Você está na página 1de 13

Eis Que Veio o Senhor (entrada)

D D7 G A D
Eis que veio o Senhor dos senhores em suas mãos, o poder e a realeza 2X

Bm Em A D
1-Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus vossa justiça ao descendente
D Bm Em A
da realeza! Com justiça Ele governe o vosso povo com equidade
D
Ele julgue os vossos pobres.

Bm Em A
2-Os reis de Társis e das ilhas hão de vir e oferecer-lhes seus presentes
D Bm Em
e seus dons e também os reis de Seba e de Sabá
A D
Hão de trazer-lhe oferendas e tributos.

Bm Em
3-Libertará indigente que suplica
A D
E o pobre ao qual ninguém quer ajudar
Bm Em
Todos os povos serão nele abençoados
A D
Todas as gentes cantarão o seu louvor!
Senhor tende Piedade

D G A D
Senhor Tende piedade e perdoa a nossas culpas
G A7 D G A D
E perdoai a nossa culpa, porque nós somos vosso po.....vo ,
Bm Em A D
Que vem pedir vosso perdão.
D G A D
Cristo tende piedade e perdoai a nossa culpa.
G A D D7
E perdoai a nossa culpa.
G A D Bm Em A D
Porque nós somos vosso povo que vem pedir perdão.
Glória

C Am Em F C G7
GLÓRIA, GLÓRIA! ANJOS DO CÉU CANTAM TODOS SEU AMOR!
C Am Em F G7 C
E NA TERRA, HOMENS DE PAZ DEUS MERECE OLOUVOR

E Am D G7 (G F#)
DEUS E PAI, NÓS VOS LOUVAMOS ADORAMOS, BENDIZEMOS,
F Fm C Am D G7
DAMOS GLÓRIA AO VOSSO NOME, VOSSOS DONS AGRADECEMOS!

E Am D G7 (G F#)
SENHOR NOSSO, JESUS CRISTO, UNIGÊNITO DE DEUS PAI,
F Fm C Am D G7
VÓS DE DEUS CORDEIRO SANTO, NOSSAS CULPAS PERDOAI!

E Am D G7 (G F#)
VÓS QUE ESTAIS JUNTO DO PAI, COMO NOSSO INTERCESSOR,
F Fm C Am D G7
ACOLHEI NOSSO PEDIDOS, ATENDEI NOSSO CLAMOR!

E Am D G7 (G F#)
VÓS SOMENTE SOIS O SANTO, O ALTISSÍMO, O SENHOR,
F Fm C Am D G7
COM O ESPIRITO DIVINO, DE DEUS PAI NO ESPLENDOR!
Aclamação ao Evangelho

D C D Bm G Em A D
CANTAI AO SENHOR UM CANTO NOVO. CANTAI AO SENHOR Ó TERRA INTEIRA

Em A D
DAÍ AO SENHOR, Ó FAMÍLIA DAS NAÇÕES
Bm7 Em A
DAÍ AO SENHOR O PODER E TODA GLÓRIA
Em G A D
DAÍ AO SENHOR TODA GLÓRIA DO SEU NOME!

Em A D
OFERECEI UM SACRIFÍCIO NOS SEUS ÁTRIOS
Em A D
ADORAI-O NO ESPLENDOR DA SANTIDADE
Em G A D
TERRA INTEIRA, ESTREMECEI DIANTE DELE!

Em A D
PUBLICAI ENTRE AS NAÇÕES: REINA O SENHOR
Em A D
ELE FIRMOU O UNIVERSO INABALÁVEL
Em G A D
E OS POVOS ELE JULGA COM JUSTIÇA.
Pão e Vinho Apresentamos Com Louvor

D A G A
Pão e vinho apresentamos com louvor e pedimos no teu reino vem
D
senhor (2X)

A7 D Bm Em A7 D
Pão e vinho repartidos entre irmãos são o laço da unidade do teu povo
G A7 D Em A7
Nossas vidas são também pequenos grãos, que contigo vão formar
D
o homem novo.

A7 D Bm Em A7 D D7
Eis aqui a nossa luta dia a dia, pra ganhar com o trabalho nosso pão
G A7 D Bm Em A7 D
mas tu és o alimento da alegria que dos pobres fortalece o coração

A7 D Bm Em A7
Vem, Senhor, vem caminhar à nossa frente. Vem conosco toda a terra
D D7 G A7 D Bm
transformar; e no mundo libertado e transparente,
Em A7 D
os irmãos à mesma mesa vão sentar.
Eu te peço desta agua que tu tens (final )

G D7
Eu te peço desta água que tu tens és água viva meu senhor

Tenho sede tenho fome de amor


G
E acredito nesta fonte de onde vens

Vens de Deus estás em Deus também és Deus


D7
E Deus contigo faz um só

Eu, porém, que vim da terra e volto ao pó


G
Quero viver eternamente ao lado teu.

