Você está na página 1de 21

2019

Pinhal da Serra
Ficha Técnica
© 2019, SEBRAE/RS Presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE/RS:
Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Sul Gilberto Porcello Petry

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS Diretoria Executiva:


É permitida a reprodução total ou parcial, de qualquer forma ou por qualquer Diretor Superintendente – André Vanoni de Godoy
meio, desde que divulgada a fonte. Diretor de Administração e Finanças – Marco Aurélio Paradeda
Diretor Técnico – Ayrton Pinto Ramos
Informações e contato:
SEBRAE/RS − Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Gerência de Gestão Estratégica:
Sul André Luis Vieira Campos
Rua Sete de Setembro, 555 − Bairro Centro − CEP 90010-190 − Porto Alegre/RS Andréia Cristine G. do Nascimento
Telefone: 0800 570 0800
Home page: www.sebraers.com.br − E-mail: info@sebraers.com.br Gerência de Tecnologia da Informação:
Aline Tesser
Entidades Integrantes do Conselho Deliberativo do SEBRAE/RS: Íbero Pinto da Silva
Badesul Desenvolvimento S/A – Agência de Fomento/RS
Banco do Brasil S/A Gerência de Comunicação:
Banco do Estado do Rio Grande do Sul S/A – BANRISUL Milene Corrêa Alves
Caixa Econômica Federal
Centro das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul – CIERGS Desenvolvimento de Sistema:
Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul – FARSUL Bertão Informática Ltda. - Sistemas em Excel
Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul –
FEDERASUL Acesse as publicações de outras cidades do Rio Grande do Sul pelo link
Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL/RS http://www.datasebrae.com.br/rs ou utilize o QR Code abaixo:
Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul – FIERGS
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul – FAPERGS
Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul –
FECOMÉRCIO
Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Rio Grande
do Sul – SDECT
Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE
Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI/RS
Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR/RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra

Apresentação
O trabalho foi desenvolvido pela área de Gestão Estratégica do Sebrae Rio No caso dos Microempreendedores Individuais (MEI), esta figura jurídica
Grande do Sul e tem como objetivo disponibilizar informações sobre o se caracteriza pelo empreendedor que trabalha por conta própria e que se
perfil socioeconômico dos municípios gaúchos. legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor
individual, é necessário faturar no máximo até R$ 81 mil por ano e não ter
O documento está dividido em blocos e para cada bloco são apresentadas participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também
as principais variáveis que caracterizam o ambiente socioeconômico dos pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o
municípios. piso da categoria e tem de exercer atividades permitidas pela legislação.

Os dados foram extraídos de fontes oficiais de informações e se referem Os dados estão organizados em quatro blocos:
aos últimos dados disponibilizados pelas respectivas fontes. Bloco I – Perfil Econômico
Bloco II – Perfil Demográfico
Para efeito do estudo o Sebrae/RS utilizou dois critérios para a Bloco III – Perfil Social
classificação de porte das empresas: Bloco IV - Infraestrutura

No anexo são apresentados os conceitos utilizados em cada um dos


1) Por nº de funcionários blocos.

Porte Sumário
Setor Micro Pequena Média Grande Pag. 4 - Perfil Econômico
Indústria até 19 de 20 a 99 de 100 a 499 mais de 499
Pag. 5 - Potencial de Consumo
Construção Civil até 19 de 20 a 99 de 100 a 499 mais de 499
Comércio até 9 de 10 a 49 de 50 a 99 mais de 99
Pag. 6 - Finanças Municipais
Serviços até 9 de 10 a 49 de 50 a 99 mais de 99 Pag. 7 - Compras Governamentais
Pag. 8 - Características Empresariais
2) Por faturamento Pag. 9 - Características Agropecuárias
Pag. 10 - População
Porte Faturamento
Pag. 11 - Indicadores Demográficos
Microempreendedor individual até R$ 81.000,00
Microempresa até R$ 360.000,00
Pag. 12 - Perfil Social
Empresa de Pequeno Porte de R$ 360.000,00 até R$ 4.800.000,00 Pag. 13 - Indicadores de Educação
Pag. 15 - Infraestrutura
O trabalho também inclui informações sobre o setor agropecuário, cujos Pag. 16 - Anexo - descrição dos conceitos
dados não são desagregados por porte.

3
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$ (2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -
Bloco I - Perfil Econômico
Composição do mercado por setor e porte, segundo n° de funcionários, em
Segmentos com maior participação no n° de empresas - 2018
2018
Pequena Média e Grande Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos, Perfumaria e Cosméticos
3,74% 4
Setor Microempresa e Artigos Médicos, ópticos e Ortopédicos
Empresa Empresa Atividades Profissionais, Científicas e Técnicas não Especificadas
3,74% 4
Anteriormente
Indústria de Transformação 9 1
Comércio Varejista de Produtos Alimentícios, Bebidas e Fumo 3,74% 4
Construção Civil 3
Comércio 32 Produção de Lavouras Temporárias 5,61% 6
Serviços 50 1 Comércio Varejista Não-Especializado 5,61% 6
Agropecuária, Extração
11 Atividades de Associações de Defesa de Direitos Sociais 7,48% 8
Vegetal, Caça e Pesca *
Atividades de Organizações Associativas não Especificadas
Total 105 1 1 Anteriormente
17,76% 19

* Para fins de contabilização, o setor agropecuário é somado na categoria "microempresa".

