Você está na página 1de 5

EXPERIÊNCIAS DO PIBID NA NA ESCOLA ESTADUAL GIRASSOL DE TEMPO

INTEGRAL SANCHA FERREIRA

CIRQUEIRA, Elaine Lima1


SANTOS, Mateus Oliveira2
ANJOS, Amanda Ferrreira3
ANTERO, Da Silva Roberto4

RESUMO

O objetivo deste trabalho é apresentar algumas atividades do projeto PIBID intitulado


“Aprender a Ensinar Geografia”, que tem foco em introduzir os estudantes de licenciatura no
cotidiano da vida escolar antes do término do curso, buscando assim, com que estejam
melhores preparados como futuros professores. As atividades selecionadas que aqui
apresentadas foram desenvolvidas durante o segundo semestre de 2018 e o primeiro semestre
de 2019 na Escola Estadual Girassol de Tempo Integral Sancha Ferreira, em Araguaína –TO.
As atividades desenvolvidas contribuiram para uma percpação de perceber a mudança dos
alunos no modo de enxergar a geografia, que antes era vista apenas como uma disciplina
simplória e enfadonha, sendo que também percebam a geografia como um conhecimento
presente no seu dia a dia.
Palavras-chave: PIBID. Ensinar. Experiências. Geografia.

1 INTRODUÇÃO
Neste trabalho são apresentadas exemplos de atividades do Programa Institucional de
Bolsas de Iniciação a Docência(PIBID), que no âmbito do curso de Geografia da
Universidade Federal do Tocantins (UFT), campus de Araguaína é intitulado “Aprender a
Ensinar Geografia”. A escola campo de autação é Escola Estadual Girassol de Tempo Integral
Sancha Ferreira que fica localizada na cidade de Araguaína-TO

A proposta tem como foco introduzir os estudantes de licenciatura no cotidiano da vida


escolar antes do término do curso, buscando assim, com que estejam melhores preparados
como futuros professores.

As atividades desenvolvidas durante foram de fundamental importância para vida


acadêmica, e formação como futuros educadores, pois contribuiu para conhecer a realidade
escolar e nela atuar. Destacamos algumas atividades que realizamos na escola, atuando
diretamento no processo de ensino e apreadizagem, como o quebra-cabeça da América do Sul,

1
Graduando da UFT, Araguaína - TO, lannecirqueira@gmail.com
2
Graduando da UFT, Araguaína - TO, mateusmarcos122.mo@gmail.com
3
Graduada pela UFT, Araguaína - TO, ama.dosanjos@hotmail.com
4
Orientador do Trabalho. Doutor professor pela UFT, Araguaína -TO, robertoantero@uft.edu.br
que fez com que os alunos aprendessem de uma forma diferente, bem mais didática, onde
auxiliamos os alunos com mais dificuldade na hora da montagem.

A principal atuação dos academicos do Pibid ocorreu durante as disciplinas eletivas,


que constitui-se de aprofundamento em temas atuais, sendo também uma atividade de suma
importância, pois ela proporciona a interação dos alunos de turmas diferentes, que em geral
possui ações diferenciadas. O acompanhamento e apoio em sala foi uma das principais
atividades feitas nesse período, pois foi através dela que podemos ver como realmente
funciona uma sala de aula no ensino regular, podendo vivenciar um pouco como é vida de
quem se dedica a ensinar.

2. METODOLOGIA

Para realização desse trabalho foi utilizado pesquisa bibliográfica, usando alguns autores
que discutem temas relacionados; e o relatório parcial do Pibid. Na escola, As atividades foram
desenvolvidas com base nas orientaçoes da professora. Houve uma subdivisão de atividades na
escola, inicando o primeiro momento com reunião entre os academicos do Pibid e a professora
surpervisora; já no segundo momento conhecemos a estrutura e funcionameno da escola e
também os alunos.

3. RESULTADOS FINAIS

Dentre as principais atividades desenvolvidas no periodo, temos planejamento,


acompanhamento e apoio ao coente em sala de aula, participação nas disciplinas eletivas e
produção de material didático.

O acompanhamento e apoio ao docente em sala, que foi uma das principais atividades
feitas nesse período, pois foi através dela que podemos ver como realmente funciona uma sala
de aula no ensino regular, podendo vivenciar um pouco como é a vida de quem se dedica a
ensinar.

O projeto de disciplinas eletivas chamado de “A Magia de Criar” na qual nós pibidianos


participamos. Nessa proposta forma construídos objetos com materiais reciclados, materiais
esses trazidos e confeccionados pelos próprios alunos junto ao professor, os quais são utilizados
pelos próprios alunos tanto na sala de aula como nas horas de lazer.

Sao exemplos: puf feitos de garrafa pet, lembrancinhas para o dias das mães feitas de
caixa de leite, confecções de mapas feitos de tampinhas de garrafa pet. Nas eleltivas também
houve acompanhamento aos alunos na horta da escola orientando-os de forma correta como
cuidar; elaboração de gincanas e quiz com perguntas e resposta para saber como estava o
cohecimento dos alunos na área de geografia.

