Você está na página 1de 143

Manual do Usuário

BR-AlarmExpert v.1.5
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

ÍNDICE DE REVISÕES

REV. DATA DESCRIÇÃO POR VERIF. APROV.

1.0 18/11/2009 EMISSÃO INICIAL UFRN JRSA GBPL

1.1 24/11/2010 CORREÇÕES DE REFERÊNCIAS UFRN JRSA GBPL

REVISÃO DA RACIONALIZAÇÃO E COMPLEMENTO DE


1.2 12/12/2011 CHF JRSA GBPL
SEÇÕES SOBRE FERRAMENTAS ADMINISTRATIVAS

NOVAS FUNCIONALIDADES NA JANELA DE OPÇÕES


1.3 25/06/2012 CHF JRSA GBPL
GERAIS E ADIÇÃO DO RELATÓRIO DE IMPORTAÇÃO

ADIÇÃO DE FUNCIONALIDADE DE IMPORTAÇÃO DE


DADOS DO INTOUCH, REMOÇÃO DE ANÁLISES E
1.4 18/06/2013 CLM
ALTERAÇÃO NA LISTAGEM DE ALARMES NA
RACIONALIZAÇÃO

ADIÇÃO DA FUNCIONALIDADE DE CÁLCULO DE MÉDIA NA


1.5 29/10/2013 ANÁLISE DE HISTÓRICO PERSONALIZADA E ADIÇÃO DE RRMJ
COLUNAS NO BANCO DE CONFIGURAÇÃO

Nota: Alterações significativas estão relatadas na tabela Índice de Revisões.

2 Sumário
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Sumário
Lista de Figuras ................................................................................................................................................................... 5
Agradecimentos .................................................................................................................................................................. 8
Público Alvo ........................................................................................................................................................................ 9
1 Introdução ................................................................................................................................................................ 10
A. Organização do Manual ....................................................................................................................................... 10
2 Pré-requisitos de Hardware e Software ................................................................................................................... 11
A. BR-AlarmExpert Cliente ....................................................................................................................................... 11
Hardware .................................................................................................................................................................. 11
Software.................................................................................................................................................................... 11
B. BR-AlarmExpert Coletor OPC A&E ....................................................................................................................... 11
Hardware .................................................................................................................................................................. 11
Software.................................................................................................................................................................... 11
C. BR-AlarmExpert Servidor de Aplicação ................................................................................................................ 11
Hardware .................................................................................................................................................................. 11
Software.................................................................................................................................................................... 11
D. BR-AlarmExpert SGBD.......................................................................................................................................... 11
E. Arquitetura do BR-AlarmExpert........................................................................................................................... 12
3 Resumo Geral ........................................................................................................................................................... 13
4 Análise de Frequência ............................................................................................................................................... 18
A. Contagem ............................................................................................................................................................ 18
Exemplo 1 (Tag X Tipo) ............................................................................................................................................. 19
Exemplo 2 (Prioridade) ............................................................................................................................................. 26
B. Histórico............................................................................................................................................................... 28
Áreas ......................................................................................................................................................................... 28
C. Contagem e Histórico Multibancos ..................................................................................................................... 31
Tag X Banco ............................................................................................................................................................... 31
5 Análise de Duração ................................................................................................................................................... 34
A. Contagem ............................................................................................................................................................ 34
Tempo de Duração.................................................................................................................................................... 34
Tempo de Reconhecimento ...................................................................................................................................... 36
6 Análises Avançadas ................................................................................................................................................... 38
A. Avançada Ocorrência ........................................................................................................................................... 38
B. Avançada Interrelação ......................................................................................................................................... 40
C. Avançada Recorrência ......................................................................................................................................... 44
D. Avançada Intermitência ....................................................................................................................................... 46
E. Avançada Avalanche ............................................................................................................................................ 49
F. Avançada Histograma .......................................................................................................................................... 52
G. Avançada Instabilidade ........................................................................................................................................ 54
H. Funcionalidade Extra ........................................................................................................................................... 56
Salvar Gráfico da Análise .......................................................................................................................................... 56
7 Racionalização .......................................................................................................................................................... 58
A. Visualização de Alarmes Ativos ........................................................................................................................... 58
B. Cadastro de Alarmes............................................................................................................................................ 59

3 Sumário
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Campos das Informações Gerais ............................................................................................................................... 60


Campos das Informações do Tipo ............................................................................................................................. 62
C. Edição de Alarmes ............................................................................................................................................... 64
D. Duplicação de Alarmes ........................................................................................................................................ 65
E. Cancelamento de Alarmes ................................................................................................................................... 66
F. Confirmação do Cadastro de Alarmes ................................................................................................................. 68
G. Visualização de Alarmes Cancelados ................................................................................................................... 69
H. Reativação de Alarmes ........................................................................................................................................ 69
I. Importação de Planilha ........................................................................................................................................ 70
J. Exportação de Planilha ........................................................................................................................................ 71
K. Sincronização automática .................................................................................................................................... 73
L. Visualização de Informações Gerais do Alarme................................................................................................... 74
M. Visualização de Informações do Tipo do Alarme ................................................................................................. 75
N. Visualização de Histórico Resumido do Alarme .................................................................................................. 76
O. Cadastro de Equipamento Monitorado ............................................................................................................... 77
P. Cadastro de Planta de Engenharia (P&I).............................................................................................................. 84
Q. Cadastro de Área ................................................................................................................................................. 90
R. Cadastro de Unidade de Engenharia ................................................................................................................... 97
S. Cadastro de Tipo de Alarme .............................................................................................................................. 103
T. Cadastro de Severidade Ambiental ................................................................................................................... 106
U. Cadastro de Severidade Pessoal ........................................................................................................................ 108
V. Cadastro de Severidade de Produção ................................................................................................................ 109
W. Cadastro de Índice do Tempo de Resposta ....................................................................................................... 111
X. Cadastro de Prioridade Calculada...................................................................................................................... 113
8 Ferramentas Administrativas .................................................................................................................................. 116
A. Administração de Usuários ................................................................................................................................ 116
Cadastro de Grupo de Usuários .............................................................................................................................. 116
Cadastro de Usuários .............................................................................................................................................. 118
B. Ativação/Desativação de Filtros Globais ........................................................................................................... 119
C. Administração de Análises ................................................................................................................................. 122
D. Gerenciamento de Drivers de Racionalização ................................................................................................... 123
Criação de novo driver ............................................................................................................................................ 124
Visualização e remoção de drivers ......................................................................................................................... 125
E. Opções Gerais .................................................................................................................................................... 126
Tabelas .................................................................................................................................................................... 127
Racionalização ........................................................................................................................................................ 129
Filtros ...................................................................................................................................................................... 130
Análises ................................................................................................................................................................... 134
Cores ....................................................................................................................................................................... 136
F. Relatório de Importação .................................................................................................................................... 139
G. Relatório de Mudaças dos Alarmes ................................................................................................................... 139
H. Administração de Base de Dados ...................................................................................................................... 140
Bibliografia ...................................................................................................................................................................... 143

4 Sumário
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Lista de Figuras
Figura 2-1 Arquitetura do BR-AlarmExpert. ................................................................................... 12
Figura 3-1 Tabela de Resumo Geral. ............................................................................................ 13
Figura 3-2 Tela de adição de filtro por nome a Tabela de Dados. ................................................. 14
Figura 3-3 Janela de seleção de filtros globais. ............................................................................ 15
Figura 3-4 Tabela de alarmes e eventos. ...................................................................................... 16
Figura 3-5 Resultado da aplicação de um filtro à coluna Áreas. .................................................... 17
Figura 4-1 Acesso às Análises de Frequência. ............................................................................. 18
Figura 4-2 Análise de contagem Tags X Tipos e critério Por mês. ................................................ 21
Figura 4-3 Resultado de uma análise de frequência. .................................................................... 22
Figura 4-4 Análise de frequência personalizada. .......................................................................... 23
Figura 4-5 Painel Opções de Gráfico. ........................................................................................... 24
Figura 4-6 Janela exibida após o acionamento do botão Limite de Alarmes. ................................ 25
Figura 4-7 Tabela de análise de frequência. ................................................................................. 26
Figura 4-8 Análise de frequência de contagem Prioridade. ........................................................... 27
Figura 4-9 Análise de frequência do histórico Prioridades............................................................. 29
Figura 4-10 Análise de Histórico Personalizada ............................................................................ 30
Figura 4-11 Análise de contagem multibancos. ............................................................................. 31
Figura 4-12 Janela de seleção de bancos de dados para análise multibancos. ............................ 32
Figura 4-13 Janela de seleção de filtros globais para análise multibancos. .................................. 33
Figura 5-1 Acesso às Análises de Duração................................................................................... 34
Figura 5-2 Análise de duração da contagem Tempo de Duração.................................................. 35
Figura 5-3 Resultado da análise tempo de duração por dia. ......................................................... 36
Figura 5-4 Análise de duração da contagem Tempo de Reconhecimento. ................................... 37
Figura 6-1 Análise avançada Ocorrência. ..................................................................................... 39
Figura 6-2 Resultado da avançada Ocorrência personaliza. ......................................................... 40
Figura 6-3 Análise avançada Interrelação. .................................................................................... 42
Figura 6-4 Campos da análise avançada Interrelação. ................................................................. 43
Figura 6-5 Análise avançada Recorrência..................................................................................... 45
Figura 6-6 Resultado da análise avançada Recorrência. .............................................................. 46
Figura 6-7 Análise avançada Intermitência. .................................................................................. 48
Figura 6-8 Resultado da análise avançada Intermitência. ............................................................. 49
Figura 6-9 Análise avançada Avalanche. ...................................................................................... 51
Figura 6-10 Resultado da análise avançada Avalanche. ............................................................... 52
Figura 6-11 Análise avançada Histograma.................................................................................... 53
Figura 6-12 Resultado da análise avançada Histograma. ............................................................. 54
Figura 6-13 Análise avançada Instabilidade. ................................................................................. 55
Figura 6-14 Resultado da análise avançada Instabilidade. ........................................................... 56
Figura 6-15 Janela Pop-up usada para manipular opções extras do gráfico. ................................ 57
Figura 7-1 Aba de alarmes ativos destacada. ............................................................................... 59
Figura 7-2 Caixa de diálogo para cadastro de novo alarme. ......................................................... 60
Figura 7-3 Campos correspondentes às informações gerais de um alarme. ................................. 62
Figura 7-4 Campos correspondentes às informações de tipo de um alarme. ................................ 64
Figura 7-5 Janela de confirmação de criação de um novo alarme. ............................................... 64
Figura 7-6 Janela de confirmação de atualização de um alarme................................................... 65
Figura 7-7 Exemplo de alarme duplicado. ..................................................................................... 66
Figura 7-8 Janela de confirmação de cancelamento de alarme. ................................................... 67
Figura 7-9 Aviso de alarme cancelado. ......................................................................................... 67
Figura 7-10 Exemplo de alarme cancelado. .................................................................................. 68
Figura 7-11 Botões Importar, Exportar e Sincroniação Automática. ............................................. 71
Figura 7-12 Janela de importação de planilha. .............................................................................. 71
Figura 7-13 Janela de exportação de planilha............................................................................... 72
5 Lista de Figuras
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Figura 7-14 Mensagem de sucesso na exportação de dados de racionalização ........................... 73


Figura 7-15 Validação da Sincronização Automática .................................................................... 74
Figura 7-15 Botão Informações Gerais. ........................................................................................ 75
Figura 7-16 Botão Informações do Tipo. ....................................................................................... 76
Figura 7-17 Botão Histórico Resumido.......................................................................................... 77
Figura 7-18 Botões utilizados no cadastro de informações gerais de alarme. ............................... 80
Figura 7-19 Janela de cadastro de equipamento. ......................................................................... 80
Figura 7-20 Janela de cadastro de planta. .................................................................................... 89
Figura 7-21 Botões Atualizar e Excluir mostrados após a seleção de uma planta ......................... 89
Figura 7-22 Janela de cadastro de área. ....................................................................................... 93
Figura 7-23 Botões Atualizar e Excluir mostrados após a seleção de uma área. .......................... 96
Figura 7-24 Janela de cadastro de unidade de engenharia. ........................................................ 100
Figura 7-25 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de uma unidade de
engenharia. ................................................................................................................................. 101
Figura 7-26 Botões utilizados no cadastro de informações de tipo de alarme. ............................ 104
Figura 7-27 Janela de cadastro de tipo de alarme. ..................................................................... 105
Figura 7-28 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de um tipo. ............... 105
Figura 7-29 Janela de vinculação de tipo a um alarme. .............................................................. 106
Figura 7-30 Janela de cadastro de severidade ambiental. .......................................................... 106
Figura 7-31 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de uma severidade
ambiental. ................................................................................................................................... 107
Figura 7-32 Janela de cadastro de severidade pessoal. ............................................................. 108
Figura 7-33 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de uma severidade
pessoal. ...................................................................................................................................... 109
Figura 7-34 Janela de cadastro de severidade de produção. ...................................................... 110
Figura 7-35 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de uma severidade de
produção. .................................................................................................................................... 111
Figura 7-36 Janela de cadastro de índice de tempo de resposta. ............................................... 112
Figura 7-37 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de um índice de tempo
de resposta. ................................................................................................................................ 113
Figura 7-38 Janela de cadastro de prioridade calculada. ............................................................ 114
Figura 7-39 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de uma prioridade
calculada. ................................................................................................................................... 115
Figura 8-1 Janela de Administração de Usuários. ....................................................................... 116
Figura 8-2 Janela de Administração de Grupos. ......................................................................... 117
Figura 8-3 Janela de Administração de Usuários exibindo uma mensagem de alerta. ................ 118
Figura 8-4 Menu Filtros e Item Filtros Globais destacados.......................................................... 120
Figura 8-5 Janela de Filtros Globais............................................................................................ 121
Figura 8-6 Administração de análises. ........................................................................................ 123
Figura 8-7 Item Gerenciar Drivers Racionalização destacado. .................................................... 124
Figura 8-8 Janela Driver Racionalização exibida ao usuário. ...................................................... 125
Figura 8-9 Janela exibida após o acionamento do botão Cadastrar novo driver. ........................ 126
Figura 8-10 Janela exibida após o acionamento do botão Buscar. ............................................. 126
Figura 8-11 Janela de Opções Gerais......................................................................................... 127
Figura 8-12 Janela apresentada após acionamento do botão Renomear. .................................. 128
Figura 8-13 Janela apresentada após o acionamento do botão Restaurar.................................. 128
Figura 8-14 Parte de Racionalização. ......................................................................................... 129
Figura 8-15 Janela apresentada após o clique do botão Renomear............................................ 130
Figura 8-16 Parte de Filtros. ....................................................................................................... 131
Figura 8-17 Lista mostrada ao usuário. ....................................................................................... 131
Figura 8-18 Janela apresentada após acionar o botão Adicionar Grupo. .................................... 132
Figura 8-19 Janela apresentada após acionar o botão Remover Grupo. .................................... 132
Figura 8-20 Janela apresentada após acionar o botão Renomear Grupo. .................................. 133
Figura 8-21 Janela apresentada após acionar o botão Adicionar Operador ................................ 133
Figura 8-22 Janela de alteração de quantidade de operadores por grupo .................................. 133
6 Lista de Figuras
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Figura 8-23 Confirmação de arquivo com filtros exportado com sucesso .................................... 134
Figura 8-24 Mensagem de confirmação de importação de filtros ................................................ 134
Figura 8-25 Confirmação de arquivo com filtros importado com sucesso .................................... 134
Figura 8-26 Opções disponíveis para padrão de formatação de análises de duração................. 135
Figura 8-27 Parte de Análises. .................................................................................................... 136
Figura 8-28 Parte de Cores. ........................................................................................................ 137
Figura 8-29 Janela que permite realizar a seleção de cores. ...................................................... 138
Figura 8-30 Janela de monitoramento de importações de alarmes ............................................. 139
Figura 8-31 Janela de monitoramento de importações de alarmes ............................................. 140
Figura 8-31 Administração de base de dados. ............................................................................ 141
Figura 8-32 Janela de confirmação de exclusão de base de dados ............................................ 142
Figura 8-33 Base de dados de estatísticas/racionalização. ......................................................... 142

7 Lista de Figuras
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Agradecimentos
A equipe do projeto SIGA agradece pelas contribuições de todas as pessoas envolvidas no
planejamento e execução do projeto, em especial o suporte dado por Kaku Saito (CENPES),
Leonardo Aquino (CENPES), Ricardo Carrera (CENPES) e Ricardo Robertson (Sede). A equipe
do projeto SIGA agradece também a todas as unidades industriais da Petrobras pela abertura
dada ao BR-AlarmExpert o que propiciou a realimentação necessária dada pelos usuários
fornecendo dados para o desenvolvimento da primeira fase do sistema.

8 Agradecimentos
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Público Alvo
Este documento foi projetado e desenvolvido para usuários envolvidos no processo de
racionalização e gerência de alarmes, bem como administradores do sistema BR-AlarmExpert.
Este documento assume que os usuários possuem um conhecimento e experiência prévios no
ciclo de vida do processo de gerenciamento de alarmes e nas tecnologias utilizadas pelo sistema
BR-AlarmExpert.

9 Público Alvo
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

1 Introdução
Os desafios existentes na economia global e os novos padrões de desenvolvimento da
sociedade tornam cada vez mais necessário a implementação de mecanismos automatizados na
indústria de processamento. Por sua vez, esse novo nível de automação traz consigo uma enorme
quantidade de informação que deve ser processada de maneira eficiente para auxiliar a tomada
de decisão de engenheiros e operadores. Entretanto, a complexidade das operações envolvidas
nos sistemas de produção e refino impossibilita a determinação de todos os estados de execução,
fazendo com que os processos envolvidos sejam monitorados por um grande conjunto de
dispositivos de sensores e alarmes usualmente projetados e implantados sem uma filosofia formal
para sua gerência em conjunto, que, por sua vez, acarreta na geração de múltiplos alarmes
simultaneamente que impactam negativamente na eficiência e eficácia dos funcionários
envolvidos em seu tratamento.
Seguindo a corrente mundial em busca de soluções que pudessem diminuir as perdas
causadas pelo acúmulo de informações e ineficiência dos sistemas supervisórios no tratamento de
alarmes. Em Julho de 2006, o CENPES/Petrobras em conjunto com a Universidade Federal do
Rio Grande do Norte (UFRN) iniciou o projeto SIGA (Sistema Inteligente de Gerenciamento de
Alarmes) para o desenvolvimento de uma ferramenta computacional que seguisse a norma
EEMUA e pudesse auxiliar engenheiros e operadores no gerenciamento do ciclo de vida dos
alarmes (planejamento, implementação, controle e manutenção).
A ferramenta BR-AlarmExpert é o resultado dos esforços realizados nessa primeira etapa do
projeto SIGA e tem como principal foco auxiliar o levantamento estatístico e controlar o processo
de gerenciamento de mudanças dos sistemas de alarmes.

A. Organização do Manual
Este documento encontra-se estruturado da seguinte maneira:

 No capítulo 2 estão descritos os pré-requisitos de hardware e software do sistema BR-


AlarmExpert;
 No capítulo 3 está descrito o resumo geral, em forma de tabela, das informações
contidas no banco de dados;
 No capítulo 4 estão descritos os objetivos e as configurações das análises de
frequência;
 No capítulo 5 estão descritos os objetivos e as configurações das análises de duração;
 No capítulo 6 estão descritos os objetivos e as configurações das análises avançadas e
de algumas funcionalidades de extrema importância;
 No capítulo 7 estão descritos os objetivos e as configurações de cada funcionalidade
da racionalização;
 E no capítulo 8 estão descritos os objetivos e as configurações das funcionalidades
administrativas do sistema BR-AlarmExpert propriamente dito.

10 1 – Introdução
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

2 Pré-requisitos de Hardware e Software


A. BR-AlarmExpert Cliente
Hardware

 100MB de espaço em disco rígido;


 Mínimo de 256MB de memória RAM.

Software
 Independente de Sistema Operacional;
 Java Virtual Machine (JVM) 1.6 ou superior.

B. BR-AlarmExpert Coletor OPC A&E


Hardware
 Para 50 mensagens por segundo gravadas na base de dados: processador de 800MHz ou
superior;
 Para 100 mensagens por segundo gravadas na base de dados: processador de 1.6GHz ou
superior;
 Mínimo de 128 MB de memória RAM;
 Espaço de disco suficiente para armazenar arquivos de buffer (10GB recomendado).

Software
 Windows XP, Windows Server 2000 com Service Pack 2 ou Windows Server 2003;
 Servidor OPC A&E.

C. BR-AlarmExpert Servidor de Aplicação


Hardware
 Processador de 1.6GHz ou superior;
 Mínimo de 128 MB de memória RAM.