Participação no nº de empresas por setor - Participação dos setores no VA do Vínculos empregatícios nos municípios - 2018
250
2018 município - 2016 (em R$ mil)
Agropecuária, 212
Serviços Extração Vegetal, Agropecuária 200
Administração
48% Caça e Pesca 56.031
Pública
10% 19.832 15,6%
150
5,5%

100

Indústria de 50
Transformação 28 29
22 23
9% Serviços/ 16
Comércio Indústria 0 7
Construção Comércio
Civil 30% 267.670 0a9 De 10 a 19 De 20 a 49 De 50 a 99 De 100 a 499 500 +
15.847
3% 4,4% 74,5%
Indústria Comércio Serviços Agropecuária, Extração Vegetal, Caça Pesca

Produto Interno Bruto - 1999 - 2016 (em milhões) PIB anual Per Capita - 1999 - 2016
181.845
180.660
R$ 384,6
R$ 384,1
R$ 329,6
R$ 317,6
R$ 293,4

R$ 220,5

R$ 211,0

64.091
R$ 118,4

R$ 111,6

R$ 103,5

R$ 129,6
R$ 12,1

R$ 21,1

R$ 36,5

R$ 57,1

R$ 46,7
R$ 0,0

R$ 0,0

1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016

4
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -
Potencial de Consumo

Potencial de Consumo Posição no ranking - 2019 Potencial de Consumo urbano por tipo de despesa - 2019
urbano Nacional Estadual
R$ 9 milhões 5478 491 Habitação 26,4%
Outras Despesas 17,4%
Veículo próprio 11,6%
Potencial de Consumo urbano por classe de Alimentação no Domicílio 9,4%
rendimento - 2019 (em R$ milhões)
Alimentação Fora do Domicílio 4,7%
Medicamentos 4,0%
2
2 2 2 Material de Construção 3,6%
1
Higiene e Cuidados Pessoais 3,1%
1
Plano saúde / tram. médico e dentário 3,1%
Vestuário Confeccionado 2,5%
Recreação e cultura 2,1%
A B1 B2 C1 C2 D/E Educação 2,0%
Mobiliários e Artigos do Lar 1,7%
Eletroeletronicos 1,7%
Domicílios urbanos por classe de rendimentos -
2019 Bebidas 1,4%
Transportes Urbanos 1,3%
53
50
Viagens 1,1%

34
Calçados 1,0%
Fumo 0,7%
22
Artigos de Limpeza 0,6%
2 5
Livros e material escolar 0,4%
1% 3% 13% 20% 30% 32%
Joias, bijuterias, armarinhos 0,1%
A B1 B2 C1 C2 D/E

5
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -
Finanças Municipais

Valor Adicionado por setor 2006 - 2016 Valor Adicionado Fiscal - 2008 - 2018 (em milhões R$)

2006 2016
R$ 111 R$ 340
milhões milhões

R$321,23

R$354,74

R$319,89

R$275,73

R$310,00

R$328,97

R$322,41

R$301,22

R$330,73

R$387,78

R$259,65
Serviços Indústria Agropecuária Serviços Indústria Agropecuária 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018
20% 71% 9% 5% 79% 17%

Despesas municipais por função - 2018


Receita e Despesas Corrente - 2016-2018 (em milhões)
Outros 43,38%

Saúde 24,29%

Educação 22,83%
R$ 29,3
Transporte 4,52%
R$ 25,9

R$ 20,8 R$ 21,7 Legislativa 4,04%

Urbanismo 0,53%

Cultura 0,41%

Saneamento 0,01%

Desporto e Lazer 0,00%


2016 2018
Habitação 0,00%
Receita Corrente Despesa Corrente
Segurança Pública 0,00%

6
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -
Compras Governamentais

Compras do Poder Público Municipal - 2018 (R$)

Total adquirido 11.834.572

Adquirido no município 19,1%

Adquirido no município e de
19,1%
MPE

Compras do poder público municipal por tipo de aquisição - 2018 (R$)


Equipamentos e Material 1.356.176
0,5%
Permanente… 0,5%
Material de Consumo 3.076.707
25,9%
25,9%
Material, Bem ou Serviço 322.242
2,4%
para Distribuição Gratuita… 2,4%
Obras e Instalações 2.121.549
0,0%
0,0%
Outros Serviços de Terceiros 78.543
0,0%
- Pessoa Física… 0,0%
Outros Serviços de Terceiros 4.832.384
30,0%
- Pessoa Jurídica… 30,0%
Passagens e Despesas com 15.620
0,0%
Locomoção… 0,0%
31.350
Premiações Culturais,
2,2%
Artísticas, Científicas,… 2,2%

Total adquirido Adquirido no município Adquirido no município e de MPE

7
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -
Características Empresariais

Estabelecimentos por porte segundo faturamento - 2019 Receita média bruta e nº de empresas optantes pelo
Simples 2012 - 2015

Demais Portes 2 57.771 55.558


51.615
48.921

Pequena 3

Microempresa 56
52 52 59 56

2012 2013 2014 2015


Empreendedor Individual 82
Receita Bruta média Empresas

Distribuição das empresas do município por tempo de existência - 2018

60

44

34 34

9 5
6
5% 23% 18% 18% 31% 3% 3%
Empresas menos 1 Empresas 1 - 2 Empresas 3 - 5 Empresas 6 - 10 Empresas 11 - 20 Empresas 21 - 30 Empresas + 30
ano anos anos anos anos anos anos

8
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -
Características Agropecuárias
Análise das cinco principais culturas agrícolas do município em 2017

563
propriedades rurais
no município em 2017 15.509
hectares
100% plantados em
2017
de área colhida em
relação a plantada em 2017

R$ 50,8
Rebanho do município - comparação entre
2007 e 2017
milhões
14.300 valor da produção
Bovino
18.615 agrícola em 2017
460
Ovino
1.597
6.340
Galináceos
73.968 R$ 7.980
310
Equino
664