Cabe menscionar que o Quiz , permitiu, enquanto acadêmicos visualizar a dinâmica e o


quanto isso é importante para chamar a atenção do aluno no nosso papel enquanto
educadores.

Outra atividade desenvolvida na escola, foi referente ao dia do geógrafo, comemorado


no dia 29 de maio, no qual realizamos apresentação falando a importância da geografia, e
como ela está presente no nosso dia a dia. Foi feito de forma didática uma gincana onde
exercemos uma capacidade intelectual aos alunos sobre a disciplina de geografia, visando um
desenvolvimento e muni-los de mais conhecimentos, fazendo que todos conheça melhor
aquilo que a geografia nos representa ( Figura 1).

Figura 1 – atividade de comenoração ao dia do geografo

Uma das atividades de desque foi a produção do mapa da América do Sul no qual
fomos um dos organizadores. Foi produzido de forma colorida sobre como os países são
distribuídos, chamando a atenção do aluno para a real importância política, econômica
daquilo que o cerca, pois pelo nosso esforço e do aluno abriu-se uma melhor expansão de
como entender a geografia que antes só na parte teórica não seria possível compreender, essas
diferenças é onde mudam a forma de ver a geografia na escola, para o lado positivo. Sobre a
importância dos mapas na geografia Rodolfo (2014) diz:

A Geografia não é a ciência responsável por produzir os mapas, pois o campo do


conhecimento que carrega esse objetivo é a Cartografia. No entanto, para o geógrafo e
para os estudantes de Geografia é extremamente necessário o conhecimento sobre a
produção e leitura dos mapas, haja vista que eles são utilizados para representar e
explicar as características postas no espaço.Nesse sentido, faz-se útil que o estudante
tenha em mente questões referentes aos elementos cartográficos e suas utilidades,
como a escala e a legenda, os tipos de mapas e as atribuições dadas a cada um.
(Rodolfo, 2014)
A produção do mapa da America do Sul, teve esse foco, ou sej, o proprio aluno contruir
o mapa, e o elementos essenciais do mapa, ampliando assim sua capacidade de compreesão da
realidade e de sua representação ( Figura 2)

Figura 2- produção do mapa da America do Sul

O processo de aprendizagem, envolveu tanto aluno da educação básica quanto do


acadêmico, mostrando um Geografia próximo daquilo que nos rodeia, e também uma
geografia que permite levar o contexto histórico, político e dinâmico para o aluno em sala de
aula.

A oportunidade que o Pibid proporciona ao acadêmico do curso de geografia é uma


experiência tão importante quanto o estágio, pois neste período de um ano e meio, criamos
vínculos com os alunos, com escola, pessoas da escola, conhecendo o ambiente do nosso
futuro local de trablaho, antes de assumir uma sala de aula enquanto professor. Isso tudo, é
gratificante.
4. CONSIDERAÇÕES FINAIS

A partir dessas ações citadas, podemos perceber o quanto é importante à atuação do


aluno PIBID nas escolas, não só na escola Estadual Girassol de Tempo Integral Sancha
Ferreira, mas nas demais outras escolas. É gratificante perceber o quanto os alunos se
esforçam quando levamos alguma ação para ser aplicada em sala de aula junto ao professor,
portanto podemos perceber o quanto nos Pibidianos tivemos bastante conhecimento ao está
dentro de uma sala de aula junto ao professor.

Podemos observar que os alunos da escola Estadual Girassol de Tempo Integral Sancha
Ferreira são alunos extremamente atenciosos, e com uma certa facilidade em aprender o
conteúdo que for aplicado.

Os projetos citados a cima tal como a “produção da América do Sul” a produção do


mapa em forma de quebra-cabeça foi feito para orientar os alunos e desenvolver um
pensamento de localização enquanto a América em que vivemos, os alunos acharam dinâmico
e divertido ao mesmo tempo, pois por este método colorido e chamativo, estimulou ainda
mais seus conhecimentos geográficos.

Outro fator interessante foi a realização do QUIZ, que foi a criação de perguntas e
repostas sobre as regiões do Brasil, desenvolvendo um conceito entre os alunos de forma leve
e descontraída sobre como é formado o Brasil em relevo, clima, vegetação, etc.

Com isso agradecemos ao PIBID por poder nos proporcionar essa experiência dentro do
ambiente escolar, pois está sendo de grande ajuda na nossa formação acadêmica, já que

través deste programa podemos ter uma visão bem mais ampla de como atuar em sala de aula
quando formos professores.

REFERÊNCIAS
PENA, Rodolfo F. Alves. "Importância da Geografia"; Brasil Escola. Disponível em:
ttps://brasilescola.uol.com.br/geografia/importancia-geografia.htm. Acesso em 29 de
setembro de 2019.