Você está na página 1de 7

21/09/15

Faculdade Maurício de Nassau


Aconselhamento Psicológico

Aconselhamento - plantão

Quais as possibilidades de
intervenção em um serviço público?

É possível fazer escuta atenta em


uma sala de espera?

Aconselhamento - plantão

•  plantão psicológico tem como inspiração as walk-in


clinics, nos Estados Unidos, Canadá e parte da
Europa

•  O   Serviço   de   Aconselhamento   Psicológico   (SAP)   do  


InsAtuto  de  Psicologia  da  USP  foi  fundado  em  1969,  pelas  
mãos   de   Rachel   Léa   Rosenberg   e   Oswaldo   de   Barros  
Santos,    

•  Ofertar escuta empática e compreensiva a quem


demandar por ela, no momento de emergência de
sua necessidade, sem tempo pré-determinado e
obrigatoriedade de retorno

1  
21/09/15  

•  "[...]  o  trabalho  do  conselheiro-­‐psicólogo  é  no  


senAdo   de   facilitar   ao   cliente   uma   visão   mais  
clara   de   si   mesmo   e   de  sua   perspecAva   ante   a  
problemáAca   que   vive   e   gera   um   pedido   de  
ajuda.   Nisso,   a   forma   de   enfrentar   a  
problemáAca   se   definirá   no   próprio   processo  
de   plantão   e   com   a   parAcipação   efeAva   de  
ambos,   cliente   e   conselheiro.”   (Mahfoud,  
1987)    

•  "[...]  um  Apo  de  atendimento  psicológico  que  


se  completa  em  si  mesmo,  realizado  em  uma  
o u   m a i s   c o n s u l t a s   s e m   d u r a ç ã o  
predeterminada,   objeAvando   receber  
qualquer   pessoa     no   momento   exato   (ou  
quase  exato)  de  sua  necessidade  para  ajudá-­‐la  
a   compreender   melhor   sua   emergência   e,   se  
n e c e s s á r i o ,   e n c a m i n h á -­‐ l a   a   o u t r o s  
serviços."  (Tassinari,2009)    

Aconselhamento - plantão

•  plantão   psicológico   precisa   ter   regularidade   na   oferta   de  


seu   serviço,   bem   como   boa   divulgação   para   que   ocorra  
saAsfatoriamente  

•  Não  funciona,  portanto,  com  


 filas  de  espera.  

2  
21/09/15  

•  Condições   necessárias   e   suficientes   para   a   mudança  


terapêuAca  da  personalidade,  a  saber:  

a)  que  duas  pessoas  estejam  em  contato  psicológico;    


b)  que  uma  delas  (o  cliente)  esteja  em  desacordo  interno;  
c)    que   a   outra   (o   terapeuta)   esteja   em   acordo   interno   naquela  
relação;    
d)  que   o   terapeuta   experimente   consideração   posiAva  
incondicional  pelo  cliente;    
e)  que  o  terapeuta  sinta  empaAa  pelo  cliente;    
f)  que   o   cliente   perceba   estas   condições   na   relação   que  
estabelece  com  seu  terapeuta.  

Aconselhamento - plantão
•  Deslocamento do modelo de consultório – criação de
modos de atendimento abertos a pluralidade e
singularidade das demandas.

•  Resalta-se a importancia de uma supervisão da


demande de urgencia que aparece no plantão
psicológico

Aconselhamento como prática de


fronteira e invenções
O Aconselhamento psicológico é concebido como o
campo de invenções de práticas que, na singularidade
das situações, propiciem a expressão do vivido de
indivíduos e grupos e sua elaboração compreensiva.

Facilitador – é guiado pela confiança na


autodeterminação e auto-regulação de indivíduos e
grupos, procurando constituir a facilitação como uma
ambiência na qual a apropriação de percepções, idéias,
sentimentos, mudanças, escolhas é possível e
desejável.

3  
21/09/15  

•  Tanto no contexto da ajuda psicológica como do ensino:


Oferecimento de um tempo e espaço nos quais a
elaboração da experiência do cliente e dos alunos é
testemunhada e legitimada por meio da escuta e do
diálogo.

O plantão psicológico

Acolhida psicoterapêutica à margem dos dispositivos


psicodiagnósticos e burocrático-administrativos dos
serviços de psicologia.

