Você está na página 1de 52

Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 1 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Elaboração QUALYEND Aprovação QUALYEND Aprovação Cliente

Cristian Mendonça Afonso Verges


Inspetor de Equipamentos Eng.º Mecânico (PH)
CREA-RJ – 5062358289 CREA-SP 0600680690

Data: 06/05/2019 Data: 06/05/2019 Data:


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 2 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

SUMÁRIO

1. HISTÓRICO DE REVISÕES.................................................................................................. 4

2. PARECER CONCLUSIVO ..................................................................................................... 5

3. OBJETIVO............................................................................................................................. 5

4. NORMAS DE REFERÊNCIA ................................................................................................. 5

5. CATEGORIZAÇÃO DA CALDEIRA ....................................................................................... 6

6. DADOS DE PROJETO E OPERAÇÃO DA CALDEIRA ......................................................... 6

7. INVENTÁRIO DOS DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA ......................................................... 8

8. INÍCIO E TERMINO DAS INSPEÇÕES ............................................................................... 10

9. PRÓXIMA INSPEÇÃO......................................................................................................... 10

10. LISTA DE CHECAGEM (DOCUMENTAÇÕES NORMATIVAS APLICÁVEIS) ..................... 10

11. RESULTADOS DAS INSPEÇÕES ...................................................................................... 11

11.1. INSPEÇÃO EXTERNA ................................................................................................. 11

11.1.1. ISOLAMENTO TÉRMICO .................................................................................. 11

11.1.2. PINTURA ........................................................................................................... 12

12. INSPEÇÃO INTERNA ......................................................................................................... 16

12.1.1. TUBULÃO SUPERIOR ...................................................................................... 16

12.1.2. TUBULÃO INFERIOR ........................................................................................ 17

12.1.2.1. TUBULÃO INFERIOR ........................................................................................ 18

12.1.3. ZONA MORTA ................................................................................................... 20

12.1.4. SUPERAQUECEDOR PRIMÁRIO ..................................................................... 21

12.1.5. SUPERAQUECEDOR SECUNDÁRIO ............................................................... 25

12.1.6. COLETORES SUPERIORES............................................................................. 28

12.1.7. DUTOS .............................................................................................................. 31

12.1.8. FEIXE TUBULAR CONVECTIVO ...................................................................... 32


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 3 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

12.1.9. FORNALHA ....................................................................................................... 34

12.1.10. CINZEIRO (SISTEMA DE DESCARGA DE CINZAS) ........................................ 38

12.1.11. PRÉ AQUECEDORES DE AR ENTRADA (HT) E SAÍDA (LT) .......................... 39

12.1.12. ECONOMIZADOR ............................................................................................. 40

13. INTERVENÇÕES ................................................................................................................ 42

14. ENSAIOS REALIZADOS ..................................................................................................... 43

15. RECOMENDAÇÕES E PROVIDÊNCIAS NECESSÁRIAS .................................................. 44

16. EQUIPE DE INSPEÇÃO ...................................................................................................... 46

17. ANEXOS ............................................................................................................................. 46

17.1 RELATÓRIO DOS END´S POR ULTRASSOM PARA MEDIÇÃO DE ESPESSURAS


POR B SCAN; ............................................................................................................................ 46

17.2 LISTA DE DISPOSITIVOS DE CONTROLE E SEGURANÇA; ..................................... 46

17.3 CERTIFICADOS DE CALIBRAÇÃO DAS VÁLVULAS DE SEGURANÇA; ................... 46

17.4 CERTIFICADO DE CALIBRAÇÃO DOS MANÔMETROS; ........................................... 46

17.5 ART (ATESTADO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA) DESTA INSPEÇÃO DE


SEGURANÇA. ............................................................................................................................ 46

18. LISTA DE CHECAGEM (ITENS OPERACIONAIS NORMATIVOS) ..................................... 47


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 4 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

1. HISTÓRICO DE REVISÕES

REV. DESCRIÇÃO DATA ELABORADO APROVADO

0 Emissão Inicial 06/05/2019 Cristian Mendonça Afonso Verges


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 5 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

2. PARECER CONCLUSIVO

Durante as inspeções de segurança realizadas na Caldeira 1 instalada na unidade da BUNGE


Monteverde, não foram detectadas anomalias que comprometam a integridade do equipamento e
a segurança dos trabalhadores. Assim sendo, respeitando as condições operacionais previstas no
projeto, este equipamento está apto a operar até a data da próxima inspeção periódica definida no
item 9 deste relatório, limitada a PMTA (Pressão Máxima de Trabalho Admissível) em 76,0
Kgf/cm².

3. OBJETIVO

Realizar a inspeção de segurança periódica na Caldeira 1 instalada na unidade da BUNGE


Monteverde localizada em Ponta Porã – MS, no período de 14/01/2019 a 16/01/2019, Sob os
requisitos da Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho, NR-13 de acordo com a Portaria
nº 1.082 de 18 de dezembro de 2018.

4. NORMAS DE REFERÊNCIA

NR-13 Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho de acordo com a Portaria nº 1082 de


28 de setembro de 2018 para Caldeiras, Vasos de Pressão e Tubulações e Tanques;
NR-17 Ergonomia;
ABNT NBR 8800 Projeto de estruturas de aço e de estruturas mistas de aço e concreto de
edifícios;
NR-26 Sinalização de Segurança;
ASME I Rules for Constructions of Power Boilers;
API-573 Inspection of Fired Boilers and Heaters;
NBIC (National Board Inspection Code) Part 2 – Inspection;
N-279 (Petrobrás) - Projeto de Estruturas Metálicas;
ABNT NBR 10898 Iluminação de Emergência;
ABNT NBR 5419 Proteção contra Descargas Atmosféricas;
ABNT NBR 8995-1 Iluminação de Interiores;
Resolução do CONAMA n° 436 de 22-12-2011 Emissão de Poluentes;
Guia n° 7 do IBP (Instituto Brasileiro do Petróleo)- Caldeiras.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 6 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

5. CATEGORIZAÇÃO DA CALDEIRA

Produto da P.O.(kpa) Pressão de


PMTA Volume Volume
x Vol.(m³) Operação NR-13 Categoria
(kgf/cm²) (m³) NR-13 (m³)
(> 6), NR-13 13.4.1.2 b) (kgf/cm²)

76,0 > 0,1 Não Aplicável > 0,1 ≥ 19,98 A

6. DADOS DE PROJETO E OPERAÇÃO DA CALDEIRA

Status na Requisito
Descrição Dados Placa NR-13
C NC NA Sim Não
Aquatubular
Tipo da Caldeira
Bidrum
☐ ☐ ☒ ☐ ☒
TAG Caldeira 1 ☐ ☐ ☒ ☐ ☒
Modelo AZ 200 ☐ ☐ ☒ ☐ ☒
Nome do Fabricante DEDINI ☒ ☐ ☐ ☒ ☐
N° de Ordem do Fabricante 1644 ☒ ☐ ☐ ☒ ☐
Ano de Fabricação / Alteração 2008 ☒ ☐ ☐ ☒ ☐
Pressão Máxima de Trabalho Admissível (kgf/cm²) 76,0 ☒ ☐ ☐ ☒ ☐
Pressão de Teste Hidrostático de Fabricação (kgf/cm²) 114,0 ☒ ☐ ☐ ☒ ☐
Capacidade de Produção de Vapor (ton./h) 150 ☒ ☐ ☐ ☒ ☐
Área de Superfície de Aquecimento (m²) 3320 ☒ ☐ ☐ ☒ ☐
ASME I
Código de Projeto e Ano da Edição
2004/2006
☒ ☐ ☐ ☒ ☐
Pressão de Operação (kgf/cm²) 65,0 ☐ ☐ ☒ ☐ ☒
Condição da Placa de Identificação Indelével, conforme item 13.4.1.4 da NR-13 fotos 1 e 2
Legenda: C = Conforme, NC = Não Conforme e NA = Não Aplicável
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 7 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Foto 01 – Placa de Identificação Instalada em Local de Fácil Acesso Visual.

