Você está na página 1de 8

PROJETO DE LEITURA

E ESCRITA

Era uma vez....


E conte outra vez.
CARACTERIZAÇÃO DO PROJETO

TEMA; PROJETO DE LEITURA E ESCRITA.

Era uma vez...

E conte outra vez.

INSTITUIÇÃO Escola Estadual Lino Villachá

Coordenadoras: Dilamar Aparecida Lopes do Rego, Íris Helena Teixeira da Cunha,


Maria L

Publico Alvo; Alunos do 2º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio

Colaboradores: Docentes do Ensino Fundamental e Médio, Coordenação Pedagógica e


Direção;

Duração:Maio a Outubro de 2013.


Justificativa

Tendo em vista que um dos principais problemas na Educação é a dificuldade


que os educandos têm na leitura, interpretação e produção de textos, a coordenação
junto com os professores pensou num projeto diferenciado.
Diante das dificuldades encontradas, pensamos no trabalho interdisciplinar, onde
há necessidade de entendimento e compreensão das diversas formas de linguagens
adotadas pelos docentes, pois os mesmos vêm adotando o uso das mídias como uma das
formas diferenciadas da prática pedagógica.
Esse é um dos múltiplos desafios a ser enfrentado pela escola, de fazer com que
os alunos aprendam a ler corretamente. Isto é, a aquisição da leitura é imprescindível
para que possam agir com autonomia na sociedade letrada.
O presente projeto tem como meta desenvolver o hábito de ler e contar histórias no
âmbito escolar. Pois a escola tem a responsabilidade maior na formação de leitores, e
os envolvidos com a educação das crianças e adolescentes precisam estar cientes de seu
papel, levando–os adiante o prazer de ler, o gosto pela fantasia, incentivando o potencial
imaginário e criativo do aluno. É através da literatura que o aluno desenvolve sua
potencialidade, desperta sua curiosidade e favorece o desenvolvimento da sua
personalidade. É de fundamental importância introduzir o livro de literatura desde cedo,
despertando o gosto literário.
A literatura infantil dirige a criança e os adolescentes para a descoberta de sua
própria identidade e também sugere as experiências que são necessárias para
desenvolverem o seu caráter. Como nem todos os nossos desejos podem ser satisfeitos,
através da realidade, a leitura assume esse papel; além de ser estímulo para leituras mais
profundas com o passar do tempo. Contribui para a formação do pensamento crítico e
atua como instrumento de reflexão.
OBJETIVOS:

GERAL.

- O objetivo geral consiste em desenvolver atividades de incentivo à leitura na


biblioteca escolar na sala de aula e despertar o interesse e o gosto pela leitura,
ampliando assim o universo lingüístico do aluno. Desenvolver habilidades das diversas
formas de leitura, interpretação, escrita e produção textual, criatividade, desenvoltura
oral e a responsabilidade em cumprir os prazos. Ser um leitor competente, é saber valer-
se desse objeto de cultura dentro e fora do lar, da escola, da biblioteca, dos demais
espaços de leitura. Tal comportamento inclui desde o contato material com o livro e seu
manuseio até a descoberta dos sentidos mais profundos, como seções de jornais e
revistas, periódicos, cartazes, feiras, palestras, etc.

ESPECÍFICOS

Obter informações sobre as atividades desenvolvidas na promoção da leitura nas


escolas, pelas bibliotecas escolares e professores;
· Realizar a hora da leitura e do conto nas turmas de Ensino Fundamental e Ensino
Médio
. Estimular o aluno a procurar os livros que mais lhes chamam a atenção;
. Criar o hábito de leitura, de produção textual e dramatizar os textos contados e
recontados;
Demonstrar aos professores e alunos as possibilidades dos acervos organizados em
bibliotecas no processo de ensino-aprendizagem,afim de estimulá-los ao
desenvolvimento do hábito de leitura e da pesquisa
Proporcionar aos participantes do projeto (alunos, professores e bibliotecários da
escola,) a oportunidade de desenvolver experiências referentes à promoção da leitura
através de atividades pedagógicas, integrando teoria e prática;
· Diversificar os meios de incentivo à leitura, utilizando jogos, sucatas e dramatização;
· Conscientizar alunos, professores e educadores do seu papel na formação da
biblioteca escolar.
Desenvolver estratégias que sensibilize o aluno para a importância da leitura e
escrita no cotidiano.
Incentivar a prática da leitura extra-sala de aula, pelo uso de diferentes títulos e
autores.
Despertar habilidades de ler, interpretar e expressar nas diferentes áreas de
conhecimento.
Desenvolver noções que facilitem a sua desenvoltura na apresentação/exposição
de suas idéias.
Ensinar noções de responsabilidade e zelo.
METODOLOGIA

