Você está na página 1de 48

Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH

Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐


metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

AULA 00

Serviço Social - EBSERH


Serviço Social na Contemporaneidade
Professora Conceição Costa

www.pontodosconcursos.com.br

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 1


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

Prezado Aluno (a),

Seja Bem-Vindo!
É um prazer tê-lo conosco.

APRESENTAÇÃO

Sou a professora Conceição Costa. Moro em João Pessoa-PB. Possuo Mestrado


em Serviço Social, (UFPB -1998) e Graduação em Serviço Social, (UFPB -1983).
Há mais de trinta e três anos exerço a profissão de Assistente Social, na área
da Saúde Pública. Iniciei minhas atividades profissionais na UNIMED - João
Pessoa-PB, em 1983. Fui professora do SENAC, em 1991.

Atualmente exerço minhas atividades profissionais de Assistente Social na


Secretaria Municipal de Saúde, João Pessoa – PB, na Seção IST, HIV/Aids, Sífilis
e Hepatites Virais, cargo conquistado através de Concurso Público, em 1992.

Hoje, também sou professora de ensino a distância para sites


especializados em concursos públicos. Tendo adquirido experiência como
aluna concurseira, hoje como professora me encontro aqui, para orientar e
direcionar você como estudar de forma produtiva e obter melhores resultados
nos processos seletivos de concursos públicos.

Neste processo da sua conquista profissional, estarei ao seu lado para oferecer
suporte básico de orientação em seus estudos.

Lembre-se: O mérito da conquista será sempre do aluno. Estude!

Estarei disponível para contato através do e-mail:


conceicaoflc@pontodosconcursos.com.br

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 2


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

DESCRIÇÃO DO CURSO

SERVIÇO SOCIAL- CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - EBSERH.

A equipe do PONTO DOS CONCURSOS preparou este CURSO ESPECÍFICO


DE SERVIÇO SOCIAL para os Assistentes Sociais que desejam participar dos
Concursos Públicos EBSERH.

O Curso de Serviço Social utiliza diversas metodologias de aprendizado:


direcionamento teórico com estudo de texto esquematizado, fichamento de
leitura, resumo dos principais pontos, dicas de memorização, indicações
bibliográficas, resoluções de exercícios e questões recentes de provas de
concursos públicos.

Ele é composto com 26 AULAS EM PDF – teoria e exercícios com conteúdo


objetivo e direto ao ponto do tema do edital do concurso. Não tem videoaula.
Esta é uma aula demonstrativa. Cada aula que compõem este curso tem
enunciados de exercícios, com vários itens para exercitar sua compreensão
sobre o tema estudado. Utilizo questões de várias instituições e bancas para
ajudar a desenvolver sua aprendizagem. Ao finalizarmos este conteúdo,
teremos resolvido mais de quinhentos itens de provas de concursos. Você
terá também reforço do seu aprendizado no Caderno de Questões de Provas
EBSERH.

Dentro de cada conteúdo, o estudante encontra: tema desenvolvido com texto


esquematizado, referências bibliográficas e questões de provas comentadas e
sem comentários, todas com gabaritos.

Utilizo de alguns recursos de ensino e aprendizagem, que adquiri com minha


experiência de aluna concurseira e professora de concursos, para ajudar você
avançar no seu processo de estudos para concursos.

Desejamos que você aproveite ao máximo do curso, mantendo sua mente


preparada para conquistar o sucesso que você deseja, a aprovação.

BONS ESTUDOS!

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 3


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

SUMÁRIO
O SERVIÇO SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE. ................................................................................................ 5
1.1-SINTONIZANDO O SERVIÇO SOCIAL COM OS NOVOS TEMPOS .............................................................................. 6
1.2-QUESTÃO SOCIAL E SERVIÇO SOCIAL ........................................................................................................... 10
1.3-MUDANÇAS NO MERCADO PROFISSIONAL DE TRABALHO. ................................................................................ 12
1.4- O ENSINO EM SERVIÇO SOCIAL E A CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO PROFISSIONAL NAS DÉCADAS DE 1980/1990. ........ 15
1.5- A PRÁTICA COMO TRABALHO E A INSERÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL EM PROCESSOS DE TRABALHO. .......................... 18
1.6- AS NOVAS DIRETRIZES CURRICULARES ........................................................................................................ 21
1.7-RUMOS ÉTICO-POLÍTICOS DO TRABALHO PROFISSIONAL................................................................................... 26

QUESTÕES DE PROVAS SEM COMENTÁRIOS COM GABARITO .................................... 35

QUESTÕES DE PROVAS EBSERH ................................................................................................................... 41

GABARITOS ................................................................................................................................................. 47

BIBLIOGRAFIA ............................................................................................................................................. 48

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 4


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

1-O Serviço Social na Contemporaneidade.


Primeira Parte: O Trabalho profissional na Contemporaneidade.
Capítulo I – Serviço Social na Contemporaneidade

Vamos estudar os seguintes pontos:


1.1-Sintonizando com os novos tempos
1.2-Questão Social e Serviço Social
1.3-As mudanças no mercado profissional de Trabalho
1.4-O ensino em Serviço Social e a construção de um projeto profissional nas
décadas de 1980/90
1.5-A prática como trabalho e a inserção do assistente Social em processos de
Trabalho
1.6-As novas diretrizes curriculares
1.7-Rumos ético-políticos do trabalho profissional.

Texto Esquematizado/Resumo de Leitura

O Serviço Social na Contemporaneidade.

Por que o Serviço Social na contemporaneidade?


Vivemos em tempos extremamente difíceis para todos aqueles que vivem
do trabalho: para a defesa do trabalho e para a organização do trabalho.

Contextualizando

É no contexto da globalização mundial sobre a hegemonia do grande


capital industrial, que se testemunha a revolução técnico-científica de base
microeletrônica, instaurando novos padrões de produzir e gerir trabalho.
Ao mesmo tempo, reduz-se a demanda de trabalho, amplia-se a
população sobrante para as necessidades médias do próprio capital, fazendo
crescer a exclusão social, econômica, política, cultural de homens, jovens,
crianças, mulheres das classes subalternas, hoje alvo da violência
institucionalizada.
Exclusão social esta que se torna, contraditoriamente, o produto do
desenvolvimento do trabalho coletivo. Ou seja, a pauperização e a exclusão são
a outra face do desenvolvimento das forças produtivas do trabalho social, do
desenvolvimento da ciência e da tecnologia, dos meios de comunicação, da
produção e do mercado globalizado.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 5


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

Verifica-se:
 Agravamento das múltiplas expressões da questão social;
 Exaltação do mercado e do consumo cresce paralela ao processo de
crescente concentração de renda, de capital e de poder;
 Crescimento da demanda por serviços sociais;
 Aumento da seletividade no âmbito das políticas sociais;
 A diminuição dos recursos, dos salários;
 A imposição de critérios mais restritivos nas possibilidades da população
ter acesso aos direitos sociais, materializados em serviços sociais
públicos.

Perguntas:
 Quais as mudanças que vêm afetando o mundo da produção, a esfera do
Estado e das políticas públicas?
 Como as mudanças vêm estabelecendo novas mediações nas demandas à
profissão e nas respostas do Serviço Social?

Vamos tratar do tema focando o contexto em que é produzida a questão


social e suas repercussões no mercado de trabalho do assistente social.

Considerando:
 O quadro histórico que atravessa e conforma o cotidiano do exercício
profissional do Assistente Social, afetando as suas condições de trabalho,
assim como as condições de vida da população usuária dos serviços
sociais;
 Como também, os recursos e forças teóricas e ético-políticas, acumulados
a partir dos anos 80, para enfrentar esses desafios, trabalhando o
processo de trabalho em que se insere o Assistente Social – ou seja, a
prática do Serviço Social- e as alternativas ético-políticas que se colocam
hoje ao exercício e a formação profissional crítica e competente

1.1-Sintonizando o Serviço Social com os novos tempos

É necessário romper com uma visão endógena, focalista, uma visão de


dentro do serviço social prisioneira dos seus muros internos. Necessário

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 6


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
extrapolar o serviço social para melhor apreende-lo na história da sociedade da
qual ele é parte e expressão.
Um dos maiores desafios enfrentados pelos assistentes sociais na
atualidade é desenvolver sua capacidade de decifrar a realidade e construir
propostas de trabalho criativas e capazes de preservar e efetivar direitos, a
partir de demandas emergentes no cotidiano. Enfim, ser um profissional
propositivo e não só executivo.
O Assistente Social implementa políticas sociais e políticas públicas. Nos
termos de Netto (1992), um executor terminal de políticas sociais, que atua na
relação direta com a população usuária. Mas, hoje, o próprio mercado
demanda, além de um trabalho na esfera da execução, a formulação de
políticas públicas e a gestão de políticas sociais.

 Primeiro pressuposto para a análise da profissão de Serviço


Social:
O primeiro pressuposto para responder a tais requerimentos é ruptura com a
atividade burocrática e rotineira. O exercício profissional do Assistente Social é
uma ação de um sujeito que tem competências para propor, para negociar com
a instituição os seus projetos, para defender seu campo de trabalho, suas
qualificações e funções profissionais.
Requer ir além das rotinas institucionais e buscar apreender o movimento da
realidade para detectar tendências e possibilidades nela presentes passíveis de
serem impulsionadas pelo profissional.

As alternativas e possibilidades do Assistente Social:


 As possibilidades estão dadas na realidade, mas não são automaticamente
transformas em alternativas profissionais. Cabe aos profissionais
apropriarem-se dessas possibilidades, e como sujeitos, desenvolvê-las
transformando-as em projetos e frentes de trabalho.
 A conjuntura não condiciona unidirecionalmente as perspectivas
profissionais, todavia impõe limites e possibilidades.

Atitude Fatalista
Levando em consideração a compreensão dos limites e possibilidades,
devemos evitar uma atitude fatalista do processo histórico e do Serviço
Social. Devemos evitar a visão determinista e a-histórica da realidade A
realidade não está dada em sua forma definitiva, nem os seus desdobramentos

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 7


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
predeterminados e os limites estabelecidos que conduz à acomodação, à
rotinização do trabalho, ao burocratismo e à mediocridade profissional.

