Você está na página 1de 18

 

CONGRESSO  INTERNACIONAL    

A  Bíblia  na  cultural  ocidental:    

Milénios  de  civilização  


 

SERÁ  ACREDITADO  COMO  AÇÃO  DE  FORMAÇÃO  PROFESSORES  

Auditórios  da  Câmara  Municipal  de  Gouveia  

17,  18  e  19  de  Setembro  de  2020  

Apresentação    
A   Bíblia   é   uma   biblioteca   de   textos,   de   origem   longínqua,   uma   obra   multicultural   que  

expressa  uma  síntese  de  culturas.  Se,  por  um  lado,  os  escritos  hebreus  denotam  a  influência  

das   culturas   egípcia   e   persa,   por   outro,   não   podemos   entender   as   Escrituras   cristãs   sem  

alusão  às  culturas  grega  e  romana.  Quando  a  mundialização  é  um  facto  dos  nossos  dias,  a  

(re)visitação   desta   obra   de   apelo   universal   pode   lançar   uma   luz   sobre   as   relações  

interculturais  na  aldeia  global.    

A   Bíblia   também   é   uma   obra   literária,   cuja   leitura,   ao   longo   de   milénios,   influenciou   o  

pensamento   de   pessoas,   a   vida   de   comunidades,   a   origem   de   nações,   o   curso   dos  

acontecimentos  e  a  história  das  civilizações.  Desde  os  primórdios  da  fundação  de  Portugal  

à   contemporaneidade,   o   texto   perpassou   regimes   políticos   antagónicos,   períodos  

económicos  distintos  e  diversas  correntes  de  pensamento  filosófico.  A  literatura,  o  teatro,  as  

artes,  a  educação,  a  economia,  o  direito  e  tantas  outras  ciências  foram  impregnadas  de  uma  

metafísica   bíblica.   As   Escrituras   judaico-­‐‑cristãs   continuam   a   ser   a   chave   de   leitura   e  

 
 

interpretação  para  todo  o  património  humano  desde  o  espiritual  ao  material;  a  verdadeira  

face   de   “identidades”.   Neste   sentido,   o   estudo   da   Bíblia   apresenta-­‐‑se   como   um  

enriquecedor   contributo   para   a   compreensão   da   nossa   identidade   e   memória   coletivas.  

Além  do  valor  religioso,  existem  valores  históricos,  filosóficos  e  estéticos,  que  não  podemos  

perder   de   vista,   sob   pena   de   hipotecar   a   nossa   autocompreensão   como   “comunidade  

imaginada”  e  indivíduos.  

Essencialmente,   a   Bíblia   expressa-­‐‑se   como   um   repositório   de   palavras   de   Deus   e   dos  

homens.   Por   um   lado,   como   carta   magna   do   universo   da   existência   humana,   por   outro,  

como   observatório   do   ordinário   dessa   mesma   experiência.   Além   disso,   o   exercício   de  

tradução   das   Sagradas   Escrituras   tem   vindo   a   constituir-­‐‑se   como   um   corpus   religioso,  

espiritual   e   cultural,   cujos   múltiplos   procedimentos   ora   bebem,   ora   influem   nas   tradições  

culturais   de   cada   povo.   Livro   indissociável   da   raiz   da   fundação   de   Portugal,   é   o   livro  

“transportado”   pelos   portugueses   aos   quatro   cantos   do   mundo   –   povo   que   soube  

“revigorar”   esse   carácter   sempre   universal   da   Bíblia   –   iniciando   esse   destino   de  

globalização,  marca  tão  impregnada  de  “alma  lusitana”.  

Em   2019   comemora-­‐‑se   o   200.º   aniversário   da   primeira   edição   da   Bíblia   completa   da   mais  

antiga   tradução   em   língua   portuguesa   (Londres,   1819),  realizada   no   século   XVII   pelo  

“ilustre   desconhecido”   João   Ferreira   d’Almeida.   No   que   respeita   ao   dizer   a   Bíblia,   na  

língua   dos   nossos   afetos,   a   tradução   de   João   d’Almeida   tem   sido   considerada,   por   uns,  

como   “um   tesouro   de   vocabulário”,   e   tida,   por   outros,   como   “um   marco   da   cultura   e   da  

língua   portuguesa”.   Contudo,   esta   obra   vem   permanecendo   numa   clandestinidade  

cultural,  que  tem  ocultado  o  mérito  e  o  prestígio  reconhecidos  pela  maioria  dos  estudiosos.  

