Você está na página 1de 16

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL


DISCIPLINA: SANEAMENTO AMBIENTAL

SISTEMA INDIVIDUAL DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA: RESERVAÇÃO DE ÁGUA


EM CISTERNA

PROFª AMANDA BEZERRA DE SOUSA

NATAL
2018.1
PROBLEMAS DO ABASTECIMENTO DE ÁGUA 2

 No semiárido a Evaporação é
bem superior a Precipitação.

 Existe significativa dificuldade do


controle da poluição (número
considerável de pontos de
poluição difusa).

 Dificuldade de se buscar água em


mananciais cada vez mais
distantes.

 Chuvas concentradas em curtos


períodos de tempo.
PROBLEMAS DO ABASTECIMENTO DE ÁGUA 3
Distribuição espacial da precipitação no Rio Grande
do Norte.

Mananciais secos e/ou poluídos


UTILIZAÇÃO DE CISTERNA 4
VANTAGENS DA UTILIZAÇÃO DE CISTERNA 5

 A cisterna é um tecnologia ecologicamente sustentável e de


aplicação difusa e socialmente justa.

 Facilidade de controle da qualidade da água.

 Permite acumular no período chuvoso para utilização no período


seco.

 Por ser coberto, não sofre o efeito da evaporação.


DISPOSITIVOS - CISTERNA 6

 Superfície de captação;
 Tanque de desvio do primeiro
milímetro;
 Extravasor;
 Tubulação para limpeza;
 Captação por bomba;
 Barreiras contra entrada de
insetos;
 Impermeabilização para evitar
entrada de água contaminada;
 Realização da desinfecção.
DISPOSITIVOS - CISTERNA 7

FONTE: MELO; ANDRADE NETO, 2008.


DISPOSITIVOS – CISTERNA (retenção de sólidos 8
grosseiros)

A utilização de telas na calha não é adequado, porque será “dissolvido” o material retido na tela,
sendo encaminhado para a cisterna.
DISPOSITIVOS – CISTERNA (captação da água e 9
importância da desinfecção)
QUALIDADE DA ÁGUA ACUMULADA EM CISTERNA 10

 Quando a cisterna acumula somente água de chuva e tem manejo


cuidadoso, incluindo o uso de bomba para retirada da água e o
descarte do primeiro milímetro de cada chuva, a qualidade é
muito melhor e pode atender o padrão de potabilidade;
 Tendência mundial crescente de se captar águas pluviais
diretamente.
 No Brasil, o Programa 1 milhão de cisternas construiu, até março
de 2018, 614.653 cisternas.
P1MC 11
 Todas as cisternas do P1MC apresentam o volume de 16 m³, e foi concebida
considerando:
- Precipitação anual de 500 mm;
- Área de captação de 40 m²;
- 5 pessoas por cada residência;
- Consumo de 14 l/hab.dia;
- Período de estiagem de oito meses.
DIMENSIONAMENTO 12

 Variáveis que influenciam no dimensionamento de cisternas:


- Precipitação e sua variação temporal;
- Área de telhado;
- Demanda de água;
- Número de moradores por residência.

 Percepção necessária de dois aspectos:


1) Ponto de vista econômico e energético – Tamanho do reservatório.
2) Primeiras águas de pior qualidade.
DIMENSIONAMENTO – MÉTODO ANDRADE NETO 13

𝐶𝑚𝑒𝑛𝑠𝑎𝑙 𝑉𝑐 = 𝑁𝑑 𝑥 𝐶𝑚𝑒𝑛𝑠𝑎𝑙 ) − 𝑃𝑑 𝑥 𝐴 𝑥 𝑐
𝑃𝑐𝑟 =
𝐴𝑥𝐶
Na qual:

Na qual: Vc é o volume da cisterna (m³);


Nd é o número de meses que apresentou
Pcr é a precipitação crítica mensal (mm);
déficit (P<Pcr);
Cmensal é o consumo mensal (L);
Cmensal é o consumo mensal (m³);
A é a área de captação (m²);
Pd é a precipitação total dos meses que
C é o coeficiente de aproveitamento. apresentaram déficit (m);
A é a área de captação (m²);
C é o coeficiente de aproveitamento.
EXEMPLO 14
1) Calcular o volume necessário para uma cisterna considerando os seguintes dados:

2) Calcule para o consumo máximo possível;


3) Calcular para o consumo de 25 l/hab.dia.
EXEMPLO 2 15
1) Calcular o volume necessário para uma cisterna em cada uma das cidades
considerando os seguintes dados:
REFERÊNCIAS 16

• ANDRADE NETO, C. O. Aproveitamento imediato da água de chuva. GESTA:


Revista Eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais. v. 1, n. 1 . p. 067-080.
2013. <http://www.portalseer.ufba.br/index.php/gesta/article/view/7106>
Data de acesso: 9 set 2015.

• SOUSA, A. B. Dimensionamento de cisternas e proposta de tipologias de


volume para regiões pluviais homogêneas. Dissertação de mestrado.
Programa de pós-graduação em engenharia sanitária, Centro de
Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 86 p. 2017.