Você está na página 1de 17

Competências envolvidas na competência

comunicativa

Inês Ribeiros

It.ribeiros@sapo.pt

Novembro/2016
Ficha do Projeto

Título: Competências envolvidas na competência comunicativa

Área Científica: Ciências da Linguagem

Resumo: Ao comunicarmos, o significado é transmitido não apenas através da


linguagem verbal (falada e escrita), mas também através do contacto físico, da
proximidade, da postura do corpo, das expressões faciais, do movimento dos
olhos e mesmo da aparência.

Palavras-chave: Linguagem verbal, comunicação, competência comunicativa,


competência linguística, competência pragmática, competência cinésica,
competência sociocultural, competência proxémica, competência executiva,
competência paralinguística.

Bibliografia/Webgrafia:
Bitti, P.R., & Zani, B. (1997). A Comunicação como Processo Social. Lisboa: Ed. Estampa.
Hymes, D. H. (1973). Vers la Compétence de Communication. Paris: Hatier CREDIF.
Pedro, E. R. (1996). “Interacção Verbal”. In Faria, Pedro, Duarte & Gouveia (orgs)
Introdução à Linguística Geral e Portuguesa. Lisboa: Caminho. Pp. 449-475.
Sequeira, R. M. (2010). Comunicar bem. Práticas e estruturas comunicativas. Lisboa: Editora
Fonte da Palavra.
Vion, R. (1992). La Communication Verbale. Analyse des Intéractions. Paris: Éd. Hachete.
Objetivos

Pretende-se que no final do circuito de aprendizagem inerente à exploração deste


Objeto de Aprendizagem, o utilizador seja capaz de:

• Perceber o conceito de comunicação e de competência comunicativa.


• Conhecer e identificar as competências constitutivas da competência
comunicativa.
Competência
Sociocultural

Competência Competência
Linguística Executiva

Competências
envolvidas na
competência
comunicativa
Competência Competência
Cinésica Pragmática

Competência Competência
Proxémica Paralinguística
Competências envolvidas na competência
comunicativa
Etimologicamente, comunicar – do latim communicare – significa pôr
em comum, entrar em relação com…

A comunicação é uma troca entre pessoas:


• de saberes,
• de informação,
• de ideias,
• de opiniões,
• de sentimentos,
• de experiências…
Competências envolvidas na competência
comunicativa
A Comunicação faz-se por intermédio de uma linguagem
verbal ou não verbal

Linguagem Verbal

• A linguagem, associada ao pensamento, é a propriedade que


distingue a espécie humana das restantes espécies animais. Trata-
se de uma atividade consciente e criativa da mente humana.

• É o instrumento por excelência da comunicação.

• Tem como função primordial a produção de sentido.


Competências envolvidas na competência
comunicativa

Ao comunicarmos, o significado é transmitido não apenas


através da linguagem verbal (falada e escrita), mas também
através do contacto físico, da proximidade, da postura do
corpo, das expressões faciais, do movimento dos olhos e
mesmo da aparência.

Os aspetos de produção da fala também são importantes: a


velocidade a que uma pessoa fala, se fala alto ou suavemente,
a qualidade e o tom da voz (meios não-verbais).
Competências envolvidas na competência
comunicativa

Segundo Dell Hymes, fazemos intervir outras competências, que


estão presentes numa competência mais vasta e são
constitutivas dessa mesma competência - a de
comunicação:

a) Competência Linguística – corresponde à produção e ao


reconhecimento de sons e significados e à formação de
frases reunidas e integradas num contexto verbal
determinado.
Competências envolvidas na competência
comunicativa

b) Competência Sociocultural – refere-se ao conhecimento de


regras sociais e normas de interação integrantes da herança
cultural de uma comunidade (há diferenças entre culturas: ex.: só uma
pessoa fala de cada vez; os falantes alternam...).

c) Competência Executiva – diz respeito à realização efetiva de


uma intenção de comunicação.
Competências envolvidas na competência
comunicativa

d) Competência Pragmática – respeita a adequação entre as


formas de linguagem utilizadas pelo falante e as que eram as
suas intenções ao comunicar (objetivos?: pedir informação, conselho…)

e) Competência Paralinguística - engloba elementos da prosódia:


acentuação maior ou menor de determinados vocábulos,
intensidade, entoação, riso.
(A voz transmite energia, entusiasmo e interesse pelo interlocutor e pela relação.
Aspetos importantes da voz: projeção, articulação, velocidade, tom e timbre.)
Competências envolvidas na competência
comunicativa

f) Competência Proxémica – refere o modo como cada


interveniente na comunicação ocupa o espaço físico onde ele
decorre e se relaciona com o espaço ocupado pelos outros.
Incluem-se, aqui, alusões à natureza da relação interpessoal
estabelecida entre os coconstrutores de uma situação de
interação (se os interlocutores se conhecem ou não, se são amigos…).

g) Competência Cinésica – diz respeito aos gestos das mãos, à


movimentação do corpo, à postura física, à mímica facial,
enquanto elementos integrantes (produtores de sentido) de
uma situação de comunicação.
Competências envolvidas na competência
comunicativa

Assim, a noção de competência de Hymes:

• inclui o conhecimento das regras gramaticais,


• contempla, também, o conhecimento de um conjunto de
fatores que tornam as frases proferidas adequadas aos
contextos, às situacões de comunicacão, aos interlocutores.
Competências envolvidas na competência
comunicativa

Para aquele autor, tais conhecimentos permitem ao sujeito


falante conjugar aspetos verbais com elementos não verbais e
para-verbais da comunicação para ir ao encontro do que quer
dizer ou do que lhe diz o seu interlocutor:
• saber quando tomar a palavra
• e quando agarrar a oportunidade de a passar a outro,
• ou de pegar nas palavras desse outro e prosseguir um
discurso mais da sua responsabilidade.
Competências envolvidas na competência
comunicativa

Há, portanto, regras de uso (adequação pragmática) sem o


conhecimento das quais, por mais perfeita que seja a
construção frásica a nível gramatical (saber linguístico), a
comunicação verbal se torna impossível ou caótica.
Concluindo…

A comunicação deverá ser encarada “não só [enquanto]


habilidade linguística e gramatical (de produzir e interpretar
frases bem formadas) como também [enquanto] série de
habilidades extra-linguísticas com ela relacionadas que são
sociais (no sentido de saber adequar a mensagem a uma
situação específica) ou semióticas (que significa saber utilizar
outros códigos para além do linguístico, como, por exemplo, o
cinésico, as expressões faciais, os movimentos do rosto, das
mãos, etc.)" (Bitti & Zani, 1997: 19 e 20).
Aprendizagem Sistémica e Dinâmica

Consultar:

OA – Interação verbal

Sugestões/Opiniões:
Para qualquer sugestão de melhoria e/ou opinião relevante ao conteúdo
deste Objeto de Aprendizagem deve, o utilizador, enviar um email para o
contacto do Autor.
Consentimento/Autorização do Autor
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-
Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Unported. Para
ver uma cópia desta licença, visite http://creativecommons.org/licenses/by-
nc-nd/3.0/deed.pt ou envie uma carta para Creative Commons, 171 Second
Street, Suite 300, San Francisco, California 94105, USA.
© Inês Ribeiros, ISCE 2016. Todos os direitos reservados.

Novembro de 2016
GbL – Gabinete b-Learning do ISCE
Rua Bento de Jesus Caraça, 12
2620- 379 Ramada, Portugal
gbl.isce @gmail.com

Você também pode gostar