhes permitiu atingir um nível absoluto. As festividades são regularmente invocadas
semelhante de sucesso e notoriedade, afinal, como em nome do “Deus, do Grande Bacanal”, e como se
poderia alimentar-se de sua inveja, se superassem vê, um demônio da Luxúria começou a responder a
seus rivais? esse nome. Os membros do núcleo se encontraram
No início do século 20 cismas na Golden Dawn impulsionados cada vez mais pelo seu espírito sendo
reduziram sua influência, porém, Thofollus haviam levados por ele quase literalmente. Agora, os partidos
se acostumado a influência-la como seu animal de estão se tornando mais lendários do que nunca, e os
estimação. Em seguida, ele começou a influenciar ritos mais devassos. Mas não é mais suficiente. Os
a ordem a fim de se alimentar dela, ironicamente ritos deixaram a sensação de oco vazio nos partici-
perpetuando sua existência. Aos poucos, o demônio pantes, sujos e incompletos no dia seguinte. O Baca-
encorajaria um Mestre do Templo a se tornar tão in- nal tem sugestões para o clube ir mais longe, porém
feliz com sua vida que ele estaria disposto a cometer gradualmente, os rituais foram se tornando cada vez
o suicídio ritual, passando seu cargo para o próximo. mais depravado e formalizados. Os membros estão
Isto também se tornou a metodologia para o culto sentindo a necessidade de sangue novo, e está ocor-
como um todo: a tentativa de arruinar a vida e a sani- rendo a eles que poderia valer a pena... uma surpresa,
dade dos rivais de tal forma que qualquer inimigo da alguns novos recrutas com participação.
Cortina Violeta iriam cometer suicídio. Como tal, os
Iniciados têm mantido o foco em cima de erudição
hermética, mas também evoluíram ligeiramente em
um culto de morte, a “A Cortina Violeta” tornou-se
Crenças
Para um patrono demoníaco a função de um cul-
um termo não só para o véu de transcendência, mas to é alimenta-lo. Malapraxis não é necessariamente
para a própria morte. o mesmo que a sua função no que diz respeito aos
42
seus membros. Muitas seitas são ignorantes em rela- descreve a fé como segue: “Reconhecemos e respei-
ção a verdadeira natureza de seu patrono. O sistema tamos cada uma das principais religiões do mundo,
de crenças de uma seita descreve do que os seus mem- mas elas enchergam apenas uma parte do quadro.
bros estão ficando de fora e porque ela foi fundada. Os anjos e os seres divinos que eles reconhecem são
Ele também fornece uma base para os rituais, que criaturas mais avançadas do que qualquer mitologia
podem ser explicados tanto com mística profunda de séculos atrás pode descrever. À medida que apren-
ou talvez, como pseudo-ciência. Os detalhes reais de demos mais sobre o cosmos, sobre as vibrações que
um sistema de crenças variam amplamente, de indul- emanam do céu que já foi descrito como “música das
gência deliberada na maldade a “negócios de porão”, esferas”, ficamos sintonizados com os Anjos Strela-
satanismo, a uma racionalização ética partindo de res e seus desejos para nós. Eventualmente vamos ser
um ponto de vista moral superior. A maneira mais como eles.”
simples de organizá-las é partindo de seus pontos de A Igreja é inofensiva, à sua maneira, “Cassiopeian”
origem: se são criações modernas, extrapolações das realmente não acredita em seu discurso próprio, mas
tradições antigas, ou revelações diretas dadas pelo encontra na liderança do culto uma excelente ma-
próprio demônio patrono. neira de fazer sexo com freqüência e têm o dinheiro
rolando por alí sem ter que fazer muito trabalho. É
Moderno esta atitude que atraiu um demônio da preguiça para
a Igreja, que tem gradualmente chegado a David e
Sistemas de crenças modernas são fundamentadas
seu rebanho. No momento, ele se alimenta do dese-
nas necessidades e desejos específicos de um crente
jo fundamental que têm em fazer nada: para atingir
moderno. Essa é a abordagem principal. Alguns deles
a iluminação sem realmente ter que pensar muito.
ainda recorrem a antigos (ou supostamente antigas)
Mas está ficando com um pouco mais de fome, e co-
tradições em uma tentativa de atrair seguidores que
meçou a sussurrar sugestões pequenas nas vozes de
querem uma desculpa para rejeitar conscientemente
“Anjos Strelares.” E se o líder da seita não é propenso
a pompa e pensamento convencional da sociedade
a acreditar em suas próprias criações, talvez ele seja
moderna. Outros começam com uma abordagem
um bom sacrifício nas mãos dos verdadeiros fiéis ...
mais científica, filosofia normalmente, às vezes uma
interpretação ímpar de física, psicologia ou a astrono-
mia pode desencadear uma abordagem peculiar. Tradicional
Alguns novos sistemas de crenças são criados com Um sistema de crença tradicional é aquele que é
intenções boas o bastante e um esforço genuíno para passado de geração em geração, ou uma antiga seita
tentar enquadrar existência no contexto do que os concebido desde os sistemas pré-existentes de crenças
seres humanos modernos sabem. Muitos são criados tradicionais e personalizada de acordo com os objeti-
com a intenção específica de cortejar seguidores que vos do próprio fundador. Um culto com crenças tra-
podem ser fraudadores de dinheiro ou serviços. De- dicionais ainda podem ser uma tradição única ou em
mônios são capazes de corromper ou, embora natu- grande parte desconhecida, é claro, esta categoria se
ralmente há um pouco menos de trabalho envolvido refere às tradições internas, seu dogma é reconhecida
no segundo. Alguns cultos com novos sistemas de por fontes externas ao culto. Dito isto, estes tendem
crenças começam com um demônio, então fazem um a ser as crenças derivado mais claramente a partir de
novo dogma a fim de disfarçar a verdadeira natureza estruturas de crenças existentes. Judaico-cristã apócri-
do demônio ou fazê-lo parecer mais apresentável para fos, Mesopotâmia, mitologia nórdica e greco-romana,
a mente cosmopolita do século 20 ou 21. ou religióes são algumas das fontes mais populares
Modernos sistemas de crenças não são menos sus- para um culto tradicional ocidental formado no últi-
ceptíveis de atrair a atenção demoníaca. Como já des- mo século. Mas antigos cultos tradicionais podem vir
crito, demônios prosperam com os mortais lhes atri- de qualquer lugar, de entortadas práticas animistas
buindo identidade. Sistemas de crenças modernas variantes do culto aos antepassados do cristianismo
são uma nova abordagem para o que eles desejam, eo islamismo. O aspecto fundamental do culto é ge-
mas não menos útil. ralmente algum tipo de reinterpretação da tradição
existente, a mesma seitas que parece cristã manipula
Exemplo de Culto Moderno: Igreja dos Anjos Es- e deriva suas práticas a partir de uma passagem no
trelares livro de Marcos.
A Igreja dos Anjos Strelares tem seus pés clara- Cultos tradicionais, muitas vezes têm uma maior
mente definidos no idealismo Nova Era. Seu funda- biblioteca de sabedoria à sua disposição, embora,
dor, David Cassiopeian (nascido David Greenblatt), naturalmente, grande parte não será necessária. Este
43
CULTOS
não é sempre o caso, é claro, algumas tradições são hospedeiro morre, eo demônio assume seu próximo corpo...
fundadas na ignorância geral, diretamente dedicadas mas por que ter a moral rebaixada?
a um patrono sem enquadrar as suas crenças em um
contexto maior. Eles também tendem a ser os cultos Revelado
mais prováveis de aparecer em literatura ocultista, o As tradições de um culto revelado não têm nada a ver com
que os permite se opor com maior facilidade, e tam- adivinhação. Esses cultos são construídos diretamente sobre
bém se recriar novamente como um grupo dissidente. a palavra de um demônio ou um mortal possuído. Eles iriam
Um culto com tradições registradas não é dependen- ser considerados os mais abertos e honestos dos cultos, se não
te de qualquer fundador, um dado mortal ou perso- fosse pelo fato de que os demônios permanecem esses menti-
nalidade para prosperar, nem é mesmo dependente rosos inveterados. Não que os membros da seita o saibam, é
de qualquer patrono demoníaco. Um rito que atraiu claro. O show da revelação demôniaca aberta lhes diz o que
o anúncio de um demônio do orgulho vai servir mui- eles querem ouvir, ou especificamente o que o demônio quer
to bem para atrair a atenção do outro, especialmente que eles ouçam.
se não há nomes específicos sendo mencionados. Cultos Revelados muitas vezes são os mais perigosos. Por-
que o demônio se comunica diretamente com pelo menos
Exemplo de Culto Tradicional: Filhos de Mercúrio um membro do culto, ele é capaz de mobilizar os seus mem-
Os Filhos de Mercurius fundaram a sua fé em bros rapidamente contra qualquer coisa que ele perceba mes-
uma interpretação peculiar da tradição alquímica. mo que eles não estajam cientes. O demônio também tem
De acordo com os ensinamentos de sua linha, a al- sua Malapraxis saciada mais cedo, e muitas vezes isso o torna
quimia é uma coisa de triplo aspecto. Na sua forma mais forte. A única fraqueza real de um culto revelado é que
mais simples, é uma transformação do corpo, uma é um pouco mais fácil de descobrir o que ele é. Abertura
simples aplicação de dieta e exercício. O “aspecto do patrono pode voltar-se contra ele, se alguém for capaz de
mediano” é a transmutação da alma, refinando as interrogar com sucesso um membro, especialmente se o ini-
impurezas e tornando-se um ser espiritual avançado. migo do culto passa a reconhecer o nome do patrono.
Este por sua vez, leva ao aspecto final, os Rebis, o
divino andrógino – metaforicamente uma fusão do Exemplo de Culto Revelado: Os Clientes famintos
masculino e feminino, mas, na verdade, uma fusão Os ensinamentos dos clientes famintos são simples: Você
de corpo e espírito. Atingir o estado de Rebis é anota- é o que você come. Se você comer alimentos ricos, então você
do para conceder a plena capacidade de transformar vai se tornar rico. Se você comer uma refeição saudável, você
o mundo em torno de si mesmo, incluindo a famosa vai se tornar saudável. O culto foi iniciado quando o Prín-
transmutação de metais básicos. Os Filhos têm todos cipe de Ouro, um demônio da gula, revelou-se a um obeso
os motivos para confiar em sua tradição: eles são lide- mórbido candidato a cozinhar nomeado Evaline Leeds. Ele
rados por um Rebis genuínos, depois de tudo. ofereceu-lhe a habilidade para se tornar um bom chef e, me-
A própria natureza do culto é menos nobre do lhor ainda, a capacidade de desfrutar de tanta comida quanto
que seus membros gostariam. Os Filhos de Mercúrio queira, permanecendo saudável. (Ele não prometeu sua perda
são motivados em parte por orgulho, e em grande de peso real, mentiu e Evaline ainda é muito acima do peso,
parte pela ganância crua e nua. Durante séculos, o mas ela não corre o risco de doença cardíaca ou outros efeitos
culto abriu suas portas apenas para os mais ricos e nocivos, desde que ela mantenha seu pacto com o Príncipe
os mais pobres, para aqueles que têm o maior desejo de Ouro).
de transformar a si mesmos e ao mundo à sua volta Evaline possui seu próprio restaurante, agora, um lugar
em ouro. O “espírito-guia” da ordem, é muitas vezes de fusão da moda chamado Appetit. Lá, ela serve porções
equiparado ao imp mítico no punho da espada Pa- imensas e fora da moda, mas os críticos devem perceber que a
racelso, é na verdade um demônio da ganância. O comida é sublime para todos os seus excessos. Seu restaurante
Rebis que lidera o culto é um hermafrodita Possessed tem servido como campo de recrutamento para as pessoas
(concedido ao toque de Midas Vestimenta). O Rebis famintas; Evaline oferece convites para jantares “exclusivos”
não é imortal, e seus poderes de transmutação pare- para aqueles que parecem prováveis convertidos. Os mem-
cem prejudicá-lo quando usados com muita freqüên- bros identificar-se com um broche de ouro minúsculo mos-
cia, mas isso é explicado ao culto como uma tradição trando um coração descansado em um prato, a maioria tam-
de passar o refinamento para os outros. Uma vez que bém possui excesso de peso, graças aos excessos incentivados
o Rebis está pronto, ele vai partilhar o seu estado pelo Príncipe de Ouro. Os Clientes Famintos são convocados
com o próximo candidato digno, passando a lide- mensalmente para devorar alguns dos mais ultrajantes pratos
rança ao mesmo tempo, de modo que pode ascender de cozinhas disponíveis, e os membros são conhecidos por
ao mundo superior. É claro, a verdade real é que o
44
comparecer sem e não medir esforços para adquirir ingre- desesperados. Todos eles estão dispostos a fazer tudo
dientes especialmente escolhidos. Algumas de suas festas são o que Berith lhes pede, a fim de manter a boa sorte
simplesmente irresponsáveis (se banqueteando com espécies que vem.
ameaçadas de extinção). Outras são absolutamente grotescas
(como uma aventura de coprofilia), e o culto está se movendo Sobrenatural
para o canibalismo gourmet sendo este o seu esforço mais Algumas seitas têm uma entidade sobrenatural de
recente e mais emocionante. um tipo diferente na sua cabeça. Em alguns casos,
este ser definiu-se como um objeto de adoração, re-

