Você está na página 1de 33

Aterramento de Sistemas Elétricos

Introdução aos Sistemas de Aterramento


Aula 03
▪ Ligação à terra
▪ Sistemas de aterramento
▪ Hastes de aterramento
Aula 03 e 04
▪ Classificação dos sistemas elétricos em função do aterramento da fonte e da carga
▪ Projeto do sistema de aterramento
Ligação a Terra
Em curto-circuito espera-se que a corrente seja elevada para que a
proteção, por exemplo um relé, possa operar e atuar com fidelidade
e precisão.
Enquanto a proteção ainda não atuou, a corrente de defeito que
escoa pelo solo, gera potenciais distintos, nas massas metálicas e
superfícies.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 2


Ligação a Terra
É necessário fazer uma ligação adequada dos equipamentos
elétricos à terra, para se ter o melhor aterramento possível, de
modo a que a proteção seja sensibilizada e as potências de toque e
passo fiquem abaixo dos limites críticos de fibrilação ventricular
do coração humano.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 3


Sistemas de aterramento
▪ Uma simples haste cravada no solo
▪ Hastes alinhadas
▪ Hastes em triângulo, quadrado e círculo
▪ Placas de material condutor enterrado no solo
▪ Fios ou cabos enterrados formando diversas configurações:
a) Estendido em vala comum
b) Em cruz
c) Em estrela
d) Quadriculados ou malha de terra (mais eficientes).

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 4


Sistemas de aterramento

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 5


Hastes de Aterramento
Deve ser:
▪ Bom condutor de eletricidade
▪ De um material inerte às ações dos ácidos e sais dissolvidos no
solo
▪ Resistente à corrosão galvânica existente no solo
▪ Mecanicamente resistente à cravação e movimentação do solo

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 6


Hastes de Aterramento
As melhores hastes são do tipo:
▪ Copperweld:
Barra de aço de seção circular onde o cobre é fundido sobre a
mesma.
▪ Encamisado por extrusão:
A alma de aço é revestida por um tubo de cobre através do processo
de extrusão.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 7


Hastes de Aterramento
As melhores hastes são do tipo:
▪ Cadweld:
O cobre é depositado eletroliticamente sobre a alma de aço.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 8


Haste de Aterramento
Sempre no mínimo a espessura de cobre das hastes de
aterramento deve ser maior ou igual a 254 µm.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 9


O que deve ser aterrado?
Em termos de segurança, devem ser aterradas todas as partes
metálicas que possam eventualmente ter contato com partes
energizadas.
Por exemplo, em residências:
▪ Chuveiro elétrico
▪ Fogão
▪ Quadro de medição e distribuição
▪ Lavadora e secadora de roupas
▪ Lava-louça
▪ Refrigerador
▪ Forno elétrico.
17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 10
Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
A classificação é feita por letras, como segue:
1ª letra: indica a situação da alimentação em relação à terra.
T – um ponto diretamente aterrado.
I – nenhum ponto aterrado ou aterrado por meio de impedância
elevada.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 11


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
2ª letra: indica as características do aterramento das massas
(carcaças) das cargas ou equipamentos em relação à terra.
T – massas diretamente aterradas, independente do eventual
aterramento da alimentação.
N – massas ligadas ao ponto aterrado da fonte de alimentação.
Isto é, a massa da carga não tem um terra próprio, mas está
aterrada, utilizando o aterramento da fonte de energia.
I – massas isoladas, ou seja, não aterradas.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 12


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
Outras letras: no caso em que a segunda letra é N, a terceira letra
especifica a forma da ligação do aterramento da massa do
equipamento em relação ao aterramento da fonte de alimentação.
S – Separado, isto é, o aterramento da massa é feito com um fio
(Proteção = PE) separado (distinto) do neutro
C – Comum, isto é, o aterramento da massa do equipamento é
feito usando o fio neutro (Proteção+neutro= PEN)

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 13


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
Exemplo 1:

T N -S

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 14


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
Para uma falta em relação à massa, o sistema de proteção opera
independente do valor da resistência de aterramento da fonte.

T N -S

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 15


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
As massas das cargas mantem a equipotencionalidade de tensão do
aterramento da fonte de energia. Neste caso todas as massas das
cargas têm o mesmo potencial, que é zero.