Messianismo profissional
O messianismo profissional é outra perspectiva que devemos evitar. É
uma visão heroica do serviço Social que reforça unilateralmente a
subjetividade dos sujeitos, a sua vontade política sem confrontá-la com as
possibilidades e limites da realidade social.

 Segundo pressuposto para análise da profissão de Serviço Social

O segundo pressuposto é entender a profissão hoje como um tipo de


trabalho na sociedade.
Desde os anos 80 vem se afirmando que a profissão de Serviço social é uma
especialização do trabalho, uma profissão particular inscrita na divisão social e
técnica do trabalho coletivo da sociedade.
A abordagem do Serviço Social como trabalho supõe apreender a chamada
“prática profissional” profundamente condicionada pelas relações entre o Estado
e a Sociedade Civil, ou seja, pelas relações entre as classes na sociedade,
rompendo coma endogenia no Serviço Social.
As mudanças que vêm ocorrendo no mundo do trabalho e na esfera estatal,
em suas relações com a sociedade civil, incidem diretamente sobre os rumos do
desenvolvimento dessa profissão na sociedade.
O Serviço Social reproduz-se como trabalho especializado na
sociedade por ser socialmente necessário:
 Produz serviços que atendem a necessidades sociais, isto é, tem valor de
uso, uma utilidade social;
 Participam, como trabalhadores assalariados, do processo de produção
e/ou redistribuição da riqueza social;
 Seu trabalho não resulta apenas em serviços úteis, mas ele tem um efeito
na produção ou na redistribuição do valor e da mais valia.
 Na Empresa, pode participar do processo de reprodução da força de
trabalho e/ou riqueza social, como parte de um trabalho coletivo,
produtivo da mais valia;
 No Estado, no campo da prestação de serviços sociais, pode participar
do processo de redistribuição da mais valia, via fundo público. Aí seu
trabalho se inscreve, também, no campo da defesa e/ou realização dos
direitos sociais de cidadania, na gestão da coisa pública.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 8


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
 Pode contribuir para partilhamento do poder e sua democratização, no
processo de construção de uma contra hegemonia no bojo das relações entre
as classes;
 Pode imprimir outra direção social ao seu trabalho, voltada ao reforço
das estruturas e relações de poder preexistentes, nos marcos da
quotidianeidade.

 O terceiro pressuposto para análise da profissão de Serviço Social


O terceiro pressuposto é que tratar o Serviço Social como trabalho supõe
privilegiar a produção e a reprodução da vida social, como determinantes na
constituição da materialidade e da subjetividade das ―classes que vivem do
trabalho‖, nos termos de Antunes.

O Trabalho
O trabalho é uma atividade que se inscreve na esfera da produção e
reprodução da vida material.

Produção e reprodução da vida social

Quando se fala de produção e reprodução social abrange-se a


dimensão econômica e, também, a reprodução das relações sociais de
indivíduos, grupos e classes sociais. Relações sociais estas que envolvem poder,
sendo relações de luta e confronto entre classes e segmentos sociais, que têm
no Estado uma expressão condensada da trama do poder vigente na sociedade.
A produção/reprodução das relações sociais abrange, ―formas de pensar,
formas de consciência, através das quais se apreende a vida social‖ (Marx).
O Serviço social é considerado como uma especialização do trabalho e a
atuação do assistente social uma manifestação de seu trabalho, inscrito no
âmbito da produção e reprodução da vida social.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 9


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

1.2-Questão social e Serviço Social

A concepção de questão social mais difundida no Serviço Social é a de


CARVALHO e IAMAMOTO:
―A questão social não é senão as expressões do processo de formação e
desenvolvimento da classe operária e de seu ingresso no cenário político da
sociedade, exigindo seu reconhecimento como classe por parte do empresariado
e do Estado. É a manifestação, no cotidiano da vida social, da contradição entre
o proletariado e a burguesia, a qual passa a exigir outros tipos de intervenção
mais além da caridade e repressão‖.
O Serviço Social tem na questão social a base de sua fundação
como especialização do trabalho. Questão social apreendida como o
conjunto das expressões das desigualdades da sociedade capitalista madura,
que tem uma raiz comum: a produção social é cada vez mais coletiva, o
trabalho torna-se mais amplamente social, enquanto a apropriação dos seus
frutos mantém-se privada, monopolizada por uma parte da sociedade.
Questão social que, sendo desigualdade é também rebeldia, por
envolver sujeitos que vivenciam as desigualdades e a elas resistem e se opõem.
É nesta tensão entre produção da desigualdade e produção da rebeldia e da
resistência, que trabalham os assistentes sociais, situados nesse terreno
movidos por interesses distintos, aos quais não é possível abstrair ou deles fugir
porque tecem a vida em sociedade.
Por isto, decifrar as novas mediações por meio das quais se
expressa à questão social, hoje, é de fundamental importância para o
Serviço Social em uma dupla perspectiva: para que se possa tanto
apreender as várias expressões que assumem, na atualidade, as desigualdades
sociais - sua reprodução e reprodução ampliada- quanto projetar e forjar
formas de resistência e de defesa da vida. Formas de resistência já presentes,
por vezes de forma parcialmente ocultas, no cotidiano dos segmentos
majoritários da população que dependem do trabalho para a sua sobrevivência.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 10


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

QUESTÃO SOCIAL
2015/EXATUS/BANPARÁ. [...] não é senão as expressões do processo
de formação e desenvolvimento da classe operária e de seu ingresso no
cenário político da sociedade, exigindo seu reconhecimento como
classe por parte do empresariado e do Estado. É a manifestação, no
cotidiano da vida social, da contradição entre o proletariado e a
burguesia [...] (IAMAMOTO, 2005. p. 77).

A citação acima se refere:


a) a luta de classes.
b) ao Serviço Social.
c) a desigualdade social.
d) pobreza absoluta.
e) a questão social.

CERTA: Letra e

Comentários: A concepção de questão social mais difundida no Serviço Social


é a de CARVALHO e IAMAMOTO:
―A questão social não é senão as expressões do processo de formação e
desenvolvimento da classe operária e de seu ingresso no cenário político da
sociedade, exigindo seu reconhecimento como classe por parte do empresariado
e do Estado. É a manifestação, no cotidiano da vida social, da contradição entre
o proletariado e a burguesia, a qual passa a exigir outros tipos de intervenção
mais além da caridade e repressão. ‖

Há um novo cenário em que se insere o Serviço social: as novas


bases de produção da questão social, cujas múltiplas expressões são o
objeto do trabalho cotidiano do assistente social.
O desenvolvimento profissional do Serviço Social e a expansão do
mercado de trabalho ocorrem nos marcos do padrão taylorista/fordista
e da regulação keynesiana da economia.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 11


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

Novas configurações do mundo do trabalho:


 Desregulamentação dos direitos do trabalho;
 Flexibilidades dos produtos/ consumo;
 Tecnologia de base microeletrônica/informática e robótica;
 Qualidade Total;
 Empresas enxutas (holding) / terceirização);
 Trabalhador polivalente;
 Classe de trabalho configura-se polarizada: minoria estável e qualificada e
uma maioria com trabalhos precários, temporários, subcontratados.
 A expressão ―classe que vive do trabalho‖ inclui a totalidade da classe
trabalhadora que vende sua força de trabalho e engloba tanto os
trabalhadores improdutivos quanto os produtivos.

1.3-Mudanças no mercado profissional de trabalho.

Inserido neste processo contraditório, o Serviço Social se vê confrontado


com este conjunto de transformações societárias no qual é desafiado a
compreender e intervir nas novas configurações e manifestações da
questão social, que expressam a precarização do trabalho e a penalização dos
trabalhadores na sociedade capitalista atual:
- Em um contexto em que são apontadas alternativas privativistas e
refilantropizadas para a pobreza e exclusão social, com o crescimento do
denominado terceiro setor (amplo conjunto de organizações e iniciativas
privadas, não lucrativas, sem clara definição, criadas e mantidas com o apoio
de voluntariados e que prestam atendimento no âmbito de um vastíssimo
conjunto de questões);
- Em espaços de desestruturação das políticas sociais, e de implementação
de novas estratégias programática como, por exemplo, os programas de renda
mínima em suas diferentes modalidades;
- Em processos e dinâmicas que trazem para a profissão novas
temáticas, novos sujeitos sociais e questões como: o desemprego, os sem-
terra, o trabalho infantil, a violência doméstica, a discriminação de gênero e
etnia, as drogas, a AIDS, as crianças e adolescentes de rua, os doentes

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 12


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
mensais, os portadores de deficiências, os velhos, e outras tantas questões e
temáticas relativas à exclusão.
Esse processo desafia todos os cidadãos, e principalmente os assistentes
sociais, repercutindo no mercado de trabalho especializado:
- Constata-se uma tendência a refilantropização social – filantropia empresarial;
filantropia do grande capital;
- Outra fatia do mercado encontra-se, constituída pelas organizações não
governamentais - ONGS;
- A reforma da previdência é outro exemplo de como está sendo enfrentada a
questão social na óptica da privatização em detrimento da universalização dos
direitos sócias, assegurados constitucionalmente;
- Outro resultado do novo padrão de cumulação tem sido a desregulamentação
das relações de trabalho e dos direitos sociais, derivada da preocupação com a
necessidade de redução dos ―custos sociais do trabalho‖.
- Mantém-se área de assistência social, ao mesmo tempo, cresce a área dos
recursos humanos na esfera da assessoria gerencial e na criação dos
comportamentos produtivos favoráveis para força de trabalho;
-A carta constitucional de 1988 preserva e amplia algumas conquistas no
campo dos direitos sociais. Prevê a descentralização e a municipalização
das políticas sociais, institui os Conselhos de Políticas e de Direitos. Essas
são outras possibilidades de trabalhos abertas ao nível de municípios, de
reforço de poder local, ampliando os canais de participação da população na
formulação, fiscalização e gestão de políticas sociais;
A polivalência, a terceirização, a subcontratação, a queda de
padrão salarial, a ampliação de contratos de trabalho temporários, o
desemprego são dimensões constitutivas da própria feição atual do
Serviço Social e não uma realidade alheia e externa, que afeta “os
outros”.

