Você está na página 1de 28

LIÇÃO TRÊS

Os Dons Espirituais
A Formação do Ser Divino.
Os 4 Aspectos Humanos e os Animais de Poder.
Os 3 Poderes Espirituais.
Os Corpos e seus Dons.

Quando comecei a trilhar o caminho da Magia o que mais me impressionou foi o número de filosofias que
existiam. Era difícil entender como cada um passava uma informação e quando elas eram postas, uma ao
lado da outra, eu me sentia perdido no que acreditar. E olha que sempre fui de estudar muito.

Conhecia história e gabaritava todas as provas. Sempre foi dedicado aos estudos da espiritualidade e gostava
muito do assunto. Me desenvolvi rápido em artes como a umbanda, magia cigana e bruxaria. Estudava a
fundo todos os princípios e analisava o que cada um dizia.

Comecei pela umbanda, me entretinha tardes inteiras lendo sobre os orixás, doutrinando a minha
mediunidade e realizando rituais. Era algo mágico e confortante, afinal a minha vida prática não era das
melhores. Fui vítima de bulling grave na escola e a minha família, sem saber o que fazer, não me ajudou, ao
contrário, me cobrava mais. Fui na Magia que encontrei um caminho mais seguro e estável. Tinha certeza
que o Divino me amava e o amava também.

Estudei a Bíblia, os livros do Kardecismo e até, durante anos, fiz o curso de médiuns. Tudo era interessante
e cada vez mais aprendia e desaprendia. Ficava em dúvida sobre o por quê das doutrinas não se combinarem
e cada uma dizia ser a mais certa. Foi quando descobri a magia.

Ela começou se revelando para mim através de sonhos e contatos com guias espirituais que me consolavam
nos momentos de dor e me ensinavam quase em todas as horas. Vi que podia aprender muito com este
contato e que não era necessário horas de leitura para descobrir o ser divino que havia dentro de mim.
Percebi que em cada ensinamento eu me conhecia mais e aprendia mais sobre as pessoas.

Uma coisa que me ajudou muito foi que jogo tarot desde os 9 anos e, lógico, que isso me abria uma
possibilidade maior: conhecer o ser humano em suas fraquezas, anseios e qualidades. Descobri rapidamente
que a vida é perfeita e 1 + 1 são 2. Exato, não existe diferença entre um caso ou outro. Uma mulher que se
rejeita, tem ciúmes. Deste ciúme surge o descuido e, com o descuido, a cobrança. Ambos começam a se
afastar da relação. Sem apoio de ninguém e criticando cada atitude que se toma, logo o desanimo vem e
tudo se tornar difícil. Com as dificuldades, as cobranças aumentam e os desgastes se tornam constantes.
Chega uma hora que, ou as brigas se tornam normais, ou o descaso se torna comum. Bingo! Traição na certa.
Não é necessário nem olhar para o tarot para saber que aquele que se trai será traído. A vida ensina e foi
com ela que aprendi.

A Formação do Ser Divino


Todos os seres humanos possuem uma grande força dentro de si, mas por situações diversas, acabam
esquecendo desta verdade. Fomos feitos a imagem e semelhança da Criação e sendo assim somos energia
pura e moldamos a vida ao nosso redor.

Devemos ser conscientes de que este poder está distribuído em parte exatas e harmônicas. Em nossa
formação temos 7 corpos, sendo 1 físico e 6 sutis. Somos como os dias da semana, os chacras magnos e as
dimensões universais.
Temos quatro aspectos que fazem do nosso ser material. Físico, Racional ou Mental, Emocional e Energético.

Quando falamos da nossa essência espiritual temos três aspectos vibrantes que nos completam. O Causal, o
Espiritual e o Divino. A junção de todas estas vibrações forma o nosso Ser Humano e quando harmonizamos
todos eles, nos abrimos para a experiência sagrada e assim, temos o Ser Divino.

Ser é estar no aqui e agora. Ser é perceber a essência única resgatada no viver. Ser é a elevação permitida
na aceitação do “Eu sou”. Ser é ser você. Sim, devemos ser nós mesmos e só poderemos viver isto quando
tomarmos consciência de como somos, a verdade da existência do planeta.

Você só está lendo este livro porque tem uma consciência e esta força que te motiva a questionar, duvidar,
perguntar de novo e modelar a sua verdade. A vida é ela mesma, e nós estamos aqui para conhece-la em
todos os seus aspectos, então estar presente, entendendo que é um ser único e que em bilhões anos nunca
existiu alguém igual a você. Isto é mágico. É divino!

Eu gosto muito de falar isto em meus programas de rádio: Você já pensou que em anos de história do planeta
nunca existiu ou existe alguém igual a você? Pare agora para refletir sobre isto. Ser uma criação única do
Divino é saber que tudo ocorre em perfeição e isso nos dá uma sensação maior de valor.

É por isso que eu posso afirmar que somos Seres Divinos, criados para evoluir perante a nossa Espiritualidade
Sagrada. E veja que existe uma diferença entre o princípio do Divino e a forma como falamos de Deus.

O Divino é algo muito superior, sublime, puro e elevado. É o todo e está em tudo. Existe antes de ontem e
depois de amanhã. Não está aqui, nem ali. Não é claro, nem escuro. Está muito além do que a nossa
sabedoria e palavras possam descrever. Ele é Uno, o Universo em Plenitude. É transcendental, imortal, quase
inimaginável e ilimitável. É por isso que eu digo que é diferente do Deus descrito como um homem, que
sentado num trono, morando nos céus, comanda tudo que existe. Ele não tem uma única imagem e não está
em um único lugar. Ele é o todo e está em tudo.

Me lembro um dia que passeando na igreja passei por um pastor e marotamente resolvi olhar para baixo e
comecei a invocar a Deus. Fui repreendido na hora. “Menino, para falar com Deus você deve estar em uma
posição de respeito e olhando para os céus, que é a morada de Deus”. Eu rapidamente respondi. “Pastor,
por quê não posso conversar com Deus olhando para baixo? Hoje ele está no Inferno conversando comigo!”.
Eu imagino que neste momento sua face deve estar horrorizada, como ficou a do pastor, contudo pense:
Deus é onipotente, onisciente e onipresente. Cada uma destas palavras é iniciada pelo prefixo “oni”, que é
um elemento de composição e significa “todo”. Assim Deus pode todas as coisas, de forma completa e plena,
possui todo conhecimento e está presente em toda parte. Tudo ele pode, sabe e vê. É simples assim, o Divino
está em tudo e não há nada, nem ninguém contra Ele. Você pode orar no banheiro, encontrar com Ele na
floresta e aceitar suas bênçãos no jantar. Ele é homem, Ele é mulher, Ele é planta, Ele é animal. Ele é o todo
e está em tudo.

Eu amo aceitar o Divino como Ele é e também sei, que o fato de chamar a essência superior de Divino poderia
ser confundida com a do senhor idoso sentado nos céus, afinal as palavras terminadas em “o” trazem, em
sua grande maioria, a idéia de algo masculino, porém explico várias vezes que o Divino é algo muito maior
do que sexo ou aparência. Ele é o todo e está em tudo. E mais, o tudo está em nós!

Receba esta verdade, o Divino é perfeito e tudo está em harmonia. Nada está contra Ele. Não existe um
diabo que se prepara para destruir a ordem cósmica. Não existe um lugar ou tempo que não seja feito por
sua essência. Não existe a vontade de Deus, afinal o ser humano tem vontade e o Divino tem a perfeição.
E verdade, entrei em outro tema polêmico agora: A vontade de Deus. Vamos analisar isto.
Uma criança nasceu com algo diferente do que a sociedade prevê... uma síndrome de Down ou uma
deficiência física. Por quê isto ocorreu? Eu já perguntei para sacerdotes de diversas religiões e sabe o que
ouvi? A vontade de Deus. Alguns não me davam o motivo por esta vontade, outros diziam que era um estágio
de evolução e o pior, que vinham pagar o ato errado que haviam feito em vidas passadas.

Meu Deus, se posso falar assim!!! É lógico que é complicado para a maioria das pessoas entender algo
diferente delas, porém por quê é difícil aceitar que tudo é perfeito e que na verdade somos únicos, com
experiências únicas e que nada foge da perfeição. O Uno é perfeito e naturalmente toda sua criação assim
o é. Não existe nada de errado no Universo, afinal quando determinamos que algo possa estar errado,
aceitamos a imperfeição divina.

Uma criança, com uma determinada síndrome ou deficiência, se aceita como é e se for tratada assim, terá
uma vida boa e real, e muito mais, será natural. Eu já trabalhei um tempo com uma criança autista e foi uma
das experiências mais dignificantes da minha vida. Me lembro até hoje daquela época em que ia todas as
terças e quintas num centro espírita na cidade de São Bernardo do Campo, onde havia uma linda menina
chamada Priscila. Logo que cheguei percebi que devia entrar em contato com ela, e foi assim que durante 6
meses eu aprendi a criar uma forma de comunicação e respeito pela vida que ela levava. Era diferente da
minha, mas não me agredia ou me incomodava, era apenas diferente e eu tinha que respeitar isto. Eu não
fiquei tentando achar respostas para a situação dela, só vi como algo comum, com uma maneira distinta da
vida que eu levava. Era algo fantástico entender que o Divino não havia errado ou se confundido. Era só uma
das formas que existe no viver. Como todo céu é diferente, como todos nós somos únicos e como não há
nada igual na criação, tudo vem cumprir o seu papel.

Paremos de julgar as situações e as pessoas como sendo de Deus ou não. O que existe é a harmonia da vida
em suas diferentes formas de ser. Uma pessoa que nasceu doente veio para uma vida com limitações, e isto
não significa que é pior que alguém ou que Deus não gosta dela. Ela só terá que aproveitar uma outra face
da nossa existência terrena. Da mesma forma, se um dia você adquirir ou descobrir uma enfermidade, será
uma nova forma de viver. Eu tenho uma grande amiga que tem lúpus, que é uma doença autoimune que
pode afetar principalmente pele, articulações, rins, cérebro, mas também todos os demais órgãos. No caso
desta minha amiga, o que mais atingiu foi os rins e logo ela teve que fazer a hemodiálise. No começo era
claro a revolta dela com a espiritualidade e com a vida, mas logo eu mostrei a ela que a vida seria de uma
nova maneira e que nem por isso deixava de ser a vida. Ela podia sorrir, brincar, estudar, conhecer novos
lugares, perceber novos sabores e sentir diferentes sensações. Durante as sessões de “hemo” ela poderia
meditar, entrar em contato com o Sagrado, conhecer outras pessoas, ajudá-las no entendimento da
espiritualidade e aproveitar para ouvir com atenção o meu programa de rádio. Iniciei com ela um trabalho
de respeitar os limites e aproveitar as novas maneiras de curtir a vida. Atualmente é uma grande mestra de
magia e vive bem, ajudando pessoas, divulgando a fé e gerando cada vez mais seres divinos no mundo.