Foto 02 – Placa TAG/Categoria


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 8 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

7. INVENTÁRIO DOS DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA

Atendendo o item 13.4.1.3 subitens a) e b) da NR-13, segue abaixo relacionado os dispositivos de


segurança instalados na caldeira objeto desta inspeção que são passíveis de calibração.
Indicadores de Pressão do Vapor Acumulado
Data da
TAG do Range Data da Local de
Tipo Próxima Observações
Instrumento (kgf/cm²) Calibração Instalação
Calibração
Transmissor
PIT-652-107-3 0 ~140 30/05/2018 30/05/2019 Tubulão -
de Pressão

De acordo com o relatório da Parcery (parecer técnico da engenharia OS 2597-19) as PSV da


caldeira são as abaixo relacionadas:
Válvulas de Segurança e Alívio de Pressão Acumulada
Data da Pressão de
TAG do N° de Ø Data da
Próxima Calibração Observações
Instrumento Série ( “ pol.) Calibração
Calibração ( kgf/cm²)

PSV-206 34299 2½X6 26/01/2019 26/01/2020 72,41 Superaquecedor

PSV-207 34300 2½X6 26/01/2019 26/01/2020 72,77 Tubulão

PSV-208 34301 2½X6 26/01/2019 26/01/2020 82,61 Tubulão

Há uma divergência no número de série de uma válvula a empresa Parcery (que fez a calibração
das PSV) indica 34508 e nos dados levantados do DCS_DCO indica 34301.
No relatório da Parcery está indicando a data de 26/01/2019 como a data de realização dos
serviços. Portanto as PSV deverão ser calibradas novamente até 26/01/2020.

NOTA - Não houve acompanhamento da retirada, transporte e instalação das PSV’s por
parte da inspeção QUALYEND, durante o período de inspeção todas as PSV’s não haviam
retornadas da manutenção e calibração.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 9 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Considerando a pressão máxima admissível de trabalho PMTA de 78,5 kgf/cm2, conforme


informação da projetista da caldeira, e a pressão de operação no coletor de saída 67 kgf/cm2 as
pressões a serem consideradas nos ajustes das PSVs são as seguintes:

a) Primeira PSV do tubulão de vapor Pressão de ajuste = PMTA = 78,5 kgf/cm2 com
tolerância de -1% =77,71 a +1% = 79,29.
b) Segunda PSV do tubulão de vapor Pressão de ajuste = PMTA * 1,03 = 80,86 kgf/cm2 com
tolerância de -1% = 80,05 a +1% = 81,66.
c) Pressão mínima de ajuste da PSV do superaquecedor = pressão de operação +
0,06*PMTA = 67 + 0,06*78,5 = 71,71com a tolerância de +1% = 72,43.

Em resumo:
PSV 206 = (72,43 mínimo)
PSV 207 = (calibração para 78,50 -ou+1%)
PSV 208 = calibração para 80,86 -ou+1%)

Atendendo o item 13.4.1.3 subitens a) e b) da NR-13, segue abaixo relacionado os dispositivos de


segurança que devem estar em funcionamento no sistema da caldeira objeto desta inspeção.

Evidência da
Item NR-13 Descrição Status
Eficiência
Injetor ou Sistema de alimentação de água independente
Apresentada e
13.4.1.3, c) do principal, controlado pelo Transmissor de vazão FIT Conforme
Aprovada
652-103.

Sistema dedicado de drenagem rápida de água em


Não
13.4.1.3, d) caldeiras de recuperação de álcalis, com ações Não Aplicado
Aplicável
automáticas após acionamento pelo operador.
Sistema automático de controle do nível de água com
Intertravamento, controlado pelos Transmissores de Apresentada e
13.4.1.3, e) Conforme
vazão LIT-652-102-1 e LIT-652-102-2 e Chave de Nível Aprovada
LSLL-652-102-3.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 10 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Foto 03 – Manômetro TAG Foto 04 - Indicador de Nível,


PI-652-107-1. Régua, Garrafa e Visor.

8. INÍCIO E TERMINO DAS INSPEÇÕES

 Inicio 14/01/2019
 Termino 16/01/2019

9. PRÓXIMA INSPEÇÃO

Esta Inspeção Data Próxima Inspeção Até a data Prazo Máximo NR-13 item 13.4.4.5

Periódica 16/01/2019 Periódica 16/01/2020 12 meses Categorias A e B

10. LISTA DE CHECAGEM (DOCUMENTAÇÕES NORMATIVAS APLICÁVEIS)

Itens
Descrição Status Observações / Arquivamento
NR-13
Apresentado e aceito. As
Prontuário da caldeira fornecido
13.4.1.6, a) Conforme adequações serão feitas durante a
pelo fabricante
campanha da caldeira.
13.4.1.6, b) Registro de Segurança Conforme Apresentado e aceito.
Será apresentado na próxima
13.4.1.6, c) Projeto de Instalação Em Revisão
inspeção.
13.4.1.6, d) Projeto de Alteração e Reparo Conforme Apresentado e aceito.

13.4.1.6, e) Relatórios de Inspeção Conforme Apresentado e aceito.


Certificados de Calibração dos Apresentado e aceito. Calibrados
13.4.1.6, c) Conforme
Instrumentos sob a responsabilidade da BUNGE.
Prontuário da Caldeira,
13.4.1.7 Não Aplicável -
reconstituído.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 11 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Itens
Descrição Status Observações / Arquivamento
NR-13
Evidência de controle de emissão Apresentado e aceito. A emissão e
13.4.2.3 de poluentes conforme Resolução Conforme periodicidade da verificação sob a
do CONAMA n° 382 de 26/12/06 responsabilidade da BUNGE.
Manual de operação em língua
13.4.3.1 Conforme Apresentado e aceito.
portuguesa
Registro do tratamento de água Apresentado e aceito. A emissão e
13.4.3.3 compatível com os parâmetros de Conforme periodicidade da verificação sob a
operação da caldeira responsabilidade da BUNGE.
Certificado de treinamento de Apresentado e aceito. A certificação
13.4.3.5 Segurança na Operação de Conforme e manutenção da mesma sob a
Caldeiras responsabilidade da BUNGE
Evidência documental do Teste Realizado sob a responsabilidade
13.4.4.3.1 Conforme
Hidrostático da unidade BUNGE.