Patrocínio velando-se a seus seguidores; vampiros em particular,


têm uma predileção por este tipo de empreendimen-
Para os propósitos deste livro, cultos com clientes reais to. Em outros casos, a criatura sobrenatural mani-
sobrenaturais vêm em dois sabores distintos: aqueles cujo pa- pula seus seguidores tanto como um líder mundano
trono é demoníaco, e aqueles cujo patrono não é. No entan- faria, para praticamente os mesmos projetos. A natu-
to, mesmo aqueles que são clientes de um demônio podem reza sobrenatural do patrono não é revelado ao culto,
continuar não sentindo a mancha do inferno sobre eles. embora o culto ainda serve seus propósitos.
Esses cultos, no entanto, ainda podem envolver a
Demoníaco presença de um demônio. O Sussurrador pode ser fa-
Este é o padrão para a maioria dos cultos demoníacos; na cilmente atraído para esse grupo, e tentar focar a sua
maioria das vezes, o demônio ou Possesso escolhe a si mesmo influência sobre a cabeça sobrenatural. Um demônio
para ser o objeto de adoração, ou pelo menos ter um peão não tem de constituir-se como um patrono real para
mortal como o centro da atividade do culto. se beneficiar de um culto. Ele simplesmente precisa
A diversidade dos cultos com um patrono demoníaco ati- encontrar um culto que cumpra sua Malapraxis. Um
vo é igual à diversidade dos próprios demônios. culto de sangue vampírico que envolva orgias e ritu-
Alguns deles começaram sem patrono, apenas chamaram ais de comunhão pode ser muito atraente para um
um demônio para eles; outros foram fundados por um demô- demônio da luxúria ou gula, que pode se estabele-
nio que fez uma revelação a fim de recolher mais alimento cer sem o intuito de mudar nada. Só um pouco mais
para si mesmo. entusiasmo ... ou frequência, talvez. Em tais casos,
o demônio não pode ser revelado para a cabeça do
Exemplo de Culto Demoniaco: Sangue de Berith culto sobrenatural. Em outros casos, os dois podem
Tudo começou com um jogo de cartas. Tommy Valiant entrar em uma relação simbiótica, com o demônio
perdeu tudo, não podia pagar, e tem a merda bater fora dele. claramente na posição menos dominante... pelo me-
Como ele cambaleou para a rua, perguntando se ele deveria nos, por agora.
simplesmente entrar em tráfego, um vagabundo pressionou
um pedaço de papel em sua mão, sussurrando: “Você está Exemplo de Culto Sobrenatural: A Revelação da Voz
em necessidade, filho. Chamada em Senhor Berith. Ele pode A Revelação da Voz é tecnicamente dedicado ao
ajudar.”O papel estava cheio de uma espécie de ritual de in- serviço do demiurgo Velado, um criador de divinda-
vocação e um diagrama de estranho. Qualquer outra noite, des que se apresenta usando muitas máscaras, mas
Tommy teria empurrado o vagabundo em uma parede e joga- com apenas um verdadeiro caminho de revelação.
do o papel fora. Esta noite, ele estava desesperado o suficiente Esse caminho é, claro, apresentado por Edward Mi-
para dar-lhe uma tentativa. nos (não é seu nome real), um mago que é da facção
Desde que a primeira convocação, Berith foi danado de conhecida como os Videntes do Trono. Como outros
bom para Tommy. Ele obteve alguns favores do demônio em videntes, Minos é dedicado ao serviço dos exarcas,
troca de outros favores, naturalmente, mas o melhor até ago- uma vez que agora virou mortal arquitetos da realida-
ra foi sorte. Tommy ganha jogos de cartas agora, muitos. E de que se diz governar o universo do outro lado do
a pedido de seu mestre, ele começou a trazer outras pessoas mundo mortal. Ele fundou sua seita, a fim de promo-
para o rebanho, ensinando-os a esquecer Lady Luck e come- ver os objetivos dos exarcas, e em certa medida para
çar a venerar um Senhor da Fortuna. O Sangue de Berith tem tentar recriar uma versão menor de sua autoridade
alguns soldados nele, que precisavam de um pouco de sorte para si mesmo na Terra. Infelizmente para ele, um
para se recuperar e por suas vidas em ordem. Tem uns poucos Sussurrador do Orgulho começou a influenciá-lo, e
sedutores, também, homens e mulheres um pouco após sua ele confunde a sua orientação com a voz de seus se-
prima e alguns adolescentes com cara de bebê todos olhan- nhores. Como ele cai ainda mais em desgraça, Minos
do para pegar a derradeira oportunidade. Todos eles estavam pode atrair a atenção de magos que se opõem aos

45
CULTOS
videntes e de seus próprios colegas. Mas com um gru- De um modo geral, os seres humanos e até mes-
po
may dedicado
attract de seguidores
the attentionqueofvêm de muitas
mages esferas
who oppose mo
thereseres sobrenaturais
are hard to open. Most não people
tem ohave poder de there
to get abrir
da
thevida e doand
Seers poder da magia,
of his não vai ser fácil
own colleagues. But desloca
with a qualquer
in the moretipousual
de porta
fashion.para o inferno de forma con-
-lo de sua posição.
dedicated band of followers who come from many fiável. Até mesmo os demônios
Generally speaking, humans and têm even
dificuldade em
supernatu-
walks of life and the power of magic, he won’t be fazê-lo. No entanto, portões podem ser
ral beings don’t have the power to open a gate to Hell abertos. Na
maioria
in any sort of reliable fashion. Even demons havedea
das vezes, a área exige uma classificação
Portões para o inferno
easy to displace.
Profanação
hard time doingmínima 6 para
so. Yet gatesumcanportão
and doseopen.
abrirMost
(ver

Gates to Hell
Há cem ou mais palavras para o inferno, e sua na-
tureza real é difícil de deduzir até mesmo para o mais
p.
of the time, the area requires a Desecration ratingtal
65).
coisa
A
pode
at least
seguir estão
6 forsera gate
trazida
algumas
à existência:
to open
idéias sobre como
(see p. 65). The following
of

sábioThere
magoare oualobisomem.
hundred or A more wordsconcorda
maioria for Hell, que
and are a few ideas for how such a thing might be brought
its actual nature is hard for even the wisest
deve ser um mundo totalmente imaterial, embora mage or into•being:
Um ritual prolongado, culminando em um
mostrelação
que far-roaming werewolf
ele tem com ostooutros
deduce. Mostsombrios
reinos agree it sacrifício
• An sete vezes ritual,
extended mortalculminating
(ver p. 91). in O aDiabolista
sevenfold
must be an entirely immaterial world, though
listados nas obras do ocultismo é incerta. Mas, assim what Deadly
deve Sacrifice21(see
acumular p. 91).
sucessos emThe diabolist
rolagens must ac-
de Inteligên-
relation it bears to the other shadowy realms
como os demônios podem vir do inferno e até mes- listed cumulate
cia 21 successes
+ Ocultismo on an Intelligence
para completar o ritual,+oOccult
que emrollsi
in occult works is uncertain. But just as demons can to complete
deve the ritual, which
ser cuidadosamente itself must
pesquisado. Embecondições
carefully
mo assumir a carne, é possível para os mortais entrar
come from Hell and even take on flesh, it’s possible for researched.
ótimas, Optimally,
o sacrifício the sevenfold
séptuplo envolve sacrifice
a morte involves
de cada
no Inferno - ou mais provável, de ser arrastado para
mortals to enter Hell—or more likely, to be dragged a killing
um for each
dos vícios of the primary Vices.
primários.
lá. Não é uma viagem desejável. Dante pode ter vaga-
there. It’s not a desirable journey. Dante may have •• Um
A potent Artifact,
Artefato requiring
potente, exigindoa Deadly Sacrifice
um sacrifício
do por caminhos infernais em seu sono, mas era ape-
wandered infernal paths in his sleep, yet that was but to activate
mortal paraitativá-lo
on a particular
em uma date and at a data
determinada particular
e em
nas um sonho, uma sombra do verdadeiro inferno.
a dream, a shadow cast by the true Inferno. timedeterminado
um (such as the momento
setting of Saturn
(como aatconfiguração
Midsummer). de
Portões para o inferno não são uma ocorrência co-
Gates to Hell aren’t a common occurrence. • Ano
Saturno broken
Verão). incantation, a portion of which is
mum. Se comparado a alguns dos outros locais estra-
Compared to some of the other strange locations in published
• Um separately
encantamento in each of sevenuma
quebrado, potent occult
parte do
nhos no Mundo das Trevas - pontos onde o mundo
the World of Darkness—spots where the spirit world grimoires, each one invoking the
que é publicado separadamente em cada um dos setesecret name of an
espiritual entra em atrito com as portas físicas, uma
rubs up into the physical, doorways once opened Archdemon.
potentes The incantation
grimórios de ocultismo, must
cadabeum
recited at the
invocando
vez abertas pelo feira cultural enigmática, nexos de
by the enigmatic Fair Folk, nexuses of necromantic ocenter
nomeof secreto
a chamber de specially designed to channel
um Arquidemonio. O encanta- the
necromântica
energy—an actual com energia
gate to de uma
Hell is aporta real para
rare thing. Hello
inferno é uma coisa rara. O inferno é distante, à sua energiesdeve
mento of Hell—the
ser recitadocentral
no penthouse
centro deofuma a skyscraper
câmara
is distant, in its own way, and the most direct roads designed by a diabolist architect, for instance.
maneira, e as estradas mais directas não são difíceis especialmente desenhada para canalizar as energias
de abrir. A maioria das pessoas tem que começar na do Inferno - a cobertura central de um arranha-céu
forma mais usual. projetado por um arquiteto Diabolista, por exemplo.

46
46
Chapter One-Demonology
A visão real de um portão aberto para o inferno
é enlouquecedora. As visões do Inferno não estão
Não apenas um dia limitadas a fogo – o outro lado é uma massa turva
de pecado e maldade. Cada espectador vê algo inten-
Existem alguns seres sobrenaturais bem versados samente personalizado, o trabalho de seus cérebros
em viajar através de vários reinos imateriais. Ma- tentando categorizar esta repugnância primordial em
gos, lobisomens e changelings, em particular, todos termos mais facilmente compreendidos. Pode-se ver o
sabem os caminhos para mundos sombrios não fogo, larvas contorcendo-se, crianças sem rosto, qual-
abertos ao andarilho mortal. No entanto, o próprio quer número de pesadelos. Olhando diretamente um
inferno parece não seguir as regras, os quais vivem. portão, um teste de degeneração é aplicado duas ve-
Habilidades e poderes que permitam uma navegar zes a Moralidade ou no traço equivalente. Olhar para
o Reino das Sombras, o astral ou a cobertura não o inferno não é um pecado em si, mas é o rosto puro
se aplicam para o inferno. Uma vez que você está do pecado, e apenas um vislumbre vai se contorcer
dentro, suas habilidades não vão te tirar. de forma visceral em caminho da alma do espectador,
como um mal cometido pessoalmente.
O inferno é tratado como algo mais perigoso, e
felizmente um pouco mais afastado do que os mun-
dos invisíveis descritos em linhas de outros jogos. Principados
Naturalmente, isto pode ser alterado por um conta-
dor de histórias com um gosto para personalização
da cosmologia. O inferno pode ser um subúrbio de
e Poderes
O que são demônios, realmente? A verdade final é
Pandemonium Suprema, ou pode ser um recesso um mistério que só é conhecido pelo inferno e o Nar-
profundo dentro da sombra esculpida pelos Maeljin rador, mas a partir de uma perspectiva de jogabilida-
e seus parentes. Por padrão, porém, não é nenhuma de, esta incerteza precisa parar em algum lugar. É por
dessas coisas, ou se ele é, sua relação com outros isso que esta seção descreve os traços básicos do jogo
mundos conhecidos não concede nenhuma fami- para o anfitrião Infernal. Olhe para eles a partir de
liaridade real ou de sobrevivência. Em termos de uma perspectiva utilitarista, em vez de uma forma de
jogabilidade simples, se você chegar ao Inferno, não modelar a sua verdadeira natureza em seu mundo de
há nenhuma maneira conhecida para sair. É por isso escuridão. Por exemplo, mesmo que tenhamos usa-
que eles chamam de condenação. do o termo Numina para descrever muitos poderes
demoníacos, isso não significa que os demônios exer-
cem o mesmo tipo de influência metafísica que ou-
tros espíritos e fantasmas. Demônios podem influen-
ciar o mundo, infectando-o com as leis do Inferno.
A Boca do Inferno se Abre Dito isso, nossos demônios são espíritos padrão:
Uma porta física para o inferno não pode permane- seres imateriais que habitam em outros planos de
cer aberta por muito tempo. A maioria pode durar sete existência. Alguns deles existem paralelamente com o
minutos, a melhor. Embora tecnicamente os portais te- mundo real, como uma sombra, ou habitam em fan-
nham duas vias, o inferno quer devorar, possuir - com tasias, sonhos e misteriosas correntes psíquicas, como
concupiscências, sede e cobiça, tentando tomar sem dar os reinos astrais. Alguns demônios podem perseguir
de volta. uma freqüência espiritual em segredo, uma chamada
Enquanto o portão permanece aberto, todos os de- Crepúscular. Não importa os detalhes, o fato é que
mônios que espreitam nas proximidades do Inferno são os demônios não pode se manifestar em qualquer um
livres para tentar escapar para o mundo dos mortais. desses lugares, a menos que eles sejam atraídos por
Eles devem ter sucesso em um teste de alimentação, a um ritual ou pecado e, mesmo assim, eles não podem
fim de escapar, e uma penalidade de três dados: o po- entrar na realidade material sem uma Numina espe-
der do desejo do Inferno para mantê-los lá. Personagens cial ou certas condições espirituais.
num prazo de cinco metros do portão deve ter sucesso
em um teste de Força, contestado por um cinco - poden- Então, aqui estão os sistemas de jogo para demô-
do morrer em uma piscina, ou ser atraídos para o portão nios.
adequadamente. Um personagem puxado para dentro
do portão pode tentar escapar com testes de força subse-
qüentes, uma vez por minuto, até que a porta se feche.
47
pRINCIPADOS E PODERES
Mundos invisíveis
Se você jogar principalmente no Mundo das Trevas (sem adição de Lobisomem ou as outras linhas
para a mistura, por exemplo), você pode não estar familiarizado com os “mundos invisíveis.” Estes são
outros planos de existência (ou talvez estados de ser) além do reino material, mas que estão interligados
com eles. Demônios podem aparecer em qualquer lugar e algumas regiões específicas favorecem mundos
invisíveis, então aqui está um rápido resumo do que eles são.
A sombra é a contrapartida espiritual do mundo material. Tudo, mas a humanidade tem um espírito,
e cada lugar tem um reflexo na Sombra. Esses espíritos se alimentam mutuamente ea ressonância que
flui do que eles representam. Há também alguns espíritos estranhos que não têm homólogos, e estra-
nhos espíritos híbridos. Lobisomens patrulhar as fronteiras da sombra para manter o espírito e a matéria
equilibrada. Immundi (ver p. 60) granizo da Sombra.
O Plano Astral é o reino dos sonhos e pensamentos. Todos os seres humanos (e talvez outras
criaturas) visitam o visitam quando sonham. Espíritos de idéias, aspirações e pesadelos moram aqui.
Mages tem o poder de deixar os seus próprios sonhos e visitar os reinos de consciência mais elevada,
onde deuses oníricos e pensamentos alienígenas governam domínios inteiros. Changelings podem viajar
aos sonhos pessoais de outras pessoas. É quase impossível viajar corporalmente nos Reinos Astrais, as
pessoas vão até lá em forma de sonho. Neste estado, eles sofrem danos aos pontos de Força de Vonta-
de ao invés da Vitalidade, e uma vez que vão embora, eles acordam exaustos. Deceptores (ver p. 60) se
originam no plano astral.
O Crepúsculo é uma camada do reino material onde os espíritos e fantasmas podem mover-se de
forma efêmera, invisível à percepção normal. Eles podem afetar o mundo normal usando certos poderes.
Fantasmas, incluindo Larvals (ver p. 60) habitam o Crepúsculo.
O inferno não é uma parte de qualquer um desses reinos, mas pode invadir todos eles. O Lugar do
Inferno no cosmos é mal compreendido. Ninguém sabe com certeza se seria melhor que ele não tocasse
em qualquer mundo, visível ou invisível.