Retirando  da  sombra  e  do  esquecimento  o  legado  bíblico  no  percurso  intelectual,  artístico  e  

cultural  na  sociedade  portuguesa,  no  âmbito  deste  bicentenário,  o  Congresso  Internacional  

A   BÍBLIA   NA   CULTURA   OCIDENTAL:   MILÉNIOS   DE   CIVILIZAÇÃO   pretende  

 
 

apresentar   uma   compilação   de   análises   críticas   sobre   a   relevância   da   Bíblia   como   um  

«bem»   cultural,   a   pertinência   dos   «lugares»   que   ocupa   na   construção   da   cultura   e  

sociedade   lusitana   e,   ainda,   o   universo   da   tradução   e   edição   dos   textos   sagrados   do  

Cristianismo.  Num  dissecar  científico  da  Bíblia,  através  do  cursar  transversal  pelas  ciências,  

nas   suas   especificações,   proceder-­‐‑se-­‐‑á   à   identificação   de   paradigmas   determinantes   na  

construção  da(s)  identidade(s)  cultural.    

O   trabalho   científico   deste   Congresso   oferece   a   oportunidade   de   aprofundar,   através   de  

uma  dinâmica  multidisciplinar,  espírito  ecuménico  e  interreligioso,  o  universo  transversal  

bíblico,   que   emerge   desde   a   complexidade   das   dinâmicas   de   tradução,   das   dinâmicas  

socioculturais   e   religiosas   atuais,   às   novas   realidades   contemporâneas   de   comunicação   e  

informação  da  sociedade  atual,  altamente  tecnológica.      

No   seu   curso   final,   este   Congresso   é   a   oportunidade   de   conhecimento   da   Bíblia   —   essa  

obra   traduzida   em   mais   de   dois   mil   e   quatrocentos   idiomas   —   e,   simultaneamente,   uma  

oportunidade  de  reler  o  que  se  entende  por  “civilização  ocidental”  e  cidadania.  A  reflexão  

dos  princípios  e  valores  revisitados  assume-­‐‑se  como  um  exercício  cívico  que  torna  visível  

os  conceitos  de  liberdade,  justiça  e  solidariedade.  

 
 
Ideário  
O  Congresso  tem  como  propósito  principal  analisar  a  relevância  da  imagética  bíblica,  tanto  

na  construção  das  identidades,  como  nas  formas  de  expressão  artística  do  génio  nacional.  

Mediante   a   dinamização   de   várias   áreas   de   investigação   —   da   literatura   às   artes,   da  

história   às   ciências   sociais,   da   filosofia   ao   direito   —,   a   iniciativa   promove   um   olhar  

interdisciplinar   sobre   as   marcas   do   texto   na   sociedade   portuguesa,   procurando  

compreender  o  modo  como  nela  o  texto  bíblico  foi  apropriado  ao  longo  dos  tempos.  

 
 

Objetivos  
1.  Proporcionar  à  sociedade  portuguesa  a  compreensão  do  papel  da  disseminação  da  Bíblia  

no  processo  de  modelação  cultural.  

2.  Refletir  sobre  a  influência  dos  textos  bíblicos  na  formação  da  civilização  ocidental.  

3.   Retomar   o   legado   cultural   das   representações   da   Bíblia   em   Portugal   e   na   Europa   e  

consequente  influência  na  (re)construção  das  identidades.  

4.   Compilar   um   repositório   de   «olhares»,   cuja   natureza   possa   suscitar,   na   agenda  

académica,  um  renovado  interesse  pela  investigação  dos  “efeitos  da  Bíblia”  no  âmbito  dos  

estudos  culturais.  