11. RESULTADOS DAS INSPEÇÕES

11.1. Inspeção Externa

11.1.1. Isolamento Térmico

O isolamento térmico se apresenta em boas condições físicas e de preservação. Contudo foram


detectados pontos de infiltração, amassamento e desprendimento das chapas, recomenda-se a
recomposição do isolamento térmico onde estas anomalias estejam presentes.

Foto 05 – Teto do Economizador – Detalhe do Foto 06 – Detalhe da Falha no Isolamento – Coletor


Isolamento Térmico. Fornalha.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 12 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

11.1.2. Pintura

Estruturas, escadas, guarda-corpos e plataformas apresentam-se com a pintura de acabamento


opaca, empoada e várias regiões com ausência da tinta de acabamento e de fundo, expondo o
substrato Fotos 07 a 10. Recomenda-se a recomposição da pintura conforme esquema de projeto
e recomendações do fabricante.
Atendendo ao item 13.4.2.3 alínea c) da NR-13, os vãos dos guardas-corpos foram avaliados e
não permitem queda de pessoas.

Foto 07 – Falha na pintura das Foto 08 – Falha na pintura das


estruturas de acesso a caldeira. estruturas de acesso a caldeira.

Foto 09 – Falha na pintura das Foto 10 – Escada de acesso com falha


estruturas de acesso a caldeira. generalizada no esquema de pintura
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 13 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Dutos dos alimentadores não apresentam pintura de fundo e acabamento, a chaparia apresenta-
se com oxidação superficial generalizada Fotos 11 e 12, recomenda-se a recomposição da pintura
conforme esquema de projeto e recomendações do fabricante.

Foto 11 – Dutos dos Alimentadores Foto 12 – Detalhe da Chaparia.

Dutos do economizador e lavador de gás apresentam-se com oxidações por falha no esquema de
pintura e exposição a intempéries, estas regiões estão mais concentradas nas nervuras e em
pontos dispersos da chaparia Foto 13 a 16, recomenda-se a recomposição da pintura conforme
esquema de projeto e recomendações do fabricante.

Foto 13 – Condições gerais do estado da Foto 14 - Condições gerais do estado da pintura do


pintura do duto Economizador/Lavador. duto Economizador/Lavador.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 14 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Foto 15 – Detalhe das nervuras Foto 16 – Detalhe das nervuras


sem tinta de fundo e acabamento - sem tinta de fundo e acabamento -
Vista Frontal. Vista Lateral.

Duto do lavador e exaustor apresenta pequenos pontos de desgaste na pintura, ocorrendo


oxidações que podem evoluir a uma corrosão danosa a estrutura dos dutos, recomenda-se
recomposição da pintura conforme esquema de projeto e recomendações do fabricante, ver foto
17 abaixo.

Foto 17 – Duto Lavador/Exaustor.


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 15 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Duto do exaustor com a chaminé apresenta pequenos pontos de desgaste na pintura, ocorrendo
oxidações que podem evoluir a uma corrosão danosa a estrutura dos dutos, recomenda-se
recomposição da pintura conforme esquema de projeto e recomendações do fabricante, ver foto
18 abaixo.

Foto 18 – Condições gerais da pintura do duto entre


o exaustor e a chaminé.

O lavador de Gás está com a pintura opaca e com falha em pontos dispersos, o costado
apresenta-se com ovalização e oxidações que podem evoluir a uma corrosão danosa. Foram
detectadas duas rupturas de aproximadamente uma de 600 mm de comprimento e a outra com
cerca de 200 mm, no terceiro anel de cima para baixo, recomenda-se a recomposição estrutural à
condição de projeto, ver foto 19 abaixo.

Foto 19 – Detalhe das 2 fissuras na chapa do costado.


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 16 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

A Chaminé Instalada na intervenção do ano passado (2018). Apresenta pintura, bases civis,
escadas, plataformas e guarda-corpo em bom estado físico.

Foto 20 – Vista geral da


Chaminé

12. INSPEÇÃO INTERNA

12.1.1. Tubulão Superior

A Inspeção realizada após a remoção parcial dos componentes internos, detectou uma fina
camada de depósito de fácil remoção, distribuída de forma uniforme e generalizada, ver fotos 21 e
22 abaixo.

Foto 21 – Vista interna do Tubulão Foto 22 – Vista do espelho do Tubulão ao


superior. feixe convectivo.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 17 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Os Tubos do feixe convectivo, internamente apresentam-se em boas condições físicas, apenas


fina camada de óxido e sem obstruções, ver foto 23.

Foto 23 – Detalhe internamente aos tubos.

12.1.2. Tubulão Inferior

Encontrada fina camada de óxido uniforme de fácil remoção e sem tubos obstruídos, ver fotos 24
e 25.

Foto 24 – Condições gerais do Tubulão


Foto 25 – Detalhe interno dos tubos do feixe.
inferior.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 18 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

12.1.2.1. Tubulão Inferior

Avaliação das medições de espessuras realizadas do Tubulão superior através do END-US-ME


(ensaio não destrutivo por ultrassom), seguem detalhadas abaixo.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 19 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Dados de Projeto

As espessuras medidas estão muito próximas das espessuras nominais.


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 20 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Cálculo para espessuras mínimas dos tubulões


Temperatura de projeto 300 C, material A-516-70
Tubulão de água
P = 7,453 MPa S =136 MPa D=1210
C=3,75 E=0,502 Y=0,4
tmin=PD/(2SE+2yP)+C =7,453*1210/(2*136*0,502+2*0,4*7,453)+3,75
tmin=67 mm
Tampo tubulão de água
P = 7,453 MPa S =136 MPa R=530
C=6 E=1 Y=0,4
tmin= P*R/(SE-(1-y)*P)+C =7,453*530/(136*1-(1-0,4)*7,453)+6
tmin=36 mm

Tubulão de vapor
P = 7,453 MPa S =136 MPa D=1700
C=5,0 E=0,497 Y=0,4
tmin=PD/(2SE+2yP)+C =7,453*1700/(2*136*0,497+2*0,4*7,453)+5
tmin= 94,8 mm

Tampo tubulão de vapor


P = 7,453 MPa S =136 MPa R=750
C=6 E=1 Y=0,4
tmin= P*R/(SE-(1-y)*P)+C =7,453*750/(136*1-(1-0,4)*7,453)+6
tmin=48,5 mm

12.1.3. Zona Morta

O Invólucro encontra-se em condições satisfatórias com oxidação superficial e sem danos


aparentes.
Os Coletores apresentaram-se visualmente em boas condições físicas, na superfície observa-se
fina camada de óxido de fácil remoção, nesta entressafra o Coletor de saída do 2° passe será
substituído, ver fotos de 26 e 27 na próxima página.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 21 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Foto 27 – Detalhe das serpentinas


Foto 26 – Vista geral dos Coletores.
removidas.

12.1.4. Superaquecedor Primário

Os tubos das serpentinas nos 1° e 2° passes do Superaquecedor encontram-se em bom estado


físico, sem deformações, Contudo existem tubos soltos dos seus suportes o que levou a um
desalinhamento axial considerável acima de 15mm medidos em 1m. Foram removidos treze tubos
e serão reinstalados seis, esta alteração de projeto foi realizada sob a responsabilidade do
fabricante da caldeira, ver fotos 28, 29 e 30. Recomenda-se a adequação das anomalias à
condição de projeto.