Maior exposição do serviço aos pedidos da clientela


tem como contrapartida a flexibilidade nos modos de
responder.

O plantão psicológico

Plantão: escuta qualificada no momento que o outro


busca ajuda. Não se configura como triagem – é um
espaço propício de elaboração da experiência do
cliente no que diz respeito a seu sofrimento.

Permite que o outro clarifique a natureza de seu


sofrimento. O tipo de elaboração e o grau que serão
alcançados na primeira entrevista são o critério
norteador dos desdobramento possíveis.

4  
21/09/15  

Escuta e diálogo associam cliente e conselheiro na


consideração atenta, respeitosa daquilo que é vital para
aquele que procura auxílio. Interlocução é o trabalho
por meio do qual o cliente pode esclarecer sua
demanda e o conselheiro situar-se diante dela. Plantão
– exposição à plasticidade dos encontros.

Entrevistas de plantão mobilizam conhecimentos e as


experiências dos estagiários nas diferentes sub- áreas,
oferecendo-se como oportunidade de conexão das
mesmas em resposta às demandas das clientela.

O plantão psicológico
§  Plantão requer disponibilidade constante para
reinvenção. Ex sala de espera.

§  Busca de um estilo próprio, ganho de autonomia e


atenção com os problemas de saúde pública são
incentivados nos alunos.

§  Experimentação para os estagiários de um estilo próprio


ou do empoderamento de um saber-fazer profissional
acontece nessa região de fronteira em tensão com
matrizes identitárias calcadas na figura do perito,
expert,especialista.

O plantão psicológico

Intento é empreender um deslocamento em relação á


hegemonia dos saberes científicos no trato com o
sofrimento psíquico, considerando que as práticas
populares também sedimentam modos de sentir de
pensar esses acontecimentos e a eles destinam
formas de cuidado.

A construção de modos de cuidar dá-se num espaço


de intimidade que abre feições da cidade e jeitos de
habitá-la. Cada cliente é mensageiro – apresenta a
trama de relações nas quais sua existência ganha
sentido.

5  
21/09/15  

O plantão psicológico: a
valorização da experiência
Cada entrevista de plantão não esta comprometida com
idéia de continuidade. Cliente se torna co-responsável
pelos prolongamentos que seu pedido de ajuda produz.

Aconselhamento psicológico: investe na superação da


especialização para conferir autoridade à experiência.

Importância para a experiência do não planejado.

Fundamental a existência de espaços coletivos onde a


experiência dos alunos possa ser elaborada.

•  Plantão  psicológico  vs.  triagem  

•  TRIAGEM  TRADICIONAL  
coletar  dados  pessoais  do  cliente,  idenAficar  sua  queixa  e  
realizar  um  breve  diagnósAco.    
 
 
apontar  para  um  encaminhamento  adequado    
 

6  
21/09/15  

•  TRIAGEM  INTERVENTIVA    
Entrevistas  abertas.    
abrindo  sua  escuta  para  aquilo  que  o  cliente  tem  a  dizer,    
(...)   não   como   um   mero   processo   de   seleção   de   demanda   ou  
coleta   de   dados   da   história   do   cliente,   mas   como   parte   da  
intervenção   psicoterapêuAca   propriamente   dita.   Nessa   fase,   há  
uma  clarificação  da  situação  psicodinâmica  individual  ou  grupal,  
para  além  do  simples  levantamento  de  dados  e  isso  tem  efeito  
psicoterapêuAco.  (...)  As  altas  durante  o  processo  de  triagem  são  
um  indicaAvo  relevante  que  corrobora  com  tal  idéia  (PERFEITO;  
MELO,  2004,  p.  37).    
 

PLANTÃO  E  TRIAGEM:  CAMINHOS  


QUE  SE  CRUZAM?    
 
•  “(...)  no  que  diz  respeito  à  aAtude  diante  do  cliente  e  à  
concepção  de  saúde  e  doença.  Ambas  as  práAcas  propõem-­‐se  
a  esAmular  os  aspectos  saudáveis  presentes  na  experiência  
do  sujeito,  e  não  classificar  e  rotular”  (Yehia,  2004)    
•  O  plantão  tem  “propósito  de  receber  e  distribuir  a  clientela,  
mas  de  ser  em  si  espaço  de    
•  acolhimento”    

7