5.  Publicar  os  resultados  em  livros  de  estudo.  

   

   

 
 

Eixos  Temáticos  
Bíblia  nas  culturas  do  Oriente  Antigo  

Bíblia  no  encontro  de  culturas  

  Bíblia  e  culturas  africanas  

  Bíblia  no  «Novo  Mundo»  

Bíblia  e  Médio  Oriente  

Bíblia  e  Extremo  Oriente  

Bíblia  na  Europa  do  Leste  

Bíblia  nas  culturas  da  Antiguidade    

Bíblia  nas  culturas  da  Idade  Média  

Bíblia  nas  culturas  modernas  

Bíblia  nas  culturas  contemporâneas  

Bíblia  nas  culturas  da  globalização  

Das  Raízes  do  Livro  à  Cultura  Europeia  

As  Raízes  do  Livro  

Do  Livro  à  Cultura  Europeia  

Bíblia  e  Memória  Coletiva  

Leituras  do  Livro  

A  Leitura  do  Livro  

Bíblia,  Teologias,  Hermenêuticas  e  Exegeses  

Bíblia  e  Cultura  Portuguesa  

Teologia  

História  

Literatura    

Direito  

 
 

Política  

Educação  

Filosofia  

Para  uma  Cartografia  Bíblica  nos  Pensadores  Portugueses  

O  papel  da  Bíblia  e  o  mundo  da  Lusofonia  

Bíblia,    Traduções  e  Edições  

A  Bíblia,  Tradução  do  Indizível,  em  português  

Edição  e  Tradução  das  Escrituras  no  Contexto  Colonial  e  Pós-­‐‑Colonial  

A  Bíblia  no  Mercado  do  Livro  

A  Bíblia  na  internet  

Do  Divino  Direito  ao  Direito  Humano  e  aos  Direitos  Humanos  

Bíblia  e  Artes  

A  Bíblia  Representada  —  Teatro  Bíblico  

A  Bíblia  Representada  —  Cinema  

A  Bíblia  nas  Artes  Plásticas  

Bíblia  e  Iconografia  

A  Bíblia  Dançada  

A  Arte  de  “Ler”  a  Bíblia  

A  Música  na  Bíblia  

A  Bíblia  na  Comunicação  Social  

A  Bíblia  na  Televisão  

A  Bíblia  na  Rádio  

A  Bíblia  na  Imprensa  Periódica  

Imagens  Bíblicas  na  Publicidade  

O  Papel  das  Editoras  Bíblicas  

Os  Novos  Suportes  para  a  Antiga  Mensagem  

 
 

Bíblia,  culto  e  liturgia  

Bíblia,  Mística  e  Espiritualidade  

A  Bíblia  na  Pastoral  das  Igrejas  

Educação  e  Juventude  

Catequese  Bíblica  de  Adultos  

Ordens  religiosas  e  a  Bíblia  

Jesuítas  e  a  Bíblia    

Franciscanos  e  a  Bíblia  

Dominicanos  e  a  Bíblia  

Bíblia  e  Gastronomia  

Bíblia  e  o  mundo  natural  (plantas  e  animais)  

A  Bíblia  e  as  ciências  exatas  

  Bíblia  e  Geografia  

A  Bíblia  e  a  ciência  nova  dos  séculos  XVII  e  XVIII  

A  Bíblia  e  o  evolucionismo  

Bíblia  e  modelos  do  mundo  

Bíblia  e  os  Livros  Sagrados  das  Religiões  do  Mundo  

A  Bíblia  e  as  confissões  religiosas  

  Bíblia  e  Catolicismo  

  Bíblia  e  confissões  evangélicas  

  Bíblia  e  Judaísmo  

Bíblia  e  utopia  

Painel  de  apresentação  de  posters  (projetos  de  investigação)  

 
 

Organização  
Instituição  Promotora  

Câmara  Municipal  de  Gouveia/Museu  do  Livro  Sagrado  

Instituições  Científicas  Coordenadoras    

CIDH   –   Cátedra   Infante   Dom   Henrique   para   os   Estudos   Insulares   Atlânticos   e   a  

Globalização  –  Universidade  Aberta  /  CLEPUL  –  Faculdade  de  Letras  da  Universidade  de  