Acredite, todos somos seres divinos, indiferente de raça, cor, orientação sexual, posição social, parecido com
muitos, diferente de todos, magros, gordos, cabeludos, carecas, com olhos verdes ou castanhos, altos ou
baixos, homens ou mulheres, o fato é que todos somos Seres Divinos.

Uma coisa que nos faz sofrer mais é o ato de achar que existe um Deus que abençoa alguns e pune outros.
Veja você que a maioria acredita que pessoas que juntaram fortunas conseguiram por sorte e não por
conquista. Tiramos o poder das nossas mãos e jogamos para o Universo a possibilidade de sermos felizes. A
“vontade de Deus” criou a divisão de povos, a punição de muitos e a desistência de viver de outros. Julgamos
o Divino como se ele acertasse ou não, gostasse de alguém e de outro não, estivesse do lado de uns e distante
de outros. Ele está em tudo e o tudo está em nós.

Respeite todas as formas de ser e viver e você verá que o Esplendor do Uno estará mais claro para você.
Os 4 Aspectos Humanos e os Animais de Poder

Viemos para Terra para vivermos na matéria e é importante termos consciência


disto. Sim, somos espíritos eternos, mas se aqui estamos, não podemos passar
todo nosso tempo rezando, a não ser que escolhêssemos ser monges, temos que
viver o nosso dia a dia, somado as praticas espirituais. Existimos como seres
humanos, divididos em 4 aspectos, e seres espirituais, divididos em 3. Unindo
todos os aspectos temos a nossa existência na Terra.

Os 4 primeiros são divididos em físico, racional, emocional e energético. Cada


um deles tem suas características e por serem terrenos trazem instintos naturais
de sua encarnação primal. Exato, dentro da nossa evolução é necessário
entender o nosso consciente e educá-lo a ser o mais distinto possível, porém
sabemos que existe uma parte de nós inconsciente que nos rege e guia. Esta parte inconsciente e instintiva,
para a Magia Ser Divino, é vista como nosso animal de poder. Um poderoso aliado, que se domado, se torna
uma fonte de grande poder.

O Animal de Poder pode ser compreendido como a raiz de nossas sensações, afinal em nosso aspecto físico
já somos animais mamíferos e trazemos uma força imensa quando acionamos, por necessidade ou
treinamento, esta realidade. Já as nossa razão tem as crenças que falamos e direcionamos em nossa vida
diária, porém quando olhamos para nosso interior, em estágios meditativos ou de estudos, existe uma
vontade maior que nos guia. Já em nossas emoções, existem sentimentos ponderados pelo meio que
vivemos, entretanto ao nos entregarmos aos nossos instintos vem uma alegria que nos faz expandir quem
somos. E lógico, que somos energia condensada e expansiva, e se olharmos teremos sempre uma potência
de luz que se expande através do nosso mais puro eu. Esta é a visão de nossos aspectos animais. Partes que
nos integram e nos ajudam em nossa caminhada. Não somos separados de nossas forças, mas são elas que
integradas fazem a maravilha que somos. É como um bolo que tem farinha, leite, ovos e outros elementos
que separados são únicos, mas unidos se tornam um dos prazeres da vida. Ao mesmo tempo que um animal
de poder é deslocado de sua consciência para lhe ajudar, ele faz parte de você.

O Animal de Poder é um símbolo de energias que existem e que podemos encontrar e manifestar dentro de
nós. Representa nossa personalidade ou comportamento mais primário e instintivo. É uma reunião de forças
interiores que trazem ensinamentos para nossa evolução em todos os níveis. São ligados a essência da
egrégora e arquétipo dos animais terrenos, por isso podemos ativar este poder em nós através de 3 animais
pessoais, o de introspecção, alegria e poder, como também podemos, após nos harmonizarmos com pelo
menos um deles, invocar a proteção da alma dos animais da Terra. Logo a frente veremos cada um dos
principais animais mágicos e também irei lhe passar uma meditação para localizar os seus animais. Antes,
vamos aprender os nossos aspectos e como utilizar o poder animal.

Físico e Aspecto Humano

Nascemos, vivemos e morremos na Terra para aprendermos a lidar com nosso aspecto divino. Somos
verdadeiros geradores de energia e temos o poder em nós. A criação, em sua eterna sabedoria nos
possibilitou, através da matéria, a aprendermos a lidar com esta potência. Sem o corpo físico não teríamos
limites e pelo que conheço de alguns isto seria complicado. Imagine você dizendo: “Não aguento mais esta
casa” e a casa sumisse ou “Não quero mais trabalhar” e você sofresse um acidente que lhe impossibilitasse
de ter um emprego. Tudo isto ocorreria se não tivéssemos o físico. É lógico que com o tempo as coisas vão
sendo produzidas e aquilo que temos dentro de nós começa a ser real, mas demora. Recordo-me de uma
paciente que a mãe, devido a um pote de balas que ficava na mesa de sua sala quando criança, dizia sempre
que a menina tentava pegar uma bala: “Menina, você vai chegar aos 200 quilos”. Quando comecei a terapia,
ela já estava com 147 quilos, e o corpo dizendo: “Mamãe, eu já estou chegando”.
Dentro de sua mente existe um poder imenso de criação e se não houvesse o filtro físico, as coisas iriam
chegar rapidamente a realidade.

Este enorme ser está expresso em nossa formação e por isso temos os 4 elementos dentro de nós. O Ar é
representado nas batidas do coração, no sistema nervoso central, no movimento dos músculos, na expansão
e contração dos pulmões, nos movimentos e contrações do estômago e intestinos e na entrada do oxigênio
e nos gases produzidos pelo corpo. É relacionado ao sentido do Tato. O Fogo está presente no sistema
digestivo e representa o metabolismo, que é fonte de calor. Nos movimentos e ondas cerebrais expressa-se
como a inteligência. Este elemento está relacionado à Visão. O elemento Água manifesta-se nas mucosas,
na urina, na ureia, no sangue, nas secreções, sucos digestivos, glândulas salivares. O elemento Água está
relacionado ao sentido do Paladar. O elemento Terra representa as estruturas sólidas do corpo como os
ossos, músculos, tendões, cartilagens, unhas, pele, cabelos e tecidos. O elemento Terra está relacionado ao
sentido do Olfato.

Toda a formação material ainda é envolvida e materializada pelos aspectos espirituais Éter, Enxofre e Átomo,
porém veremos isto a frente.

O Corpo Físico, por sermos animais racionais e não termos uma parte sutil, mas sim a expressão e poder dos
4 elementos, não tem um animal de poder relacionado.

Racional e o Animal de Introspecção

O Nosso aspecto racional está ligado a nossa fala, pensamentos e atitudes. É


através dele que agíamos intelectualmente e usamos a lógica. Nos expressamos
através da nossa mente e vivemos norteados por ela.
Algo importante é que todos os aspectos interagem e cada um tem sua função.
Enquanto o racional usa fórmulas que deram certo no passado, o emocional age
baseado na situação, por isso equilibrar todos os aspectos é muito importante.
O Animal de Introspecção é o poder aliado que se projeta através de nossos
pensamentos. Quando acionado desperta a confiança, trazendo a clareza,
objetividade, discernimento e o desapego. Invocar a sua força é aumentar o
nosso poder de raciocínio e nos dar a visão clara para o melhor caminho perante
aos nossos sonhos.

Emocional e o Animal de Alegria

Emocional é uma palavra que vem de moção que, significa “movimento”, assim
é através dele que seguimos em frente. Projetados através das sensações e
sentimentos nos relacionamos com a vida e aprendemos o que gostamos ou
não. Sabemos que buscamos o que desejamos e a nossa alegria está
estritamente ligada a este aspecto. Os relacionamentos e a busca pelo amor são
motivados pelo emocional. É o aspecto mais instável e frágil, afinal reage ao aqui
e agora. Quando estamos preenchidos com boas emoções tudo toma cor e
queremos viver. O Animal de Alegria ou, também chamado, Animal de Expansão
é o poder aliado que se projeta através de nossos sentimentos. Ele age em
nossos 3 impulsos: presença, comunicação e posicionamento. Quando acionado
temos melhor relação com estes atributos que nos fazem atingir o sucesso. O
impulso de presença é o magnetismo que temos ao chegar em um lugar ou
conhecermos uma pessoa. Já a comunicação é a maneira como passamos aos outros aquilo que o nosso
racional nos transmite. E o posicionamento se trata da maneira como mostramos aos outros quem somos e
o que não somos. Veja que esta essência raiz é essencial a nossa vida. Este animal bem trabalhado evita que
sejamos pessoas que passam desapercebidas, não compreendidas ou sem reconhecimento.

Energético e o Animal de Poder

Todos os dias dormimos e produzimos energia. Estas vibrações são emanadas


por nós a todo momento. Daí nasce o aspecto energético. Ele está dentro e fora
do corpo físico. Ele é a camada que condensou a energia em movimento para
formar a matéria. Ele lhe permeia tudo que vivemos como a aura de energia. Em
sua estrutura temos os chacras e os meridianos. Interage energeticamente
orientando o crescimento, o desenvolvimento e a manutenção da saúde do
corpo físico. Quando forte é uma verdadeira blindagem de nosso corpo físico.
Saiba que antes de doenças surgirem ou acidentes acontecerem, semanas,
meses ou, até mesmo, anos antes estaremos tendo uma perda ou dificuldade de
produção da energia vital.

Ele é a ponte de ligação com o nosso ser espiritual e seu animal é reconhecido como o de Poder. Creio que
este, normalmente, é o primeiro a se mostrar, afinal é ele quem nos orienta perante aos conhecimentos da
espiritualidade, porém isto não é uma regra, afinal o meu primeiro animal a se mostrar foi o de introspecção.
Meditar com o seu animal de poder traz uma elevação dos seus dons espirituais e físicos, como também
regulariza a produção da energia vital, evitando os males ao físico. Por ser ligado as energias que se
expandem e movimentam é invocado quando queremos fazer uma busca de situações que estão obscuras
a nós. Ele é quem age no vasculhamento, um método mágico de captação e descoberta de coisas que estão
escondidas dos nossos olhos. Quando o aluno do curso de Magia Ser Divino começa a sua trajetória no
mundo mágico, os animais de poder é uma das técnicas que logo ensinamos, afinal é muito importante
quando passamos por fases que nos sentimos enganados ou estamos sendo atacados. Me lembro de uma
vez estar com uma aluna que não entendia porque sua empresa estava tão mal e ao fazermos o
vasculhamento descobrimos que seu sócio a estava roubando. É maravilhoso saber que a magia nos ajuda
em toda a nossa vida.

Guia dos Animais de Poder

Como vimos todos temos 3 animais que são exclusivamente nossos. Eles devem ser descobertos e
doutrinados a nos ajudar. Ao despertá-los eles são verdadeiros aliados que nos acompanham a todo
momento, cobrindo-nos de proteção e cuidados. É importante que durante a sua jornada mágica você
fortaleça o seu animal com meditações, trabalhos rituais e invocações de sua energia.