O Projeto será desenvolvido a partir do 2º bimestre, com atividades


diferenciadas: do 2ºano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio será
trabalhado como forma de despertar a curiosidade e o prazer pela leitura, incentivando
ao registro no caderno e aprendendo a ter responsabilidade no cuidado dos materiais e
com o prazo de entrega . Parceria realizada com o auxílio da família dos alunos do
Ensino Fundamental.
Na sala de aula, cada turma tem um dia programado na biblioteca, para retirar o
livro, levar para casa e devolver no dia estipulado. Os registros serão organizados por
cada docente, conforme o grau de desenvolvimento da turma.
Do 6ºano do Ensino Fundamental ao 3ºano do ensino médio serão utilizados um
baú e/ou uma caixa com os livros infanto-juvenis separados por ano e outro baú com
jornais e revistas e será trabalhado de forma interdisciplinar.
No decorrer do semestre, a coordenação pedagógica junto com a direção da
escola, irá fornecer uma Formação Continuada com um (a) profissional na área para
ampliar o conhecimento e auxiliar nas diversas formas de execução do Projeto de
Leitura e Escrita.
No encerramento do Projeto a escola pretende fazer apresentações na Unidade
Escolar.
É importante ter diversos tipos de textos (fábulas, jornalísticos, crônicas, científicos,
bulas, publicitários, parlendas, adivinhas, cantigas, trava-línguas etc.), assim como diferentes
fontes (livros, revistas, jornais, periódicos, gibis etc.)., Neste sentido propomos atividades que
abordaremos no processo deste projeto.
Baú de histórias, com vários livros para serem lidos, trocados, contados, desenhados,
reescritos;
Contar a vida do autor e aproveitar para explicar como se faz uma biografia;
Criar suspense antes de contar a história, explorar a capa do livro, suas ilustrações,
título;
Contar uma história e pedir a turma em grupos para que reescrevam
Recontar a história com fantoches; com o uso de "microfone" de fantasia;
Caracterizar personagens ( bom momento para identificar valores humanos);
Analisar o assunto principal da história;
Desenhar, recortar, colar, montar cenas da história e produzir textos;
Cantar, recitar, músicas e poemas relacionados à história;
Contar a história e não dizer o fim, pedir aos alunos que em grupo, organizem um fim
para a história, contar para todos;
Contar a história retirada de um livro, mostrar também em CD/DVD ainda em vídeo.
Traçar comparações e ao final ilustrar ou montar um livro;
Teatro de fantoches, teatro de sombras, teatro de palitoche (com materiais recicláveis) e
dramatizações;
Seleção de obras, poesias, poemas, contos, advinhas, anedotas, jograis,
parodias, cordel sarau, revistas, notícias, textos, gráficos, mapas, Google
Elaboração de um jornal (jornal da escola);
Rodas de leituras e peças teatrais;
Uso de músicas, cantigas de rodas, brincadeiras;
Reescritas de fábulas e outros textos , relatórios de livros e filmes;
Pesquisas de temas variados com uso de livros e internet (de acordo com a área de
conhecimento);
Provinha e Prova Brasil;
Olimpíadas de Matemática; e de Língua Portuguesa.
Divulgação de autores dos livros trabalhados;
Dramatização de histórias infanto-juvenil;
Criação de histórias apoiadas em imagens;
Criação de histórias em quadrinhos;

METAS

Estimular o gosto pela leitura propiciando uma escrita correta bem como um
entendimento adequado daquilo que se lê;
.Buscar na leitura um instrumento eficaz para o desenvolvimento satisfatório em
todas as áreas do conhecimento, trazendo benefícios positivos nas avaliações
externas favorecendo uma elevação do índice de desempenho da nossa escola
em língua Portuguesa e Matemática.
RECURSOS

- Professores, bibliotecários e alunos;


- Livros de literatura;
- Jornais;
- Revistas;
- CD/DVD
- Textos publicitários;
- Poesias;
- Canetas e papeis sulfites;
- fantoches
- Canetas coloridas;
- Baú ou malas para guardar os livros de literaturas.
- Sala de Tecnologia
- Sala de Video
Biblioteca
Fantasias de personagens literários.

CRONOGRAMA

Meses Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro

Elaboração do Projeto x

Desenvolvimento do x x X x x
Projeto
Culminância x

AVALIAÇÃO:

A avaliação se dará de forma contínua através da participação nas discussões


dos conteúdos em sala de aula e extra-classe, do comprometimento com as
tarefas assumidas, socialização, interesse e envolvimento na execução e
conclusão das atividades propostas.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ABRAMOVICH, F. Literatura infantil: gostosuras e bobices. 4.ed. São Paulo:

Scipione, 1994.

ABRINQ. Projeto Biblioteca Viva: a mediação de leitura e as crianças. São Paulo, 1999..

COELHO, B. Contar histórias; uma arte sem idade. 2.ed. São Paulo : Ática, 1989.

Você também pode gostar