Foto 28 – Dimensionamento das Serpentinas. Foto 29 – Detalhe da região de suportação.


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 22 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Foto 30 – Desalinhamento dos tubos e suportes


danificados.

A metalografia do tubo da serpentina, que rompeu durante a campanha de 2018 e que levou a
parada não programada da caldeira, apresenta uma estrutura de perlita e ferrita sem indicação de
danos por fluência. A ruptura ocorreu porque houve redução de fluxo de vapor através de algumas
serpentinas.

Foto 31 – Imagem das réplicas metalográficas realizadas no tubo da serpentina que


falhou no ano de 2018.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 23 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Foto 32 – Detalhe dos suportes e o Foto 33 – Desalinhamento dos


desalinhamento dos mesmos. suportes dos sopradores.

Dados de Projeto

Para tensão de 762 kgf/cm2 a temperatura de metal é 502 C.


Para tensão de 999 kgf/cm2 a temperatura de metal é 440 C.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 24 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Estes dados estão invertidos pois na região inicial, onde o vapor é saturado, a temperatura de
metal deve ser menor e a tensão admissível maior. Veja sentido do fluxo no croqui abaixo:

TUBO A 213 T11 60% inicial da serpentina


P=7,453 MPa
Sadm = 98,00 MPa
Temperatura de 440 C
D=38,1 mm
Espessura mínima de projeto
tmin = P*D/(2*Sadm+P)+0,005*D =7,453*38,1/(2*98+7,453)+0,005*38,1
tmin = 1,59 mm

TUBO A 213 T11 40% finais da serpentina


P=7,453 MPa
Sadm = 74,7 MPa
Temperatura de 502 C
D=38,1 mm
Espessura mínima de projeto
tmin = P*D/(2*Sadm+P)+0,005*D =7,453*38,1/(2*74,7+7,453)+0,005*38,1
tmin = 2,0 mm
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 25 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

12.1.5. Superaquecedor Secundário

Durante as inspeções verificou-se que condições físicas satisfatórias, contudo os tubos das
serpentinas apresentam-se com depósitos de moderada remoção e distribuídos de maneira
generalizada, desalinhamentos no eixo axial e suportes de fixação danificados, ver fotos de 34 a
37.

Foto 34 – Depósitos e início de oxidações em Foto 35 – Detalhe dos depósitos de moderada


todos os tubos das serpentinas. facilidade na remoção.

Foto 36 – Suportes de fixação das serpentinas do


Foto 37 – Detalhe do tubo encostado no suporte
Superaquecedor – Nota-se Considerável
podendo ocasionar abrasão devido atrito.
Desalinhamento.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 26 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Dados de Projeto

Observar que para espessura nominal do tubo de 3,4 mm, a projetista prevê uma espessura
reduzida nas curvas para valores da ordem de 2,69 a 2,75 mm (R1 do quadro acima).
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 27 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Espessura mínima dos tubos da serpentina do superaquecedor secundário


TUBO A 213 T11 60% inicial da serpentina
P=7,453 MPa
Sadm = 96,6 MPa
Temperatura de 450 C
D=38,1 mm
Espessura mínima de projeto
tmin = P*D/(2*Sadm+P)+0,005*D =7,453*38,1/(2*96,6+7,453)+0,005*38,1
tmin = 1,61 mm
As espessuras encontradas na medição B-scan nas curvas B do superaquecedor estão acima de
2,0 mm.
TUBO A 213 T22 40% finais da serpentina
P=7,453 MPa
Sadm = 53,35 MPa
Temperatura de 541 C
D=38,1 mm
Espessura mínima de projeto
tmin = P*D/(2*Sadm+P)+0,005*D =7,453*38,1/(2*53,35+7,453)+0,005*38,1
tmin = 2,68 mm
As espessuras encontradas na medição B-scan nas curvas A do superaquecedor estão entre 2,1
mm e 2,5 mm.
Para a pressão de operação de 6,374 MPa
tmin = P*D/(2*Sadm+P)+0,005*D =6,374*38,1/(2*53,35+6,374)+0,005*38,1
tmin = 2,34 mm
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 28 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Considerando que a falha ocorre por fluência, recomenda-se a controlar as condições físicas das
serpentinas através de réplica metalográfica nas curvas e tubos da região mais quente na
serpentina.
Para avaliar a vida residual através da equação de Larson Miller é necessário medir a temperatura
real de metal dos tubos.
[ ]

12.1.6. Coletores Superiores

Durante as inspeções nota-se que alguns tubos dos coletores das paredes laterais estão
encostados nas serpentinas do superaquecedor. Estas anomalias devem ser eliminadas para
permitir livre dilatação do coletor. Recomenda-se adequar a condição de projeto através de
Projeto de Alteração ou Reparo conforme a NR-13 item 13.3.3 e 13.3.3.4.

Foto 38 – Tubos de ligação encostados nas Foto 39 – Tubos de ligação encostados nas
serpentinas. serpentinas.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 29 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Dados de Projeto

Regiões submetidas a medições de espessuras por ensaio ultrassônico.


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 30 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Resultados da Medições por END-ME

Espessura mínima dos tubos de ligação


tmin=PD/(2Sw+P)+0,005*D+e =7,453*101,6/(2*92*1+7,453)+0,005*101,6+0
tmin=4,46 mm

Espessura mínima dos coletores da fornalha:


tmin=PD/(2SE+2yP)+C =7,453*273,1/(2*117,9*0,346+2*0,4*7,453)+3,57
tmin=26,8 mm
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 31 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

12.1.7. Dutos

Durante Inspeções nos dutos do economizador para a caldeira verificou-se que encontrava-se em
boas condições físicas, todas as travas soldadas sem deformações ou rompimento das soldas.

Foto 40 – Duto da Foto 41 – Detalhe das Chapas Em Bom


Caldeira/Economizador Parte Superior. Estado Físico.

Dutos dos economizadores para o pré aquecedor de ar apresentam-se boas condições físicas,
apenas fina camada de óxido distribuída de forma generalizada e em alguns ponto já ocorre a
evolução do fenômeno a uma corrosão danosa, recomenda-se monitorar através do END-ME, ver
abaixo as fotos.

Foto 42 – Duto Economizador de


Foto 43 – Detalhe da foto 40 ao lado.
Saída/Pré-ar de Entrada.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 32 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

12.1.8. Feixe Tubular Convectivo

Observou-se oxidação uniforme generalizada ao longo do eixo longitudinal além de uma leve
camada de fuligem depositada nas paredes dos tubos, ver fotos 44 e 45.

Foto 44 – Condições Gerais do Feixe Região Foto 45 – Detalhe dos Tubos – Nota-se
da Convecção. Corrosão de Leve Intensidade.