Darei um exemplo bastante útil. O animal de poder age em nosso sono e aumenta a nossa captação de
energia, mas isto não significa que não podemos pedir a ele revelações, então se você deseja saber algo,
pegue uma folha e uma caneta, e antes de dormir, escreva de maneira clara aquilo que você quer que seja
revelado. Enquanto formula a pergunta, concentre-se em seu animal e determine que ele lhe mostre ou lhe
traga a sensação para a solução de sua dúvida. Dobre o papel e coloque ao lado da cama ou embaixo do
travesseiro. Ao acordar verá que você terá sonhado ou despertará com uma vontade que irá lhe mostrar a
verdade que buscou.

Uma coisa que também devemos notar é que todo animal tem uma egrégora já formada pela mentalidade
das pessoas e pelos trabalhos do xamanismo. Como já vimos, na antiguidade, os deuses nasciam através da
caça, e os primeiros sacerdotes surgiram vestindo peles e chifres, imitando as atitudes animais. Já naquela
época o Espírito Animal já era forte e intenso. Atualmente, grupos esotéricos e ligados ao xamanismo
continuam alimentando estas forças astrais com muita energia vital. Eu posso não ter um leão como animal
pessoal, porém é certo que se eu tiver a necessidade de lidar com grandes multidões, irei invocar esta
vibração e serei atendido. Você, com o tempo e harmonia com o seu aliado pessoal, poderá invocar qualquer
animal para o seu auxilio.

Vamos agora conhecer alguns dos principais animais. Eu os selecionei baseado nos anos de cursos de magia
e a suas aparições aos alunos. Pode ser que você não encontre o seu nesta lista, então eu lhe recomendo
que busque saber mais sobre os seus aspectos em livros ou séries de tv que tratem do tema. Como também
você irá encontrar vários trabalhos xamânicos que contam sobre os seus poderes.

Outra coisa é que muitos alunos questionam sobre classificarmos insetos, peixes e aves como animais, tanto
como seres míticos. Em ambas as situações é convencional que todos sejam tratados como animais ou
aliados de poder, então não se incomode se por acaso você em uma meditação ou na leitura, por afinidade,
achar que seu animal é uma formiga ou um dragão.

Para que você comece a trabalhar com estes poderes, lembre-se de manter o respeito e o carinho a estas
forças, e agora vamos conhece-los:

Águia – A águia é invocada toda vez que queira saber alguma coisa, quando se tem
um sonho, uma vontade de algo, e necessita achar a resposta para aquilo. Quando
ela é invocada na torre de observação, você determina que ela busque verdades,
soluções para as tuas dúvidas. É invocada em momentos de tristeza, quando
precisamos renascer. É um excelente animal.

Aranha – Ligada à parte mágica, a tecelã, a ideia do grande feitiço da vida. Quando
você quer fazer um feitiço, e quer que ele seja forte e seguro a situações, a aranha
é invocada, pois ela consegue fazer o feitiço ocorrer, equilibrar.

Baleia – Quando invocada, você está determinando que deseja a união com alguma
pessoa. Quando uma pessoa está triste, magoada, com dificuldade de perdoar,
você pode invocar a baleia.

Beija-flor – animal de proteção espiritual, invoca a energia dos anjos, atrai a força
dos elementais, sempre ligado às flores e a natureza. Quando você precisa de um
apoio da força elemental, você pode invocar o beija-flor. Ele é um animal muito
bonito, as pessoas que tem o beija-flor são pessoas alegres, felizes e que encantam
ao chegar.
Borboleta – Animal utilizado para trabalhar a invisibilidade. Quando você quer ficar
invisível aos olhos do inimigo ou precisa que as pessoas te entendam de uma
maneira mais equilibrada você pode utilizar a borboleta.

Búfalo – Invocamos o búfalo quando queremos buscar as forças da terra, parte


ancestral. Ele está ligado às principais tradições do Xamanismo. Traz a força da
terra, que vem do solo pra te ajudar. Uma pessoa que está numa debilidade física,
quando invocamos o búfalo, conseguimos excelentes resultados.

Cachorro – Existem dois tipos de cachorro: o preto é o principal, utilizado quando


queremos entrar em contato com forças espirituais que trabalhem na terra, de
forma telúrica. Invocamos quando precisamos falar com as Deusas negras, com
espíritos que estejam na terra mas sejam ligados à energia dos mensageiros. O cão
preto, quando aparece num sonho ou local perto da sua casa é sinal de que algo
negativo possa ocorrer. Cachorros de outras cores são invocados quando
queremos trabalhar amizades de grupo, pois ele traz alegria e fidelidade.

Cavalo – Invocado quando precisamos trabalhar a sexualidade e beleza. Quando


quiser sair pra algum local e chamar bastante atenção, você invoca a energia do
cavalo, ele traz a energia do poder, de chegar e ter o impulso de presença, que
você chegue e seja notado por todos.

Cisne – Invocado em rituais de amor, traz proteção ao casal. Em momentos de


dificuldades num relacionamento e momentos de tristeza, invocado ele pode te
ajudar e trazer um carinho a mais. Nesta mesma energia de equilibrar o casal, existe
o pato mandarim, que trabalha a energia de equilíbrio e fidelidade.

Cobra – Animal para elevar os dons espirituais, a espiritualidade. Quando imitamos


o som da cobra, o “Sibilar”, começamos a elevar nossa energia Kundalini, aquela
que gera a energia vital. Isto é muito legal, pois dependendo do tipo de meditação
que esteja fazendo, ou até se estiver dentro de um ritual a dançar e sibilar, você
aumentará o poder dos seus chacras. Em certos rituais, quando estamos
trabalhando elevar a energia do grupo, eu peço que haja o sibilar pelas pessoas, e
ali entrem em contato umas com as outras. A cobra é um símbolo do paganismo,
simbolizava a sabedoria ancestral e a energia que a Deusa trazia ao homem. É
também um símbolo de sexualidade e poder.
Coelho – É um animal que simboliza a energia da lua. Devemos lembrar que o
coelho está na lua. Quando você olha a lua, verá a imagem de um coelho, na
próxima vez que olhar a lua cheia, preste atenção nisso. Haverá momentos em que
ele estará com a cabeça pra cima e em outros momentos com a cabeça para baixo.
Diz a lenda que quando ele está com a cabeça pra cima significa um período de boa
sorte, e que no dia seguinte você poderá buscar caminhos e o seu melhor. Ele
simboliza a fertilidade, o carinho e a união, quando precisar de alguns destes
atributos, você pode invocar o coelho. Ele também é símbolo do ritual de Ostara,
pela sua velocidade, a Deusa Easter, quando se sentiu feliz com a terra, deu ovinhos aos coelhos para que
distribuíssem a todos os de bom coração, e assim o foi, entregando bênçãos. Então quando invocada num
ritual a energia do coelho, você esta invocando a energia de prosperidade, riqueza. Muitos altares carregam
coelhos como representação da energia de fartura em suas casas, em suas vidas.

Condor – Ave que simboliza a ancestralidade, sabedoria e inteligência. Quando


precisamos melhorar os nossos pensamentos, principalmente se estão negativos e
queremos uma transformação rápida, mas também quando necessitamos estudar
para um vestibular, uma prova, que ele traz o conhecimento e a rapidez dele.

Coruja – É uma ave que também se relaciona com a sabedoria, mas a sabedoria
mágica. Excelente quando se quer buscar o conhecimento sobre os dons
espirituais, quando precisa enxergar situações que estão ocultas, como um
relacionamento que você não entende o que acontece, ou um amigo que você não
sabe se é verdadeiro, quando você faz um ritual invocando a coruja, tem um efeito
muito interessante.

Corvo – Proteção das energias negativas, quando alguém está tentando te afetar
com muita inveja, olho-gordo, você pode invocar o corvo. Também usado em
iniciações magicas, quando fazemos nossa primeira consagração, que é a do nome
mágico, o corvo é invocado e trabalhado para trazer força à pessoa. O covo também
auxilia em pessoas que estão em estado terminal, podendo trazer tranquilidade e
uma boa partida.

Elefante – É o animal do amor, do sentimento, e representado pelo Lord Ganesha


como o removedor dos obstáculos. Quando você precisa atrair boa sorte na sua
vida, boa sorte no comercio, quando você precisa tirar dificuldades sobre projetos,
você pode invocar o elefante. Outra coisa que traz a energia do elefante é para
estabilização dos relacionamentos quando não se sabe pra onde vão. Se estiver
num namoro que você não entende o que esta acontecendo, invoque o elefante e
ele te trará grandes resultados.

Falcão – Excelente para aprendizado de situações complexas da sua vida. quando


você não consegue ver soluções e necessita que sua mente flua rapidamente, você
pode invocar o falcão. Ele é um animal de proteção contra inimigos declarados.
Formiga – Tem a ver com tudo o que você quer construir, produzir. A energia da
formiga é excelente para trabalhos em grupo, quando queremos que o grupo se
una, invocamos a energia da formiga.

Gaivota – Quando você precisa sair de um momento de parada, estagnação,


quando está sentindo-se pra baixo, desmotivado. Ela traz a resiliência e motivação
quando necessárias para atingir os seus objetivos.

Ganso – Tem a ver com proteção, segurança e defesa das casas. Ter uma estátua,
uma imagem de um ganso perto da porta de entrada, faz com que pessoas falsas e
inimigos não cheguem até você, além de proteger também contra a inveja, pessoas
que queiram puxar o teu tapete.

Gato – Como na antiguidade, traz a sabedoria e inteligência. Foi representado pela


Deusa Bastet e trouxe sempre a evolução e o equilíbrio das emoções. Traz a beleza
e faz com que descubramos os mistérios, com que nossa mente interior entre num
estágio de meditação capaz de em sonhos trazer resultados e coisas boas.

Jacaré – Invocado sempre que precisar de paciência para atingir seus objetivos,
num momento de tensão, nervosismo e ansiedade extrema, ele é capaz de lhe dar
a tranquilidade para atingir a seus objetivos. Também traz um reestabelecimento
da saúde.

Javali – invocado quando precisamos que um grupo de pessoas tenha mais decisão
para buscar objetivos e enfrentar problemas. É normalmente utilizado em locais
de trabalho que precisamos de evolução rápida.
Leão – É utilizado quando uma pessoa precisa acreditar mais nela, se sentir mais
segura, pois invoca-lo traz mais autoestima. Outro momento bom para invocar o
leão é quando queremos queimar energias negativas, pois existe uma frequência
no fogo, conhecida como leão de fogo, para queimar estas energias negativas.

Lobo – Utilizado quando se inicia rituais e quer atrair a energia da lua para si. Ele
também traz a união do grupo e eleva os dons espirituais, sendo extremamente
positivo para isso. O meu animal de poder é o lobo, e sempre que quero invocar a
força dos outros animais de poder, começo por ele. Faça isso também, sempre que
quiser invocar a energia de outro animal de poder, invoque o seu animal primeiro
e só depois se harmonize com o outro animal.