“O Serviço Social na Contemporaneidade” – é muito mais do que um tipo


formal, pois sintetiza o desafio de decifrar os novos tempos para que deles se
possa ser contemporâneo. Exige-se um profissional qualificado, que reforce e
amplie a sua competência crítica; não só executivo, mas que pensa, analisa,
pesquisa e decifra a realidade. Alimentado por uma atitude investigativa, o
exercício profissional cotidiano tem atitude investigativa, tem ampliadas as
possibilidades de vislumbrar novas alternativas de trabalho. O novo perfil que
se busca construir é de um profissional afinado com a análise dos processos

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 13


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
sociais, tanto em suas dimensões macroscópicas quanto em suas manifestações
quotidianas; um profissional criativo e inventivo, capaz de entender o ―tempo
presente, os homens presentes, a vida presente‖ e nela atuar, contribuindo,
também, para moldar os rumos de sua história.

SERVIÇO SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE


2010/COVEST-COPSET/UFPE.
Em relação ao Serviço Social Contemporâneo, é correto afirmar que:
a) A compreensão dos problemas sociais como decorrentes de opções de
sujeitos no enfrentamento das necessidades de sobrevivência e trabalho.
b) Para a intervenção nas diferentes manifestações da questão social com o
objetivo de enfrentar as desigualdades e injustiças sociais, fortalecer o
processo de resistência dos sujeitos coletivos e seu acesso a direitos.
c) A centralidade da atuação do assistente social na singularidade das
situações vivenciadas pelos usuários dos serviços.
d) O plano de intervenção profissional é norteado por um modo particular de
articulação dos procedimentos técnico-operativos, independentemente de
opções teóricas e político-ideológicas do profissional.

Comentários:

As letras a, c e d - erradas. Os problemas sociais são resultantes das


relações sociais no enfrentamento das necessidades de sobrevivência e trabalho
na sociedade capitalista. O assistente social deve atuar com visão macroscópica
e microscópica nas situações vivenciadas pelos usuários dos serviços. O plano
de intervenção profissional é norteado por um modo particular de articulação
dos procedimentos técnico-operativos e dependem de opções teóricas e
político-ideológicas do profissional.

CERTA: Letra b

Comentários:
―O Serviço Social na Contemporaneidade‖ – é muito mais do que um tipo
formal, pois sintetiza o desafio de decifrar os novos tempos para que deles se
possa ser contemporâneo. Exige-se um profissional qualificado, que reforce e
amplie a sua competência crítica; não só executivo, mas que pensa, analisa,
pesquisa e decifra a realidade. Alimentado por uma atitude investigativa, o

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 14


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
exercício profissional cotidiano tem atitude investigativa, tem ampliadas as
possibilidades de vislumbrar novas alternativas de trabalho. O novo perfil que
se busca construir é de um profissional afinado com a análise dos processos
sociais, tanto em suas dimensões macroscópicas quanto em suas manifestações
quotidianas; um profissional criativo e inventivo, capaz de entender o ―tempo
presente, os homens presentes, a vida presente‖ e nela atuar, contribuindo,
também, para moldar os rumos de sua história.

1.4- O ensino em serviço Social e a construção de um projeto


profissional nas décadas de 1980/1990.
 Por que foi necessária uma mudança curricular?
 Que reservas de forças teórico-metodológicas e ético-políticas o
Serviço Social acumulou, ao longo dos anos 1980, para enfrentar a
questão social na contemporaneidade e realimentar a formação
profissional?
A década de 1980 foi fértil na definição de rumos técnico-acadêmicos e
políticos para o Serviço Social. Hoje, existe um projeto profissional amplamente
discutido e coletivamente construído ao longo das últimas décadas.
As diretrizes norteadoras desse projeto se desdobram no Código de ética
profissional do assistente Social, de 1993, na Lei da Regulamentação da
Profissão de Serviço Social e, hoje, na nova Proposta de Diretrizes Curriculares
Gerais para o curso de Serviço social.
Um olhar retrospectivo, para as décadas (80/90), não deixa dúvidas que,
ao longo desse período, o serviço social deu um salto de qualidade em sua auto
-qualificação na sociedade.

O Serviço Social adquiriu visibilidade pública, por:


 Código de ética do assistente Social;
 Revisões da legislação profissional;
 Alterações do ensino universitário;
 Adensamento do mercado editorial e da produção acadêmica;
 Categoria profissional (pesquisadora) – 1990;
 Representações político-corporativas- órgãos de representação
reconhecidos e legitimados;

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 15


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
A relação do debate com esse trajeto é uma relação de continuidade e
ruptura. É uma relação de continuidade, no sentido de manter as conquistas, e
de ruptura em função das alterações históricas de monta que se verificam no
presente, da necessidade de superação de impasses profissionais vividos e
condensados em reclamos da categoria profissional.

Quais são esses impasses?


Primeiro: o famoso distanciamento entre o trabalho intelectual, de cunho
teórico-metodológico, e o exercício da prática profissional cotidiana. Outro
aspecto: a construção de estratégias técnico-operativas para o exercício da
profissão.

O caminho para a ultrapassagem desses impasses estar:


 De um lado: no cultivo de um trato teórico-metodológico rigoroso.
 De outro lado: um atento acompanhamento histórico da dinâmica da
sociedade.

O grande desafio da atualidade é transitar da bagagem teórica acumulada ao


enraizamento da profissão na realidade, atribuindo, ao mesmo tempo, uma
maior atenção às estratégias, táticas e técnicas do trabalho profissional, em
função das particularidades dos temas que são objetos de estudo e ação do
assistente social.
No balanço da formação profissional feito pela ABESS (1996), tendo em vista
a formulação do currículo mínimo, foram identificadas três armadilhas das quais
a categoria se viu prisioneira nos últimos anos:

*TEORICISMO *POLITICISMO *TECNICISMO

 Só o domínio de uma perspectiva teórica- metodológica descolada de uma


realidade, do engajamento político, ou de uma base técnico-operativa, ele,
sozinho, não é suficiente para descobrir e imprimir novos caminhos ao
trabalho profissional.

Corre-se o risco de cair no teoricismo estéril, uma vez que a metodologia


nos fornece uma lente para leitura e explicação da realidade social, o que supõe
a apropriação dessa mesma realidade.
 Por outro lado, a mera inserção política, desvinculada de uma sólida
fundamentação teórica metodológica, mostra-se inócua para decifrar as

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 16


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
determinações dos processos sociais. Conquanto, a categoria profissional,
dela não se pode derivar diretamente uma consciência teórica e uma
competência profissional.
As relações entre engajamento político e profissão foram fonte de
inúmeros equívocos desde o movimento de reconceituação no âmbito do
Serviço Social. Esse, como profissão, tem uma necessária dimensão política por
estar imbricado com as relações de poder da sociedade.
O Serviço social dispõe de um caráter contraditório que não deriva dele
mesmo, das res relações que presidem a sociedade capitalista. Nesta sociedade
o serviço Social se inscreve em um campo minado por interesses sociais
antagônicos- interesses de classes distintos e em luta na sociedade.
Apenas o engajamento político do cidadão não é suficiente para
diretamente dele derivar uma base teórica rigorosa. Portanto, o mero
engajamento político, descolado de bases teórico-metodológicas e do
instrumental operativo para a ação é insuficiente para iluminar novas
perspectivas para o Serviço Social.
 No que se refere a necessidade de uma base técnico-operativa para a
profissão, se considerado isoladamente, é insuficiente para propiciar uma
atuação profissional crítica e eficaz. Ao se descolar dos fundamentos teórico-
metodológicos e ético-políticos poderá derivar em mero tecnicismo.

Pesquisa e Serviço social

O que se reivindica hoje, é que a pesquisa se afirme como uma


dimensão integrante do exercício profissional, visto ser uma condição para
se formar respostas capazes de impulsionar a formulação de propostas
profissionais que tenham efetividade e permitam atribuir materialidade aos
princípios ético-políticos norteadores do projeto profissional.

Emerge um duplo desafio:


Entender a gênese da questão social e as situações particulares e
fenômenos singulares com os quais o Assistente Social se defronta no mercado
de trabalho
A pesquisa da realidade social torna-se um recurso fundamental
para a formulação de propostas de trabalho e para ultrapassagem de
um discurso genérico, que não dá conta das situações particulares.
Essa pode ser uma trilha fértil para se pensar as relações entre indivíduo
e sociedade, entre a vida material e a subjetividade, envolvendo a cultura, o
imaginário e a consciência.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 17


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
1.5- A prática como trabalho e a inserção do assistente Social em
processos de trabalho.
A proposta curricular, em debate, contém dois elementos que
representam uma ruptura com a concepção dos anos 80:
O primeiro é considerar a questão social como base de fundamentação
sócio histórica do Serviço Social.
O segundo é apreender a „prática profissional‟ como trabalho e o
exercício profissional inscrito em um processo de trabalho.
A questão social deixa de ser considerada apenas como desigualdade
social entre pobres e ricos, passando a considerar as particulares formas de
luta, de resistência material e simbólica acionadas pelos indivíduos sociais à
questão social.
A insistência na questão social está em que ela conforma a matéria-prima
do trabalho profissional, sendo a prática profissional compreendida como uma
especialização do trabalho partícipe de um processo de trabalho.
A análise da prática do assistente social como trabalho, integrado em um
processo de trabalho permite mediatizar a interconexão entre o exercício do
Serviço Social e a prática da sociedade.

Por que a categoria trabalho?