Espessura mínima dos tubos feixe convectivo


TUBO A178 Gr A
PRESSÃO projeto= 7,453 MPa
Temperatura de vapor saturado = 290 C
TEMPERATURA DE PROJETO = 350
Sadm = 87,8 MPa
D=63,5 mm
Espessura mínima de projeto
tmin = P*D/(2*Sadm+P)+0,005*D = 7,453*63,5/(2*87,8+7,453)+0,005*63,5
tmin = 2,9 mm
Pressão de operação 6,374 MPa
tmin =6,374*63,05/(2*87,8*1+6,374)+0,005*63,5 =2,53 mm

Realizado Ensaio de I.R.I.S por amostragem nos tubos do feixe. As espessuras e a localização
estão mostradas na tabela e croqui a seguir:
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 33 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Croqui do espelho de tubos do Feixe tubular convectivo no Tubulão Superior


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 34 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Na amostra realizada todos os tubos estão acima da espessura de projeto. Um tubo apresenta a
espessura de 3,3mm indicada como corrosão externa na cota 8,00 m. Não foi relatada a condição
visual do tubo no local da redução de espessura.

12.1.9. Fornalha

A inspeção visual realizada nos tubos que compõe o teto da Fornalha e a região screen da
Caldeira apresentava-se em boas condições. Os acessórios de sustentação e fixação não
apresentavam anomalias bem como as regiões de curvas visualmente estavam integras sem
sinais de erosão externa pelo fluxo preferencial dos gases provenientes da Fornalha, ver foto 46
abaixo.

Foto 46 – Teto da Caldeira e região Screen, não


apresentam danos aparentes..

Os tubos das paredes d´água encontravam-se em bom estado de preservação, sem


anomalias e danos físicos visivelmente detectáveis, durante avaliação com facho de luz
tangencial não foi observado formações de deformações por fluência (laranjas), ver fotos 47 e
48 na próxima página.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 35 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Foto 47 – Camada de óxido nos tubos da Foto 48 – Detalhe das Regiões


parede frontal região superior. Inspecionadas por B-Scan.

O refratário instalado internamente na fornalha estava danificado em diversas regiões com


desprendimento do concreto refratário na parede de tubos na Fornalha, recomenda-se
recompor a condição de projeto antes da operação da caldeira.

Foto 50 – Dano no refratário – Vista Em


Foto 49 – Dano no refratário – Vista geral.
Detalhe.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 36 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Durante a inspeção na fornalha, verificou-se que placas que compõe o piso grelha fixa basculante
apresentam trincas e desgastes. Entretanto em sua grande maioria se encontram em bom estado
físico, ver foto 51 abaixo.

Foto 51 – Detalhe da Trinca no Piso Grelhado.

Resultados das Medições por END-ME na parede d´água


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 37 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 38 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Dados de Projeto

Espessura mínima dos tubos da parede d’agua


TUBO A178 A
PRESSÃO projeto= 7,453 MPa
Temperatura de vapor saturado = 291 C
TEMPERATURA DE PROJETO = 350
Sadm = 87,8 MPa
D=76,2 mm
Espessura mínima de projeto
tmin = P*D/(2*Sadm+P)+0,005*D =7,453*76,2/(2*87,8+7,453)+0,005*76,2
tmin = 3,48 mm
Menor valor de espessura medida na parede dágua pelo lado interno da caldeira foi 4,0
mm.
Recomenda-se que para garantir que os tubos da parede d´água estão em boas
condições, seja recomposto e mantido o isolamento externo de alumínio, impossibilitando
assim a infiltração de água da chuva.

12.1.10. Cinzeiro (sistema de descarga de cinzas)

Abaixo da grelha onde atua o sistema de descarga das cinzas, foram verificadas várias
regiões oxidadas e dentre estas já há regiões com o processo corrosivo iniciado. As conexões
de sopragem da grelha para prover a queima do leito de bagaço pesado, encontravam-se com
muito depósito de biomassa proveniente da descarga quando a grelha basculha, estes se
acumulam preferencialmente nas frestas das conexões propiciando as corrosões por frestas e
dificultando uma possível manutenção por estarem engripadas quando de sua remoção.
Recomenda-se a inspeção semanal das válvulas de descargas de cinzas localizadas nas
moegas do feixe tubular e na moega do pré aquecedor de ar/economizador.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 39 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Foto 52 – Região sob a grelha Foto 53 – Conexões e tubos de


apresentando oxidações. alimentação do vapor LT sob a grelha.

Espessura mínima coletores da grelha


tmin=PD/(2SE+2yP)+C =7,453*88,9/(2*117,9*0,561+2*0,4*7,453)+1,89
tmin=6,7 mm

12.1.11. Pré aquecedores de ar entrada (HT) e saída (LT)

Apresentavam-se com fina camada de óxido mais fuligem acumulada sobre o espelho do Pré
aquecedor de ar HT (High Temperature) e diversos tubos amassados em suas extremidades,
segundo informações da operação, devido ações indevidas durantes as intervenções, ver fotos
abaixo.

Foto 54 – Vista Panorâmica do Foto 55 – Detalhe do Amassamento dos


Espelho. Tubos.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 40 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

No espelho do Pré aquecedor de ar LT (Low Temperature) detecta-se oxidação uniforme


generalizada sobre o espelho as chapas do invólucro estão em diversos pontos com processo
corrosivo severo onde o dano estrutural é irreversível, recomenda-se a recuperação do invólucro
conforme o projeto do fabricante afim de melhoria no aproveitamento térmico e eliminação dos
danos passíveis de surgirem por exposição a intempéries, ver fotos 56 e 57 abaixo.

Foto 56 – Danos corrosivos severos Foto 57 – Danos corrosivos severos


irreversíveis próximos a Boca de Visita. irreversíveis internamente ao invólucro.

12.1.12. Economizador
Durante a inspeção, observou-se, em ambos os lados, a incidência de carepas de fácil remoção e
oxidações uniforme generalizadas, mais presente nas curvas inferiores devido ao acúmulo de
fuligem, ver fotos 58 e 59 abaixo.

Foto 58 – Curvas de retorno do economizador, Foto 59 – Curvas de retorno do


entrada. economizador, saída.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 41 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

As serpentinas de 02 (dois) módulos do economizador foram substituídas toda a documentação e


execução deste reparo foi realizada sob a responsabilidade da empresa executante CALDEMA,
nesta oportunidade o diligenciamento de inspeção destas atividades foram executados pela
Qualyend, conforme MD-0474-Rev.0 onde 157 juntas tubulares foram soldadas com penetração
total e inspecionadas estas com dimensões de Ø 1 ½” e espessura de 3,75mm foram
inspecionadas.

Foto 58 – Curvas de retorno do economizador, Foto 59 – Curvas de retorno do economizador,


entrada. saída.

