Você está na página 1de 4

Jesus ainda se importa

São José dos Campos, 14 de novembro de 2010

TEXTO:
- Marcos 4.35 Naquele dia, ao anoitecer, disse ele aos seus discípulos:
“Vamos para o outro lado”.
- Marcos 5.1 Eles atravessaram o mar e foram para a região dos gerasenos.

INTRODUÇÃO:
As expectativas do ser humano faz com que ele tenha algumas idéias erradas
de Deus. Às vezes se decepciona com Deus.
Se desesperam por não ter seus pedidos atendidos / alguma tragédia
acometida / decepção no casamento / família / etc...
Imaginam que Deus está distante / longe...

Porém a bíblia diz que Deus está perto daqueles que o invocam em verdade
(imploram, clamam...)

TRANSIÇÃO:
A Bíblia é precisa nos seus mínimos detalhes. Nunca se adianta nem atrasa. E
acima de tudo é simples...
Adendos não são necessários. Jesus afirma:
“Até que o céu e a terra passem, nem um `i` nem um `til`jamais passará
da lei”.
“Se alguém lhe acrescentar algo, Deus lhe
acrescentará as pragas descritas neste livro.
Se alguém tirar alguma palavra deste livro de profecia, Deus tirará dele a
sua parte na árvore da vida e na cidade santa, que são descritas neste livro.”
Ap 22.18,19

Com isso em mente entendemos:

1. A cronologia foi preparada pelo Espírito Santo


 Deus, nunca agiu fora do tempo.
 Jesus não fez sinais fora de hora. Cada passo, ..., ...tinha uma razão de
ser.
 Quem não entende isso está arriscado a cair em momentos de desespero
e angustia. Pode ficar envolvido pelo sentimento de abandono e de
esquecimento.
 Final de Ano: profecias “adivinhatórias”, pessoas correm atrás de
descobrir o futuro.
 Quer conhecer o amanhã? Leia a Bíblia!

1
2. “Naquele dia, ao anoitecer, disse ele aos seus discípulos: Vamos
para o outro lado” (Mc 4.35)
 Que dia era esse?
 O que tinha de especial para Jesus agir assim?
 Naquele dia em que tudo parecia normal, tranqüilo e sereno, o Espírito
Santo mostrou a Jesus que, do outro lado do mar, havia um homem que
precisava de ajuda.
 Um homem que não vivia. Uma existência condenada, presa, sem alvos,
sem planos, sem futuro, sem nada.
 Mas... aquele homem não sabia de nada do que acontecia naquele dia.
Era um dia comum igual ... vazio, sem alegria, saúde, paz nem
comunhão.
 Mais um dia de inferno, agitação, gritos e sangue.

3. Outro detalhe: “... ao anoitecer”


 Não era importuno para uma viagem de barco.
 O barco da época (tecnologia?)
 Tudo contribuía para a espera. É fácil deixar algo para amanhã.
 Principalmente quando não temos esperança de mudança, de cura, de
libertação.
 Porém Jesus, dá uma ordem: “vamos para o outro lado”.
 Ouça: Deus está atento para socorrer seus filhos. Ele está preparado a
qualquer hora do dia ou da noite...
Para atravessar mares, romper a escuridão, repreender a natureza.
 Quando está em jogo a vida de uma pessoa amada, não há
impedimentos para Deus.

4. Se você está do outro lado do mar...


 Não é fácil; é estar sozinho, sem oportunidades, sem cobertura.
 As vezes nos sentimos assim.
 Houve momentos que perguntei: “Será que Deus está me vendo? Será
que ele não percebe que não tenho mais condições de continuar?
 Do outro lado, sozinho com nossas angústias e dores, é difícil acreditar
que há olhos nos examinando.
 Não valorizamos o que somos e o que temos.
 Veja o que Marcos afirma nos dois versículos lidos: “Vamos para o outro
lado...” (Mc 4.35) e “Eles atravessaram o mar...” (Mc 5.1). Jesus
embarcou e desembarcou!
 Nem a escuridão, nem o vento, nem a maré, nada pôde impedir a
travessia.

5. Veja o que Ele encontrou do outro lado.

2
 Um homem que não tinha vida: “Quando Jesus desembarcou, um homem
com um espírito imundo veio dos sepulcros ao seu encontro. Esse
homem vivia nos sepulcros, e ninguém conseguia prende-lo, nem mesmo
com correntes” (Mc 5.2).
 Veja a precisão da palavra: “Logo veio ao encontro de Jesus, ou melhor, o
Senhor foi ao encontro desse homem possesso.
 Já viram pessoas possessas? Não tem controle de nada, a voz muda, ...o
semblante...
 A pessoa é destruída interiormente.
 A possessão da dor, do desespero, da miséria, do conformismo e da
solidão impedem que ela acredite numa saída ou solução.
 Muitos estão assim...

6. Jesus encontrou um homem que vivia entre os mortos.


 “Esse homem vivia nos sepulcros” (Mc 5.3)
 Sabe o que é viver no mundo dos mortos? É viver sem projetos, sonhos,
alegrias, prazeres...

7. Era dominado pela inquietação.


 “Noite e dia ele andava gritando e cortando-se com pedras entre os
sepulcros e nas colinas” (Mc 5.5).
 Não descansava, sem paz, sem sossego e alívio.
 Sua alma vivia aflita e agitada. Só conversava com os mortos.
 Uma história de terror...

8. Mas Jesus estava por perto.


 Isso faz toda a diferença!
 Ele enfrentou as forças do inferno para nos dar salvação.
 Enfrentou os perigos da viagem noturna para libertar um homem.
 Enfrentou a opinião pública mas não deixou sozinho aquele que sofria.

CONCLUSÃO
 Jesus transformou a vida deste homem e pode transformar a sua.
Exemplo - A mulher Samaritana / A primeira pesca maravilhosa.

 Você está achando que está do outro lado, pensando que acabou pra
você? Não há mais esperança, as oportunidades não voltarão?
 LEMBRE-SE: Jesus ainda se importa com você!!
 Ele está aqui para renovar a sua vida.
 Deixe que ele o liberte do que o impede de lutar por seus sonhos.
 Venha a ele agora.

3
Venha, Jesus quer fazer diferença!!