Suíno
940 R$ 3.272
1.305
R$ 3.348 R$ 3.120
8 rendimento médio
Bubalino
0
por hectare em 2017
0 R$ 1.030
Caprino R$ 850
17
0
Codornas Soja (em grão) Milho (em grão) Aveia (em grão) Trigo (em grão) Feijão (em grão)
0
2007 2017
Rendimento médio das cinco principais culturas do município por hectare em 2017

9
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Bloco II - Perfil Demográfico

População residente 2000 - 2018

2000 2018
80 anos ou mais 80 anos ou mais
75 a 79 anos 11,8% 11,1% 75 a 79 anos 17,5% 16,0%
70 a 74 anos 70 a 74 anos
65 a 69 anos 65 a 69 anos
60 a 64 anos 60 a 64 anos
55 a 59 anos 55 a 59 anos
50 a 54 anos 50 a 54 anos
45 a 49 anos 45 a 49 anos
61,3% 61,9% 66,4% 69,3%
40 a 44 anos 40 a 44 anos
35 a 39 anos 35 a 39 anos
30 a 34 anos 30 a 34 anos
25 a 29 anos 25 a 29 anos
20 a 24 anos 20 a 24 anos
15 a 19 anos 15 a 19 anos
10 a 14 anos 10 a 14 anos
5 a 9 anos 26,9% 27,0% 5 a 9 anos 16,1% 14,7%
0 a 4 anos 0 a 4 anos
150 100 50 0 50 100 150 150 100 50 0 50 100 150

Homens Mulheres Homens Mulheres

Características da população

Urbana
407

Homens Mulheres
1.151 1.022

Rural
1.433

2019 2018

10
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Indicadores Demográficos
Indicadores Demográficos - 2000-2018

Expectativa de vida ao nascer - anos Envelhecimento Razão de dependência


2018 16,0% 2018 47,6%
2010 75,1 2017 16,0% 2017 47,6%
2016 15,0%
2016 43,2%
2015 14,6%
2015 43,8%
2000 0,0 2014 13,7%
2014 42,5%
2013 12,9%
2010 12,4% 2013 48,3%

1991 67,4 2000 11,5% 2010 51,8%


1991 0,0% 2000 62,4%

Mortalidade infantil (por mil nascidos vivos) - 2000 - Evolução da população - 2000 - 2018
2015
2018 2.173
2015 0,0
2017 2.179
2014 41,7 2016 2.164

2013 40,0 2015 2.207

2012 0,0 2014 2.243

2013 2.130
2010 0,0
2010 2.130
2000 0,0
2000 2.401

Situação dos domicílios - 2019 População por condição de atividade - 2018


77,3% 67,7%
Rural População
565 potencialmente
domicílios ativa
1.472

22,7% 32,3%
Urbana População
166 dependente
domicílios
701
11
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Bloco III - Perfil Social

Índice de Desenvolvimento Socioeconômico - IDESE - 2016 Indicadores de Saúde

Educação
IDESE 0,75
0,72
Desenvolvimento
Socieconômico
244ª Recursos de assistência à saúde

Renda 0,66
posição no estado
Saúde 0,85 Médio Enfemeiros (2019) 2

Evolução do IDESE 2007 - 2016


Médicos (2019) 3
IDESE 2007 IDESE 2016
0,6896 0,7466

N° de Leitos (2019) 0

0,81 0,85 N° de Hospitais* (2019) 0


0,68 0,72 0,66
0,58

2007 2016
* A partir de 2019 a quantidade de hospitais foi somada a quantidade de prontos-socorros
Educação Renda Saúde

Indicadores de Renda

Nº de trabalhadores por faixa de remuneração média Índice Gini da Renda Familiar - 1991 - 2010 Renda domiciliar per capita - 1991 - 2010
(salários mínimos) - 2018
Mais de 20,00 0
GINI - RS
15,01 a 20,00 0 0,547
10,01 a 15,00 4 2010 R$ 398,86

7,01 a 10,00 11 0,539


5,01 a 7,00 24
4,01 a 5,00 30
2000 R$ 0,00
3,01 a 4,00 41
2,01 a 3,00 80
1,51 a 2,00 32
1,01 a 1,50 90
1991 R$ 0,00
0,51 a 1,00 14 0 0
Até 0,50 2
1991 2000 2010

12
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Indicadores de Educação

Escolaridade da população
(10 anos ou mais ) - 2010 Taxa de analfabetismo - 1991 - 2010
Sem instrução e
fundamental
2010 8,3%
97 incompleto
193 5% Fundamental
11% completo e médio
281 incompleto 2000 0,0%
15% Médio completo e
1.273 superior
69% incompleto
Superior completo 1991 0,0%

Taxa de desempenho escolar - Ensino Taxa de desempenho escolar - Ensino


Fundamental - 2018 Médio - 2018
1,00% 0,00%
9,60%
12,70%

89,40%
87,30%

Aprovação Reprovação Evasão Aprovação Reprovação Evasão

13
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Indicadores de Educação

Nº de alunos matriculados - matrícula inicial - 2018


Nº de Estabelecimentos de ensino - 2018

3 3
213

2
81

1 1 1
70
70

11
8
- - 0 - 0 - - 0 - - - 0 - - - 0 - 0
-
-

-
-

-
-
-

-
-
-

-
0

0
0

0
Ed.Infantil Ensino Ensino Médio Ed. Profissional Ed. Jovens Ed. Especial Ed.Infantil Ensino Ensino Médio Ed. Profissional Ed. Jovens Adultos Ed. Especial
Fundamental Adultos Fundamental

Estadual Federal Municipal Privada Estadual Federal Municipal Privada

Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - anos iniciais - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - anos finais -
2005 - 2017 2005 - 2017
4,7 4,7 4,6
7,0
3,9
5,9
5,6
4,9 3,0
4,4 4,4
3,9

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

2005 2007 2009 2011 2013 2015 2017 2005 2007 2009 2011 2013 2015 2017

Estadual Municipal Federal Estadual Municipal Federal

14
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Bloco IV - Infraestrutura