Espessura mínima coletores do economizador


tmin=PD/(2SE+2yP)+C =7,453*88,9/(2*117,9*0,497+2*0,4*7,453)+2,28
tmin=7,7 mm
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 42 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Nos tubos e curvas do economizador


TUBO A178 A
PRESSÃO projeto= 7,453 MPa
Temperatura de projeto 300 C
Sadm = 91,9 MPa
D=50,8 mm
Espessura mínima de projeto
tmin = P*D/(2*Sw+P)+0,005*D =7,453*50,8/ (2*91,9*1+7,453)+0,005*50,8
tmin = 2,23 mm

13. INTERVENÇÕES

Houveram intervenções relevantes em partes pressurizadas passíveis de citações e comentários,


a saber:
1. Substituição da Garrafa de Nível conforme;
2. Troca de serpentinas em 02 (dois) módulos do Economizador conforme MD-0474 Rev.0;
3. Troca dos Coletores de entrada e saída do Superaquecedor secundário, contemplando 103
juntas com dimensões Ø 1” espessura de 4,7mm e metal base ASTM A213 Gr. T22 BW;
4. Calibração das PSV´s (Válvulas de segurança e alívio de pressão) no Tubulão Superior e
linha de saída dos Superaquecedores;
5. Hidrojateamento para a realização do END-IRIS no feixe tubular convectivo.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 43 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

14. ENSAIOS REALIZADOS

1. Réplica metalográfica em serpentina do Superaquecedor primário que rompeu em 2018;


2. Inspeção visual em toda a caldeira e acessórios;
3. Ensaio Ultrassônico pela técnica PAUT (Phased Array) nas seguintes regiões:
a) Juntas soldadas de 01 a 04 no Dessuperaquecedor de vapor;
b) Juntas soldadas 05 e 06 na linha de saída principal de vapor, no sentido para a casa de
força;
c) Junta soldada 07 no coletor de saída do Superaquecedor secundário;
d) Regiões A, B e C do coletor de entrada do Superaquecedor secundário;
e) Regiões D e E no coletor do Dessuperaquecedor.
4. Ensaio de IRIS no feixe tubular convectivo;
5. Ensaio Ultrassônico B Scan para verificação das espessuras nas seguintes regiões da
caldeira:
a) Parede frontal em trechos retos á 1500mm e 3500mm acima da Grelha;
b) Paredes laterais direita e esquerda e traseira á 1500mm e 3500mm acima da Grelha;
c) Curvas inferiores no feixe tubular (bank convection boiler) no fluxo ascendente do feixe
convectivo (risers);
d) Curvas A e B da parede traseira região screen;
e) Tubulões Superiores e Inferiores no costado e calotas;
f) Nos coletores superiores das paredes laterais e curvas de ligação entre os coletores ao
Tubulão superior.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 44 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

15. RECOMENDAÇÕES E PROVIDÊNCIAS NECESSÁRIAS

ITEM ANOMALIA CAUSA RECOMENDAÇÃO PRAZO

Ausência de Pintura
em toda estrutura por
Danos na pintura em
ações diversas, tais
diversas regiões da
como: Recompor todas as
estrutura que suporta a
Ação humana com regiões citadas neste
caldeira, acessos, Durante a
1 intervenções relatório conforme
guarda corpos, Campanha
inadequadas; esquema do fabricante,
suportes e plataformas,
Choques mecânicos; detalhado no projeto.
ver item 11.1.2 deste
Falha na execução do
relatório.
esquema de pintura,
etc...

Ano passado foi


evidenciada a Não foi apresentada a
necessidade de tomar tratativa indicada para
medidas operacionais esta anomalia onde
para redução da busca estabelecer uma Evidenciar ou implantar a Durante a
2
amplitude e frequência faixa de variação da ação recomendada. Campanha
de variação da temperatura do vapor
temperatura do vapor e inferior a 25° C.
ainda não há evidência
desta ação.

Reinstalar os dispositivos
que forneçam iluminação
Falta da iluminação de Falha na manutenção adequada ao transito dos Durante a
3
emergência. preditiva e preventiva. trabalhadores, conforme Campanha
NR-13 item 13.4.2.3 f). e
NBR 10898

Trincas e danos
Substituir elementos da
aparentes em Próxima parada
4 Fadiga operacional. grelha que estejam
elementos da grelha, da Caldeira.
danificados.
ver item 12.1.9 foto 51

Ação humana, choque


Recompor o isolamento
Isolamento térmico no mecânicos e ou Durante a
5 onde estão apresentando
Balão superior. manutenções Campanha
falhas no balão superior.
inadequadas.

Recompor as regiões do
Falha em manutenções
Telhado da Estrutura teto da caldeira Durante a
6 preditivas e
na caldeira danificado.. adequadamente conforme Campanha
intempéries.
projeto.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 45 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

ITEM ANOMALIA CAUSA RECOMENDAÇÃO PRAZO


Presença de SiO2
(Quartzo) nas cinzas Avaliar melhorias durante
Tubos das serpentinas
do bagaço gerado pela a extração e lixiviação no
do superaquecedor Durante a
7 queima do bagaço de difusor, a fim de obter um
apresentando Campanha
cana não lavada e bagaço com menores
incrustações.
direcionado pelo fluxo teores de areia do solo.
dos gases.

Falha no isolamento
térmico do balão
8 Infiltração de água Recompor o isolamento. Imediato
inferior (região inferior
do balão).

Existem pontos de
infiltrações nos
isolamentos da geratriz
superior do Tubulão
superior lado direito, ao
longo da linha de
Intempéries, e Recompor a condição de Durante a
9 alimentação, saída de
desgaste operacional. projeto. Campanha
vapor, dos coletores
inferiores das paredes
laterais e as linhas de
entrada e saída de
agua dos
economizadores 1 e 2

Passar a controlar as
condições físicas das
serpentinas através de
Falhas no tubo da
réplica e para avaliar a
serpentina do Durante a
10 Fluência . vida residual através da
superaquecedor Campanha
equação de Larson Miller
secundário.
é necessário medir a
temperatura real de metal
dos tubos.

Proteção externa da
Corrosões sob
fornalha, apresenta
isolamento térmico, e Recompor o isolamento a Durante a
11 danos que propiciam a
perda da eficiência condição de projeto. Campanha
infiltração pluvial e
térmica.
umidade atmosférica.
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 46 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

16. EQUIPE DE INSPEÇÃO

NOME FUNÇÃO CONSELHO REGISTRO RÚBRICA


Afonso Verges Eng° Mecânico PH-NR13 CREA-SP 0600680690

Cristian Mendonça Insp. de Equipamentos CREA-RJ 2013118194

Inspetor da US-Pased
Roberto Esteves SNQC 5261
Array

Emanuel de Carvalho Inspetor de END SNQC 7460

Daniel Vinícius Inspetor de IRIS SNQC 12080

17. ANEXOS

17.1 Relatório dos END´s por Ultrassom Phased Array n° RT 494.043.19.201;

17.2 Relatório dos END´s por Ultrassom para Medição de Espessuras por B Scan, n° RT
235.206.17.2019;

17.3 Lista de Dispositivos de Controle e Segurança;

17.4 Certificados de Calibração das Válvulas de Segurança;

17.5 Certificado de Calibração dos Manômetros;

17.6 ART (Atestado de Responsabilidade Técnica) desta Inspeção de Segurança.


Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 47 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

18. LISTA DE CHECAGEM (ITENS OPERACIONAIS NORMATIVOS)

Legenda:
C = Conforme, NC = Não Conforme, RGI = Risco Grave e Iminente, NA = Não Aplicável
Status
Item
Descrição
NR-13 C NC RGI NA

A caldeira opera com os dispositivos de segurança previstos


13.3.1, a)
conforme itens 13.4.1.3?
☒ ☐ ☐ ☐
13.3.1, b) A caldeira está sendo inspecionada periodicamente no prazo ? ☒ ☐ ☐ ☐

Os dispositivos de segurança da caldeira, não estão bloqueados


13.3.1, c) sem a devida justificativa técnica baseado em códigos, normas ou ☒ ☐ ☐ ☐
procedimentos formais de operação do equipamento?

