Você está na página 1de 2

14/12/2019 ASN - Paraíba possui a maior produção de tangerinas do Nordeste

Ir para o Portal Sebrae

Paraíba

Início Notícias Multimídia Cadastre-se Quem Somos

Fruticultura

Paraíba possui a maior produção de Compartilhe nas

tangerinas do Nordeste
redes sociais

Município da região do brejo paraibano é o grande colaborador


para o crescimento da atividade
PB
05/06/06 às 00:00 - Por: Valter Roque

A paisagem local atrai o olhar dos visitantes pela beleza das suas formas e a grande expansão do verde.
Mas no município de Matinhas, localizado a 24 km de Campina Grande, na Paraíba, é uma outra
coloração que recebe atenção especial: os pontos alaranjados que despontam em meio às plantações. É
que o lugar encontra na produção de tangerinas a sua principal atividade econômica, apresentando
números que expressam bem o potencial desse fruto.

De acordo com dados da Emepa (Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba), o município
de Matinhas, apesar de uma extensão de apenas 29 quilômetros quadrados, possui quase 940 hectares de
área plantada com pés de tangerina que estão distribuídos entre 420 produtores. Estima-se que existam
aproximadamente 1,3 milhões de pés, os quais chegaram a produzir 7,2 mil toneladas de tangerina no ano
de 2003.

“Esses dados conferem à Paraíba o primeiro lugar como maior produtor da região Nordeste e o sétimo no
ranking nacional”, aponta o engenheiro agrônomo Ivanildo Cavalcanti, técnico da Emepa. “É uma
atividade realizada em propriedades de pequeno porte, usando como base o modelo de agricultura
familiar, mas que oferece ao produtor uma renda de até R$ 22 mil por colheita”, acrescenta.

No ano passado, a última safra contabilizou 120 toneladas, sendo que cerca de 30% desta produção
permaneceu na Paraíba. Os 70% restantes abasteceram Minas Gerais e Pará, além de outros estados
nordestinos, como Pernambuco, Ceará e Bahia. São frutos orgânicos, ou seja, não recebem durante o
processo de plantio e cultivo nenhuma ação de agrotóxicos, o que acrescenta um diferencial a mais para o
mercado consumidor.

Plantando a semente da cooperação

No entanto, os produtores de Matinhas não recebem os benefícios diretos da boa aceitação dos seus
produtos. “Infelizmente, grande parte desta comercialização é feita por intermédio de atravessadores que
compram a tangerina por um valor muito menor daquele pelo qual eles conseguem vender”, explica
Jucieux Palmeira, consultor do Sebrae na Paraíba e responsável pelo Projeto Hortifruticultura.

O projeto, fruto de uma parceria entre Sebrae, Emater, Universidade Federal da Paraíba, Banco do
Nordeste, Banco do Brasil e Prefeitura Municipal, tem como objetivos melhorar a organização da
atividade e expandir mercado. “O primeiro passo foi a criação da Coopertange, uma cooperativa que
reúne os produtores e pretende garantir a compra de toda produção dos cooperados com a garantia do
preço mínimo”, diz Palmeira.

Para o prefeito de Matinhas, Aragão Júnior, a união de esforços tem sido peça-chave nesse trabalho de
melhor aproveitamento do potencial local. “A iniciativa não deve partir apenas das instituições envolvidas
no processo, deve encontrar ânimo também entre os produtores, e por isso a importância da Coopertange.
É com este espírito de cooperação que pretendemos conquistar as nossas metas”, pontua Júnior.

As ações em busca da expansão de mercado também foram iniciadas e a participação em feiras e eventos
do setor com o intuito de fazer contatos comerciais figura como um dos instrumentos fundamentais. Os
produtores da Coopertange participaram do seminário internacional AgroTecnologia, que aconteceu em
maio, em Petrolina (PE). A agenda da cooperativa inclui, entre 7 e 10 de junho, a Frutal Amazônia,
considerado o maior evento de fruticultura do Brasil e que este ano será realizada em Belém (PA).

Cultivando esperança

Diante dessas novidades, os pequenos produtores se animam com a possibilidade de outras perspectivas e
apostam num futuro de bons negócios. É o caso de José Caetano, de 64 anos, popularmente conhecido

www.pb.agenciasebrae.com.br/sites/asn/uf/PB/paraiba-possui-a-maior-producao-de-tangerinas-do-nordeste,bb40ff0f20637410VgnVCM1000003… 1/2
14/12/2019 ASN - Paraíba possui a maior produção de tangerinas do Nordeste
como Carneiro. “Tenho nas tangerinas a principal fonte de renda para a minha família, pois todos estão
envolvidos no trabalho da roça. Acredito que o conhecimento é capaz de gerar resultados positivos e
lucros. E é isto que nos faltava antes e temos acesso à informação”, ressalta o produtor.

Carneiro nasceu na roça, como costuma dizer, mas se aventurou por 19 anos no Sudeste do País
trabalhando como eletricista. Na primeira oportunidade que a vida lhe ofereceu, voltou para a sua terra e
não teve dúvidas sobre que sementes cultivar. “Naquela época a tangerina era ainda novidade, mas
acreditei no potencial do fruto”, diz Carneiro, que em 2005 chegou a produzir 2,2 mil caixas da fruta,
sendo que cada caixa possui em média 200 unidades.

“Deste projeto esperamos o melhor. Mesmo com o pouco tempo de realização, já conquistamos alguns
avanços, como a criação da cooperativa. Outra esperança é a possibilidade de beneficiar o fruto e passar a
produzir o suco. Acredito que este objetivo também iremos conquistar”, finaliza Carneiro.

Sobre a tangerina

Historicamente, a China é considerada um dos pontos de origem de laranjas e tangerinas. No Brasil, o


início da produção data dos anos de 1530, período em que Portugal decidiu colonizar as terras brasileiras.
Hoje, o Brasil é o quarto maior produtor mundial de tangerinas e o Estado de São Paulo participa com
50% do total da produção no País, ou seja, mais de 658 mil toneladas.

A tangerina, conforme a variedade, é chamada de mexerica, cravo e ponkan. O valor nutritivo também
varia de acordo com a espécie, mas é sempre fonte apreciável de vitaminas A, B, C e, em menor grau, de
sais minerais como cálcio, potássio, sódio, fósforo e ferro.

Serviço:
Sebrae na Paraíba - (83) 3218-1000

Conheça o Sebrae O que fazemos Transparência Fale com o Sebrae Ouvidoria

www.pb.agenciasebrae.com.br/sites/asn/uf/PB/paraiba-possui-a-maior-producao-de-tangerinas-do-nordeste,bb40ff0f20637410VgnVCM1000003… 2/2

Interesses relacionados