Conceito

O trabalho é uma atividade fundamental do ser humano, pois mediatiza a


satisfação de suas necessidades diante da natureza e de outros homens. Pelo
trabalho o homem afirma-se como ser social, e, portanto, distinto da natureza.
O trabalho é a atividade própria do ser humano, seja ela material,
intelectual ou artística. É por meio do trabalho que o homem se afirma como
um ser que dá expostas prático-conscientes aos seus carecimentos, às suas
necessidades, o trabalho é, pois, o selo distintivo da atividade humana.
Primeiro, porque o homem é o único ser que, ao realizar o trabalho, é
capaz de projetar, antecipadamente, na sua mente o resultado a ser obtido. Em
outros termos no trabalho tem-se uma antecipação e projeção dos resultados,
isto é, dispõe de uma dimensão teleológica. Mas o homem também é o único
ser que é capaz de criar meios e instrumentos de trabalho, afirmando essa
atividade caracteristicamente humana. É pelo trabalho que as necessidades

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 18


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
humanas são satisfeitas, ao mesmo tempo em que o trabalho cria outras
necessidades.
Por meio do trabalho o homem se afirma como ser criador não só como
indivíduo pensante, mas como indivíduo que age conscientemente e
racionalmente. Sendo trabalho uma atividade prático-concreta e não só
espiritual, opera mudanças tanto na matéria ou no objeto a ser transformado,
quanto no sujeito, na subjetividade dos indivíduos, pois permite descobrir novas
capacidades e qualidades humanas.
Esse ato de acionar consciente, que é o trabalho, é ou uma atividade que
tem uma necessária dimensão ética, como atividade direcionada a fins, que tem
a ver com valores, com o dever ser, envolvendo uma dimensão de
conhecimento e ético-moral.

Por que a discussão do processo de trabalho é provocativa?

Todo processo de trabalho implica uma matéria-prima ou objeto sobre o


qual incide a ação; meios ou instrumentos de trabalho que potenciam a ação do
sujeito sobre o objeto; é a própria atividade, ou seja, o trabalho direcionado a
um fim, que resulta em um produto.

Perguntas para serem respondidas:


 Qual é o objeto do trabalho do Serviço Social?
 Como repensar a questão dos meios de trabalho do Assistente
Social?
 Como pensar a própria atividade e/ou o trabalho do sujeito?
 E qual é o produto do trabalho do assistente social?

Qual é o objeto do trabalho do Serviço Social?


O objeto do trabalho é a questão social. É ela em suas múltiplas
expressões, que provoca a necessidade da ação profissional junto à criança e ao
adolescente, ao idoso, a situações de violência contra a mulher, a luta pela
terra, etc. Essas expressões da questão social são a matéria prima ou o objeto
do trabalho profissional.

Como pensar os instrumentos de trabalho do Assistente Social?


Não tenha a visão de instrumentos de trabalho como um arsenal
de técnicas: entrevistas, reuniões, plantão, encaminhamento etc.

Quais são os meios de trabalho do Assistente Social?


A noção estrita de instrumento como mero conjunto de técnicas se amplia
para abranger o conhecimento como meio de trabalho. As bases teórico-

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 19


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
metodológico são recursos que o Assistente Social aciona para exercer o seu
trabalho: ilumina a leitura da realidade e imprimi rumos à ação, ao mesmo
tempo que a moldam. O conhecimento é um meio pelo qual é possível decifrar
a realidade e clarear a condução do trabalho a ser realizado. Nessa perspectiva,
o conjunto de conhecimentos e habilidades adquiridos pelo assistente social ao
longo de seu processo formativo é parte do acervo de seus meios de trabalho.
O Assistente Social não detém todos os meios necessários para a
efetivação de seu trabalho: financeiros, técnicos e humanos necessários ao
exercício profissional autônomo.
Ainda que disponha de relativa autonomia na efetivação de seu trabalho,
o assistente social depende, na organização da atividade, das instituições que o
contratam. Portanto, a instituição não é um condicionante a mais do trabalho
do Assistente Social, ou um obstáculo. Ela organiza o processo de trabalho do
qual ele participa.

 E o terceiro elemento, o trabalho?


 O que o Assistente Social produz?
 Ele é um profissional de que na sociedade?

O trabalho do assistente social tem um efeito nas condições


materiais e sociais daquela cuja sobrevivência depende do trabalho.
Tem um efeito no processo de reprodução da força de trabalho. O
serviço Social interfere na reprodução da força de trabalho por meio dos
serviços sociais previstos em programas (educação, saúde, habitação etc.).
Serviço Social é socialmente necessário porque ele atua sobre
questões que dizem respeito à sobrevivência social e material dos setores
majoritários da população trabalhadora.
Viabiliza o acesso não só a recurso materiais, mas as ações
implementadas incidem sobre as condições de sobrevivência social dessa
população.
O Serviço Social tem um papel no processo de reprodução material e
social da força de trabalho, entendendo o processo de reprodução como o
movimento da produção na sua continuidade. Tem uma objetividade que não é
material, mas é social.
O Serviço Social é um trabalho especializado, expresso sob a forma de
serviços, que tem produtos: interfere na reprodução material da força de
trabalho e no processo de reprodução sociopolítica ou ídeo-política dos
indivíduos sociais e contribui na criação de consensos na sociedade.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 20


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

Consenso diz respeito não apenas à adesão ao instituído: é consenso em torno


de interesses de classes fundamentais, sejam dominantes ou subalternas,
contribuindo no reforço da hegemonia vigente ou criação de uma contra-
hegmonia no cenário da vida social.

Essa discussão sobre processo de trabalho no serviço social gera


indagações importantes que ajudam a pensar, a ampliar uma autoconsciência
dos profissionais quanto ao seu trabalho.

1.6- As novas Diretrizes Curriculares

DIRETRIZES CURRICULARES
CURSO: SERVIÇO SOCIAL
PERFIL DO BACHAREL EM SERVIÇO SOCIAL
Profissional que atua nas expressões da questão social, formulando e
implementando propostas para seu enfrentamento, por meio de políticas sociais
públicas, empresariais, de organizações da sociedade e civil e movimentos
sociais.
Profissional dotado de formação intelectual e cultural generalista crítica,
competente em sua área de desempenho, com capacidade e de inserção
criativa e propositiva, no conjunto das relações sociais e no mercado de
trabalho.
Profissional comprometido com os valores e princípios norteadores do
Código de Ética do Assistente Social.

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
 A formação profissional deve viabilizar uma capacitação como
requisito funda mental para o exercício de atividades técnico-
operativas, com vistas à apreensão crítica dos processos sociais numa
perspectiva de totalidade;

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 21


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
 Análise do movimento histórico da sociedade brasileira, apreendendo
as particularidades do desenvolvimento do capitalismo no país;
 Compreensão do significado social da profissão e de seu
desenvolvimento sócio histórico, nos cenários internacional e
nacional, desvelando as possibilidades de ação contidas na realidade;
 Identificação das demandas presentes na sociedade, visando formular
respostas profissionais para o enfrentamento da questão social,
considerando as novas articulações entre o público e o privado.
Estes elementos estão em consonância com as determinações da
Lei n. 8662, de 7 de junho de 1993, que regulamenta a profissão de
assistente social e estabelece as seguintes competências e habilidades
técnico-operativas:
- Formular e executar políticas sociais em órgãos da administração pública,
Empresas e organizações da sociedade civil;
- Elaborar, executar e avaliar planos, programas e projetos na área social;
- Contribuir para viabilizá-la a participação dos usuários nas decisões
institucionais;
- Planejar, organizar e administrar benefícios e serviços sociais;
- Realizar pesquisas que subsidiem formulação de políticas e ações
profissionais;
- Prestar assessoria e consultoria a órgãos da administração pública, empresas
privadas e movimentos sociais em matéria relacionada às políticas sociais e à
garantia dos direitos civis, políticos e sociais da coletividade;
- Orientar a população na identificação de recursos para atendimento e defesa
de seus direitos;
- Realizar estudos socioeconômicos para identificação de demandas
necessidades sociais;
- Realizar visitas, perícias técnicas, laudos, informações e pareceres sobre
matéria de Serviço Social;
- Exercer funções de direção em organizações públicas e privadas na área de
Serviço Social;
- Assumir o magistério de Serviço Social e coordenar cursos e unidades de
ensino;
- Supervisionar diretamente estagiários de Serviço Social.

PRINCÍPIOS DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL


-Flexibilidade e dinamicidade dos currículos plenos expressa na organização
de disciplinas e outros componentes curriculares, tais como: oficinas,
seminários temáticos, estágio, atividades complementares;

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 22


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
- Rigoroso trato teórico, histórico e metodológico da realidade social e do
Serviço Social, que possibilite a compreensão dos problemas e desafios com os
quais o profissional se defronta no universo da produção e reprodução da vida
social;
- Adoção de uma teoria social crítica que possibilite a apreensão da
totalidade Social em suas dimensões de universalidade, particularidade e
singularidade;
- Estabelecimento das dimensões investigativa e interpretativa como
princípios formativos e condição central da formação profissional, e da relação
teoria e realidade;
- Presença da interdisciplinaridade no projeto de formação profissional;
- Indissociabilidade das dimensões de ensino, pesquisa e extensão;
- Exercício do pluralismo como elemento próprio da vida acadêmica e
profissional, impondo-se o necessário debate sobre as várias tendências
teóricas que compõem a produção das ciências humanas e sociais;
- Compreensão da ética como princípio que perpassa toda a formação
profissional;
- Necessária indissociabilidade entre a supervisão acadêmica e
profissional na atividade de estágio.

NOVA LÓGICA CURRICULAR


Sustentam-se no tripé dos conhecimentos constituídos pelos núcleos de
fundamentação da formação profissional, quais sejam:
- Núcleo de fundamentos teórico-metodológicos da vida social, que
compreende um conjunto de fundamentos teórico-metodológicos e ético-
políticos para conhecer o ser social enquanto totalidade histórica, fornecendo os
componentes fundamentais para a compreensão da sociedade burguesa, em
seu movimento contraditório;
- Núcleo de fundamentos da formação sócio histórico da sociedade
brasileira que remete à compreensão dessa sociedade, resguardando as
características históricas particulares que presidem a sua formação e
desenvolvimento urbano e rural, em suas diversidades regionais e locais.
Compreende ainda a análise do significado do Serviço Social em seu caráter
contraditório, no bojo das relações entre as classes e destas com o Estado,
abrangendo as dinâmicas institucionais nas esferas estatal e privada;
- Núcleo de fundamentos do trabalho profissional que compreende todos
os elementos constitutivos do Serviço Social como uma especialização do

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 23


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
trabalho: sua trajetória histórica, teórica, metodológica e técnica, os
componentes éticos que envolvem o exercício profissional, a pesquisa, o
planejamento e a administração em Serviço Social e o estágio supervisionado.

