Você está na página 1de 10

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO

MARANHÃO
CAMPUS BURITICUPU
CURSO TÉCNICO EM ANÁLISES QUÍMICAS INTEGRADO AO ENSINO
MÉDIO

ANÁLISE DO PROCESSO DE URBANIZAÇÃO DA CIDADE DE


BURITICUPU A PARTIR DOS ANOS 2010

Buriticupu
2019
JOSÉ MARIA FRANCISCO

ANÁLISE DO PROCESSO DE URBANIZAÇÃO DA CIDADE DE


BURITICUPU A PARTIR DOS ANOS 2010
Projeto de pesquisa apresentado ao curso de Análises Químicas do Instituto Federal de
Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão.
Orientador: _________________

Buriticupu
2019
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO ​.................................................................................................................... 4
2 JUSTIFICATIVA ​................................................................................................................. 5
3 OBJETIVOS ​......................................................................................................................... 6
3. 1 Objetivo geral ​................................................................................................................... 6
3. 2 Objetivos específicos ​........................................................................................................ 6
4 METODOLOGIA ​................................................................................................................ 7
5 CRONOCRAMA ​................................................................................................................. 8
6 ORÇAMENTO ​..................................................................................................................... 9
​REFERÊNCIAS ​................................................................................................................. 10
APÊNDICES​ ....................................................................................................................... 11
ANEXOS ​............................................................................................................................. 12
1 INTRODUÇÃO

TEMA​ (o quê)
É o assunto que desejamos desenvolver. Difere-se do objeto de pesquisa (ou de
estudo) e do título.
Na introdução o pesquisador deverá explicar o assunto que deseja desenvolver; dizer
qual é a ideia, o que se quer saber, o que pretende ser feito. É onde se exporá sinteticamente
como se chegou ao tema de investigação, porque fez tal opção, quais circunstâncias
interferiram nesse processo. É a parte mais pessoal da exposição do projeto. Apresenta-se o
objeto de estudo e um (apenas um!!) ​problema de pesquisa (​uma questão geral proveniente
do tema)​ . No que se refere à elaboração do texto do projeto, deve ficar por último, ainda que
na apresentação escrita do projeto venha em primeiro lugar, pois se não consegue escrever
uma “Introdução” sem antes estabelecer exatamente o que se quer saber, ou seja, a parte
introdutória de um projeto de pesquisa, na prática, fica para ser escrita após a conclusão.
Podem ser utilizadas citações, de preferência as indiretas.
Na introdução é necessário:
● Desenvolver genericamente o tema​ (dizer qual a temática que será desenvolvida).
Ex.: Repetência/reprovação no sistema educacional brasileiro (amplo).
● Delimitar o tema ​(delimitar o tema com relação ao tempo e ao espaço).
Ex.: Fatores explicativos do alto índice de reprovação dos alunos da rede pública nos
últimos cinco anos (delimitado).
● Anunciar a idéia básica
● Situar o tema dentro do contexto geral da sua área de trabalho
● Descrever as motivações que levaram à escolha do tema (ex.: uma pesquisa
anterior)
● Definir o objeto de estudo:​ o quê será estudado?
● Enunciar a (s) hipótese​(s): prováveis respostas ao problema da pesquisa

No exemplo acima:
Tema:​ Repetência/reprovação educacional.
Objeto​: O alto índice de reprovação dos alunos do sistema educacional brasileiro.
Problema​: Quais fatores explicam o alto índice de reprovação dos alunos da rede
pública (de Buriticupu) nos últimos cinco anos?

2 JUSTIFICATIVA ​(por quê)

Breve texto, mas completo, da relevância da pesquisa. Consiste na apresentação de


forma clara e objetiva das razões de ordem teórica e dos motivos de ordem prática que
justificam a realização da pesquisa, as contribuições da pesquisa e o modo como se deu a
escolha pessoal do objeto de estudo.
Referir-se a estudos anteriores sobre o tema para assinalar suas eventuais limitações e
destacar a necessidade de novas pesquisas (não confundir com revisão de literatura). Assim, a
justificativa deve indicar: a relevância social do problema a ser investigado; as contribuições
que a pesquisa pode trazer, no sentido de proporcionar respostas aos problemas propostos ou
ampliaras formulações teóricas a esse respeito; o estágio de desenvolvimento dos
conhecimentos referentes ao tema; a possibilidade de sugerir modificações no âmbito da
realidade proposta pelo tema.