O dispositivo operacional de controle do nível de água de caldeira


13.3.1, d)
não está ausente?
☒ ☐ ☐ ☐
A caldeira não está operando com deterioração atestada por meio
de recomendação de sua retirada de operação constante de
13.3.1, e) parecer conclusivo em relatório de inspeção de segurança, de ☒ ☐ ☐ ☐
acordo com seu respectivo código de projeto ou de adequação ao
uso?
A caldeira está sendo operada por trabalhador que atende aos
requisitos estabelecidos no Anexo I desta NR, está sob supervisão,
13.3.1, f)
acompanhamento ou assistência específica de operador
☒ ☐ ☐ ☐
qualificado?

Havendo postergação da inspeção de segurança periódica na


13.3.1.1.1 caldeira o sindicato dos trabalhadores da categoria predominante no ☐ ☐ ☐ ☒
estabelecimento foi comunicado com uma justificativa formal ?

Os projetos de alterações ou reparos foram concebidos ou


aprovados por PH, onde determina materiais, procedimentos de
13.3.3.4 execução, controle de qualidade e qualificação de pessoal e estes ☒ ☐ ☐ ☐
foram divulgados para os empregados do estabelecimento que
estão envolvidos com o equipamento?

Todas as intervenções que exigiram mandrilamento ou soldagem


em partes que operem sob pressão foram submetidas a exames ou
13.3.3.5
testes para controle da qualidade com parâmetros definidos pelo
☒ ☐ ☐ ☐
PH, de acordo com normas ou códigos aplicáveis?

Os sistemas de controle e segurança das caldeiras possuem


13.3.4
evidência da manutenção preventiva ou preditiva?
☒ ☐ ☐ ☐
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 48 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Legenda:
C = Conforme, NC = Não Conforme, RGI = Risco Grave e Iminente, NA = Não Aplicável
Status
Item
Descrição
NR-13 C NC RGI NA

A caldeira possui a declaração do seu código de projeto em seu


13.3.7
prontuário e em sua placa de identificação? ☒ ☐ ☐ ☐

13.4.1.2 A caldeira está categorizada conforme os requisitos normativos? ☒ ☐ ☐ ☐

A válvula de segurança está com a pressão de abertura ajustada


em valor igual ou inferior a PMTA, considerados os requisitos do
13.4.1.3 a)
código de projeto relativos a aberturas escalonadas e tolerâncias de ☒ ☐ ☐ ☐
calibração?

A caldeira possui instrumento que indique a pressão do vapor


13.4.1.3 b)
acumulado? ☒ ☐ ☐

A caldeira possui injetor ou sistema de alimentação de água


independente do principal que evite o superaquecimento por
13.4.1.3 c) alimentação deficiente, acima das temperaturas de projeto, de ☒ ☐ ☐ ☐
caldeiras de combustível sólido não atomizado ou com queima em
suspensão?

A caldeira possui sistema dedicado de drenagem rápida de água em


13.4.1.3 d) caldeiras de recuperação de álcalis, com ações automáticas após ☐ ☐ ☐ ☒
acionamento pelo operador?

A caldeira possui sistema automático de controle do nível de água


13.4.1.3 e) com intertravamento que evite o superaquecimento por alimentação ☒ ☐ ☐ ☐
deficiente.

13.4.1.4 A placa de identificação indelével atende os requisitos da NR-13? ☒ ☐ ☐ ☐

A identificação auxiliar, constado o código e a categoria da caldeira,


13.4.1.5
atende aos requisitos da NR-13? ☒ ☐ ☐ ☐

O prontuário da caldeira está com toda documentação listada na


13.4.1.6 a)
NR-13 atualizada? ☒ ☐ ☐ ☐
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 49 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Legenda:
C = Conforme, NC = Não Conforme, RGI = Risco Grave e Iminente, NA = Não Aplicável
Status
Item
Descrição
NR-13 C NC RGI NA

A caldeira possui Registro de Segurança, em conformidade com o


13.4.1.6 b)
item 13.4.1.9?
☒ ☐ ☐ ☐

A caldeira possui Projeto de Instalação, em conformidade com o


13.4.1.6 c)
item 13.4.2.1?
☐ ☒ ☐ ☐
A caldeira possui Projeto de alteração ou reparo, em conformidade
13.4.1.6 d)
com os itens 13.3.3.3 e 13.3.3.4?
☒ ☐ ☐ ☐
A caldeira possui Relatórios de inspeção de segurança, em
13.4.1.6 e)
conformidade com o item 13.4.4.14?
☒ ☐ ☐ ☐

Os Certificados de calibração dos dispositivos de segurança estão


13.4.1.6 f)
atualizados?
☒ ☐ ☐ ☐

Se reconstituído, o prontuário da caldeira atende os requisitos da


13.4.1.7
NR-13?
☒ ☐ ☐ ☐

Estando a caldeira instalada em local aberto, esta se encontra


afastada de, no mínimo, 3,0 m (três metros) de, outras instalações
do estabelecimento; de depósitos de combustíveis, excetuando-se
13.4.2.3 a)
reservatórios para partida com até 2000 L (dois mil litros) de
☒ ☐ ☐ ☐
capacidade; do limite de propriedade de terceiros e do limite com
as vias públicas ?

Estando a caldeira instalada em local aberto, esta dispõe de, pelo


13.4.2.3 b) menos 2 (duas) saídas amplas, permanentemente desobstruídas, ☒ ☐ ☐ ☐
sinalizadas e dispostas em direções distintas, conforme NR-26?

Estando a caldeira instalada em local aberto, esta dispõe de,


acesso fácil e seguro, necessário à operação e à manutenção da
13.4.2.3 c)
caldeira, sendo que, para guarda-corpos vazados, os vãos devem
☒ ☐ ☐ ☐
ter dimensões que impeçam a queda de pessoas, conforme NR-18?

Estando a caldeira instalada em local aberto, esta dispõe de,


sistema de captação e lançamento dos gases e material particulado,
provenientes da combustão, para fora da área de operação,
13.4.2.3 d)
conforme resolução do CONAMA n° 436 caldeiras com licença de
☐ ☒ ☐ ☐
instalação anterior a 02/01/07 ou a de n° 382 para licenças
posteriores a esta data ?
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 50 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Legenda:
C = Conforme, NC = Não Conforme, RGI = Risco Grave e Iminente, NA = Não Aplicável
Status
Item
Descrição
NR-13 C NC RGI NA

Estando a caldeira instalada em local aberto, esta dispõe de,


13.4.2.3 e) iluminação conforme normas oficiais vigentes, NR-17 item 17.5.3.3 ☒ ☐ ☐ ☐
e nota técnica do MTE n° 224?

Estando a caldeira instalada em local aberto, esta dispõe de, ter


13.4.2.3 f) sistema de iluminação de emergência caso opere à noite conforme ☒ ☐ ☐ ☐
normas oficiais vigentes NBR 10898?

Estando a caldeira instalada em local fechado, esta encontra-se em


prédio separado, construído de material resistente ao fogo, tendo
apenas uma parede adjacente a outras instalações do
estabelecimento, porém com as outras paredes afastadas de, no
13.4.2.4 a)
mínimo, 3,0 m (três metros) de outras instalações, do limite de ☐ ☐ ☐ ☒
propriedade de terceiros, do limite com as vias públicas e de
depósitos de combustíveis, excetuando-se reservatórios para
partida com até 2000 L (dois mil litros) de capacidade?