Tais elementos encontram-se articulados por meio da análise dos


fundamentos do Serviço Social e dos processos de trabalho em que se insere,
desdobrando-se em conteúdos necessários para capacitar os profissionais ao
exercício de suas funções, resguardando as suas competências específicas
normatizadas por lei.
É uma lógica inovadora que supera as fragmentações do processo de
ensino e aprendizagem, abrindo novos caminhos para a construção de
conhecimentos como experiência concreta no decorrer da própria formação
profissional.
Não admite tratamento classificatório, nem autonomia e subsequência
entre os núcleos, expressando, ao contrário, diferentes níveis de apreensão da
realidade social e profissional, subsidiando a intervenção do Serviço Social.
Agrega um conjunto de conhecimentos indissociáveis para apreensão
da gênese, manifestações e enfrentamento da questão social, eixo fundante da
profissão e articulador dos conteúdos da formação profissional.
Os núcleos englobam, pois, um conjunto de conhecimentos e
habilidades que se especifica em matérias, enquanto áreas de conhecimentos
necessários à formação profissional. Essas matérias, por sua vez, se desdobram
em disciplinas, seminários temáticos, oficinas/laboratórios, atividades
complementares e outros componentes curriculares.

DIRETRIZES CURRICULARES
CESPE/CEBRASPE/DEPEN/2015
No que se refere às diretrizes curriculares dos cursos de serviço social,
julgue os itens que se seguem.
1-A nova lógica que estrutura o projeto de formação profissional permite que as
relações entre os núcleos fundamentais desse projeto se tornem autônomos e
até subsequentes, de modo a agregar diferentes níveis de apreensão da
realidade social e profissional.
ERRADA
Comentários: A nova lógica que estrutura o projeto de formação profissional
não admite tratamento classificatório, nem autonomia e subsequência entre os
núcleos, expressando, ao contrário, diferentes níveis de apreensão da realidade
social e profissional, subsidiando a intervenção do Serviço Social.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 24


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

2- Os cursos de graduação em serviço social ressentem-se da ausência de


atividades interdisciplinares devido ao fato de que as diretrizes curriculares para
esses cursos conceberam o projeto de formação profissional embasado em três
núcleos — fundamentos teórico-metodológicos do serviço social, fundamentos
da formação sócio histórica da sociedade brasileira e fundamentos do trabalho
profissional — que, conceitualmente, deveriam se inter-relacionar, mas que, na
prática, se desenvolvem de modo independente.
ERRADA
Comentários:
Princípios da formação:
- Um dos princípios da formação do assistente social é a presença da
interdisciplinaridade no projeto de formação profissional;
Núcleos de fundamentação da formação profissional:
As Diretrizes Curriculares sustentam-se no tripé dos conhecimentos constituídos
pelos núcleos de fundamentação da formação profissional, quais sejam:
-Núcleo de fundamentos teórico-metodológicos da vida social, que
compreende um conjunto de fundamentos teórico-metodológicos e ético-
políticos para conhecer o ser social enquanto totalidade histórica, fornecendo os
componentes fundamentais para a compreensão da sociedade burguesa, em
seu movimento contraditório;
- Núcleo de fundamentos da formação sócio histórico da sociedade
brasileira que remete à compreensão dessa sociedade, resguardando as
características históricas particulares que presidem a sua formação e
desenvolvimento urbano e rural, em suas diversidades regionais e locais.
Compreende ainda a análise do significado do Serviço Social em seu caráter
contraditório, no bojo das relações entre as classes e destas com o Estado,
abrangendo as dinâmicas institucionais nas esferas estatal e privada;
- Núcleo de fundamentos do trabalho profissional que compreende todos
os elementos constitutivos do Serviço Social como uma especialização do
trabalho: sua trajetória histórica, teórica, metodológica e técnica, os
componentes éticos que envolvem o exercício profissional, a pesquisa, o
planejamento e a administração em Serviço Social e o estágio supervisionado.
Princípio da Formação: Outro princípio, a relação teoria e realidade. O
estabelecimento das dimensões investigativa e interpretativa como princípios
formativos e condição central da formação profissional, e da relação teoria e
realidade.

1-ERRADO / 2- ERRADO

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 25


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

ESTÁGIO SUPERVISIONADO E O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO


(TCC)
O Estágio Supervisionado e o Trabalho de Conclusão de Curso devem ser
desenvolvidos durante o processo de formação a partir do desdobramento das
matérias e seus componentes curriculares, concomitante ao período letivo
escolar.
O Estágio Supervisionado é uma atividade curricular obrigatória que se
configura a partir da inserção do aluno no espaço socioinstitucional, objetivando
capacitá-lo para o exercício profissional, o que pressupõe supervisão
sistemática. Esta supervisão será feita pelo professor supervisor e pelo
profissional do campo, através da reflexão, acompanhamento e sistematização,
com base em planos de estágio elaborados em conjunto pelas unidades de
ensino e organizações que oferecem estágio.
O Trabalho de Conclusão de Curso é uma exigência curricular para a
obtenção do diploma de bacharel em Serviço Social. Deve ser entendido como
um momento de síntese e expressão da totalidade da formação profissional. É
o trabalho no qual o aluno sistematiza o conhecimento resultante de indagações
preferencialmente geradas a partir da experiência de estágio. Esse processo
realiza-se dentro de padrões e exigências metodológicas e acadêmico
científicas. É elaborado sob a orientação de um professor e avaliado por banca
examinadora.

1.7-Rumos ético-políticos do trabalho profissional

Quais as perspectivas que se abrem, no reverso da crise, ao Serviço


social nesses novos tempos?
O desafio é redescobrir alternativas e possibilidades para o trabalho
profissional no cenário atual: traçar horizontes para a formação de propostas
que façam frente à questão social e que sejam solidárias como o modo de vida
daqueles que a vivenciam, não só como vítimas, mas como sujeitos que lutam
pela preservação e conquista, da sua vida, da sua humanidade.
Apontar perspectivas exige um esforço de decifrar o movimento
societário, situando o serviço Social na dinâmica das relações, entre o Estado e
a sociedade civil.
Os anos de 1980 indica que a profissão teve os olhos mais voltados para
o Estado e menos para a sociedade, mais para as políticas sociais e menos para

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 26


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
os sujeitos com quem trabalha: o modo e condições de vida, a cultura, as
condições de vida sociais são pouco estudadas.
Apreender a questão social é também apreender como os sujeitos a
vivenciam. Desvelar as condições de vida dos grupos e coletividades com as
quais se trabalha é um dos requisitos para que se possam decifrar as diversas
formas de luta orgânicas ou não, que estão sendo gestadas e alimentadas, com
inventividade, pela população.
Uma das condições do exercício democrático, como já dizia Gramsci, é
captar os reais interesses e necessidades das classes subalternas, sentir com
ela suas paixões para que se possa efetuar a crítica do senso comum e da
herança intelectual acumulada-papel da “filosofia da práxis”.
O Código de Ética nos indica um rumo ético-político, um horizonte
para o exercício profissional. O desafio é a materialização dos princípios
éticos na cotidianidade do trabalho, evitando que se transformem em
indicativos abstratos, decolados do processo social. Esse rumo ético-
político requer um profissional informado, culto, crítico e competente.

PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS
 Reconhecimento da liberdade como valor ético central e das demandas
políticas a ela inerentes - autonomia, emancipação e plena expansão dos
indivíduos sociais;
 Defesa intransigente dos direitos humanos e recusa do arbítrio e do
autoritarismo;
 Ampliação e consolidação da cidadania, considerada tarefa primordial de
toda sociedade, com vistas à garantia dos direitos civis sociais e políticos
das classes trabalhadoras;
 Defesa do aprofundamento da democracia, enquanto socialização da
participação política e da riqueza socialmente produzida;
 Posicionamento em favor da equidade e justiça social, que assegure
universalidade de acesso aos bens e serviços relativos aos programas e
políticas sociais, bem como sua gestão democrática;
 Empenho na eliminação de todas as formas de preconceito, incentivando
o respeito à diversidade, à participação de grupos socialmente
discriminados e à discussão das diferenças;
 Garantia do pluralismo, através do respeito às correntes profissionais
democráticas existentes e suas expressões teóricas, e compromisso com
o constante aprimoramento intelectual;

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 27


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
 Opção por um projeto profissional vinculado ao processo de construção de
uma nova ordem societária, sem dominação exploração de classe, etnia e
gênero;
 Articulação com os movimentos de outras categorias profissionais que
partilhem dos princípios deste Código e com a luta geral dos
trabalhadores;
 Compromisso com a qualidade dos serviços prestados à população e com
o aprimoramento intelectual, na perspectiva da competência profissional;
 Exercício do Serviço Social sem ser discriminado, nem discriminar, por
questões de inserção de classe social, gênero, etnia, religião,
nacionalidade, opção sexual, idade e condição física.

PRINCÍIOS DO CÓDIGO DE ÉTICA DE SERVIÇO SOCIAL


LIBERDADE-DIREITOS HUMANOS- CIDADANIA- DEFESA DA
DEMOCRACIA-EQUIDADE E JUSTIÇA SOCIAL-DIVERSIDADE E
PARTICIPAÇÃO-PLURALISMO-PROJETO PROFISSIONAL-MOVIMENTOS
SOCIAIS- QUALIDADE DOS SERVIÇOS E COMPETÊNCIA PROFISSIONAL-
SERVIÇO SOCIAL INDISCRIMNADO E NEM DISCRIMINAR.

Valor ético Central - liberdade


Valores fundamentais- liberdade e justiça social
Valor ético-político central - a democracia
Valores essenciais - liberdade e equidade.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 28


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

PROJETO ÉTICO-POLÍTICO - PRINCÍPIOS


O assistente social conta com um projeto ético-político que direciona a
sua ação profissional. Sobre o atual projeto, pode-se afirmar que
(A) se trata de um projeto específico da categoria profissional e dessa forma,
desconectado de projetos societários e da dinâmica de qualquer outro projeto
coletivo.
ERRADA
Comentários:
O desafio é a materialização dos princípios éticos na cotidianidade do trabalho,
evitando que se transformem em indicativos abstratos, descolados do processo
social.