3 REFERENCIAL ANALÍTICO OU REVISÃO/FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA ​(o


que já foi escrito sobre o tema)

Apresentação das teorias e das pesquisas que subsidiarão o estudo. Pesquisa alguma
parte da estaca zero. Mesmo que exploratória, isto é, de avaliação de uma situação concreta
desconhecida em um dado local, alguém ou um grupo, em algum lugar, já deve ter feito
pesquisas iguais ou semelhantes, ou mesmo complementares de certos aspectos da pesquisa
pretendida. Uma procura de tais fontes, documentais ou bibliográficas, torna-se
imprescindível para que não haja duplicação de esforços.
→ Esclarecer as categorias analíticas que serão utilizadas, as correntes teóricas ou
teorias de análise.
A citação das principais conclusões a que outros autores chegaram permite salientar a
contribuição da pesquisa realizada, demonstrar contradições ou reafirmar comportamentos e
atitudes.
→ A literatura indicada deverá ser condizente com o problema em estudo.
→ Citar literatura relevante e atual sobre o assunto a ser estudado.
→ Apontar alguns dos autores que serão consultados.
→ Demonstrar entendimento da literatura existente sobre o tema.
→ As citações literais deverão aparecer sempre entre aspas ou caracteres em itálico,
indicando a obra consultada. CUIDADO COM O PLÁGIO!
→ As citações devem especificar a fonte (AUTOR, ANO, PÁGINA)

4 OBJETIVOS ​(para quê)

Indicam o que se pretende conhecer, ou medir, ou provar no decorrer da pesquisa, ou


seja, as metas que se deseja alcançar. Aqui o pesquisador deverá descrever o objetivo
concreto da pesquisa que irá desenvolver: o que se vai procurar. A apresentação dos objetivos
varia em função da natureza do projeto. Subdivididos em: geral e específicos.

4.1 Objetivo Geral

O objetivo geral define o que o pesquisador pretende atingir com sua investigação.
Apenas UM objetivo geral, decorrente do tema delimitado, indicando uma ação ampla sobre o
resultado pretendido. O objetivo geral deve ser iniciado por verbos no infinitivo (utilizar
apenas um verbo), tais como: analisar, identificar, levantar, caracterizar, traçar, explicar,
promover, realizar, avaliar, discutir, investigar, estudar, determinar.
Não utilizar verbos que não possuam uma ação concreta perceptível ou abstrata
demais. Por exemplo, OBSERVAR (é um verbo que leva o indivíduo apenas a olhar;
portanto, não há uma ação concreta que possa ser relatada na pesquisa).

4.2 Objetivos Específicos


Os objetivos específicos definem etapas do trabalho a serem realizadas para que se
alcance o objetivo geral. Procuram descrever ações pormenorizadas ou aspectos detalhados da
indicação das metas das etapas que levarão à realização do objetivo geral. Devem ser
buscados na estrutura do trabalho (capítulos). Podem ser: exploratórios, descritivos e
explicativos:
● Exploratórios (conhecer, identificar, levantar, descobrir)
● Descritivos (caracterizar, descrever, traçar, determinar)
● Explicativos (analisar, avaliar, verificar, explicar)
Recomenda-se pelo menos três objetivos específicos, com apenas um verbo no
infinitivo cada (procurar não usar verbos repetidos).
Exemplos de verbos para objetivos específicos: classificar, aplicar, distinguir,
enumerar, exemplificar, selecionar, etc.
5 METODOLOGIA/PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS​ (como fazer?)

