Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

CENTRO DE CIENCIAS DA SAÚDE – CCS


CURSO DE MEDICINA – SEMESTRE 1 – 2019.1
DISCIPLINA: MÉTODOS DE ESTUDO E DE PESQUISA
PROFESSORES: ÂNGELA, TATIANA, RÉGIS E IVANA

ALUNO: EDNARDO RAMOS DE MENESES

TURATO, E. R. Métodos quantitativos e qualitativos na área da saúde: definições, diferenças e seus objetos
de pesquisa. Rev. Saúde Pública [online]. 2005, vol. 39, n. 3, p.507-514. ISSN 0034-8910. Disponível em:
http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102005000300025. Acesso em: 6 jul. 2019.

Palavras-chave Citação literal (ou direta ou ipse litere) Parafrasear (citação indireta)
ou entre aspas, indicando a página
termos/categorias

Utilização do método “Atualmente, é fácil encontrar profissionais de O autor Turato (2005) explicita que há
qualitativo saúde que não somente dêem importância aos um aumento na importância dada aos
métodos qualitativos na medicina, mas métodos qualitativos pelos
também reconhecem sua ajuda para melhor profissionais da saúde, tanto na área
compreender a vida dos pacientes. Da mesma clínica quanto na produção acadêmica
forma, uma quantidade crescente dos próprios propriamente dita.
pesquisadores médicos está usando tais
métodos” (TURATO, 2005, p. 508)
Utilização do método Não se confunda, no entanto, pesquisa De acordo com Turato (2005), o uso
qualitativo qualitativa nas Ciências Humanas e da Saúde do método qualitativo em diferentes
com o usual nas Ciências Naturais, as quais se áreas do conhecimento predispõe a
ocupam de conduzir estudos também aplicação diferenciada de seus
chamados de qualitativos. Nestas, o mecanismos, adequando-os ao campo
pesquisador fixa seu interesse em conhecer, de estudo da pesquisa.
agora certamente, as “qualidades” físicas,
químicas ou biológicas de seu objeto de
investigação. (TURATO, p. 509)
Conceito do método “Por outro lado, é decisivo que se trabalhe com A utilização prática correta do método
qualitativo nitidez a concepção do método qualitativo de de pesquisa qualitativo deve ser
pesquisa, pois não se convém imitar baseado na aplicação adequada de seu
ingenuamente o entendimento que se traz de conceito, evitando-se simplesmente
outras abordagens investigativas. Deve-se, negar o emprego de artifícios
assim, evitar assertivas destes tipos: método de matemáticos na produção científica
pesquisa que não lança mão de recursos como (TURATO, 2005).
números, cálculos de percentagem, técnicas
estatísticas, tabelas, amostras numericamente
representativas, ensaios randômicos,
questionários fechados ou escalas de
avaliação. (TURATO, 2005, p. 509)”
Conceito do método “[...] ‘[Os pesquisadores qualitativistas] A pesquisa de abordagem qualitativa
qualitativo procuram entender o processo pelo qual as preza pelo entendimento da
pessoas constroem significados e descrevem o construção de significados subjetivos
que são estes’.” (BOGDAN; BIKLEN, 1998 e sua descrição (BOGDAN; BIKLEN,
apud TURATO, 2005, p. 509) 1998 apud TURATO, 2005).
Caraterização do “Primeiramente, o interesse do pesquisador Turato (2005) caracteriza o objeto
método qualitativo volta-se para a busca do significado das coisas, geral de estudo das pesquisa
porque este tem um papel organizador nos qualitativas, as quais prezam pelo
seres humanos. O que as “coisas” (fenômenos, entendimento do significado dos
manifestações, ocorrências, fatos, eventos, assuntos estudados e seu impacto na
vivências, idéias, sentimentos, assuntos) vida das pessoas.
representam, dá molde à vida das pessoas.”
(TURATO, 2005, p. 510)
Caracterização do “A complexidade de cada empreitada e, As caracterização precisa dos estudos
método qualitativo sobretudo, as construções epistemológicas qualitativos contribui para analisar e
autônomas desautorizam grande parte das refutar o advento de produções que se
pesquisas, que se auto-intitulam como “quanti- apresentam de modo falho como
quali”, a continuar apresentando-se ao meio mistas (TURATO, 2005).
acadêmico por meio deste presumido modelo
misto.” (TURATO, 2005, p. 513)