* Frota de veículos automotores - 2009 - 2019 ** Instituições financeiras - 2019 N° de consumidores de energia elétrica - 2010 - 2015
652

646 646 656


7 602 614
577
512 534 506
492 501
472
299

154

153

75

73
77

47

36

20

25
9

0
0
Automóvel Motocicleta Caminhonete Caminhão Ônibus Trator Rodas Outros
0 0

Cooperativas de Bancos Caixa Econômica


Crédito Comerciais Federal 2010 2011 2012 2013 2014 2015
Residencial Não Residencial

2009 2019

Principal(is) rodovia(s)
BRS-290 >> BRS-116 >> ERS-240 >> ERS-122 >> RSC-453 >> BRS-116 >> BRS-285 >> ERS-456

Situação dos Domicílios

Abastecimento de água - 2010 Telecomunicações - 2015 Esgotamento sanitário - 2010

Fossa Rudimentar 85,1%


Telefone público (2015) 9
Outra Forma 0,1% Vala 8,2%

Telefone fixo privado (2015) 105 Sem Banheiro ou Sanitário 3,1%


Poço ou Nascente 26,8% Fossa Séptica 2,6%
Acesso TV assinatura (2016) 49 Rede geral de esgoto ou pluvial 0,7%
Outro escoadouro 0,3%
Rede Geral 73,0% Conexão de Internet fixa
14
(2016) Rio, lago ou mar 0,1%

* Dados atualizados até fevereiro de 2019 ** Dados até janeiro de 2019

15
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Anexo
BLOCO I - PERFIL ECONÔMICO DESCRIÇÃO DOS TIPOS DE DESPESA DO POTENCIAL DE CONSUMO

COMPOSIÇÃO DO MERCADO ALIMENTAÇÃO FORA DO DOMICÍLIO


Número de empresas de acordo com a quantidade de funcionários em cada setor econômico. Fonte: MTE/RAIS. Refere-se aos gastos com alimentação fora do domicílio, compreendendo as despesas com refeições, lanches, cafés da
manhã, refrigerantes, cafezinhos, caldos, cervejas, chopes e outras bebidas alcoólicas. Fonte: IPC Marketing/ABEP.
SEGMENTOS COM MAIOR PARTICIPAÇÃO NO NÚMERO DE EMPRESAS
Número de empresas de acordo com o CNAE cadastrado junto a RAIS. Fonte: MTE/RAIS. ALIMENTAÇÃO NO DOMICÍLIO
Refere-se aos gastos com alimentação dentro do domicílio, compreendendo despesas com alimentos "in natura",
PARTICIPAÇÃO RELATIVA
industrializados, preparados e demais despesas de valores agregados como sacolão, varejão, etc. Fonte: IPC
Demonstra à importância de um segmento ou atividade econômica de uma determinada região representa em relação a
Marketing/ABEP.
unidade territorial maior. A participação varia de 0 a 1. Quanto mais próximo da unidade, maior a representatividade do
segmento selecionado. Fonte: Sebrae/RS.
ARTIGOS DE LIMPEZA
VALOR ADICIONADO BRUTO Refere-se aos gastos com artigos e produtos de limpeza do domicílio, como vassouras, rodos, recipientes para lixo,
Valor que a atividade acrescenta aos bens e serviços consumidos no seu processo produtivo. É a contribuição ao produto águas sanitárias, detergentes, sabões em pó, sabões em barra, desinfetantes, inseticidas, raticidas, ceras, lustra-
interno bruto pelas diversas atividades econômicas, obtida pela diferença entre o valor de produção e o consumo móveis, esponjas de aço, amaciantes, alvejantes e coadores de café (papel). Fonte: IPC Marketing/ABEP.
intermediário absorvido por essas atividades. No cálculo do valor adicionado os impostos são desconsiderados. E o setor de
serviços engloba o comércio. Fonte: IBGE. BEBIDAS
Refere-se aos gastos com bebidas e infusões dentro do domicílio, compreendendo as despesas com sucos artificiais,
VALOR ADICIONADO FISCAL cafés moídos e solúveis, mates, refrigerantes, cervejas, vinhos e outras bebidas alcoólicas. Fonte: IPC Marketing/ABEP.
É calculado pela Receita Estadual. Ele é obtido a partir da diferença entre as operações de saídas (vendas) e as de entradas
(compras) de mercadorias e serviços em todas as empresas localizadas no município. No caso das empresas do Simples CALÇADOS
Nacional, é feito um cálculo simplificado que considera como valor adicionado 32% sobre a receita bruta da empresa. Fonte: Refere-se a todos os gastos com sapatos masculinos, femininos e infantis, sandálias masculinas, femininas e infantis,
SEFAZ-RS - Receita Estadual – RS bolsas de mulher, guarda-chuva, bolsas, tênis e tênis infantis. Fonte: IPC Marketing/ABEP.