Habilidades Universais isso determina os efeitos da corrupção, a critério do


Narrador, e abre o caminho para as relíquias escuras
no capítulo dois do livro.
Todos os demônios verdadeiros têm as seguin-
Língua do Dragão (6 sucessos): Demônios enten-
tes habilidades. Estas são pistas importantes para os
dem todas as línguas, incluindo as antigas, línguas
ocultistas, porque definem o anfitrião Infernal além
mortas e línguas que são usadas nas sociedades sobre-
de outros espírito espíritos malignos. Para saber estes
naturais. Além disso, os demônios “falam” sua pró-
segredos, os personagens precisam fazer testes de ex-
pria língua. Parece a glossolalia dos torturados e não
tensa pesquisa (ver Mundo das Trevas p. 55-56) com
pode ser traduzido ou decodificado. Estranhamente,
uma parada de dados composta de Inteligência + o
pode ser ensinado. Alguns textos antigos chamam de
que for menor entre Erudição ou Ocultismo. Per-
linguagem do demônio a “língua do Dragão.”, P. 126
sonagens com sucesso aprendem toda a informação
para mais detalhes.
associada com o número de sucessos obtidos, em
Alma do Pecado (9 sucessos): Dentro de seus pró-
comparação com os limiares indicados ao lado dos
prios vícios, demônios compreendem o pecado a um
seguintes capacidades.
grau que nenhum outro ser pode sondar. Quando o
Aura de corrupção (3 sucessos): Demônios dei-
alvo possúi parte dos vícios de sua Malapraxis, o de-
xar sua marca em tudo o que tocam. É impossível
mônio imediatamente conhece cada ocasião em que
prever os efeitos gerais das atenções de um demônio,
ele entregou-se, mesmo quando o alvo se esqueceu de
mas em muitos casos eles permanecem muito tempo
alguns destes momentos ou de todos eles.
depois a seu lado ou foram banidos. O efeito exato
Senhor da Mentira (12 sucessos): Nenhum poder
depende das circunstâncias por trás presença do de-
sobrenatural pode detectar mentiras de um demônio,
mônio e seus pecados favorecidos. Em termos de jogo
48
meias-verdades ou outros enganos, mesmo quando a Malapraxis
fonte não depende da leitura do demônio, por exem- Do mais humilde Sussurrante ao maior Dominio,
plo os poderes que buscam por falsidade de acordo cada demônio tem pelo menos uma Malapraxis: uma
com a “mente”, como nas linhas do destino (como manifestação de um vício que é o núcleo corrupto
nas magias dos Despertos) são inúteis. Qualquer um de seu ser. Demônios se alimentam de maldade hu-
usando tal poder vê o que o demônio quer que ele mana, mas os seus próprios Malapraxes são iguarias
veja. Alguns rituais e poderes podem comandar um particulares. Místicos postulam que cada ação e obje-
demônio para falar a verdade, mas os seus usuários to no mundo tem seu próprio sabor, uma “ressonân-
não têm nenhuma maneira de saber se estes são efi- cia”, que é o alimento de todos os seres espirituais. O
cazes. O demônio pode resistir ao uso de tal poder, objeto da Malapraxis é a vibração sutil que se une de
fazendo o papel de um espírito acovardado e derro- maneira mais próxima possível a verdadeira essência
tado, para despejar uma torrente de mentiras em voz do demônio. A Malapraxis tem dois elementos: o ví-
relutante de dor. cio e a chave.
Guardião dos Segredos (15 sucessos): Nenhum Vício: Escolha um vício entre o conjunto usado pelos
poder sobrenatural pode penetrar os pensamentos de personagens (Mundo das Trevas, p. 103-109): a in-
um demônio. (Talvez este seja o melhor.) Há ritos e veja, gula, avareza, luxúria, orgulho, preguiça ou Ira.
poderes capazes de comandar um demônio para reve- Chave: A Malapraxis é uma condição adicional de
lar informações, mas sem eles, os personagens estão expressão do vício. Pode ser uma situação social, um
limitados a sua astúcia natural e discrição do demô- tipo de coisa ou objeto, um pecador poderia quase
nio. Poderes podem sentir a presença de demônios, usar, ou experiência, quando ele age sobre o vício.
mas nunca podem olhar dentro de seus pensamentos
e motivos.
Chaves possíveis
Elemental Institucional

Traços Fogo
Terra
Militar
Famílias
Sussurrantes são fracos demais para ter traços Aço Corporações
maioria dos jogos (embora eles tenham Malapraxes). Carne Governo
O Possesso tem uma mistura de características demo- Trevas União
níacas e humanas. Como espíritos, Diaboli e Domi-
nions têm os atributos listados para Fantasmas na p. Situacional Vítimas e assuntos.
208 do Livro de regras do Mundo das Trevas, com os Hora das bruxas Filhas
Profecia Clero
seguintes ajustes:
Vingança Banqueiros
• Demônios não tem uma Virtude ou Vício, mas Blasfêmia Soldados
um Malapraxis. A Malapraxis inclui um Vício (e uma Traição Amantes
chave, veja abaixo), mas os demônios não podem re-
cuperar Força de Vontade por satisfazê-la. Em vez dis- Combine um vício e sua chave para criar uma
so, eles recuperam Força de Vontade quando alguém frase ou duas que descrevem as má situaçãoque o de-
se entrega. mônio quer provocar. Esta é a sua Malapraxis. Aqui
• Demônios não têm uma pontuação de Morali- estão alguns exemplos:
dade porque eles são totalmente imorais. • Nictuku é um Diabolus (ver p. 58), cujo Ma-
• Demônios possuem uma classificação Infernal lapraxis é Cólera da Noite. O demônio exorta as pes-
que governa o seu poder total e influência sobrenatu- soas a usar a escuridão para cobrir a sua malícia, e
ral sobre o mundo. ama todas as formas de violência noturna.
Caso contrário, os demônios usam simplificada- • O Encantador chamado Oni Datsusara incenti-
mente Poder / Refinamento / Resistência e quais- va a preguiça e o isolamento sob o pretexto de liber-
quer traços derivados, incluindo Corpus e Essência, dade. Embora muitas vezes inspire os trabalhadores
usando as mesmas regras. Reduzir o Corpus de um a deixar empregos sem perspectivas, ele também os
demônio a 0 o envia de volta para o inferno. Ele não balança longe de aproveitar as novas oportunidades.
pode voltar a menos que seja convocado, ou econtre As vítimas acabam sem dinheiro e muito apáticos e
o caminho para o mundo como um verme através de assustados ao deixarem suas casas. Sua Malapraxis é
um ser pecador. Preguiça e Trabalho.
• O alto Domínio conhecido como o Senhor

49
PRINCIPADOS E PODERES
dos Três Fogos tem três Malapraxes ligados a uma essência ou força de vontade utilizando as seguintes
chave comum de Fogo. Quando as pessoas começam diretrizes.
fogos de Orgulho, Ganância e Cólera, ele se alimenta • Se um personagem satisfaz seu vício pela Ma-
e cresce. lapraxis o demônio recupera um ponto de Força de
Como um dos exemplos, alguns demônios pode- Vontade.
rosos têm múltiplas Malapraxes. Eles podem ter mui- • Se o personagem satisfaz qualquer Vício-chave
tos vícios ligados a uma única peça, muitas chaves em sua Malapraxis, o demônio recupera um ponto
para um único vício ou uma combinação de ambos. de Essência.
Demonologistas especulam que alguns Archdemons • Se um personagem perde um ponto moralida-
governam todos os vícios ligados a uma chave espe- de, o demônio recupera toda a essência.
cial, ou cada chave vinculada a um vício específico. Estes ganhos são cumulativos. O demônio tem de
Assim, Mammon é o senhor de toda a ganância, e estar na “área” imediata para se beneficiar. Isso inclui
Pazuzu reina sobre cada ato mal que utiliza, ou está o Crepúsculo nas proximidades, uma localização pa-
andamento durante uma tempestade. ralela na sombra ou no interior dos pensamentos do
personagem em questão.

Efeitos
Quando uma ação se encaixa sob Malapraxis de
Posto Infernal
Cada demônio mais poderoso que um Sussurran-
um demônio, ele fica mais forte. Alguns destes efei- te tem uma classificação Infernal. Este mede a quan-
tos são listados nas seções para cada tipo de demô- tidade de força bruta que ele pode projetar para além
nio, mas o benefício básico para todos os demônios, das fronteiras do Inferno. Em termos de jogo delimi-
exceto para Sussurrantes e Possessos é que eles recu- ta traços do demônio e do poder de sua influência
peram Essência gasta e pontos de Força de Vontade. Infernal. Posto poderia ser uma verdadeira medida
O Narrador pode repor estes com base em seu pró- de força do demônio, ou pode representar o menor
prio julgamento, mas se ele preferir pode conceder a fragmento de um leviatã.

Ranking Infernal

Posto † Classe de Demônio + Limite de Traços * Pontos de Atributo Essência Máxima.


0 Sussurrante 0 0 0
1 Mandragora, Imp 5 pontos 5-8 10
2 Servidor 7 pontos 9-14 15
3 Demônio Menor 9 pontos 15-25 20
4 Demônio Maior 12 pontos 26-35 25
5 Nobre Infernal 15 pontos 36-45 50
6 Arquidemonio ** ** **
7 Arquidemonio Maior ** ** **
8 Duque do Inferno, Maeljin ** ** **
9 Principe dos Demônios ** ** **
10 O Adversário, o Lorde da Ilusão.

† Cada ponto implica em um modificador de -1 em tentativas de forçar ou ligar o demônio.


+ Títulos são apenas exemplos. Os demônios têm muitos nomes.
* Estes representam pontos permanentes, e não traços temporariamente potenciados.
** Demônios acima Posto 5 podem ser tão poderosos quanto o narrador desejar, ou ele pode enviar outros infe-
riores ao seu posto como avatares de si mesmo.