Lisboa    

Difusora  Bíblica  

IEAC-­‐‑GO  –  Instituto  de  Estudos  Avançados  em  Catolicismo  e  Globalização  

Sociedade  Bíblica  de  Portugal  

Universidade  Lusófona    –  Área  de  Ciência  das  Religiões  

Instituição  Gestora    

Instituto  Europeu  de  Ciências  da  Cultura  Padre  Manuel  Antunes  

Instituições  Associadas1  

Academia  Brasileira  de  Filosofia  

Academia  Portuguesa  da  História  

Associação  Bíblica  Portuguesa  

Associação  Internacional  de  Estudos  Ibero-­‐‑Eslavos  

Biblioteca  Brotéria  –  Centro  Cultural  dos  Jesuítas  

Centro  de  Estudos  da  História  do  Livro  e  da  Edição  

                                                                                                           
1 Sujeito a confirmação.

 
 

Centro  UNESCO  de  Arquitectura  e  Arte  

CITCEM  –  Faculdade  de  Letras  da  Universidade  do  Porto  

Deutsche  Bibelgesellschaft  

Faculdade  de  Filosofia  e  Ciências  Sociais  da  Universidade  Católica  Portuguesa  

Festival  Terras  sem  Sombra  

Instituto  Bíblico  Português  –  Associação  Evangélica  de  Educação  

Instituto  da  Padroeira  de  Portugal  para  os  Estudos  da  Mariologia  

Instituto  de  Cristianismo  Contemporâneo  da  Universidade  Lusófona  

Instituto  de  Estudos  de  Literatura  e  Tradição  da  Faculdade  de  Ciências  Sociais  e  Humanas  

da  Universidade  Nova  de  Lisboa  

Instituto  Realitas  

LabCom.IFP  –  Comunicação,  Filosofia  e  Humanidades  –  Universidade  da  Beira  Interior  

Monte  Esperança  Instituto  Bíblico  –  Convenção  das  Assembleia  de  Deus  em  Portugal  

Pedra  Angular  

Santuário  de  Fátima  

Seminário  Teológico  Baptista  –  Convenção  Baptista  Portuguesa  

Sociedade  Internacional  de  Estudos  Jesuítas  

Sociedade  Portuguesa  da  História  do  Protestantismo  

União  Bíblica  Portugal  

Universidade  Estadual  do  Rio  de  Janeiro  

Universidade  Federal  do  Rio  de  Janeiro  

Comissão  de  Honra2  

Presidente  da  Comissão  da  União  Europeia  

                                                                                                           
2 Sujeito a confirmação.

 
 

Presidente  da  República  Portuguesa    

Presidente  da  Assembleia  da  República    

Ministro  da  Cultura    

Cardeal-­‐‑Patriarca  de  Lisboa    

Presidente  da  Academia  Portuguesa  da  História  

Presidente  da  Academia  das  Ciências  de  Lisboa    

Reitor  da  Universidade  de  Lisboa    

Reitor  da  Universidade  do  Porto    

Reitor  da  Universidade  Nova  de  Lisboa    

Reitor  da  Universidade  do  Minho    

Reitora  da  Universidade  de  Évora    

Reitor  da  Universidade  dos  Açores    

Reitor  da  Universidade  do  Algarve    

Reitor  da  Universidade  de  Trás-­‐‑os-­‐‑Montes  e  Alto  Douro    

Reitor  da  Universidade  da  Beira  Interior    

Reitor  da  Universidade  da  Madeira    

Reitor  da  Universidade  Aberta    

Reitora  da  Universidade  Católica  Portuguesa    

Reitor  do  ISCTE  –  Instituto  Universitário  de  Lisboa    

Reitor  da  Universidade  Autónoma  de  Lisboa  Luís  de  Camões    

Reitor  da  Universidade  Europeia    

Reitor  da  Universidade  Fernando  Pessoa    

Reitor  da  Universidade  Lusíada    

Reitor  da  Universidade  Lusófona    

Reitor  da  Universidade  Portucalense  Infante  D.  Henrique    

Reitor  da  Universidade  Presbiteriana  Mackenzie    

 
 