PRODUTO INTERNO BRUTO - PIB RECREAÇÃO E CULTURA


Bens e serviços finais produzidos no país durante um determinado período de tempo, descontadas as despesas com os
Refere-se aos gastos com brinquedos e jogos recreativos, aparelhos de celular e acessórios, fitas cassete e
insumos utilizados no processo de produção. É a medida do total do valor adicionado bruto gerado por todas as atividades
videocassete, CD-ROM, DVD, disquetes, mensalidades e taxas de clubes e academias, cinema, teatro, futebol e outras
econômicas, acrescida dos impostos líquidos de subsídios sobre produtos não incluídos na valoração da produção. Fonte:
diversões, artigos de caça, pesca e camping, artigos esportivos, jornais e revistas não técnicas. Fonte: IPC
IBGE.
Marketing/ABEP.
PRODUTO INTERNO BRUTO PER CAPITA – PIB PER CAPITA
É o resultado da divisão do valor PIB pelo número de habitantes da área em estudo. Fonte: IBGE. VIAGENS
Refere-se aos gastos com alimentação, hospedagem, passagens aéreas, de ônibus, despesas com combustível e
POTENCIAL DE CONSUMO excursão. Fonte: IPC Marketing/ABEP.
Representa a capacidade de consumo anual da população residente de uma localidade. O Índice aponta a participação
percentual de cada município no total de potencial de consumo do país ou região, ou seja, indica o quanto cada região ou ELETROELETRÔNICOS
localidade representa do mercado nacional em termos de capacidade de consumo. Fonte: IPC Marketing/ABEP. Refere-se aos gastos para aquisição de refrigeradores, máquinas de lavar roupas, fogões, condicionadores de ar,
máquinas de costura, enceradeiras, secadoras de roupas, ferros elétricos, liquidificadores, ventiladores, exaustores,
lâmpadas, pilhas, fornos elétricos, fornos de micro-ondas freezers, máquinas de lavar pratos, batedeiras,
CLASSE DE RENDIMENTO ozonizadores, aspiradores de pó, chuveiros elétricos, secadores de cabelos, processadores de alimentos, televisores,
Este trabalho adotou o Critério de Classificação Econômica Brasil, definido pela Associação Brasileira das Empresas de rádios, aparelhos de som acoplado, micro system, aparelhos de CD-ROM, aparelhos de DVD, home-theaters,
Pesquisa - ABEP, também utilizado na metodologia do Índice de Potencial de Consumo. O critério é exclusivamente de classes videocassetes, grill, aparelho de fax e microcomputadores.
econômicas, abandonando a pretensão de classificar a população em termos de classes sociais. O método permite estabelecer Fonte: IPC Marketing/ABEP.
um parâmetro confiável de renda familiar de cada classe, em termos de renda média familiar mensal. Os valores atualizados
pela IPC Marketing, com base em dados de 2008 a 2011, estão demonstrados 1 no quadro abaixo:

Classe A B1 B2 C1 C2 D/E
Renda média domiciliar mensal
(R$) 2018 23.345,00 10.386,00 5.363,00 2.965,00 1.691,00 708,00
Fonte: IPC Marketing/ABEP.

16
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Anexo
FUMO OUTRAS DESPESAS
Refere-se aos gastos com cigarros, charutos, fumo para cachimbo, fumo para cigarros e outros artigos para Refere-se aos gastos com cabeleireiros, manicuras, pedicuros, sapateiros, barbeiros, alfaiates, costureiras,
fumantes, como fósforos, isqueiros etc. relojoeiros, tinturarias, lavanderias, empregados domésticos, fotografias para documentação, cerimônias
Fonte: IPC Marketing/ABEP. familiares e práticas religiosas, serviços de cartórios e profissionais (advogados, despachantes, contadores),
jogos de azar e apostas, construção, reforma e manutenção de jazigos, aluguel de aparelhos e utilidades de
MEDICAMENTOS uso doméstico, alimentos e outros produtos para animais, flores, despesas de mudança, imposto de renda,
Refere-se aos gastos para aquisição de produtos farmacêuticos (éticos e OTC) e materiais para curativos.
imposto sobre serviços, contribuições trabalhistas à previdência social e associações de classe, pensão
Fonte: IPC Marketing/ABEP.
alimentícia, tarifas bancárias, justiça do trabalho, seguro de vida e demais despesas não detalhadas nas
categorias de consumo acima. Compreende ainda aquisição de imóveis, aumento do ativo e diminuição do
VEÍCULO PRÓPRIO
Refere-se aos gastos com gasolina, álcool, consertos de veículos, estacionamentos, óleos, acessórios/peças, passivo referente a pagamento de prestações de empréstimos, carnês e outros investimentos.
pneus, câmaras de ar e lubrificações/lavagens. Comprende, ainda, aquisição de veículos. Fonte: IPC Fonte: IPC Marketing/ABEP.
Marketing/ABEP.
PLANO DE SAÚDE/TRATAMENTO MÉDICO E DENTÁRIO
HIGIENE E CUIDADOS PESSOAIS Refere-se aos gastos com aquisição de bens e serviços relativos à saúde, como seguro-saúde, associações
Refere-se aos gastos com artigos de higiene e de beleza, compreendendo despesas com perfumes, cremes para de assistência, tratamentos dentários, hospitalização, cirurgias, exames de laboratório, consultas médicas,
a pele, papéis higiênicos, bronzeadores, artigos para maquiagem, sabonetes, produtos para o cabelo, produtos óculos e lentes, mensalidades de clínicas, eletro diagnósticos e asilos.
para a pele, produtos para a boca, esmaltes, bases de unha, acetona, desodorantes e absorventes higiênicos. Fonte: IPC Marketing/ABEP.
Fonte: IPC Marketing/ABEP.
JOIAS, BIJUTERIAS E ARMARINHOS
LIVROS E MATERIAL ESCOLAR Refere-se a todos os gastos com joias, bijuterias, relógios de pulso, tecidos e artigos de armarinho.
Refere-se aos gastos com artigos de educação e leitura, compreendendo livros, material didático, cadernos, Fonte: IPC Marketing/ABEP.
artigos de papelaria, revistas técnicas e outros livros (bolso, brochura).
Fonte: IPC Marketing/ABEP.
TRANSPORTES URBANOS
Refere-se aos gastos habituais com transporte urbano, compreendendo despesas com ônibus, táxi, trem,
HABITAÇÃO
Refere-se aos gastos das famílias com aluguel de moradia, imposto predial, condomínio, água e esgoto, energia
metrô, barca e transporte escolar.
elétrica, telefone fixo, telefone celular, tv por assinatura, gás encanado, taxa de lixo, serviços domésticos, gás de Fonte: IPC Marketing/ABEP.
botijão, lenha, dedetização, carvão vegetal, consertos de aparelhos domésticos, consertos de móveis e outros.
Fonte: IPC Marketing/ABEP. VESTUÁRIO CONFECCIONADO
Refere-se a todos os gastos com roupas confeccionadas para homens, mulheres e crianças, como calças
MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO compridas, agasalhos, ternos, saias, cuecas, lingeries, shorts/bermudas, camisas, camisetas, blusas, meias,
Refere-se aos gastos com materiais e mão-de-obra, para reforma de imóveis. roupas de dormir, vestidos, roupas de banho, uniformes, fraldas e roupas de bebê.
Fonte: IPC Marketing/ABEP. Fonte: IPC Marketing/ABEP.