50
Influência Infernal atingem a vítima uma e outra vez, na esperança de
provocar um ciclo de colapsos morais.
Seja o que pode representar, o Posto Infernal de Posse: Demônios podem exercer influência em
um demônio indica o poder que exerce fora Inferno. torno de alguém sob o domínio de possessão ou Nu-
Algumas religiões acreditam que Deus deu a autori- mina Posse Suprema. Esta é uma fonte de lendas de
dade de acolhimento Infernal sobre este mundo. Se pessoas sendo possuídas por “legiões de demônios”.
isto é verdade, então a Classificação reflete o grau em Enquanto um demônio assola um hospedeiro, ou-
que um demônio maneja. Este poder é chamado de tros a usam como um condutor para atacar o mundo.
Influência. Enquanto Numina são definidas expres-
sões de habilidades de um demônio, a influência é
mais flexível. Demônios podem usá-la para executar Sistema
qualquer ação de seu poder, e Malapraxes com auto- Para exercer a influência de um demônio, teste
rização e criatividade vil. Poder + Refinamento e gaste um ou mais pontos de
Sussurrantes não podem usar influência, mas Essência. Se o demônio tenta influenciar os pensa-
outros demônios podem. A maioria dos demônios mentos de outro ser ou emoções, o alvo faz um teste
possuem três pontos de Influência por Posição Infer- resistido com o maior índice de Perseverança ou Auto-
nal, mas o Narrador pode ajustar isso para cima ou controle. Seres sobrenaturais adicionam o seu poder
para baixo. Uma influência individual pode ser de ou traço Sobrenatural (Potência do Sangue, Instinto
até dois pontos mais elevados do que a pontuação do Primitivo, Gnose, Azoth ou Wyrd, por exemplo). Ao
demônio. Suas influências dependem de sua nature- contrário de outros espíritos, no entanto, os demô-
za. Eles compreendem as seguintes categorias: nios não são tão hábeis em superar o livre arbítrio
Chave: Qualquer demônio pode possuir uma in- através da força bruta. O destino de uma compulsão
fluência sobre uma das suas chaves de Malapraxis. é resolvido em um teste de moralidade em qualquer
Vício: Qualquer demônio também pode ter uma ponto após o demônio impor sua influência. Assim,
influência amarrada a um dos seus vícios Malapraxis. os virtuosos são mais difíceis de controlar.
Elementar: O Diaboli chamado Immundi tem Se a influência afeta o corpo de um alvo, reduzir
uma ou mais influências relacionados com o mundo parada de dados do demônio pela Defesa do alvo,
natural, tecnologia ou outros fenômenos que têm re- no caso de um ataque externo, fazendo um teste de
flexos na Sombra. Vigor contestada mais característica de um ser sobre-
Conceitual: Deceptores Diabolical possuem in- natural de energia, se aplicável, nos casos em que o
fluências sobre vários sonhos e ideais. demônio tenta manipular diretamente o corpo. Al-
Histórico: alguns demônios podem manipular vos de manipulação direta podem se livrar da influ-
qualquer coisa ligada a uma certa parte da história ência dos efeitos com uma rolagem de moralidade,
ou do folclore. Isso é comum entre os fantasmas de- assim também podem fazer para se livrar de formas
moníacos chamados Larvals, que o usam para amal- de controle mental e emocional.
diçoar seus descendentes, inimigos vivos e assombra- Um efeito de Influência custa um ponto de Essên-
ções. As famílias e as tradições ligadas ao grande mal cia por ponto. O demônio pode exercer influência
também podem ter demônios patronos. até certo ponto com base na tabela a seguir. Note que
esta tabela é um pouco diferente da que acompanha
as regras de espíritos em outros livros, para fornecer
Influenciando o Mundo Material orientações mais concretas sobre o que os demônios
Qualquer demônio com uma classificação acima podem e não podem fazer. Se preferir sistemas de ou-
de 0 Infernal pode exercer influência no mundo ma- tros livros, use-os.
terial, sob uma das seguintes condições:
Corrupção: Um demônio pode chegar através de
qualquer objeto ou lugar que tem sido afetada por
uma aura demoníaca da Corrupção. A aura deve ter
Numina Negra
Como outros espíritos, demônios têm poderes
um efeito prolongado.
especiais chamados Numinas. O livro de regras do
Profanação: Um demônio pode exercer sua influ-
Mundo das Trevas tem uma pequena lista de Numi-
ência sobre qualquer lugar ou coisa profanada.
nas que são adequadas para fantasmas na p. 210-212.
Degeneração moral: Sempre que um personagem
Demônios podem ter qualquer Numina nessa seção,
não falhar em um teste de degeneração, um demônio
como Controle Animal, Ilusão, Possessão (que não
pode usar sua influência nele ou perto do agressor
cria os Possessos) e Aterrorizar são particularmente
na cena seguinte. Demônios geralmente seguem e
51
PRINCIPADOS E PODERES
Nível Efeito apropriadas. Este livro apresenta alguns outros, mas a lista
• Fortalecer: O demônio pode melhorar não é exaustiva. Os poderes Infernais são uma fonte de varie-
fenômenos. Incêndios queimam um pou- dade de pesadelos. Mundo das Trevas: Livro dos Espíritos é
co mais, as pessoas zangadas obtém mais um compêndio de Numinas e regras para espíritos que seria
raiva e assim por diante. O demônio pode
de grande ajuda a qualquer Narrador que quer uma grande
aplicar os modificadores de + 1 ou -1 aos
testes. A duração do efeito é de um minuto
variedade de poderes para seu demônio. Mago: O Desper-
por sucesso. tar, Lobisomem: Os Destruídos e vários de seus suplementos
•• Manipular: O demônio pode fazer peque- também listam dezenas de Numinas e espíritos que poderiam
nas alterações. Um demônio da Ira po- ser convertidos em demônios (particularmente os Diaboli
deria fazer uma pessoa nervosa ficar com descrito neste capítulo). Neste livro, incluímos uma breve se-
raiva. Um demônio que ama fogo poderia leção de Numinas velhos e novos para você começar, incluin-
assegurar que uma faísca incendeie uma do orientações sobre demônios. Se você adaptar Numinas de
mancha de óleo. O demônio pode usar outras fontes, considere modificações semelhantes.
sua influência como um escudo (remover Sussurrantes são fracos demais para possuir Numinas e os
sucessos de um efeito de entrada ou atacar
Possessos transcenderam o estado ordinário demoníaco, mas
igual ao seu Posto Infernal) contra ameaças
apropriadas (raiva contra pacificação, fogo
outros demônios podem manifestar o seguinte:
contra ataques físicos), para infligir dano Babel: O demônio pode tornar impossível a meta de fa-
por contusão. A duração base para não no- lar coerentemente. Gaste um ponto de Essência e teste Po-
civos efeitos é de 10 minutos por sucesso. der + Refinamento + Posto Infernal - Perseverança do alvo (e
Efeitos prejudiciais são instantâneos. um traço de poder sobrenatural, como Potência do Sangue,
••• Controle: O demônio pode fazer mudan- Instinto Primitivo ou Gnose, se ela se aplica). Cada sucesso
ças fortes em sua área de influência. Ele impede a vítima de falar de forma inteligível por um minuto.
pode fazer animais ferozes se acalmarem Por mais que tente, ele simplesmente jorra sílabas aleatórias.
ou transformar um fósforo aceso em uma Ele pode se comunicar apenas em Língua do Dragão, como
bola de fogo. O demônio pode modificar
este não é afetado pela Numina.
certos testes em +1 ou -1 por sucesso, ou
infligir dano letal. A duração dos efeitos
Explosão: O demônio pode arremessar fogo, espinhos ou
não nocivos é de 10 minutos por sucesso. outros aspectos nocivos de si mesmo a uma distância de até
Efeitos prejudiciais são instantâneos. 10 metros por ponto de Poder. Este é um ataque que causa
•••• Criar: O demônio pode conjurar os aspec- dano letal, mas não sofre penalidades pelo alcance. O poder
tos da sua Influência ex nihilo. Um demô- básico não custa Essência para usar, mas o demônio pode
nio da Ira pode fazer alguém odiar uma aumentar parada de dados da explosão por gastar um ponto
pessoa específica. Um demônio do fogo de Essência para adicionar dois dados extras.
pode convocar uma chama do nada. O de- Criar Pacto: Esta Numina permite a um demônio esta-
mônio pode adicionar ou reduzir pontos belecer um pacto com outra pessoa ou criatura. O alvo deve
de atributo, Saúde, tamanho, velocidade
possuir uma pontuação de moralidade, mesmo se (como Har-
ou estrutura se algum destes estão sob sua
influência. Estes efeitos duram um minuto
monia de um lobisomem) não representam, necessariamente,
por sucesso. a moral humana. Veja o Capítulo Dois para mais sobre pac-
••••• Criar em Massa: O demônio pode criar tos infernais.
grandes fenômenos únicos ou múltiplos. Legião: O demônio pode dividir-se em várias formas me-
Dependendo da Influência, pode causar nores. Gastar 1 ponto de Força de Vontade e 3 de Essência.
distúrbios ou conflagrações. Estes afetam Divida o posto Infernal do demônio de qualquer maneira
um número de alvos igual a classificação que você queira determinar, incluindo seu numero de formas
do demônio, ou uma área com um tama- e seu poder básico. Divida seus pontos de atributo entre cada
nho de até 20 x a sua posição. O demô- forma, mas não divida a Essência ou Força de Vontade. To-
nio também pode infligir dano agravado
dos os demônios compartilham a utilização total dos pontos
em um alvo único. Fenômenos não-pre-
judiciais duram um minuto por sucesso.
originais, a tiragem da parada comum. Cada forma possui
(Efeitos nocivos são instantâneos.) Alterna- apenas uma das Numinas do demônio (e que não pode ser a
tivamente, o demônio pode produzir um Numina Legião) e a mesma Malapraxis.
fenômeno permanente. Isso também gera Forma Infernal: O demônio assume uma forma forte, rá-
uma classificação de profanação, centrada pida e assustadora. A Forma Infernal clássica têm chifres, asas
sobre o fenômeno. de morcego e peles em escamas, mas estas não são as únicas
•••••+ Terríveis poderes cujos parâmetros são dei- possibilidades. O demônio pode tomar a forma de uma está-
xados para o Narrador. tua de vidro cheia de bile verde e vísceras desumanas, ou uma
52
cobra semelhante a uma coluna vertebral e coberta com um diz. Não importa o quão improvável seja, apenas não
crânio deformado. Quando o demônio assume rapidamente pode ser pura fantasia (“Você monta um unicórnio
a Forma Infernal, membros estranhos permitem que ele faça para ir trabalhar”) ou contrariada por algo que o alvo
um ataque adicional para cada ponto de Refinamento maior conhece de verdade, como dizer a alguém que ele ati-
de 3. Narradores podem também dividir seu posto Infernal rou em sua esposa quando ele sabe que não o fez.
entre dados bônus de ataque e Corpus. Gaste um ponto Essência e teste Poder + Refinamen-
Teste Poder + Resistência. Cada sucesso permite ao demô- to + Posto Infernal - Autocontrole do alvo (e um tra-
nio manter a Forma Infernal por uma rodada. Esta Numina ço de poder sobrenatural, como Potência do Sangue,
custa 1 ponto de Força de Vontade (que não adiciona 3 dados Instinto Primitivo ou Gnose, se ela se aplica). Se o
para qualquer ação) para ser ativado, mais um ponto de Es- demônio tiver êxito, a vítima acredita na mentira por
sência para cada turno de funcionamento. uma cena.
Materializar: Esta Numina permite que um demônio se Atingindo: Esta Numina permite que o demônio
manifeste no mundo material, alterando a matéria de seu use Numina e outros poderes demoníacos para afetar
corpo efêmero. Seus poderes funcionam normalmente no alvos no mundo material, enquanto ela permanece
plano material e luta e se move exatamente como faria em em um dos mundos invisíveis. Teste Poder + Refina-
um dos mundos invisíveis. Gaste 3 de Essência e teste Poder mento, e qualquer grau de sucesso permite isso por
+ Refinamento. Cada sucesso representa uma hora em que o uma cena. Poucos demônios têm esta Numina a me-
demônio pode permanecer materializado antes de ter de se nos que se acorrentem a um lugar ou coisa profana
dissolver em efemeridade. (ver p. 64).
Poucos demônios têm esta Numina a menos que se acor- Possessão Suprema: Um demônio com esta Nu-
rentem a um lugar ou coisa profana (ver p. 64). Salvo quais- mina pode se juntar com um ser humano comum
quer restrições rituais sobre o seu comportamento, uma Dia- (isto é, alguém que não seja sobrenatural) para se tor-
bolus pode ficar em Crepúsculo após a duração da Numina nar um dos Possessos. Veja o Capítulo Três para sis-
gastando um Essência por hora. (Esta habilidade é inútil para temas. Possessão Suprema altera tanto o demônio e
um Domínio, sendo que ele já pode entrar Crepúsculo). sua vítima, por isso não há necessidade de traduzir as
Mentira Perfeita: Quando um demônio usa essa Numina habilidades atuais do demônio. Em vez disso, a alma
com sucesso, a sua vítima vai acredita em qualquer coisa que da vítima (e escolhas do jogador) define o demônio a

