Você está na página 1de 2

Estrutura de uma sessão de formação

Etapa Função Notas

Dispor afetivamente os Muitas vezes os formadores menosprezam esta etapa encurtando-a ou resumindo-a ao simples cumprimento dos formandos. Deve evitar-se esta
Saudação formandos para um novo tentação promovendo a sensação de hospitalidade e desta forma facilitando o bem-estar (quebra-gelo) afetivo, facilitador de novas aprendizagens.
período de aprendizagem

É necessária a consciência de que algumas vezes os formandos se dirigem à sala quase de forma automática, enlevados por questões pessoais e
Ligação à sessão Dispor cognitivamente os profissionais, e completamente desligados dos conteúdos da formação (este fenómeno é particularmente observável em formandos com atividades
anterior formandos para um novo profissionais intensas e com responsabilidades de gestão e/ou decisão).
(quando aplicável) período de aprendizagem Esta realidade deve ser minimizada fazendo referência aos conteúdos abordados na sessão anterior, facilitando o enfoco nos objetivos da própria
formação.
Introdução

Apresentação do Um dos fundamentais facilitadores da aprendizagem é o conhecimento prévio dos itinerários curriculares a percorrer. Em Andragogia (educação de
tema Facilitar a aprendizagem adultos) esta etapa revela-se ainda mais importante, porque os adultos sentem sempre a necessidade de conhecer antecipadamente os temas a
abordar.

Definir concretamente quais os


Comunicação dos resultados esperados no final da Também nesta etapa cumprimos outra das premissas facilitadoras da aprendizagem de adultos; o conhecimento prévio por parte dos formandos
objetivos sessão

Averiguar quais os A verificação dos pré-requisitos e dos conhecimentos prévios é crucial. É importante entender que os adultos evitam a exposição pública das suas
Verificação de conhecimentos detidos pelos insuficiências, e que, se esta avaliação diagnóstica não for promovida pelo formador, dificilmente tomarão a iniciativa de as assumir, conduzindo a
pré-requisitos formandos sobre os novos enormes desperdícios de tempo até que o formador se aperceba das suas limitações (e isto se alguma vez se aperceber).
conteúdos a abordar A testagem dos pré-requisitos permite verificar se os formandos dominam as “bases” necessárias à aprendizagem de novos conteúdos.
DESENVOLVIMENTO Conteúdos Desenvolver os conteúdos, de O desenvolvimento dos conteúdos deve ser sempre teórico-prático, a componente prática é fundamental para facilitar a aprendizagem. Esta
programáticos forma teórica e prática. componente pode ser dinamizada através de atividades de descoberta ou de treino.

Assegurar que os pontos O formador deve permanentemente procurar obter o feedback (retorno da mensagem original) das mensagens pedagógicas circulantes, de forma a
Avaliação principais do tema foram promover os reajustamentos estratégicos e metodológicos necessários à prossecução dos objetivos.
formativa assimilados antes de passar Antes de finalizar um sub-tema o formador deverá recolher dados para uma avaliação formativa, ou seja, o formador deverá assegurar-se que os
para o tema seguinte. pontos principais do tema foram assimilados antes de passar para o tema seguinte.

Um dos princípios da aprendizagem é a redundância (basicamente consiste no fortalecimento dos circuitos neuronais correspondentes a
Garantir a consolidação da determinada operação através do seu uso repetido) pelo que a repetição deve ser promovida, em especial dos pontos considerados estruturantes
Síntese parcelar aprendizagem dos conteúdos abordados em cada unidade. Neste sentido, o formador deve fazer sínteses parcelares no término de cada sub-tema, antes de passar
para um novo conteúdo de aprendizagem.

Reforço dos pontos essenciais Devemos fazer sempre um resumo geral dos pontos mais importantes abordados nas sessões, não apenas pelas mesmas razões referidas na etapa
do conjunto de todas as anterior mas também porque desta forma facilitamos a síntese (construção de um objeto conceptual único e aplicável na resolução de problemas
Síntese geral unidades constituintes da concretos) dos conteúdos por parte dos formandos.
sessão

A avaliação de resultados para que seja justa tem de colocar todos os formandos em circunstâncias avaliativas equivalentes, por este motivo
Avaliar os resultados obtidos apenas deve ser efetuada de uma das seguintes 3 formas: Teste escrito, observação de tarefas idênticas, oral individual com base numa bateria de
Avaliação final pelos formandos de acordo com perguntas equipolentes.
CONCLUSÃO

os objetivos propostos Apesar de referida como parte da estrutura da sessão (o que deve ser levado em conta na realização das simulações pedagógicas finais) a
avaliação final é muitas vezes desfasada da estrutura temporal das sessões, sendo mais lógico efetuá-la no final de um conjunto de unidades
temáticas estreitamente inter-relacionadas (ex.: módulo).

Comunicação dos Comunicar os resultados obtidos normalmente é feito no final de cada módulo. Contudo, como critério de avaliação das simulações pedagógicas
resultados Comunicar os resultados obtidos finais é imprescindível que façam referência a este ponto.

Utilização de Abordar Plataformas


Plataformas Colaborativas e de A utilização de plataformas colaborativas e de aprendizagem são fundamentais para armazenamento de manuais, esclarecimentos de dúvidas em
Colaborativas e Aprendizagem sessões síncronas, aplicação de exercícios online, consulta da pauta de notas…
de Aprendizagem

Antevisão da Apresentar sucintamente o tema Tal como na referência do tema no decorrer da introdução, saciamos desta forma a necessidade do conhecimento prévio dos itinerários curriculares
próxima sessão a abordar na próxima sessão a percorrer por parte dos formandos.

Despedida A boa educação de um formador é também um facilitador da aprendizagem.