Macaco – É recomendado para situações confusas, problemáticas, pois além de


regularizar e organizar as coisas, pela sua curiosidade natural, ele traz um
entendimento sobre essas situações e a facilidade de criar resultados perante
aquilo que esta sendo feito.

Morcego – Para defesa contra forças negativas, segurança de casa e limpeza de


pessoas. Quando invocado, estamos chamando também a purificação. É um animal
de poder para purificar as pessoas. Ele deve ser utilizado por pessoas que tenham
realmente conhecimentos mágicos, pois se não controlado, é um animal que se
isola e não te dá espaço a conseguir aquilo que se quer.

Pavão - Para uma purificação mais equilibrada, podemos usar o pavão. O branco é
para uma purificação extremamente limpa, energias puras, que vem dos céus. O
pavão colorido também limpa as energias das pessoas, mas necessita que o
magista tenha a capacidade de direcionar a energia, a força de sua purificação.
Penas de pavão em um altar trazem a energia de beleza, riqueza e prosperidade, e
também faz com que energias negativas de pessoas que não gostem de você se
afastem. É símbolo do orixá Logun Edé e Skanda, irmão de Ganesha.

Tartaruga – Sempre que busca conhecimento, respostas e verdades. Sua invocação


também dá direção ao teu dia-a-dia e ao teu crescimento.

Touro – Sempre que invocamos o touro, é porque precisamos de muita força física
e determinação nos objetivos. Nos momentos de cansaço, sua invocação traz essa
segurança.
Tigre – Toda vez que precisar ir atrás de seus objetivos e estiver com medo, o tigre
retira o medo das pessoas e auxilia no tratamento de vícios, sendo interessante ser
invocado para aquelas pessoas que precisam se libertar de vícios.

Urso – Toda vez que sente dificuldade de conversar com um amigo ou uma pessoa
querida e precisa que essa relação entre em harmonia. Também em momentos que
você se sinta inseguro com seus objetivos, o urso aumenta o teu poder.

Os 3 Poderes Espirituais

Existem 3 aspectos superiores que formam a nossa existência. Enquanto 4 é o número da matéria, 3 é o
número do Divino, assim sendo cada um de nós tem 3 forças superiores que representam a expressão da
nossa natureza espiritual.

Estes poderes estão ligados aos nossos corpos espirituais e são divididos em 3 níveis de ação.

O Anjo Mentor (ou Mentor)

O Corpo Divino, ligado e vibrando através do nosso Anjo Mentor,


é a nossa ligação com as forças divinas. Através dele é que o Divino
se expressa dentro de nós. Está ligado à nossa mais pura essência
e quando não mais reencarnamos, por já termos cumprido nossa
missão, será ele, o único, que existirá em plenitude.

O Anjo Mentor é a conexão que temos junto aos nossos pontos de


força. Se fraco, não conseguiremos acionar aos nossos dons
espirituais e, naturalmente, não obteremos respostas das
divindades.

Sabe aquela frase: “Quanto mais rezo, mais assombração me


aparece”, com certeza é falada por alguém que o Anjo Mentor é
esquecido e seus pensamentos o enfraquecem.

Para aumentar o seu poder devemos ter bons pensamentos e falarmos coisas boas. Temos que estar ligados
a harmonia e a beleza. Devemos viver no bem, afinal ele é o espirito de elevação e brilho de nossas mentes.
Veja que os que foram abençoados pelo Mentor recebem aureolas de luz que são vistas por todos aqueles
que são sensíveis.
O Anjo Mentor não carrega um nome, pois sua natureza é sublime, sendo que não a necessidade de um
título a ele. Quando invocado, ele nos traz a imagem e a vibração da deidade mais próxima ou clamada por
nós.
O Anjo da Guarda (ou Anjo)

É a nossa essência radiante e como uma fonte de luz, que joga


para todos os lados, irradia e forma as asas do chamado Anjo da
Guarda. Quando pensamos neste aspecto, vemos os sentimentos
e emoções que nos regem.

Está ligado a nossa alma e seus anseios. E perceba que alma e


espírito são coisas diferentes, pois enquanto o nosso Mentor
representa a nossa parte ligada ao Uno, o Anjo é a parte que
forma a nossa personalidade.
Alma é a nossa parte sutil ligada ao nosso lado emocional e
influencia em nossas ações no dia a dia. Já o nosso espírito, ou
mentor, é a nossa ligação com as coisas espirituais. O Divino é
espírito e o espírito está em nós. Lembre-se que como um rádio
que precisa de eletricidade para funcionar, nós precisamos de
Deus para viver. Já a nossa alma é a frequência escolhida para
viver.

O Nosso Anjo atua diretamente em nossas escolhas e caminhos a ser trilhados. Ele é a nossa natureza
evoluída, que está ligado ao Bom Coração, e nos ajuda em nossa jornada. Através de sinais e sonhos revela
a sua aproximação e auxilio.

Para estarmos ligados a ele devemos ser atentos as nossas sensações e vontades positivas. Ele sempre nos
levará para o bem. A sua comunicação se dá de muitas formas e está muito mais presente em nosso dia a
dia do que você possa imaginar. Sabe aquela cor de roupa que você acordou com vontade de vestir ou a
mudança de rota no retorno para casa, é o seu anjo. Sabe a chave que sumiu e depois de minutos você
achou, ou o telefonema em cima da hora que fez você sair com certo atraso, é o seu anjo evitando que você
tenha problemas.

Ele nos indica quem são as pessoas que devemos ter ao lado, como também através de grandes arrepios em
nossa coluna, devemos afastar.

Ele age na intuição, no pressentimento, no sonho, na visão espiritual ou ainda em uma revelação vinda pela
boca de outra pessoa.

Seu poder é ascencionado com a oração, meditação, boa leitura e músicas que promovam o equilíbrio.
Igualmente importante é ter atitudes solidárias com as pessoas que nos cercam e ter a gratidão pela vida
que temos.

Quando carregamos em nosso íntimo sentimentos de mágoa, raiva, inveja, egoísmo, ou o desânimo diante
dos desafios do dia a dia, distanciamos a sua presença e do nosso Mentor. Devemos estar atentos a sempre
purificar as nossas emoções e sentimentos, para evitar que ambas as forças se enfraqueçam. Quando você
vive no negativo mesmo que o seu Anjo tente alertá-lo, confortá-lo, ele não conseguirá transmitir essa
mensagem, pois você não estará na mesma frequência vibratória.
O Anjo Mensageiro (ou Mensageiro)

Este é o nosso Anjo mais controvertido e mal entendido, afinal


ele é o nosso aspecto mais sombrio. Ele está ligado aos nossos
prazeres e conquistas materiais e assim foi classificado por
muitos com um ser negativo, porém para os Seres Divinos não é
visto assim. Estamos na Terra para viver e aproveitar tudo o que
existe nela. Seria um desrespeito à Criação colocarmos que as
bênçãos da Terra sejam coisas ruins e pecados. Pare! O único
pecado é não sermos felizes, isto é, não valorizarmos tudo aquilo
que nos é oferecido. Esta imagem de que a riqueza, os cuidados
com o corpo, o sexo e a comida são pecados foi tomado como
verdade por uma igreja que queria dominar o povo em seu
beneficio próprio. Como já disse, não acreditamos em diabo,
imperfeições de Deus ou um grupo espiritual rebelde que age
contra a harmonia universal.

Então por quê o Mensageiro é designado como o nosso demônio pessoal?

A palavra demônio vem de Daimon (em grego Δαίμων e em latim Daemon) e significa “o poder”, “divindade”,
“deus”, “gênio” e “espírito”. Já foi visto de diversas maneiras no decorrer da história, em algumas tradições,
um grupo de espíritos ruins que assolavam a Terra e em outros seres que nos ajudavam a entender a nossa
verdadeira natureza. Quando citamos a existência de um demônio pessoal estamos determinando que este
ser vem carregando ao longo de nossas vidas sucessivas, uma série de informações e experiências pluri
encarnatórias que vivemos.

Este aspecto é responsável por nos auxiliar a compreender os nossos carmas e questões da vida. O nosso
lado sombra está ligado a ele. Quando temos traumas, medos e ansiedade, esta força nos impulsiona a
resolvermos as nossas diferenças e entrarmos em um estágio de evolução.

Ele foi visto por diversas filosofias com nomes diferentes, na Sagrada Magia de Abramelin como Sagrado
Anjo Guardião, na Golden Dawn como o Gênio, para os Gnósticos como o Daemon e para os Magistas como
Mensageiro. Pode ser visto, também, como o nosso Exu de Lei ou nosso Anjo Guardião. O fato é que ele nos
protege dos inimigos e das intemperes da vida diária. Ele nos traz tudo que o mundo material pode nos
oferecer e nos faz enfrentarmos as nossas rejeições. Está presente no nosso trabalho e na nossa relação com
o dinheiro. Ele é um anjo, mas sua força é livre e, em alguns momentos, rebelde, pois não aceita o Mau
Coração e sempre nos pune para ensinar.

O Mensageiro é atento as nossas atitudes e quando são motivadas por falsidade, intriga, inveja ou maldade,
atrairemos dele a ira e a reprovação. Temos que aprender com seus conselhos e vivermos uma vida de
valorização e honradez.

Ele é o principal elo de ligação entre você e o mundo, e também é o responsável por seus dons mágicos e o
poder de purificação e proteção nos rituais.
Os Corpos e seus Dons

Agora que já falamos dos aspectos humanos e espirituais temos que notar que eles estão estritamente
ligados aos nossos corpos. Sim, temos 7 corpos que são representado pelo físico e 6 sutis.

Eu já estudei muito sobre o tema, mas o mais difícil que encontrei foi como denominar os nomes corretos
de cada corpo. Os Gnósticos nomeiam de forma diferente dos Kardecistas, que por sua vez são contrários as
designações dos Magistas. Enfim, quando ouvimos que cada vez mais que estudamos menos sabemos, creio
que seja por isso. Os chacras são vistos em números diferentes, as auras de maneiras diversas e os corpos
de nomes distintos. Tudo vem da forma como aquela pessoa ou cultura criou, por isso prefiro definir os
corpos por sua função e os nomes dados, mesmo divergente de outras filosofias, é certo que as atribuições
são iguais.

No Ser Divino classificamos os Corpos como:

Corpo Físico: sua energia materializada;


Corpo Mental: encarregado pelos pensamentos;
Corpo Emocional: parte responsável pelas emoções;
Corpo Energético: sua energia e dá forma à sua aparência física;
Corpo Causal: consciente de nossos carmas e vidas anteriores; Motivador de nossa Missão de Vida, é o corpo
ligado ao seu Mensageiro;
Corpo Espiritual: é a nossa alma e traz a formação de nossa personalidade, está unido ao nosso Anjo da
Guarda, nos ajuda na direção de vida;
Corpo Divino: é o nosso espírito, e está ligado ao Divino. Invoca nosso Mentor e nos traz a possibilidade de
captar todas as energias celestiais.