53
PRINCIPADOS E PODERES
partir deste ponto. é tão tênue para eles, suas crenças podem se encaixar em algu-
Dominação Total: Esta Numina dá ao demônio ma terceira categoria, talvez muito além do alcance de outros
o poder de destruir qualquer alvo próximo, cuja seres.
moralidade cai para 1. Quando isso acontece, se faz Isso leva a outra pergunta: O que é a natureza última do
um teste disputado com o demônio rolando Poder hospedeiro Infernal? Vamos explorar isso mais tarde neste ca-
+ Resistência + Posto Infernal, contra Perseverança pítulo. Trate a seguinte hierarquia como um sistema funcio-
do alvo + Autocontrole + um traço de poder sobre- nal para ajudar você a usar seus demônios em crônicas - e não
natural como Potência do Sangue, Instinto Primitivo como a verdade final.
ou Gnose, se ela se aplica. Se o demônio tiver êxi-
to, o alvo morre instantaneamente. Ele cai no chão,
apodrece em questão de segundos, ou o demônio ar-
rasta-o através de uma porta de curta duração para
Sussurrantes
Sussurrantes são os demônios mais fracos do mundo.
o Inferno. Isso não custa Essência, mas o demônio Mesmo que um deles seja um príncipe na hierarquia Infernal,
deve retornar imediatamente para o inferno. ele pode estender apenas a parcela mais fraca de sua essência
Vestimenta: O demônio pode usar uma vesti- para o mundo. Talvez Sussurrantes não venham sempre do
menta, assim como um dos Possuídos, desde que seja inferno, mas moram em alguma parte escurecida da alma.
dentro de seu Vício e Malapraxis. Um demônio pode Uma fraqueza Sussurrantes também torna uma criatura su-
adquirir vestimentas apenas com pontos iguais à seu til. Não há pentagramas cintilantes ou gotas de fogo infernal
Posto Infernal. para encontrar somente um sentimento, algumas palavras su-
aves e coincidências doentes.
Sussurrantes são as manifestações padrão de demônios
Todas as Máscaras que não têm um canal especial, fora do Inferno. Ninguém
tem rituais escritos para chamá-los. Nenhum espírito tem se
Desfiguradas torcido em uma forma doentia que permitisse que este demô-
nio o substitua como um Diabolus (se esta é a forma como
O mal usa mil disfarces: inocente, horrível, decré-
pito, sensual, o que for adequado a sua natureza, a esse processo ocorre) e nenhum objeto ou lugar ressoa com
agenda e aos acordos que lhe dão força. No entanto, a sua natureza forte o suficiente para dar-lhe uma posição
é possível catalogar aspectos demoníacos comuns, mundana. Portanto, a prioridade de um Sussurrante sempre
bem como uma hierarquia áspera que não pode reve- é acumular mais poder, ensinando sua sabedoria blasfema a
lar a verdade por trás do Inferno, mas serve como um vítima, incentivando-a a pecar, ou encontrando um lugar mal-
guia prático para qualquer pessoa que possa encon- dito ou coisa onde ele pode criar raízes.
trá-los - assim como Narradores que querem usá-los Demônios capazes de manifestações mais poderosas irão
em seu jogo. desempenhar o papel de Sussurrantes de vez em quando, e
Quanto os ocultistas sabem? Isso varia. Alguns nunca perdem a capacidade de fazê-lo. Esse disfarce serve
demonologistas estão tão comprometidos com uma com um esforço para corromper a presa tranquila. É uma tá-
religião ou sistema metafísico que permanecem ce- tica particularmente eficaz contra demonologistas arrogantes,
gos para outras possibilidades. Eles estão certos que que poderiam assumir que um Sussurrante é a forma mais po-
demônios são anjos caídos, ou que eles não são nada derosa que o demônio pode tomar. Isso envolve alguns riscos
mais do que ecos da escuridão, pessoal e espiritual. para o demônio. Não pode empregar suas outras habilidades,
Eles podem não reconhecer os demônios que não ca- sem se quer deixar ou possuir o hospedeiro e se for banido ou
bem em suas noções pré-concebidas, ou fazem supo- exorcizado, ele perde um Posto do poder Infernal.
sições falsas sobre suas habilidades. Isso nem sempre
quer dizer que eles estão errados, no entanto. Demô- Conhecimento
nios prosperam sobre os sistemas de crenças que os O “diabinho de ombro” representa uma concepção popu-
definem, mas, em troca, eles estão limitados pelas lar do Sussurrante. Ela se senta em frente ao anjo no ombro
regras desses sistemas. Eles fogem de cruzes, círculos dos outros debatendo os méritos da virtude contra a tenta-
de sal ou até mesmo da psicanálise. É interessante ção. Este é um tema antigo, que encontra seus paralelos na
perguntar se esses demônios realmente acreditam teologia islâmica, onde dois registradores “honrosos” (kirama
que são os seres lendários que emulam. Demônios jo- katibin) acompanham cada pessoa ao longo de sua vida. Um
gam com esses papéis, costumam tratar as hierarquias registra virtudes e os outros pecados. Suas observações deci-
e tradições dos sistemas que os definem como fato, dem se uma alma vai para o Céu ou para o Inferno. Natural-
mas ninguém pode realmente saber se um demônio mente, os registradores são honrados tanto quanto virtuoso,
está mentindo, e a linha entre a verdade e a mentira
54
espírito-guia de um xamã, outro diz que é sua presa
desempenhando a Besta do vampiro ou Homem, o
Mistérios dos Sussurrantes Instinto Primitivo do lobisomem, o daimon abaixo
da Gnose de um mago “vontade de poder”. Ele vai
Sussurrantes são realmente enviados do inferno? jogar melhores ou piores peças de qualquer vítima,
Estamos em grande parte assumindo isso para o bem enquanto ele reivindica um lugar dentro dos pensa-
de descrevê-los de uma forma compreensível, mas mentos e ações mais íntimas.
poucas coisas realmente os marcam como visitantes
externos. Considere algo como ganhar uma posição Manifestação
na alma da vítima. A vítima comete o pecado e, de Cada Sussurrante está ligado a uma vítima par-
fato, adquire um Sussurrante, em vez de um desarran- ticular. A maioria dos alvos são seres humanos nor-
jo. A maioria de suas manifestações não são diferen- mais, mas um modelo de sobrenatural não oferece
tes de uma voz vergonhosa ou sonho. Até mesmo nenhuma proteção especial. Um vampiro ou change-
as coincidências estranhas e mensagens incomuns ling é tão suscetível como uma pessoa comum.
poderiam ser alucinações, ou oportunidades que a Um demônio pode se manifestar como um Sus-
própria vítima procura, impulsionada por sua escuri- surrante apenas quando seu alvo comete um ato he-
dão pessoal. diondo o suficiente para causar a perda de moralida-
de e não quando um ato qualquer o introduz para
Demonologistas ocidentais da antiga escola são uma moralidade 5 ou menos. Se o personagem falhar
relutantes em admitir, mas quase tudo indica que um a segunda verificação para determinar uma pertur-
Sussurrante pode ser gerado pela vítima, e não um bação (ver Mundo das Trevas, p. 92), ela ganha um
viajante do Inferno. Ocultistas de pensamento moder- Sussurrante em vez do da perturbação. Ele silencio-
no e de tradições que não encaram o Inferno como samente atribui-se a sua psique. Ele não pode ler sua
algo separado de um homem ou de sua própria alma mente, mas está ciente de tudo o que se passa com os
são mais dispostos a considerar a alternativa. Mesmo sentidos da vítima.
fenômenos sobrenaturais podem abertamente brotar
de humanos como capacidades espirituais que nor-
malmente ficam dormentes. Um ato mal abre a porta
Habilidades
Sussurrantes não podem prejudicar diretamente
e deixa o demônio sair.
ou controlar alguém. Eles podem falar ou aparecer
em uma visão, mas nunca poderá sufocar os senti-
Talvez não haja anjo caído, nem legiões de deuses
dos. Eles podem causar torções pequenas no destino,
escuros, apenas os frutos do nosso próprio pecado,
mas nunca aquelas que imediatamente prejudicam
e uma negação profunda da nossa responsabilidade
alguém, ou mesmo tornar uma decisão imoral ine-
final.
vitável, ou ameaçar com danos se a vítima adere ao
caminho certo. Eles são fracos demais para sequer
possuírem traços de um espírito. Em vez disso, eles
têm um pequeno conjunto de habilidades que po-
dem usar para se comunicar e tentar suas vítimas.
mas o conceito é transformado em diferentes culturas. Um
Sussurrantes tem os poderes comuns a todos os
Sussurrante pode fingir ser o anjo ou o diabo, ou um registra-
verdadeiros demônios: Aura da Corrupção, Língua
dor do bem ou mal, dependendo de sua estratégia.
do Dragão, Alma do Pecado, Senhor das Mentiras e
A psicologia moderna também pode explicar o Sussurran-
Guardião dos Segredos. Eles também têm as seguin-
te. Alguns demônios se esforçam para disfarçar-se como a voz
tes habilidades:
natural do seu destino interior, mas alguns se divertem em jo-
Sussurros Escuros: Sussurrantes podem falar na
gar no papel de um delírio. Demônios não são estranhos para
mente de suas vítimas enquanto estão acordadas
a loucura, eles podem replicar muitos sintomas esquizofrêni-
ou sonhando. (O Encantador não pode iniciar ou
cos com relativa facilidade. Por outro lado, loucura demais é
controlar um sonho, mas pode falar em um sonho
uma coisa ruim. Se o demônio dirige a insanidade da vítima,
existente). Isso se manifesta como uma voz do Sus-
ela não pode distinguir o certo do errado. Se suas escolhas
surrante a escolha (incluindo voz interna da vítima,
morais são sem sentido, ela não pode escolher opções inter-
se desejado). A vítima pode conscientemente ignorar
namente imorais que fortalecem o demônio.
a voz por uma cena, depois o Sussurrante pode re-
Sussurrantes apresentam-se numa variedade de outras for-
tornar.
mas para explorar as crenças da vítima. Um afirma que é o
55
todas as mascaras desfiguradas
Visões Fracas: Um Sussurrante pode criar uma como um folheto caído, um banner estranho em uma página
visão moderada, enquanto sua vítima está acordado web, ou uma manifestação semelhante. O Sussurrante não
ou sonhando . A visão é um produto óbvio na mente sabe de que forma terá que usar este poder, mas quando o faz,
do personagem, como um sonho lúcido ou devaneio. tem total conhecimento da situação que trouxe à existência,
Não pode distraí-lo de detecção ou agir no mundo do incluindo todas as oportunidades para violação da moralida-
dia-a-dia, a menos que ele se permite tornar-se sufi- de da vítima. No caso de uma mensagem, o Sussurrante pode
cientemente absorto. A visão não pode ser repugnan- fazer com que desapareçam por acaso “forma natural” (man-
te ou horrível, quer, o demônio está limitado a coisas chas de tinta do folheto, as falhas no navegador da web, etc)
sobre as quais o personagem consegue estar disposto a qualquer momento. O Moldar Menor dura por uma cena.
a fantasiar. Sussurrantes podem usar essa habilidade Sussurrantes podem usar Moldar Menor uma vez, depois
em conjunto com ‘Sussurros Escuros’ para aparecer de cada ocasião, a vítima rola para prevenir a degeneração
como um fantasma de sonho, e conversar com suas moral (e não apenas para determinar se ela cometeu um ato
vítimas. A vítima pode conscientemente rejeitar a vi- mal). Ele pode invocar o poder em qualquer ponto depois
são por uma cena, após a qual o Sussurrante pode disso, mas uma o faz não pode usá-lo novamente até que per-
retornar. sonagem teste o teste de Moralidade seguinte, e não pode
Decepção Interior: Um Sussurrante pode tentar “salvar-se” criando várias oportunidades para testes.
convencer sua vítima que é uma manifestação de sua
própria mente. Alguns se disfarçam como sinais de Defesa
uma doença mental, outros preferem a falsos sonhos Personagens em sintonia com o sobrenatural podem sen-
e voz interior. Use sistemas sociais comuns. O Sus- tir a presença de um Sussurrante com ‘Sentir o Invisível’ ou
surrante aproveita as habilidades da vítima, tendo as outro poder sobrenatural em sintonia com espíritos ou influ-
mesmas habilidades sociais que o alvo, recebe + 1. ência mental. Se o poder pode revelá-lo, o usuário vê uma fra-
Mentirosos praticantes e faladores espertos têm mais ca distorção escura sobre a aura natural da vítima, mas falta a
a temer do que pessoas socialmente desajeitadas ou ressonância psíquica ligada ao vício favorecido pelo demônio.
honestas. Um Sussurrante não deixa outras marcas sobrenaturais.
Moldar Menor: Sussurrantes podem causar tor- Basicamente Sussurrantes são fáceis de banir. Obtendo 1
ções menores no destino que dão a suas vítimas uma sucesso a mais que o Sussurrante em um teste de Exorcismo
oportunidade para realizar um ato de maldade, ou (ver Mundo das Trevas, p. 214) ou marcar um único sucesso
para se comunicar através de um meio mundano
56
com um poder sobrenatural apropriado pode banir ou expul- em segredo.
sa-lo do seu hospedeiro. Se o poder chama de um atributo de O Sussurrante orienta seu hospedeiro através de
resistência, que tem apenas um ponto com o qual a penalizar bibliotecas, bases de dados e meditações loucas para
testes. Infelizmente, como Sussurrantes ganham poder eles se criar um Testamento Infernal trabalhado (ver p. 39).
tornam cada vez mais difíceis de desalojar. O sistema de jogo usa as seguintes modificações à
mecânica de Pesquisa do teste do Mundo das Trevas
Evolução infernal pp 55-56. Sucesso transforma um Sussurrante em um
O Sussurrante é fraco. Ele quer poder e independência Dominio. Apenas o hospedeiro do Sussurrante tem
do seu hospedeiro. Ele pode ganhá-lo através de vários ca- conhecimento para realizar esta pesquisa.
minhos. Pode corromper seu hospedeiro, ensinar segredos Parada de Dados: Inteligência + o menor entre
Infernais ou apreender os seres chamados por seus poderes Erudição ou Ocultismo + equipamento. O persona-
sobrenaturais. gem não pode tentar a tarefa sem pelo menos um
ponto de Ocultismo.
Transcendência Através do Pecado Ação: Extensão (5-15 sucessos; cada rolagem re-
A maneira mais simples para um Sussurrante evoluir é presenta 30 minutos de pesquisa).
conduzir a vítima ao pecado. Todo ato mal também aumenta Resultados do teste: O demônio torna-se (ou au-
sua resistência ao exorcismo. Adicione 2 a sua resistência efi- menta o seu poder como) um Dominio. Adquire ca-
caz e dobre sua parada de dados para testes de resistência cada pacidades baseadas na seguinte tabela.
vez que o anfitrião comete um ato de maldade.
Sucesso Resultado
Se um hospedeiro de um Sussurrante comete mais más
Nada Adicione 2 sucessos para cada limiar para cada
ações que o seu anfitrião determinou ele transcende a neces-
tentativa de futuro com o mesmo demônio.
sidade de sua psique. Ele se torna um Dominio de Posto 1, Isso é cumulativo.
se antes o demônio não tinha ponto de apoio no mundo, ou
se adiciona um à sua classificação Infernal se ele já era um 05 a 08 O demônio ganha 1 Posto Infernal e uma
espírito. Numina.
O demônio deve escolher continuar a ser um Sussurrante
com as limitações que o acompanham, ou descartar o papel, 09 a 12 O demônio ganha 1 Posto Infernal e duas
caso em que ele perde as habilidades do Sussurrante, mas Numinas.
pode abandonar seu hospedeiro. Alguns Dominios recém-
13 a 14 O demônio ganha 2 Postos Infernais e duas
nascidos tentam imediatamente possuir seus anfitriões ante-
Numinas.
riores, mas possuem mais fluência para um lugar mal ou ob-
jeto para se tornar Loci Malus, ou simplesmente voltar para +15 Como em 13 a 14, mas adicionar uma das
o inferno, onde aguardam um invocador futuro ou pecador seguintes opções: duas Numinas adicionais, um
para chama-lo. Posto Infernal adicional, ou uma Malapraxis
Quando um pecador dá à luz a um novo Dominio, há um nova.
momento de terrível realização em que trouxe trevas ao mun-
do. Intercalados com visões do Inferno, uma torrente de co- Equipamento Sugerido: Conexão com a Internet
nhecimento louco revela o nome secreto do novo Dominio, (1), biblioteca religiosa (2), biblioteca oculta (3).
sinal e pecado. Ele dá um conhecimento ocultista suficiente Penalidades possíveis: -1 para cada ponto de mo-
para criar rituais que poderiam afetar o demônio. Além disso, ralidade acima de 5, devido ao assunto preocupante
geralmente impulsiona o anfitrião anterior a loucura. Faça e tremendo concentração exigida do pesquisador, e
um teste de moralidade. O fracasso não faz perder o caráter -1 para cada ponto de Posto Infernal que o demônio
moral, mas isso não deixa de golpeá-lo com uma perturbação possui, quanto mais poder ele tem mais difícil é criar
grave, conforme listado nas páginas 96-100 livro de regras do um Novo Testamento que é mais do que uma descri-
Mundo das Trevas. ção redundante do demônio, uma vez que já existe.