Software
 Independente de Sistema Operacional;
 Java Virtual Machine (JVM) 1.6 ou superior;
 Web Server (Apache, Tomcat, IIS).

D. BR-AlarmExpert SGBD
Os pré-requisitos de software e hardware são os mesmos do sistema de gerenciamento de
banco de dados (SGBD) a ser utilizado.

11 2 – Pré-requisitos de Hardware e Software


BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

E. Arquitetura do BR-AlarmExpert
O BR-AlarmExpert foi concebido com o intuito de ter uma arquitetura super flexível para se
adequar às diversas realidades de cada ambiente industrial. Para sua instalação é necessário um
servidor de aplicação, uma estação coletora de dados de alarmes e eventos e uma estação
historiadora.
O servidor de aplicação é o servidor que terá a função de armazenar e servir o sistema BR-
AlarmExpert para as estações clientes. Neste servidor há a necessidade de se ter instalado um
Web Server para exercer esta função.
A estação coletora ficará responsável pela aquisição dos dados de alarmes e eventos da rede
de automação. Atualmente, esta aquisição pode ser feita de diversas formas, dentre elas: via OPC
A&E, através de arquivos ASCII; através de outros bancos de dados historiadores; etc. Por ser um
sistema que captura informações da rede de automação e as disponibilizam na rede coorporativa,
idealmente, a estação de coleta de dados deverá ser situada na rede intermediária, entre essas
duas redes, a chamada rede DMZ (Demilitarized Zone).
A estação historiadora ficará responsável por armazenar, em um banco de dados, as
informações de alarmes e eventos coletados pela estação coletora. Para tal, faz-se necessário a
instalação de um SGBD (Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados) nesta estação.
A depender da quantidade de alarmes e eventos a serem monitorados e das características
técnicas dos servidores, essas estações podem ser distribuídas ou concentradas em uma única
máquina.
A Figura 2-1 apresenta a distribuição dos diversos módulos descritos anteriormente dentro
da arquitetura do sistema BR-AlarmExpert.

Figura 2-1 Arquitetura do BR-AlarmExpert.

12 2 – Pré-requisitos de Hardware e Software


BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

3 Resumo Geral
Na tela inicial do sistema, Figura 3-1, é possível observar um resumo geral, em forma de
tabela, das informações contidas no banco de dados. Através dessa tabela é possível identificar,
de forma rápida, os "bad actors" e seus respectivos comportamentos. Essa tabela permite, ainda,
que seu ordenamento seja realizado pelos diversos campos que a compõem, sendo possível, por
exemplo, descobrir pelo reordenamento quais alarmes de alta prioridade tiveram um tempo médio
de duração mais longo ou ainda um menor índice de frequência.

Figura 3-1 Tabela de Resumo Geral.

De acordo com a Figura 3-1, pode-se verificar que o Resumo Geral é constituído,
basicamente, por oito seções distintas. A seção indicada por (1) diz respeito a um mecanismo de
filtragem refinado. A seção indicada por (2) diz respeito a um mecanismo de exportação. A seção
indicada por (3) diz respeito a um mecanismo de configuração do período do resumo, ou seja,
permite determinar um período de tempo qualquer para realizar uma filtragem. A seção indicada
por (4) diz respeito a um mecanismo de navegação que pode ser utilizado para explorar as
diversas páginas que podem ser exibidas no Resumo Geral. A seção indicada por (5) diz respeito
a um mecanismo de seleção de tempo predefinido, ou seja, permite selecionar um período de
tempo predefinido. A seção indicada por (6) diz respeito a um mecanismo que permite que o
usuário acesse os filtros globais do sistema, onde o mesmo pode selecionar qualquer filtro global
desejado. A seção indicada por (7) diz respeito a um mecanismo de atualização, ou seja, permite
atualizar a tabela do Resumo Geral. E, por fim, seção indicada por (8) diz respeito a um
mecanismo que permite acessar a tabela de alarmes e eventos.
13 3 – Resumo Geral
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

 Filtragem

O mecanismo de filtragem permite ao usuário adicionar e/ou remover um ou mais filtros


por nome. Para adicionar um filtro por nome, o usuário deverá primeiro selecionar um dos campos
disponíveis na área de filtragem, indicando que o filtro será referente àquele campo da tabela de
dados. Em seguida, deverá acionar o botão representado pelo símbolo . Esta ação fará ser
exibida uma tela similar à apresentada na Figura 3-2.

Figura 3-2 Tela de adição de filtro por nome a Tabela de Dados.

Logo em seguida, o usuário deverá selecionar um dos quatro operadores disponíveis no


campo correspondente. A seguir, o nome do filtro a ser adicionado deverá ser definido no campo
correspondente e o botão OK deverá ser acionado. Caso o usuário deseje cancelar a adição do
filtro, basta acionar o botão Cancelar. É importante salientar que o usuário poderá adicionar mais
de um filtro, a fim de realizar uma pesquisa mais refinada. Além disso, é possível alterar algum
dos filtros existentes acionando o duplo clique do mouse sobre o mesmo. Esta ação exibirá
novamente a tela da Figura 3-2 para edição do campo. Para remover um filtro qualquer, o usuário
deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar o nome do filtro desejado;


2) E acionar o botão remover, representado pelo símbolo .

 Exportação

O mecanismo de exportação permite ao usuário exportar ou a página atual ou todas as


páginas para arquivos do tipo CSV (Comma Separated Values). Para exportar a página atual, o
usuário deverá selecionar a opção Página Atual e acionar o botão Exportar. Em seguida, o usuário
deverá: selecionar um local para armazenar o arquivo a ser exportado; inserir um nome para esse
arquivo; e acionar o botão Salvar. Para exportar todas as páginas, o usuário deverá selecionar a
opção Todas as Páginas. Após esta ação, o procedimento a ser seguido é o mesmo descrito
anteriormente para a exportação da página atual. É importante ressaltar que qualquer opção de
exportação gera um arquivo .csv, que pode ser aberto pelo Microsoft Excel®.

 Tempo Personalizado

O mecanismo de tempo personalizado permite ao usuário determinar um período de tempo


qualquer para realizar uma filtragem. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Definir o período inicial no campo Data inicial;


2) Definir o período final no campo Data final;
3) E acionar o botão Atualizar período.

 Navegação

O mecanismo de navegação é utilizado a partir do instante que a quantidade de registros


exibidos no Resumo Geral é maior do que a quantidade pré-estabelecida para uma página nas
configurações do sistema como será abordado no capítulo 8. Nesse caso, a tabela é dividida em
14 3 – Resumo Geral
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

várias páginas. Para o usuário navegar entre essas páginas, pode-se utilizar as setas de cor verde
que permitem ao usuário explorar as diversas páginas. Se o usuário desejar navegar página por
página, deve utilizar as setas “simples”. Mas, se o usuário desejar ir ou para a primeira página ou
para a última página, deve-se utilizar as setas “duplas”.

 Tempo Predefinido

O mecanismo de tempo predefinido permite ao usuário selecionar um período de tempo


predefinido para realizar uma filtragem. Para isso, o usuário deverá apenas selecionar uma das
seguintes opções: Última Hora; Último Dia; Última Semana; Último Mês; e Último Ano. É
importante ressaltar que estes intervalos pré-estabelecidos são relativos ao tempo de ocorrência
dos últimos registros da base de dados.

 Selecionar Filtro Global

O mecanismo que permite ao usuário selecionar qualquer filtro global deverá ser utilizado
da seguinte maneira:

1) Acionar o botão Filtros Ativos;


2) Marcar (selecionar) ou desmarcar os filtros exibidos dentro da caixa de diálogo
mostrada na Figura 3-3;
3) E acionar o botão OK.

Figura 3-3 Janela de seleção de filtros globais.

15 3 – Resumo Geral
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

 Atualização

O mecanismo de atualização permite ao usuário atualizar a tabela do Resumo Geral. Para


isso, o usuário deverá apenas acionar o botão Atualizar Sumário. Os novos dados adquiridos
serão imediatamente atualizados e inseridos na tabela.

 Acessar Tabela de Alarmes e Eventos

O mecanismo permite ao usuário acessar a tabela de alarmes e eventos através do botão


Mostrar Tabela de Alarmes e Eventos. Se o usuário desejar verificar uma tabela com apenas
eventos, deve-se selecionar a opção Eventos, indicada por (1) na Figura 3-4.

Figura 3-4 Tabela de alarmes e eventos.

Se o usuário desejar verificar uma tabela com apenas alarmes, deve-se marcar apenas a
opção Alarmes, indicada por (1) na Figura 3-4. E, se o usuário desejar verificar uma tabela com
eventos e alarmes, deve-se marcar as opções Eventos e Alarmes. Caso o usuário deseje retornar
para a tabela de Resumo Geral, deve-se acionar o botão Mostrar Resumo Geral, indicado por (2)
na Figura 3-4.
Além de tudo isso, é importante ressaltar que o usuário poderá ordenar os registros das tabelas
de Resumo Geral e de Alarmes e Eventos. Por exemplo, suponha que o usuário deseje ordenar
os registros da tabela de Resumo Geral através da coluna Áreas. Para isso, o usuário deverá
proceder da seguinte maneira:
1) Localizar a coluna Áreas, destacada na Figura 3-5;
2) E acionar o botão esquerdo do mouse sobre o nome da coluna correspondente.

16 3 – Resumo Geral
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Observação: para ordenar qualquer conjunto de registros de qualquer tabela do sistema


através de uma determinada coluna, o usuário deverá proceder de acordo com os passos
descritos acima.

Figura 3-5 Resultado da aplicação de um filtro à coluna Áreas.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará uma tabela do Resumo Geral
semelhante à apresentada na Figura 3-5.
É importante ressaltar que a ordenação está em ordem crescente. Caso o usuário deseje
realizar uma ordenação em ordem decrescente, deve-se acionar novamente o botão esquerdo do
mouse sobre o nome da coluna correspondente, no caso, a coluna Áreas.
Outra característica desta tabela é que se o usuário deseja ordenar por mais de uma
coluna ele terá que pressionar a tecla “CTRL” e acionar o botão esquerdo do mouse na coluna
que se deverá ser adicionada a ordenação. Por exemplo, caso o usuário queira visualizar o
Resumo Geral ordenado pela Áreas e Tags será necessário que ele pressione com botão
esquerdo a coluna Áreas e depois com a tecla “CTRL” pressionado o usuário deve acionar a
coluna Tags com o botão esquerdo.

17 3 – Resumo Geral
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

4 Análise de Frequência
O módulo de Frequência possui diversas estatísticas de totalização sobre as ocorrências
de alarmes, de modo a permitir a visualização de informações que auxiliam na detecção de “bad
actors”, equipamentos com problemas, distribuição das ocorrências de alarmes por prioridade,
dentre outras. As análises desse módulo são totalmente customizáveis pelo usuário, permitindo
realizar qualquer análise de totalização. Além disso, pode-se também acompanhar a evolução do
comportamento da unidade industrial através de análises comparativas entre períodos distintos.
O módulo de Frequência é constituído por duas grandes classes: Contagem e Histórico. As
análises de contagem visam realizar a totalização de um determinado parâmetro em um período
pré-selecionado e as de histórico realizam comparativos entre períodos distintos. Mais detalhes
sobre essas análises serão discutidos a seguir.

Figura 4-1 Acesso às Análises de Frequência.

A. Contagem
As análises de contagem são todas totalmente customizadas pelo usuário de acordo com
as informações adquiridas pela estação coletora. São análises flexíveis que permitem totalizar até
duas variáveis simultaneamente e plotar os resultados tanto na forma gráfica quanto na forma de
tabelas. Estas análises são cadastradas por um usuário administrador do sistema que as publica
para os demais usuários poderem utilizá-las. Além disso, o usuário comum pode cadastrar novas
análises para o seu próprio usuário, como será descrito na Seção C do capítulo 8.
Como forma de ilustração, os tópicos a seguir mostram exemplos de análises que podem
ser criadas e como as mesmas podem ser exploradas. Os nomes das análises aqui mostrados
18 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

também são a título de ilustração, visto que o usuário tem a total liberdade de nomear de acordo
como achar necessário.
Exemplo 1 (Tag X Tipo)
A análise Tag X Tipo, criada pelo próprio usuário, tem o objetivo de contabilizar o número
de ocorrências em função das classes de tipo existentes na unidade analisada. Dessa forma, o
usuário possui uma ferramenta de auxílio na comparação de desempenho da unidade analisada
com o desejado pela norma EEMUA.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma consulta por mês. Ela tem o
intuito de verificar se há uma conformidade com a norma EEMUA. Para isso, o usuário deverá
proceder da seguinte maneira:
1) Selecionar a aba Frequência, indicada por (1) na Figura 4-1;
2) Selecionar a aba Contagem, indicada por (2) na Figura 4-1;
3) Selecionar a contagem Tag X Tipo, indicada por (3) na

4) Figura 4-2;

19 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

5) Acionar o critério Por Mês, indicado por (4) na

6) Figura 4-2;

20 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Figura 4-2 Análise de contagem Tags X Tipos e critério Por mês.

Observação: após o acionamento do critério Por Mês, será exibido um gráfico. As


informações apresentadas nesse gráfico têm como base o último mês presente no banco
de dados. É importante ressaltar que isso é válido para os demais critérios, com exceção
do critério Personalizado.

7) Configurar os parâmetros mês e ano do campo Data, indicado por (1) na Figura 4-3;
8) E acionar o botão Analisar, indicado por (5) na Figura 4-3.
Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao
gráfico mostrado na Figura 4-3.

21 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Figura 4-3 Resultado de uma análise de frequência.

Após a realização da análise de frequência de contagem Tag X Tipo, o usuário poderá


realizar uma filtragem através dos parâmetros destacados na Figura 4-3. De acordo com essa
figura, o usuário poderá realizar uma filtragem por data, por tags, por tipos, por alarmes
reconhecidos e pelo número de registros a serem mostrados.
Para realizar uma filtragem por data, o usuário deverá alterar o campo Data, indicado por
(1) na Figura 4-3.
Para realizar uma filtragem, neste caso, por tags e/ou por tipos, o usuário deverá
selecionar as tags e/ou os tipos das respectivas listas, indicadas por (2) na Figura 4-3. É
importante salientar que essas listas poderão sofrer alterações de acordo com o critério
selecionado na aba Contagem.
Para realizar uma filtragem por alarmes reconhecidos, o usuário deverá selecionar as
opções indicadas por (3) na Figura 4-3.
Por fim, para realizar uma filtragem pelo número de registros a serem mostrados, o usuário
deverá marcar/desmarcar a opção indicada por (4) na Figura 4-3.
Além disso, o usuário poderá determinar o número de registros a serem apresentados. É
importante ressaltar também que a seta para cima permite a exibição dos registros mais
frequentes e que a seta para baixo permite a exibição dos registros menos frequentes.
O critério Personalizado pode ser considerado uma generalização dos demais critérios.
Através dele, o usuário poderá definir um período de análise que não se enquadra nos anteriores.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje acessar o número de ocorrências da contagem Tag X
Tipo de um determinado período. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Frequência, indicada por (1) na Figura 4-1;

22 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

2) Selecionar a aba Contagem, indicada por (2) na Figura 4-1;


3) Selecionar a contagem Tag X Tipo, indicada por (2) na Figura 4-4;
4) Acionar o critério Personalizado, indicado por (3) na Figura 4-4;
5) Definir a data inicial no campo Data Inicial, indicado por (4) na Figura 4-4;
6) Definir a data final no campo Data Final, indicado por (4) na Figura 4-4;
7) E acionar o botão Analisar.

Figura 4-4 Análise de frequência personalizada.

Além dessas funcionalidades mostradas até aqui, é permitido ao usuário configurar a forma
de apresentação do gráfico das análises, exibir/esconder legendas, limitar o número de alarmes,
gerar relatórios e clonar gráficos. Para isso, o usuário deverá utilizar a aba Opções de Gráfico,
indicado por (1) na Figura 4-5. Essa aba é subdividida em dois painéis, a saber: Tipo de Gráfico; e
Opções. O primeiro painel, indicado por (2) na Figura 4-5, permite ao usuário escolher o formato
do gráfico a ser apresentado, bastando somente selecionar com o mouse o tipo de gráfico
desejado.

23 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Figura 4-5 Painel Opções de Gráfico.

O segundo painel, indicado por (3) na Figura 4-5, permite ao usuário realizar sete
operações, a saber:

 Exibir/esconder as legendas do gráfico;


 Definir limite de alarmes;
 Exibir/esconder gráfico de acumulado;
 Gerar relatório;
 Exibir/esconder totalizadores;
 Clonar gráfico;
 Salvar as opções do gráfico;
 Exibir/esconder labels.

Para exibir/esconder as legendas do gráfico, o usuário deverá apenas acionar o botão


Exibir/Esconder Legenda, destacado na Figura 4-5.
Para definir um limite de alarmes, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Acionar o botão Limite de Alarmes, destacado na Figura 4-5;

Observação: após o acionamento do botão Limite de Alarmes, será exibida uma janela,
mostrada na Figura 4-6.

2) Definir o limite de alarmes no campo correspondente;


3) E acionar o botão OK.

24 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Figura 4-6 Janela exibida após o acionamento do botão Limite de Alarmes.

Para gerar um relatório em formato pdf, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Acionar o botão Gerar Relatório, destacado na Figura 4-5;

Observação: após o acionamento do botão Gerar Relatório, será mostrada uma janela de
diálogo.

2) Escolher o local onde o relatório será gerado;


3) Definir, no campo Nome do arquivo, o nome do relatório a ser gerado;
4) E acionar o botão Salvar.

A função clonar gráfico gera uma nova janela contendo o gráfico gerado, permitindo que o
mesmo seja comparado com outros gráficos extraídos do sistema. Para clonar um gráfico, o
usuário deverá apenas acionar o botão Clonar Gráfico, destacado na Figura 4-5.
É importante ressaltar que o resultado da contagem apresentada até aqui foi mostrado na
forma gráfica. Entretanto, esse mesmo resultado pode ser mostrado também na forma de tabela,
conforme mostra a Figura 4-7. Para acessar essa tabela, o usuário deverá selecionar a aba
indicada por (1) na Figura 4-7.

O formato de exibição da tabela pode ser alterado, ao acrescentar ou remover colunas


extras, que exibem informações adicionais sobre os dados resultantes das análises resultantes.
Os passos de adição/remoção de colunas são descritos com maiores detalhes no tópico Análises
da seção E do capítulo 7 deste manual.

25 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Figura 4-7 Tabela de análise de frequência.

Exemplo 2 (Prioridade)
A análise Prioridade, criada pelo próprio usuário, tem o objetivo de contabilizar o número
de ocorrências em função das classes de prioridade existentes na unidade analisada. Dessa
forma, o usuário possui uma ferramenta de auxílio na comparação de desempenho da unidade
analisada com o especificado pela norma EEMUA.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma consulta que denota a
distribuição da prioridade no mês de julho de 2011. Essa consulta tem o intuito de verificar se há
uma conformidade com a norma EEMUA. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Selecionar a aba Frequência, indicada por (1) na Figura 4-1;


2) Selecionar a aba Contagem, indicada por (2) na Figura 4-1;
3) Selecionar a contagem Prioridade, indicada por (2) na Figura 4-8;
4) Acionar o critério Por Mês, indicado por (3) na Figura 4-8;

Observação: após o acionamento do critério Por Mês, será exibido um gráfico. As


informações apresentadas nesse gráfico têm como base o último mês cadastrado no
banco de dados.

5) Configurar os parâmetros mês e ano do campo Data;


6) E acionar o botão Analisar.

26 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico que totaliza o
percentual de ocorrências de cada faixa de prioridade, como mostrado na Figura 4-8.

Figura 4-8 Análise de frequência de contagem Prioridade.

Para acessar o número de ocorrências da contagem Prioridade de um determinado ano ou


dia ou hora, o usuário deverá proceder da mesma maneira. A única diferença está no campo
Data. No caso do critério Por Ano, o usuário deverá definir apenas o ano. No caso do critério Por
Dia, o usuário deverá definir o dia, o mês e o ano. E no caso do critério Por Hora, o usuário deverá
definir a hora, o dia, o mês e o ano.
Além de tudo isso, é importante ressaltar que o critério Personalizado pode ser
considerado uma generalização dos demais critérios. Através desse critério, o usuário poderá
definir um período de análise que não se enquadra nos demais critérios anteriores. Por exemplo,
suponha que o usuário deseje acessar o número de ocorrências da contagem Prioridade de um
determinado período. Para isso, o usuário deverá proceder da maneira descrita no tópico Exemplo
1 (Tag X Tipo).
Além disso, o usuário poderá também realizar a filtragem do resultado
removendo/adicionando prioridades, removendo/adicionando informações de reconhecimento e
limitando ou não uma quantidade específica de registros de acordo com o desejado. Para isso, o
usuário deverá proceder da maneira descrita no tópico Exemplo 1 (Tag X Tipo).
Além dessas funcionalidades de configuração, é permitido ao usuário configurar a forma de
apresentação da análise através da adição/remoção das legendas e através da escolha do tipo de
gráfico a ser gerado. Para isso, o usuário deverá proceder da maneira descrita no tópico Exemplo
1 (Tag X Tipo) da seção A do capítulo 4.