Cada um destes corpos tem suas funcionalidades e através deles despertamos os dons espirituais, que são
as manifestações do Divino através de nossos aspectos.

Muitas vezes podem ser vistos como tipos de mediunidade, mas é só em seu contexto usual, pois ser médium
é ter a capacidade de criar uma ponte com o lado sutil, e todos nós somos, pois até em uma prece bem feita,
estamos ativando a nossa mediunidade. Já o despertar dos Dons Espirituais é algo transcendental, pois são
forças que nascem do nosso mais puro ser.

Dom da Cura

Através do Corpo Físico temos o despertar do Dom da Cura, que é a


capacidade de livrar o corpo das enfermidades e cansaços do dia a dia.
Este atributo só é manifestado por pessoas que geram um volume
maior de energia vital ou, também chamada, ectoplasma.

O Magista que manifesta este dom é capaz de manipular o ectoplasma


em seu corpo e a sua volta. Ele se torna um canal que capta mais
energia da Terra e do Cosmos, assimila esta vibração, vibra o seu poder,
gera mais força e distribui para si e para o próximo. Ele opera no campo
sutil da pessoa, atuam nos 3 níveis inferiores: racional, emocional e
energético. Partindo do princípio que as doenças são causadas pela desarmonia entre estes 3 corpos e
somente posteriormente se instalam em nosso corpo físico, podemos entender como ocorre o processo de
cura.
Invocando o seu Ser Divino, o iniciado em Magia é capaz de entrar em contato com o campo áurico do
doente e preencher todas as deficiências e dissolver as estagnações energéticas. Ele age como um
Purificador e Estabilizador da essência do outro.

Muitos curadores somam esta força junto com a Magia do Pentagrama e assim se tornam Curadores Divinos,
que é uma classe seleta de pessoas que operam milagres em suas vidas e na vida daqueles que o procuram.
A Cura Divina é baseada na elevação do Poder Mental, na capacidade de produzir bons resultados na vida e
na prosperidade que somos merecedores. No primeiro estágio de formação de um Curador Divino, ele é
levado a realizar um treinamento avançado de transformação que lhe auxilia a lidar consigo mesmo e a atrair
o melhor da vida. Em curto prazo de tempo, vendo os benefícios atingidos, se torna capaz de aprender a
acionar o poder do Pentagrama e a força dos Arcanjos e Elementais. Logo ele passa a ser dono de seu próprio
destino e é capaz de ajudar ao seu semelhante com seu dom e poder.

Uma coisa que aprendemos com a Cura Divina é que a pessoa pode ser curada, mas ela também precisa sair
do quadro de vida que lhe levou a adoecer. Para lhe ajudar nisto, você listar uma série de doenças e as causas
que levaram a isso.

• Abscessos – Se sentir menosprezada, inferior. Alimentar o sentimento de vingança.


• Acne em excesso - Não se aceitar. Vergonha de si mesmo. Baixa autoestima.
• Adenóides – Tristeza familiar, discussões constantes. A rejeição na hora da concepção ou em sua
fase infantil.
• Alcoolismo – Auto rejeição, Excesso de Culpa, Críticas a si mesmo. Sentimentos de futilidade.
Inadequação.
• Alergias – Estado constante de alerta diante das situações da vida e das pessoas ao seu redor.
Tendência a ficar na defensiva. Falso ego e sensibilidade.
• Alzheimer – Lutou demais da vida e não conseguiu chegar aos objetivos. Consequência de uma vida
que não se assumiu o poder de escolhas. Não se empenhou a quebrar obstáculos.
• Amidalite – Raiva e medo. Emoções reprimidas.
• Anemia – Auto sabotagem. Falta de prazer. Desinteresse pelas relações. Frustação com a vida.
• Apendicite – Medo, Insegurança sobre o Futuro. Bloqueio do fluxo das sensações.
• Arteriosclerose – Tensão no dia a dia. Resistência. Dificuldade em aceitar novidades e oportunidades.
• Artrite – Mágoa. Amargura. Dificuldade ao perdoar. Excesso de críticas. Desamor.
• Asma – Hipersensibilidade. Amor sufocado. Dificuldade de expressar sentimentos e emoções.
Sentimentos sufocados.
• Bexiga (problemas da) – Ansiedade. Conflitos no relacionamento. Irritação com as pessoas.
Resistência a novas ideias.
• Boca (problemas da) – Incapacidade de aceitar ideias. Raiva. Insatisfação com pessoas e situações.
Dificuldade de se desvincular de coisas negativas.
• Bursite – Raiva reprimida. Intensa vontade em agredir alguém próximo.
• Cálculo na Vesícula – Comodismo. Deixar tudo para amanhã. Falta de Motivação.
• Cabelo (queda) – Falta de segurança em si. Dificuldade de aceitar opiniões ou ordens. Inflexibilidade.
• Cãibras – Tensão. Oprimir-se. Se responsabilizar por tudo e todos. Segurar-se.
• Câncer – Mágoa. Raiva. Falta de Perdoar. Ficar remoendo alguma situação do passado. Profundos
segredos ou aflições corroendo o eu. Inconformidade. Auto piedade.
• Catarata – Dificuldade de ver o futuro e aceitar as possibilidades.
• Ciática – Medo da situação financeira. Medo de perder o que conquistou. Incredulidade no futuro.
• Cistite – Conflitos no relacionamento, causados pela mesmice e dificuldade de mudar.
• Coceira – A insatisfação de não ter realizado aquilo tudo que gostaria. Desejos insatisfeitos. Remorso,
punição e culpa.
• Colesterol (excesso de) – Dificuldade e medo de aceitar prazeres.
• Cólica menstrual – Dificuldade de lidar com mudanças. Apego a situações que não fazem bem.
• Colite – Codependência. Opressão. Necessidade de afeto.
• Coração (problemas do) – Pressão excessiva. Períodos longos de stress. Problemas emocionais
sérios, longamente suportados. Falta de prazer. Rejeição da vida.
• Costas (problemas das) – quando afetam a parte superior, falta de amparo emocional, retenção em
pensamento do amor passado. Na parte inferior, medo do futuro e da situação econômica.
• Dentes – Raiva. Dificuldade de acreditar nas pessoas. Ficar longos períodos em indecisão.
Insegurança.
• Depressão – Fragilidade. Tristeza. Crítica excessiva a si mesmo. Baixa autoestima. Desamor.
• Diabete – Profundo sentimento de mágoa. Falta de curtir a vida. Histórico de vida repleto de
frustrações e sofrimentos. Pessimismo.
• Dor de cabeça – Tensão. Excesso de preocupação. Revolta. Resistência em aceitar acontecimentos
inusitados da vida. Contrariedades emocionais. Sentimentos feridos.
• Dor de ouvido – Raiva. Não querer ouvir.
• Edema – Excesso de Sentimentos Reprimidos.
• Enjoo – Medo do que está acontecendo ao redor.
• Epilepsia – Falta de Desenvolvimento Espiritual. Impulsividade. Sensação de perseguição. Excesso de
cobrança alheia. Dificuldade em prospectar-se para o futuro.
• Esclerose múltipla – Revolta com os acontecimentos passados. Necessidade de comandar a vida.
Coração calejado. Não aceita opiniões. Teimosia.
• Estômago (problemas do) – Remoer sentimentos negativos. Nervosismo. Incapacidade de mudar e
aceitar novas ideais.
• Excesso de peso – Rejeição. Crítica a si mesmo. Medo das pessoas a volta. Busca de aceitação social
e amorosa. Medo de traição. Sufocando sentimentos.
• Estrias – Falta de auto aceitação. Dificuldade em falar não.
• Face (doenças da) – Excesso de preocupação com a aparência. Autopunição.
• Fadiga – Constantes aborrecimentos. Falta de entusiasmo, vontade e amor pelas tarefas e aquilo que
faz. Alta relutância.
• Febre – Profundo estágio de irritação.
• Garganta - Dieta de engolir “sapos”. Raiva reprimida. Dificuldade de expressar vontades.
• Gastrite (dores de gases) - absorção de ideais mal digeridas. Medo excessivo que o sufoca.
Autocondenação. Viver em dúvidas exageradas.
• Glândulas (problemas de) - Desordem e desorganização; desequilíbrio prolongado, agir de forma
descompassada.
• Glaucoma – Autocobrança exagerada, assumindo tudo a sua volta como responsabilidade.
Sentimentos ruins não curados que pressionam o emocional ao limite.
• Gota - Necessidade de controle, domínio de tudo. Explosão de raiva e falta de paciência constantes.
Disputa de poder e controle vinculados ao ego
• Gripe - Confusão mental. Medo. Reagir de forma desproporcional contra as crenças e a negatividade.
• Hemorroidas - Não perdoar o passado, guardando raiva. Sensação de sobrecarga. Dificuldades de
agir sob pressão e medo de prazos. Temendo se soltar e deixar as coisas acontecerem de forma
natural.
• Hepatite - Com medos e reações coléricas, reagindo de forma mais primitiva. Agindo com muita
raiva. Causar ódio.
• Hérnia - Sobrecarga, esforço demasiado no que não necessita. Excesso de culpa, autopunição.
Bloqueio criativo, expressando de forma inadequada.
• Herpes – Excesso de nervosismo, descontrole. Pensamentos inquietantes que trazem medo.
Sentimento de fraqueza prolongado.
• Hipoglicemia - Sistema completamente desequilibrado. Falta de doçura, lamentando o que já
aconteceu.
• Impotência - Opressão de cunho sexual relacionado a culpa, crença de apelo cultural. Mágoas
profundas de antigo parceiro. Tensão excessiva.
• Inchaços, manchas, verrugas – Preso a padrões negativos. Se rejeitando. Dificuldade de deixar os
pensamentos fluírem, expressando-se de forma colérica. Medo e desamor.
• Indigestão – Medo, excesso de ansiedade, pânico com o que é novo. Dificuldade em digerir as
situações. Remoendo pensamentos de forma desgastante.
• Infecções – Falta de harmonia, excessivamente irritado. Aborrecimentos, atitudes baseadas na raiva.
• Insônia – Dominado pelo medo, desconfiado da vida e de seus processos naturais. Culpa, tensão e
medo do amanhã.
• Laringite - Medo de argumentar e ser mal compreendido, agindo colericamente. Mágoas e
ressentimento de autoridades.
• Mãos – Agarrar as ideais e as deixar escaparem, causando medo de novas ideais, não saber manipular
as experiências.
• Mau hálito – Más atitudes, pensamentos vingativos e tóxicos. Exalando o podre.
• Menopausa (problemas de) – Hábito de rejeitar-se. Receio de não ser mais cobiçada, desejada.
Dificuldade em aceitar a sua idade, envelhecer e não ser mais boa o bastante.
• Nervos, nervosismo - Comunicação conflituosa. Pensamentos desordenados, falta de confiança na
vida, sempre em luta. ansiedade transbordando.
• Olhos (problemas dos) – Recusar aquilo que vê na vida. Não enxerga claramente passado, presente
e futuro. Negar ver a verdade, dando espaço a ilusões.
• Ombros (problemas dos) - Sentindo-se impotente, cansado, desesperançoso. Em desaprovação
consigo mesmo. Indo contra as autoridades.
• Paralisia – Pânico, fuga de processos e situações que o aterrorizam. Tentando resistir, em choque
mental.
• Pele (problemas da) – Sentindo-se ameaçado. Guardando mágoas velhas, preso ao passado.
Recusando a se responsabilizar por teus sentimentos.
• Pernas – Nos conduzem à frente. Prendendo-se a traumas ocorridos na infância. Dificuldade de
seguir em frente, por temer o futuro.
• Pés (problema dos) – Medo de ir adiante, paralisar-se, evitando o futuro.
• Pescoço (problemas no) – Inflexível com pontos de vista divergentes do seu, apenas vendo o seu
lado sempre. Teimosia.
• Pneumonia – Atos de desespero. Fadiga extrema para com a vida. Acumulando preocupações
emocionais e não as deixando curar-se. Problemas internos.
• Pressão sanguínea alta - Dificuldade em dissolver problemas, os mantendo por longos tempos.
• Pressão sanguínea baixa – Se sentindo derrotado, depressivo. Acumulando mágoas.
• Próstata (problemas da) – Preocupações mentais debilitando sua masculinidade. Dificuldade com o
chegar da idade. Desistindo de tudo, culpando-se, sentindo-se oprimido sexualmente.
• Psoríase (descamamento da pele) – Falta de responsabilidade com seus sentimentos, sentindo-se
magoado e inseguro emocionalmente. Se desaprovando.
• Pulmões - Dificuldade em absorver a vida, viver plenamente. Receio em se abrir para a vida.
• Quadris (problemas dos) - Paralisando-se em meio a decisões importantes. Sem esperanças no
futuro, demonstra-se desinteressado.
• Resfriados – Falta de clareza e ordem mental. Muitas coisas ocorrendo, sentindo-se sem controle.
Mágoas. Preconceitos.
• Retenção de líquido – Medo de perder, apegado. Dificuldade em liberar, deixar ir o que não é
essencial.
• Reumatismo - Vitimizando-se, sentindo-se amargurado. Sentimento de vingança. Desamor,
ressentimento.
• Rins (problemas dos) - Problemas com crítica, sentindo-se desapontado, fracassado. Vergonha,
agindo de forma infantil. Reagindo de forma exagerada às decepções.
• Roer unhas – Sentindo-se frustrado, roendo-se. Problemas com separação dos pais.
• Sangue (problemas no) – Medo da vida, de deixar a vida fluir. Falta de alegria, inibindo o fluxo das
ideais, deixando os pensamentos sufocados, estagnados. Sentindo que não está sendo bom o
bastante.
• Sinusite – Se irritando com pessoas do ambiente, constantemente.
• Tosse – reação às criticas, nervosismo.
• Tuberculose - Sentindo-se sufocado. Atitudes cruéis, sentimento de posse.
• Úlceras – Autocritica constante, não se sentir bom o suficiente. Medo o corroendo por dentro,
ansiedade, tensão.
• Urinar na cama - Medos geralmente associado aos pais e autoridades (mais comum o medo do pai).
• Varizes – Estagnado em situações ao qual odeia. Sensação de sobrecarga de responsabilidade e
excesso de trabalho. Negatividade, dificuldade em liberar emoções indesejadas. Sentindo-se
desencorajado.
• Vesícula (pedras na) – Preso a pensamentos dolorosos que são inevitáveis no momento.
Amargurando, sentimento estagnado.