Exaltação Oculta União Diabólica


Se a vítima é um ocultista, o Sussurrante pode pedir a ela Feiticeiros e seres sobrenaturais são alvos de risco
para nomeá-lo, definir e fortalecê-lo. Demonologistas estão para Sussurrantes, mas eles têm o potencial para se-
divididos entre a ideia de que o hospedeiro cria uma ima- rem os mais gratificantes. Muitas vezes eles não só têm
gem metafísica para o demônio habitar e que o Sussurrante o conhecimento necessário para transformar um Sus-
apenas ensina segredos do Inferno. Em todos os casos, um surrante em um Dominio poderoso, mas alguns de-
Sussurrante carrega um risco: ele ensina a vítima o seu nome les podem convocar espíritos com que o Sussurrante
57
todas as mascaras desfiguradas
é capaz de se fundir, transformando-o em um pode-
roso ser maléfico. O Sussurrante se torna o próprio
espírito: uma Diabolus.
O demônio não pode fazer isso com apenas um
Mistérios do Diaboli
espírito ou fantasma qualquer. Seu hospedeiro deve
Os Diaboli não exalam uma aura especial, ne-
influenciar este com um poder sobrenatural primei-
nhum sinal místico do mal. Além de suas habi-
ro. Isso vincula a entidade alvo à alma da vítima.
lidades e de motivos demoníacos, eles são im-
O Sussurrante atravessa pela conexão e assume seu
possíveis de distinguir de outros espíritos. Eles
novo hospedeiro. Além disso, o espírito ou fantas-
são realmente diferentes ou todos os fantasmas,
ma alvo deve ser vulnerável para a transformação. A
entidades astrais e espíritos da sombra tem uma
seção Diaboli abaixo detalhes entidades adequadas.
semente escura que floresce na presença do
Se o espírito ou fantasma é um recipiente apro-
pecado?
priado, um Sussurrante pode corrompê-lo. Se o Nar-
rador quiser deixar esse processo para os dados, im-
Há certamente coros de espíritos que são
plantação de energia da entidade + Resistência. (Se o
ligados ao terror e à impureza e uma pessoa
espírito de algum modo ganhou Atributos humanoi-
típica os chamariam de “demônios”, enquanto os
des, testar Perseverança + Autocontrole.) Se não apa-
Lobisomens conhecem os Maeljin: Avatares do
recerem sucessos nos dados, o demônio tem êxito.
vício que transformam os Uratha moralmente
Juntos, eles se transformam em um Diabolus.
fracos em escravos. Magos diriam que suas pio-
res obsessões formaram os chamados “demô-
Diaboli nios goeticos”. Qualquer espírito dessas ordens
poderia ser um Diabolus. E se todos eles são?
Diaboli são demônios insidiosos especialmen- Se a única diferença é um conjunto de habilida-
te capazes de levar seres sobrenaturais de surpresa, des que floresce em resposta às ações do mal,
apesar de serem uma ameaça para quem passa muito então os Diaboli são apenas espíritos normais
perto lugares assombrados ou o mundo invisível da que foram alterados em resposta a ressonância
sabedoria oculta. Eles são espíritos e fantasmas que psíquica pecaminosa. Falamos sobre demônios e
carregam a essência demoníaca. mudanças em espíritos usando o termo Diaboli
Muitos Demonologistas acreditam que os Diaboli para descrevê-los de forma coerente, mas isso é
uma vez foram espíritos “normais” ou fantasmas, até só porque é conveniente fazê-lo. Não há nenhu-
que um demônio (um Sussurrante, geralmente) os ma evidência. A verdade é que até você.
corrompeu, devorou e torceu sua natureza ao serviço
do Inferno. Ninguém está certo disso, no entanto.
Existem Diaboli e não há registros em tomos indican-
do que foram livres de corrupção. Aumenta a confu-
são com o fato de que todos têm a imoral dos Diaboli os seus impulsos. Lobisomens sabem sobre coisas más que
ou pelo menos carteiras proibidas. Fantasmas que an- derramam diante de Feridas nas sombras. Esses tipos de cria-
dam no Crepúsculo para proteger as crianças não se turas são mais susceptíveis a serem Diaboli. Eles são senhores
tornam Diaboli. Espíritos de compaixão são imunes, do ódio, fantasmas vingativos, reflexões na Sombra de lugares
assim são os guardiões da rios limpos e selvagens que que foram feridas por atrocidades.
nunca presenciaram o mal em suas costas. Em pri- O Diabolus em potencial é uma ‘coisa’ errada que carrega
meiro lugar, os candidatos a alteração Diabólica nun- o potencial para o mal dentro dele. Não é cada entidade que
ca foram espíritos agradáveis, mas como você pode se qualifica; alguns espíritos e fantasmas nunca caem aos de-
dizer qual a diferença entre um espírito que comete mônios. Estes incluem:
ações demoníacas e o que é um demônio? • Fantasmas que são motivados por um propósito altru-
A resposta variam de tradição para tradição. En- ísta e justo. Fantasmas que estão apenas obcecados com uma
tre os magos, os praticantes da Goetia acreditam que, boa causa são corruptíveis, mas aqueles que são os ecos de
metafisicamente falando, as diferenças são triviais. uma certa pureza moral não podem ser tocados. O Narrador
Eles chamam os espíritos vício de “demônios”, In- determina os critérios exatos.
ferno e Céu são dois dos lugares em que as paixões • Espíritos que representam Virtudes. Demônios são os
pode levar os seres humanos. Eles devem exercer piores extremos de vício, então não pode haver união com
a vontade de fazer do demônio um veículo para o seus opostos.
destino que desejam, em vez de seguir cegamente • Espíritos que representam harmonia natural, inocência

58
ou outra qualidade que é incompatível com a natureza cor- em japonês os gaki têm sido descritos como mons-
ruptora do Inferno. tros, mas também como fantasmas com necessidades
• Espíritos que vêm dos lugares estranhos e horríveis além não satisfeitas que podem ser aplacados com as ações
da realidade. O Inferno não tem poder sobre o Abismo e sua apropriadas. Por exemplo, quando uma fonte diz que
desova, ou espíritos, como os Idigam. Demônios são espíritos dybbuks escapou de Gehenna, onde os ímpios são
de corrupção íntima e não o deserto metafísica dos reinos purificados, outros os chamam de almas perdidas
não criados. que precisam de orientação.
• Representantes de princípios imóveisna criação - pila-
res espirituais do mundo. No Mundo das Trevas isso inclui Manifestação
nativos dos Reinos Supernos, Arcadia, Os verdadeiros Fae e Sussurrantes viram espíritos sensíveis em Diaboli.
avatares do Fogo Divino dos Promethean. Caso contrário, qualquer personagem poderia atrair
um quando entra em contato com um espírito para
Conhecimento ajudá-lo a realizar um ato potencialmente maligno. O
Diaboli usam a incerteza quanto a sua natureza para enganar os lado diabólico do espírito está em repouso até que o
futuros invocadores. Por essa razão, alguns mitos os separam pecado o joga para fora. Alguns místicos acreditam
de seus primos espirituais. Mesmo tomos exaustivos não con- que dormita até ser despertado pelo pecado, mas
seguem distinguir este tipo de demônio. pode simplesmente se esconder por trás do compor-
Algumas lendas apontar o caminho. Xamãs avisam seus tamento esperado do espírito. Em qualquer caso, o
aprendizes que se eles não forem puros, os espíritos mais sel- Diabolus tem interesse no pecador. Não está ligado
vagens irão levá-los à ruína. Um xamã moral pode atrair tra- a ele de qualquer modo, no entanto, pode circular
paceiros que o guiam através de lições de vida, mas uma carga livremente seu domínio nativo em busca de outras
mal conhece um malandro que vai enganá-lo profanando seu vítimas.
espírito. Magia cerimonial ocidental adverte que quando um Essas obras raras que descrevem o Diaboli muitas
mago impuro exerce poder sobre os espíritos, eles têm total vezes os dividem em três classes. Embora não haja
liberdade para saciar seus impulsos malignos. Fundamenta- consenso sobre essas divisões ou nomes, eles são úteis
listas cristãos dizem que os deuses pagãos são máscaras de o bastante para descrever abaixo:
Satanás e qualquer coisa que não é um anjo é um demônio. Deceptores são o produto de pensamentos peca-
Fantasmas do mal são descritos em muitas tradições, mas minosos que se manifestam no plano astral, o reino
novamente, é difícil consolidar as diferenças entre manifes- dos sonhos. Eles visitam suas vítimas para perturbar
tações destrutivas e mal interior. Em Hebraico os dybbuk e seus anseios e sonhos. Deceptors goetic são os mais
59
todas as mascaras desfiguradas
comuns desses demônios, sendo vícios de um feiticei- memórias e paixões queimadas no Crepúsculo por energia
ro personificados e dobradas pelo peso de seus peca- psíquica primal. Espíritos são a carne que o sentimento des-
dos. Eles não são os únicos Deceptors, no entanto. gasta: a aspereza de uma pedra, talvez, ou o cheiro ácido da
Quando as pessoas trabalham para um fim comum, raiva no cérebro.
terrível, os espíritos dos sonhos e aspirações coletivas Os Diaboli são tudo isso contendo a complexidade sufi-
realizar essa escuridão. As formas astrais de genocídio ciente para conter uma mente de gênio torcida. Os demônios
exultante e corrupção política sem remorsos são De- têm empatia pelos outros. Eles entendem os motivos e dile-
ceptors poderosos que podem disfarçar-se como seres mas que assediam uma psique inteligente, e não são cegos
benevolentes. O Deceptor do genocídio pode fingir por conceitos espirituais que representam. Ah, um Diabolus
ser um memorial para as vítimas, quando, na verda- de fogo gosta de queimar e ama exortar suas vítimas para
de, se revela na alegria do fanatismo pelo assassino. acender uma tocha para o mundo, mas não é obrigado a esta
Immundi são os impuros espíritos-Sombra que perspectiva. Ele permitirá que um pouco de afogamento e su-
simbolizam a ligação entre a corrupção moral e espi- focamento aconteçam na terra para ajudá-lo em seu caminho
ritual. Por exemplo, o Immundus de um depósito de para criar um fogo maior, mais destrutivo. Esses demônios
resíduos tóxicos que representa a poluição do lugar e gostam de jogar os pressupostos de pessoas que lidam com
os motivos venais que lhe deram origem. Não é o su- fantasmas e espíritos, e usam sua simplicidade sincera para
ficiente para o Immundus contaminar os mundos do manipulá-los. O Diaboli acompanha o jogo até que o alvo
espírito e da carne, ele deve fazê-lo arruinando o teci- deixe sua guarda.
do moral e a harmonia natural dos habitantes. Assim Diaboli tem os poderes comuns a todos os verdadeiros de-
se corrompe um espírito Immundus, assim como os mônios: Aura da Corrupção, Língua do Dragão, Guardião
seres materiais, instando-os a violar a ordem natural dos Segredos, Senhor das Mentiras. Eles também possuem a
em busca de seus desejos mais egoístas. classificação Infernal e Influência sobre suas Malapraxes fa-
Larvals são fantasmas do mal. O pensamento po- vorecidas. Espíritos ganhar uma classificação Infernal igual
pular diz que quem entra em um pacto demoníaco ao seu posto normal. Larvals começam com Posto Infernal 1.
pode se tornar um larval sobre a morte, assim como Consequentemente, Larvals estão entre os mais ambiciosos e
as pessoas que morrem enquanto estão possuídos ou sedentos de poder dos hospedeiros Infernais.
atormentado por um Sussurrante. Caso contrário, Ao contrário de Domínios, Diaboli não possuem nomes
Larval são os ecos dos impenitentes no Crepúsculo, secretos, embora possam ter outros nomes de poder que te-
indivíduos do mal. Mitos dizem que alguns Larvals nham herdado de suas origens como (se eles sempre foram
são tão malignos que o inferno os libertou do tor- Diaboli) espíritos e fantasmas normais. Larvals retém os no-
mento para espalhar seus pecadores sobre a vida. mes que tinham em vida. Por vezes, estes podem ser usados
Cada Diabolus pode moldar seu corpo efêmero contra eles.
em formas classicamente demoníacas que refletem Diaboli têm os mesmos poderes que eles possuem, se eles
seus pecados favoritos, mas eles geralmente preferem eram espíritos normais ou fantasmas. Além disso, todos pos-
olhar como espíritos normais, representantes de seu suem ‘Forma Infernal’ como Numina dos Diaboli (p. 53).
tipo. Eles ainda estão confinados em seus nativos
mundos invisíveis, e não pode ser visto sem o uso Defesa
de poderes especiais. Muitos deles têm Numinas que Uma fraqueza dos Diabolus é a sua conexão com os mun-
lhes dão a capacidade de aparecer no mundo mate- dos invisíveis fora do Inferno. Ele não pode repudiar suas
rial, mas sendo simplesmente demônios isso não é origens completamente. O demônio tem exercido a sua falta
suficiente para dar-lhes uma presença material. de vontade sobre um pedaço da natureza, mas não tem subs-
tituí-la até o ponto em que ela pode resistir aos ritos e poderes
Habilidades que afetam espíritos normais do seu tipo.
Diaboli não são muito mais poderosos do que Infelizmente, também é impossível usar um poder sobre-
espíritos e fantasmas normais. Eles usam as mesmas natural para contatar um Diabolus aparte de um fantasma
Numinas principais, se alimentam das mesmas neces- comum ou espírito. Sua essência mundana camufla-lo a par-
sidades (embora atento à corrupção moral e desas- tir dessas habilidades.
tre físico) e viajam pelos mesmos reinos. Seu poder
mais importante é o seu intelecto. Mesmo os mais
poderosos espíritos e fantasmas são simples no nú-
Evolução infernal
Como um Sussurrante, um Diabolus pode transformar-
cleo, dedicados aos princípios e obsessões que lhes
se quando as oportunidades certas surgem. Como todos os
dão uma forma sobrenatural. Fantasmas são algumas
demônios, Diaboli crescem e mudam em resposta à presença
60
do mal. As seguintes circunstâncias conduzir a evolução Dia-
bolical: Domínios
Enquanto ocultistas podem debater sobre se
O grilhão demoníaco Sussurrantes e Diaboli são “verdadeiros demônios”,
Se alguém comete um ato de maldade em conjunto com quanto aos Domínios não há duvidas. Eles são sim-
um objeto ou lugar ligado a carteira espiritual de um Immun- ples manifestações do Inferno ou tão simples quanto
di ele ganha o poder de possuir aquele lugar ou objeto, tor- você pode esperar de uma ordem de mestres engana-
nando-o um Loci Malus: um fetiche malígno ou amaldiçoado dores. Eles são as coisas com chifres que aparecem
onde as fronteiras espirituais (incluindo Crepúsculo) não im- em pentagramas, a navalha feita de dentes e coisas
pedem ações, mas a criatura o espírito não pode deixar esse com sapo que agem como familiares de magos negros
lugar. Larvals podem igualmente ligar-se aos seus próprios e os duques, presidentes e ministros de centenas de
fantasmas como âncoras. Em ambos os casos, um Diabolus concordâncias ocultos.
que escolhe um objeto para seu grilhão não pode se manifes- A maior força do Domínio é a sua maior fraqueza.
tar em Crepúsculo, a Sombra ou qualquer um dos Mundos Ele ganhou um nome secreto e um lugar no folclo-
Invisíveis. re da demonologia. Todos os Domínios podem ser
convocados e obrigados pelos ocultistas qualificados.
Queda de Sussurrantes Este não é o conforto, porque poucas pessoas invo-
O Diabolus pode lançar a sua forma espíritual por um cam demônios para uma causa verdadeiramente boa,
tempo para se tornar um Sussurrante de um pecador. É uma e menos ainda são sábios bem treinados o suficiente
jogada arriscada. O demônio perde o acesso a sua forma de nas artes das trevas para controlar o que eles chama-
espírito até que ele atinja transcendência através do pecado ram. Domínios podem se enfurecer contra um invo-
ou Exaltação Oculta ou seja expulso de seu hospedeiro. No cador inteligente, mas para a maior parte deles, os
último caso, o demônio sofre por seu fracasso, perdendo um esforços de um ocultista são oportunidades. Mesmo
nível de Posto Infernal e um ponto de cada atributo. Se qual- demônios odeiam o Inferno; reinos acima são onde o
quer das outras condições se aplica, no entanto, torna-se um poder real se encontra. O inferno já é corrupto; Do-
domínio com um novo Posto Infernal com base nos resulta- mínios não podem prosperar mais do que um mortal
dos do padrão de evolução Sussurrante. poderia se ele fosse forçado a comer sua própria mer-
da para sobreviver.
Transcendência através do Pecado Cada Domínio é conhecido nos mundos além do
Como um Sussurrante, um Diabolus ganha poder através Inferno. Alguém escreveu um testamento de sua exis-
da promoção do mal. Ao contrário de um Sussurrante, não tência ou de um conjunto de rituais para a convoca-
dependem das ações de uma única pessoa. Qualquer pessoa ção dele. Alguém já ouviu o seu nome secreto em sua
que se entrega a Malapraxis do Diabolus em sua presença ou cabeça e chorou, sabendo que lhe deu uma posição
como uma resposta direta às suas ações o alimenta. O Narra- no mundo.
dor determina qual o limite exato para aumentar o seu posto,
mas uma orientação útil seria a concessão de um novo nível Conhecimento
de posto Infernal sempre que o demônio “recolhe” muitos Os domínios são demônios clássicos e evocam os
atos malignos, obtendo o seu posto atual + 1. Ao contrário mitos mais conhecidos. Eles são anjos caídos. Eles
de um Sussurrante, no entanto, não pode tornar-se um Do- são deuses pagãos, cultivados amargamente nos dias
mínion desta maneira. Essa opção só está disponível se o seguintes a queda das civilizações de seus adorado-
demônio cair para Sussurrante e conseguir aumentar a sua res. Eles são servos dos ministérios da prisão Terra de
potência de lá. punição ou as reencarnações malignas da queles que
matarm Budas e foram amaldiçoados a sofrer até cem
Exaltação oculta universos morrerem. Eles são os deformados, filhos
Diaboli não têm nomes secretos, mas eles querem-mal. secretos dos antigos deuses ou seus titãs maliciosos.
Um nome secreto significa poder, status na hierarquia In- Eles são soldados de Satanás, sempre reunindos para
fernal e a capacidade de responder à rituais de invocação. o apocalipse.
Para ganhar um, tem de convencer um pecador a escrever Muitas culturas não têm demonologistas, mas
um testamento negro. O Diabolus pode fornecer o nome. Ele parecem ter aqueles que tem a mania de classes e ca-
não tem nenhum poder especial até que o autor complete o tegorias. Eles dizem que o inferno tem baronetes, ca-
Testamento. Naquele momento, utilizar os sistemas na p. 30. valeiros, chanceleres, arquiduques, reis de continen-
Lembre-se que o Posto Infernal atual do demônio penaliza o tes, senhores das montanhas particulares e mares.
teste do ocultista. Há tantos sistemas diferentes e contraditórios que
61
todas as mascaras desfiguradas
um pesquisador pode crer que os antigos eram men-
tirosos ou tolos. Como eles poderiam estar todos cer-
tos?
Na verdade, eles estão certos. Para abrigar um
demônio dentro de um sistema, se da atributos, Mistérios dos Dominions
um sigilo e um nome para trazer um Dominion das
profundezas do inferno - ou exaltá-lo das fileiras de Domínios são demônios clássicos: seres
Sussurrantes e Diaboli mundanos. O inferno é gene- horríveis que as almas e entram no
roso; aceita as definições, as máscaras que as pessoas mundo por meio de convênios malígnos.
podem lhes dar. A imagem tem muito poder cultural
Ocultistas ocidentais usam frequentemente a tornando difícil separar o mito das evi-
Classificação Binsfield de demônios como uma no- dências - e evidências que apontam para
menclatura prática porque ela divide o anfitrião In- a sua verdadeira natureza estão em falta.
fernal pelo pecado. Binsfield foi um sacerdote católi-
co do século 16, mas, mesmo os não-cristãos, muitas Por exemplo, Dominações fazem rei-
vezes usam o sistema porque corresponde com ob- vindicações gerais sobre seres antigos
sessões demôniacas reais - a maior parte do tempo. deuses e anjos caídos, mas longe do
Dominions podem ter Malapraxes múltiplas, ou até inferno, o poder do demônio parece ser
mesmo esconder seus interesses para enfraquecer as uma função da experiência. Pode ser
defesas morais de um alvo. O sistema divide os demô- que no inferno todos os Dominions se-
nios por seus príncipes e dirigentes infernais: jam demônios dirigentes que comandam
legiões de almas, mas precisam ter o
Amon: Identificado com o próprio Satanás. Prín- cuidado cultivar laços mundanos. Como
cipe da Ira. alternativa, as grandes potências Infer-
Asmodeus: Alto chanceler do Inferno e príncipe nais poderiam ter habilidades que não
da Luxúria. dependem de suas interações com o
Belzebu: O Senhor das Moscas e Príncipe da gula. mundo exterior, mas se isso é verdade,
Belphegor: Demônio senhor da invenção e prín- por que não tem um Azazel ou Moloch
cipe da Preguiça. devastando tudo? Talvez ninguém tenha
Leviatã: A grande besta das águas. Príncipe da In- encontrado o ritual certo, ou algum
veja. poder superior, misericordioso mantém
Lúcifer: Também visto como um com Satanás, ele os mais poderosos demônios longe de
é o príncipe do Orgulho, naturalmente. pisar no terreno mortal.
Mammon: Tesouro do Inferno e príncipe da ga-
nância. Uma idéia mais preocupante vem do
exame do ciclo de vida do demônio
Enquanto poucos demonologistas realmente acre- como ele sobe de Sussurrante para um
ditam que, digamos, Mammon é o governador de Dominion poderoso. Na seção Sussur-
todos os demônios da Ganância, o sistema Binsfield rante, ressaltamos que Sussurrantes
tem utilidade suficiente para que um ocultista possa podem ser produtos de alma de um
chamar de Dominion um “tipo Mammon” com ta- pecador, habilitadas, por algum potencial
quigrafia. Demonologistas práticos geralmente usam escuro incomum. Se cada Dominion foi
outros sistemas em conjunto com Binsfield, especial- uma vez um Sussurrante, em seguida,
mente para especificar lugares e comportamentos. mais uma vez, a linhagem de demônios
Qualquer um que tropeçou nestas notas iria encon- não se volta para qualquer inferno fora
trar um emaranhado de referências a demonologia de nós. Nós somos os pais e mães de
aparentemente incompatíveis. Não importa o esque- demônios e até mesmo se não formos,
ma, os Dominions agradecem a atenção. nossos pecados preenchem um Domi-
nion de pleno poder.