T N -S
Vg = 0

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 16


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
O cabo de proteção PE está imune aos resíduos elétricos escoados
pelo condutor neutro, tais como os gerados pelos desequilíbrios das
cargas e as harmônicas geradas pelas cargas não lineares.

T N -S

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 17


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga

17/10/2019
T N -S Aterramento de Sistemas Elétricos 18
Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
Exemplo 2:

T N -C

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 19


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
Para uma falta em relação à massa, o sistema de proteção opera
independente do valor da resistência de aterramento da fonte.

T N -C

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 20


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
As massas das cargas não mantem a equipotencionalidade de tensão do
aterramento da fonte de energia. Devido a que a tensão no neutro é diferente
de zero quando as cargas estão desequilibradas.

Vn≠0 T N -C
Vg = 0

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 21


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
Tensões de fase são instantaneamente transferidas as massas das
cargas monofásicas em caso de abertura do cabo neutro.
Vfase

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 22


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
Sistema TN-C-S

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 23


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
Variante do Sistema TN-C-S

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 24


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
Sistema TT: Utilizado quando a fonte de energia e a carga estão
distantes. T – massas aterradas, independente do eventual aterramento da alimentação.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 25


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
As correntes de curto-circuito envolvendo a carcaça passam pelo
solo e dependem da qualidade dos aterramentos da fonte e da
carga.

𝑇𝑒𝑛𝑠ã𝑜 𝑑𝑒 𝑓𝑎𝑠𝑒
𝐼𝑐−𝑐 =
𝑅𝑓𝑜𝑛𝑡𝑒 + 𝑅𝑐𝑎𝑟𝑔𝑎

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 26


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga
Sistema IT: A fonte de energia não está aterrada ou está aterrada
por com uma alta impedância e a massa do equipamento da carga
tem terra próprio. I – massas isoladas, ou seja, não aterradas.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 27


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga

Permite a operação do sistema


mesmo acontecendo o
primeiro curto-circuito fase-
terra.
Caso acontecer uma segunda
falta, o sistema será
automaticamente desligado.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 28


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga

As correntes de curto-circuito são


limitadas, pela alta impedância, a
valores pequenos, dentro da
suportabilidade dos equipamentos
que compõem a carga.

Muito apropriado em salas de


cirurgia, minas, navios, geradores
síncronos, outros.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 29


Classificação dos Sistemas Elétricos em Função do
Aterramento da Fonte e da Carga

Mesmo em falta está garantida a


proteção humana de choque elétrico.

Em sistemas de grande porte, na


ocorrência do segundo defeito a
segurança humana é comprometida.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 30


Normas que regem o aterramento
Bibliografia Básica
❑ NBR 5410/2008 – Instalações Elétricas em Baixa Tensão; (Esta em processo
de readequação, provável que seja atualizada em 2018)
❑ NBR 5419/2015 – Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 31


Bibliografia
Bibliografia Básica
❑ Instalações de ligação à terra, Vittorio Re, Hemus livraria e editora Ltda;
❑ Sistemas de aterramento, José Aurélio Moreno Leon, Érico do Brasil;
❑ Choque elétrico, Geraldo Kindermann, Sagra-Luzzatto;
❑ Curto Circuito, Geraldo Kindermann, Sagra-Luzzatto;
❑ Aterramento elétrico, Geraldo Kindermann e Jorge M. Campagnolo, 3a.
edição Sagra-DC Luzzatto.

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 32


6. Bibliografia
Bibliografia Complementar
❑ Instalações elétricas, Ademaro A. M. B. Cotrim, Pearson-Prentice Hall;
❑ ABNT NBR-5410/2004 - Instalações elétricas de baixa tensão;
❑ ABNT NBR-14039 - Instalações elétricas de média tensão;
❑ Proteção de equipamentos eletrônicos sensíveis, João Mamede Filho, Érica.
❑ Aterramento e proteção contra sobretensões em sistemas aéreos de
distribuição, Daisy Spolidoro
❑ Ferreira Gomes e outros, Eletrobrás-Eduff-Editora Universitária-UFF;
❑ Instalações elétricas, Ademaro A. M. B. Cotrim, Pearson-Prentice Hall;

17/10/2019 Aterramento de Sistemas Elétricos 33