27 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

É importante ressaltar que o resultado da contagem apresentada até aqui foi mostrado na
forma de histograma. Entretanto, esse mesmo resultado pode ser mostrado também na forma de
tabela. Para isso, o usuário deverá proceder da maneira descrita no tópico Exemplo 1 (Tag X
Tipo) da seção A do capítulo 4.

B. Histórico
As análises de histórico são totalmente customizadas pelo usuário de acordo com as
informações adquiridas pela estação coletora, assim como as análises de contagem.
Diferentemente das análises de contagem que determinam a quantidade de ocorrência de uma
determinada variável em um período, a análise de histórico mostra um histograma do
comportamento da variável no período selecionado. Ou seja, com a análise de histórico é possível
comparar a ocorrência de alarmes entre dias, mês, anos, semanas, etc. Estas análises são
cadastradas por um usuário administrador do sistema que as publica para os demais usuários
poderem utilizá-las, porém o usuário comum pode cadastrar novas análises para o seu próprio
usuário, como será descrito na Seção C do capítulo 8.
Como forma de ilustração, o tópico a seguir mostra um exemplo de uma análise que pode
ser criada e como a mesma pode ser explorada. O nome da análise aqui mostrada também é a
título de ilustração, visto que o usuário tem total liberdade de nomear de acordo como achar
necessário.

Áreas
A estatística Áreas tem como objetivo avaliar a distribuição de alarmes por área no
decorrer do tempo. Essa informação é bastante significativa, pois avalia se as alterações
realizadas pelo gerenciamento de alarmes surtiram efeito. Quando essa informação é utilizada em
conjunto com outras informações correspondentes às ações do operador, os impactos causados
por essa distribuição são mensurados de uma forma mais eficiente.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje verificar a distribuição de alarmes por área
ocorrida durante o período de 01 de julho de 2011 até 21 de julho de 2011. Para isso, o usuário
deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Frequência, indicada por (1) na Figura 4-1;


2) Selecionar a aba Histórico, indicada por (3) na Figura 4-1;
3) Selecionar o histórico Áreas, indicado por (2) na Figura 4-9;
4) Acionar o critério Por Dia, indicado por (3) na Figura 4-9;

Observação: após a seleção do critério Por Dia, será exibido um gráfico. As informações
apresentadas nesse gráfico têm como base o último período cadastrado no banco de
dados.

5) Definir a data inicial no campo Data Inicial;


6) Definir a data final no campo Data Final;
7) E acionar o botão Analisar.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao


gráfico mostrado na Figura 4-9.

28 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Figura 4-9 Análise de frequência do histórico Prioridades.

É importante ressaltar que quando o usuário modifica o período de análise, os campos


pertencentes ao filtro tornam-se desabilitados. Isso ocorre porque esses campos são decorrentes
do período de análise e seus valores tornam-se disponíveis, somente, após o acionamento do
botão Analisar. A partir desse instante, é possível realizar a configuração desses mesmos
campos.
Além disso, o usuário poderá também realizar a filtragem do resultado
removendo/adicionando áreas, removendo/adicionando informações de reconhecimento e
agrupando valores de acordo com o desejado. Para realizar a filtragem do resultado através das
áreas e das informações de reconhecimento, o usuário deverá proceder da mesma maneira
descrita na seção A do capítulo 4. Mas, para realizar a filtragem do resultado através do
agrupamento de valores, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Marcar/desmarcar o campo Valores agrupados, indicado por (4) na Figura 4-9;


2) E acionar o botão Analisar.

A filtragem do resultado por agrupamento de valores possibilita o usuário agrupar todos os


valores de todos os dias 1º (de todos os meses selecionados) em um único dia 1º, agrupar todos
os valores de todos os dias 2º num único dia 2º e assim por diante, até o último dia do mês.
Além dessas funcionalidades de configuração, é permitido ao usuário configurar a forma de
apresentação da análise através da adição/remoção das legendas, adição/remoção de colunas da
tabela e através da escolha do tipo de gráfico a ser gerado. Para isso, o usuário deverá proceder
da mesma maneira descrita na seção A do capítulo 4.
Para uma análise mais generalizada, o usuário poderá optar por selecionar a opção
Personalizado, conforme indicado por (1) na Figura 4-9.
29 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

É possível, por exemplo, definir a data inicial e final com precisão de horas. Além disso, é
possível informar a base de tempo que será utilizada para agrupar os valores no gráfico e informar
se deseja ou não calcular uma média em cima desses valores. Para uma análise de histórico por
área no período de 01 de julho de 2011 até 21 de julho de 2011, agrupada por dia e com média
por hora, o usuário deverá proceder da seguinte forma.

1) Selecionar a aba Frequência, indicada por (1) na Figura 4-1;


2) Selecionar a aba Histórico, indicada por (3) na Figura 4-1;
3) Selecionar o histórico Áreas, indicado por (2) na Figura 4-9;
4) Acionar o critério Personalizado, indicado por (1) na Figura 4-9;
5) Definir a data inicial no campo Data Inicial, indicado por (2) na Figura 4-4;
6) Definir a data final no campo Data Final, indicado por (2) na Figura 4-4;
7) Definir a base de tempo no campo Agrupar por, indicado por (3) na Figura 4-4;
8) Marcar o campo Calcular Média, indicado por (3) na Figura 4-4;
9) Definir a base de tempo no campo Média por, indicado por (3) na Figura 4-4;

A Figura 4-4 representa um possível resultado da análise executada. É possível notar que,
cada barra do gráfico corresponde ao período de um dia (conforme definido no campo Agrupar
por). Além disso, o valor apresentado corresponde à média de dados por hora (conforme definido
no campo Média por) em um determinado dia.

Figura 10 Análise de Histórico Personalizada

30 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

C. Contagem e Histórico Multibancos


Além das análises a uma base de dados específica, o BR-AlarmExpert permite que se
realizem suas análises a mais de uma base de dados simultaneamente. Com isso, o usuário
poderá buscar dados de fontes diferentes e gerar apenas um único relatório comparativo
unificado. Isso permite, por exemplo, realizar comparativos entre diferentes unidades industriais,
plataformas, refinarias, etc. Nos demais aspectos, tanto a Contagem Multibancos quanto o
Histórico Multibancos funcionam, respectivamente, de maneira semelhante à Contagem e ao
Histórico apresentados nas duas seções anteriores.
Como forma de ilustração, o tópico a seguir mostra um exemplo de uma análise que pode
ser criada e como a mesma pode ser explorada. O nome da análise aqui mostrado também é a
título de ilustração, visto que o usuário tem total liberdade de nomear de acordo como achar
necessário.

Figura 4-11 Análise de contagem multibancos.

Tag X Banco
A estatística Tag X Banco tem como objetivo avaliar tags provenientes de mais de uma
base de dados simultaneamente. Essa informação é bastante significativa, pois o usuário poderá,
por exemplo, avaliar a frequência com que as tags aparecem nas diferentes bases de dados.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma análise de contagem multibanco
durante o dia de 22 de março de 2009. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

31 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

1) Selecionar a aba Frequência, indicada por (1) na Figura 4-11;


2) Selecionar a aba Contagem Multibanco, indicada por (2) na Figura 4-11;
3) Selecionar a contagem Tag X Banco;
4) Acionar o critério Por Dia, indicado por (3) na Figura 4-11;
5) Definir a data inicial no campo Data;
6) Acionar o botão Escolher Bancos, indicado por (5) na Figura 4-11;

Observação 1: Após a seleção do botão Escolher Bancos, será exibida uma janela
semelhante a mostrada na Figura 4-12.

7) Escolher os bancos desejados;


8) Acionar o botão Testar;

Observação 2: Após a seleção do botão Testar, o sistema testará a conexão dos bancos
escolhidos. Caso o teste seja realizado com sucesso, aparecerá, ao lado do nome do
banco escolhido, um símbolo verde. Caso contrário, aparecerá um símbolo vermelho.

9) Confirmar a operação no botão OK;


10) Acionar o botão Configurar Filtros, indicado por (4) na Figura 4-11;

Observação 3: Após a seleção do botão Configurar Filtros, será exibida uma janela
semelhante a mostrada na Figura 4-13.

11) Marcar/desmarcar os filtros desejados;


12) Confirmar a seleção de filtros no botão OK;
13) E acionar o botão Analisar.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao


gráfico mostrado na Figura 4-11.

Figura 4-12 Janela de seleção de bancos de dados para análise multibancos.

32 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5– Manual do Usuário

Figura 4-13 Janela de seleção de filtros globais para análise multibancos.

É importante ressaltar que quando o usuário modifica o período de análise, os campos


pertencentes ao filtro tornam-se desabilitados. Isso ocorre porque esses campos são decorrentes
do período de análise e seus valores tornam-se disponíveis, somente, após o acionamento do
botão Analisar. A partir desse instante, é possível realizar a configuração desses mesmos
campos.
Além disso, o usuário poderá também realizar a filtragem do resultado
removendo/adicionando tags na lista Tags, removendo/adicionando bancos na lista Banco, e
removendo/adicionando informações de reconhecimento de acordo com o desejado. Para realizar
a filtragem do resultado através das tags e das informações de reconhecimento, o usuário deverá
proceder da mesma maneira descrita na seção A do capítulo 4.
Além dessas funcionalidades de configuração, é permitido ao usuário configurar a forma de
apresentação da análise através da adição/remoção das legendas, adição/remoção de colunas da
tabela e através da escolha do tipo de gráfico a ser gerado. Para isso, o usuário deverá proceder
da mesma maneira descrita na seção A do capítulo 4.

33 4 – Análise de Frequência
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

5 Análise de Duração
A Análise de Duração contempla estatísticas referentes à análise dos tempos de duração e
do tempo de reconhecimento dos alarmes. Tais informações podem identificar alarmes
esquecidos pela operação, alarmes ruidosos com baixo tempo para ação, alarmes de
equipamentos em manutenção, dentre outros problemas operacionais.
No BR-AlarmExpert, a Análise de Duração é constituída por duas grandes classes:
Contagem e Histórico. A classe Contagem é constituída pela análise Tempo de Duração e pela
análise Tempo de Reconhecimento e a classe Histórico é constituída pela análise Histórico de
Duração e pela análise Histórico de Reconhecimento. Mais detalhes sobre essas análises serão
discutidos a seguir.

Figura 5-1 Acesso às Análises de Duração.

A. Contagem
Tempo de Duração
A análise Tempo de Duração tem o objetivo de apresentar informações estatísticas
relativas ao tempo de duração do alarme. O tempo de duração consiste no tempo entre o
momento de ativação do alarme até o momento em que o estado desse mesmo alarme retorna ao
valor inativo para todas as ocorrências que satisfaçam os critérios da pesquisa. Com isso, podem-
se identificar aquelas sinalizações que, talvez, não devam ser consideradas alarmes ou falhas nos
procedimentos de gerência dos alarmes (EEMUA, 1999).
34 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Por exemplo, suponha que o usuário deseje obter o tempo médio de duração dos níveis do
alarme do dia 21 de julho de 2011. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Duração, indicada por (1) na Figura 5-1;


2) Selecionar a aba Contagem, indicada por (2) na Figura 5-1;
3) Selecionar a análise Tempo de Duração, indicada por (2) na Figura 5-2;
4) Acionar o critério Por Dia, indicado por (3) na Figura 5-2;

Observação: após a seleção do critério Por Dia, será exibido um gráfico. As informações
apresentadas nesse gráfico têm como base o último dia cadastrado no banco de dados.

5) Definir o dia, o mês e o ano no campo Data;


6) E acionar o botão Analisar.

Figura 5-2 Análise de duração da contagem Tempo de Duração.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao


gráfico apresentado na Figura 5-3.

35 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 5-3 Resultado da análise tempo de duração por dia.

Para acessar o tempo de duração de um determinado ano ou mês ou hora, o usuário


deverá proceder da mesma maneira. A única diferença está no campo Data. No caso do critério
Por ano, o usuário deverá definir apenas o ano. No caso do critério Por mês, o usuário deverá
definir o mês e o ano. E no caso do critério Por hora, o usuário deverá definir a hora, o dia, o mês
e o ano.
O critério Personalizado pode ser considerado uma generalização dos demais critérios.
Através dele, o usuário poderá definir um período de análise que não se enquadre nos demais
critérios anteriores.
Além da seleção do período descrita anteriormente, o usuário terá acesso a todos os
filtros, opções gráficas, relatórios, clonar gráfico, dentre outras funcionalidades.
No gráfico, exposto como resultado desta análise, são apresentados os tempos médios de
duração de cada alarme ordenados decrescentemente em relação ao tempo médio de duração.
Esta ordem pode ser invertida através das opções gráficas nos filtros das análises. Outras
informações importantes como desvio padrão, duração mínima, duração máxima e frequência do
alarme são mostradas na tabela da análise. Essas informações são importantes para que o
usuário possa validar se o valor médio pode ser representativo para um determinado alarme.

Tempo de Reconhecimento
A análise Tempo de Reconhecimento tem o objetivo de denotar, em função da tag e do
tipo do alarme, o tempo médio transcorrido entre o momento de ativação do alarme e o momento
de identificação desse mesmo alarme por parte do operador.

36 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Essa análise serve como parâmetro de avaliação da taxa de operabilidade do operador,


pois um tempo muito longo para reconhecimento pode indicar sobrecarga do operador ou que
esses alarmes estão sendo ativados com um grande período de antecedência, o que também é
condenado pela norma (EEMUA, 1999). Por outro lado, alarmes com tempo médio de
reconhecimento bastante curto também podem indicar alarmes problemáticos. Geralmente, são
alarmes que o operador já teve contato várias vezes nos últimos minutos, caracterizando-os como
alarmes recorrentes.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma análise de duração da contagem
Tempo de Reconhecimento por dia. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Duração, indicada por (1) na Figura 5-1;


2) Selecionar a aba Contagem, indicada por (2) na Figura 5-1;
3) Selecionar a análise Tempo de Reconhecimento, indicada por (2) na Figura 5-4;
4) Acionar o critério Por dia, indicado por (3) na Figura 5-4;
5) Definir a data no campo Data;
6) E acionar o botão Analisar.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao


gráfico apresentado na Figura 5-4.

Figura 5-4 Análise de duração da contagem Tempo de Reconhecimento.

Para acessar o tempo médio de reconhecimento de um determinado ano ou mês ou dia ou


hora, o usuário deverá proceder da mesma maneira. A única diferença está no campo Data. No
caso do critério Por ano, o usuário deverá definir apenas o ano. No caso do critério Por mês, o

37 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

usuário deverá definir o mês e o ano. No caso do critério Por dia, o usuário deverá definir o dia, o
mês e o ano. E no caso do critério Por hora, o usuário deverá definir a hora, o dia, o mês e o ano.
Assim como em todas as análises mostradas anteriormente, o usuário terá acesso a todos
os filtros, opções gráficas, relatórios, clonar gráfico, dentro outras funcionalidades.
No gráfico, exposto como resultado desta análise, são apresentados os tempos médios de
reconhecimento de cada alarme ordenados decrescentemente em relação ao tempo médio de
reconhecimento. Esta ordem pode ser invertida através das opções gráficas nos filtros das
análises. Outras informações importantes como desvio padrão, duração mínima, duração máxima
e frequência do alarme são mostradas na tabela da análise. Essas informações são importantes
para que o usuário possa validar se o valor médio pode ser representativo para um determinado
alarme.

6 Análises Avançadas
As análises que serão apresentadas neste capítulo têm como objetivo agrupar um conjunto
qualitativo de informações. Neste cenário, algumas suspeitas reveladas pelas análises de
frequência e duração podem ser corroboradas com a ajuda destas análises. Além disto, estas
análises visam tornar possível uma maior compreensão sobre a dinâmica do processo (do ponto
de vista de ocorrência de alarmes) e ainda identificar períodos de sobrecarga de alarmes aos
operadores.
Desta forma, este conjunto de análises deverá ser utilizado na etapa de identificação do
ciclo de gestão para então subsidiar a etapa seguinte do ciclo, tornando as decisões bem
embasadas. Tal conjunto é composto pelas seguintes análises: Ocorrência, Interrelação,
Causalidade, Recorrência, Intermitência, Avalanche, Histograma e Instabilidade.

A. Avançada Ocorrência
A análise de ocorrências tem como objetivo apresentar o comportamento de um alarme
específico no decorrer do tempo. Deverá, portanto, mostrar o comportamento de ativação,
duração e desativação de um tag de alarme específico ao longo do período pré-definido pelo
usuário. Esta análise se torna mais interessante se utilizada em conjunto com a análise de bad-
actors. Portanto, de posse de tais bad-actors, pode-se averiguar o comportamento individualizado
de cada um deles, a fim de observar se tais alarmes realmente apresentam comportamento
problemático.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma análise Avançada Ocorrência
durante o período de 00:00hs do dia 1 de dezembro de 2011 até as 15:40hs do dia 7 de dezembro
de 2011. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:
1) Selecionar a aba Avançadas, indicada por (1) na Figura 6-1;
2) Selecionar a análise avançada Ocorrência, indicada por (2) na Figura 6-1;
3) Acionar o critério Personalizado (3), indicado por (3) na Figura 6-1;
4) Definir a data inicial no campo Data Inicial;
5) Definir a data final no campo Data Final;
6) Selecionar a tag desejada no campo Tags;
7) Selecionar o tipo desejado no campo Tipos;
8) E acionar o botão Analisar.

38 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-1 Análise avançada Ocorrência.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao


gráfico apresentado na Figura 6-2.

39 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-2 Resultado da avançada Ocorrência personaliza.

Após o usuário selecionar a tag desejada e pressionar o botão Analisar, o sistema retorna
o alarme mais frequente para o período determinado pelo usuário.
Entretanto, caso o usuário deseje realizar uma análise Avançada Ocorrência de outro
alarme, deve-se selecionar o novo alarme na lista Tags. Caso o usuário deseje alterar os tipos de
alarmes visualizados, deve-se desmarcar/marcar aqueles tipos desejados na lista Tipos.
Finalmente, para efetuar e visualizar as alterações realizadas, o botão Analisar deve ser acionado.
É importante ressaltar que os resultados da análise Avançada Ocorrência foram
apresentados na forma de gráfico. Porém, esses mesmos resultados podem ser visualizados
também na forma de tabela. Para isso, o usuário deverá selecionar a aba com uma imagem na
forma de tabela localizada no canto superior direito da tela.

B. Avançada Interrelação
A análise de interrelação tem como objetivo apresentar o grau de relação entre as
ocorrências de alarmes, ou seja, responder, por exemplo, as seguintes perguntas: dado que um
determinado alarme ocorreu quais outros alarmes estiveram relacionados com esta ocorrência?
Qual o impacto que um alarme traz aos demais? Existem alarmes redundantes?
Para o cálculo desta análise se faz necessário escolher um alarme de ponto de partida no
qual se deseja encontrar as relações com os demais e uma janela de tempo de ativação. O
cálculo consiste em buscar todas as ativações do alarme escolhido e verificar quais outros
alarmes aconteceram durante a janela de tempo fornecida. A janela, por sua vez, é posicionada a
partir da ativação do alarme escolhido em diante. Uma vez identificados os alarmes que se
ativaram na janela estes são contabilizados em relação ao total de ocorrências do alarme
escolhido para o cálculo da relação. O usuário poderá também visualizar as ativações de um
40 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

determinado tipo de alarme que ocorreram antes da ativação do alarme analisado em um


determinado período de tempo fixo.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma análise Avançada Interrelação
correspondente ao alarme FAL6825226, no dia 22 de março de 2009, com uma janela de tempo
para trás igual à 3600 segundos, com uma janela de tempo para frente igual a 3600 segundos,
com um limite para trás igual a 50% e com um limite para frente igual 50%. Para isso, o usuário
deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Avançadas, indicada por (1) na Figura 6-3;


2) Selecionar a análise avançada Interrelação, indicada por (2) na Figura 6-3;
3) Acionar o critério Por dia, indicado por (3) na Figura 6-3;
4) Definir o dia desejado no campo Data;
5) Definir as janelas de tempo desejadas nos campos Janela para trás e Janela para
frente, destacados na Figura 6-4;
6) Definir os limites desejados nos campos Limite trás e Limite frente, destacados na
Figura 6-4;

Observação: os campos Limite trás e Limite frente possibilitam ao usuário determinar o


percentual mínimo de relação existente entre o alarme escolhido e os alarmes que
aconteceram antes e depois desse alarme escolhido.