Estando a caldeira instalada em local fechado, esta dispõe de, pelo


13.4.2.4 b) menos 2 (duas) saídas amplas, permanentemente desobstruídas, ☐ ☐ ☐ ☒
sinalizadas e dispostas em direções distintas, conforme NR-26?
Estando a caldeira instalada em local fechado, esta dispõe de,
13.4.2.4 c) ventilação permanente com entradas de ar que não possam ser ☐ ☐ ☐ ☒
bloqueadas?

Estando a caldeira instalada em local fechado, esta dispõe de,


13.4.2.4 d) sensor para detecção de vazamento de gás quando se tratar de ☐ ☐ ☐ ☒
caldeira a combustível gasoso?

Estando a caldeira instalada em local fechado, esta sendo utilizada


13.4.2.4 e)
para qualquer outra finalidade?
☐ ☐ ☐ ☒

Estando a caldeira instalada em local fechado, esta dispõe de,


acesso fácil e seguro, necessário à operação e à manutenção da
13.4.2.4 f)
caldeira, sendo que, para guarda-corpos vazados, os vãos devem
☐ ☐ ☐ ☒
ter dimensões que impeçam a queda de pessoas, conforme NR-18?
Estando a caldeira instalada em local fechado, esta dispõe de,
sistema de captação e lançamento dos gases e material particulado,
provenientes da combustão, para fora da área de operação,
13.4.2.4 g)
conforme resolução do CONAMA n° caldeiras com licença de
☐ ☐ ☐ ☒
instalação depois de 02/01/07 ou a de n° 382 para licenças
posteriores a esta data?
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 51 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Legenda:
C = Conforme, NC = Não Conforme, RGI = Risco Grave e Iminente, NA = Não Aplicável
Status
Item
Descrição
NR-13 C NC RGI NA

Estando a caldeira instalada em local fechado, esta dispõe de,


iluminação conforme normas oficiais vigentes, NR-17 item 17.5.3.3 ☐ ☐ ☐ ☒
e nota técnica do MTE n° 224 ?
13.4.2.4 h)
Estando a caldeira instalada em local fechado, esta dispõe de, ter
sistema de iluminação de emergência caso opere à noite conforme ☐ ☐ ☐ ☒
normas oficiais vigentes NBR 10898?

Por não atender ao disposto nos itens 13.4.2.3 e 13.4.2.4, o


estabelecimento elaborou um projeto alternativo de instalação, com
13.4.2.5 medidas complementares de segurança, que permitindo a ☐ ☐ ☐ ☒
atenuação dos riscos, comunicando previamente a representação
sindical dos trabalhadores predominante no estabelecimento?

Sendo esta caldeiras classificada na categoria A, esta possui painel


13.4.2.6 de instrumentos instalados em sala de controle, construída segundo ☒ ☐ ☐ ☐
o que estabelecem as NR-26, NR-17 e NR-10?

A caldeira possui manual de operação atualizado, em língua


13.4.3.1 de
a) à d)
portuguesa, em local de fácil acesso aos operadores, contendo o ☒ ☐ ☐ ☐
mínimo requerido pela NR-13?

Os instrumentos e controles da caldeira estão sendo mantidos


13.4.3.2 calibrados e em boas condições operacionais, através de ☒ ☐ ☐ ☐
manutenções preditivas e preventivas?

Havendo inibição provisória dos instrumentos e controles, a


segurança operacional foi mantida, e os procedimentos formais de
13.4.3.2.1 operação e manutenção, estão com justificativa formalmente ☒ ☐ ☐ ☐
documentada, e elaborada pelo responsável técnico do processo,
com anuência do PH?

Sendo esta caldeira, categoria A, a qualidade da água está


13.4.3.3 controlada e tratamentos foram implementados, e atendem os ☒ ☐ ☐ ☐
requisitos estabelecidos no código de projeto?

A caldeira está sob operação e controle de operador de caldeira e


13.4.3.4
este atende o disposto no item “A” do Anexo I da NR-13 ?
☒ ☐ ☐ ☐
Tipo do Documento:

Relatório de Inspeção de Segurança NR-13


Número do Relatório:

487.070.18-2019
Intervalos: Modalidade:

Periódica Caldeiras
Cliente: Localização: TAG: Folha: Revisão:

Bunge Monteverde Ponta Porã - MS Caldeira 1 52 / 52 0


Descrição do Equipamento: Início das Inspeções: Fim das Inspeções: Data da Emissão:

Caldeira Aquatubular Bidrum 14/01/2019 16/01/2019 06/05/2019

Legenda:
C = Conforme, NC = Não Conforme, RGI = Risco Grave e Iminente, NA = Não Aplicável
Status
Item
Descrição
NR-13 C NC RGI NA

A caldeira foi submetida a inspeção de segurança inicial antes de


entrar em operação em seu local definitivo de instalação devendo
13.4.4.2
compreender exame interno, seguido de teste de estanqueidade e
☒ ☐ ☐ ☐
exame externo?

A caldeira foi submetida a Teste Hidrostático - TH em sua fase de


fabricação, com comprovação por meio de laudo assinado por PH, e
13.4.4.3
tem o valor da pressão de teste afixado em sua placa de
☒ ☐ ☐ ☐
identificação?

13.4.4.4 a), A caldeira está sendo submetida a inspeção periódica no prazos


b e c). estabelecidos pela NR-13?
☒ ☐ ☐ ☐

Possuindo no máximo 25 (vinte e cinco) anos de uso; na sua


inspeção subsequente esta foi submetida a uma avaliação de
13.4.4.7 integridade com maior abrangência, para determinar a sua vida ☐ ☐ ☐ ☒
remanescente e novos prazos máximos para inspeção, caso ainda
estejam em condições de uso?

Sendo esta caldeira categoria B, as válvulas de segurança estão


13.4.4.8 a) sendo testadas pelo menos 1 (uma) vez por mês, mediante ☐ ☐ ☐ ☒
acionamento manual da alavanca, em operação?

Sendo as válvulas de segurança instaladas na caldeira, flangeadas,


roscadas ou soldadas, estas estão sendo testadas conforme a NR-
13.4.4.8 b) 13 e cumprem seus prazos, tendo como limites máximos para essas ☒ ☐ ☐ ☐
atividades os períodos de inspeção estabelecidos nos itens 13.4.4.4
e 13.4.4.5?
Adicionalmente aos testes do item 13.4.4.8 acima supracitado, o PH
definiu o teste de acumulação e este segue os critérios
13.4.4.11 estabelecidos no manual do fabricante ou em sua falta a API-576 ☐ ☐ ☐ ☒
e/ou da N-2368 Petrobrás item 7.3 nunca ultrapassando 6% da
PMTA?
Sendo esta inspeção extraordinária, esta acontece sob os requisitos
13.4.4.12
da NR-13
☐ ☐ ☐ ☒
As recomendações anteriores a esta inspeção foram
13.4.4.15 implementadas pelo empregador, com a determinação de prazos e ☐ ☒ ☐ ☐
responsáveis pela execução?

Você também pode gostar