EDUCAÇÃO VALOR ADICIONADO POR SETOR


Refere-se aos gastos com matrículas e mensalidades de cursos pré-escolar, ensino fundamental, ensino médio, Valor agregado por setor econômico do município, sem contar os tributos. O setor de serviços agrega o
ensino superior, cursos diversos e creche. setor do comércio.
Fonte: IPC Marketing/ABEP. Fonte: IBGE

MOBILIÁRIOS E ARTIGOS DO LAR


DESCRIÇÃO DOS INDICADORES DE FINANÇAS MUNICIPAIS
Refere-se aos gastos com aquisição de móveis, luminárias, adornos e enfeites, roupas de cama, mesa e banho,
colchões, redes, tapetes, cortinas, utensílios de copa e cozinha, artigos de plástico, mamadeiras, garrafas
térmicas, copos de vidro e outros utensílios. DESPESA CORRENTE
Fonte: IPC Marketing/ABEP. São despesas administrativas e operacionais da Administração Pública necessárias à manutenção e ao
funcionamento dos serviços públicos em geral, seja por meio da Administração Direta ou Indireta. As
despesas também estão estratificadas por função.
Fonte: SICONFI - Tesouro Nacional.

17
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Anexo
OBRAS E INSTALAÇÕES
RECEITA CORRENTE Tipo de aquisição referente a compra de serviços de obras, construções, e reformas (instalações diversas, benfeitorias
É constituída pelas receitas tributária, de contribuições, patrimonial, agropecuária, industrial, de serviços e outras e, em propriedades de terceiros, terraplanagens, estudos e projetos de obras, ampliações e demolições, etc). Fonte:
ainda, as provenientes de recursos financeiros recebidos de outras pessoas de direito público ou privado, quando TCE/RS.
destinadas a atender despesas classificáveis em Despesas Correntes. Fonte: SICONFI - Tesouro Nacional.
OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA
DESPESAS POR FUNÇÃO Tipo de aquisição referente a contratação de serviços prestados por pessoa física (autônomos, condomínios,
As despesas por função estão distribuídas de acordo com a descrição contábil normatizada pela Lei de estagiários, conferências, exposições e espetáculos, diárias pagas a pessoas físicas que não são funcionários da
Responsabilidade Fiscal e acompanhadas pelo SICONFI, e se referem ao descrito no rótulo da informação, exceto a prefeitura, direitos autorais, juros, locação de imóveis, etc). Fonte: TCE/RS.
rúbrica outros.
Fonte: SICONFI - Tesouro Nacional. OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA
Tipo de aquisição referente a contratação de serviços prestados por pessoa jurídica (administração, manutenção,
DESPESA POR FUNÇÃO: OUTROS ampliação, melhorias no sistema de esgoto, apresentação artística e cultura, armazenagem, assinaturas de periódicos e
É o valor somado de todas as outras despesas presentes no balança anual do município (DCA), entre elas estão os anuidades, associações, federações e confederações, cursos, hospedagens, alimentação, lavagem, locações de bens
gastos administrativos (salários de cargos de confiança e funções administrativas de carreira, capacitações, controle móveis, médicos, manutenção de bens móveis, imóveis e equipamentos, seguros, despesas de luz, água, energia e
interno, tecnologia da informação, material de expediente e insumos), judiciários, defesa nacional, relações exteriores, internet, coleta de lixo e resíduos, serviços de cartório, etc). Fonte: TCE/RS.
assistência social, gestão ambiental, ciência e tecnologia, organização agrária, refinanciamento de dívidas, taxas, multas
e comunicações. Fonte: SICONFI - Tesouro Nacional. PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO
Tipo de aquisição referente a compra de passagem para embarque em meios de transportes diversos (passagens
COMPRAS GOVERNAMENTAIS áereas, rodoviárias ou hidroviárias, em âmbito municipal, estadual, nacional ou internacional, para servidores ou não
servidores, despesas diversas com locomoção, garagem e estacionamento, locação de meios de transporte, etc). Fonte:
TOTAL DAS COMPRAS GOVERNAMENTAIS TCE/RS.
O valor das Compras Governamentais corresponde ao total adquirido pela administração pública municipal (Prefeitura,
Camara de Vereadores, Empresas Públicas Municipais, etc). PREMIAÇÕES CULTURAIS, ARTÍSTICAS, CIENTÍFICAS, DESPORTIVAS
O Valor adquirido de Micro e Pequenas Empresas leva em consideração o CNPJ das empresas fornecedoras, o Tipo de aquisição referente a compra de artigos destinados a premiações ou pagamentos (placas, medalhas, troféus,
respectivo valor adjudicado e o faturamento das mesmas para fins de enquadramento. Bem como o valor adquirido de pagamentos de premiação em dinheiro, compra de bens ou serviços destinados a premiações, etc.). Fonte: TCE/RS.
empresas locais leva em consideração o endereço do CNPJ da fornecedora, sendo que este deve ser no município em
questão. Fonte: TCE/RS. ESTABELECIMENTOS POR PORTE (FATURAMENTO)
Número absoluto de empresas no município de acordo com o enquadramento do faturamento anual. Fonte: Receita
EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE Federal do Brasil.
Tipo de aquisição referente a compra de máquinário, equipamentos e utensílios (aparelhos e equipamentos médicos,
hospitalares, odontológicos e laboratoriais, aparelhos de medição, de comunicação, utensílios domésticos, TEMPO DE EXISTÊNCIA
armamentos, equipamentos de informática, de proteção, segurança e socorro, processamento de dados, utensílios Número absoluto de empresas no município de acordo com a data de constituição das mesmas. Fonte: Receita Federal
hidráulicos e elétricos, equipamentos de aúdio, vídeo e foto, equipamentos agríciolas e rodoviários, mobílias, veículos, do Brasil.
etc). Fonte: TCE/RS.
RECEITA MÉDIA BRUTA
MATERIAL DE CONSUMO Total de receitas provenientes da venda de mercadorias ou de uma prestação de serviços dividido pelo número de
Tipo de aquisição referente a compra de materiais de utilização diária e insumos (ração animal, software de base, empresas optantes pelo Simples. Fonte: SEFAZ-RS - Receita Estadual – RS
bandereias, materiais de uso médico, peças, combustíveis, lubrificantes automotivos, explosivos e munições,
ferramentas, medicamentos, itens de cama, mesa, banho, copa e cozinha, conservação e limpeza urbana, materiais de EMPRESAS OPTANTES PELO SIMPLES
higiente, de limpeza, de expediente, uniformes, etc). Fonte: TCE/RS. Empresas que optaram pelo regime tributário do Simples Nacional. O Simples Nacional é um regime compartilhado de
arrecadação que contempla empresas com receita bruta anual de até R$ 4,8 milhões. Fonte: Receita Federal do Brasil
MATERIAL, BEM OU SERVIÇO PARA DISTRIBUIÇÃO GRATUITA
Tipo de aquisição referente a compra de materiais distribuidos a população gratuitamente (material educativo e POPRIEDADES RURAIS
cultura, brindes, broches, folhetos, itens gráficos, itens de divulgação, mercadorias para doação, como cestas básicas, Número absoluto de propriedades rurais conforme último Censo. Fonte: Censo Agropecuário 2017 - lBGE
roupas, telhas, etc). Fonte: TCE/RS.