7) E acionar o botão Analisar.

41 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-3 Análise avançada Interrelação.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará uma relação semelhante ao
gráfico apresentado na Figura 6-4.

42 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-4 Campos da análise avançada Interrelação.

De acordo com a Figura 6-4, pode-se verificar que o alarme analisado é o FAL6825226 e
que esse alarme estabelece várias relações com outros alarmes.
Caso o usuário deseje realizar uma interrelação dupla, basta marcar a opção Interrelação
Dupla, indicada por (1) na Figura 6-4. Este recurso permite ao usuário verificar quais os alarmes
possuem uma relação tanto a nível de ativação quanto a nível de normalização.
Passando-se o mouse sobre a caixa verde que representa o alarme XV6652528, outras
informações relevantes serão exibidas, tais como:

1) Tipo: representa o tipo do alarme;


2) Área: representa a área do alarme;
3) Tempo médio: representa o tempo que um determinado alarme levou em média para
ser ativado depois da ativação do alarme FAL6525226;
4) Desvio padrão do tempo: representa o grau de dispersão dos tempos em relação ao
tempo médio;

Observação: Se o valor desse desvio padrão for baixo, significa dizer que a dispersão
entre os tempos e o tempo médio é pequena. Mas, se o valor desse desvio padrão for
elevado, significa dizer que a dispersão entre os tempos e o tempo médio é grande.

4) CVP (Coeficiente de Variação de Peterson): representa a homogeneidade de um


determinado conjunto de dados;
5) Mediana: representa a medida de tendência central, um número que caracteriza as
observações de uma determinada variável de tal forma que este número, pertencente a um

43 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

grupo de dados ordenados, separa a metade inferior da amostra, população ou distribuição


de probabilidade, da metade superior.

Além da forma gráfica, esses mesmos resultados podem ser visualizados também na
forma de tabela, conforme mostra a seção A deste capítulo.

C. Avançada Recorrência
Alguns alarmes, ao ocorrerem, são acompanhados de múltiplas ativações. Isto ocorre,
geralmente, em virtude da flutuação da variável de processo em torno do ponto de ativação do
alarme. Tal situação é bastante indesejada, pois polui a tela da operação com uma informação
desnecessária. Este fato ocorre em virtude das configurações mal equalizadas. Este tipo de
alarme é chamado de alarme recorrente e identificá-lo é objetivo desta análise.
Para o cálculo desta análise, deve-se informar uma janela de tempo e uma quantidade
mínima de ocorrências para verificar se o alarme analisado é recorrente ou não, além de um
período de tempo de análise. O cálculo consiste no deslocamento inteligente da janela
configurada pelo usuário no decorrer do período de tempo selecionado. Inicialmente a janela é
posicionada a partir da primeira ocorrência de alarme do período. Caso nesta janela seja
verificado um número maior do que a quantidade escolhida de um mesmo alarme, este satisfará a
condição e entrará na lista de alarmes recorrentes. A janela de tempo é sempre deslocada para a
próxima ocorrência de qualquer alarme no período e o cálculo é refeito, até que se tenha
percorrido todo o período de tempo ou não haja mais ocorrências de alarmes a serem verificadas.
Portanto, o deslocamento da janela não é fixo. Ele dependente das ocorrências de
alarmes. Este modo de calcular garante que todas as ocorrências sejam contabilizadas e ao
mesmo tempo não realiza deslocamentos onde nenhum alarme seja contemplado.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma análise Avançada Recorrência do
dia 21 de julho de 2011, com uma janela de tempo igual à 3600 segundos e com um mínimo de 10
ocorrências. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Avançadas, indicada por (1) na Figura 6-5;


2) Selecionar a análise avançada Recorrência, indicada por (2) na Figura 6-5;
3) Acionar o critério Por dia, indicado por (3) na Figura 6-5;
4) Definir o período de tempo desejado no campo Data, mostrado na Figura 6-6;

Observação: se o usuário não definir o período de tempo desejado, o sistema levará em


consideração o último período de tempo presente no banco de dados.

5) Definir a janela de tempo no campo Janela de tempo, destacado na Figura 6-6;


6) Definir o número mínimo de ocorrências no campo Número de Alarmes, destacado na
Figura 6-6;
7) E acionar o botão Analisar.

44 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-5 Análise avançada Recorrência.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao


gráfico apresentado na Figura 6-6.

45 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-6 Resultado da análise avançada Recorrência.

Na Figura 6-6, cada linha representa a ocorrência do alarme (data e hora de ativação),
sendo a cor a identificação do tag e o eixo y o tipo do alarme.
Além da forma gráfica, esses mesmos resultados podem ser visualizados também na
forma de tabela, conforme mostra a seção A deste capítulo.

D. Avançada Intermitência
Os alarmes intermitentes são aqueles que se tornam ativos constantemente, durante dias
ou até meses, porém não demandam uma ação operacional. Eles são responsáveis por poluir a
tela de operação com informações que poderiam ser poupadas.
A intermitência é um problema bastante comum na operação de grandes plantas
industriais e ocorre, principalmente, devido a uma falha na configuração do ponto de ativação do
alarme. Esta falha faz com que o alarme sempre se torne ativo em determinado estágio da planta,
gerando uma nova ocorrência do alarme constantemente e periodicamente. Neste contexto, é,
sem dúvidas, bastante importante uma análise capaz de identificar tais alarmes na etapa de
identificação do ciclo de gestão. Portanto, a análise de intermitência tem este objetivo.
O cálculo consiste em buscar todos os alarmes que se tornaram ativos várias vezes em
dias consecutivos. A quantidade de dias consecutivos é um parâmetro da análise bem como o
número de vezes que o alarme deve ter sido ativado por dia. Para realizar este cálculo, é
realizada uma varredura das ocorrências de alarmes com duas janelas temporais. A primeira
janela, que chamaremos de janela interna, é sempre do tamanho de um dia (24h) tendo início às
00:00:00 e fim às 23:59:59 e a segunda janela, que chamaremos de janela externa, tem o

46 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

tamanho da quantidade de dias passada como parâmetro para a análise. É importante ressaltar
que ambas, inicialmente, são posicionadas no mesmo ponto de partida.
Inicialmente, a janela interna, posicionada no mesmo local da externa, contabiliza o total de
ativação de um mesmo alarme e verifica se este total é maior ou igual ao parâmetro de
quantidade por dia. Caso afirmativo, estas ocorrências de alarmes são adicionadas à lista de
resultado parcial e a janela interna desloca-se para o próximo dia. A partir da segunda janela
interna, apenas os alarmes que já se encontram na lista de resultado parcial são verificados,
quanto à sua quantidade. Caso a quantidade de um mesmo alarme na segunda janela ainda
ultrapasse o limite de quantidade, tais ocorrências são adicionadas na lista de resultado parcial.
Porém, se o limite não for alcançado, todas as ocorrências daquele alarme são removidas da lista
de resultado. Após a janela interna ter sido deslocada em todo o período da janela externa, o
resultado parcial é adicionado à lista de resultado final, a janela externa é deslocada de um dia e o
cálculo é refeito. Ao final de todo o período de análise, a lista possuirá os alarmes considerados
intermitentes.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma análise Avançada Intermitência
no mês de março do ano de 2009, com o número mínimo de dias igual à 15 e com uma
quantidade mínima de alarmes igual à 20. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Selecionar a aba Avançadas, indicada por (1) na Figura 6-7;


2) Selecionar a análise avançada Intermitência, indicada por (2) na Figura 6-7;
3) Acionar o critério Por mês, indicado por (3) na Figura 6-7;
4) Definir o ano no campo Data, mostrado na Figura 6-8;
5) Definir, no campo Dias consecutivos, o número mínimo de dias seguidos que o critério
anterior deve ser obedecido, destacado na Figura 6-8;
6) Definir, no campo Alarmes por dia, a quantidade mínima que cada alarme deve ocorrer
no dia, destacado na Figura 6-8;
7) Definir, na opção Somente Tag, se o campo Alarmes observará somente a tag do
alarme ou a tag e tipo do alarme, destacada na Figura 6-8;
8) E acionar o botão Analisar.

47 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-7 Análise avançada Intermitência.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao


gráfico apresentado na Figura 6-8.

48 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-8 Resultado da análise avançada Intermitência.

Observa-se que os resultados da análise Avançada Intermitência foram apresentados na


forma de gráfico. Porém, esses mesmos resultados podem ser visualizados também na forma de
tabela, conforme mostra a seção A deste capítulo.

E. Avançada Avalanche
Em um processo industrial real, as várias etapas estão interligadas. Isso significa dizer que
uma falha que ocorre em uma destas etapas poderá ser propagada para as demais. Por exemplo,
se um determinado tanque de suprimento se esvazie devido a um vazamento, todos os outros
processos que precisam deste suprimento para funcionar irão parar, assim como, as etapas
seguintes. Diante disso, a falha poderá se propagar de forma encadeada. Cada etapa poderá
gerar diversos alarmes e a propagação da falha poderá levar à geração de centenas ou até de
milhares de alarmes.
Este fato é bastante problemático visto que apenas um único problema pode ser gerador
de diversos alarmes. Para a operação, torna-se bastante difícil e árduo descobrir a falha que
desencadeou todos estes alarmes. O ideal seria que apenas a falha geradora de todos os eventos
seguintes fosse apontada pelo sistema de alarmes, porém não é o que acontece na prática,
ficando para o operador a função de correlacionar mentalmente todos os alarmes ativos no
momento e inferir uma causa provável, o que nem sempre é possível.
Diante deste fato, fica fácil perceber que as avalanches de alarmes são bastante
problemáticas. Portanto, identificar os períodos em que os operadores estiveram submetidos às
avalanches de alarmes ou sobrecarregados é o principal objetivo deste tipo de análise.

49 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

O cálculo desta análise consiste em deslizar uma janela de tempo no período a ser
analisado e verificar a quantidade de alarmes ativos. Caso o número de alarmes ativos supere um
limite superior pré-estabelecido, tem-se início a um período de avalanche de alarmes, esse
período se encerra quando a quantidade de alarmes ativos cai até um limite inferior também pré-
estabelecido. Portanto, para o cálculo desta análise são necessários cinco parâmetros: período de
tempo de análise, tamanho da janela, deslocamento da janela, limite superior de alarmes ativos e
limite inferior de alarmes ativos.
Os alarmes considerados ativos podem ser tanto os alarmes que se ativaram durante a
janela de tempo quanto os alarmes que se ativaram anteriormente. Basta o usuário
marcar/desmarcar a opção Apenas novas ativações na janela (1), mostrada na Figura 6-10.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma análise Avançada Avalanche no
dia 21 de julho do ano de 2011, com um número mínimo de alarmes ativos no início e no final de
um período de avalanche iguais a 30 e a 20, com uma janela de tempo igual à 600 segundos e
com um deslocamento igual a uma janela. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Selecionar a aba Avançadas, indicada por (1) na Figura 6-9;


2) Selecionar a análise avançada Avalanche, indicada por (2) na Figura 6-9;
3) Acionar o critério Por dia, indicado por (3) na Figura 6-9;
4) Definir o ano desejado no campo Data, mostrado na Figura 6-10;
5) Definir, campo Qnt Inicial, o número mínimo de alarmes que devem está ativos para
que o período de avalanche seja inicializado, destacado na Figura 6-10;
6) Definir, no campo Qnt Final, o número mínimo de alarmes que devem estar ativos para
que o período de avalanche não tenha finalizado, destacado na Figura 6-10;
7) Definir a janela de tempo no campo Janela, destacado na Figura 6-10;
8) Definir o deslocamento desejado no campo Deslocamento, destacado na Figura 6-10;
9) E acionar o botão Analisar.

50 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-9 Análise avançada Avalanche.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao


gráfico apresentado na Figura 6-10.

51 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-10 Resultado da análise avançada Avalanche.

Além da forma gráfica, esses mesmos resultados podem ser visualizados também na
forma de tabela, conforme mostra a seção A deste capítulo.

F. Avançada Histograma
A análise Avançada Histograma permite ao usuário, através de um histograma, verificar a
quantidade de alarmes que ocorreram em um determinado período de tempo, além de obter a
média neste período. Para isso, o usuário deverá realizar duas configurações específicas da
análise de histograma, a saber: Janela; e Deslocamento.
A Janela se refere ao espaço de tempo que será usado como base no histograma. Por
exemplo, se for escolhida uma janela de 3 minutos, uma nova barra será gerada no gráfico para
cada intervalo 3 minutos dentro do período da análise contendo a quantidade de alarmes que
ocorreram neste período.
O Deslocamento se refere à resolução do histograma, isto é, quantas vezes as janelas de
tempo irão se sobrepor. Por exemplo, suponha uma análise no período de um dia, com a janela
de uma hora. Se o deslocamento for de “1 janela”, haverão 24 barras no histograma referentes às
24 horas do dia. Já se o deslocamento for de “1/2 janela”, haverá 48 barras, uma vez que a
primeira barra será referente à janela de 00:00h a 01:00h, a segunda será de 00:30h a 01:30h, a
terceira de 01:00h a 02:00h e assim por diante.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma análise Avançada Histograma no
dia 21 de julho de 2011, com uma janela igual à 600 segundos e com um deslocamento de 1
janela. Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

52 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

1) Selecionar a aba Avançadas, indicada por (1) na Figura 6-11;


2) Selecionar a análise avançada Histograma, indicada por (2) na Figura 6-11;
3) Acionar o critério Por dia, indicado por (3) na Figura 6-11;
4) Definir o dia desejado no campo Data;
5) Definir a janela desejada no campo Janela de tempo, destacado na Figura 6-12;
6) Definir o deslocamento desejado no campo Deslocamento, destacado na Figura 6-12;
7) E acionar o botão Analisar.

Figura 6-11 Análise avançada Histograma.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao


gráfico apresentado na Figura 6-12.

53 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-12 Resultado da análise avançada Histograma.

No entanto, observa-se que os resultados da análise Avançada Histograma foram


apresentados na forma de gráfico. Porém, esses mesmos resultados podem ser visualizados
também na forma de tabela, conforme mostra a seção A deste capítulo.

G. Avançada Instabilidade
A análise Avançada Instabilidade permite ao usuário verificar a porcentagem de
instabilidade parcial da planta industrial, esta análise consiste em deslizar uma janela de tempo no
período a ser analisado e verificar a quantidade de alarmes ativos por operador. Caso o número
de alarmes ativos por operador supere um limite superior pré-estabelecido, então naquela janela a
planta esta instável. Portanto, para o cálculo desta análise são necessários quatro parâmetros:
período de tempo de análise, tamanho da janela, deslocamento da janela, quantidade máxima de
alarmes permitidos.
Os alarmes considerados ativos podem ser tanto os alarmes que se ativaram durante a
janela de tempo quanto os alarmes que se ativaram anteriormente. Basta o usuário
marcar/desmarcar a opção Apenas novas ativações na janela, indicada por (1) na Figura 6-14.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje realizar uma análise Avançada Instabilidade
no dia 21 de julho do ano de 2011, com um número máximo de alarmes ativos por operador igual
a 30, com uma janela de tempo igual a 60 minutos e com um deslocamento igual a uma janela.
Para isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

10) Selecionar a aba Avançadas, indicada (1) na Figura 6-13;


11) Selecionar a análise avançada Instabilidade, indicada por (2) na Figura 6-13;
54 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

12) Acionar o critério Por dia, indicado por (3) na Figura 6-13;
13) Definir o ano desejado no campo Data, mostrado na Figura 6-14;
14) Definir, campo Qtd. Max, o número máximo de alarmes por operador que devem estar
ativos para que ocorra a instabilidade, destacado na Figura 6-14;
15) Definir a janela de tempo no campo Janela, destacado na Figura 6-14;
16) Definir o deslocamento desejado no campo Deslocamento, destacado na Figura 6-14;
17) E acionar o botão Analisar.

Para realizar a análise é necessário que exista pelo menos um operador cadastrado nos
filtros globais e que este seja selecionado na interface. Pode-se utilizar ou não os demais filtros
cadastrados no filtro global, basta marcar/desmarcar a opção Utilizar Filtros Globais.

Figura 6-13 Análise avançada Instabilidade.

Como resultado dos passos descritos, o sistema retornará um gráfico semelhante ao


gráfico apresentado na Figura 6-14.

55 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 6-14 Resultado da análise avançada Instabilidade.

No entanto, observa-se que os resultados da análise Avançada Instabilidade foram


apresentados na forma de gráfico. Porém, esses mesmos resultados podem ser visualizados
também na forma de tabela, conforme mostra a seção A deste capítulo.

H. Funcionalidade Extra
O sistema BR-AlarmExpert inclui um conjunto de funcionalidades que auxiliam os usuários
na geração de relatórios e utilização do sistema, são elas: Salvar Análise, Filtros e Informações de
Racionalização. A manipulação de filtros dentro da aplicação é tratada nas seções B e E do
capítulo 8 deste manual. Já a racionalização de alarmes é tratada ao longo de todo o capítulo 7.

Salvar Gráfico da Análise


A funcionalidade Salvar Gráfico da Análise permite ao usuário realizar o arquivamento do
gráfico resultante de uma determinada análise, seja ela de frequência, duração ou avançada. Para
isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Acionar o botão direito do mouse sobre o gráfico desejado;

Observação: após a ação sobre o gráfico, será mostrada uma janela pop-up, destacada
na Figura 6-15.

56 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão esquerdo do mouse sobre a opção Salvar como... , destacada na


Figura 6-15;

Observação: após a seleção da opção Salvar como... , será mostrada uma janela de
diálogo.

3) Escolher o local de armazenamento do gráfico desejado;


4) Definir, no campo correspondente, o nome do arquivo;
5) E acionar no botão Salvar.

Figura 6-15 Janela Pop-up usada para manipular opções extras do gráfico.

57 6 – Análises Avançadas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

7 Racionalização
O efetivo gerenciamento de um sistema de alarmes é decorrente da execução, de forma
estruturada e cíclica, dos vários passos existentes em seu ciclo de vida. O sistema BR-
AlarmExpert disponibiliza também um módulo de controle de mudanças em configurações de
alarmes onde o usuário mantém um acompanhamento histórico dos motivos que levaram a
criação, alteração e/ou remoção de um determinado alarme, seus tipos e atributos.
Esse módulo, por sua vez, permite o usuário realizar diversas operações, por exemplo:

 Visualizar os Alarmes Ativos;


 Adicionar Alarme;
 Duplicar Alarme;
 Editar Alarme;
 Cancelar Alarme;
 Salvar Alarme;
 Visualizar os Alarmes Cancelados;
 Reativar Alarme;
 Importar Planilha;
 Exportar Planilha;
 Visualizar as Informações Gerais do Alarme;
 Visualizar as Informações do Tipo do Alarme;
 Visualizar o Histórico Resumido do Alarme;
 Entre outras operações.

A seguir, serão apresentadas seções correspondentes a cada uma dessas operações com
o intuito de descrever, passo-a-passo, como o usuário deverá proceder a fim de realizá-las.

A. Visualização de Alarmes Ativos


A tela de visualização de alarmes ativos é dividida, basicamente, em duas partes. A
primeira parte, localizada no lado esquerdo da tela de visualização, possui uma lista que exibe
todos os alarmes ativos disponíveis. E a segunda parte, localizada no lado direito da tela de
visualização, possui vários campos nos quais todas as informações relevantes, correspondentes
ao alarme ativo selecionado, são exibidas. Para visualizar essa lista de alarmes ativos, o usuário
deverá realizar o seguinte procedimento:

1) Selecione a aba Racionalização, indicado por (1) na Figura 7-1;


2) Selecione a aba Alarmes Ativos, indicado por (2) na Figura 7-1;
3) Selecione uma Área disponível, indicado por (3) na Figura 7-1;

Observação 1: Logo após a seleção do alarme ativo desejado, verifica-se, no lado direito
da tela, as informações correspondentes ao alarme ativo selecionado.

Observação 2: Tanto a árvore de alarmes ativos quanto inativos, apresenta apenas uma
certa quantidade de alarmes por vez. Caso existam mais alarme, os botões de paginação
(indicados por (4) Figura 7-1) se tornarão habilitados, possibilitando assim a navegação
entre as páginas de alarmes.

É importante ressaltar que a aba Alarmes Ativos possui um recurso que permite buscar um
alarme ativo de uma forma mais eficiente. Esse recurso é representado pelo símbolo e está
localizado na parte superior da aba em questão.