Dom da Sensibilidade

Nasce do Corpo Emocional e é um dom a ser muito trabalho e


doutrinado, afinal a pessoa que carrega esta capacidade, quando não
desenvolvida, pode passar por diversos problemas em sua trajetória.

Os Sensitivos ou Magistas Empatas sabem das coisas sem que lhe seja
dita. É uma aptidão que faz com que eles sintam pessoas, lugares e
tudo que está ao seu redor. Podem desenvolver várias fobias por isto,
pois estar em lugares lotados, onde exista uma grande quantidade de
pessoas e sensações vibracionais pode sobrecarregar o empata com
emoções turbulentas.

São capazes de sentir as emoções e tomá-las como suas. Vivem em alerta e recolhem todo o tipo de
informação que esteja sendo emanada ao seu lado.

Captam os sintomas físicos de uma outra pessoa e podem até desenvolver as doenças alheias,
principalmente daqueles que convivem. Reconhecem uma pessoa boa ou ruim e identificam as crenças dos
outros. Pelo excesso de emanações podem se sentir fatigados comumente.

É um dom maravilhoso, pois a capacidade gerada pela sensibilidade de sintonizar-se com o Divino é
surpreendente. O iniciado em magia com este aspecto é capaz de tocar uma árvore e se comunicar com ela.
Olhar ao fogo e sentir o seu poder. Entrar no mar e se purificar por inteiro.

O empata pode ler os sentimentos de alguém, que mesmo sorrindo, está triste ou abalado, e assim auxiliar
esta pessoa a sair desta situação. Na verdade, estas pessoas são verdadeiros imãs de pessoas que necessitam
de ajuda.

Quando começamos a desenvolver as pessoas que carregam este dom, sempre iremos começar pelo ato de
se recompor sozinho e de uma maneira meditativa. É necessário para retirar toda a carga recebida dos
outros. Logo iremos trabalhar a harmonização e conexão com os 4 elementos, pois com o passar do
treinamento esta pessoa será capaz de conversar com a Alma do Universo, através de plantas, animais,
minerais e tudo que vive.
Lembro-me de ter uma mestra de magia em minha escola que conversava com as árvores e plantas. Um dia
tinha uma dama da noite, planta com um perfume maravilhoso, que estava bem ruinzinha e que parecia já
não haver mais solução. Resolvi que deveria pedir para a mestra falar com ela e dito feito, além de várias
recomendações sobre o lugar que a planta mais gostava, a necessidade de um adubo melhor e a troca do
jardineiro que eu tinha, todas dadas pelo vegetal, ainda tinha a benção de vê-la melhorar, crescer e se tornar
uma grande árvore da Escola, que hoje é a morada de um belo sábia laranjeira e faz um perfume que amo
quando está florida.

Dom da Palavra

Vindo do Corpo Mental, o Poder das Palavras é algo incontestável sobre


nossas vidas, e quando elas vêm com uma dose mágica, é algo
surpreendente.

Tudo aquilo que falamos gera o mundo ao nosso redor, desde o início
de uma amizade até o sim para uma proposta de casamento. É na
escrita, nos gestos e principalmente no som que as palavras existem e
fazem nossa vida.

Eu sempre digo e repito: “No principio era o verbo e do verbo tudo se


fez”.

Nas principais filosofias religiosas foi através das palavras de Deus que a vida foi formada e tudo que existe
ao nosso redor, então é fato que o poder que temos ao falar deve ser considerado. Existe um grupo de
pessoas que vem com este dom desperto. É quando vemos alguém dizer, “Eu falei e aconteceu”, tantas
vezes, que é difícil de entender como ela não percebeu que tem essa faculdade. É muito comum pessoas
com este talento acharem que no fundo preveem fatos. Eu disse que ele ia me ligar, e ligou. Na verdade, ela
não antecipou o ocorrido, mas ao pronunciar trouxe ao plano material a ocorrência da ligação.

Todo este poder é algo que, se não controlado faz estragos imensos, e isto, não só aqueles que vêm com o
dom desperto, todo mestre em magia tem que ter atenção redobrada sobre aquilo que pronuncia. Reflita,
se não tivermos o corpo físico para filtrar o nosso talento divino, tudo poderá desabar a qualquer frase
negativa. Quem desenvolve seus dons, aumenta o poder do Verbo, então quando diz: “Você é assim
mesmo”, “Você não vai mudar”, “Minha vida é uma droga”, “Eu já sei, não vai funcionar”, e outras tantas
afirmações negativas, você causa uma verdadeira marca sobre o destino, e provavelmente aquilo que
poderia ter um final feliz só encontrará o fracasso.

Sua palavra já tem poder e com magia será muito maior. Acredite, num dia tempestuoso, você dizer: “Eu
não aguento mais este trabalho!”, você poderá perdê-lo no dia seguinte, ou até “Eu não quero mais
trabalhar!!!” e ser acometido por uma doença grave que lhe afaste de qualquer função profissional.

Este dom não é um fardo, mas é aquele que nos leva a entender que viver no Bom Coração e acreditar no
Bem Maior é a nossa missão primordial na Terra. Expressar isto através das palavras é algo importante, afinal
cada uma delas tem poder, cada sílaba, cada letra e cada som é uma energia poderosa que ao falarmos
estamos liberando no ar e isso modela nossa jornada. Elas atuam no plano sutil e se materializam no planeta.
Tudo aquilo que você pronuncia é uma verdadeira magia.

Eu, em minhas aulas de Cura Divina, mantenho um compromisso com a turma: durante pelo menos uma
semana, a pessoa não poderá dizer nada de negativo. Creio até que algumas pessoas possam ficar mudas
no decorrer desse tempo, porém os resultados são fantásticos. 7 dias sem uma frase negativa e sua vida
começa a mudar. 30 dias sem afirmações destruidoras, as oportunidades começam a surgir, 90 dias falando
só coisas boas, sua vida será outra. Uma vida sem pragas ou maldições a si mesmo e aos outros, uma
existência de plenitude e realizações.

Eu sei que no começo não é fácil, entretanto é um treinamento. É lógico que você poderá narrar piadas e
brincadeiras que contenham palavras pesadas ou até, naquele dia em que bater o dedinho no pé do sofá,
não precisará apenas ficar em silêncio ou exprimir: “Sofá maroto...”. Você poderá e deve viver da forma
como o mundo vive e se expressa, mas a sabedoria em entender o que é uma citação passageira e uma
afirmação destruidora, é algo que temos que usar em nossa história.

Sabemos que as palavras soltas causam reações da vida, mas as palavras repetitivas são as que trazem mais
reação a nós. É nítido e claro que as palavras são expressas de nossos pensamentos e poucos prestam
atenção a esta verdade. O grande problema é que a maioria das pessoas permite que aquilo que está ao seu
redor e as pessoas que convivem ou conviveram moldem aquilo que elas são, pensam ou falam. Na Magia
Ser Divino aprendemos que devemos ser formados de dentro para fora e não o contrário.

Se você começa a ativar a mente alerta, sendo consciente de tudo o que faz ou exprime, sua espiritualidade
começa a ocorrer. Já aprendemos, Espiritualidade é a consciência sobre o espírito, e sabemos, o espírito tem
poder. Não podemos achar que os nossos atos e fatos não são importantes no mecanismo do mundo. Você
faz a sua vida e deve tomar consciência desta responsabilidade.

