Você está na página 1de 8
 
Português 3 - Aula 4Instituto Universal Brasileiro
39
    A    U    L    A     4
Sinais de Pontuação
Sinais de pontuação são recursos gráficos extremamente relevantes na es- crita. A função desses sinais é ajudar na leitura e compreensão do texto. Podem assinalar pausas; esclarecer o sentido, desfazendo ambiguidades; definir a entonação; separar palavras e orações.
Você sabia que a vírgula tem um superpoder?
Para você ter apenas uma ideia do que isso signica, veja a criativa campanha da Associação Brasi
-
leira de Imprensa (ABI): “100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação”. Só para descontrair... Onde você colocaria a vírgula no texto abaixo?
"Se o homem soubesse o valor que tem a mulher andaria de quatro à sua procura." 
Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de
mulher 
! Se você for homem, colocou a vírgula depois de
tem
.
1. Vírgula pode ser uma pausa… ou não.
- Não, espere. - Não espere.
2. Ela pode sumir com seu dinheiro.
- 23,4. - 2,34.
3. Pode criar heróis...
- Isso só, ele resolve. - Isso só ele resolve.
4. Ela pode ser a solução.
- Vamos perder, nada foi resolvido. - Vamos perder nada, foi resolvido.
5. A vírgula muda uma opinião.
- Não queremos saber. - Não, queremos saber.
6. A vírgula pode condenar ou salvar.
- Não tenha clemência! - Não, tenha clemência!
Uma vírgula muda tudo
Uma vírgula mal usada pode causar muitos prejuízos!
 
Português 3 - Aula 4Instituto Universal Brasileiro
40
Os sinais grácos de pontuação têm trí
-
plice nalidade. São recursos utilizados na es
-
crita para: Além de pausa na fala e entonação da voz, os sinais de pontuação reproduzem, na escrita,
nossas
emoções
,
intenções
e
 anseios
.O ponto tem várias funções. A mais im
-
portante é indicar o nal da frase, marcando uma pausa absoluta. Determina o nal de um pensamento assertivo (armativo ou negati
-
vo), de mensagem ou de estrutura sintática completa. Fecha-se ainda com ponto uma
Pontuação
Sinais grácos
1.
 
Indicar as pausas
 ou a entonação
da leitura;
2.
 
Separar palavras
 ou
realçar 
 algum elemento;
3.
 
Deixar claro o sentido da frase
, evi
-
tando ambiguidades ou equívocos.Identique os sinais de pontuação:
Ponto .Vírgula ,Ponto e vírgula ;Dois pontos :Ponto de interrogação ?Ponto de exclamação !Parênteses ( )Reticências ...Aspas " "Travessão  _ 
Como surgiram os sinaisde pontuação?
 A maioria dos sinais que conhece
-
mos apareceu na Europa entre os séculos 14 e 15. O período em que as primeiras vírgulas, pontos de interrogação/exclama
-
ção e dois pontos surgiram coincide com o momento em que o hábito de ler, pra
-ticamente restrito aos monges na Idade
Média, crescia com o surgimento da im
-
pressão tipográca. O grande ancestral da pontuação, porém, apareceu bem an
-
tes disso. O ponto já era usado no antigo Egito em textos poéticos e no ensino de crianças na escrita hierática. Conra a re
-
ferência temporal de quando surgiu cada sinal: ponto nal, 3000 a.C.; interrogação e exclamação, século 14; vírgula e ponto e vírgula, século 15; dois pontos, século 16; aspas, século 17.
Texto adaptado de artigo disponível em: http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-surgiram-os-sinais-de-pontuacao. Acesso em: 12.01.2015.
Ponto
 
Português 3 - Aula 4Instituto Universal Brasileiro
41
sequência de tópicos, características ou fatos que se quer realçar; ou para marcar abrevia
-
turas e algarismos.
Funções do ponto
Indica o nal de uma frase declara
-tiva
. Ex.: Tenho um ótimo livro.
Separa períodos entre si
. Ex.: Fica comigo. Não vá embora.
Compõe as abreviaturas
. Ex.: Av.; V. Ex.ª.Sobre o emprego dos sinais de pontua
-
ção, o emprego da vírgula é o mais comple
-
xo. O uso dela requer atenção especial, em virtude de sua variabilidade de aplicações e efeitos. A vírgula indica uma pequena pausa na emissão de uma frase. Onde houver uma pausa, deverá existir vírgula, desde que se trate de uma pausa breve. É usada para se
-
parar elementos de mesma função sintática e orações. Também serve para isolar elementos repetidos e expressões; separar a localidade da data; marcar a supressão do verbo; sepa
-
rar conjunções deslocadas.
Regras de emprego de vírgula Para isolar o aposto e o vocativo.
 O aposto e o vocativo devem vir entre vírgulas. Ex.: O rapaz da história aí em cima era nin
-
guém menos que Thomas Edison,
o inventor da lâmpada (aposto)
. Vem,
estrela da ma-nhã
, alegrar este dia que nasce
(vocativo)
.
Para separar as orações.
 Ex.:
Quan-do cresceres
, terás de enfrentar a realidade
(oração subordinada adverbial)
. Vim para o lado do Catete,
elas continuaram para o da matriz (orações coordenadas assindé-ticas)
.
Para separar os elementos de uma enumeração
. São termos da mesma função em sequência. Ex.: O diretor conversou com pais, alunos, professores e funcionários da escola.
Para indicar a omissão de termos da frase, anteriormente expressos (zeug-ma).
 Ex.: Muitas vezes, corria alegre para meus braços; outras, evitava-me. (
vírgula
 no lugar de
vezes
).
• Para separar certas conjunções
. Como:
 porém
,
contudo
,
pois
,
portanto
 etc. Ex.: Ele,
porém
, sempre se conduziu digna
-
mente.
Para separar os elementos parale-los de um provérbio
. Ex.: Mocidade ociosa, velhice vergonhosa.
Para isolar as expressões explicati-vas na oração
. Ex.: O dom mais precioso do homem,
isto é
, a inteligência, pouco a pouco vai colocando ao seu alcance a compreensão dos fenômenos da natureza.
Para destacar o nome do lugar nas datas
. Ex.: São Paulo, 22 de abril de 1500.
Para marcar inversões da ordem direta
. Ex.: Quando a crise chegou, estavam desprevenidos. (Estavam desprevenidos, quando a crise chegou.)
Para destacar um adjunto adverbial, que vem no início da oração
. Ex.: No nal da reunião, todos saíram silenciosamente. Mas atenção: quando o adjunto adverbial for repre
-
sentado por uma só palavra, a vírgula é dispen
-
sável, a menos que se queira acentuar o valor do advérbio: Hoje vamos passear no bosque.
Casos em que a vírgula é proibidaJamais se separa por vírgula o sujei-to do seu predicado
. Exemplo: Todos gostam de dinheiro. Há orações que funcionam como sujeitos. Nem assim devem ser separadas do predicado verbal de que são sujeitos. Ex.: Quem com ferro fere com ferro será ferido.
A vírgula jamais deve separar o verbo de seus complementos
. Exemplos: Luís come
empadinhas engorduradas
 todos
os dias. Ele gosta
de garotas loiras
.
Vírgula

Recompense a sua curiosidade

Tudo o que você quer ler.
A qualquer hora. Em qualquer lugar. Em qualquer dispositivo.
Cancele quando quiser
576648e32a3d8b82ca71961b7a986505