58 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Por exemplo, suponha que o usuário deseje buscar um alarme específico. Para isso, o
usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Acionar com o mouse o ícone ;


2) E digitar, no campo correspondente, o nome do alarme ativo a ser buscado.

Observação 3: À medida que o usuário digita o nome do alarme ativo a ser buscado, a
busca já vai sendo realizada e os resultados já vão sendo exibidos dentro da aba Alarmes
Ativos. Além disso, o usuário poderá expandir cada alarme ativo listado, acessando, dessa
forma, as datas cujo alarme sofreu modificações.

Figura 7-1 Aba de alarmes ativos destacada.

B. Cadastro de Alarmes
Para adicionar um novo alarme, o usuário poderá proceder de duas formas diferentes. Os
passos da primeira forma que o usuário poderá utilizar são os seguintes:

1) Selecione a aba Racionalização, indicado por (1) na Figura 7-1;


2) Selecione a aba Alarmes Ativos, indicado por (2) na Figura 7-1;
3) Selecione uma Área disponível, indicado por (3) na Figura 7-1;
4) Acionar o botão Adicionar Novo Alarme, localizado na parte inferior da aba Alarmes
Ativos e representado pelo ícone ;
5) Digitar o nome da tag no campo correspondente da caixa de diálogo exibida na Figura
7-2;
59 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Observação 1: Caso o usuário deseje cancelar o processo de adição, basta acionar o


botão Cancelar.

6) Confirmar a operação no botão OK;


7) E acionar o botão Salvar Alarme (vide seção F).

Figura 7-2 Caixa de diálogo para cadastro de novo alarme.

Os passos da segunda forma que o usuário poderá utilizar para adicionar um novo alarme
são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
3) Acionar o botão direito do mouse sobre algum lugar da lista dos Alarmes Ativos;

Observação 2: Após acionar o botão direito do mouse, um menu pop-up será exibido.

4) Selecionar a opção Criar Novo Alarme;


5) Digitar o nome da tag no campo correspondente da caixa de diálogo exibida na Figura
7-2;

Observação 3: Caso o usuário deseje cancelar o processo de adição, basta acionar o


botão Cancelar.

6) Confirmar a operação no botão OK;


7) E acionar o botão Salvar Alarme (vide seção F).

Após realizar o processo de adição de um novo alarme, o usuário deverá preencher os


campos correspondentes às informações gerais, exibidos na Figura 7-3, e os campos
correspondentes às informações do tipo, exibidos na Figura 7-4. A seguir, tem-se uma breve
descrição a respeito de cada um desses campos.

Campos das Informações Gerais


A seguir, serão descritos, brevemente, os campos correspondentes às informações gerais
que são encontradas no painel Informações Gerais, localizado na aba Racionalização.

 Alarme Tag: consiste no código identificador do alarme na planta. Por exemplo, FI-
98865;
 Descrição do Alarme: consiste na descrição do código identificador do alarme na
planta;
 Área: consiste na informação da área da planta onde o alarme está inserido. Por
exemplo, U980A. Detalhes de cadastro são encontrados na seção Q deste capítulo;
 Descrição da Área: consiste na descrição da área da planta onde o alarme está
inserido;
 Campos Adicionais: consiste nos campos livres para documentação de informações
adicionais não contempladas pelos outros campos disponíveis. É possível renomear o

60 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

nome do campo adicional através das Opções Gerais do sistema BR-AlarmExpert. Mais
detalhes na seção E do capítulo 8;
 Equipamento Monitorado: consiste no equipamento no qual o alarme está
configurado, por exemplo: vaso, torre, tanque, etc. Detalhes de cadastro são
encontrados na seção O deste capítulo;
 Descrição do Equipamento: consiste na descrição do equipamento no qual o alarme
está configurado;
 Planta de Engenharia (P&I): consiste na informação do desenho de engenharia onde o
alarme encontra-se fisicamente instalado. Detalhes de cadastro são encontrados na
seção P deste capítulo;
 Versão: consiste na versão da planta de engenharia cadastrada;
 Unidade de Engenharia: consiste na unidade de engenharia que a variável monitorada
pelo alarme é medida, por exemplo: kg/cm², metro, etc. Detalhes de cadastro são
encontrados na seção R deste capítulo;
 Limite Inferior do Instrumento: representa o menor valor da capacidade de medida ou
de transmissão do instrumento;
 Limite Superior do Instrumento: representa o maior valor da capacidade de medida
ou de transmissão do instrumento;
 Ponto de Operação da Variável de Processo: representa o valor de regime do
alarme;
 Usuário de Cadastro: consiste no nome do usuário que efetivou o cadastro do alarme;
 Usuário da Última Atualização: consiste no nome do usuário que efetivou a última
atualização do alarme.

61 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-3 Campos correspondentes às informações gerais de um alarme.

Campos das Informações do Tipo


A seguir, serão descritos, brevemente, os campos correspondentes às informações do tipo
que são encontradas no painel Informações do Tipo, localizado na aba Racionalização.

 Tipo do Alarme: consiste na lista dos tipos do alarme cadastrado. Um mesmo tag de
alarme pode está associado a mais de um tipo de alarme, indicando a faixa que a
variável de processo se encontra ou, simplesmente, apontando uma falha de
comunicação. Exemplos clássicos de tipos de alarmes são: LOW, HI, HIHI e LOLO.
Detalhes de cadastro são encontrados na seção S do capítulo 7;
 Cadastrar novo tipo: consiste num mecanismo que permite o cadastro de um novo tipo
de alarme.
 Tipo Selecionado: consiste num campo que exibe o tipo de alarme selecionado
atualmente;
 Severidade Ambiental: consiste no índice que tem a função de medir o impacto da
ocorrência de um determinado alarme ao meio ambiente. Detalhes de cadastro são
encontrados na seção T do capítulo 7;
 Severidade Pessoal: consiste no índice que tem a função de medir o impacto da
ocorrência de um determinado alarme às pessoas. Detalhes de cadastro são
encontrados na seção U do capítulo 7;
 Severidade de Produção: consiste no índice que tem a função de medir o impacto da
ocorrência de um determinado alarme à produção. Detalhes de cadastro são
encontrados na seção V do capítulo 7;
62 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

 Índice do Tempo de Resposta: consiste no índice que tem a função de medir o tempo
que o operador tem para atuar a partir do momento da ocorrência do alarme. Alarmes
com tempos de atuação curtos devem receber um elevado valor do índice e alarmes
com tempos de atuação maiores denotam um valor de índice menor. Detalhes de
cadastro são encontrados na seção W do capítulo 7;
 Expressão: representa a expressão montada pelo usuário para calcular a prioridade de
um alarme;
 Prioridade Calculada: consiste no cadastro dos intervalos de prioridade do sistema.
Após a execução do cálculo de prioridade, o sistema consultará esta tabela para poder
classificar o alarme quanto a prioridade. Por exemplo, se tiver cadastrado apenas dois
níveis de prioridade calculada, baixa (valor 1) e alta (valor 5), e o resultado do cálculo
com os índices tenha resultado no valor de 3, então o sistema determinará que tal
alarme é de prioridade baixa por ter resultado superior ao valor de prioridade baixa e
inferior ao de prioridade alta. Entretanto, caso este cálculo resulte em um número maior
que 5, então o sistema determinará como um alarme de prioridade alta. Naturalmente, o
usuário poderá cadastrar diversos níveis de prioridades, porém o BR-AlarmExpert já
disponibiliza, por padrão, cinco níveis de prioridades previamente cadastradas, a saber:
Evento (valor 0); Baixa (valor 1); Média (valor 8); Alta (valor 18); e Crítica (valor 30).
Detalhes de cadastro são encontrados na seção X do capítulo 7;
 Prioridade Configurada: consiste na prioridade que está atualmente cadastrada no
sistema de supervisão;
 Inibição: indica se o alarme possui alguma estratégia de inibição a ser detalhada no
item Estratégia de Inibição;
 Possui Ação de Confirmação?: indica se um alarme deve apresentar um
reconhecimento por parte do operador ou não;
 Ponto de Ativação do Alarme: corresponde ao valor da variável de processo para que
o alarme seja ativado;
 Campos Adicionais: consiste nos campos livres para documentação de informações
adicionais não contempladas pelos outros campos disponíveis. É possível renomear o
nome do campo adicional através das Opções Gerais do sistema BR-AlarmExpert. Mais
detalhes na seção E do capítulo 8;
 Ação Automática: descreve os procedimentos efetuados automaticamente em caso de
ativação do alarme;
 Estratégia de Inibição: descreve os procedimentos de inibição em caso de ocorrência
do alarme;
 Justificativa: enumera os motivos para as mudanças realizadas no alarme. Exemplo:
Incluído: para proteção do permutador P-98535B;
 Ação Manual: contém os passos a serem executados pelo operador como resposta à
ativação do alarme;
 Causa Raiz: apresenta as possíveis causas para a ativação do alarme;
 Impacto: aponta os danos causados pela ocorrência do alarme ou pelo não tratamento
do mesmo.

63 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-4 Campos correspondentes às informações de tipo de um alarme.

Após a criação do novo alarme, será exibida uma tela de confirmação semelhante à tela
apresentada na Figura 7-5.

Figura 7-5 Janela de confirmação de criação de um novo alarme.

C. Edição de Alarmes
Para editar um alarme qualquer, inicialmente, o usuário deverá habilitar os campos
correspondentes às informações gerais e às informações do tipo. Para isso, o usuário poderá
proceder de duas formas diferentes. Os passos da primeira forma que o usuário poderá utilizar
são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
3) Selecionar com o mouse o nome do alarme a ser editado;

64 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) E acionar o botão Editar Alarme, localizado na parte inferior da aba Alarmes Ativos e
representado pelo ícone .

Os passos da segunda forma que o usuário poderá utilizar para habilitar os campos
correspondentes às informações gerais e às informações do tipo são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
3) Selecionar com o mouse o nome do alarme a ser editado;
4) Acionar o botão direito do mouse sobre o nome do alarme a ser editado;

Observação: após o acionamento do botão direito do mouse, um menu pop-up será


exibido.

5) E selecionar a opção Editar Alarme.

Após os passos descritos anteriormente, o usuário poderá realizar as edições desejadas


com relação ao alarme a ser editado. Em seguida, o usuário deverá pressionar o botão Salvar
Alarme, localizado na parte inferior da aba Alarmes Ativos e representado pelo ícone . Após o
acionamento do botão Salvar Alarme, é apresentada uma tela dizendo que o alarme foi atualizado
com sucesso, conforme é mostrado na Figura 7-6.

Figura 7-6 Janela de confirmação de atualização de um alarme.

D. Duplicação de Alarmes
Para duplicar um alarme qualquer, o usuário poderá proceder de duas formas diferentes.
Os passos da primeira forma que o usuário poderá utilizar são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
3) Selecionar com o mouse o nome do alarme a ser duplicado;
4) E acionar o botão Duplicar Alarme, localizado na parte inferior da aba Alarmes Ativos e
representado pelo ícone .

Os passos da segunda forma que o usuário poderá utilizar para duplicar um alarme
qualquer são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
3) Selecionar com o mouse o nome do alarme a ser duplicado;
4) Acionar o botão direito do mouse sobre o nome do alarme a ser duplicado;

Observação: após o acionamento do botão direito do mouse, um menu pop-up será


exibido.

5) E selecionar a opção Duplicar Alarme.

65 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Supondo que o usuário tenha duplicado o alarme chamado ELOS_14_XTT-109-A através


de uma das formas explicitadas anteriormente, será criado um alarme chamado ELOS_14_XTT-
109-A, conforme é mostrado na Figura 7-7.

Figura 7-7 Exemplo de alarme duplicado.

E. Cancelamento de Alarmes
Para cancelar um alarme qualquer, o usuário poderá proceder de duas formas diferentes.
Os passos da primeira forma que o usuário poderá utilizar são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
3) Selecionar com o mouse o nome do alarme a ser cancelado;
4) Acionar o botão Cancelar Alarme, localizado na parte inferior da aba Alarmes Ativos e
representado pelo ícone ;
5) Confirmar a operação acionando o botão Sim da caixa de diálogo exibida na Figura
7-8;

Observação 1: caso o usuário deseje cancelar o processo de cancelamento, basta acionar


o botão Não.

6) E acionar no botão OK da outra caixa de diálogo exibida na Figura 7-9.

66 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-8 Janela de confirmação de cancelamento de alarme.

Figura 7-9 Aviso de alarme cancelado.

Os passos da segunda forma que o usuário poderá utilizar para cancelar um alarme
qualquer são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
3) Selecionar com o mouse o nome do alarme a ser cancelado;
4) Acionar o botão direito do mouse sobre o nome do alarme a ser cancelado;

Observação 2: após o acionamento do botão direito do mouse, um menu pop-up será


exibido.

5) Selecionar a opção Cancelar Alarme;


6) Confirmar a operação acionando o botão Sim da caixa de diálogo exibida na Figura
7-8;

Observação 3: caso o usuário deseje cancelar o processo de cancelamento, basta acionar


o botão Não.

7) E acionar o botão OK da outra caixa de diálogo exibida na Figura 7-9.

Supondo que o usuário tenha cancelado o alarme chamado CITY_05_BCD-Ano, através


de uma das formas explicitadas anteriormente, o nome desse alarme será retirado da lista de
alarmes ativos e será colocado na lista de alarmes cancelados, conforme é mostrado na Figura
7-10.

67 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-10 Exemplo de alarme cancelado.

F. Confirmação do Cadastro de Alarmes


Para salvar um alarme qualquer, o usuário poderá proceder de duas formas diferentes. Os
passos da primeira forma que o usuário poderá utilizar são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
3) Acionar o botão Salvar Alarme, localizado na parte inferior da aba Alarmes Ativos e
representado pelo ícone ;

Observação 1: após o acionamento do botão Salvar Alarme, será lançada uma caixa de
diálogo informando o sucesso da operação.

4) Finalizar operação no botão OK da caixa de diálogo exibida.

Os passos da segunda forma que o usuário poderá utilizar para salvar um alarme qualquer
são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
3) Acionar o botão direito do mouse sobre algum lugar da lista dos Alarmes Ativos;

68 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Observação 2: após o acionamento do botão direito do mouse, um menu pop-up será


exibido.

4) Selecionar a opção Salvar Alarme;

Observação 3: após o acionamento do botão Salvar Alarme, será lançada uma caixa de
diálogo informando o sucesso da operação.

5) Finalizar operação no botão OK da caixa de diálogo exibida.

G. Visualização de Alarmes Cancelados


Para visualizar os alarmes cancelados, o usuário deverá realizar o seguinte procedimento:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) E selecionar a aba Alarmes Cancelados, destacada na Figura 7-10.

É importante ressaltar que a aba Alarmes Cancelados possui um recurso que permite
buscar um alarme cancelado de uma forma mais eficiente. Esse recurso é representado pelo
símbolo e está localizado na parte superior da aba em questão.
Por exemplo, suponha que o usuário deseje buscar um alarme cancelado específico. Para
isso, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:
1) Acionar o botão representado pela imagem ;
2) E digitar, no campo correspondente, o nome do alarme cancelado a ser buscado.

Também é importante ressaltar que, à medida que o usuário digita o nome do alarme
cancelado a ser buscado, o sistema já vai realizando a busca e os resultados já vão sendo
exibidos dentro da aba Alarmes Cancelados.

H. Reativação de Alarmes
Para reativar um alarme cancelado, o usuário poderá proceder de duas formas diferentes.
Os passos da primeira forma que o usuário poderá utilizar são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Cancelados (vide seção G);
3) Selecionar o alarme cancelado desejado;
4) Acionar o botão Reativar Alarme, localizado na parte inferior da aba Alarmes
Cancelados e representado pelo ícone ;

Observação 1: após o acionamento do botão Reativar Alarme, será lançada uma caixa de
diálogo perguntando se o usuário deseja realmente confirmar a operação em questão.

5) Confirmar a operação no botão Sim da caixa de diálogo exibida;

Observação 2: após o acionamento do botão Sim, será lançada uma outra caixa de
diálogo confirmando o sucesso da operação de reativação do alarme.

Observação 3: caso o usuário deseje cancelar a operação de reativação do alarme, basta


acionar no botão Não.

6) E finalizar no botão OK da outra caixa de diálogo exibida.

69 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Os passos da segunda forma que o usuário poderá utilizar para reativar um alarme
cancelado são os seguintes:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Selecionar a aba Alarmes Cancelados (vide seção G);
3) Selecionar o alarme cancelado desejado;
4) Acionar o botão direito do mouse sobre algum lugar da lista dos Alarmes Cancelados;

Observação 4: após o acionamento do botão direito do mouse, um menu pop-up será


exibido.

5) Acionar o botão Reativar Alarme;

Observação 5: após o acionamento da opção Reativar Alarme, será lançada uma caixa de
diálogo perguntando se o usuário deseja realmente confirmar a operação em questão.

6) Confirme a operação no botão Sim da caixa de diálogo exibida;

Observação 6: após o acionamento do botão Sim, será lançada uma outra caixa de
diálogo, confirmando o sucesso da operação de reativação do alarme.

Observação 7: caso o usuário deseje cancelar a operação de reativação do alarme, basta


acionar no botão Não.

7) E finalizar no botão OK da outra caixa de diálogo exibida.

Por exemplo, suponha que o usuário deseje reativar um alarme cancelado chamado
CM_C450_0_04 (1). Para isso, o usuário deverá realizar um dos dois procedimentos descritos
anteriormente. É importante ressaltar que, depois de realizar um desses dois procedimentos, o
nome do alarme reativado desaparecerá da lista de alarmes cancelados da aba Alarmes
Cancelados e aparecerá na lista de alarmes ativos da aba Alarmes Ativos.

I. Importação de Planilha
Para importar uma planilha contendo dados da racionalização, o usuário deverá proceder
da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização, indicada por (1) na Figura 7-11;


2) Acionar o botão Importar, indicado por (2) na Figura 7-11;
3) Ao abrir a janela de importação, acione o botão Buscar, indicado por (1) na Figura
7-12;
4) Na janela de busca, selecione o arquivo a ser importado;
5) Caso o arquivo tenha mais de uma planilha, selecione aquela que contém os dados a
serem importados na lista Planilha a ser importada, indicada por (2) na Figura 7-12;
6) Indique a linha inicial da importação;

Observação: O campo denominado Linha inicial permite ao usuário determinar o ponto


inicial a partir do qual os dados serão importados. Esse mecanismo evita a importação de
possíveis cabeçalhos existentes.

7) Selecione o driver que possui o mapeamento adequado para planilha a ser importada.
Possíveis modificações no driver poderão ser efetuadas acionando o botão em forma
de engrenagem, indicado por (3) na Figura 7-12 7-12 (mais detalhes, vide seção D do
capítulo 8);

70 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

8) Acione o botão Importar.

Figura 7-11 Botões Importar, Exportar e Sincroniação Automática.

Figura 7-12 Janela de importação de planilha.

J. Exportação de Planilha
Este mecanismo possibilita exportar uma planilha contendo os dados da racionalização. É
importante ressaltar que essas planilhas serão exportadas no padrão do driver selecionado. Para
isso, o usuário deverá proceder da seguinte forma:

71 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

1) Selecionar a aba Racionalização, indicada por (1) na Figura 7-11;


2) Acionar o botão Exportar, indicado por (3) na Figura 7-11;

Observação 1: após o acionamento do botão Exportar, será exibida a caixa de diálogo


mostrada na Figura 7-13.

Figura 7-13 Janela de exportação de planilha.

3) Selecionar as tags desejadas na lista Tag, indicada por (1) na Figura 7-13;
4) Selecionar as áreas desejadas na lista Área, indicada por (2) na Figura 7-13;
5) Selecionar os tipos desejados na lista Tipo, indicada por (3) na Figura 7-13;
6) Selecionar as prioridades desejadas na lista Prioridade, indicada por (4) na Figura 7-13;

Observação 2: caso o usuário deseje selecionar todas os tags, áreas, tipos ou prioridades
simultaneamente, basta selecionar a opção Selecionar tudo, localizada logo abaixo da
respectiva lista.

Observação 3: caso o usuário deseje incluir dentre os registros a serem exportados


aqueles que possuam os campos área, tipo ou prioridade vazios, basta que o mesmo
selecione a opção (VAZIO) dentro do respectivo espaço de opções.

72 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

7) Selecionar o driver de racionalização a ser utilizado para exportação no campo Padrão


da Exportação, indicada por (5) na Figura 7-13;
8) Acionar o botão Exportar, indicado por (6) na Figura 7-13;

Observação 4: após o acionamento do botão Exportar, será exibida uma caixa de diálogo
para salvar o arquivo destino.

