Você está na página 1de 4

MODELO- Ação de divórcio

consensual direto sem partilha de


bens
2
0

há 17 dias

59 visualizações
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO
DE UMAS DAS VARAS DE FAMÍLIA E SUCESSÕES DA
COMARCA DE XXXXXXXX– XX
(NOME COMPLETO DO CÔNJUGE VARÃO), brasileira, estado cível,
profissão, portador do documento de identidade RG. N.º
________________ e inscrito no CPF sob o n.º
________________, domiciliado na Rua
___________________(endereço completo), e (NOME
COMPLETO DA CÔNJUGE VIRAGO), brasileiro,, estado cível,
profissão, portador do documento de identidade RG. N.º
________________ e inscrito no CPF sob o n.º
________________, domiciliado na Rua
___________________(endereço completo), neste ato nomeia e
constitui como seu bastante procurador o advogado
_______________, brasileiro, estado cível, inscrito na OAB/___
sob o n.º _____com escritório ___________________(endereço
completo), onde recebe notificações e intimações, vem mui
respeitosamente à presença de Vossa Excelência, com fulcro no
art. 226, § 6º da Constituição Federal, e nos artigos 1.571 e seguintes
do Código Civil, propor a presente:
AÇÃO DE DIVÓRCIO CONSENSUAL DIRETO SEM
PARTILHA DE BENS
Pelas razões de fato e de direito a seguir expostas:

I-DO PEDIDO DE GRATUIDADE DA JUSTIÇA


Os Requerentes pleiteiam os benefícios da Justiça Gratuita
assegurado pela Constituição Federal, artigo 5º, LXXIV e Lei
Federal 1060/50 tendo em vista que momentaneamente, não podem
arcar com as despesas processuais, sem prejuízo de seu sustento.
II-DOS FATOS
Os Requerentes declararam União Estável por meio de instrumento
particular registrado em cartório no dia ___________(em anexo),
vindo a casarem no dia ____________, pelo regime de
COMUNHÃO____________, conforme comprova a certidão de
casamento anexa. Contudo, não possuem mais ânimo em continuar a
vida conjugal ante o término da afetividade recíproca.

III-DO NOME DE SOLTEIRA


Acordam os requerentes que a (NOME COMPLETO DA CÔNJUGE
VIRAGO) voltará a usar seu nome de solteira, qual seja, (NOME
COMPLETO DA CÔNJUGE VIRAGO), tudo de acordo com o
permissivo § 2º do art. 1.578 do Código Civil.
IV-DOS BENS A PARTILHAR
Declaram os requerentes inexistirem bens imóveis ou móveis a ser
objeto de partilha.

V-DA PENSÃO ALIMENTÍCIA


Tanto o cônjuge varão quanto o cônjuge virago são capazes física e
mentalmente de obterem seus próprios sustentos, motivo pelo qual
renunciam ao pleito de receber qualquer pensão alimentícia.

VI-DOS FILHOS
Declaram os requerentes que não possuem filhos comuns.

VII-DO DIREITO
O § 6º do art. 226 da Constituição Federal, antes da modificação
trazida pela Emenda Constitucional nº 66/2010, estabelecia que o
“casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio, após prévia
separação judicial por mais de um ano nos casos expressos em lei, ou
comprovada separação de fato por mais de dois anos”, ao passo que,
após a referida alteração, passou simplesmente a prever que o
“casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio”.
§ 6º O casamento civil pode ser dissolvido pelo divórcio (...)
Art. 226, CF/88. A família, base da sociedade, tem especial proteção
do Estado. (...)
Assim, diante da leitura do artigo supramencionado, conclui-se que é
permitida a extinção do vínculo matrimonial pelo divórcio sem a
necessidade de prévia separação judicial por mais de 1 ano ou de
comprovação da separação de fato por mais de 2 anos, como era
exigido anteriormente.

DOS PEDIDOS:
Diante de todo o exposto, pugnam a Vossa Excelência a homologação
da presente Ação de Divórcio em todos os seus termos,
especialmente:

a- O deferimento da concessão da gratuidade da justiça, assegurado


pela Constituição Federal, artigo 5º, LXXIV e Lei Federal 1060/50
tendo em vista que momentaneamente, não podem arcar com as
despesas processuais, sem prejuízo de seu sustento.
b- Deferimento do pedido de alteração do nome do cônjuge virago
para aquele de solteira, qual seja, (NOME COMPLETO DA
CÔNJUGE VIRAGO), de acordo com o § 2º do art. 1.578 do Código
Civil
c- A expedição de competente ofício para averbar a homologação
desta ação de divórcio na Certidão de Casamento lavrada no Livro
_____, fls.____ verso, sob o número ____ do 1º Subdistrito de
Registro Civil de Nascimentos e Casamentos da Comarca de
_________, Estado de __________

Protesta pela juntada de todos os documentos ora anexados à


presente para a comprovação dos fatos ora alegados e por eventuais
outros que Vossa Excelência entenda como necessários à
homologação desta.

Dá-se à causa o valor de R$ xx, xx (____) (normalmente eu coloco


um salário mínimo), para fins de alçada.

Termos em que pede deferimento.

CIDADE, DD de MM de AAAA.

____________________________________
(NOME COMPLETO DO SEPARANDO)

Cônjuge Varão

____________________________________

(NOME COMPLETO DA SEPARANDA)

Cônjuge Virago

____________________________________

NOME DO (A) ADVOGADO (A)

OAB/XX 00.000