G D7 G
És água viva, és vida nova
D7 G
E todo dia me batizas outra vez

D7 G
Me fazes renascer, me fazes reviver
D7 G
E eu quero água desta fonte de onde vens
Eis Que Veio o Senhor (entrada)

Eis que veio o Senhor dos senhores


Em suas mãos, o poder e a realeza 2X

1-Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus


Vossa justiça ao descendente da realeza!
Com justiça Ele governe o vosso povo
Com equidade Ele julgue os vossos pobres
2-Os reis de Társis e das ilhas hão de vir
E oferecer-lhes seus presentes e seus dons
E também os reis de Seba e de Sabá
Hão de trazer-lhe oferendas e tributos
3-Libertará indigente que suplica
E o pobre ao qual ninguém quer ajudar
Todos os povos serão nele abençoados
Todas as gentes cantarão o seu louvor!

Senhor tende Piedade

Senhor Tende piedade e perdoa a nossas culpas


E perdoai a nossa culpa, porque nós somos vosso povo
Que vem pedir vosso perdão.

Cristo tende piedade e perdoai a nossa culpa.


E perdoai a nossa culpa.
Porque nós somos vosso povo que vem pedir perdão.
Glória, glória, anjos no céu

Glória, glória! Anjos no céu cantam todo seu amor!


E na Terra, homens de paz: Deus merece o louvor!
1.Deus e pai, nós vos louvamos
adoramos, bendizemos,
damos glória ao vosso nome,
vossos dons agradecemos!
2. Senhor nosso, Jesus Cristo,
unigênito do Pai,
Vós de Deus cordeiro santo,
nossas culpas perdoai!
3. Vós que estais junto do pai,
como nosso intercessor,
acolhei nossos pedidos,
atendei nosso clamor!
4, Vós somente sois o Santo,
o Altíssimo, o Senhor,
com o Espirito Divino,
de Deus pai no esplendor.
Cantai ao Senhor um canto novo Aclamação

Cantai ao Senhor um canto novo!


Cantai ao Senhor, ó terra inteira!

1. Dai ao Senhor, ó família das nações,


dai ao Senhor o poder e toda glória,
dai ao Senhor toda glória do seu nome!
2. Oferecei um sacrifício nos seus átrios,
adorai-o no esplendor da santidade,
terra inteira, estremecei diante dele!
3. Publicai entre as nações: "Reina o Senhor!"
Ele firmou o universo inabalável
e os povos ele julga com justiça
Pão e vinho apresentamos com louvor- ofertorio

Pão e vinho apresentamos com louvor.


E pedimos: o teu Reino! Vem, Senhor! (Bis)

1. Pão e vinho, repartidos entre irmãos,


são o laço da unidade do teu povo.
Nossas vidas são também pequenos grãos,
que contigo vão formar o homem novo.

2. Eis aqui a nossa luta, dia-a-dia,


pra ganhar com o trabalho nosso pão.
Mas tu és o alimento da alegria,
Que dos pobres fortalece o coração.

3. Vem, Senhor, vem caminhar à nossa frente.


vem conosco toda a terra transformar
E no mundo libertado e transparente,
os irmãos à mesma mesa vão sentar.
Vejam Eu Andei Pelas Vilas - Comunhão

Vejam: Eu andei pelas vilas, apontei as saídas como o Pai me pediu


Portas eu cheguei para abri-las, eu curei as feridas como nunca se viu

Por onde formos também nós que brilhe a tua luz


Fala, Senhor, na nossa voz, em nossa vida
Nosso caminho então conduz, queremos ser assim
Que o pão da vida nos revigore em nosso sim
01-Vejam: Fiz de novo a leitura das raízes da vida que meu Pai vê melhor
Luzes acendi com brandura, para a ovelha perdida não medi meu suor
02-Vejam: Procurei bem aqueles que ninguém procurava e falei de meu Pai
Pobres, a esperança que é deles eu não quis ser escravo de um poder que retrai
03-Vejam: Semeei consciência nos caminhos do povo, pois o Pai quer assim
Tramas, enfrentei prepotência dos que temem o novo, qual perigo sem fim
04-Vejam: Eu quebrei as algemas, levantei os caídos, do meu Pai fui as mãos
Laços, recusei os esquemas, Eu não quero oprimidos, quero um povo de irmãos

05-Vejam: Procurei ser bem claro; o meu reino é diverso, não precisa de Rei
Tronos, outro jeito mais raro de juntar os dispersos o meu Pai tem por lei

06-Vejam: Do meu Pai a vontade eu cumpri passo a passo, foi pra isso que eu vim
Dores, enfrentei a maldade, mesmo frente ao fracasso eu mantive meu sim

07-Vejam, fui além das fronteiras, espalhei boa-nova: Todos filhos de Deus Vida, não
se deixe nas beiras, quem quiser maior prova venha ser um dos meus
Eu te peço desta agua que tu tens (final )

Eu te peço desta água que Tu tens


É água viva, meu Senhor
Tenho sede, tenho fome de amor
E acredito nesta fonte de onde vens

Vem de Deus, está em Deus, também é Deus


E Deus contigo faz um só
Eu, porém, que vim da terra e volto ao pó
Quero viver eternamente ao lado teu

És água viva, és vida nova


E todo dia me batizas outra vez
Me fazes renascer, me fazes reviver
Eu quero a água desta fonte de onde vens