É a explicitação dos passos que o pesquisador seguirá para atingir seu objetivo. Visa
anunciar as ​fontes (empíricas, documentais, bibliográficas) da pesquisa e os procedimentos
metodológicos, deixando bem claro como é que se vai proceder (caminho metodológico a ser
percorrido). Busca responder às questões: O que será feito para solucionar o problema? Como
serão coletados os dados? Como se obter as informações? Como serão trabalhados e
analisados os dados?
O elemento básico de uma boa metodologia consiste em um plano detalhado de como
alcançar o(s) objetivo(s), respondendo às questões propostas e/ou testando as hipóteses
formuladas. É necessário:
● esclarecer que tipo de pesquisa se pretende realizar: qualitativa, quantitativa,
quali-quantitativa, bibliográfica, pesquisa de campo, estudo de caso, pesquisa
participante, pesquisa-ação, de laboratório, etc.;
● Delimitar e descrever (se necessário) os instrumentos e fontes escolhidos para a
coleta de dados: observação, entrevistas, questionários, formulários, legislação,
jurisprudência, etc.;
● Indicar outros recursos: jornais, periódicos, Internet.
● Indicar as etapas da pesquisa;
Local e população – identificar local e população e/ou amostra de estudo, e os critérios
de inclusão e não inclusão (porque alguns indivíduos ficaram de fora da amostra, por
exemplo).
Campo de pesquisa – área geográfica em que será executado o projeto (município,
bairro, escola, etc.).
Análise dos dados – descrever como pretende analisar os dados coletados a partir dos
instrumentos utilizados na coleta.

6 CRONOGRAMA​ (quando - em quanto tempo fazer)

Refere-se à discriminação das etapas do trabalho com seus respectivos prazos. A


​ pesquisa deve ser dividida em
elaboração do cronograma responde à pergunta quando? A
partes, fazendo-se a previsão do tempo necessário para passar de uma fase a outra. Não
esquecer que há determinadas partes que podem ser executadas simultaneamente enquanto
outras dependem das fases anteriores. Distribuir o tempo total disponível para a realização da
pesquisa, incluindo nesta divisão a sua apresentação gráfica.

Atividades /meses (2019) Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez

Levantamento Bibliográfico X X
Leitura, fichamentos e anotações X X X
Elaboração do anteprojeto X
Elaboração de questionários e X
roteiros de entrevistas
Coleta de dados X X
Análise dos dados obtidos X X
Redação do trabalho X X X X
Revisitação bibliográfica X X
Revisão e redação final X X
Entrega do TCC X
Defesa X

7 ORÇAMENTO
Material de consumo Quantidade Valor unitário (R$) Total (R$)
Papel para impressão 03 15,00 45,00
Cartucho para impressora 06 110,00 660,00
Pen drive 02 40,00 80,00
Total 785,00
Material permanente Quantidade Valor unitário (R$) Total (R$)
Impressora 01 499,00 499,00
Gravador 01 180,00 180,00
Câmara fotográfica 01 799,00 799,0
HD externo 01 215,00 215,00
Total 1693,00
Serviços Custo (R$)
Pagamento de transcrições de entrevistas 300,00
Transportes 120,00
Alimentação 250,00
Total 670,00

REFERÊNCIAS

As referências bibliográficas deverão ser feitas de acordo com as regras da ABNT.


→ Listar em ordem alfabética todas as fontes pesquisadas, independentemente de
serem de tipos diferentes, de acordo com as regras da ​ABNT NBR 6023/2002
→ A bibliografia utilizada no desenvolvimento do projeto de pesquisa pode incluir aquelas
que ainda serão consultadas para sua pesquisa.
→ Incluir todas as referências sobre o tema: livros, artigos, monografias, material da
internet, etc.

ANEXOS

Você pode anexar qualquer tipo de material ilustrativo, tais como tabelas, lista de
abreviações, documentos ou parte de documentos, resultados de pesquisas, etc.
Apenas como exemplo, aqui serão dadas algumas indicações para apresentação gráfica
de seu projeto.
● Utilizar papel branco, A4.
● Fonte ARIAL ou TIMES NEW ROMAN, estilo normal, tamanho 12.
● Citações com mais de três linhas, fonte tamanho 10cm, espaçamento simples e
recuo de 4cm da margem esquerda.
● Notas de rodapé, fonte tamanho 10.
● Todas as letras dos títulos dos capítulos devem ser escritas no canto esquerdo
de cada página, em negrito e maiúsculas.
● Cada capítulo deve começar em folha nova.
● O espaçamento entre linhas deve ser 1,5.
● O início de cada parágrafo deve ser recuado de 2cm da margem esquerda.
● As margens das páginas devem ser: superior e esquerda de 3cm; inferior e
direita de 2cm.
● O número da página deve aparecer na borda superior direita, em algarismos
arábicos, inclusive das Referências e Anexos, ​somente a partir da Introdução,​ embora todas
sejam contadas a partir da folha de rosto. ​Não contar a capa para efeito de numeração.​