Presidente  da  Câmara  de  Gouveia  

Diretora-­‐‑Geral  da  Biblioteca  Nacional  de  Portugal    

Diretor-­‐‑Geral  do  Livro,  dos  Arquivos  e  das  Bibliotecas    

Presidente  da  Comissão  da  Liberdade  Religiosa    

Presidente  da  Aliança  Evangélica  Portuguesa    

Presidente  do  Conselho  Português  de  Igrejas  Cristãs  

Presidente  da  União  Portuguesa  dos  Adventistas  do  Sétimo  Dia    

Presidente  da  Igreja  de  Jesus  Cristo  dos  Santos  dos  Últimos  Dias  

Presidente  da  Fundação  Calouste  Gulbenkian  

Presidente  do  Centro  Nacional  de  Cultura  

Presidente  da  Sociedade  Nacional  de  Belas  Artes  

Comissão  Científica  Internacional3    

Presidente:  Herculano  Alves  (Universidade  de  Lisboa;  Difusora  Bíblica)  

Vice-­‐‑Presidentes:    

Alexandre  Júnior  (Universidade  de  Lisboa)  

Eugénia  Magalhães  (IEAC-­‐‑GO)  

João  Duarte  Lourenço  (Universidade  Católica  Portuguesa)  

José  Augusto  Ramos  (Universidade  de  Lisboa)  

Porfírio  Pinto  (Universidade  Lusófona)  

Vogais  

Álvaro  Balsas  (Universidade  Católica  Portuguesa  –  Braga)  

Annabela  Rita  (Universidade  de  Lisboa)  

                                                                                                           
3
Sujeito a confirmação.

 
 

António  Couto,  bispo  de  Lamego  

António  José  Dimas  Almeida  (Universidade  Lusófona)  

António  Manuel  Moiteiro  Ramos,  Bispo  de  Aveiro  

Béata  Cieszynska  (Universidade  de  Lisboa)  

Bruno  Nobre  (Universidade  Católica  Portuguesa  –  Braga)  

Carlos  Cabecinhas  (Santuário  de  Fátima)  

Carlos  Fiolhais  (Universidade  de  Coimbra)  

Cristina  Trindade  (Universidade  da  Madeira)  

Edgard  Leite  Neto  (Universidade  Federal  do  Rio  de  Janeiro)    

Elisa  Lessa  (Universidade  do  Minho)    

Ernesto  Rodrigues  (Universidade  de  Lisboa)    

Fabiano  Fernandes  (Instituto  Bíblico  Português)    

Francisco  José  Vilas  Boas  Senra  de  Faria  Coelho,  Arcebispo  de  Évora  

Geraldo  Morujão  (Associação  Bíblica  Portuguesa)  

Henrique  Pinto  (Universidade  Lusófona)  

Henrique  Manuel  Pereira  (Universidade  Católica  Portuguesa)    

Inês  Gil  (Universidade  Lusófona)    

Jo-­‐‑Anne  Ferreira  (The  University  of  the  West  Indies  –  Trindade  e  Tobago)    

Joana  Balsa  de  Pinho  (Universidade  de  Lisboa)  

João  Duque  (Universidade  Católica  Portuguesa)    

José  António  Falcão  (Ministério  da  Cultura)  

José  Brissos-­‐‑Lino  (Universidade  Lusófona)  

José  Carlos  Carvalho  (Universidade  Católica  Portuguesa)  

José  Carlos  Lopes  de  Miranda  (Universidade  Católica  Portuguesa)  

José  Ignacio  Ruiz  Rodríguez  (Universidade  de  Alcalá  de  Henares)  

José  Luís  de  Almeida  Monteiro  (Ordem  dos  Pregadores  –  França)  

 
 

José  Manuel  Martins  Lopes  (Universidade  Católica  Portuguesa  –  Braga)  

José  Ornelas  Carvalho  (Universidade  Católica  Portuguesa)  

José  Pedro  Paiva  (Universidade  de  Coimbra)  

José  Rosa  (Universidade  da  Beira  Interior)  

José  Rui  da  Costa  Pinto  (Universidade  Católica  Portuguesa  –  Braga)    

José  Tolentino  Mendonça  (Universidade  Católica  Portuguesa)    