(B) emana da crítica radical da sociedade do capital, que produz e reproduz a


miséria, ao mesmo tempo em que exibe também uma crítica aos movimentos
sociais brasileiros que se utilizam da forma de ocupação de espaços públicos
e/ou privados como modo de manifestação.
ERRADA
Comentários:
Articulação com os movimentos de outras categorias profissionais que partilhem
dos princípios deste Código e com a luta geral dos trabalhadores;

(C) tem como parâmetro a sintonia com as tendências teórico-críticas do


pensamento social que reafirma as posturas teóricas conservadoras,
relacionadas ao pressuposto do desenvolvimentismo social.
ERRADA
Comentários:
Garantia do pluralismo, através do respeito às correntes profissionais
democráticas existentes e suas expressões teóricas, e compromisso com o
constante aprimoramento intelectual;

(D) valoriza o voluntarismo político-profissional em que a boa vontade e o ideal


para transformar a realidade constituem-se como elementos fundamentais que
fornecem o insumo necessário para o enfrentamento das mazelas sociais.
ERRADA
Comentários:
Opção por um projeto profissional vinculado ao processo de construção de uma
nova ordem societária, sem dominação exploração de classe, etnia e gênero.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 29


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

(E) possui como valor ético central a liberdade concebida historicamente, como
possibilidade de escolher entre alternativas concretas; daí um compromisso
com a autonomia, a emancipação e a plena expansão dos indivíduos sociais.
CERTA
Comentários:
Reconhecimento da liberdade como valor ético central e das demandas políticas
a ela inerentes - autonomia, emancipação e plena expansão dos indivíduos
sociais.

DEBATE ÉTICO CONTEMPORÂNEO


CESPE/UnB/JSE/2014- JULGUE CERTO OU ERRADO
Julgue os itens a seguir, com relação ao debate ético contemporâneo e
à busca da consolidação do projeto ético-político do serviço social.
Julgue o item certo ou errado:
1- As dimensões política e ética do projeto ético-político explicitam-se no
compromisso com a radicalização da emancipação política que tem como
horizonte a emancipação humana.

CERTA
Comentários: Um dos princípios fundamentais do projeto ético-político é o
reconhecimento da liberdade como valor ético central e das demandas políticas
a ela inerentes - autonomia, emancipação e plena expansão dos indivíduos
sociais.

SÍNTESE DOS PONTOS COMENTADOS


1-QUESTÃO SOCIAL
A concepção de questão social mais difundida no Serviço Social é a de
CARVALHO e IAMAMOTO:
―A questão social não é senão as expressões do processo de formação e
desenvolvimento da classe operária e de seu ingresso no cenário político da
sociedade, exigindo seu reconhecimento como classe por parte do empresariado
e do Estado. É a manifestação, no cotidiano da vida social, da contradição entre
o proletariado e a burguesia, a qual passa a exigir outros tipos de intervenção
mais além da caridade e repressão. ‖

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 30


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

2-O SERVIÇO SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE


Os problemas sociais são resultantes das relações sociais no enfrentamento das
necessidades de sobrevivência e trabalho na sociedade capitalista. O assistente
social deve atuar com visão macroscópica e microscópica nas situações
vivenciadas pelos usuários dos serviços. O plano de intervenção profissional é
norteado por um modo particular de articulação dos procedimentos técnico-
operativos e dependem de opções teóricas e político-ideológicas do profissional.

“O Serviço Social na Contemporaneidade” – é muito mais do que um


tipo formal, pois sintetiza o desafio de decifrar os novos tempos para
que deles se possa ser contemporâneo. Exige-se um profissional
qualificado, que reforce e amplie a sua competência crítica; não só
executivo, mas que pensa, analisa, pesquisa e decifra a realidade.
Alimentado por uma atitude investigativa, o exercício profissional
cotidiano tem atitude investigativa, tem ampliadas as possibilidades de
vislumbrar novas alternativas de trabalho. O novo perfil que se busca
construir é de um profissional afinado com a análise dos processos
sociais, tanto em suas dimensões macroscópicas quanto em suas
manifestações quotidianas; um profissional criativo e inventivo, capaz
de entender o “tempo presente, os homens presentes, a vida presente”
e nela atuar, contribuindo, também, para moldar os rumos de sua
história.

3-DIRETRIZES CURRICULARES
A nova lógica que estrutura o projeto de formação profissional não admite
tratamento classificatório, nem autonomia e subsequência entre os núcleos,
expressando, ao contrário, diferentes níveis de apreensão da realidade social e
profissional, subsidiando a intervenção do Serviço Social.
Princípios da formação:
- Um dos princípios da formação do assistente social é a presença da
interdisciplinaridade no projeto de formação profissional;
Núcleos de fundamentação da formação profissional:
As Diretrizes Curriculares sustentam-se no tripé dos conhecimentos constituídos
pelos núcleos de fundamentação da formação profissional, quais sejam:
-Núcleo de fundamentos teórico-metodológicos da vida social, que
compreende um conjunto de fundamentos teórico-metodológicos e ético-
políticos para conhecer o ser social enquanto totalidade histórica, fornecendo os
componentes fundamentais para a compreensão da sociedade burguesa, em
seu movimento contraditório;

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 31


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
- Núcleo de fundamentos da formação sócio histórico da sociedade
brasileira que remete à compreensão dessa sociedade, resguardando as
características históricas particulares que presidem a sua formação e
desenvolvimento urbano e rural, em suas diversidades regionais e locais.
Compreende ainda a análise do significado do Serviço Social em seu caráter
contraditório, no bojo das relações entre as classes e destas com o Estado,
abrangendo as dinâmicas institucionais nas esferas estatal e privada;
- Núcleo de fundamentos do trabalho profissional que compreende todos
os elementos constitutivos do Serviço Social como uma especialização do
trabalho: sua trajetória histórica, teórica, metodológica e técnica, os
componentes éticos que envolvem o exercício profissional, a pesquisa, o
planejamento e a administração em Serviço Social e o estágio supervisionado.
Princípio da Formação: Outro princípio, a relação teoria e realidade. O
estabelecimento das dimensões investigativa e interpretativa como princípios
formativos e condição central da formação profissional, e da relação teoria e
realidade.

PRINCÍPIOS DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL


-Flexibilidade e dinamicidade dos currículos plenos expressa na organização
de disciplinas e outros componentes curriculares, tais como: oficinas,
seminários temáticos, estágio, atividades complementares;
- Rigoroso trato teórico, histórico e metodológico da realidade social e do
Serviço Social, que possibilite a compreensão dos problemas e desafios com os
quais o profissional se defronta no universo da produção e reprodução da vida
social;
- Adoção de uma teoria social crítica que possibilite a apreensão da
totalidade Social em suas dimensões de universalidade, particularidade e
singularidade;
- Estabelecimento das dimensões investigativa e interpretativa como
princípios formativos e condição central da formação profissional, e da relação
teoria e realidade;
- Presença da interdisciplinaridade no projeto de formação profissional;
- Indissociabilidade das dimensões de ensino, pesquisa e extensão;
- Exercício do pluralismo como elemento próprio da vida acadêmica e
profissional, impondo-se o necessário debate sobre as várias tendências
teóricas que compõem a produção das ciências humanas e sociais;
- Compreensão da ética como princípio que perpassa toda a formação
profissional;
- Necessária indissociabilidade entre a supervisão acadêmica e
profissional na atividade de estágio.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 32


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
4- DEBATE ÉTICO CONTEMPORÂNEO E PROJETO ÉTICO-POLÍTICO –
PRINCÍPIOS

 O desafio é a materialização dos princípios éticos na cotidianidade do


trabalho, evitando que se transformem em indicativos abstratos, descolados
do processo social.
 Articulação com os movimentos de outras categorias profissionais que
partilhem dos princípios deste Código e com a luta geral dos trabalhadores;
 Garantia do pluralismo, através do respeito às correntes profissionais
democráticas existentes e suas expressões teóricas, e compromisso com o
constante aprimoramento intelectual;
 Opção por um projeto profissional vinculado ao processo de construção de
uma nova ordem societária, sem dominação exploração de classe, etnia e
gênero.

PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS
* Reconhecimento da liberdade como valor ético central e das demandas
políticas a ela inerentes - autonomia, emancipação e plena expansão dos
indivíduos sociais;
* Defesa intransigente dos direitos humanos e recusa do arbítrio e do
autoritarismo;
* Ampliação e consolidação da cidadania, considerada tarefa primordial de
toda sociedade, com vistas à garantia dos direitos civis sociais e políticos das
classes trabalhadoras;
* Defesa do aprofundamento da democracia, enquanto socialização da
participação política e da riqueza socialmente produzida;
* Posicionamento em favor da equidade e justiça social, que assegure
universalidade de acesso aos bens e serviços relativos aos programas e
políticas sociais, bem como sua gestão democrática;
* Empenho na eliminação de todas as formas de preconceito, incentivando o
respeito à diversidade, à participação de grupos socialmente discriminados e
à discussão das diferenças;
* Garantia do pluralismo, através do respeito às correntes profissionais
democráticas existentes e suas expressões teóricas, e compromisso com o
constante aprimoramento intelectual;
* Opção por um projeto profissional vinculado ao processo de construção de
uma nova ordem societária, sem dominação exploração de classe, etnia e
gênero;
* Articulação com os movimentos de outras categorias profissionais que
partilhem dos princípios deste Código e com a luta geral dos trabalhadores;

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 33


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
* Compromisso com a qualidade dos serviços prestados à população e com o
aprimoramento intelectual, na perspectiva da competência profissional;
* Exercício do Serviço Social sem ser discriminado, nem discriminar, por
questões de inserção de classe social, gênero, etnia, religião, nacionalidade,
opção sexual, idade e condição física.

Um dos princípios fundamentais do projeto ético-político é o


reconhecimento da liberdade como valor ético central e das demandas
políticas a ela inerentes - autonomia, emancipação e plena expansão
dos indivíduos sociais.

Vamos praticar questões de prova.

Alguns pontos estarão sendo aprofundados em outras aulas com conteúdo


teórico e questões gabaritadas de provas.

Exercite algumas questões de prova de cada ponto importante desta


aula:

 Serviço Social na Contemporaneidade.


