Você está na página 1de 16

igrpweb

Guia inicial rápido

Cliente NOSi – igrpweb


Referência
Versão 1.00
Status
igrpweb – Guia inicial rápido

Conteúdo
Enquadramento .............................................................................................................................. 2
1 Iniciando no igrpweb ............................................................................................................... 3
1.1 Criando aplicações ............................................................................................................................ 5

1.2 O File editor....................................................................................................................................... 7

1.3 Application Builder............................................................................................................................ 8

1.4 Criando páginas................................................................................................................................. 9

2 Criando Conexões com bases de dados ................................................................................ 12


3 Executando uma aplicação .................................................................................................... 14
4 Aplicações sem Home Page definida e Páginas sem conteúdo ............................................. 15

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 1|Página


igrpweb – Guia inicial rápido

ENQUADRAMENTO

Este documento vai guiar o desenvolvedor de forma rápida na criação de aplicações utilizando o
framework igrpweb, tendo como foco os primeiros passos necessários para a criação de aplicações e sua
execução, sem entrar nos detalhes do processo. Através dos documentos indicados no Main Menu, temos
acesso à informações sobre os diversos recursos disponíveis no framework, que nos podem auxiliar na
criação de nossas aplicações.

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 2|Página


igrpweb – Guia inicial rápido

1 INICIANDO NO IGRPWEB

Para começar vamos para a página do framework [Fig 1] e fazemos o login.

Fig 1 – igrpweb [página de login]

Uma vez submetidas as credencias temos acesso a página inicial do igrpweb [Fig 2].

Fig 2 - Home Page do igrpweb

Nesta página temos acesso a algumas aplicações:


 Tutorial IGRP [1] – documentação do igrpweb;
 IGRP Studio [2] – o ambiente de desenvolvimento do framework;
 Outras aplicações – as aplicações que desenvolvemos e outras a que fomos convidados, sendo
este o local padrão para a sua execução.

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 3|Página


igrpweb – Guia inicial rápido

Entrando no IGRP Studio temos acesso à página inicial do ambiente de desenvolvimento, a Home Page –
Builder [Fig 3]. Esta página oferece acesso a todas as funcionalidades necessárias para o desenvolvimento
de aplicações no igrpweb, acessíveis no menu do lado esquerdo, nomeadamente, Application Builder,
Access Management, SQL Tool e Domain Management.

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 4|Página


igrpweb – Guia inicial rápido

1.1 Criando aplicações

1. Para criar uma nova aplicação clicamos sobre o botão [Fig 3], para acessarmos
o formulário para o efeito [Fig 4]. Alternativamente podemos criar aplicações a partir do Application
Builder [Fig 9], acessível através do menu do lado esquerdo.

Fig 3 – Home Page Builder [criando aplicação]

2. Preenchemos o formulário da página que se abrirá [Fig 4].

Fig 4 – Application Builder [formulário de criação de aplicações]

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 5|Página


igrpweb – Guia inicial rápido

Valor dos principais campos do formulário:


 Nome – nome da aplicação no layout do igrpweb [pode ser alterado posteriormente];
 Código – atributo único para cada aplicação, trata-se de um identificador [não pode vir a ser
alterado];
 Extras – esta propriedade permite guardar o projeto em um local diferente do local padrão
utilizado pelo igrpweb. Assim alterando o valor do campo External? aparecerá o campo Host
/ Custom dad teremos um dos cenários descritos na tabela abaixo.

Valor do campo Valor do campo Descrição


External Host / Custom dad
Nome do dad Cria um ficheiro War a parte, ou seja outra
Custom dad
instância do igrpweb
Vazio Cria um ficheiro Jar das classes a parte,
Externo
forra do war do igrpweb, no mesmo local
url de um local externo Cria um ficheiro Jar das classes da aplicação
onde ficará guardado no local indicado pelo url

Fig 5

3. A nossa aplicação aparecerá no painel do lado direito da Home - Page Builder [Fig 6], a partir de onde
podemos executá-la ou aceder aos respetivos ficheiros pelo File editor.

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 6|Página


igrpweb – Guia inicial rápido

Fig 6 – Home - Page Builder [aplicações criadas]

1.2 O File editor


Acessível através do botão , na lista de aplicações do lado direito da Home - Page Builder [Fig 7], o File
editor [Fig 8] é uma janela que nos dá acesso aos ficheiros da aplicação, nomeadamente classes e ficheiros
de configuração, através de uma estrutura de pastas em forma de árvore no seu lado esquerdo. Qualquer
alteração realizada em algum ficheiro deve ser valva pelo botão . Caso contrário as alterações
serão perdidas assim que a janela for fechada.

Fig 7 – Home - Page Builder [botão File Editor]

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 7|Página


igrpweb – Guia inicial rápido

Fig 8 – File Editor aspeto inicial.

A imagem mostra o aspeto do File Editor de uma aplicação criada ainda sem páginas nem conexões. À
medida em que formos desenvolvendo a aplicação, o conteúdo passará a estar disponível nesta página.

O File Editor é a ferramenta que permite criar e alterar novos packages, classes e ficheiros de configuração
da aplicação. Click com o botão direito do rato sobre cada item [ficheiro/pasta] no painel à esquerda exibe
a lista de ações que podemos realizar sobre o mesmo.

1.3 Application Builder

Qualquer alteração que queiramos realizar nas definições básicas de uma aplicação [definidas no
formulário de criação da aplicação] é possível através da página Application Builder [Fig 9] a partir de onde
podemos editar os dados da aplicação pelo botão , criar conexões de BD pelo botão , exportar

aplicações [botão ], importar [botão ] e criar novas aplicações [botão ].