Lídice  Ribeiro  (Universidade  Mackenzie)  

Luís  Machado  de  Abreu  (Universidade  de  Aveiro)    

Luís  Menezes  Fernandes  (Universidade  Estadual  de  Londrina)    

Luísa  A.  Paolinelli  (Universidade  da  Madeira)  

Madalena  Costa  Lima  (Universidade  de  Lisboa)  

Manuel  Cadafaz  de  Matos  (Centro  de  Estudos  da  História  do  Livro  e  da  Edição)    

Manuel  Curado  (Universidade  do  Minho)  

Marco  Daniel  Duarte  (Universidade  de  Lisboa)  

Marília  P.  Futre  Pinheiro  (Universidade  de  Lisboa)  

Mendo  Castro  Henriques  (Universidade  Católica  Portuguesa)  

Moisés  Lemos  Martins  (Universidade  do  Minho)    

Pedro  Calafate  (Universidade  de  Lisboa)    

Peter  Stilwell  (University  of  Saint  Joseph)    

Pierre-­‐‑Antoine  Fabre  (EHESS)    

Rui  Oliveira  Duarte  (Universidade  Lusófona)    

Teófilo  Ferreira  (Facultad  Adventista  de  Teología)    

Comissão  Organizadora    

Presidente:  José  Eduardo  Franco  (Universidade  Aberta;  Universidade  de  Lisboa)  

Vice-­‐‑Presidente:  Paulo  Mendes  Pinto  (Universidade  Lusófona)  

 
 

António  Fernandes  (IECCPMA)  

Bruno  Venâncio  (Universidade  de  Lisboa)  

Carlos  Filipe  (IPPEM)  

Daniel  Mineiro  (Universidade  de  Lisboa)  

Florentino  Bernardes  Franco  (Universidade  de  Lisboa)    

Joaquim  Franco  (Universidade  de  Lisboa)  

José  Bernardino  (Universidade  de  Lisboa)  

Manuel  Barbosa  (Conferência  Episcopal  Portuguesa)  

Milene  Alves  (Universidade  de  Lisboa)  

Paula  Carreira  (Universidade  de  Lisboa)  

Paulo  Rocha  (Agência  Ecclesia)  

Rita  Balsa  Pinho  (Universidade  Aberta)  

Rui  Oliveira  (Universidade  Lusófona)    

Rui  Rego  (Universidade  Aberta)    

Susana  Alves-­‐‑Jesus  (IECCPMA)    

Timóteo  Cavaco  (Universidade  Nova  de  Lisboa)  

Vítor  Rafael  (Universidade  Lusófona)  

Comissão  Coordenadora  Executiva    

Coordenação  Executiva:  Cristiana  Lucas  Silva  (Universidade  de  Lisboa)  

Coordenação  da  Comunicação  e  Promoção:  Simão  Daniel  Fonseca  (Universidade  Aberta)    

   

 
 

Inscrições  
O  pagamento  da  inscrição  no  programa  científico  do  congresso  dará  direito  ao  Certificado  

de  Participação  para  efeitos  curriculares,  à  Pasta  do  Congresso  (com  livro  de  resumos  das  

conferências,  programa  e  outro  material  informativo)  e  à  livre  participação  nas  atividades  

sociais.  

Preçário  

Apenas   serão   admitidas   à   avaliação   as   propostas   de   comunicações   com   as   respetivas  

inscrições  efetivamente  pagas.  

Para  assistir  ao  Congresso:  

  Até  31.08.2019   Até  31.12.2019   Até  10.09.2020  

Inscrição  Normal   25€   50€   90€  

Inscrição  Estudante   10€   15€   25€  

       

Inscrição  Munícipe  de  Gouveia   5€  

Para  participar  no  Congresso  com  comunicação:  

Até  31.08.2019   150€  

Até  31.12.2019   200€  

Até  30.06.2020   300€  

As   inscrições   no   Congresso   com   proposta   de   comunicação   deverão   ser   enviadas   para   o  

endereço  do  Secretariado  Executivo,  acompanhadas  dos  seguintes  elementos:    

-­‐‑   resumo   de   comunicação   em   português   e   em   inglês   (máx.   2500   caracteres   sem   espaços  

 
 

por  versão);  

-­‐‑  cinco  palavras-­‐‑chaves  em  português  e  em  inglês;  

-­‐‑   indicação   do(s)   painel(éis)   temático(s)   em   que   pretende   que   a   sua   comunicação   seja  

integrada;  

-­‐‑  resenha  biográfica  em  português  e  em  inglês  (máx.  15  linhas  por  versão);  

-­‐‑  comprovativo  de  pagamento  da  inscrição.  