9) Definir um local para salvar a planilha a ser exportada;


10) Definir um nome para a planilha no campo Nome do arquivo;
11) Acionar o botão Salvar;

Observação 5: após o acionamento do botão Salvar, será exibida uma caixa de diálogo
como a exibida na Figura 7-14.

12) Caso o usuário deseje abrir a planilha exportada, deve-se selecionar o botão Sim;
13) Caso contrário, deve-se selecionar o botão Não.

Figura 7-14 Mensagem de sucesso na exportação de dados de racionalização

K. Sincronização automática
A sincronização automática é uma funcionalidade que opera em conjunto com o sistema
BR-AlarmSync. Tal sistema consiste em um módulo do BR-AlarmExpert que tem a função
sincronizar os dados de documentação do alarme entre o módulo de racionalização e o sistema
de supervisão. O BR-AlarmSync funciona em modo serviço buscando periodicamente por
mudanças realizadas nas informações dos alarmes no sistema de supervisão. Caso alguma
mudança seja detectada será adicionada numa lista para aprovação de um usuário no próprio BR-
AlarmExpert.

Para validar os dados recebidos pelo BR-AlarmSync, o usuário deverá proceder da


seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização, indicada por (1) na Figura 7-11;


2) Acionar o botão Sincronização automática, indicado por (4) na Figura 7-11;
3) Na nova tela, será exibida uma lista contendo as alterações ocorridas na
documentação do alarme, caso existam.
4) A partir dos botões indicados por (1) na Figura 7-11, o usuário poderá efetuar as ações
de aceitar, recusar ou não executar nenhuma ação sobre todos os registros
apresentados.
5) Tais ações também podem ser executadas sobre cada registro individualmente. Isto é
feito a partir da seleção da opção correspondente, conforme pode ser visto indicado
por (2) na Figura 7-11.
6) Os botões apresentados por (3) na Figura 7-11 permitem voltar à tela de
racionalização, atualizar a tabela de registro e processar as ações executadas,
respectivamente.

73 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-15 Validação da Sincronização Automática

L. Visualização de Informações Gerais do Alarme


Para visualizar as informações gerais de um alarme ativo, o usuário deverá proceder da
seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na Figura 7-16;
3) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
4) E selecionar o nome do alarme ativo desejado.

Após a seleção do nome do alarme ativo desejado, o usuário poderá verificar as


informações gerais desse alarme nos respectivos campos do painel correspondente, indicado por
(2) Figura 7-16.
Para visualizar as informações gerais de um alarme cancelado, o usuário deverá proceder
da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na Figura 7-16;
3) Selecionar a aba Alarmes Cancelados (vide seção G);
4) E selecionar o nome do alarme cancelado desejado.

Após a seleção do nome do alarme cancelado desejado, o usuário poderá verificar as


informações gerais desse alarme nos respectivos campos do painel correspondente, indicado por
(2) Figura 7-16.

74 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-16 Botão Informações Gerais.

M.Visualização de Informações do Tipo do Alarme


Para visualizar as informações do tipo de um alarme ativo, o usuário deverá proceder da
seguinte forma:
1) Selecionar a aba Racionalização;
2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na Figura 7-17;
3) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
4) E selecionar o nome do alarme ativo desejado.
Após a seleção do nome do alarme ativo desejado, o usuário poderá verificar as
informações do tipo desse alarme nos respectivos campos do painel correspondente, indicado por
(2) na Figura 7-17.
Para visualizar as informações do tipo de um alarme cancelado, o usuário deverá proceder
da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na Figura 7-17;
3) Selecionar a aba Alarmes Cancelados (vide seção G);
4) E selecionar o nome do alarme cancelado desejado.

Após a seleção do nome do alarme cancelado desejado, o usuário poderá verificar as


informações do tipo desse alarme nos respectivos campos do painel correspondente, indicado por
(2) na Figura 7-17.
75 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-17 Botão Informações do Tipo.

N. Visualização de Histórico Resumido do Alarme


Para visualizar o histórico resumido de um alarme ativo, o usuário deverá proceder da
seguinte forma:
1) Selecionar a aba Racionalização;
2) Acionar o botão Histórico Resumido, indicado por (1) na Figura 7-18;
3) Selecionar a aba Alarmes Ativos (vide seção A);
4) Expandir o nó do alarme ativo desejado;
5) E selecionar na data desejada.
Após a seleção da data desejada, o usuário poderá verificar um histórico resumido no
painel correspondente, indicado por (2) Figura 7-18.
Para visualizar o histórico resumido de um alarme cancelado, o usuário deverá proceder
da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Histórico Resumido, indicado por (1) na Figura 7-18;
3) Selecionar a aba Alarmes Cancelados (vide seção G);
4) Expandir o nó do alarme cancelado desejado;
5) E selecionar a data desejada.

Após a seleção da data desejada, o usuário poderá verificar o histórico resumido desse
alarme no respectivo painel, indicado por (2) Figura 7-18.

76 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-18 Botão Histórico Resumido.

O. Cadastro de Equipamento Monitorado


Para cadastrar um equipamento monitorado, o usuário deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;

77 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

78 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Equipamento Monitorado, indicado por (2) na

5) Figura 7-19;

Observação 1: após o acionamento do botão Cadastrar Equipamento Monitorado, será


exibida uma janela, conforme mostra a Figura 7-20.

6) Preencher o campo Equipamento, indicado por (1) na Figura 7-20;


7) Preencher o campo Descrição, indicado por (2) na Figura 7-20;
8) E executar o cadastro com o botão Adicionar, indicado por (3) na Figura 7-20.

79 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-19 Botões utilizados no cadastro de informações gerais de alarme.

Figura 7-20 Janela de cadastro de equipamento.

Após o acionamento do botão Adicionar, o equipamento monitorado cadastrado será


exibido na tabela indicada por (4) na Figura 7-20.
Entretanto, caso o usuário deseje atualizar as informações correspondentes a um
equipamento monitorado existente, ele deverá proceder da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;

80 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

81 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Equipamento Monitorado, indicado por (2) na

5) Figura 7-19;
6) Selecionar o equipamento monitorado desejado na tabela indicada por (4) na Figura
7-20;
7) Atualizar o campo Equipamento, indicado por (1) na Figura 7-20;
8) Atualizar o campo Descrição, indicado por (2) na Figura 7-20;
9) E atualizar o cadastro com o botão Atualizar.

Caso o usuário deseje excluir um equipamento monitorado existente, ele deverá proceder
da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;

82 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

83 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Equipamento Monitorado, indicado por (2) na

5) Figura 7-19;
6) Selecionar o equipamento monitorado desejado na tabela indicada por (4) na Figura
7-20;
7) Acionar o botão Excluir;

Observação 2: após o clique do botão Excluir, será exibida uma caixa de diálogo.

8) Confirmar a exclusão no botão Sim.

Observação 3: caso o usuário deseje cancelar a operação de exclusão, ele deverá


acionar o botão Não.

É importante ressaltar que o botão Limpar serve apenas para limpar os campos
Equipamento e Descrição.

P. Cadastro de Planta de Engenharia (P&I)


Para cadastrar uma planta de engenharia, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;

84 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

85 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Planta de Engenharia, indicado por (4) na

5) Figura 7-19;

Observação 1: após o acionamento do botão Cadastrar Planta de Engenharia, será


exibida uma janela, conforme mostra a Figura 7-21.

6) Preencher o campo Descrição, indicado por (1) na Figura 7-21;


7) Preencher o campo Versão, indicado por (2) na Figura 7-21;
8) E confirmar o cadastro no botão Adicionar, indicado por (3) na Figura 7-21.

Após o acionamento do botão Adicionar, a planta de engenharia cadastrada será exibida


na tabela indicada por (4) na Figura 7-21.
Entretanto, caso o usuário deseje atualizar as informações correspondentes à planta de
engenharia existente, ele deverá proceder da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;

86 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

87 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Planta de Engenharia, indicado por (4) na

5) Figura 7-19;
6) Selecionar a planta de engenharia desejada na tabela indicada por (4) na Figura 7-21;
7) Atualizar o campo Descrição, indicado por (1) na Figura 7-21;
8) Atualizar o campo Versão, indicado por (2) na Figura 7-21;
9) E atualizar o cadastro no botão Atualizar, indicado por (1) na Figura 7-22.

88 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-21 Janela de cadastro de planta.

Figura 7-22 Botões Atualizar e Excluir mostrados após a seleção de uma planta

Caso o usuário deseje excluir uma planta de engenharia existente, ele deverá proceder da
seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

89 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Planta de Engenharia, indicado por (4) na

5) Figura 7-19;
6) Selecionar a planta de engenharia desejada na tabela indicada por (4) na Figura 7-22;
7) Confirmar a exclusão no botão Excluir, indicado por (2) na Figura 7-22;

Observação 2: após o clique do botão Excluir, será exibida uma caixa de diálogo de
confirmação.

8) Finalizar a operação no botão Sim.

Observação 3: caso o usuário deseje cancelar a operação de exclusão, ele deverá


acionar o botão Não.

É importante ressaltar que o botão Limpar serve apenas para limpar os campos Descrição
e Versão.

Q. Cadastro de Área
Para cadastrar uma nova área, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;

90 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

91 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Área, indicado por (3) na

5) Figura 7-19;

Observação 1: após o acionamento do botão Cadastrar Área, será exibida uma janela,
conforme mostra a
Figura 7-23.

6) Preencher o campo Área, indicado por (1) na


7) Figura 7-23;
8) Preencher o campo Área PAI, indicado por (2) na
9) Figura 7-23;
10) Preencher o campo Descrição, indicado por (3) na
11) Figura 7-23;
12) E confirmar o cadastro no botão Adicionar, indicado por (4) na
13) Figura 7-23.

92 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-23 Janela de cadastro de área.

Após o acionamento do botão Adicionar, a área cadastrada será exibida na tabela indicada
por (5) na
Figura 7-23.
Entretanto, caso o usuário deseje atualizar as informações correspondentes à área
existente, ele deverá proceder da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;

93 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

94 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Área, indicado por (3) na

5) Figura 7-19;
6) Selecionar a área desejada na tabela indicada por (5) na
7) Figura 7-24;
8) Atualizar o campo Área, indicado por (1) na
9) Figura 7-24;
10) Atualizar o campo Área PAI, indicado por (2) na
11) Figura 7-24;
12) Atualizar o campo Descrição, indicado por (3) na
13) Figura 7-24;
14) E confirmar a atualização dos campos no botão Atualizar, indicado por (4) na
15) Figura 7-24.

95 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-24 Botões Atualizar e Excluir mostrados após a seleção de uma área.

Caso o usuário deseje excluir uma área existente, ele deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações Gerais (1), destacado na

3) Figura 7-19;

96 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Área (3), destacado na

5) Figura 7-19;
6) Selecionar a área desejada na tabela (5) destacada na
7) Figura 7-24;
8) Confirmar a exclusão no botão Excluir (6), destacado na
9) Figura 7-24;

Observação 2: após o acionamento do botão Excluir, será exibida uma caixa de diálogo.

10) E finalizar a operação no botão Sim.

Observação 3: caso o usuário deseje cancelar a operação de exclusão, ele deverá


acionar o botão Não.

É importante ressaltar que o botão Limpar serve apenas para limpar os campos Área, Área
PAI e Descrição.

R. Cadastro de Unidade de Engenharia


Para cadastrar uma unidade de engenharia, o usuário deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;

97 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

98 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Unidade de Engenharia, indicado por (5) na

5) Figura 7-19;

Observação 1: após o acionamento do botão Cadastrar Unidade de Engenharia, será


exibida uma janela, conforme mostra a Figura 7-25.

6) Preencher o campo Descrição, indicado por (1) na Figura 7-25;


7) E confirma o cadastro no botão Adicionar, indicado por (2) na Figura 7-25.

99 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-25 Janela de cadastro de unidade de engenharia.

Após o clique do botão Adicionar, a unidade de engenharia cadastrada será exibida na


tabela indicada por (3) na Figura 7-25.
Entretanto, caso o usuário deseje atualizar as informações correspondentes à unidade de
engenharia existente, ele deverá proceder da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

100 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Unidade de Engenharia, indicado por (5) na

5) Figura 7-19;
6) Selecionar a unidade de engenharia desejada na tabela indicada por (3) na Figura
7-25;
7) Atualizar o campo Descrição, indicado por (1) na Figura 7-25;
8) E confirmar a atualização no botão Atualizar, indicado por (1) na
9) Figura 7-26.

Figura 7-26 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de uma unidade de engenharia.

Caso o usuário deseje excluir uma unidade de engenharia existente, ele deverá proceder
da seguinte maneira:
101 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações Gerais, indicado por (1) na

3) Figura 7-19;

102 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) Acionar o botão Cadastrar Unidade de Engenharia, indicado por (5) na

5) Figura 7-19;
6) Selecionar a unidade de engenharia desejada na tabela indicada por (3) na Figura
7-25;
7) Acionar o botão Excluir, indicado por (2) na
8) Figura 7-26;

Observação 2: após o clique do botão Excluir, será exibida uma caixa de diálogo.

9) E confirmar a exclusão no botão Sim.

Observação 3: caso o usuário deseje cancelar a operação de exclusão, ele deverá


acionar o botão Não. É importante ressaltar que o botão Limpar, indicado por (3) na
Figura 7-26, serve apenas para limpar o campo Descrição.

S. Cadastro de Tipo de Alarme


Para cadastrar um novo tipo de alarme, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:
1) Selecionar a aba Racionalização;
2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Novo Tipo, indicado por (2) na
5) Figura 7-27;

103 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-27 Botões utilizados no cadastro de informações de tipo de alarme.

Observação 1: após o clique do botão Cadastrar Novo Tipo, será exibida uma janela,
conforme mostra a
Figura 7-28.

6) Preencher o campo Descrição, indicado por (1) na


7) Figura 7-28;
8) E acionar o botão Adicionar, indicado por (2) na
9) Figura 7-28.

104 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-28 Janela de cadastro de tipo de alarme.

Após o acionamento do botão Adicionar, o novo tipo de alarme cadastrado será exibido na
tabela indicada por (3) na
Figura 7-28.
Caso o usuário deseje excluir um tipo de alarme existente, ele deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Novo Tipo, indicado por (2) na
5) Figura 7-27;
6) Selecionar o tipo de alarme desejado na tabela indicada por (3) na
7) Figura 7-28;
8) Acionar o botão Excluir, indicado por (2) na
9) Figura 7-29;

Observação 2: após o acionamento do botão Excluir, será exibida uma caixa de diálogo.

10) E confirmar a exclusão no botão Sim.

Observação 3: caso o usuário deseje cancelar a operação de exclusão, ele deverá


acionar o botão Não.

Figura 7-29 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de um tipo.

É importante ressaltar que o botão Limpar (3), destacado na


Figura 7-29, serve apenas para limpar o campo Descrição.
O usuário também poderá selecionar um tipo de alarme já cadastrado. Para isso, o usuário
deverá proceder da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo (1), destacado na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Adicionar Novo Tipo do Alarme (4), destacado na
5) Figura 7-27;

Observação 4: após o acionamento do botão Adicionar Novo Tipo do Alarme, será exibida
uma janela, conforme mostra a
Figura 7-30.

6) Selecionar, na opção (2) destacada na


7) Figura 7-30, o tipo do alarme desejado;
105 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

8) E acionar o botão Adicionar (1), destacado na


9) Figura 7-30.

Observação 5: após o acionamento do botão Adicionar, o tipo do alarme selecionado será


adicionado na tabela (3) destacada na

Figura 7-27.

Figura 7-30 Janela de vinculação de tipo a um alarme.

T. Cadastro de Severidade Ambiental


Para cadastrar uma severidade ambiental, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Severidade Ambiental, indicado por (5) na
5) Figura 7-27;

Observação 1: após o acionamento do botão Cadastrar Severidade Ambiental, será


exibida uma janela, conforme mostra a
Figura 7-31.

6) Preencher o campo Valor, indicado por (1) na


7) Figura 7-31;
8) Preencher o campo Descrição, indicado por (2) na
9) Figura 7-31;
10) E confirmar o cadastro no botão Adicionar, indicado por (3) na
11) Figura 7-31.

Figura 7-31 Janela de cadastro de severidade ambiental.

Após o acionamento do botão Adicionar, a severidade ambiental cadastrada será exibida


na tabela indicada por (4) na
Figura 7-31.
Caso o usuário deseje atualizar as informações correspondentes à severidade ambiental
existente, ele deverá proceder da seguinte forma:
106 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Severidade Ambiental, indicado por (5) na
5) Figura 7-27;

Observação 2: após o acionamento do botão Cadastrar Severidade Ambiental, será


exibida uma janela, conforme mostra a
Figura 7-31.

6) Selecionar a severidade ambiental desejada na tabela indiciada por (4) na


7) Figura 7-31;
8) Atualizar o campo Descrição, indicado por (2) na
9) Figura 7-31;
10) E confirmar a atualização no botão Atualizar (1), indicado por (1) na
11) Figura 7-32.

Figura 7-32 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de uma severidade ambiental.

Caso o usuário deseje excluir uma severidade ambiental existente, ele deverá proceder da
seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Severidade Ambiental, indicado por (5) na
5) Figura 7-27;

Observação 3: após o acionamento do botão Cadastrar Severidade Ambiental, será


exibida uma janela, conforme mostra a
Figura 7-31.

6) Selecionar a severidade ambiental desejada na tabela indicada por (4) na


7) Figura 7-31;
8) Realizar a exclusão no botão Excluir, indicado por (2) na
9) Figura 7-32;

Observação 4: após o clique do botão Excluir, será exibida uma caixa de diálogo.

10) E confirmar a exclusão no botão Sim.

107 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Observação 5: caso o usuário deseje cancelar a operação de exclusão, ele deverá


acionar o botão Não.

É importante ressaltar que o botão Limpar, indicado por (3) na

Figura 7-32, serve apenas para limpar os campos Valor e Descrição.

U. Cadastro de Severidade Pessoal


Para cadastrar uma severidade pessoal, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Severidade Pessoal, indicado por (6) na
5) Figura 7-27;

Observação 1: após o acionamento do botão Cadastrar Severidade Pessoal, será exibida


uma janela, conforme mostra a
Figura 7-33.

6) Preencher o campo Valor, indicado por (1) na


7) Figura 7-33;
8) Preencher o campo Descrição, indicado por (2) na
9) Figura 7-33;
10) E confirmar a ação no botão Adicionar, indicado por (3) na
11) Figura 7-33.

Figura 7-33 Janela de cadastro de severidade pessoal.

Após o acionamento do botão Adicionar, a severidade pessoal cadastrada será exibida na


tabela indicada por (4) na
Figura 7-33.
Entretanto, caso o usuário deseje atualizar as informações correspondentes à severidade
pessoal existente, ele deverá proceder da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Severidade Pessoal, indicado por (6) na
5) Figura 7-27;
6) Selecionar a severidade pessoal desejada na tabela indicada por (4) na
108 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

7) Figura 7-33;
8) Atualizar o campo Descrição, indicado por (2) na
9) Figura 7-33;
10) E confirmar a atualização no botão Atualizar, indicado por (1) na
11) Figura 7-34.

Figura 7-34 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de uma severidade pessoal.

Caso o usuário deseje excluir uma severidade pessoal existente, ele deverá proceder da
seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Severidade Pessoal, indicado por (6) na
5) Figura 7-27;
6) Selecionar a severidade pessoal desejada na tabela indicada por (4) na
7) Figura 7-33;
8) Realizar a exclusão no botão Excluir, indicado por (2) na
9) Figura 7-34;

Observação 2: após o clique do botão Excluir, será exibida uma caixa de diálogo.

10) E confirmar a exclusão no botão Sim.

Observação 3: caso o usuário deseje cancelar a operação de exclusão, ele deverá


acionar no botão Não.

É importante ressaltar que o botão Limpar, indicado por (3) na

Figura 7-34, serve apenas para limpar os campos Valor e Descrição.

V. Cadastro de Severidade de Produção


Para cadastrar uma severidade de produção, o usuário deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Severidade de Produção, indicado por (7) na
5) Figura 7-27;
109 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Observação 1: após o clique do botão Cadastrar Severidade de Produção, será exibida


uma janela, conforme mostra a
Figura 7-35.

6) Preencher o campo Valor, indicado por (1) na


7) Figura 7-35;
8) Preencher o campo Descrição, indicado por (2) na
9) Figura 7-35;
10) E confirmar a operação no botão Adicionar, indicado por (3) na
11) Figura 7-35.

Figura 7-35 Janela de cadastro de severidade de produção.