18
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Anexo
ÁREA COLHIDA EM RELAÇÃO A PLANTADA ENVELHECIMENTO
Área colhida é toda a terra destinada a lavouras temporárias e permanentes em que houve colheita no ano da pesquisa e área Razão entre a população de 65 anos ou mais e a população total, multiplicado por 100. Fonte: FEE-RS e Sebrae/RS.
plantada refere-se a toda a terra destinada a lavouras temporárias e permanentes em que houve cultivo no ano da pesquisa. A
relação entre as duas é obtida pela divisão da área colhida pela área plantada. Fonte: Censo Agropecuário 2017 - IBGE RAZÃO DE DEPENDÊNCIA
Participação da população dependente, considerada inativa ( 0 a 14 anos e 65 anos e mais de idade) sobre a população
ÁREA PLANTADA potencialmente ativa (15 a 64 anos de idade).
Área plantada refere-se a toda a terra destinada a lavouras temporárias e permanentes em que houve cultivo no ano da pesquisa. Fonte: FEE-RS e Sebrae/RS.
Fonte: Censo Agropecuário 2017 - IBGE
MORTALIDADE INFANTIL
VALOR DA PRODUÇÃO Número de crianças falecidas, até um ano de idade, a cada 1000 nascimentos durante determinado ano e local. Fonte:
Valor de toda a produção agrícola no município no ano da pesquisa. Fonte: Censo Agropecuário 2017 - IBGE FEE-RS e IBGE.

PRINCIPAIS CULTURAS AGRÍCOLAS EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO


Cinco principais culturas agrícolas, sendo o critério metodológico de maior valor de produção no ano da pesquisa. Fonte: Censo População residente no município em números absolutos, de acordo com o Censo e estimativas realizadas pela FEE.
Agropecuário 2017 - IBGE Fonte: FEE-RS e IBGE.

RENDIMENTO MÉDIO POR HECTARE DOMICÍLIO


Informação obtida dividindo o valor de toda a produção agrícola no município no ano da pesquisa pela quantidade de hectares Moradia de uma pessoa ou de um grupo de pessoas, onde o relacionamento é ditado por laços de parentesco,
colhidos. Fonte: Censo Agropecuário 2017 - IBGE dependência doméstica ou normas de convivência. O domicílio particular é classificado como permanente quando
localizado em unidade que se destina a servir de moradia (casa, apartamento e cômodo). Fonte: FEE-RS e IBGE.
REBANHO DO MUNICÍPIO
Contagem absoluta dos oito principais rebanhos, de acordo metodologia IBGE aplicada a todo BR, sendo avaliada a variação dos POPULAÇÃO POTENCIALMENTE ATIVA
rebanhos de mesma espécie ao longo de uma década. É aquela parcela da população considerada potencialmente produtiva entre 15 e 64 anos de idade. Fonte: FEE-RS e
Fonte: Censo Agropecuário 2017 - IBGE Sebrae/RS.