Se colocarmos palavras em sites de busca como bem estar, amizade, felicidade, amor realizado, sucesso
profissional, entre outras, as imagens que vão aparecer são as que condizem com a sua forma de viver?
Senão, você entende que a sua história é feita através de seus pensamentos, atitudes e frases que
experimenta. É de vital importância que você, ao entrar no mundo mágico, entenda isto. Você tem poder e
estamos aqui para treiná-lo. Eu conto com sua ajuda e vontade de uma vida mais plena e com uma missão
espiritual realizada. A vida é matemática, 1 + 1 = 2. Já vimos isto e é claro que o Bom Viver traz a Boa Vida.
Vamos começar a mudança e ativação do Dom da Palavra:

Um, vamos ao compromisso da Semana do Bem Estar, isto é, 7 dias ou mais, sem falar nada de negativo.
Reclamar ou praguejar são terminantemente proibidos!

Dois, estão cancelados programas sensacionalistas ou depressivos. Aquela estória de ficar sabendo quem
morreu, foi baleado ou roubou alguém, não mais. Estas notícias não acrescentam e nem te deixam mais
culto. Outra coisa: é lógico que somos caridosos e humanos, mas saber das dificuldades alheias e ver o que
elas ganharam ou não, só desequilibra o nosso emocional e nos conduz a divagações sobre como o Divino
não é justo. Mesmo sendo em casos de ficção, como novelas que adoram mostrar a pobrezinha, vítima da
sociedade e dos ricos, que precisa achar um caminho, mesmo que ilusório ou não correto, para se livrar do
seu caminho oprimido. Que difícil! Mudar a sua atitude com esta gama de informações negativas, não irá
ser fácil, então pare agora com esta programação.

Três, eu já lhe ensinei o Ritual da Transformação, então se você já fez, refaça-o nesta nova sintonia, porém
se ainda não, faça-o agora e some a ele um Ritual do Perdão. Para caminharmos devemos nos perdoar e
perdoar aos outros. Como dizia a música: “É impossível viver carregando um cemitério na cabeça (Biquíni
Cavadão)”.

Quatro, prepare um altar em um local tranquilo de sua casa, focado em ativar o seu poder espiritual para
lhe ajudar. Se você já tiver um, pode utilizá-lo. Nesse altar, escolhe um ponto de força para lhe auxiliar nesta
poderosa jornada de vitória e coloque sua imagem aparente. Após tudo pronto, acenda uma vela mágica,
como Livrai-me do Mal ou Energia, ou aquela que mais se adapte as suas necessidades. Saiba que você pode
manter velas acesas durante todo o processo ou utilizar uma vela que você acenda e apague, todos os dias,
nos momentos da prática.
Cinco, comecemos a Jornada da Vitória! Neste quinto passo, você deverá trabalhar o poder da palavra com
afirmações positivas. Sim, você irá treinar a sua mente a projetar o positivo a todos os lugares e situações.
Estas afirmações deverão se basear em desejos e objetivos, e serão muitas vezes repetidas, até que
impregnadas em nossa mente.

Este treinamento faz com que aquilo que estava sendo negado por nosso subconsciente e que estava sendo
profetizado de maneira ruim por aquilo que dizíamos mude de direção e traga o sucesso e a melhora de
vida.

Para que possamos obter os resultados desejados, você deverá criar de maneira correta a sua afirmação
positiva, para isto comece escolhendo aquilo que quer mudar e ter a vitória. Não pense naquilo que não
quer, mas somente na realização almejada. Pense naquilo que quer como já ocorrido no momento presente,
afinal, quando se faz desta maneira sua mente, sem saber a diferença entre passado, presente ou futuro,
falso ou verdadeiro, irá começar a produzir efeitos que irão vibrar no aqui e agora. Faça afirmações curtas e
claras, pois a desta maneira você terá mais facilidade em projetar o que quer e não dará espaço para
possíveis questionamentos. Torne suas frases emocionantes e cheias de vida, é importante que elas estejam
de uma maneira que você perceba a verdade nelas e que as deseje do seu mais profundo coração. E após
realizar toda esta ordenação, comece com a frase “Eu Sou”, pois estas duas palavras são extremamente
poderosas e o seu cérebro percebe que é algo particular e com você mesmo.

Exemplos de boas afirmações são: “Eu sou rico e próspero”, “Eu sou grato por conquistar este emprego
maravilhoso”, “Eu sou feliz pelo meu relacionamento e pelo amor que ele me proporciona”, “Eu sou
abençoado pelo dia fantástico e feliz que estou tendo”.

Encerre-as com a frase: “Abençoado seja, Luz e Amor”. Esse conjunto de palavras te leva ao contato com o
Divino e as duas maiores forças que existem no Universo. Você, em cada afirmação, perceberá uma prece e
lógico que a sua mente começará a buscar as oportunidades e formas rápidas de realizar o seu desejo.

Repita suas afirmações tanto quanto possível, comece logo de manhã, ao acordar, a repeti-las pelo menos
uns 3 a 5 minutos. Você pode fazer isso enquanto pratica a higiene matinal ou a caminho para o inicio de
sua jornada diária.

Esteja relaxado no momento e preste atenção em cada palavra que pronuncia. Isto é uma profecia na sua
vida e você deve estar consciente do que está plasmando. Mantenha a confiança e não questione a sua
veracidade. Você é merecedor de tudo de bom que o Universo possa lhe oferecer, não há motivos para
duvidar.

Você pode até sonorizar a sua afirmação, se achar que consegue repeti-la de uma maneira mais fácil,
entretanto se fizer isto, cuidado para não entrar no automático e se esquecer do que está cantando. Em uma
das canções da Tradição Ser Divino realizamos uma afirmação poderosa e aumentamos nossa autoestima
com ela:

Eu sou a Luz, Eu sou o Amor


Eu sou a Luz, Eu sou o Amor
E canto com orgulho quem sou

Eu sigo a Deusa e sinto Ela em minha Alma


Eu sigo ao Deus e sei que Ele está aqui
Eu acredito em um mundo bem melhor
Onde união seja cada vez maior

Vivo meus sonhos e me torno um vencedor


Levo a vida sempre em grande esplendor
Deixo a magia em minha vida entrar
E faço dela um verdadeiro altar.

Agora que você está pronto com suas afirmações, faça elas pelo menos durante os 7 dias da Semana do Bem
Estar. É lógico que se você quer ter resultados mais sólidos é importante que você se programe para realizar
este o processo por mais tempo. Sim! Esta jornada funciona mesmo, mas é importante que você se
comprometa com ela. Quando estamos comprometidos com algo, não recuamos ou desistimos daquilo que
queremos. Nesta hora, o comprometimento nos impulsa a frente, tomamos atitudes positivas e somado ao
bem estar e as afirmações, a vitória é certa. O Universo se encarrega de fluir acontecimentos que nos
favorecem, mesmo aqueles que você acha ser coincidência ou apenas o acaso, é o Divino agindo para que
você chegue no almejado.

Se sentir necessidade, fale para o maior número de pessoas que está em uma Jornada de Vitória, pois isso
aumenta o compromisso e evita que gente que não agrega comece a interferir em seu caminho.
Comprometa-se verdadeiramente! No inicio você pode até achar que não vai dar certo ou qualquer coisa do
tipo, mas logo esta resistência irá passar e as bênçãos irão ocorrer. Você está ativando o Poder da Palavra e
logo esse dom será constante em sua vida. Eu sou a Luz, Eu sou o Amor.

Dom das Energias

Este é um dom que se completa com o Dom da Cura, mas parte do seu
corpo energético. Ele é expresso pela capacidade que temos de
envolver pessoas e ambientes em uma aura de alegria, abundância e
realização. Um pouco diferente do dom da cura, que traz a reciclagem
das energias nocivas por energias positivas, o dom das energias eleva o
Magista e quem o rodeia a um patamar maior de captação do Divino.
Para que ele se manifeste você terá que entrar em um aspecto
favorável do viver.

Comece entendendo que o maior investimento de sua vida é aquilo que


você aprende, desenvolve e põem em prática na rotina. Uma das coisas mais importantes que você pode
fazer é aprender e continuar aprendendo sobre tudo aquilo que lhe é significativo. Não meça esforços para
ficar do seu lado. Você deve continuar assumindo novos desafios, descobrindo novas coisas, conhecendo
novos lugares, criando novas amizades e desenvolvendo novas habilidades. Talvez você queira manter seus
aprendizados em Magia. Talvez você queira aprender uma nova língua. Talvez você queira aprender ballet.
Não importa o que seja. Aprenda! E não deixe frases como: “Eu não termino nada que começo”, “Eu estou
tentando”, “Agora não dá tempo”, “Eu estou velho demais para isso”. Prioridade, você tem que priorizar
você e o melhor da vida, então nenhuma destas afirmações é real, são todas ilusões do seu cérebro negativo,
tentando evitar o seu crescimento.

O seu desenvolvimento e o poder das energias são ativados pelo seu movimento na vida. Ame sem limites,
trabalhe produtivamente, brinque com alegria, namore com intensidade, cante com vontade, sorria com as
pessoas, faça exercícios regularmente, alimente-se com prazer, reze com fé, pratique a espiritualidade
constantemente. Faça tudo isto e muito mais coisas que façam parte do Bom Viver e receba os resultados.
Veja que o Dom da Energia é vivenciado por aqueles que respeitam e acreditam na vida. São agradecidos
pelo que têm ou o que receberam, focam sua mente no que têm, e não no que não têm. Sabem que o poder
do pensamento é algo real e fascinante.

Uma vez, quando estava tocando um atabaque, um guia espiritual me ensinou que o som deveria ser
harmônico e com emoção, afinal era desta forma que agradáveis energias poderiam se manifestar. Lembro-
me que nesta hora percebi que somos como o tambor. Temos o poder de emitir energias e clarear a vida
das pessoas que estão a nossa volta. Mas se desarmônicos, levaremos a elas somente a confusão, porém se
afinados traremos a tudo o que nos cerca o melhor. Recordo-me que deste dia em diante, eu sempre me
convenci que deveria sempre aceitar e promover a oração de São Francisco.

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.


Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna.

É isso, seja um instrumento de paz verdadeiro e você será capaz de fazer o bem a sua vida e ao próximo.
Verá que as energias positivas são capazes de motivar pessoas, ajudar elas a resolverem problemas e até
curá-las. Assim como um tambor que provoca a alegria e é capaz de atrair tudo que há de bom, seja uma luz
no fim do túnel e ative o seu dom.

Preste atenção aos seus pensamentos, pois eles são o inicio de tudo. Eles precisam estar no positivo, pois se
assim não estiverem, dificilmente construiremos uma experiência saudável. Quando a sua mente está
repleta de boas vibrações, você se abre ao Universo e permite que ele conspire ao seu favor.