 Questão Social e Serviço Social
 As mudanças no mercado profissional de Trabalho
 O ensino em Serviço Social e a construção de um projeto profissional nas
décadas de 1980/90
 A prática como trabalho e a inserção do assistente Social em processos de
Trabalho
 As novas diretrizes curriculares
 Os rumos éticos-políticos do trabalho profissional.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 34


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
QUESTÕES DE PROVAS SEM COMENTÁRIOS COM GABARITO

SERVIÇO SOCIAL NA CONTEMPORÃNEIDADE


1-FCC/TRT15ª Região/2013. O Serviço Social, enquanto profissão, na
contemporaneidade, tem sua dimensão delineada pela
a) ajuda e caridade que configurou sua gênese.
b) vinculação à ordem monopólica, considerando que sua existência acontece a
partir da configuração de um espaço sócioocupacional.
c) continuidade evolutiva das protoformas.
d) organização e racionalização da filantropia.
e) criação de um espaço sócioocupacional, exclusivamente, para o serviço
social, o que define a profissão como especialidade.

SERVIÇO SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE


2-COVEST-COPSET/UFPE/2010. Em relação ao Serviço Social
Contemporâneo, é correto afirmar que:
a) a compreensão dos problemas sociais como decorrentes de opções de
sujeitos no enfrentamento das necessidades de sobrevivência e trabalho.
b) a priorização da ação profissional na direção do controle social dos usuários
dos serviços sociais.
c) o trabalho do assistente social é orientado para a intervenção nas diferentes
manifestações da questão social com o objetivo de enfrentar as desigualdades e
injustiças sociais, fortalecer o processo de resistência dos sujeitos coletivos e
seu acesso a direitos.
d) a centralidade da atuação do assistente social na singularidade das situações
vivenciadas pelos usuários dos serviços.
e) o plano de intervenção profissional é norteado por um modo particular de
articulação dos procedimentos técnico-operativos, independentemente de
opções teóricas e político-ideológicas do profissional.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 35


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

QUESTÃO SOCIAL
3-OBJETIVA/Prefeitura de Chapecó – SC/2011. Assinalar a alternativa
CORRETA sobre Questão Social e Serviço Social, conforme IAMAMOTO:

a) O Serviço Social tem na questão social a base de sua fundação como


especialização do trabalho.
b) A Questão Social é apreendida como o conjunto das expressões das
igualdades da sociedade capitalista madura.
c) O Serviço Social prescinde da questão social na base de sua fundação como
especialização do trabalho.
d) O Serviço Social ainda não tem definida a base de sua fundação como
especialização do trabalho.

QUESTÃO SOCIAL
4-FCC/TJ-PI/2010. A questão social é entendida como

a) a expressão das relações sociais e circunscreve-se no campo das disputas,


pois diz respeito à desigualdade econômica, política e social entre as classes
sociais na sociedade capitalista.
b) a situação de pobreza dos cidadãos, cuja renda per capita está abaixo de
meio salário mínimo.
c) a expressão de um processo histórico, mas não está inscrita necessariamente
dentro do contexto capitalista.
d) o conjunto de condicionantes da pobreza que estabelece relação com o modo
como os cidadãos individualmente aproveitam as oportunidades para o
desenvolvimento social.
e) o modo de inserção dos sujeitos no mundo do trabalho, desde as sociedades
feudais e também pela proteção advinda do Estado.

DEMANDAS PROFISSIONAIS DO ASSISTENTE SOCIAL


5-CESPE/TJ-SE/2014. Com referência às diversas possibilidades, áreas e
demandas profissionais do assistente social, julgue o item seguinte.

Novas possibilidades e demandas profissionais do assistente social estão


relacionadas à reestruturação de processos de trabalho e à tendência de
deslocamento das ações governamentais, o que ocorre devido à
descentralização das políticas sociais.
Certo/Errado

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 36


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

MERCADO DE TRABALHO
6-CEPERJ/FSC/2014. Tomando por base a análise realizada por Iamamoto
(2009), pode-se compreender que as alterações verificadas nos espaços sócio
ocupacionais do assistente social estão relacionadas:

a) a processos sociais historicamente datados, expressando a dinâmica da


acumulação, a composição do poder político e a correlação de forças em seu
âmbito, refratando ainda as particulares condições e relações de trabalho
prevalecentes na sociedade brasileira.
b) a processos macrossociais que incidiram sobre o universo do trabalho na
sociedade pós-industrial, sendo agudizados a partir do regime de acumulação
flexível.
c) a processos ético-políticos gestados pelo movimento de renovação do
Serviço Social no Brasil que possibilitaram novas bases para a construção do
projeto ético-político crítico.
d) a processos sociais historicamente datados, expressando a dinâmica da
acumulação, a composição do poder político e a correlação de forças em seu
âmbito, referindo-se a condições sociais globais inscritas no âmbito do capital
fetiche.
e) à autonomia e ao pleno desenvolvimento da profissão que permite que, no
momento presente, o Serviço Social tenha prestígio e reconhecimento pela
classe trabalhadora.

DIRETRIZES CURRICULARES
7-IDECAN/Prefeitura de Rio Novo do Sul/ES/2015. As Diretrizes
Curriculares da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa de Serviço Social
(ABEPSS), segundo os documentos de 1996 e 1999, efetivamente, apontaram
um elemento que dá concretude à profissão, ou seja, que é ―sua base de
fundação histórico‐social na realidade" e que, nessa qualidade, portanto, deve
constituir o eixo ordenador do currículo, diga‐se, da formação profissional.

Assinale a alternativa que descreve corretamente o apontamento da Associação


Brasileira de Ensino e Pesquisa de Serviço Social (ABEPSS) em relação ao
elemento supracitado.

a) Divisão social.
b) Interação social.
c) Questão social.
d) Integração social.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 37


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

DIRETRIZES CURRICULARES
8-CONSULPLAN/HOB/2015. As diretrizes curriculares aprovadas para o
curso de Serviço Social orientaram-se para o distanciamento dos aportes
básicos de caráter conservador. Inúmeros desafios são postos. Mais do que
nunca é vital, no debate teórico-método- lógico e ético-político no âmbito da
profissão, assegurar a análise sob a perspectiva da totalidade, com apropriação
dos fundamentos ontológicos-históricos, para apreender o processo histórico
real. A participação, juntamente com outros sujeitos profissionais e sujeitos
coletivos os mais diversos na construção dos instrumentos de luta,
possibilitarão, em cada situação concreta, jogar força para ir além dos
interesses do capital.

Indique a alternativa que descreve corretamente a perspectiva do curso de


Serviço Social, de acordo com as diretrizes curriculares supracitadas.

a) Ruptura com o Serviço Social tradicional.


b) Interação com o Serviço Social tradicional.
c) Ruptura com o Serviço Social experimental.
d) Interação com a perspectiva neoliberal da questão social.

PESQUISA
9-FUNCAB/SESACRE/2013. Considerando a pesquisa como relevante para o
Serviço Social, considera-se que:

a) as universidades e as instituições de pesquisa não são os únicos lugares para


desenvolver pesquisas. Há pesquisas em serviços que não estão,
necessariamente, produzindo um novo conhecimento teórico, mas que são
pesquisas realizadas na prática e no cotidiano de muitas instituições e serviços.
b) todo processo de conhecimento se operacionaliza nos âmbitos acadêmicos e
em hospitais universitários que são voltados para o ensino através dos
programas de residência multiprofissional.
c) o local privilegiado para a produção do conhecimento são as universidades
que apresentam a função social de criar um terreno fértil para o avanço
científico.
d) a profissão deve extrair da realidade social os dados para problematizações a
partir das experiências de estágio supervisionado na medida em que articulam
a dimensão da teoria e da prática.
e) todo processo de conhecimento requer uma matéria-prima para ser pensada
e que o Serviço Social, por ter seu objeto de intervenção na questão social,
apresenta um olhar crítico desenvolvido no âmbito da academia.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 38


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

TRABALHO DO SERVIÇO SOCIAL


10- FGV/SEDUC-AM/2014. De acordo com o Conselho Federal de Serviço
Social (2008), fazem parte do processo de trabalho do Serviço Social a
articulação de

a) objeto, meios, atividade e finalidade.


b) pesquisa, estudo, avaliação e conclusão.
c) atendimento, análise e encaminhamento.
d) entrevista, encaminhamento e retorno.
e) acolhimento, prescrição e conclusão.

TRABALHO PROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL


11- FGV/AL-MT/2013. Sobre o trabalho profissional do Assistente Social na
realidade institucional, analise as afirmativas a seguir.

( ) A instituição, como mediação do projeto sócio político de hegemonia de


uma classe, expressa a dinâmica e as contradições da sociedade.
( ) O poder e o controle institucional estão presentes no âmbito organizacional
e demarcam os limites do exercício profissional do Assistente Social.
( ) Os aparelhos organizacionais são meros aparatos burocráticos e
administrativos e estão isentos das lutas dos agentes sociais em prol de seus
interesses.

As afirmativas são, respectivamente,


a) F, V e F.
b) F, V e V.
c) V, F e F.
d) V, V e F.
e) F, F e V.

PRÁTICA PROFISSIONAL
12-VUNESP/HCFMUSP/2015. Maria Lúcia Rodrigues (1995) afirma que ―o
Serviço Social tem por atraente empreender uma prática" exclusivamente
a) social.
b) educativa.
c) política e educativa
d) social e política
e) social educativa e política.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 39


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO
13-CEPERJ/VIVA COMUNIDADE-VIVA RIO/2014. Segundo a Lei
8.662/1993 e atualizações, assumir, no magistério de Serviço Social tanto em
nível de graduação como de pós-graduação, disciplinas e funções que exijam
conhecimentos próprios e adquiridos em curso de formação regular constitui:
a) uma competência do (a) assistente social
b) uma matéria em Serviço Social
c) um direito do (a) assistente social
d) uma atribuição privativa do (a) assistente social
e) um dever do assistente social

PROJETO ÉTICO-POLÍTICO
14-IBFC/SEPLAG-MG/2013. O projeto ético-político atual do serviço social
foi construído:
a) num momento de transição política e histórica da sociedade brasileira,
compreendida entre os anos 60 e 70.
b) dentro do processo de redemocratização da sociedade brasileira ocorrida no
período entre os anos 70 e 80.
c) após a redemocratização da sociedade brasileira nos anos 90, fundamentada
no neoliberalismo.
d) permanece o mesmo desde o período da reconceituação do serviço social.