BLOCO II - PERFIL DEMOGRÁFICO POPULAÇÃO DEPENDENTE


É aquela parcela da população considerada economicamente dependente (os menores de 15 anos e os de 65 anos ou
POPULAÇÃO RESIDENTE mais). Fonte: FEE-RS e Sebrae/RS.
Número absoluto de habitantes no município, segundo estimativas do Departamento de Economia e Estatística no ano mais recente
e pelo Censo no ano de 2000, distribuido por faixas etárias e gênero. BLOCO III - PERFIL SOCIAL
Fonte: Departamento de Economia e Estatística - DEE/ Secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão.
ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO - IDESE
CARACTERÍSTICAS DA POPULAÇÃO É o indicador-síntese que tem o propósito de mensurar o nível de desenvolvimento dos municípios do Rio Grande do
Sul. O IDESE é composto por 12 indicadores, divididos em três blocos: Educação, Renda e Saúde. O IDESE é classificado
LOCAL DE DOMICÍLIO da seguinte forma: alto (acima de 0,800), médio (entre 0,500 e 0,799) e baixo (abaixo de 0,499). Fonte: FEE - RS.
Número absoluto de habitantes por localização do domicílio no município.
Fonte: Departamento de Economia e Estatística - DEE/ Secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão. RECURSOS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE
Apresenta o quantitativo de profissionais, número de hospitais e nº de leitos disponíveis no território, contidos no
GÊNERO Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde do Brasil – CNES.
Número absoluto de homens e mulheres no município, segundo estimativas do DEE/ Secretária de Planejamento, Orçamento e Fonte: Ministério da Saúde - Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde do Brasil - CNES.
Gestão.
Fonte: Departamento de Economia e Estatística - DEE/ Secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão. REMUNERAÇÃO MÉDIA
É a divisão da remuneração mensal pelo salário mínimo correspondente a um respectivo mês, em seguida soma-se cada
EXPECTATIVA DE VIDA AO NASCER valor encontrado e divide-se o resultado pelo número de meses trabalhados durante o ano-base.
Número médio de anos que um recém-nascido esperaria viver se estivesse sujeito a uma lei de mortalidade. Fonte: MTE/RAIS.
Fonte: Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil - PNUD.

19
Data de fundação do município 16/04/1996
Área Km² (2010) 438,0 0,16% do RS
Perfil das Cidades Gaúchas - Pinhal da Serra População (2018) 2.173 0,02% do RS
PIB R$(2016) 384.600.000 0,09% do RS
Distância Capital 319 -

Anexo
FAIXA DE REMUNERAÇÃO MÉDIA BLOCO IV INFRAESTRTURA
É a faixa de remuneração média mensal do trabalhador, em intervalos de salários mínimos. Fonte: MTE/RAIS.
FROTA DE VEÍCULOS
ÍNDICE DE GINI É o quantitativo de veículos automotores.
É um indicador que mede o grau de concentração de renda em determinado grupo. Ele aponta a diferença entre os Fonte: DENATRAN - Sistema Nacional de Estatística de Trânsito/SINET.
rendimentos dos mais pobres e dos mais ricos. Mede o grau de concentração de uma distribuição, cujo valor varia de
zero (perfeita igualdade) até um (a desigualdade máxima). Fonte: IBGE. INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS
Fonte: FEE-RS e BACEN.
RENDA DOMICILIAR PER CAPITA
É o somatório da renda individual dos moradores do mesmo domicílio. A Renda domiciliar per capita é calculada CONSUMIDORES DE ENERGIA ELÉTRICA
dividindo-se o total de renda pelo número de moradores de uma residência. Fonte: IBGE. A quantidade de consumidores residencial e não residencial de energia elétrica no território.
Fonte: FEE-RS.
ESCOLARIDADE DA POPULAÇÃO
Escolaridade declarada da população com 10 anos ou mais. Fonte: IBGE. ABASTECIMENTO DE ÁGUA
A variável apresenta a situação dos domicílios por tipo de acesso a água.
TAXA DE ANALFABETISMO Fonte: FEE-RS.
É o percentual das pessoas analfabetas(*) de um grupo etário, em relação ao total de pessoas do mesmo grupo etário.
(*) Analfabeta - pessoa que não sabe ler e escrever um bilhete simples no idioma que conhece. Fonte: IBGE. TELECOMUNICAÇÕES
Fonte: FEE-RS e ANATEL.
ALUNOS MATRICULADOS
Número de alunos matriculados em cada esfera da educação regular até o ensino médio, incluindo educação ESGOTAMENTO SANITÁRIO
profissional e especial. Fonte: MEC/INEP - Censo Escolar da Educação Básica. A variável apresenta a situação dos domicílios por tipo de esgoto sanitário.
Fonte: FEE-RS.
ESTABELECIMENTOS DE ENSINO
Número de estabelecimentos em cada esfera da educação regular até o ensino médio, incluindo educação profissional CABEÇALHO
e especial. Fonte: MEC/INEP - Censo Escolar da Educação Básica.
DATA DE FUNDAÇÃO DO MUNICÍPIO
TAXA DE DESEMPENHO ESCOLAR Data de emancipação/fundação do município de acordo com o meio legal que o tenha instituído.
É o percentual de alunos aprovados, reprovados e evadidos do total de alunos matriculados nas esferas estadual, Fonte: FAMURS
municipal e privada.
Fonte: Secretaria da Educação do Estado do Rio Grande do Sul - MEC/INEP - Censo Escolar da Educação Básica. ÁREA
Dimensão oficial do município em quilômetros quadrados.
IDEB - ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA Fonte: IBGE
Mensura o desempenho do sistema educacional brasileiro a partir da combinação entre a proficiência obtida pelos
estudantes em avaliações externas de larga escala (Prova Brasil e Saeb) e a taxa de aprovação, indicador que tem DISTÂNCIA CAPITAL
influência na eficiência do fluxo escolar, ou seja, na progressão dos estudantes entre etapas/anos. Fonte: INEP – Distância oficial dos municípios até a capital do estado por meio das vias terrestres mais próximas.
Ministério da Educação Fonte: DAER-RS

20