Manifestação
Domínios não podem sair do inferno de sua
própria vontade, mas um Diabolus ou Sussurrante

62
graduados não tem qualquer obrigação de voltar. Na maioria morta não é uma alma condenada, mas nada cau-
das vezes eles devem cair para Sussurrantes e enganar alguém sa dor como a morte de entes queridos, ou corrói
para chamá-los através do pecado ou ritual, ou eles devem a empatia como a sensação de que a vida é barata
esperar por um ocultista chamá-los diretamente do Inferno. e passageira. Assassinos são um dos demônios mais
Uma vez convocado, o Domínio deve respeitar as condições chamados. Ocultistas os criam para matar seus inimi-
do ritual, geralmente. Alguns desses demônios são compli- gos ou guardar seus objetos de valor. Assassinos são
cados ou fortes o suficiente para rir de tudo, mas existem os demônios ágeis e com um talento especial para a for-
ocultistas mais experientes. O capítulo dois estabelece regras ça bruta. A maioria pode assumir a forma material.
para convocação de Domínios.
Na ocasião, Domínios podem dobrar estas regras. Isso Subversivos
ocorre quando uma profanação bastante poderosa permite a Dominios Subversivos corrompem a ordem so-
passagem ou quando se abre uma porta para o inferno. Estas cial. Eles querem fazer com que atos maus sejam acei-
são situações graves, incomuns. Retificando-as é um grande táveis, ou mesmo louváveis. Eles nutrem o precon-
objetivo para quem combate o Infernal. ceito, a corrupção política e violência em qualquer
O Posto dos Domínios incluem toda a diversidade vil instituição que assombram. Subversivos normalmen-
que se pode imaginar e muito mais. Cada Malapraxis, For- te se especializam em uma instituição particular. Um
ma Infernal e língua torcendo um nome secreto existente incentiva uma igreja para punir a sexualidade em vez
em algum lugar, nas páginas de um livro mofado, os dados de praticar a caridade, outro obtém o sindicato da
magnéticos de um disco rígido ou os pesadelos de um xamã polícia para coletar o dinheiro da proteção oferecida
muito talentoso. Apesar desta variedade, é possível classificar a traficantes de drogas locais. Subversivos estão me-
as manifestações de acordo com o que os Dominios fazem. nos preocupados com condenar indivíduos do que
Demonologistas fazem isso regularmente, e é a fonte de mui- baixar os padrões morais de subculturas inteiras. É
tas nomenclaturas populares. Para inspirar o Narrador, não preciso muito trabalho, mas se o demônio puxa-lo,
se apegue a um modelo específico, mas vamos categorizar os ele lhe promete uma verdadeira festa do pecado na
Domínios por seu comportamento. As seguintes categorias parte inferior da linha.
são estritamente informais, apesar de alguns caçadores de de-
mônios pragmáticos e modernos poderem rabisca-las de uma Tentadores
forma ou de outra. Tentadores são os domínios mais comuns porque
atacar a moral é tão natural para um demônio como
Profanadores a respiração é para um ser humano. Outras agendas
Profanadores envenenam lugares. Eles fazem árvores mur- exigem mais planejamento; tentação exige apenas
charem e mães abortarem. Domínions com esta agenda, mui- persistência. Os Instintos do demônio fazem o res-
tas vezes começaram como Immundi. Eles usam sua conexão to. Domínios que são Tentadores verdadeiramente
com a realidade material para criar bosques retorcidos e cor- talentosos se concentram em alvos virtuosos porque,
tiços apodrecidos, usando sua influência Infernal ou proxies ironicamente, estes podem pecar mais antes de serem
mortais. A estratégia do Profanador é fazer do mundo um “usados” pela loucura ou suicídio. No entanto, Ten-
doente, um lugar desesperador onde as pessoas perdem o res- tadores nunca estão acima levando almas mais escu-
peito para com o mundo e os outros. ras desviaram quando eles querem uma presa fácil.

Nemeses
Alguém poderia pensar que punir o pecado estaria além
Habilidades
Domínios tem os poderes comuns a todos os ver-
do caráter dos demônios, mas eles o fazem. Tentação deve
dadeiros demônios: Aura da Corrupção, Língua do
sempre preceder a queda. Quando um pecador serviu o seu
Dragão, Keeper of Secrets, Lord of Lies e sentido do
propósito, é hora de mandá-lo para o inferno. Nemeses es-
pecado. Eles também possuem Posto Infernal e influ-
tabelecem suas metas para um longo período de tormento
ência sobre suas Malapraxes favorecidas. Domínios
mundano antes de matar ou organizar eventos para que al-
têm nomes secretos. Veja p. 37 deste livro e o capítulo
guém o faça. Larvals muitas vezes evoluem para Nemeses para
dois para obter informações sobre nomes secretos.
perseguir as pessoas que eles mataram ou fizeram sofrer na
O Posto Infernal do Dominio é uma função de
vida.
sua história. Um Dominion recém liberado do In-
ferno tem um posto de 1 a 3, dependendo de quão
Assassinos
bem o seu Testamento tem sido trabalhado. Domí-
Estes Dominios matam quantas vezes puderem. Demô-
nios que evoluíram a partir de poderosos Diaboli
nios sofisticados desprezam os Assassinos porque uma alma
63
todas as mascaras desfiguradas
poderiam ser mais fortes. possuir o alvo, mas pode permanecer no crepúsculo, o som-
Seria incorreto chamar alguns Domínios “an- breamento. Este é um destino comum sofrido por ocultistas
ciãos” - os demônios não estão sujeitos ao tempo e que não sabem como descartar ritualmente um demônio.
identidade individual de uma maneira que qualquer
mortal possa compreender -, mas alguns foram con- Queda para Sussurrantes
vocados mais vezes do que outros, ou tem arrastado Como Diaboli, Dominios também podem cair para Sus-
muitas pessoas para o inferno ao longo dos séculos. surrantes, derramando a maior parte de seu poder para se tor-
Esses atos ganham Infernal Rank. Domínios também nar uma voz insidiosa na mente da vítima. Como Sussurran-
adquirem novas Malapraxes e Numinas à medida que te, um Dominio pode ser capaz de ganhar poder, condenando
exploram o mundo. Os atributos dos Dominios são um mortal ou levando-o a compor um melhor Testamento,
uma função do seu Posto Infernal. Antigos Diaboli mas se falhar, perde um Posto Infernal e mergulha de volta
podem exceder os máximos indicados para a sua clas- para o inferno. Diz-se também que o sacrifício ritual pode
sificação, mas se eles fizerem isso, eles permanecem aumentar o poder do demônio, mas isso pode se relacionar
congelados pelo valor listado até sua alcançar seu mais com os pecados desses ritos invariavelmente necessitam
posto. de qualquer poder sobrenatural inerente.
A menos que eles possuam um mortal com as Nu- Uma vez que um Dominio ganha um Posto Infernal 6 ou
mina Possessão Suprema, Dominios são espíritos e superior, a maioria dos demonologistas o classificam como
usam as suas características de jogo. Sua Numina pre- um membro de uma ordem diferente. Há muitos nomes para
cisa depender de seus pecados demoníacos e histó- ele, mas um termo comum - e o utilizado neste livro - é Ar-
rias, embora todos possuem Forma Infernal. Antigos quidemonio.
Diabolis mantem seus espíritos velhos ou Numina
fantasma. Quando um Dominio exerce Possessão Su-
prema, o demônio e seu anfitrião se transformam em
um dos Possessos. Os Possuídos
Domínios têm um grau incomparável de mobi-
lidade espiritual. Eles podem deslizar ao longo do Um Dominion com a Numina Posses-
Crepúsculo, adentrar a Sombra, perseguir no Plano são Suprema (e nem todos a tem) pode
Astral e até andar dentro dos sonhos de alguém. O transformar um ser humano mortal, em
único domínio que requer um esforço extra é o plano um dos Possessos. Consulte o Capítulo
material. Mesmo estes demônios puros são feitos de Três para mais informações.
sonhos maus e coisas do espírito, e não podem assu-
mir a carne sem possuir um hospedeiro ou usar uma
Numina especial.

