Você está na página 1de 2

Paradigmas da investigação

O que é investigar?

O que é a investigação em educação?

Investigação como tentativa de compreensão/explicação do mundo:

-O quê?

-Como?

-Porquê?

São as perguntas que nos orientam quando procuramos saber de um determinado assunto.

Investigar:

-Responder/tentar responder a questões

-Procurar resolver problemas.

Processo de Investigação científica- Processo sistemático, ou seja, as nossas perguntas têm um


encadeamento de pesquisa para uma (ou várias) resposta(s) às questões colocadas.

Ciência: Conjunto organizado de conhecimentos sobre a realidade e obtidos mediante o


método científico. Modo de conhecimento rigoroso, metódico e sistemático, que pretende
otimizar a informação disponível em torno de problemas de origem teórica e/ou prática, sendo
a sua principal função a compreensão, explicação, predição e controlo dos fenómenos. Na área
das ciências humanas, é-nos impossibilitado fazermos esta predição e controlo dos fenómenos,
não significando mesmo assim que não haja conhecimento preciso e fundamentado.

Conhecimento Científico:

-Objetivo: descreve a realidade como ela é ou pode ser (mesmo que essa descrição seja falível)

-Empírico: baseado na experiência, nos fenómenos e nos factos.

-Racional: mais assente na razão e na lógica do que na intuição.

-Replicável: as mesmas condições, em diferentes locais e com diferentes experimentadores,


devem replicar os resultados.

-Sistemático: conhecimento organizado, ordenado, consistente e coerente nos seus elementos.

-Metódico: conhecimento obtido através de procedimentos e estratégias fiáveis, mediante


procedimentos metodológicos rigorosos.

-Comunicável-conhecimento claro e preciso na sua significação, reconhecimento e aceite pela


comunidade científica.
-Analítico: procura ir além das aparências, procura entrar na complexidade e na globalidade
dos fenómenos.

-Cumulativo: conhecimento que se ensaia, constrói e estrutura a partir dos conhecimentos


científicos anteriores.

Modalidades na investigação

Quantitativo-Experimental: Predição e explicação de fenómenos- aplicação método


experimental (dedutivo-positivista)

Quantitativo-Correlacional: Compreensão e predição de fenómenos- Aplicação de modelos


correlacionais de análise.

Qualitativa: Compreensão e descrição de fenómenos- Aplicação de modelos mais naturalísticos


de análise. (Usada na educação por questões éticas)

Definição do problema e revisão da literatura:

-O problema deve ser concreto e acessível.

-O problema deve estar centrado em áreas de conhecimento que o conhecimento que o


investigador domina.

-Encontrar áreas de trabalho onde se possa encontrar apoio de outros investigadores.

-Encontrar um problema que interesse o investigador.

-Requer uma revisão literária suficientemente ampla que permita um conhecimento sólida da
temática.

Você também pode gostar