Fig 9 – Application Builder

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 8|Página


igrpweb – Guia inicial rápido

OBS: quando atualizamos os dados de uma aplicação [Fig 10], se esta for desativada ficará indisponível e
inacessível, logo o ficaremos impossibilitados de criar uma nova aplicação com o mesmo código.

Fig 10 – Application Builder [formulário de atualização das definições básicas de uma aplicações]

1.4 Criando páginas

1. Para criarmos páginas devemos primeiro criar a aplicação correspondente. Depois disso, vamos para
o Home - Page Builder [Fig 11] [1], clicamos sobre o botão e será aberto um formulário onde
podemos criar uma nova página [Fig 12].

Fig 11 - Home Page Builder [criando páginas]

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 9|Página


igrpweb – Guia inicial rápido

Fig 12 – Page Builder [Novo]

2. Preenchemos o formulário da página sabendo que cada campo corresponde a:

 Title – nome da página no layout [pode ser alterado posteriormente];


 Code – identificador único para cada página [não pode ser alterado posteriormente];
 Enable – para que seja possível a execução da página, e para que esteja presente na lista de
páginas [alguns combobox, por exemplo] do ambiente de desenvolvimento;
 Publico – permite que a página seja chamada por qualquer aplicação;
 Application – obrigatório selecionar a aplicação a que a página pertence;
 Module – pode organizar páginas relacionadas entre si no mesmo módulo. Não tem qualquer
outro efeito na aplicação;
 Create menu – cria um item de menu [ver o documento Gestão de acesso] para a página;
 Componente – opção disponível apenas se Create menu estiver desativado, permite a criação de
componentes padrão que podem ser importados de diversas páginas reduzindo a carga de
trabalho do designer;
 Home Page – página executada quando acessamos a aplicação.

As páginas de cada aplicação são listadas na tabela da Home - Page Builder [Fig 13] [2] sempre que
selecionarmos a aplicação correspondente [1].

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 10 | P á g i n a


igrpweb – Guia inicial rápido

Fig 13 – Home - Page Builder [Lista de páginas por aplicação]

Clicando sobre o botão [Gerar Código], abre-se o Gerador de Código, que abordamos no documento
O Gerador de Código, destinado à construção da página. Os botões adjacentes permitem editar
propriedades - , pré-visualizar - e exportar - cada página.

Notemos que cada página criada fica disponível no File editor, correspondendo a um package com o
mesmo nome [Fig 14] com três classes java [MVC], cujo funcionamento abordamos no documento
Funcionamento de Páginas e Aplicações igrpweb.

Fig 14 - File Editor [páginas criadas]

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 11 | P á g i n a


igrpweb – Guia inicial rápido

2 CRIANDO CONEXÕES COM BASES DE DADOS

Estando na Application Builder [Fig 10] ao clicarmos sobre o botão acessamos a página de conexões de
Base de Dados [Fig 15] da nossa aplicação. Escolhendo o tipo de Base de Dados aparecerão novos campos
[Fig 16] onde podemos configurar uma nova conexão e guardar através do botão .

Fig 15 - Página de conexões de Base de dados

Fig 16 - Configuração de conexão de Base de Dados

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 12 | P á g i n a


igrpweb – Guia inicial rápido

Se a operação for realizada com sucesso a conexão criada aparecerá na tabela imediatamente abaixo, na
mesma janela, [Fig 17] onde podemos fazer a sua edição / eliminação ou selecionar a conexão padrão

através do choice .

Fig 17 - Página de conexões de Base de Dados

No caso temos apenas uma conexão, logo ela vem definida como padrão. A conexão padrão é utilizada
sempre que fizermos acesso à base de dados sem especificar que conexão estamos a utilizar.

Para cada conexão criada será criado um ficheiro xml [nome_da_conexao.nome_da_aplicação.cfg.xml],


acessível pelo file editor [Fig 18] onde podemos fazer o mapeamento de classes na área assinalada, caso
queiramos utilizar classes de um package dao.

Fig 18 – File Editor [acesso ao ficheiro de conexão]

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 13 | P á g i n a


igrpweb – Guia inicial rápido

3 EXECUTANDO UMA APLICAÇÃO

O local padrão para execução de aplicações é a página inicial do igrpweb [Fig 19], onde vemos todas a
aplicações que nos pertencem e aquelas a que fomos convidados.

Fig 19 - Página inicial do igrpweb

Todavia, cada aplicação também pode ser executada a partir do painel do lado direito da Home - Page
Builder [Fig 20], pelos utilizadores que nela ela tiverem privilégios de desenvolvedor.

Fig 20 – Home - Page Builder

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 14 | P á g i n a


igrpweb – Guia inicial rápido

4 APLICAÇÕES SEM HOME PAGE DEFINIDA E PÁGINAS SEM CONTEÚDO

Quando executamos uma aplicação sem uma Home Page definida veremos uma janela como a da Fig 21.

Para resolver basta ir à Home – Page Builder [Fig 13] e definir uma página como tal clicando sobre o botão

correspondente e ativando a opção , na janela que se abrirá [Page Builder – Atualizar].

Fig 21 - Execução de Aplicação sem Home Page Definida

Do mesmo modo, quando tentamos executar uma página que foi criada [Criando páginas], mas cujo
conteúdo não foi gerado, veremos uma página como a da Fig 22. Para resolver, devemos ir à Home - Page
Builder [Fig 13] e gerar o código correspondente através do Gerador de Código, acessível através do botão
[Gerar Código]. Mais informações a respeito no documento O Gerador de Código.

Fig 22 - Erro na execução de página

Obs: Outros tipos de erro na execução de páginas também podem levar-nos à página da Fig 22.

Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação 15 | P á g i n a