Evolução infernal
Domínios se aproximam do pináculo do poder
Profanação e os Malus Loci
Há casas em que os pais sempre espancam seus filhos. Há
demoníaco. Seu objetivo principal é vencer o Posto armas que se prolongaram por uma dúzia de suicídios. Eles
Infernal por condenação de almas mortais. Quanto são mais do que lugares Assombrados pelos Demônios e ou-
mais almas condena, mais poderoso ele fica. O Nar- tras coisas. Eles são demônios. Alguns cristãos dizem que este
rador determina os parâmetros, mas, em geral, Do- mundo pertence ao diabo, e embora a verdade seja incerta
minios precisam despertar cada vez mais o mal para para todos, quando se trata desses Malus Loci, os mais devos
alcançar o próximo Posto. Domínios também podem podem estar certos.
usar os seguintes métodos para construir o poder: As pessoas sabem instintivamente que às vezes o mal deixa
uma mancha permanente no mundo. Eles derrubam as casas
Grilhão Demoníaco dos assassinos e mantem armas do crime sob sete chaves. Eles
Um Dominio pode ligar-se a qualquer lugar Pro- realizam exorcismos em lugares com histórias perturbadoras,
fanado ou objeto com uma classificação igual ou e contratam mestres de Feng Shui que direcionam energias
inferior ao seu Posto Infernal, ou qualquer pessoa, venenosas para canais longe deles. Às vezes, até funciona.
quando sua moral está baixa o suficiente para supor-
tar a presença do demônio. Subtraia o potencial mo-
ral da vítima de 10; se a Patente do Domínio é igual Manchas terrestres do Inferno
à sequência ou inferior, não pode necessariamente Quando alguém comete um ato mal na presença de um

64
Posto Profano Maus atos típicos Perda do Posto*
1 Abuso Psicológico Em 1 ano
2 Abuso Físico Em 5 anos
3 Assassinato Em 10 anos
4 Ato de Tortura Em 25 anos
5 Tortura Prolongada Em 50 anos
6+† Critério do Narrador Critério do Narrador
* Quando o intervalo listados termina sem pelo menos um ato de maldade igualmente intensa
ocorrendo, o Posto Profano cai em 1.
† Um lugar nesta Profanação pode suportar uma porta de entrada para o Inferno (ver pp 46-47).

determinado lugar ou objeto, ele sofrer um Rank de profana- específica, porque geralmente garante que eles não
ção. O objeto deve ter sido fundamental para o ato de falta, podem completá-lo. Muitos ocultistas aprenderam
mas quase qualquer lugar serve. Se as pessoas continuarem especificamente a comandar demônios para evitar
a fazer o mal nas próximidades, aumenta a classificação da lugares profanados, mas a maioria não têm conheci-
profanação. Normalmente, exige cada vez mais o pecado e mento suficiente para fazê-lo. Destes poucos educa-
sofrimento para continuar a construir Profanação. O tempo do, alguns comandam demônios para realmente se
cura bem a ferida. Consulte a tabela acima. tornar Malus Loci, querendo aprisioná-los ou defini
-los como guardas de mais algum lugar amaldiçoado
Malus Loci ou objeto. Infelizmente, quando desaparece a Profa-
Quando um Diabolus ou Dominio encontra um lugar ou nação suficiente do grilhão ele não pode mais supor-
coisa com um Posto Profano igual ou inferior ao seu Posto tar o Posto Infernal de seu habitante. O demônio cai
Infernal, ele pode usar o seu poder Demonic Fetter para an- de volta para o inferno. Demônios inteligentes ga-
corar-se no local, tornando-se o que demonologistas ociden- rantem o constante fluxo de pecado necessário para
tais, por vezes, chamam de um Malus Loci. (Aqueles de vocês manter o estado espiritual nojento do grilhão. Atirar
que possuem Mago e Lobisomem devem notar que este não sussurros é a arma do demônio acorrentado.
é o mesmo padrão que o Fetter Numen.) É um trade off, o
demônio não pode deixar o seu grilhão a menos que ele retor- Destruindo um Lugar Profanado
na voluntariamente para o inferno, mas logo ganha poderes Dado tempo suficiente, quase qualquer lugar ou
especiais: coisa Profanada vai perdendo a mancha característica
• Um demônio que ancora-se em um lugar como uma do mal, mas em alguns casos isso não é rápido o sufi-
casa, um grupo de árvores ou um cemitério, adquire a Numi- ciente. Nestas situações, as seguintes opções estão dis-
na Materializar. Quando não se materializa, o demônio reside poníveis. Por opção do Narrador, eles não funcionam
no Crepúsculo local. contra classificações de profanação 6 ou superior sem
• Um demônio que ancora-se a um objeto (geralmente critérios especiais adicionais.
um bem móvel com um tamanho de 20 ou menos, embora • Um Loci Malus pode usar sua Influência Infer-
o Narrador possa fazer exceções para grandes maus em plata- nal para reduzir os níveis de profanação de seu domí-
formas e forros) adquire a Numina Alcance. O demônio está nio, mas, geralmente, só fará isso dentro dos termos
preso no aspecto Crepúscular do objeto. de um pacto. Estes pactos geralmente incluem uma
Além disso, um Domínio pode ligar-se a uma estátua de promessa de convocar o demônio ou impedir-lo de
santo humano como se ele estivesse usando Demonic Fetter volta para o inferno. Obviamente, isto não é a primei-
em um objeto. ra escolha de qualquer pessoa cautelosa.
Lugares Profanados são excelentes refúgios para os demô- • É possível destruir um objeto profanado, ou
nios que foram ritualmente obrigado a executar uma tarefa alterar um Lugar Profanado a tal ponto a torná-lo

65
todas as mascaras desfiguradas
irreconhecível. Habitantes infernais, sem dúvida,
irão interferir com estes esforços e, mesmo assim,
aura de corrupção de um demônio pode deixar efei-
tos duradouros.
• Os poderes sobrenaturais que alteram a res-
sonância mística podem ser usados para reduzir os
Postos de Profanação. Isso geralmente requer dois
sucessos (ou níveis de Potência Mágica) por Posto.
• Sinceramente, pessoas com moral podem rea-
lizar um exorcismo ou um rito cultural semelhante
para limpar o local. O limite padrão para o sucesso é
de 3 + (o dobro do Posto Profano) Se for bem sucedi-
do, o alvo perde um Posto de Profanação.
• O método mais simples que as pessoas comuns
podem usar é a construção de um memorial ou insta-
lação de ensino no local, ou apresentar o objeto em
um contexto similar. A instalação deve ser projetado
para compensar as coisas terríveis ligados ao lugar ou
objeto. Se uma faca profanada é apresentada como
prova criminal em um julgamento verdadeiramente
justo , ou o local amaldiçoado de um linchamento
torna-se uma unidade de ensino anti-racista, a vir-
tude acumulada pode ser suficiente para reduzir ou
eliminar qualquer mácula Infernal persistente. As
diretrizes exatas são deixados para o Narrador e seu
grupo.

Arquidemonios
Um demônio com um Posto Infernal 6 ou supe-
rior é um ser de tal maldade que todos os mundos
além do inferno abominam, até mesmo entidades
e reinos que prosperam em vicio e despeito. Estes
são os Arquidemonios. Talvez eles são os verdadeiros
senhores do Inferno, ou eles são apenas espíritos in-
fernais que adquiriram muito poder para se infiltrar
facilmente nos reinos mortais. No entanto, eles são
famosos. Fragmentos de seus nomes inundam todas
as culturas. Eles são Asmodeus, Aipaloovik, Ravana,
Tiamat, mas estas não são suas verdadeiras identida-
des. Como os Dominios, que têm nomes secretos.
Há xilogravuras, pinturas, esculturas, poesia e prosa,
todos na tentativa de capturar uma imagem, mas eles
invariavelmente descrevem alguma confluência de
peças desconexas, ou uma aura do artista, é difícil
coloca-los sob qualquer forma. Eles são trevas anima-
das, ou cem asas com dez mil olhos, mas eles são
mais do que até mesmo isto. E, de fato, isso pode ser
nada mais do que vanglória Infernal, ou uma antiga
fraude. Talvez o seu poder real seja move-se como
um espírito invisível, ou assumir a forma de um povo
humilde, e com bela voz.

66
Mistérios dos Arquidemonios
Arquidemonios são verdadeiros príncipes Infernais - o que os torna famosos. Para o Narrador,
eles são uma oportunidade de usar demônios reconhecidos no mundo real. Não se sinta cons-
trangido pelos clássicos, porque a sua natureza última não é imutável. Eles são apenas demônios
muito poderosos para as características do jogo. Na verdade, eles podem até não ser seres uni-
tários. E se todos os demônios menores são avatares de Arquidemonios? E se a verdade é que, o
contrário de nossos pressupostos, demônios menores são demasiado fracos para sair do inferno?
Se for esse o caso, então cada demônio que persegue o mundo é uma emanação de algo muito
poderoso e maligno de se conceber, mas todos eles ainda são limitados pela sua capacidade de
inspirar o pecado. Se você seguir essa premissa, um demônio que alcança o sexto posto Infer-
nal deve retornar para o inferno, mas deixa para trás Testamentos e erudição para preparar seu
retorno.

Se os demônios não apenas se alimentam dos pecados humanos, mas nascem deles, os Arquide-
monios poderiam estar só esperando para a humanidade abrir a porta com uma afronta irrever-
sível a Deus, a ordem implícita, o verdadeiro dharma, ou algum outro ato escondido, inescapável
para o juiz moral. Se o pecado é real, a humanidade pecou terrivelmente, e é difícil imaginar o
que poderia ser ainda pior. Agora, porém, estamos em posição de destruir a nós mesmos e toda a
vida no planeta, e estão à beira de descobertas científicas que poderiam criar inteiramente novos
atos imorais. Seja qual for o caso, nesta situação os Arquidemonios ainda não estão nascidos, mas
dormem em sonhos humanos, à espera de um ato tão monstruoso que eles possam finalmente
reivindicar o lugar preparado para eles.

Arquidemonios não podem enviar Sussurrantes para o a imaginação do mago negro mais endurecido.
mundo e convocação é uma opção difícil. É difícil encontrar Um Arquidemônio pode ser capaz de passar por
rituais genuínos e ainda mais difícil para projetá-los a partir uma porta para o inferno, desde que fica dentro de
do zero. Os mais malignos tentam, no entanto, o envio de uma área Profana poderosa o suficiente para suportar
funcionários para ditar seus Testamentos complexos e sussur- o seu Posto Infernal, mas ao contrário dos menores
rar seus nomes secretos para seitas. Esses recursos são frequen- Diabolis e Dominios, as histórias dizem que é neces-
temente incompletas ou imprecisos. Caçadores de demônios sário não permanecer dentro dos limites de tal lugar.
os queimam e escribas loucos escrevem falsas traduções. Há Eles profetizam que uma vez que um anfitrião Infer-
rumores de que cada Arquidemônio tem rivais no hospedeiro nal ganhar a menor posição, o mundo é deles.
Infernal que competem pelo domínio do pecado. Se conhe- Não há sistemas de jogo firmes para governar os
cido, um verdadeiro ritual seria uma tarefa importante. Seria Arquidemonios. A forma de sua presença e as conse-
exigir cânticos e runas complexos, e atrocidades para quebrar qüências estão em domínio do Narrador.

67
todas as mascaras desfiguradas
“Tem outro”, disse ela, deslizando o vidro em sua direção.
Deu a volta sem sequer um aceno de cabeça.
“Então, onde eu estava?” Ele arrastada.
Ela encolheu os ombros. Ela realmente não se importava. Ele estaria morto
logo.
“Certo, eu me lembro. Então, é o quarto trimestre e eu
tenho trezentos dólares apostado neste jogo ... “
Ela olhou ao redor do bar. Estava quase vazio.
O barman estava limpando mesas e lançando
preside-se na sua mão com hábil, a graça isolada.
O policial estava do outro lado da rua, à espera de
os retardatários para sair para que ele pudesse
busto-los. Duas pessoas estavam transando
no banheiro, e os seus sons,
que teria sido imperceptível
uma hora atrás, ecoou
das aberturas para o bar.
“E então ele joga uma porra
de três pontos, e eu-”
“Tenha um outro.” Ela recarregados
o copo. O barman sacudiu a
cabeça. Ele sabia o que estava acontecendo.
“Obrigado,” ele disse, e jogou
de novo. Ele se levantou, olhou para
ela, e por um momento horrível
ela pensou que ele ia
vomitar e estragar tudo. Mas, em seguida,
ele caiu, o corpo flácido bater
o chão, como se algo em sua
coluna tinha apenas bati solto.
O barman suspirou e foi para ir expelir
os amantes. Ele deixá-los para fora da porta lateral. Eles
não iria ver o corpo.
A mulher se agachou ao lado dele e bebeu em sua
morrendo respiração, cheios de vodka e com cheiro de direito
e arrogância. Respirou-lo novamente em um copo, despojado
de oxigênio, despojado de cheiro, despojado de o nome do homem
e identidade. Tudo o que restava era gula pura.
A garrafa desviado eo último a bebida escorria
ao andar. Algo se levantou fora da poça, algo
insaciável. Ele olhou para o vidro e lambeu seus lábios, e, em seguida,
olhou para a mulher.
“O último suspiro de um glutão”, disse ela. “Você tem
que me dar o que eu quero. “
O demônio riu. “O que você quer? Por que não basta eu levar a sua
respiração, também? “
O barman trancou a porta, nem mesmo ouviu como a negociação começou.
Ele tinha visto isso antes, e ele a avisou, mas o apetite era muito grande.