Após o acionamento do botão Adicionar, a severidade pessoal cadastrada será exibida na


tabela (4) destacada na
Figura 7-35.
Entretanto, caso o usuário deseje atualizar as informações correspondentes à severidade
de produção existente, ele deverá proceder da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo (1), indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Severidade de Produção, indicado por (7) na
5) Figura 7-27;
6) Selecionar a severidade de produção desejada na tabela indicada por (4) na
7) Figura 7-35;
8) Atualizar o campo Descrição, indicado por (2) na
9) Figura 7-35;
10) E confirmar a atualização no botão Atualizar, indicado por (1) na
11) Figura 7-36.

110 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-36 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de uma severidade de produção.

Caso o usuário deseje excluir uma severidade de produção existente, ele deverá proceder
da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo (1), indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Severidade de Produção, indicado por (7) na
5) Figura 7-27;

Observação 2: após o acionamento do botão Cadastrar Severidade de Produção, será


exibida uma janela, conforme mostra a
Figura 7-35.

6) Selecionar a severidade de produção desejada na tabela indicada por (4) na


7) Figura 7-35;
8) Acionar o botão Excluir, indicado por (2) na
9) Figura 7-36;

Observação 3: após o acionamento do botão Excluir, será exibida uma caixa de diálogo.

10) E confirmar a exclusão no botão Sim.

Observação 4: caso o usuário deseje cancelar a operação de exclusão, ele deverá


acionar o botão Não.

É importante ressaltar que o botão Limpar, indicado por (3) na

Figura 7-36, serve apenas para limpar os campos Valor e Descrição.

W. Cadastro de Índice do Tempo de Resposta


Para cadastrar um índice do tempo de resposta, o usuário deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Índice do Tempo de Resposta, indicado por (8) na
5) Figura 7-27;

111 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Observação 1: após o acionamento do botão Cadastrar Índice do Tempo de Resposta,


será exibida uma janela, conforme mostra a
Figura 7-37.

6) Preencher o campo Valor, indicado por (1) na


7) Figura 7-37;
8) Preencher o campo Descrição, indicado por (2) na
9) Figura 7-37;
10) E acionar o botão Adicionar (3), destacado na
11) Figura 7-37.

Figura 7-37 Janela de cadastro de índice de tempo de resposta.

Após o acionamento do botão Adicionar, o índice do tempo de resposta cadastrado será


exibido na tabela indicada por (4) na
Figura 7-37.
Caso o usuário deseje atualizar as informações correspondentes ao índice do tempo de
resposta existente, ele deverá proceder da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Índice do Tempo de Resposta, indicado por (8) na
5) Figura 7-27;
6) Selecionar o índice do tempo de resposta desejado na tabela indicada por (4) na
7) Figura 7-37;
8) Atualizar o campo Descrição, indicado por (2) na
9) Figura 7-37;
10) E confirmar a atualização no botão Atualizar (1), indicado na
11) Figura 7-38.

112 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-38 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de um índice de tempo de resposta.

Caso o usuário deseje excluir um índice do tempo de resposta existente, ele deverá
proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Índice do Tempo de Resposta, indicado por (8) na
5) Figura 7-27;
6) Selecionar o índice do tempo de resposta desejado na tabela indicada por (4) na
7) Figura 7-37;
8) Acionar o botão Excluir, indicado por (2) na
9) Figura 7-38;

Observação 2: após o clique do botão Excluir, será exibida uma caixa de diálogo.

10) E confirmar a exclusão no botão Sim.

Observação 3: caso o usuário deseje cancelar a operação de exclusão, ele deverá


acionar o botão Não.

É importante ressaltar que o botão Limpar, indicado por (3) na

Figura 7-38, serve apenas para limpar os campos Valor e Descrição.

X. Cadastro de Prioridade Calculada


Para cadastrar uma prioridade calculada, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Prioridade Calculada, indicado por (9) na
5) Figura 7-27;

Observação 1: após o clique do botão Cadastrar Prioridade Calculada, será exibida uma
janela, conforme mostra a
Figura 7-39.

6) Preencher o campo Valor, indicado por (1) na

113 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

7) Figura 7-39;
8) Preencher o campo Descrição, indicado por (2) na
9) Figura 7-39;
10) E confirmar a operação no botão Adicionar, indicado por (3) na
11) Figura 7-39.

Figura 7-39 Janela de cadastro de prioridade calculada.

Após o clique do botão Adicionar, a prioridade calculada cadastrada será exibida na tabela
indicada por (4) na
Figura 7-39.
Entretanto, caso o usuário deseje atualizar as informações correspondentes à prioridade
calculada existente, ele deverá proceder da seguinte forma:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Prioridade Calculada, indicado por (9) na
5) Figura 7-27;
6) Selecionar a prioridade calculada desejada na tabela indicada por (4) na
7) Figura 7-39;
8) Atualizar o campo Descrição, indicado por (2) na
9) Figura 7-39;
10) E confirmar a atualização no botão Atualizar, indicado por (1) na
11) Figura 7-40.

114 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 7-40 Botões Atualizar, Excluir e Limpar mostrados após a seleção de uma prioridade calculada.

Caso o usuário deseje excluir uma prioridade calculada existente, ele deverá proceder da
seguinte maneira:

1) Selecionar a aba Racionalização;


2) Acionar o botão Informações do Tipo, indicado por (1) na
3) Figura 7-27;
4) Acionar o botão Cadastrar Prioridade Calculada, indicado por (9) na
5) Figura 7-27;
6) Selecionar a prioridade calculada desejada na tabela indicada por (4) na
7) Figura 7-39;
8) Acionar o botão Excluir, indicado por (2) na
9) Figura 7-40;

Observação 2: após o clique do botão Excluir, será exibida uma caixa de diálogo.

10) E confirmar a exclusão no botão Sim.

Observação 3: caso o usuário deseje cancelar a operação de exclusão, ele deverá


acionar o botão Não.

É importante ressaltar que o botão Limpar, indicado por (3) na

Figura 7-40, serve apenas para limpar os campos Valor e Descrição.

115 7 – Racionalização
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

8 Ferramentas Administrativas
A. Administração de Usuários
O administrador do sistema pode gerenciar as contas de usuários do sistema e seus níveis
de acesso (grupos) através da tela Administração de Usuários. Essa tela pode ser acessada de
duas maneiras diferentes: pelo menu Administrar, opção Usuários; ou pelas teclas de atalho
CTRL+U. A Figura 8-1 apresenta a janela Administração de Usuários com seus respectivos
campos.

Figura 8-1 Janela de Administração de Usuários.

Os campos correspondentes à janela Administração de Usuários estão listados a seguir:

 Lista de usuários: localizada na parte superior da tela, permite que o administrador


visualize os usuários cadastrados no sistema e suas respectivas informações de
acesso (grupo ao qual pertence);
 Grupo: utilizado na definição das funcionalidades que serão acessadas pelo usuário a
ser cadastrado. Esse campo visa facilitar o cadastro quando existem vários
funcionários que possuem o mesmo nível de acesso;
 Usuário: deve ser preenchido com o nome utilizado na validação do usuário (login);
 Domínio: representa o domínio de rede no qual o usuário deverá estar autenticado para
poder acessar o sistema BR-AlarmExpert;
 Bancos associados ao usuário: representa os bancos de dados que o usuário terá a
permissão de acessar.

Cadastro de Grupo de Usuários


O sistema permite o gerenciamento de grupos de usuários, que indicarão quais
funcionalidades os usuários ali inseridos terão permissão para executar. As funcionalidades que
podem ser disponibilizadas aos grupos de usuários são as seguintes:
116 8 – Ferramentas Administrativas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

 Administrar análises padrão: permite que o usuário disponibilize para os demais as


análises de frequência que criou (ver seção C, que trata da administração de
análises);
 Administrar auditoria: permite que o usuário administre o sistema de auditoria,
responsável pela sincronização do módulo de controle de mudanças
(racionalização) com dados de alarmes capturados em um sistema de supervisão.
 Administrar bases de dados: permite que o usuário administre as bases de dados
que são acessadas pelo sistema (ver seção F, que trata da administração de bases
de dados);
 Administrar racionalização: permite que o usuário insira ou altere dados de
racionalização de alarmes (ver capítulo 7);
 Administrar sumário: permite que usuário altere as opções gerais do sistema, como
colunas exibidas em tabelas de dados e análises e administração de filtros (ver
seção E, que trata da administração de opções gerais);
 Administrar usuários: permite que o usuário manipule o cadastro de usuários,
conforme descrito nesta seção;
Para cadastrar um novo grupo de usuários, o administrador deverá proceder com os
seguintes passos:

1) Acionar o botão Novo Grupo, indicado por (3) na Figura 8-1;


2) Preencher o campo Nome Grupo com o texto de identificação desejado, indicado por
(1) na Figura 8-2;
3) Selecionar uma funcionalidade da lista Funcionalidades (2), destacadas na Figura 8-2;
4) E acionar o botão Salvar (3), destacado na Figura 8-2.

Figura 8-2 Janela de Administração de Grupos.

É também permitido ao administrador modificar os níveis de acesso de um grupo. Para


tanto, deve-se proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar o grupo a ser modificado, no campo indicado por (4) na Figura 8-1;
2) Acionar o botão Editar Grupo, indicado por (4) na Figura 8-1;
3) Selecionar as funcionalidades desejadas na lista Funcionalidades, indicado por (2) na
Figura 8-2;
4) E confirmar as alterações no botão Salvar, indicado por (3) na Figura 8-2.

117 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Automaticamente todos os usuários pertencentes a esse grupo terão seus níveis de


acesso modificados.
Para a remoção de um grupo, primeiramente, o administrador deverá remover todos os
usuários pertencentes ao grupo (excluí-los ou movê-los para outros grupos), para, somente
depois, acionar o botão Deletar Grupo, indicado por (5) na Figura 8-1. Se o usuário responsável
tentar efetuar a remoção do grupo sem que o mesmo esteja vazio, uma mensagem de erro será
exibida, conforme mostrado na Figura 8-3.

Figura 8-3 Janela de Administração de Usuários exibindo uma mensagem de alerta.

Cadastro de Usuários
Para realizar o cadastramento de um novo usuário no sistema, o administrador deve
proceder, a partir da tela Administração de Usuários, da seguinte maneira:

1) Selecionar um grupo ao qual o usuário pertencerá. Cada grupo define o conjunto de


funcionalidades autorizadas. Caso nenhum grupo esteja cadastrado, ou o mesmo não
possua as características necessárias ao novo usuário, deve-se realizar o cadastro de
um novo grupo de usuários, conforme descrito anteriormente nesta seção.

Observação: Após o processo de adição de um novo grupo, o administrador poderá


prosseguir com o cadastramento do novo usuário.

2) Preencher o campo Usuário com o "login" a ser utilizado para autenticação, indicado
por (6) na Figura 8-1;
3) Preencher o campo Domínio com o nome do domínio no qual o usuário deverá estar
autenticado para acesso ao sistema, indicado por (7) na Figura 8-1;
4) Associar um ou mais bancos de dados ao usuário no campo indicado por (11) na
Figura 8-1, dando-lhe permissão de acesso aos mesmos.
5) E acionar o botão Salvar, indicado por (10) na Figura 8-1. Ao término do cadastro, os
dados do novo usuário serão adicionados à respectiva lista.

118 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Já para remover um usuário, o administrador de usuários deverá proceder da seguinte


forma:

1) Selecionar na lista o registro do usuário a ser removido;


2) E acionar o botão Excluir, indicado por (9) na Figura 8-1.
O administrador poderá realizar também alterações de grupo, de login e/ou de domínio.
Para isso, esse mesmo administrador deverá proceder da seguinte maneira:
1) Selecionar na lista o registro do usuário a ser alterado;
2) Realizar as alterações desejadas de grupo, de login e/ou de domínio nos respectivos
campos;
3) E acionar o botão Salvar, indicado por (10) na Figura 8-1.

B. Ativação/Desativação de Filtros Globais


Pensando na estrutura organizacional e na ergonomia do sistema, o BR-AlarmExpert
permite que cada usuário ative e/ou desative as unidades da planta que serão visualizadas nas
análises conforme sua necessidade de análise ou visualização.
Para ativar e/ou desativar os filtros sobre os quais devem ser realizadas as análises, o
usuário deverá proceder da seguinte maneira:
1) Acessar o menu Filtros, indicado por (1) na Figura 8-4;
2) Selecionar o item Filtros Globais (2), destacado na Figura 8-4;
3) Ativar e/ou desativar os filtros globais desejados, exibidos na

4) Figura 8-5;
5) E confirmar as seleções no botão OK.

119 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-4 Menu Filtros e Item Filtros Globais destacados.

120 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-5 Janela de Filtros Globais.

Entretanto, caso o usuário não deseje confirmar a operação, deve-se pressionar o botão

Fechar da janela de filtros globais, exibido na

Figura 8-5.

121 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

C. Administração de Análises
O BR-AlarmExpert disponibiliza uma funcionalidade para criação e armazenamento de
novas análises de frequência, sejam elas de contagem ou de histórico. A tela de administração de
análises pode ser acessada das seguintes maneiras: pelo menu Administrar, opção Análises; ou
pela combinação de teclas CTRL+N. Essa tela é apresentada na Figura 8-6, e os seguintes
dados são apresentados:
 Lista de Análises: localizada na parte superior da janela contém todas as informações
referentes às análises cadastradas.
 Nome: texto indicativo que descreve a funcionalidade da análise. Ex.: Contagem de
Alarmes, Tag x Nível, Tag.
 Tipo da análise: identifica o tipo de operação a ser realizada pela análise. As opções
são: Contagem, Contagem Multibancos, Contagem de Alarmes Ativos, Histórico,
Histórico Multibancos e Histórico de Alarmes Ativos.
 Gráfico: forma em que a análise será visualizada. Ex.: Pizza, Barra, Linha.
 Número máximo de registros: quantidade máxima de registros a serem exibidos nos
gráficos resultantes das análises. O preenchimento deste campo é opcional para as
análises do tipo Contagem e indisponível para as análises do tipo Histórico.
 Campo 1: determina qual o campo do banco de dados funcionará como um filtro na
análise. Tomando-se como exemplo a análise Tag X Tipo, tem-se o campo Tag como
um possível filtro dentro da análise.
 Campo 2: determina qual o campo do banco de dados funcionará como um filtro na
análise. Para o exemplo anterior, tem-se o campo Tipo como sendo outro possível filtro
dentro da análise. Note que o preenchimento deste campo é opcional para análises do
tipo Contagem e indisponível para análises do tipo Histórico.
 Publicar: torna a análise disponível para os demais usuários do sistema. Esta opção
somente está habilitada para os usuários pertencentes a grupos cuja opção
“Administrar análises padrão” tenha sido disponibilizada (ver seção A).

122 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-6 Administração de análises.

Após o preenchimento dos campos obrigatórios, o usuário deverá acionar o botão Salvar,
indicado por (1) na Figura 8-6, e, assim, cadastrar uma nova análise.
Finalizado o cadastro, a análise ficará ativa para execução e sua chamada poderá ser
realizada a partir da aba indicada no campo Tipo da análise. Por exemplo, se o tipo cadastrado foi
Contagem, um novo menu, contendo o nome da análise, estará presente na aba Contagem das
análises de frequência.
Assim como em cadastro de usuários, a exclusão de uma análise poderá ser realizada
com seleção de seu nome no campo Lista de Análises, indicada por (2) na Figura 8-6, seguida do
acionamento do botão Excluir, indicado por (3) na mesma Figura 8-6.

D. Gerenciamento de Drivers de Racionalização


Os drivers da racionalização são ferramentas importantes do BR-AlarmExpert. Com eles é
possível mapear uma planilha em formato Excel genérica e especificar como cada campo da
planilha deverá ser entendido pelo sistema ao importá-las com dados para racionalização ou ao
exportá-las com dados de alarmes previamente cadastrados no sistema.

Observação: Para efetuar as ações seguintes é necessário que o usuário possua


privilégio de administrar racionalização.

Após clicar no item Drivers Racionalização (1), destacado na Figura 8-7, uma nova janela
será aberta possibilitando o usuário gerenciar drivers.

123 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-7 Item Gerenciar Drivers Racionalização destacado.

Criação de novo driver


Uma vez na tela de gerenciamento, para que um novo driver possa ser cadastrado o
usuário deverá adotar o seguinte procedimento:

1) Acionar o botão Cadastrar novo driver, indicado por (1) na Figura 8-8;

Observação 1: após acionar o botão Cadastrar novo driver, será exibida uma tela de
cadastro de driver, conforme mostra a Figura 8-9.

2) Informar um nome para o driver no campo a ele reservado, indicado por (1) na Figura
8-9;
3) Caso deseje utilizar uma planilha como exemplo para criação do driver basta acionar o
botão Buscar, indicado por (2) na Figura 8-9;

Observação 2: após acionar o botão Buscar, será exibida uma tela como a mostrada na
Figura 8-10, na qual é possível selecionar a planilha do arquivo que se deseja usar.

4) Associar colunas da planilha (letras do alfabeto) a colunas do banco. Para isso, basta
selecionar uma letra da lista Colunas da planilha, indicada por (3) na Figura 8-9, e, em
seguida, selecionar um item da lista Colunas do banco, indicada por (4) na Figura 8-9.
Uma vez selecionado os campos, basta acionar a seta para direita para confirmar a
associação, indicada por (5) na Figura 8-9;

124 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

5) Para retirar uma associação do mapeamento, deve-se selecionar a linha desejada na


lista Mapeamento entre as colunas, indicada por (6) na Figura 8-9, e, em seguida,
acionar a seta para esquerda, indicada por (7) na Figura 8-9.
6) Uma vez efetuado todos os mapeamentos de coluna desejados, o usuário deverá
salvar o driver acionando o botão “Salvar”, indicado por (8) na Figura 8-9.
7) Caso esteja visualizando um driver já salvo, o usuário poderá excluí-lo acionando o
botão Excluir, indicado por (9) na Figura 8-9. Ainda, poderá cancelar as modificações
realizadas, acionando o botão Cancelar, indicado por (10) na mesma Figura 8-9.

Figura 8-8 Janela Driver Racionalização exibida ao usuário.

Visualização e remoção de drivers


Na tela de gerenciamento de drivers, para visualizar ou remover um driver cadastrado,
basta seguir os seguintes passos:

1) Na lista de drivers, selecionar o driver a ser visualizado ou removido;


2) Para visualizar o driver selecionado, acionar o botão indicado por (2) na Figura 8-8;
3) Para remover o driver selecionado, acionar o botão indicado por (3) na Figura 8-8.

125 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-9 Janela exibida após o acionamento do botão Cadastrar novo driver.

Figura 8-10 Janela exibida após o acionamento do botão Buscar.

E. Opções Gerais
A tela de Opções Gerais permite ao usuário do sistema realizar tarefas de configuração do
sistema, tais como: edições de colunas das tabelas de alarmes e de eventos; construção de
expressões de cálculo de prioridade; configurações dos filtros; edições das colunas da tabela de
resultado das análises estatísticas; e associações de cores aos tipos de alarmes disponíveis.
Há duas maneiras distintas de acessar a tela de Opções Gerais: pelo menu Ferramentas,
opção Opções Gerais; ou pelas de teclas de atalho CTRL+O. A tela de Opções Gerais pode ser
vista na Figura 8-11. Ela é dividida em 5 (cinco) partes distintas: Tabelas; Racionalização; Filtros;
Análises; e Cores. A seguir, cada uma dessas funcionalidades será descrita detalhadamente.

126 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-11 Janela de Opções Gerais.

Tabelas
A seção Tabelas, apresentada na Figura 8-11, permite ao usuário do sistema adicionar
e/ou remover as colunas tanto da tabela de Resumo Geral quanto a tabela de Alarmes e Eventos,
visualizar amostras de valores de cada coluna, renomear o nome de cada coluna, restaurar o
nome da coluna para o seu nome original, e determinar o número de itens que serão mostrados
em cada página de cada tabela.
Para visualizar amostras de valores de uma determinada coluna, o usuário do sistema
deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a coluna desejada;


2) Acionar o botão Prever valores, indicado por (3) na Figura 8-11.

Para renomear o nome de uma determinada coluna, o usuário do sistema deverá proceder
da seguinte maneira:

1) Selecionar a coluna desejada;

127 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão Renomear, indicado por (4) na Figura 8-11;

Observação: após o acionamento do botão Renomear, será exibida uma janela


semelhante à apresentada na Figura 8-12.

3) Digitar o novo nome no campo correspondente;


4) E confirmar a operação no botão OK.

Figura 8-12 Janela apresentada após acionamento do botão Renomear.

Para restaurar o nome de uma determinada coluna para o seu nome original, o usuário do
sistema deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a coluna desejada.


2) Acionar o botão Restaurar, indicado por (5) na Figura 8-11;

Observação: após o acionamento do botão Restaurar, será exibida uma janela de


confirmação como a apresentada na Figura 8-13.