PROJETO ÉTICO-POLÍTICO
15- QUADRIS/CRESS-PR/2015. Assinale a alternativa incorreta acerca do
Projeto Ético-Político do Serviço Social.
a) O Projeto Ético-Político do Serviço Social tem em seu núcleo o
reconhecimento da liberdade como valor ético central.
b) O Projeto Ético-Político do Serviço Social está vinculado a um projeto de
transformação da sociedade. Essa vinculação se dá pela própria exigência que a
dimensão política da intervenção profissional impõe.
c) Os (as) assistentes sociais não podem, individualmente, operar o Projeto
Ético-Político através de modalidades interventivas da profissão.
d) O Projeto Ético-Político do Serviço Social tem um compromisso com a
autonomia, a emancipação e a plena expansão dos indivíduos sociais.
e) O Projeto Ético-Político do Serviço Social articula em si mesmo alguns
elementos constitutivos, uma imagem ideal da profissão, os valores que a
legitima, sua função social e seus objetivos, conhecimentos teóricos, saberes
interventivos, normas, práticas, entre outros.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 40


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
QUESTÕES DE PROVAS EBSERH

1-EBSERH/HC-UFG/AOCP/2015. A análise do Serviço Social, no âmbito das


relações sociais, permite

(A) assegurar uma prática profissional desvinculada da trama social.


(B) superar os influxos liberais que grassam as análises históricas.
(C) que a prática profissional se torne singular entre usuário e assistente social.
(D) que as expressões da questão social deixem de ser o objeto do Serviço
Social. (E) que as políticas sociais se desvinculam da questão social e
relacionem-se a uma minoria dos usuários.
Gabarito: Letra B

2-EBSERH/HC-UFG/AOCP/2015. A pesquisa é uma das formas de se


produzir conhecimento, mas a prática profissional representa também uma das
possibilidades de se produzir conhecimento. Sobre o tema, assinale a
alternativa correta.

(A) As pesquisas do tipo experimental são as mais utilizadas para a


compreensão das questões postas na realidade concreta da sociedade
capitalista.
(B) A pesquisa bibliográfica permite uma aproximação de tendências que estão
ocorrendo na realidade, pois o conhecimento já está sistematizado.
(C) Na pesquisa exploratória, o investigador não pode propor novos discursos
interpretativos.
(D) A pesquisa exploratória responde às questões e não gera novas indagações.
(E) Na área social, pesquisas do tipo exploratória têm trazido importantes
contribuições.

Gabarito: Letra E

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 41


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
3- EBSERH/HC-UFG/AOCP/2015. Para analisar a profissão como parte das
transformações históricas da sociedade, é necessário transpor o universo
estritamente profissional, ou seja, romper com uma visão endógena da
profissão. Assinale a alternativa que apresenta uma visão endógena.

(A) Afirmação da condição dos indivíduos sociais como sujeitos da história.


(B) Alargar os horizontes para o movimento das classes sociais e do Estado em
suas relações com a sociedade.
(C) Reconhecimento das forças sociais que atingem o conteúdo e o
direcionamento da própria atividade profissional.
(D) Entender que o quadro sócio histórico não se reduz apenas a um pano de
fundo, quando se discute o trabalho profissional.
(E) O serviço social se torna profissão quando impõe uma base técnico-
cientifica às atividades de ajuda, à filantropia.

Gabarito: Letra E

4-EBSERH/HU-UFGD/AOCP/2014. Assinale a alternativa que se constitui


um dos princípios do Código de Ética do Assistente Social.

(A) Garantia e defesa de suas atribuições e prerrogativas.


(B) Livre exercício das atividades inerentes à Profissão.
(C) Defesa intransigente dos direitos humanos e recusa do arbítrio e do
autoritarismo.
(D) Aprimoramento profissional de forma contínua.
(E) Pronunciamento em matéria de sua especialidade, sobretudo quando se
tratar de assuntos de interesse da população.

Gabarito: Letra C

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 42


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
5-EBSERH/HULW-UFPB/AOCP/2014. Segundo Iamamoto (1998), ―o
messianismo profissional‖ é

(A) uma visão heroica do Serviço Social que reforça unilateralmente a


subjetividade dos sujeitos, a sua vontade política sem confrontá-la com as
possibilidades e limites da realidade social.

(B) uma visão histórica da realidade que conduz à emancipação dos indivíduos
e à otimização do trabalho.

(C) a realização profissional marxista, sobrepondo-se ao burocratismo e à


mediocridade profissional.

(D) a condição para se romper com uma visão rotineira, reiterativa e


burocrática do Serviço Social, que impede vislumbrar possibilidades inovadoras
para a ação. (E) entender a profissão como um tipo de trabalho na sociedade.

Gabarito: Letra A

6- EBSERH/HULW-UFPB/AOCP/2014. A abordagem do Serviço Social como


trabalho supõe apreender a chamada ―prática profissional‖, profundamente
condicionada pelas relações entre o Estado e a Sociedade Civil, ou seja, pelas
relações entre as classes na sociedade, rompendo com

(A) endogenia no Serviço Social.

(B) práticas éticas.

(C) práticas democráticas.

(D) uma visão dialética.

(E) práticas questionadoras da realidade.

Gabarito: Letra A

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 43


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
7- EBSERH/HU-FURG/IBFC/2016. Dentre as colocações de Iamamoto
(2001) sobre Serviço Social na Contemporaneidade temos a menção quanto a
necessidade de rompimento com a visão endógena da profissão. Conforme a
autora o rompimento da visão endógena demanda ao profissional:
Analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta:
I- Alargar os horizontes para mais longe, para o movimento das classes
sociais e do Estado em suas relações com a sociedade.
II- Desconsiderar as novas mediações e desqualificar o fazer profissional,
identificando suas particularidades e descobrir alternativas de ação.
III- Extrapolar o Serviço Social para melhor apreendê-lo na história da
sociedade da qual ele é parte e expressão.
IV- Firmar o perfil de um profissional executivo e não apenas propositivo.
V- Sair da redoma de vidro que aprisiona os Assistentes Sociais na visão de
dentro e para dentro do Serviço Social.
Estão corretas:
a) As afirmativas II, III e IV
b) As afirmativas I, III e V
c) As afirmativas I, IV e V
d) As afirmativas II, III e V
e) As afirmativas III, IV e V

Gabarito: Letra B

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 44


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

8- EBSERH/HU-FURG/IBFC/2016. Provém de Iamamoto (2201) a definição


do serviço Social como integrante em um processo de trabalho. Com base nas
colocações dessa teoria, analise as assertivas abaixo:
I- A questão social conforma a matéria-prima do trabalho profissional do
Assistente Social.
II- Um dos meios ou instrumentos de trabalho do Assistente Social e o
conhecimento.
III- Os instrumentos de trabalho do Assistente Social estão restritos ao
arsenal de técnicas.
IV- A instituição não é um instrumento de trabalho do Assistente Social posto
que não condiciona o trabalho desse profissional.
V- O objeto de trabalho do Assistente Social é gerado em decorrência de
incapacidades individuais.
Estão corretas as afirmativas:
a) I e III
b) II e III
c) I e II
d) III e IV
e) IV e V

Gabarito: Letra C

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 45


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.
9- EBSERH/CHC-UFPR/IBFC/2015. Julgue os itens abaixo adotando como
respaldo as colocações de Iamamoto (2001).
I- O Código de ética indica um rumo ético-político, um horizonte para o
exercício profissional.
II- Há um desafio que concerne na materialização dos princípios éticos na
cotidianidade do trabalho do Assistente Social.
III- Os princípios éticos contidos no Código de ética são indicativos abstratos
deslocados do processo social.
IV- Assumir a defesa, a recusa dos direitos humanos traz como contrapartida
a recusa de todas as formas de autoritarismo e arbítrio aos Assistentes
Sociais.
V- O código de ética é um documento que se guarda na gaveta do Assistente
Social.
Está correto apenas as afirmativas:
a) I, II e III
b) I, II e IV
c) II, III e V
d) II, III e IV
e) I, IV E V

Gabarito: Letra B

10- EBSERH/HU-UNIVASF/IBFC/2014. O entendimento de Iamamoto


(2001) sobre a questão social nos permite afirmar que:
I- A questão social faz acepção restrita à pobreza gerada
contemporaneamente.
II- A questão social incorpora também a possibilidade de rebeldia.
III- O surgimento da questão social não tem relação com o
desenvolvimento capitalista.
IV- A questão social se manifesta por meio de uma série de expressões.
V- A questão social resulta das desigualdades geradas pela sociedade
capitalista.
São corretas apenas as afirmativas:
a) II, IV e V
b) I, II e III
c) I, III e IV
d) III, IV e V
e) II, III e V

Gabarito: Letra A

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 46


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

GABARITOS

1-B 2-C 3-A 4-A 5-CERTO

6-A 7-C 8-A 9-C 10-A

11-D 12-E 13-D 14-A 15-C

GABARITO - EBSERH

1-B 2-E 3-E 4-C 5-A

6-A 7-B 8-C 9-B 10-A

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 47


Serviço Social – Conhecimentos Específicos - EBSERH
Aula 00 Demonstrativa - Serviço Social na Contemporaneidade. Debate teórico‐
metodológico, ético‐político e técnico‐operativo do Serviço Social e as respostas
profissionais aos desafios de hoje.

Bibliografia

IAMAMOTO, Marilda Vilela. Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho e


formação profissional. 4ª ed. São Paulo, Cortez, 2001. PP 17 a 81.

DICAS DE LEITURAS:

Diretrizes Curriculares da ABEPSS 1999. Acesse: http://bit.ly/1Q8sUcs

LESSA, Sérgio. Serviço Social é Trabalho: do que se trata? Revista TEMPORALIS


2. ABEPSS- Ano I, nº 2- julho a dezembro de 2000. pp. 35 a 58.

www.pontodosconcursos.com.br | Professora Conceição Costa 48