Para  participar  no  Congresso  com  apresentação  de  poster  

31.08.2019   50€  

Até  31.12.2019   100€  

Até  30.06.2020   150€  

As  inscrições  no  Congresso  com  proposta  de  poster  deverão  ser  enviadas  para  o  endereço  

do  Secretariado  Executivo,  acompanhadas  dos  seguintes  elementos:    

-­‐‑   resumo   do   projeto   em   português   e   em   inglês   (máx.   2500   caracteres   sem   espaços   por  

versão);  

-­‐‑  resenha  biográfica  em  Português  e  em  inglês  (máx.  15  linhas  por  versão);  

-­‐‑  comprovativo  de  pagamento  da  inscrição.  

Orientações  para  a  preparação  de  posters  

O   póster   poderá   ser   escritos   numa   das   línguas   oficiais   do   evento(português,   espanhol,  

inglês,   italiano   ou   francês)   e   deverá   recorrer,   sempre   que   possível,   a   ilustrações   (gráficos,  

desenhos,   imagens,   esquemas,   fluxogramas,   diagramas,   plantas,   mapas,   organogramas,  

etc.).  

 
 

O   póster   deverá   possuir   um   perfil   técnico-­‐‑científico   (descrever   o   trabalho/projeto   de  

investigação),  respeitando  as  temáticas  do  Congresso  e,  preferencialmente,  deverá  respeitar  

a  seguinte  estrutura:  

1.  Título  do  trabalho/projeto  de  investigação;  

2.  Autores  e  afiliação  institucional;  

3.  Objeto  de  estudo;  

4.  Objetivos;  

5.  Metodologia;  

6.  Estrutura  do  estudo;  

7.    Modelo  de  análise  utilizado;  

8.  Apresentação  dos  resultados  da  investigação;  

9.  Referências  documentais  e/ou  bibliográficas.  

Prazos  

Data  limite  para  envio  de  propostas   30.06.2020  

Data  de  anúncio  de  aprovação  das  propostas   31.07.2020  

Data  de  entrega  dos  textos  finais   31.08.2020  

Formas  de  pagamento:  

a)  Por  depósito  ou  transferência  bancária:    

Conta   Montepio:   IECCPMA   -­‐‑   Instituto   Europeu   de   Ciências   da   Cultura   Padre   Manuel  

Antunes  

N.º  de  conta:  071.10.009246-­‐‑0  

NIB:  0036.0071.99100092460.71  

 
 

IBAN:  PT50.0036.0071.9910.0092.4607.1  

BIC:  MPIOPTPL  

b)   Por   cheque   endereçado   a   Instituto   Europeu   de   Ciências   da   Cultura   Padre   Manuel  

Antunes  

c)   Por   vale   postal   endereçado   a   Instituto   Europeu   de   Ciências   da   Cultura   Padre   Manuel  

Antunes  

d)  Via  PayPal,  mediante  pedido  através  do  e-­‐‑mail  ieccpma@gmail.com  

Todos   os   comprovativos   deverão   ser   enviados   para   o   endereço   postal   do   Secretariado  

Executivo  

Endereço  e  contactos  do  Secretariado  Executivo:  


Endereço  postal:    

Instituto  Europeu  de  Ciências  da  Cultura  Padre  Manuel  Antunes  

Rua  de  São  Bento,  19,  2775-­‐‑528  Carcavelos  

E-­‐‑mail:  congresso.bibliacultura@gmail.com  

Tel.:  (+351)  914750376  (Cristiana  Lucas  Silva)  

(+351)  933341146  (Simão  Fonseca)    

Você também pode gostar