3) E confirmar a operação no botão OK.

Figura 8-13 Janela apresentada após o acionamento do botão Restaurar.

Para adicionar uma determinada coluna numa das tabelas de dados, o usuário do sistema
deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a tabela a ser alterada (Resumo Geral ou Alarmes e Eventos) no espaço


indicado por (2) na Figura 8-11.
2) Selecionar a coluna desejada na lista Coluna disponíveis;
3) E acionar o botão Adicionar, indicado por (6) na Figura 8-11.

Para remover uma determinada coluna numa das tabelas de dados, o usuário do sistema
deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a tabela a ser alterada (Resumo Geral ou Alarmes e Eventos) no espaço


indicado por (2) na Figura 8-11.
2) Selecionar a coluna desejada na lista Colunas selecionadas;
3) E acionar o botão Remover, indicado por (6) na Figura 8-11.

128 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Finalmente, para determinar o número de itens a serem mostrados por página em cada
tabela, o usuário do sistema deverá indicar a quantidade no campo Número de itens por página,
indicado por (7) na Figura 8-11.
Após a realização de todas as alterações desejadas, o usuário deverá acionar o botão
Salvar Alterações para que todas as mudanças realizadas sejam efetuadas com sucesso.

Racionalização
A seção Racionalização, apresentada na Figura 8-14, permite que o usuário construa a
expressão que será utilizada no cálculo da prioridade e renomeie os nomes das descrições
correspondentes às informações relacionadas tanto aos alarmes quanto aos tipos de alarmes.

Figura 8-14 Parte de Racionalização.

Para construir a expressão que será utilizada no cálculo da prioridade, o usuário deverá
utilizar o editor de equações, os botões numéricos e os botões simbólicos indicados por (2) na
Figura 8-14.
É importante ressaltar que os botões SA, SPe, SPr e TR referem-se, respectivamente, aos
campos: Severidade Ambiental, Severidade Pessoal, Severidade de Produção e Índice de Tempo

129 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

de Resposta. É altamente recomendável que a equação construída enquadre seus valores dentro
dos diversos intervalos de pesos definidos para as prioridades. Caso contrário, as configurações
construídas podem resultar em situações indesejadas, como, por exemplo: todos os alarmes com
alta prioridade.
Para renomear as descrições correspondentes às informações relacionadas tanto aos
alarmes quanto aos tipos de alarmes, o usuário do sistema deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a descrição desejada em uma das listas, indicadas por (3) na Figura 8-14;
2) Acionar o botão Renomear, indicado por (4) na Figura 8-14;

Observação: após acionar o botão Renomear, será exibida a janela de confirmação


apresentada na Figura 8-15.

3) Digitar o novo nome no campo correspondente;


4) E confirmar a operação no botão OK.

Figura 8-15 Janela apresentada após o clique do botão Renomear.

Após o usuário realizar todas as alterações desejadas, ele deverá acionar o botão Salvar
Alterações para de que todas as mudanças realizadas sejam efetuadas com sucesso.

Filtros
A seção Filtros, apresentada na Figura 8-16, permite ao usuário do sistema procurar e/ou
escolher determinados filtros. Além disso, o usuário poderá adicionar, remover e/ou renomear
determinados grupos de filtros, bem como mover itens do filtro para dentro dos mesmos.

Para pesquisar um determinado filtro, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Acionar o botão Procurar, indicado por (3) na Figura 8-16;


2) E digitar o nome do filtro desejado no campo exibido após a realização da ação
anterior.

Caso o usuário do sistema deseje ocultar o campo de busca, o botão correspondente


deverá ser novamente acionado.
Para escolher um determinado filtro, o usuário do sistema deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Acionar o botão Escolher Filtros, indicado por (4) na Figura 8-16;

Observação: após realizar a ação anterior, será exibida uma lista específica, conforme
exibida na Figura 8-17.

2) Selecionar o(s) filtro(s) desejado(s) na lista exibida;


3) E acionar, novamente, o botão Escolher Filtros, confirmando a seleção.

130 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-16 Parte de Filtros.

Figura 8-17 Lista mostrada ao usuário.

Para adicionar um novo grupo de filtros, o usuário do sistema deverá proceder da seguinte
maneira:

1) Selecionar um grupo existente ou um item pertencente a um filtro, indicados por (2) na


Figura 8-16;
131 8 – Ferramentas Administrativas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

2) Acionar o botão Adicionar Grupo, indicado por (5) na Figura 8-16;


Observação: após realizar a ação anterior, será exibida uma janela semelhante à
apresentada na Figura 8-18.
3) Digitar o nome do novo grupo no campo correspondente;
4) E confirmar a operação no botão OK.

Figura 8-18 Janela apresentada após acionar o botão Adicionar Grupo.

Para inserir um item de filtro a um determinado grupo previamente criado, o usuário deverá
selecionar e arrastar com o botão esquerdo do mouse o item até o ícone indicativo do grupo de
filtros. Ao soltar o botão do mouse sobre o grupo, a tela de filtros será atualizada com o item
inserido na parte interna da estrutura hierárquica do mesmo. É importante ressaltar que o item
somente poderá ser movido dentro da estrutura hierárquica de seu respectivo filtro. Ou seja, ele
não poderá ser movido para grupos pertencentes a outros filtros.

Para remover um determinado grupo de filtros, o usuário do sistema deverá proceder da


seguinte maneira:

1) Selecionar o grupo desejado;


2) Acionar o botão Remover Grupo, indicado por (6) na Figura 8-16;

Observação: após realizar a ação anterior, será exibida uma janela semelhante à
apresentada na Figura 8-19.

3) E confirmar a operação no botão OK.

Figura 8-19 Janela apresentada após acionar o botão Remover Grupo.

Para renomear o nome de um determinado grupo de filtros, o usuário do sistema deverá


proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar o grupo desejado;


2) Acionar o botão Renomear Grupo, indicado por (7) na Figura 8-16;

Observação: após realizar a ação anterior, será exibida uma janela semelhante à
apresentada na Figura 8-20.

3) Digitar o novo nome do grupo no campo correspondente;


4) E confirmar a operação no botão OK.

132 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-20 Janela apresentada após acionar o botão Renomear Grupo.

Para que um número de operadores seja atribuído a um grupo de alarmes, o usuário


deverá adotar o seguinte procedimento:

1) Selecionar o grupo a ter operadores atribuídos;


2) Acionar o botão Adicionar Operador, indicado por (8) na Figura 8-16;
Observação: após realizar a ação anterior, será exibida uma janela semelhante à
apresentada na Figura 8-21.
3) Digitar a quantidade de operadores no campo correspondente;
4) E confirmar a operação no botão OK.

Figura 8-21 Janela apresentada após acionar o botão Adicionar Operador

Observação: caso o grupo possua previamente um número de operadores, uma janela de


confirmação de alteração de valor será exibida, conforme mostra a Figura 8-22.

Figura 8-22 Janela de alteração de quantidade de operadores por grupo

Para exportar os filtros criados para um arquivo de configurações, o usuário deverá realizar
as seguintes ações:

1) Acionar o botão “Exportar Filtros”, indicado por (9) na Figura 8-16;


2) Na janela exibida, selecione o nome do arquivo com os filtros e a pasta de destino,
e acione o botão “Salvar”;
3) A mensagem de confirmação da exportação dos filtros será exibida conforme a
Figura 8-23;

133 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-23 Confirmação de arquivo com filtros exportado com sucesso

Para importar um conjunto de filtros a partir de um arquivo de configurações existente, o


usuário deverá proceder da seguinte forma:

1) Acionar o botão “Importar Filtros”, indicado por (10) na Figura 8-16;


2) Uma mensagem, conforme a Figura 8-24, aparecerá na tela avisando ao usuário
que, caso a operação seja completada, a configuração atual de filtros será
apagada. Para prosseguir com a importação, acione o botão “Sim”;
3) Na janela exibida, percorra o caminho de pastas e localize o arquivo de
configurações que contenha os filtros desejados para importação;
4) A mensagem de confirmação de importação de filtros será exibida conforme a
Figura 8-25;

Figura 8-24 Mensagem de confirmação de importação de filtros

Figura 8-25 Confirmação de arquivo com filtros importado com sucesso

Após o usuário realizar todas as alterações desejadas, ele deverá acionar o botão Salvar
Alterações para de que todas as mudanças realizadas sejam efetuadas com sucesso.

Análises
A seção Análises, apresentada na Figura 8-27, permite que o usuário adicione ou remova
as colunas extras que deverão sempre aparecer na tabela de resultado das análises estatísticas.
Além disso, permite determinar qual o padrão a ser utilizado na dos dados das análises de
duração.

Para adicionar uma determinada coluna extra na tabela de resultado das análises
estatísticas, o usuário do sistema deverá proceder da seguinte maneira:

134 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

1) Selecionar a coluna desejada, localizada na lista de Colunas Disponíveis na Figura


8-27;
2) E acionar o botão Adicionar, indicado por (2) apontando para a direita na mesma figura.

Para remover uma determinada coluna extra da tabela de resultado das análises
estatísticas, o usuário do sistema deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar a coluna desejada, localizada na lista de Colunas Selecionadas na Figura


8-27;
2) E acionar o botão Remover, indicado por (2) apontando para a esquerda na mesma
figura.

Para selecionar um padrão de formatação para os dados da análise de duração, basta que
o usuário acione a caixa de seleção indicada por (3) na Figura 8-27, que contém as opções
disponíveis. Estas são mostradas na Figura 8-26.

Figura 8-26 Opções disponíveis para padrão de formatação de análises de duração

Após o usuário do sistema realizar todas as alterações desejadas, o botão Salvar


Alterações, mostrado na Figura 8-27, deverá ser acionado para que todas as mudanças
realizadas sejam efetuadas com sucesso.

135 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-27 Parte de Análises.

Cores
A seção Cores, apresentada na Figura 8-28, permite que o usuário associe cores aos
diversos parâmetros das análises, como tags, prioridades, níveis e outros. Este mecanismo
permite identificar, com uma maior facilidade, determinadas informações em um gráfico.

Para mapear cores a valores específicos de parâmetros de análise, o usuário deverá


primeiramente habilitar atributos para que valores específicos possam ser mapeados. Para isso,
ele deverá proceder da seguinte forma:

1) Acionar o botão Adicionar novo mapeamento, indicado por (2) na Figura 8-28;

Observação: após realizar a ação anterior, será exibida uma lista de atributos semelhante
à lista mostrada na Figura 8-17.

2) Selecionar os atributos que deverão aparecer na tela de mapeamento;


3) E acionar novamente o botão Adicionar novo mapeamento para confirmar a operação.

136 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Observação: após executar a operação anterior, os atributos selecionados serão


adicionados, na forma de abas, à tela de mapeamento de cores.

Figura 8-28 Parte de Cores.

Após habilitar os campos desejados, o usuário poderá atribuir as cores desejadas a


instâncias destes atributos. Para isso, o mesmo deverá proceder da seguinte forma:

1) Acionar o botão Inserir atribuição de cor, indicado por (3) na Figura 8-28;

Observação: após executar a ação anterior, uma nova linha será inserida na tela de
mapeamento de cores.

2) Acionar o mouse sobre o campo correspondente à coluna Cor, indicado por (5) na
Figura 8-28;

Observação: após executar a ação anterior, será exibida uma janela apresentada pela
Figura 8-29.

3) Selecionar a cor desejada;


137 8 – Ferramentas Administrativas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

4) E confirma a operação no botão OK.

Figura 8-29 Janela que permite realizar a seleção de cores.

Após selecionar a cor desejada, o usuário deverá selecionar o valor do referido atributo
que será mapeado para a cor escolhida. Para tanto, ele deverá selecionar, no campo indicado por
(6) na Figura 8-28, o valor do atributo que deseja mapear.

Observação: é possível cadastrar um novo item e mapeá-lo para uma cor. Para isso,
deve-se digitar o nome desse novo item em vez de selecionar algum existente.

O usuário do sistema poderá também remover um ou mais mapeamentos e poderá


também remover uma ou mais abas de atributos.
Para remover um ou mais mapeamentos, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Selecionar as linhas a serem removidas. Para selecionar mais de uma linha, basta
segurar a tecla CTRL enquanto as seleciona com o mouse;
2) E acionar o botão Remover atribuição de cor, indicado por (4) na Figura 8-28.

Para remover abas de atributos, o usuário deverá proceder da seguinte maneira:

1) Acionar o botão Adicionar novo mapeamento, indicado por (2) na Figura 8-28;

Observação: após realizar a ação anterior, será exibida uma lista de atributos semelhante
à lista mostrada na Figura 8-17.

2) Desmarcar os atributos que se deseja remover;


3) E acionar novamente o botão Adicionar novo mapeamento para confirmar a operação.

Outra forma de se remover abas de atributos é acionando o botão fechar localizado na


aba.
138 8 – Ferramentas Administrativas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Após realizar todas as alterações desejadas, o usuário deverá acionar o botão Salvar
Alterações, mostrado na Figura 8-28.

F. Relatório de Importação
A janela de relatórios de importação tem por objetivo permitir ao usuário monitorar as
importações de alarmes feitas pelo módulo de relatórios gerenciais. Através dos registros da
quantidade de alarmes importados por hora que são mantidos, é possível que o usuário verifique
se ocorreram erros de importação de alarmes. Para realizar esta monitoração, ele deverá acessar
a janela de relatórios de importação por uma das seguintes formas: através do menu
Ferramentas, opção Relatórios de Importação, ou pelas teclas de atalho CTRL+I.

Figura 8-30 Janela de monitoramento de importações de alarmes

A janela de monitoramento de importações de alarmes pode ser vista na Figura 8-30.


Informações da última hora importada, se possui registros de alarmes com horas futuras e a
quantidade de horas sem dados são mostradas no topo da mesma. Porém, o principal campo
exibido é a tabela, indicada por (2) na Figura 8-30, onde é registrado o número de alarmes
importados a cada hora. Esta quantidade poderá auxiliar a verificar se houve erros de importação
de alarmes em algum dos períodos de coleta. O usuário que acessar esta tabela tem ainda a
opção de limitar a exibição dos registros àqueles que se atenham a um valor limite, que pode ser
alterado no campo indicado por (1) na mesma figura. Caso esta alteração venha a ser feita, o
usuário deverá acionar o botão Reprocessar, indicado por (3). Após realizar esta ação, a lista
mostrada na tabela será atualizada para aqueles que possuam uma quantidade de alarmes menor
que o valor determinado como limite.

G. Relatório de Mudanças dos Alarmes


Esta janela possibilita que o usuário visualize, de forma rápida, as alterações que foram
executadas na documentação dos alarmes em um determinado período de tempo. A tela
apresenta ao usuário uma lista contendo os dados das modificações efetuadas na racionalização,
139 8 – Ferramentas Administrativas
BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

permitindo assim a sua fácil visualização. O acesso ao relatório de mudança de alarmes pode ser
feito através do menu Ferramentas, na opção Relatório de Mudança de Alarmes, ou pelas teclas
de atalho CTRL+M.

Figura 8-311 Janela de monitoramento de importações de alarmes

A Figura 8-28 apresenta a tela do Relatório de Mudança de Alarmes. Através dos campos
indicados por (1) é possível selecionar o intervalo de dados apresentados na lista de alarmes.
Para tal, o usuário devera preencher os campos Data e Hora inicial e Data e Hora Final.
Uma vez selecionado o período desejado é possível ainda realizar uma filtragem por Tag
do alarme, através do campo indicado por (2) na Figura 8-28.
Por fim, a tabela indicada por (3) na Figura 8-28 apresenta dados uteis possibilitando
assim a fácil visualização das modificações realizadas na documentação de alarmes.

H. Administração de Base de Dados


Após a instalação do sistema BR-AlarmExpert, um usuário com permissão Administrar
bases de dados deverá configurar a localização, tipo do sistema de gerenciamento de banco de
dados e nomes e usuários dos bancos de dados que o sistema utilizará para armazenar
informações estatísticas e de racionalização de alarmes. Para realizar este procedimento, ele
deverá acessar a tela de administração de bases de dados por uma das seguintes formas: através
do menu Administrar, opção Bases de Dados; ou pelas teclas de atalho CTRL+D.

140 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Figura 8-32 Administração de base de dados.

A tela de cadastro de base de dados é apresentada na Figura 8-32. Ela é constituída pelos
campos listados a seguir:

 Grupo: esta opção, indicada por (1) na Figura 8-32, define se a conexão será efetuada
a um banco de dados referente à Estatística (utilizados na análise) ou à Racionalização
(utilizados no gerenciamento de mudanças). O sistema BR-AlarmExpert deverá
apresentar ao menos uma conexão de cada tipo.
 Alias: nome utilizado para identificar a conexão. Ex.: “Refinaria REX”.
 Tipo: identifica o tipo do SGBD (sistema de gerenciamento de banco de dados). Os
tipos disponíveis são: Oracle, PostgreSQL, SQLServer e Firebird.
 Nome: nome do banco de dados, do serviço ou o SID. Ex.: BRAE.
 IP: endereço IP do servidor que contém o banco de dados. O nome do servidor
também pode ser utilizado.
 Porta: porta utilizada pelo SGBD para comunicação.
 Usuário: usuário criado dentro do SGBD utilizado na conexão.
 Senha: senha de acesso ao sistema SGBD.
 Confirmar Senha: deve-se repetir a sequência de caracteres digitada em Senha.

Para cadastrar um novo acesso a base de dados, o usuário deverá realizar as seguintes
ações:
1) Acionar o botão Novo, indicado por (2) na Figura 8-32. Esta ação irá limpar todos os
campos, habilitando o sistema para que novas bases de dados sejam cadastradas;
2) Selecionar a qual grupo a nova base de dados deverá pertencer (Racionalização ou
Estatísticas);
3) Preencher todos os campos, que são obrigatórios;
4) Confirmar o cadastro no botão Salvar, indicado por (4) na Figura 8-32. Após realizar
esta ação a base de dados cadastrada será inserida na lista de bases de dados.

Para editar uma base de dados existente, as seguintes ações deverão ser realizadas:

141 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

1) Selecionar uma base de dados inserida na lista de conexões, exibida na Figura 8-32.
Seus dados serão mostrados nos respectivos campos.
2) Alterar qualquer uma das informações mostradas nos campos.
3) Confirmar estas alterações acionando o botão “Salvar”, indicado por (4) na Figura 8-32.
Para excluir uma base de dados da lista de conexões, o usuário deverá proceder da
seguinte maneira:
1) Selecionar uma base de dados inserida na lista de conexões, exibida na Figura 8-32.
Seus dados serão mostrados nos respectivos campos.
2) Acionar o botão Excluir, indicado por (3) na Figura 8-32. Uma tela de confirmação será
exibida conforme ilustra a Figura 8-32;
3) Confirmar a exclusão acionando o botão OK.

Figura 8-33 Janela de confirmação de exclusão de base de dados

Além disso, para utilizar alguma das conexões criadas, faz-se necessário que o usuário
selecione a base de dados desejada através da de uma das seguintes opções: menu Filtro ,opção
Base de Dados ou através da combinação de teclas CTRL+B. A janela que será apresentada ao
usuário é exibida na Figura 8-34.

Figura 8-34 Base de dados de estatísticas/racionalização.

Para realizar a escolha da conexão a ser utilizada, o usuário deve selecionar a conexão
desejada e, logo em seguida, acionar o botão OK.

142 8 – Ferramentas Administrativas


BR-AlarmExpert v.1.5 – Manual do Usuário

Bibliografia
ANSI/ISA-18.2-2009. “Management of Alarm Systems for the Process Industries”, 2009.
BRANSBY, M. L. Best Practice in Alarm Management. The Institution of Electrical Engineers, 2000.

DUNN, D. G., SANDS, N. P. ISA SP-18 - Alarm Systems Management and Design Guide. ISA EXPO, 2005.
EEMUA. Alarm Systems A Guide to Design, Management and Procurement. The Engineering Equipment and Materials
Users Association, n. 191, 1999.
HABIBI, E., HOLLIFIELD, B. Alarm Systems Greatly Affect Offshore Facilities Amid High Oil Prices. World Oil Magazine, V.
227, N.9, 2006.
KLETZ, TREVOR A. Learning from experience. Journal of Hazardous Materials, v. 115, n.1- 3, p. 1-8, 2004.
KORDIC, S., LAM, P., XIAO, J., LI, H. Associative Data Mining for Alarm Groupings in Chemical Processes. International
Conference on Intelligent Systems and Knowledge Engineering, Chengdu, China, 2007.
LARSSON, JAN E. Simple Methods for Alarm Sanitation. IFAC Symposium on Artificial Intelligence in Real-Time Control
AIRTC-2000, Budapest, 2000.

143 Referências Bibliográficas