Com a sua mente luminosa, os sentimentos irão ficar mais abertos a boas energias e irão te fazer bem. Regule
suas emoções, não permita que a mágoa, o rancor, o ódio, os traumas e decepções encham seu coração.
Projete o seu mental e emocional para o harmônico. Cultive amor, alegria, generosidade, bondade, perdão
e gratidão... Torne-se cada vez mais um Ser Divino. O que passou... passou. Não há como você mudar o
passado, afinal já foi. Devemos ter os aprendizados que colhemos e valorizar aquilo que nos foi bom. O que
não agregou você não irá esquecer, mas você pode tirar o valor daquilo e construir uma nova história. O
futuro você transforma e modela e, baseado num presente de sublimes energias, construirá uma vivência
dignificante.

Continue praticando tudo aquilo que está aprendendo e continue aprendendo mais. Nos cursos de magia
tenho alunos que estão há mais de 10 anos e não são repetentes, mas sim pessoas que, a cada ano, evoluem
em sua existência e espiritualidade, aprendendo o Bom Viver, o Bom Coração e o Bom Combate.

Você pode ser um Mestre de Magia, com o Dom das Energias, mas terá que viver bem para que ele funcione.
Dom da Magia

Sim, existe um grupo de pessoas que tem mais facilidade em realizar


rituais, feitiços e encantamentos. Vieram com dons trazidos de vidas
anteriores ou em seus aspectos astrológicos e numerológicos. Estão
ligadas aos dons do seu Anjo Mensageiro e se tornam verdadeiros
Magos quando desenvolvem seu conhecimento mágico.

Mestres de Magia que carregam este dom estão entre 10% da


população vivente. Devem ter a sua prática espiritual constante e
serem verdadeiros defensores da vida.

Você perceberá este dom pela resposta que tem dos elementos da natureza. Alguma vez você já olhou o céu
nublado e desejou que ele abrisse, e isto ocorreu. Ou desejou tanto o vento nos cabelos e começou a ventar.
Mestres Mágicos tem o dom de controlar os elementos. Foram considerados bruxos, magos ou seres
extraterrestres, porém, são seres humanos que tem uma ligação maior com o Grande Espírito do Planeta.
Nem sempre são amantes das árvores, mas são aficionados por viver a vida intensamente. Eles despertam,
em algum momento, o seu elemento interior e com ele são capazes de realizar milagres, ajudar as pessoas
e vibrarem em seus rituais. São responsáveis por divulgar a Arte e levar ao mundo uma energia melhor, pois
tem acesso a parte viva do Terra.

Começam com uma paixão por algo vivo da Natureza. Pode ser uma planta ou um animal. O fato é que
conseguem se comunicar com eles. Lembra da mestra que falava com as árvores e era tão engraçada a
situação que ocorria com seus filhos, que toda vez que eu os encontrava um deles me reclamava: “Mestre,
não tem como conversar com as árvores lá da escola? Elas contam tudo que fazemos para minha mãe”.

Era divertido eles contando os feitos, mas o que mais mexia comigo era ver o dom que ela tinha e como, ao
entrar em um ritual, era capaz de elevar a energia do elemento terra.

Todo Ser Divino tem um dom e pode optar por trabalhar todos os outros além do seu, porém são abençoados
aqueles que se comprometem em desenvolver mais e mais a espiritualidade, entendendo que tudo pode
ser real e que cada vez que focamos nos nossos poderes, mais teremos da vida.

Você pode ter o dom da magia ou pode estar sentindo em seu coração que deve fazer isto, então comece a
colocar os rituais e a visão de que tudo é vivo e necessita de sua atenção em seu dia a dia. Não basta ter o
dom, tem que cultivá-lo e mantê-lo desperto.

Uma coisa que faço é manter a minha atenção a espiritualidade nas pequenas coisas, como ao abrir os olhos
e agradecer ao Divino. Ao tomar banho, manter sabonetes com aromas diferentes, como o de rosa, patchouli
e verbena, para quando sentir necessidade de uma determinada vibração escolher qual vou usar. Ter o meu
altar sempre bem posicionado, me dando a possibilidade de vê-lo todos os dias. Ter uma caixa com velas,
incensos, banhos de ervas secos e outros elementos que me lembrar: Eu sou um ser mágico, eu sou um Ser
Divino!

A prática ritual e a vivência mágica em sua vida diária irão fazer o seu dom despertar. Faça isto e estude
magia, pois este será o único caminho de desenvolver este dom.
Dom da Intuição

Este é um presente maravilhoso do Divino a nós. Como os outros dons,


algumas pessoas veem com eles ativos e percebem a sua existência,
porém em nosso cotidiano veremos esta dadiva agir várias vezes. É
naquela mudança de caminho ou na sensação ao conhecermos alguém
que notamos a intuição.

A nossa capacidade intuitiva é algo que flui naturalmente, entretanto a


nossa sociedade atual é direcionada a tomar escolhas pela lógica e isto
faz com que muitas vezes deixemos de ouvir o nosso lado sutil.

Está ligado ao nosso Anjo da Guarda e, como ele, busca nos levar aos caminhos mais fácies e seguros da vida.
Quando você dá ouvidos a voz do coração economiza muito ranger de dentes, perda de cabelos e acrobacias
mentais intensivas tentando resolver tudo. Eu aprendi muito cedo que devia ouvir o coração e sempre que
faço isto, sei que estou no caminho certo.

Este dom é bloqueado pelo excesso de emoções negativas e relações desgastantes. Não se permita aceitar
visões e falas que contaminem seus sentimentos. Perceba as sensações que se corpo trazem ao assistir uma
televisão ou quando conversa com alguém. Incomodou? Afaste-se, troque de canal!

Existe um caminho para o desenvolvimento da intuição que gosto de trabalhar e ele é feito em 5 etapas.

Primeiro mude padrões rígidos de comportamento, afinal como o fluxo da energia, a intuição age desta
forma. Aquele que não se permite mudar a cor da roupa ou o alimento do dia, acaba vetando a voz intuitiva.
Aceite que o seu Anjo fala aquilo que você está necessitando no dia. A ideia é treinar a sua mente a ser
menos racional e aceitar que coisas novas podem surgir fora do habitual.

Segundo converse com você. Preste atenção aquilo que vem em primeiro a sua mente. Sabe aquele
momento em que uma pessoa lhe pergunta algo e você tem a resposta de imediato, porém muda pois
racionalizou e achou que não era a melhor forma de responder. Sim, você bloqueou a intuição. Você deve
deixar os pensamentos livres para falarem. Esta voz interior aumenta a capacidade de intuir sobre tudo
aquilo que é verdadeiro. Eu já fiz vários exercícios como este nas turmas de magia. Coloco duas pessoas,
frente a frente, e peço que comecem a perguntar, uma de cada vez, coisas simples no começo, como nome,
idade, clima e depois irem aumentando a carga das perguntas, chegando a perguntar coisas que a outra
pessoa não sabe. A descoberta é algo revelador. Quando não racionalizamos a resposta e prestamos atenção
a primeira resolução estamos abrindo espaço para a intuição.

Logo em seguida, e terceiro passo, confie em seu instinto, que é aquela sensação de frio na barriga, de
arrepio na nuca e arrepiar dos pelos do braço. Eles estarão lhe mostrando a direção, então confie que eles
têm algo a dizer. Aprenda a identificar as reações que o corpo lhe dá e verá como será útil. Eu quando chego
a algum lugar negativo é normal perceber uma leve fisgada na região lombar. Logo me protege com a espiral
rosa, logo veremos como você poderá fazê-la.

Já no quarto passo, permita a intuição fluir livremente, você poderá aciona-la com o tempo de treinamento,
porém no começo ela é instantânea e ocorrerá sem você esperar. Fique atento a todos os sinais, pois muitos
deles partem de seu anjo e são verdadeiros gatilhos de ativação deste dom.

Quinto passo será conectar-se com seu anjo e permitir que ele desperta e doutrine cada vez mais esta dádiva.
Comece desde manhã permitindo que ele direcione a cor você deverá usar, a comida que irá lhe alimentar
e o caminho que você deverá seguir durante o dia. Perceba cada sensação do corpo e ative o seu poder da
mente alerta. Não faça tudo com pressa ou pensando em outras coisas. Fique no presente e perceba tudo o
que está se passando. Você verá que o ato de liberdade e do aqui e agora irá evoluir seu dom da intuição.

Dom da Incorporação

Em alguns países este dom parece desconhecido, em outros, como no


Brasil, tornam-se tão comum que acreditamos que faz parte somente
da nossa fé, porém o que eu devo lhe explicar é que este atributo é
capacidade que algumas pessoas têm de através de seus corpos
refletirem o lado espiritual, e está no mundo inteiro, em diversas
crenças e religiões, talvez com outro nome, mas o fato que é o dom da
incorporação.

Em nosso país, podemos presenciar este dom na incorporação dos


guias na Umbanda e no Espiritismo, na vinda do santo no Candomblé,
no falar de “línguas” nas Igrejas e até no êxtase dos rituais xamânicos. O fato que este dom faz parte da
nossa cultura.

Em outros locais do mundo, existem a incorporação nos templos hindus, as mensagens dos espíritos em
tabuleiros ouija nos Estados Unidos, a captação de sons e imagens nos rituais europeus e as danças no
continente africano.

O dom da incorporação é algo que todo ser humano pode desenvolver, mas devesse ter cuidado com esta
prática, afinal transformar o seu corpo em uma ponte de ligação com o plano sutil pode gerar certos
distúrbios que complicam a sua vida. Ao tratarmos deste tema nos treinamentos de magia sou bem
cuidadoso em mostrar que o dedicado deve estar consciente deste poder e da necessidade de adequar o
seu estilo de vida a ele.

Existem sinais que mostram que você está com o dom desperto ou começando a ativá-lo. Estes sintomas lhe
avisam que a necessidade de tratar esta capacidade se tornou real em sua vida:

1. Formigamento de membros, principalmente em pés e mãos.


2. Tremores incontroláveis pelo corpo, que podem ocorrer aparentemente sem nenhum motivo. Em
casos extremos, algumas pessoas passam por convulsões sem motivo médico.
3. Tonturas repentinas, falta de ar e aceleração cardíaca.
4. Suor frio nas mãos, principalmente quando se aproximam de locais ou pessoas com uma energia
densa.
5. Dores na lombar ou peso nos ombros, quando lembram de situações e pessoas confusas.
6. Ver ou ouvir espíritos ao seu redor.
7. Bocejos e olhos lacrimejantes em várias noites, sendo constante esta situação.
8. Paralisia noturna, que é o ato de dormir e sonhar que não consegue se mexer.
9. Arrepios com sensação de frio ou calor.
10. Confusão mental em momentos de oração ou rituais, provocadas pela sensação de uma aproximação
espiritual.

É lógico que para todos estes sintomas devemos observar a parte física e seu diagnóstico médico sobre o
corpo. Porém, se mais de 3 deles aparecerem sem causa aparente, isso pode revelar a você a existência
deste dom a ser trabalho em você.

Interesses relacionados