Você está na página 1de 2

Crédito Consignado INSS

Condições Aplicáveis ao
Contrato de Mútuo com Consignação de Benefícios INSS

Este instrumento tem por objeto regular as contratações que vierem a ser firmadas entre o Banco
Santander (Brasil) S.A., com sede na cidade de São Paulo - SP, inscrito no CNPJ sob o nº
90.400.888/0001- 42, doravante denominado simplesmente BANCO e o cliente (“CLIENTE”) que
vier a ser identificado e qualificado no Contrato de Mútuo com Consignação de Benefícios INSS
(“CONTRATO”) e, em conjunto doravante denominados (“PARTES”), tendo em vista que o BANCO
está autorizado pelo INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL – INSS, para receber
amortizações e/ou pagamentos de empréstimos concedidos aos titulares de benefícios, mediante
consignação na renda mensal dos CLIENTES, titulares dos benefícios que vierem contrair
empréstimo junto ao BANCO.

O presente instrumento fixa as condições gerais que regerão o CONTRATO, nos termos da
legislação em vigor, ficando estabelecido que o CONTRATO que vier a ser celebrado ficará
subordinado ao disposto no presente instrumento, bem como aos termos e condições específicas
que vierem a serem acordadas pelas PARTES, no respectivo CONTRATO e, ainda,
subsidiariamente, no Convênio celebrado entre o BANCO e INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO
SOCIAL – INSS, do qual o CLIENTE declara ter conhecimento e perfeito entendimento.

CONDIÇÕES GERAIS

1. O valor do empréstimo será liberado ao CLIENTE, somente após a confirmação do INSS, por
escrito, ou por meio eletrônico certificado, quanto à possibilidade de realização da consignação dos
valores na renda mensal dos benefícios previdenciários do CLIENTE em função dos limites
consignáveis previstos em regulamento.

2. Fica desde já estabelecido que eventual repactuação no CONTRATO somente ocorrerá


mediante a concordância do BANCO e observados os seus procedimentos internos.

3. O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), calculado de acordo com a legislação em vigor, e
demais encargos incidentes sobre a operação estão descritas e caracterizadas no CONTRATO.

3.1. Os tributos e contribuições incidentes sobre o CONTRATO serão de responsabilidade daquele


que a lei definir como contribuinte e deverão ser pagos na data de sua exigibilidade. Fica
estabelecido, ainda, que o contribuinte arcará com eventuais majorações de alíquotas, inclusive
sobre garantias que eventualmente vierem a ser constituídas.

4. As parcelas do CONTRATO somente considerar-se-ão quitadas quando da efetivação do


repasse dos valores exatos pelo INSS ao BANCO.
Parágrafo único: Caberá ao BANCO, na hipótese do INSS não providenciar o repasse do valor
exato das parcelas do empréstimo, comunicar a ocorrência, por escrito ou por meio eletrônico, ao
CLIENTE.

5. O CLIENTE expressamente autoriza o envio de qualquer tipo de informação por parte do


BANCO para o endereço eletrônico (“e-mail”) por ele indicado no CONTRATO, devendo informar
ao BANCO a ocorrência de eventual mudança ou indisponibilidade do referido endereço.

6. Na hipótese de inadimplemento, o CLIENTE autoriza o BANCO a divulgar e encaminhar os


documentos relativos ao CONTRATO bem como informações, inclusive cadastrais, às empresas
de cobrança e/ou advogados estranhos ao seu quadro funcional, para efeito de cobrança judicial
ou extrajudicial, podendo ainda o BANCO repassar àqueles os honorários advocatícios devidos
pelo CLIENTE.

1730-S v.2 (05/2013)


7. O BANCO poderá, a qualquer tempo, ceder, transferir, empenhar ou por qualquer outra forma
alienar ou dispor dos direitos e garantias de que é titular em decorrência do CONTRATO,
independentemente de prévia consulta e/ou anuência do CLIENTE.

8. Quaisquer comunicações necessárias poderão ser efetuadas ao CLIENTE por meio de


correspondência, inclusive e-mail, ou inserção de mensagens nos extratos da conta ou nos meios
eletrônicos colocados à disposição. O CLIENTE obriga-se a manter o BANCO informado sobre
qualquer alteração de endereço, telefone e outros dados referentes à sua localização e efetiva
recepção de documentos. Não havendo informação atualizada, todas as correspondências
remetidas pelo BANCO ao endereço existente nos seus registros serão, para todos os efeitos
legais, consideradas recebidas.

8.1. Por outro lado, fica estabelecido que as mensagens porventura enviadas pelo CLIENTE ao
BANCO via e-mail não poderão tratar de assuntos que acarretem a necessidade de prática ou
omissão de qualquer ato, não podendo essa forma de comunicação ser utilizada, portanto, para
fins de efetivar notificações de qualquer espécie.

9. Quaisquer taxas ou emolumentos que incidam ou venham a incidir sobre o registro do


CONTRATO no respectivo Cartório, correrão por conta do CLIENTE.

10. O presente instrumento em nenhuma hipótese poderá ser interpretado como compromisso do
BANCO de celebrar qualquer CONTRATO.

10.1. Todo e qualquer CONTRATO firmado entre as PARTES deverá ser devidamente formalizado
em instrumento apartado.

11. As PARTES, de comum acordo, poderão alterar os termos destas Condições Gerais.
Ocorrendo tal hipótese fica, desde já, ajustado que as novas condições prevalecerão sobre as
deste instrumento para todos os efeitos.

12. Considerando que o Sistema de Pagamentos Brasileiro (“SISTEMA”) possibilita formas


variadas de liquidação das operações através de sistemas eletrônicos, fica o BANCO
expressamente eximido, inclusive perante terceiros, de todas e quaisquer responsabilidades direta
ou indiretamente decorrentes dos, inclusive, mas não limitadamente seguintes eventos: (i)
interrupções nos sistemas de telecomunicações, oriundos de falhas e/ou intervenções de qualquer
entidade estatal, de concessionária de serviços de telecomunicações ou de serviços prestados por
terceiros; (ii) falhas na disponibilidade do SISTEMA, no respectivo acesso, ou na própria Rede em
decorrência de casos fortuitos e de força maior, que poderão também interferir na liquidação das
transações realizadas por meio do SISTEMA, mesmo que os eventos acima listados resultem em
prejuízo financeiro.

13. Fica eleito o Foro da Comarca de localização da Agência bancária onde foi firmado o
CONTRATO como o único competente para dirimir quaisquer dúvidas dele decorrentes, com
expressa renúncia a qualquer outro por mais privilegiado que seja.

Central de Atendimento - 4004 3535 (Capitais e Regiões Metropolitanas) e 0800 702 3535 (Demais
Localidades).
Serviço de Apoio ao Consumidor - SAC 0800 762 7777 e Ouvidoria 0800 726 0322 (Atende também
deficientes auditivos e de fala).

1730-S v.2 (05/2013)